INÉDITO:
  • SAB21:00
REPRISES:
  • DOM15:00
  • SEG12:00

Em Pauta

  • Usuários de cigarro eletrônico têm 34% mais chances de ter problemas cardíacos

    Um estudo realizado pela Escola de Medicina da Universidade do Kansas mostrou que as pessoas que usam cigarros eletrônicos têm 34% mais chances de ter problemas cardíacos que as que não utilizam. Além disso, os usuários de cigarros eletrônicos têm 25% mais chances de ter doenças coronárias e 55% mais de sofrer depressão ou ansiedade. Apesar de não conter as substâncias cancerígenas do tabaco, o produto vicia quem consome por possuir nicotina. No Brasil, a venda de cigarros eletrônicos é proibida.


  • Jogo sobre estuprar mulheres causa polêmica e é proibido no mundo todo

    Um jogo foi criado com um único intuito: simular relações sexuais não consensuais com mulheres, ou seja, é um game sobre estupro de mulheres. Obviamente que isso gerou uma repercussão enorme, principalmente nas redes sociais. Apesar de duras críticas, os criadores disseram que a ideia era fazer um jogo para psicopatas. Além disso, eles argumentaram que um game que busca estuprar não é tão diferente de um que nos força a atirar em soldados ou matar vários inimigos a sangue frio.


  • Estudo culpa mães que trabalham fora por obesidade dos filhos

    Neste bloco do Redação Novo Tempo a equipe fala sobre as fortes chuvas na Grande São Paulo, que causaram várias mortes na última semana. A gente traz também detalhes sobre o caso do acidente aéreo na Etiópia que resultou em mortes e na suspensão do uso do modelo de aeronave Boeing 737 Max 8. Você acompanha ainda os resultados de um estudo que gerou polêmica. Segundo esse estudo, as mães que trabalham fora são culpadas pela obesidade dos filhos. Você concorda? Então vem conferir esse tema no Redação Novo Tempo.


  • Apenas quatro em cada 100 mulheres se acham bonitas, diz pesquisa

    A pesquisa “Verdade sobre a beleza”, realizada em 20 países, mostrou que a maioria das mulheres do mundo não se sentem bonitas. Apenas quatro em cada 100 mulheres se consideram belas. Já entre as brasileiras o número é um pouco melhor: 14% se acham bonitas. Além disso, o levantamento revelou que 72% das brasileiras sentem-se pressionadas para ser bonitas e 40% afirmam que a pressão parte mais delas próprias.


  • Representatividade feminina na política e no mercado de trabalho aumenta

    Neste programa especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher você vai acompanhar um debate sobre um dado a se comemorar: é o aumento no número de mulheres que lideram o Brasil na política. Na Câmara dos Deputados o número de parlamentares mulheres é de 77, enquanto em 2014 eram 51. O crescimento é superior a 50%. Já no senado, o número se manteve o mesmo: 7 senadoras. No entanto, as candidaturas foram superiores a 2014, ano que teve apenas 36 mulheres concorrendo ao senado. Já em 2018 foram 62 candidaturas femininas.


  • Homem com HIV é curado após transplante de células-tronco

    No Redação Novo Tempo desta semana você vai ficar sabendo do caso do homem que tinha HIV e foi curado após fazer um transplante de células-tronco. Veja o que isso significa para pessoas que sofrem com a mesma situação. Acompanhe também um debate sobre o possível acordo que pode acabar com a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. Tem ainda uma notícia preocupante: apesar de ser um dos maiores consumidores de plástico no mundo, o Brasil recicla apenas 2% do produto. Fique por dentro também das mudanças nas regras para pagamento de contribuição sindical após medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.


  • Desalentados: quase 5 milhões de brasileiros desistiram de procurar emprego

    Nesta última semana de fevereiro o IBGE divulgou um aumento no número de desempregados no país. Agora são 12,7 milhões de brasileiros sem emprego. No entanto, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, a PNAD, aponta que atualmente falta trabalho para 27 milhões e seiscentos mil brasileiros. Só para você entender o porquê das diferenças entre os números, é que o IBGE faz uma diferenciação das pessoas sem emprego em três categorias: a primeira é a dos desempregados, que são pessoas sem emprego, mas que continuam procurando por um trabalho. Depois vem o grupo de brasileiros que trabalham de maneira informal ou fazendo os famosos “bicos”, mas ainda buscam um emprego com carteira assinada. Por último vêm os desalentados, que são os que mais preocupam porque são pessoas que estão sem emprego e desistiram de buscar por um. Os desalentados já somam quase cinco milhões de pessoas no país. Entre eles estão, em grande maioria, nordestinos, mulheres e a população de baixa renda.


  • Lei Seca completa 11 anos, mas álcool ainda é principal causa de mortes no trânsito

    Há 11 anos o Brasil vem registrando um número menor de mortes no trânsito graças a campanhas da mídia contra o álcool e principalmente pela aplicação da chamada Lei Seca. No entanto, apesar das constantes quedas, as taxas brasileiras de mortalidade no trânsito ainda estão acima das taxas europeias. Um outro dado, não tão animador, é o fato de que cerca de 24% dos brasileiros dirigem alcoolizados. Com o feriado de carnaval a preocupação e a atenção das autoridades e dos motoristas deve ser ainda maior.


  • Bolsonaro se reúne com Juan Guaidó no Palácio do Planalto

    A equipe do Redação Novo Tempo debate neste bloco os principais assuntos das últimas semanas, como o caso da Vale, que pediu para reativar barragens com risco de rompimento, mas foi impedida pela justiça de Minas Gerais. Tem também um debate sobre o rombo de R$ 71 bilhões que nove governadores deixaram para seus sucessores. Você acompanha ainda informações sobre o encontro do presidente Bolsonaro com Juan Guaidó no Palácio do Planalto.


  • Alunos encorajados a estudar conseguem melhores notas, diz pesquisa

    Uma pesquisa realizada pela Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, com mais de 15 mil alunos, concluiu que alunos encorajados a estudar têm um desempenho superior que os demais estudantes. O estudo se aprofundou ainda mais ao conversar com 150 professores de diferentes disciplinas. Segundo os pesquisadores, quase todos os professores, independente da idade, gênero ou origem étnica, são igualmente propensos a acreditar que a inteligência é uma condição difícil de mudar. Ou seja, para eles alguém simplesmente é ou não é inteligente. E por causa desse pensamento, alunos negros, latinos e nativos americanos são os mais prejudicados. Se comparados com alunos brancos e asiáticos o desempenho é duas vezes pior.


  • Tragédia em Brumadinho completa um mês e famílias tentam reencontrar sentido para viver

    No dia 25 de fevereiro a tragédia de Brumadinho completa um mês. Nesse bloco a equipe do Redação Novo Tempo conversa sobre o futuro das famílias afetadas e sobre o que foi resolvido até agora. Eles relembram ainda o rompimento da barragem da Vale no distrito de Mariana, que aconteceu há 3 anos e até hoje os familiares esperam por uma solução e por justiça, já que ninguém foi preso até hoje.


  • Bebianno é demitido por Bolsonaro e áudios de conversas vazam

    A equipe do Redação Novo Tempo debate neste bloco temas que ficaram em destaque nas últimas semanas, como a reforma da previdência e a demissão do ministro Gustavo Bebiano. Tem também os detalhes sobre o crescimento de 1,1% da economia brasileira e a história de uma mulher paquistanesa que passou 9 anos na cadeia por beber um copo d’água.


  • Pai processa filho por pensão alimentícia

    O assunto deste bloco do Redação Novo Tempo é pensão alimentícia, mas não aquela que a gente está acostumado a ver e ouvir, que é o filho recebendo a pensão dos pais. Um caso em Bangladesh chamou a atenção depois que um pai de 75 anos processou o filho em busca de ajuda financeira. Segundo este pai, que já tem 75 anos, ele se aposentou ganhando muito pouco e o filho era a única alternativa para se manter. O processo só aconteceu depois que o filho, Mohhamad, que trabalha como banqueiro, não atendia à ligação dos pais. A notícia reascendeu a discussão sobre os filhos serem obrigados ou não a prestar uma ajuda financeira para os pais que não conseguem se manter, principalmente os mais idosos. No Brasil o Conselho Nacional de Justiça indica que idosos com idade a partir de 60 anos, que não têm condição de se sustentar e nem contam com auxílio de parentes próximos, têm direito a pensão alimentícia dos filhos.


  • Paris processa site de hospedagem por anunciar locações não autorizadas

    A prefeitura de Paris, capital da França, entrou com um processo contra o site Airbnb, que é uma plataforma digital que disponibiliza hospedagem para viajantes do mundo todo. O motivo é a quantidade de anúncios de locações ilegais na cidade. As autoridades afirmam que mais de mil anúncios da empresa violam uma legislação local, que limita o aluguel de imóveis a até 120 dias por ano. As multas a serem cobradas são em torno de € 1,25 milhões. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, afirmou em entrevista a um jornal francês que o objetivo da cobrança é “acabar com locações não autorizadas que estragam alguns bairros parisienses”. Além disso, ela considera o Airbnb um dos grandes responsáveis pela diminuição no número de moradores da capital francesa. De acordo com o INSEE, órgão francês semelhante ao IBGE aqui no Brasil, em cinco anos Paris perdeu mais de 40 mil moradores.


  • Mais de 40 países reconhecem Juan Guaidó como presidente da Venezuela

    Neste bloco do Redação Novo Tempo, Wagner Cantori, André Leite, Carolina Felix e Louise Maiana debatem os principais assuntos das últimas semanas. Na Venezuela, a crise se agrava depois que mais de 40 países reconheceram Juan Guaidó como presidente do país. Você vai descobrir também que, agora, médicos brasileiros poderão oferecer consultas e cirurgia a distância. Eles falam ainda sobre a pesquisa que revelou que a mudança climática é o fator de segurança que mais preocupa as pessoas no mundo.


  • Pessoas que frequentam igreja são mais felizes, revela estudo

    Pessoas que frequentam algum grupo religioso tendem a ser mais felizes e socialmente engajados, de acordo com a pesquisa do Instituto Pew Research. No levantamento, os pesquisadores perguntaram às pessoas se elas eram felizes e qual o nível dessa felicidade. Os religiosos se mostraram mais alegres do que os não religiosos. Além disso, o estudo descobriu que as pessoas ativamente religiosas também são mais propensas a serem ativas em grupos sociais e a realizarem trabalhos voluntários.


  • Brasil é o 5º colocado em ranking de países ‘mais ignorantes’ do mundo

    O Brasil é o 5º país mais ignorante do mundo, segundo uma pesquisa. Você deve estar se perguntando como se mede a ignorância de uma população. O método adotado pelo Instituto Ipsos, que foi quem fez o ranking, é o de perguntar as pessoas o que elas sabem sobre uma determinada situação do país em que elas vivem. Por exemplo, eles perguntaram: “a cada 100 pessoas no Brasil, quantas você acha que são muçulmanos? ”
    Em praticamente todas as respostas a diferença entre a percepção do brasileiro e os números reais foram grandes. Em uma pergunta sobre o desemprego, por exemplo, os entrevistados disseram que 47% das pessoas estão sem emprego, enquanto o número real é de aproximadamente 13%. No Redação Novo Tempo você acompanha os resultados desta pesquisa.


  • Tragédia de Brumadinho deixa dezenas de mortos e comove o país

    Você deve ter acompanhado nas últimas semanas a tragédia envolvendo a cidade de Brumadinho devido ao rompimento de uma barragem, algo muito semelhante ao que aconteceu em Mariana, cidade que também fica localizada no estado de Minas Gerais. Até a segunda semana de fevereiro o corpo de bombeiros confirmou pouco mais de 150 mortos e quase 200 desaparecidos. As buscas por sobreviventes ou por respostas ainda continuam e, como muita coisa aconteceu, o Redação Novo Tempo explica como esse desastre teve início e também quais os impactos causados pelo rompimento da barragem.


  • Maternidade não é obstáculo para carreira das mulheres, diz pesquisa

    O que as pessoas costumam falar, é que as mulheres não alcançam cargos de grande importância por causa da gravidez ou mesmo por falta de interesse delas. Mas, uma pesquisadora decidiu analisar mais a fundo essa questão. A economista e cientista da computação, Miriam Grobman, disse que as mulheres têm ainda dificuldades em lidar com as dinâmicas das relações de trabalho e também em conseguir bons contatos profissionais. Atualmente, menos de 20% das melhores posições em grandes empresas internacionais são preenchidas por mulheres. A primeira ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, por exemplo, teve a sua capacidade questionada só pela possibilidade de, algum dia, engravidar.


  • Adolescentes que bebem e fumam têm danos nas artérias aos 17 anos

    Pesquisadores da Universidade College London e da Universidade de Bristol, no Reino Unido, fizeram testes e chegaram a uma conclusão preocupante: os adolescentes que fumam e bebem sofrem de um enrijecimento das artérias ainda aos 17 anos de idade. Em um prazo um pouco mais longo, isso aumenta os riscos de problemas cardíacos e em vasos sanguíneos, como é o caso do AVC e o infarto. E o álcool é muito mais prejudicial do que geralmente se pensa: um outro estudo de cinco universidades concluiu que a bebida mata e fere mais do que a soma de todas as outras drogas juntas.


Página 1 de 3312345...102030...Última »