Clique aqui e Saiba mais
doe agora

Ouça agora:

Música
Rádio Rádio

Confinamento de 6h antes do Enem é ‘divertido’, avaliam alunos sabatistas

Alunos sabatistas ficarão confinados por 6 horas antes do Enem (Foto: Humberta Carvalho/G1)

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para alunos sabatistas – que devem guardar o sábado por motivos religiosos – vai começar às 19h no próximo sábado (3). Mesmo assim, eles devem entrar no local de prova junto com os demais alunos, ou seja, às 13h. Por seis horas, mais de 85 mil candidatos nesta condição vão ficar confinados antes de realizar o exame em todo o país. Um sacrifício? Talvez. Porém, três alunos entrevistados pelo G1 consideram esse momento “relaxante” e “divertido”. O Enem acontece no sábado e no domingo (4).

“No ano passado achei muito bom. Conheci muita gente. É um clima diferente, relaxante, de amizade. Quando você faz a prova no horário normal, sabe que em sua volta tem vários concorrentes e todos estão disputando com você para conseguir alguma coisa. Agora quando ficamos confinados, percebemos que aquelas pessoas são amigas porque elas têm a mesma fé que você, os mesmos objetivos e você acaba criando amizade. É divertido”, revela a jovem sabatista Karolyn Soledad Saavedra Correia, de 18 anos, que pretende fazer vestibular para museologia.

Colega dela, Danilo de Souza Oliveira, de 18 anos, pretende prestar vestibular para análise de sistemas. Para ele, fazer a prova mais tarde que os demais candidatos não significa prejuízo: “É bom para relaxar. Não fica aquela tensão de chegar e já ter de fazer a prova”.

Para Karolyn, fazer a prova mais tarde também diminui a tensão. Os sabatistas levam lanche para a sala, pois só podem sair para ir ao banheiro ou beber água. Durante as seis horas, eles aproveitam para se conhecer e trocar experiências de vida. “Tira a tensão da prova, ainda mais para quem é muito nervoso”, acredita Danilo.

____________________________________________________________________________

Você está lá por causa dos seus princípios. Foi uma escolha”

Karolyn Soledad, vestibulanda

________________________________________________________________________

O pastor e professor de religião dos adolescentes, Adriano da Silva Resende, também acredita que o confinamento ajuda os candidatos sabatistas a manterem a tranquilidade para a hora da prova. O confinamento, segundo ele, é uma demonstração pública da fé que eles professam.

“No sábado de prova eles se reúnem em comunidade, esperam juntos a hora do pôr do sol para fazer o exame e muitos vão com a mente tranquila e em paz porque estão colocando em primeiro lugar a fé que têm. Nós acreditamos que tudo provem de Deus, inclusive nossa inteligência e capacidade intelectual. Essa demonstração pública é também uma demonstração de que acima de tudo existe um Deus que orienta a vida deles”, acredita o pastor.

Preparação
Danilo iniciou os estudos direcionados há dois meses, mas confessa: “Matérias mais puxadas, como física, não estudei nada e vou fazer a prova na base do ‘chutômetro’”. Já Karolyn diz que estuda usando a apostila do colégio, que disponibiliza uma revisão de todo o conteúdo.

Artur Ferreira Souza da Rocha tem 17 anos e faz o Enem pela segunda vez. Ele, que deseja ser psicólogo, focou nas atualidades. “Estudei muito as matérias da escola, mas também as atualidades, que caem bastante. Tive que recorrer muito aos meios de comunicação para me informar”, afirma. Esperando uma boa nota do Enem, ele pretende entrar na Universidade Federal de Goiás (UFG) ou conseguir uma bolsa na Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO).

Karolyn acredita estar preparada: “No ano passado, eu passei no vestibular com minha nota do Enem e, este ano, com o conhecimento um pouco maior que tenho, acredito que dá para passar”.

Mais de 85 mil sabatistas farão prova no sábado, em todo o país (Foto: Humberta Carvalho/G1)

Danilo, Karilyn e Artur estudam no mesmo colégio, na capital goiana, e vão fazer prova no mesmo prédio. O pastor Adriano conta que, a princípio, a instituição se preocupava com o rendimento dos alunos nas provas do Enem por causa do horário. Mas, com o tempo, as notas dos estudantes no exame acabaram com a preocupação.

“Aparentemente, eles ficam prejudicados porque passam seis horas na sala antes de fazer a prova. Mas a experiência de outros anos mostra que não. Eles conversam entre amigos, leem a Bíblia e isso traz paz. Eles veem que têm uma comunidade que busca a Deus, mas também buscam excelência e colocação na sociedade. Não existe nenhuma desvantagem nessa escolha”, argumenta.

O vestibulando Danilo sugere que o MEC também disponibilize o mesmo horário para alunos que não guardam o sábado. “Eles poderiam dar para as outras pessoas a oportunidade de fazer a prova às 19h porque isso faz descontrair e relaxar mais. Para quem trabalha no sábado, por exemplo, também seria uma ótima opção”, avalia Danilo.

E se ficar seis horas fechado em uma sala soa como um grande sacrifício, a vestibulanda esclarece. “Para quem acha que ficar confinado durante o sábado é um pesar, algo ruim, a dica é que não é. É algo muito agradável. É uma experiência que vale a pena, porque você está lá por causa dos seus princípios, foi uma escolha”, diz Karolyn.

A princípio, professores se preocupavam com confinamento (Foto: Humberta Carvalho/G1)

Fonte: G1

Comente


  1. Bia

    Então quer dizer que os sabatistas vão ter que ficar de 12:00 pm até 19:00 pm ,para ai sim iniciar suas provas , ou seja , vamos ficar 5 horas atoa fora o tempo que vamos gastar pra fazer as provas o.O ? … Pode levar cama pra dormir la tbm pra esperar a prova de domingo tbm não o.O ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk’


  2. Marcelo

    Caros irmãos,
    O confinamento dos estudantes adventistas do 7º dia nas horas sabáticas é um engodo de satanás , que entrou pela porta da frente da IASD, e pelas mãos de líderes.
    Está na hora dessa brecha na Lei ser reparada como fez o profeta Neemias quando mandou expulsar da frente do portões de Jerusalém os comerciantes que “esperavam” (confinados) as horas sagradas do sábado passarem para adentrarem à cidade e comercializar os seus produtos (para fazerem a prova do Enem). Ne 13:15 a 21.
    Não espero que essa mensagem seja postada, mas ela chegará à pessoa que o Espírito Santo deseja que a veja.

    Marcelo – diácono da IASD


  3. vivian

    Pessoal!!!
    Qual é o real proposito de vocês estarem lá ao sábado? não é o de fazer a prova?
    vocês não acham q estariam com pensamentos diferentes no dia do Senhor?
    eu acho assim… você indo fazer a prova apos o por do sol… mas sendo q no horario q começa você já tem q estar lá… nessas horas antes da prova, onde vai estar focado realmente o seu pensamento? Cuidado!!!


    1. Marcelo

      Caros irmãos,
      O confinamento dos estudantes adventistas do 7º dia nas horas sabáticas é um engodo de satanás , que entrou pela porta da frente da IASD, e pelas mãos de líderes.
      Está na hora dessa brecha na Lei ser reparada como fez o profeta Neemias quando mandou expulsar da frente do portões de Jerusalém os comerciantes que “esperavam” (confinados) as horas sagradas do sábado passarem para adentrarem à cidade e comercializar os seus produtos (para fazerem a prova do Enem). Ne 13:15 a 21.
      Não espero que essa mensagem seja postada, mas ela chegará à pessoa que o Espírito Santo deseja que a veja.
      Marcelo – diácono da IASD


  4. Jean Carlos Hernandes

    Sei que neste mundo fazemos escolhas, e que estamos aqui para levar a bandeira do cristianismo, e enquanto aguardamos a volta de cristo precisamos trabalhar, estudar nos dedicarmos a familia e etc., mas em tudo aquilo que fazemos devemos glorificar o nome de DEUS, apesar da matéria acima, não concordo que isso seja glirificar o nome de DEUS, não estarei fazendo a prova no sábado mas terei que ficar preso dentro de uma sala pois este é o único meio para poder fazela após o por do sol, muitas vezes satanas nos da opções de pecado camuflados, que aos nossos olhos não parecem ter nenhuma importancia, como transformar pedras em pães. Imagine que em minha cidade uma loja anuncie seus objetos a venda com 90% de desconto, e entre estes itens esteja um que é meu sonho, o problema é que a promoção só ira acontecer em um sábado, como um verdadeiro cristão então eu estacionarei meu carro na frente da loja no sábado e ficarei dentro do mesmo esperando, para que assim que o sol entre eu possa aproveitar os ultimos minutos que a loja estara aberta para comprar o que quero. Não comprei no sábado, mas o que me levou até a frente daquela loja não foi meu cristianismo mas meu desejo de comprar; quando fico preso dentro de uma sala ao sábado para realizar uma prova não estarei lá por causa de meu cristianismo mas pelo meu desejo de realizar a prova. DEUS está voltando, nossa perseguição está apenas começando, temos que escolher já se vamos continuar agarrados as coisas deste mundo ou as trocaremos por nosso DEUS.


    1. Maddam

      Caro irmão gostaria que me enviasse o seu email para corresponder.
      Meu Email é mad.dam@hotmail.com
      Obrigado


  5. Samuel

    Eu creio que ficar confinado em uma sala desta maneira não seja tão relaxante como dizem, pois já vi experiencias de pessoas que guardam o sábado, assim como eu, que ficaram confinadas e algumas foram ridicularizadas e ate sofreram tortura psicológica. Eu creio que realmente devemos mostrar que como cristãos seguiremos nossos princípios, mas esta questão já é diferente, pois nem todos pensam desta maneira, isso é questão de opinião e preparamento, então não se deve dizer isso a todos principalmente no portal do G1. E também não ficam confinados 6 horas, e sim 10 horas. Além do que devemos lutar pelos nossos direitos ao invés de aceitar, como foi proposto pelo aluno, pois nem o vestibular cai no sábado, e sim no domingo e na segunda, então por que o Enem deveria ser no sábado?
    Devemos repensar sobre isso.


  6. Rogerio Wagner

    fiz o Enem em 2010, sou líder de universitários de minha igreja, e não é esta maravilha, ao menos aqui no RS, a gente é tratado com descaso, os fiscais são mal orientados sobre o que podemos ou não levar, comer ou ler (Bíblia) não nos permitem nem comer, sei de relatos de jovens que tiver permanecer sentados na cadeira em posição de prova, por 6 horas, outros que chegaram a passar mal por não poder ingerir alimentação, e sem contar que as 19 horas no RS é dia claro, aqui temos 50 minutos a menos de prova, mas isto por fidelidade, pois o nosso por-do-sol é as 19:50 e esperamos para fazer a prova sendo fiel ao senhor. orem pelos que farão a prova no RS, pois passaram por muitos apuros.


  7. ana paula avelan

    sou adventista e acredito que isso é uma prova pro aluno e quem vai pra prisão pra fazer essa prova pode simplesmente fazer a prova durante as horas do sábado mesmo porque fica na mesma, já transgrediu o sábado a mesma coisa.


  8. Sara

    O pôr do sol é depois das 19h. Não adianta eles ficarem trancados a tarde toda pra começar a prova antes do pôr do sol. É a mesma coisa que começarem junto com os que não são sabatistas.