Clique aqui e Saiba mais

Granol não está a venda

granol

Granol Cachoeira do Sul. Foto: Anuário Cachoeira

Rumores nos últimos dias dando conta de que a unidade da Granol em Cachoeira do Sul teria sido vendida para um grupo de atividade semelhante foram sepultados pela direção da empresa. Embora com indicativos claros de abalo financeiro em decorrência da crise mundial, como a adoção de lay off, a não contratação maciça de mão de obra temporária em março, tradicional no período de safra, e até a locação de duas unidades, Pantano Grande e Sobradinho, para a Cooperativa Cotriel de Espumoso, a unidade segue operando em Cachoeira.
Em nota emitida pela assessoria de comunicação, a diretoria afirma que as especulações em torno do assunto se formaram em função da não participação da unidade cachoeirense no ultimo leilão de biodiesel. “No entanto, apesar de termos ofertado e intencionado vender no L53, só operamos quando há rentabilidade satisfatória. Infelizmente a agressividade do setor pela busca de volume em detrimento de margem nos levou à decisão de aguardar um equilíbrio saudável entre oferta e demanda para retomar a operação dessa usina. O aumento da mistura obrigatória para B9 no próximo semestre deverá trazer melhores condições”, informa a direção em nota.

 


Comente