doe agora

Ouça agora:

Arena do Futuro
Rádio Rádio

Orações são cartas enviadas ao Céu

Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno. Hebreus 4:16.

A oração não é uma expiação pelo pecado. Não é uma penitência. E nem precisamos chegar a Deus como criminosos condenados, pois Cristo pagou a pena de nossa transgressão.

As orações são cartas enviadas da Terra, dirigidas a nosso Pai, nos Céus. Os pedidos de corações sinceros e humildes, certamente O alcançarão. Nosso Pai do Céu sabe discernir a sinceridade dos que adotou como filhos. Ele tem compaixão de nossa fraqueza, e fortalece nossas debilidades. Ele mesmo disse: “Pedi, e dar-se-vos-á.” Mateus 7:7.

Muitas pessoas não sabem pedir como convém. Mas o Senhor é terno e bondoso. Ele as ajuda em suas fraquezas e lhes dá palavras para falarem. Aquele que chega com desejo santificado, tem acesso ao Pai através de Cristo. Ele é nosso Intercessor. As orações que chegam ao pai através do Salvador são aceitas por Deus.

Cada promessa da Palavra de Deus é destinada a você. Quando orar, reivindique com fé Suas promessas. A palavra de Deus é a garantia de que, se pedirdes com fé, receberá todas as bênçãos espirituais.

Continue a pedir, e você irá receber muito além daquilo que pede ou pensa em ganhar. Eduque-se a ter ilimitada confiança em Deus. Lance sobre Ele todas as suas preocupações, espere pacientemente por Ele, e Ele o fará.

Devemos chegar a Deus, não num espírito de justificação própria, mas com humildade, arrependidos de nossos pecados. Ele é capaz para nos ajudar, disposto a fazer por nós mais do que pedimos ou pensamos. Ele possui a abundância do Céu, com a qual supre nossas necessidades.

Devemos buscar “primeiro o reino de Deus, e a Sua justiça.” Mateus 6:33. Devemos estar dispostos a receber a bênção que Deus concede aos que O buscam com inteireza de coração, em sinceridade e verdade. Devemos manter aberto o coração, se quisermos receber da graça de Cristo.

Fonte: Nos Lugares Celestiais, pág 69 de Ellen G. White.

Via Sétimo Dia.

Comente


  1. Elias Nascimnto Rodrigues

    Olá!! Irmãos, tenho a certeza, que a oração e um ministério; E, quando, aplicamos a oração intercessoria em favor do semelhante, é o momento que nós nos depreedemos de nós mesmo, e passamos a nos preocupar com os outros; Isso, é dexar o egoismo de fora de nossa vida Espiritual: E preechermos da presença do Espirito Santo; Com sua instrução, orai ums pelos outros.
    Nao foi ums dos exemplos de Jesus!!!! Orem por mim; Sou ancião da IASD de periperi, pois os desafios são grandes, mas O nosso DEUS, é muito maior p/ nos dar sabedoria, e forca.
    Eu creio, e vocês? Se, sim!! Amém, se não, peçamos a DEUS, com humildade de coração.


  2. (*.*)

    Que assim seja sempre! Deus nos convida a orar e nos ensina a falar com Ele só mesmo um grande Deus para assim ser. Algumas vezes em alguns anos me pego com uma angustia que surge do nada e sinto muita mas muita necessidade de orar e as vezes raras mas acontece chego a chorar de soluçar e oro e oro até sentir que fui atendida por Deus, mesmo sem saber porque ou por quem deveria orar, sempre nestas super necessidades de orar sem saber o porque deste sentimento depois fiquei sabendo o porque, era uma pessoa que conheço passando por algo que sem a benção de Deus certamente não estaria vivo, até mesmo por mim que estava sendo injustiçada sendo acusada erroneamente de algo que jamais faria e no mesmo instante que eu chorava sem saber o porque orava Deus mostrava a verdade a quem me acusava e depois descobri que eu também estava sendo livrada do mal.
    Deus nem sempre diz sim a nossos pedidos, mas sempre atende muitas vezes faz ainda melhor que esperamos, mas não adianta apenas pedir precisamos confiar nele que seu desejo para nós jamais nos trara desilusões e arrependimentos, mas precisamos confiar em Deus.