doe agora Jornalismo Jornalismo
INÉDITO:
  • SAB21:00
REPRISES:
  • DOM15:00
  • SEG12:00

Em Pauta

  • Crianças que crescem em regiões metropolitanas são 4 vezes mais solitárias

    O Instituto Nacional de Estatísticas do Reino Unido fez um levantamento e constatou que crianças que crescem em cidades grandes ou regiões metropolitanas têm quatro vezes mais chances de ficarem solitárias do que aquelas que vivem em regiões rurais ou cidades pequenas. O principal motivo apontado para que a solidão infantil aconteça é o medo que os pais sentem de deixar os filhos brincarem fora de casa, que é o lugar onde eles têm maior contato com crianças da mesma idade.


  • Influenciadoras digitais são acusadas de fingirem ser negras em redes sociais

    Um assunto tem tomado conta da internet nos últimos dias: o blackfishing, que é um termo em inglês usado para descrever o ato de alguém que estaria fingindo ser negro ou miscigenado. A começou quando influenciadoras digitais foram acusadas em comentários nas redes sociais de mudar a pele, o corpo e até o cabelo para se parecerem com mulheres negras. Os críticos alegam que isso é um apropriamento indevido e injusto conquistado pelos negros na sociedade. No entanto, as influenciadoras se defendem afirmando que gostam de se bronzear e que a atitude não tem maldade e é apenas uma maneira delas se sentirem bem.


  • Homem entra atirando em Catedral de Campinas e deixa 5 mortos

    Wagner Cantori, André Leite, Carolina Felix e Louise Maiana falam sobre os principais assuntos dos últimos dias, como a lei que pode acabar decretando o fim do YouTube na Europa, além do caso do homem que entrou atirando em uma Catedral de Campinas-SP deixando mortos e feridos. Tem também um debate sobre a definição dos nomes dos 22 ministros no Governo de Bolsonaro.

    Confira a relação completa dos ministros:

    1. Onyx Lorenzoni (Casa Civil)
    2. Paulo Guedes (Economia)
    3. General Augusto Heleno (Segurança Institucional)
    4. Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia)
    5. Sérgio Moro (Justiça)
    6. Tereza Cristina (Agricultura)
    7. General Fernando Azevedo e Silva (Defesa)
    8. Ernesto Araújo (Relações Exteriores)
    9. Roberto Campos Neto (Banco Central)
    10. Wagner Rosário (Transparência e CGU)
    11. Luiz Henrique Mandetta (Saúde)
    12. André Luiz de Almeida Mendonça (AGU)
    13. Gustavo Bebianno (Secretaria Geral da Presidência)
    14. Ricardo Vélez Rodríguez (Educação)
    15. General Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo)
    16. Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura)
    17. Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional)
    18. Osmar Terra (Ministério da Cidadania)
    19. Marcelo Álvaro Antônio (Turismo)
    20. Bento Costa Lima (Minas e Energia)
    21. Dalmares Alves (Mulheres, Família e Direitos Humanos)
    22. Ricardo de Aquino Salles (Meio Ambiente)


  • Justiça do Reino Unido vai julgar se veganismo pode ser considerado religião

    No Reino Unido um tribunal deve decidir se o veganismo, que é um estilo de vida de pessoas que se recusam a comer ou usar produtos de origem animal, pode ser comparado a uma crença filosófica, algo próximo da religião. Essa história começou depois que o zoologista Jordi Casamit-Jana entrou com um processo contra a ONG na qual ele trabalhava por considerar injusta a sua demissão. Segundo Jordi, o desligamento só aconteceu porque ele havia tornado público que a entidade investia dinheiro do fundo de pensão dos funcionários em empresas que praticavam testes em animais. O zoologista ainda disse que foi vitima de perseguição e preconceito por ser um “vegano ético”. A Instituição se defende afirmando que ele foi demitido por ter cometido um erro grosseiro de conduta e nega qualquer relação com o veganismo. A situação tem levantado muita polêmica no Reino Unido e uma profunda discussão se o estilo de vida vegano pode ou não ser considerado uma crença, assim como outras religiões.


  • Novo currículo do ensino médio é aprovado e aguarda validação do MEC

    Na última terça-feira, 04 de dezembro, o Conselho Nacional de Educação aprovou a nova Base Nacional Comum Curricular para o ensino médio. Essa foi a última etapa antes da homologação do Ministro da Educação, já que é um ato que não necessita de aprovação do congresso.


  • Rejeição de pesquisas científicas do Brasil aumenta entre revistas acadêmicas dos EUA

    No primeiro bloco do Redação Novo Tempo Wagner Cantori, André Leite, Louise Maia e Carolina Felix debatem os principais temas da semana, como a pesquisa que revelou a rejeição de artigos de cientistas brasileiros. Eles falam também a respeito da economia informal no Brasil que corresponde, hoje, a 16,9% do PIB do país. Tem também o caso do restaurante que decidiu dar pratos grátis para crianças se os pais aceitassem ficar sem o celular.


  • Filho mais velho é o preferido dos pais, revela estudo

    Para 74% das mães e 70% dos pais o filho mais velho é o preferido da casa. Esses dados são de uma pesquisa feita por sociólogos da Universidade da Califórnia. O estudo foi feito da seguinte maneira: os pesquisadores entrevistaram 384 famílias e conversaram com irmãos adolescentes com mais de quatro anos de distância entre si para saber se havia um tratamento diferente por parte dos pais e como isso afetou a autoestima deles. No final das entrevistas os especialistas disseram que as crianças mais velhas se sentem mais reconhecidas pelos pais.


  • Brasileiros são os mais pessimistas com o próprio país entre 24 nações

    O pessimismo do brasileiro em relação ao seu próprio país é o pior entre 24 países, segundo a pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos. Para praticamente sete em cada dos entrevistados do Brasil, o país parece estar em declínio, ou seja, deve ficar pior no futuro. No levantamento, nós somos seguidos pelo pessimismo dos sul africanos (64%) e pelos argentinos (58%). Além disso, a média global de pessimistas também está bem abaixo da média do Brasil (44%).


  • Hamburgueria batiza lanche com repolho roxo de Maria da Penha e causa polêmica

    O Redação começa com uma conversa sobre os assuntos mais importantes da semana no Brasil e no mundo. Você vai ficar sabendo do projeto no qual brasileiros utilizam de tecnologia para tentar prever e evitar suicídios. Tem também um debate sobre a desigualdade social no Brasil. Segundo um estudo, essa desigualdade estava em queda, mas estagnou no último ano. Tem também o caso de uma hamburgueria que batizou lanche com repolho roxo de Maria da Penha e causou polêmica.


  • Três em cada dez brasileiros são analfabetos funcionais

    Ter limitação ao ler e interpretar textos, dificuldades em fazer cálculos matemáticos em situações cotidianas e até a falta de entendimento de ironias são características de um analfabeto funcional. Segundo o Inaf, que é o índice que mede o analfabetismo funcional no Brasil, 29% da população possui essa característica e, entre essas pessoas, 4% estão no ensino superior.

    Ainda de acordo com essa pesquisa do Inaf, dos 29% dos analfabetos funcionais do Brasil, 86% usam o Whatsapp, 72% o Facebook e 31% têm conta no Instagram.


  • Violência doméstica: mulher tem mãos amputadas por marido na Rússia

    Uma mulher teve as mãos cortadas com um machado pelo, agora, ex-marido. O crime aconteceu na Rússia. Segundo as autoridades do país, o homem levou a mulher até uma floresta nas proximidades da casa onde viviam para cortar as mãos dela. O autor do crime disse ter feito isso por vingança, já que acreditava estar sendo traído pela mulher. Segundo a própria vítima, esse foi o caso mais grave, mas não o único. O ex-marido já havia sido denunciado por agressões e até por colocar uma faca no pescoço dela. No entanto, na Rússia isso é visto como apenas uma falha administrativa e não agressão, ou seja, são aplicadas multas apenas. Uma condenação só ocorre caso as agressões continuem.


  • Propaganda enganosa é maior queixa de consumidores na Black Friday

    O Redação Novo Tempo debate neste bloco os principais assuntos da semana, como as mais de oito mil vagas abertas pelo Governo para o “Mais Médicos”, a chegada da Black Friday e reclamações dos consumidores, além do uso da tecnologia da Itália, onde as polícia está usando de algoritmos para prever crimes e prender ladrões.


  • Rede de fast-food é multada em R$ 6 milhões por publicidade infantil

    6 milhões de reais. Esse é o valor da multa que o McDonald’s vai ter que pagar por praticar publicidade infantil abusiva. Segundo a Agência Brasil, a empresa realizava shows com personagens ligados à marca em escolas. O Ministério da Justiça informou que a decisão foi tomada porque as apresentações do palhaço Ronald McDonald “criavam vínculos afetivos com a marca”. Em apenas dois meses foram realizadas 70 apresentações em 35 cidades e 10 estados do país.


  • Mais da metade dos brasileiros não tem conhecimentos financeiros

    IPCA, Taxa Selic, Copom, BNDS são termos que você já deve ter visto em algum lugar. Todos eles estão relacionados a assuntos econômicos. No entanto, a maioria das pessoas tem dificuldade em entender o economês do dia a dia. De acordo com a OCDE, mais da metade dos estudantes brasileiros não tem conhecimentos simples de finanças, como gerir uma conta bancária, entender as taxas de juros de um empréstimo e até questões mais complexas como o imposto de renda.


  • Pau de selfie pode ser proibido no Rio de Janeiro para evitar “violência” e “roubo”

    Neste bloco do Redação Novo Tempo desta semana, os apresentadores debatem os principais temas da semana. Eles conversam sobre um projeto de lei que quer proibir o uso de pau de selfie no Rio de Janeiro para evitar “violência e roubo”. Outro tema do debate é o levantamento do Banco Central que diz que 66% das transferências bancárias são feitas pela internet. Além disso, eles falam sobre o polêmico caso do idoso que foi impedido de entrar em uma agência bancária através da detecção de metais. Ele tem uma prótese metálica no joelho.


  • 30% dos homens não cuidam da própria saúde

    Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde, pelo menos 30% dos homens não cuidam da própria saúde. Desses, metade acha que não precisa de coisa alguma, o que dificulta a identificaçaõ de doenças nos homens ainda no estágio inicial. Neste mês, com a campanha novembro azul, que busca conscientizar sobre a importância de fazer exames para previnir doenças entre os homens, especialmente o câncer de próstata, este problema fica ainda mais evidente. Com as constantes piadas e preconceitos a respeito do exame de próstata, muitos homens deixam de procurar os cuidados médicos se expondo mais aos riscos à saúde.

    Ainda neste bloco tem a despedida de Élio Moura, que participa pela última vez do Redação Novo Tempo. Ele está de saída da Rede Novo Tempo para trabalhar em novos projetos pessoais.


  • Horário de verão divide opiniões em todo o Brasil

    O debate do Redação Novo Tempo é sobre o horário começou, que começou no dia 4 de novembro e novamente vem dividindo opiniões. Uns amam, outros detestam a alteração no relógio. No Distrito Federal e em outros dez estados das regiões centro-oeste, sul e sudeste adiantaram seus relógios em uma hora. Desde 1985 que o Governo adota essa medida com o discurso de economizar energia elétrica, aproveitando as horas a mais de claridade da estação. O horário de verão vai até o dia 17 de fevereiro de 2019.


  • Temer e Bolsonaro se encontram para discutir transição de Governo

    André Leite, Gabriela Frontini, Wagner Moura e Élio Moura comentam sobre as eleições nos Estados Unidos que escolheram os representantes do legislativo no país. Ainda falando de política, eles debatem a respeito do encontro de Temer e Bolsonaro, no qual eles discutiram a transição de Governo. Também é tema da conversa a pesquisa que mostrou que 33% dos brasileiros não sabem quanto gastam com o cartão de crédito.


  • Pirataria volta a crescer em todo o mundo, diz pesquisa

    A universidade de Campinas, a Unicamp, publicou uma pesquisa que diz que 87% dos alunos ingressantes não têm conhecimento do que é plágio. Apenas 13% afirma ter aprendido algo a respeito durante o ensino médio. Plágio significa copiar ou assinar uma obra que pertença a outra pessoa sem dar o devido crédito a ela. Segundo um estudo realizado pela empresa Sandvine, a pirataria tem crescido em todo o mundo e o motivo é o aumento da concorrência de serviços de streaming, como a Netflix, HBO, Amazon e muitos outros.


  • Mãe ‘fantasia’ filho de escravo para festa de Halloween

    Uma mãe publicou em suas redes sociais uma foto do filho fantasiado de escravo para a festa de Halloween da escola. Pouco depois da postagem, algumas pessoas parabenizaram a suposta criatividade da mãe. No entanto, após a foto viralizar, internautas passaram a criticar a mulher e a classificar a atitude como racista. O Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte, junto com a Polícia Civil, abriram um procedimento para investigar a postagem. Na imagem, a criança de apenas 9 anos aparece pintada com tinta escura e marcas de chicotadas.


Página 1 de 3112345...102030...Última »