Assista no ar:
Conexão Jovem
TV TV
INÉDITO:
  • TER21:00
REPRISES:
  • DOM04:00
  • SEG01:00
  • SEG10:30
  • QUI09:30
  • QUI15:30
  • SAB17:00

Deus condena a bebida? Então por que na bíblia homens bebiam?


Deus usou no passado homens que se embriagavam, como Noé?
Após a morte, para onde vamos e onde ficamos até o juízo?
O texto de Ezequiel 28:11-19 se refere ao rei de Tiro ou a Lúcifer?
O que Cristo queria dizer com o texto de Lucas 10:5-6?
Ellen White profetizou a união das igrejas? O que essa união significa?
A segunda volta de Jesus será em um momento de paz e tranquilidade ou em um momento de pragas?
Quem foi a Jesus pedir que o servo do centurião fosse curado? Ele mesmo ou seus servos?
Como provar a existência de Deus a um ateu?

Exibido 11/03/2014
curta fb.com/namiradaverdade.nt
siga @namiradaverdade

Você está em: Vídeos

Compartilhe:

Comente



  • Luiz Carlos em 18 de março de 2014 13:39

    Olá Leandro Quadros, passei por aqui para agradecer pelo programa exibido 11/03/2014.
    Em especial, pelo segundo bloco que você falar abertamente sobre união das igrejas (Ecumenismo), pois até então tinha visto somente a postura do…
    Pr. Doug Batchelor: http://terceiroanjo.com/video-do-papa/
    Pr. Raniere Sales: http://terceiroanjo.com/ecumenismo-chegou-a-hora/
    Pr. Walter Veith: http://terceiroanjo.com/walter-veith-comenta-video-do-papa/
    E pela Igreja do UNASP: http://terceiroanjo.com/ecumenismo-e-os-sinais-dos-tempos/
    ————————————————————————————————————————–
    Parabéns pela sua postura no programa Na Mira da Verdade, fiquei muito feliz pela “igreja” esta abrindo a boca, e espero que continuem com toda a coragem para pregarem a mensagem dos três anjos que se encontram no livro do Apocalipse 14.6-13.
    Cada dia que se passa o evangelho esta sendo pregado ao mundo, e que Jesus volte logo.
    Um abraço de um amigo que admira muito seu trabalho junto com o irmão Tito. :)



  • sonia helena guilera em 18 de março de 2014 16:09

    Tenho 21 anos de convertida, e já mais aprendi em nenhuma igreja, tudo que aprendi em apenas um ano assistindo: Arena do futuro, Está Escrito Adoração e Na Mira da Verdade.
    Agradeço a Deus que nos deu, de presente esse canal maravilhoso chamado Novo Tempo; e também pela a vida de todos os que se dedicam com amor e unção á fazem esses programas, que tem abençoado a todos que realmente busca a Deus sem preconceitos.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 12:19

      Olá Sonia!
      Que Deus seja louvado pela sua vida.
      Muito obrigado por compartilhar aqui as bênçãos que Deus tem derramado em sua vida.
      Que você possa a cada dia continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pe 3:18).
      Um forte abraço.



  • junior fernandes de oliveira em 18 de março de 2014 16:25

    otimo esclarecimento obrigado.



  • Nicolas em 18 de março de 2014 16:26

    Queridos o texto citado no livro o Grande Conflito não está na página 588, onde está rsrs!



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2014 12:01

      Olá Nicolas!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      A paginação está correta amigo, o que ocorre é se o livro O Grande Conflito que você tem é o mesmo, pois há várias edições que contem paginações diferentes, principalmente se você estiver consultando a edição condensada. O livro virtual também está com a paginação em conformidade com o livro utilizado no programa.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Wagner Aparecido Silva Chaves, Montes Claros MG em 18 de março de 2014 17:03

    Parabéns pelo programa – Deus continue abençoando. Aqui em casa minha mãe romanista, meu pai incrédulo e meu irmão e minha cunhada e sobrinhos presbiterianos ficam ligadinhos e gostam muito. Isso é providência de Deus, porque de outra forma não ouviriam os ensinos da Palavra de Deus.
    Sobre a bebida alcóolica é importante ter em mente como ele bem explicou, que na época, o processo de fermentação e conservação era diferente de hoje. Se a vindima era em agosto, segundo Flávio Josefo, então por exemplo, na época da Páscoa em 14 de nisã (março-abril) era praticamente impossível tomar suco puro de uva. Diz a Escritura Sagrada que no próprio Santuário a bebida forte era oferecia ao Senhor em libação ( Números 28:7). O salmista diz ainda que o vinho é alegria para o coração humano (Salmo 104:15), Jesus transformou água em vinho ( João 2:1-11), Paulo falou que uma das qualificações do diácono e do superintendente cristão era que não bebesse muito vinho ( 1 Tm 3:3), Jesus foi chamado pelos judeus de comilão e bebedor de vinho ( Mateus 11:19). Apesar de tudo isso a Bíblia adverte várias vezes contra a embriaguez. ” Vinho e bebida forte nem tu e nem seus filhos bebereis” (Levitico 10:8); ” Pus vinho em taças diante dos recabitas e pedi que bebessem, mas eles se recusaram” (Jeremias 35:1-8); ” Não olhe para o vinho e nem para a bebida forte quando escoar no copo” (Provérbios 23:24); ” é bom não beber vinho”( Romanos 14:21) e não vos embriagueis com vinho” (Efésios 5:17), ” ai dos que tomam vinho e bebida forte e desde manhã cedo saem atrás de bebidas misturadas” (Isaias 5:19) e finalmente, os bêbados não herdarão o Reino dos Céus ( 1 Co 6:9). Por tudo isso e pelos estragos que a bebida causa é que Deus aconselha a não tomar nem moderadamente. Meu pai tem um bar e eu fiz uma pesquisa com os alcóolatras: 17 me falaram que bebem por prazer e pra esquecer os problemas; 45 me falaram que bebem porque desde criança os pais levavam bebidas para casa.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 14:28

      Olá Wagner!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Obrigado por seus preciosos comentários e pesquisa de campo…rsrsr
      Se me permitir quero disponibilizar à você um estudo sobre a palavra vinho na Bíblia.

      Há diferentes palavras hebraicas e gregas para o termo “vinho”. Antes de explicar-lhe algo sobre isso, vou transcrever dois textos bíblicos que mostram claramente a diferença entre o vinho fermentado (alcoólico) e o não fermentado (não alcoólico):

      “Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as rixas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhos? Para os que se demoram em beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada. Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. Pois ao cabo morderá como a cobra e picará como o basilisco. Os teus olhos verão coisas esquisitas, e o teu coração falará perversidades. Serás como o que se deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro e dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti quando despertarei? Então, tornarei a beber (Pv 23:29-35).

      “Assim diz o SENHOR: Como quando se acha vinho num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele, assim farei por amor de meus servos e não os destruirei a todos” (Is 65:8).

      Aqui, podemos ver claramente dois tipos de vinho. Se fossem o mesmo, seria uma contradição. O primeiro texto trata do vinho com álcool. Seria impossível Jesus usar na santa ceia o tipo de vinho mencionado aí. Estaria indo contra a Bíblia. O segundo texto (Is 65:8), aborda o vinho sem álcool, do puro suco natural da uva. Vamos ao estudo das palavras para se referir ao vinho, nas línguas originais da Bíblia :

      No Antigo Testamento:
      1) Tirôsh – essa palavra é usada para se referir ao vinho que não é alcoólico. Aparece 38 vezes no AT e está relacionada com coisas boas (Gn 27:37; Sl 104:15; Pv 3:10; Os 2:22)
      2) Shekar – sempre usada para se referir ao vinho alcoólico (Pv 20:1; Pv 23:29 e 30; Is 28:7; Is 5:11)
      3) Yayin – palavra usada para se referir ao vinho em geral, tanto alcoólico quanto não-alcoólico. Ocorre 140 vezes no AT (1Sm 1:14; Is 55:1).

      No Novo Testamento:
      Também há três palavras para se referir ao vinho, só que palavras gregas (no Antigo Testamento, hebraicas):
      (1) Sikera e (2) gleukos – usadas apenas 1 vez cada uma, fazendo alusão ao vinho fermentado e alcoólico (Lc 1:15; At 2:13);
      3) Oinos – é a mais empregada no Novo Testamento e é usada em referência tanto ao vinho fermentado quanto ao não fermentado. A Septuaginta (versão grega do Antigo Testamento hebraico que foi traduzida por 70 eruditos judeus – por isso, o nome “Septuaginta”) utilizou a palavra “oinos” para traduzir as palavras Yayin (vinho em geral) e tirôsh (vinho não fermentado) (Lc 7:33; Jo 4:46)

      Podemos perceber que alguns termos hebraicos e gregos são usados tanto para o vinho alcoólico quanto para o vinho não alcoólico. Neste caso, devemos fazer uso do contexto bíblico – todos os versos sobre o assunto – para sabermos a que tipo de vinho o versículo bíblico está se referindo.

      Entendendo alguns textos difíceis
      Há versos sobre o vinho que não podem ser explicados apenas levando-se em conta o significado das palavras no original. Eis alguns exemplos (Dt 14:26, Pv 31:6 e 1Tm 5:23). Tais versos devem ser entendidos em seu contexto, nas circunstâncias em que foram escritos.

      (A) Deuteronômio 14:26 – Deus tolerou nos dias do Antigo Testamento algumas práticas que Ele nunca aprovou. A tolerância foi por causa da ignorância e dureza de coração do povo. Pelo fato de o povo de Israel ter vivido no Egito, convivido com pagãos, alguns costumes perniciosos ficaram muito arraigados na vida deles, entre eles: o uso de álcool, a prática da bigamia e poligamia, e o uso de jóias. Sendo Deus paciente e “grande na força da Sua compreensão” (Jó 36:5), suportou por um tempo tais costumes e, na medida em que o tempo passava, foi reeducando-os (Dt 14:26) para que se parecessem cada vez mais com Ele. No Novo Testamento há mais luz sobre o assunto e hoje temos muitas informações sobre os malefícios do álcool. Veio o tempo quando Deus ordenou que todos os homens se arrependessem (At 17:30). E, aqueles que persistirem em suas práticas erradas mesmo tendo sido aconselhados e informados por Deus, não teriam mais desculpa para o seu pecado (Jo 15:22).

      (B) Provérbio 31:6 – o comentarista Metodista Adão Clarke assim explica esse texto em seu comentário bíblico: “Daí bebida forte para aquele que está morrendo. Já temos visto que bebidas embriagantes eram misericordiosamente dadas aos criminosos condenados, para torná-los menos sensíveis às torturas que enfrentariam na morte. Isto é o que foi oferecido a nosso Senhor, mas ele recusou” . Essas bebidas eram feitas misturando ervas narcóticas. Nos dias de Jesus, oferecia-se ao indivíduo uma mistura de vinagre e fel (mesmo em momentos de dor, Cristo rejeitou tal substância, pois não queria perder a Sua consciência com os efeitos do álcool. Ver João 19:28 e 29 – compare com o Salmo 69:21, que profetizou esse evento Que exemplo para o ser humano, que muitas vezes quer mergulhar-se no álcool para fugir dos seus problemas, sendo que a solução e cura vêm pelo “bater de frente” com a situação. Diante das situações desesperadoras Jesus nos orienta a irmos a Ele (Mt 11:28-30) e não até a garrafa de álcool).

      (C) 1 Timoteo 5:23 – para entendermos esse verso bíblico, precisamos saber o motivo que levou Paulo a dar esse conselho e também comparar o texto com outro escrito pelo mesmo autor, Efésios 5:18. Paulo orientou Timóteo a usar “um pouco de vinho” como remédio por causa de uma enfermidade, provavelmente no estômago. Alguns médicos hoje em dia também recomendam o uso de suco de uva devido à sua rápida absorção pelo sistema orgânico. Efésios 5:18 nos esclarece que esse “pouco de vinho” recomendado pelo apóstolo não poderia ser o alcoólico. A Bíblia diz que há maldição para aqueles que bebem e/ou induzem outros a usarem bebidas alcoólicas: “Ai dos que se levantam cedo para embebedar-se, e se esquentam com o vinho até a noite! Ai daquele que dá bebida ao seu próximo, misturando-a com o seu furor g, até que ele fique bêbado, para lhe contemplar a nudez”.

      Os que os médicos dizem sobre o “beber socialmente”?

      O Dr. César Vasconcellos de Souza (médico psiquiatra) no seu artigo “Vinho faz bem ao coração?” fornece outras informações sobre os malefícios do álcool: “O fígado é o principal órgão responsável pela metabolização do álcool. Em média se gasta uma hora para o fígado processar um drinque. Se uma pessoa permanece bebendo três drinques por dia o corpo mostra sinais de estresse pela sobrecarga do trabalho de eliminação do álcool. Após poucas semanas ingerindo quatro ou cinco drinques por dia as células do fígado começam a acumular gordura, e se a pessoa insiste em beber pode surgir hepatite alcoólica, com inflamação e destruição das células do fígado. Isto conduz à cirrose, que é uma doença irreversível e progressiva que leva à morte.

      Cerca de 15% das pessoas que insistem em beber após a hepatite alcoólica, desenvolve cirrose hepática”. Sobre os “benefícios” que o vinho traz para o coração, segundo alguns estudos, o autor explica: Quanto ao fato de o vinho ser ou não benéfico, um estudo feito no Segundo Departamento de Cardiologia do Hospital Geral da Universidade de Attikon, na Grécia, (publicado em Dez 2005 pela revista científica Euro Journal Cardiovascular Prev. Rehabil., 2005 Dec; 12(6):596-600, com o título “Componentes polifenólicos de uvas vermelhas melhoram a função endotelial em pacientes com doença cardíaca coronária”), mostrou que tomar vinho tinto melhora a dilatação dos vasos sanguíneos atuando no endotélio (tecido da parede dos vasos).

      No estudo foi dado a um grupo de homens que tinham doença cardíaca coronariana um extrato de polifenol extraído de uvas vermelhas (600mg) dissolvido em 20ml de água e também deram os 20ml de água com um placebo (substância sem efeito nenhum) como se fosse o extrato da uva, assim que todos os homens pensavam que estavam tomando o extrato da uva e eles foram escolhidos ao acaso pelos pesquisadores. Usaram ultra-sonografia de alta resolução para avaliar a dilatação da artéria braquial após uma hiperemia provocada pela obstrução com um garrote no braço. Mediram a dilatação em jejum, e 30, 60 e 120 minutos após terem tomado o extrato ou placebo.

      O resultado encontrado foi que os que tomaram o extrato da uva tiveram realmente uma dilatação da artéria atingida após 60 minutos a qual foi muito maior do que o que ocorreria normalmente naquelas circunstâncias. Não ocorreu nenhuma mudança na dilatação da artéria dos homens que tomaram o placebo. Os pesquisadores concluíram que os componentes polifenóis de uvas vermelhas melhoram a função endotelial nos pacientes com doença cardíaca coronária. Estes resultados, segundo eles, poderiam provavelmente explicar, pelo menos em parte, os efeitos favoráveis do vinho tinto para o sistema cardiovascular. O álcool (etanol) é tóxico para o organismo humano, mas componentes da uva são saudáveis.

      O álcool arruína o fígado e o corpo, considerado o templo, santuário do Espírito Santo (1 Co 3:16-17; 6:19-20). Portanto, o corpo é algo sagrado, do qual Deus pedirá contas no dia do juízo (2 Co 5:10). É por isso que o apóstolo Paulo disse que uma pessoa não pode ser cheia de vinho alcoólico e do Espírito Santo, ao mesmo tempo. Terá que escolher entre o vinho e o Espírito de Deus:

      “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito” (Ef 5:18). Podemos concluir que a Palavra de Deus condena o vinho alcoólico. E, não poderia ser diferente, pois o álcool contribui (só para enumerar algumas coisas) para o aumento de mortes em acidentes de trânsito, acaba com as famílias, marca negativamente as pessoas que tiveram um parente alcoólatra, vicia, tirando a liberdade dada por Deus, impulsiona homicídios, destrói as células nervosas (apenas uma gota pode matar muitos neurônios), que são tão importantes para a nossa comunicação com o Espírito Santo. Antes de bebermos algo ou usarmos qualquer tipo de alimento, devemos considerar com reverência as palavras de 1 Coríntios 10:31: “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Rafael CCB em 18 de março de 2014 18:08

    A bíblia não condena fazer uso de bebidas alcoólicas, o que a bíblia condena é a bebedeira tomar vinho, ou cerveja, ou qualquer outro tipo de bebida, é permitido sim, porém tudo o que for exagero faz mal, assim como a glutonaria, a bebedeira, a imoralidade etc.Tomar um bom vinho, moderado, ou qualquer outro tipo de bebida não é pecado,o que é pecado a o pré-julgamento da religião que diz que é pecado, assim como os adventistas e tantos outros.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 14:31

      Olá Rafael.
      A paz de Deus para você!
      Muito me impressiona a Congregação Cristã ser tão séria em alguns princípios e tão relapsa em outros!

      Você já estudou o que significa o termo vinho na Bíblia e o como beber socialmente pode ser prejudicial à saúde!
      Acabei de enviar esse estudo, embasado pela Bíblia e medicina a uma pessoa que nos escreveu, e farei o mesmo com você.

      Há diferentes palavras hebraicas e gregas para o termo “vinho”. Antes de explicar-lhe algo sobre isso, vou transcrever dois textos bíblicos que mostram claramente a diferença entre o vinho fermentado (alcoólico) e o não fermentado (não alcoólico):

      “Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as rixas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhos? Para os que se demoram em beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada. Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. Pois ao cabo morderá como a cobra e picará como o basilisco. Os teus olhos verão coisas esquisitas, e o teu coração falará perversidades. Serás como o que se deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro e dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti quando despertarei? Então, tornarei a beber (Pv 23:29-35).

      “Assim diz o SENHOR: Como quando se acha vinho num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele, assim farei por amor de meus servos e não os destruirei a todos” (Is 65:8).

      Aqui, podemos ver claramente dois tipos de vinho. Se fossem o mesmo, seria uma contradição. O primeiro texto trata do vinho com álcool. Seria impossível Jesus usar na santa ceia o tipo de vinho mencionado aí. Estaria indo contra a Bíblia. O segundo texto (Is 65:8), aborda o vinho sem álcool, do puro suco natural da uva. Vamos ao estudo das palavras para se referir ao vinho, nas línguas originais da Bíblia :

      No Antigo Testamento:
      1) Tirôsh – essa palavra é usada para se referir ao vinho que não é alcoólico. Aparece 38 vezes no AT e está relacionada com coisas boas (Gn 27:37; Sl 104:15; Pv 3:10; Os 2:22)
      2) Shekar – sempre usada para se referir ao vinho alcoólico (Pv 20:1; Pv 23:29 e 30; Is 28:7; Is 5:11)
      3) Yayin – palavra usada para se referir ao vinho em geral, tanto alcoólico quanto não-alcoólico. Ocorre 140 vezes no AT (1Sm 1:14; Is 55:1).

      No Novo Testamento:
      Também há três palavras para se referir ao vinho, só que palavras gregas (no Antigo Testamento, hebraicas):
      (1) Sikera e (2) gleukos – usadas apenas 1 vez cada uma, fazendo alusão ao vinho fermentado e alcoólico (Lc 1:15; At 2:13);
      3) Oinos – é a mais empregada no Novo Testamento e é usada em referência tanto ao vinho fermentado quanto ao não fermentado. A Septuaginta (versão grega do Antigo Testamento hebraico que foi traduzida por 70 eruditos judeus – por isso, o nome “Septuaginta”) utilizou a palavra “oinos” para traduzir as palavras Yayin (vinho em geral) e tirôsh (vinho não fermentado) (Lc 7:33; Jo 4:46)
      Podemos perceber que alguns termos hebraicos e gregos são usados tanto para o vinho alcoólico quanto para o vinho não alcoólico. Neste caso, devemos fazer uso do contexto bíblico – todos os versos sobre o assunto – para sabermos a que tipo de vinho o versículo bíblico está se referindo.

      Entendendo alguns textos difíceis
      Há versos sobre o vinho que não podem ser explicados apenas levando-se em conta o significado das palavras no original. Eis alguns exemplos (Dt 14:26, Pv 31:6 e 1Tm 5:23). Tais versos devem ser entendidos em seu contexto, nas circunstâncias em que foram escritos.
      (A) Deuteronômio 14:26 – Deus tolerou nos dias do Antigo Testamento algumas práticas que Ele nunca aprovou. A tolerância foi por causa da ignorância e dureza de coração do povo. Pelo fato de o povo de Israel ter vivido no Egito, convivido com pagãos, alguns costumes perniciosos ficaram muito arraigados na vida deles, entre eles: o uso de álcool, a prática da bigamia e poligamia, e o uso de jóias. Sendo Deus paciente e “grande na força da Sua compreensão” (Jó 36:5), suportou por um tempo tais costumes e, na medida em que o tempo passava, foi reeducando-os (Dt 14:26) para que se parecessem cada vez mais com Ele. No Novo Testamento há mais luz sobre o assunto e hoje temos muitas informações sobre os malefícios do álcool. Veio o tempo quando Deus ordenou que todos os homens se arrependessem (At 17:30). E, aqueles que persistirem em suas práticas erradas mesmo tendo sido aconselhados e informados por Deus, não teriam mais desculpa para o seu pecado (Jo 15:22).
      (B) Provérbio 31:6 – o comentarista Metodista Adão Clarke assim explica esse texto em seu comentário bíblico: “Daí bebida forte para aquele que está morrendo. Já temos visto que bebidas embriagantes eram misericordiosamente dadas aos criminosos condenados, para torná-los menos sensíveis às torturas que enfrentariam na morte. Isto é o que foi oferecido a nosso Senhor, mas ele recusou” . Essas bebidas eram feitas misturando ervas narcóticas. Nos dias de Jesus, oferecia-se ao indivíduo uma mistura de vinagre e fel (mesmo em momentos de dor, Cristo rejeitou tal substância, pois não queria perder a Sua consciência com os efeitos do álcool. Ver João 19:28 e 29 – compare com o Salmo 69:21, que profetizou esse evento Que exemplo para o ser humano, que muitas vezes quer mergulhar-se no álcool para fugir dos seus problemas, sendo que a solução e cura vêm pelo “bater de frente” com a situação. Diante das situações desesperadoras Jesus nos orienta a irmos a Ele (Mt 11:28-30) e não até a garrafa de álcool).
      (C) 1 Timoteo 5:23 – para entendermos esse verso bíblico, precisamos saber o motivo que levou Paulo a dar esse conselho e também comparar o texto com outro escrito pelo mesmo autor, Efésios 5:18. Paulo orientou Timóteo a usar “um pouco de vinho” como remédio por causa de uma enfermidade, provavelmente no estômago. Alguns médicos hoje em dia também recomendam o uso de suco de uva devido à sua rápida absorção pelo sistema orgânico. Efésios 5:18 nos esclarece que esse “pouco de vinho” recomendado pelo apóstolo não poderia ser o alcoólico. A Bíblia diz que há maldição para aqueles que bebem e/ou induzem outros a usarem bebidas alcoólicas: “Ai dos que se levantam cedo para embebedar-se, e se esquentam com o vinho até a noite! Ai daquele que dá bebida ao seu próximo, misturando-a com o seu furor g, até que ele fique bêbado, para lhe contemplar a nudez”.

      Os que os médicos dizem sobre o “beber socialmente”?

      O Dr. César Vasconcellos de Souza (médico psiquiatra) no seu artigo “Vinho faz bem ao coração?” fornece outras informações sobre os malefícios do álcool: “O fígado é o principal órgão responsável pela metabolização do álcool. Em média se gasta uma hora para o fígado processar um drinque. Se uma pessoa permanece bebendo três drinques por dia o corpo mostra sinais de estresse pela sobrecarga do trabalho de eliminação do álcool. Após poucas semanas ingerindo quatro ou cinco drinques por dia as células do fígado começam a acumular gordura, e se a pessoa insiste em beber pode surgir hepatite alcoólica, com inflamação e destruição das células do fígado. Isto conduz à cirrose, que é uma doença irreversível e progressiva que leva à morte.
      Cerca de 15% das pessoas que insistem em beber após a hepatite alcoólica, desenvolve cirrose hepática”. Sobre os “benefícios” que o vinho traz para o coração, segundo alguns estudos, o autor explica: Quanto ao fato de o vinho ser ou não benéfico, um estudo feito no Segundo Departamento de Cardiologia do Hospital Geral da Universidade de Attikon, na Grécia, (publicado em Dez 2005 pela revista científica Euro Journal Cardiovascular Prev. Rehabil., 2005 Dec; 12(6):596-600, com o título “Componentes polifenólicos de uvas vermelhas melhoram a função endotelial em pacientes com doença cardíaca coronária”), mostrou que tomar vinho tinto melhora a dilatação dos vasos sanguíneos atuando no endotélio (tecido da parede dos vasos).
      No estudo foi dado a um grupo de homens que tinham doença cardíaca coronariana um extrato de polifenol extraído de uvas vermelhas (600mg) dissolvido em 20ml de água e também deram os 20ml de água com um placebo (substância sem efeito nenhum) como se fosse o extrato da uva, assim que todos os homens pensavam que estavam tomando o extrato da uva e eles foram escolhidos ao acaso pelos pesquisadores. Usaram ultra-sonografia de alta resolução para avaliar a dilatação da artéria braquial após uma hiperemia provocada pela obstrução com um garrote no braço. Mediram a dilatação em jejum, e 30, 60 e 120 minutos após terem tomado o extrato ou placebo.
      O resultado encontrado foi que os que tomaram o extrato da uva tiveram realmente uma dilatação da artéria atingida após 60 minutos a qual foi muito maior do que o que ocorreria normalmente naquelas circunstâncias. Não ocorreu nenhuma mudança na dilatação da artéria dos homens que tomaram o placebo. Os pesquisadores concluíram que os componentes polifenóis de uvas vermelhas melhoram a função endotelial nos pacientes com doença cardíaca coronária. Estes resultados, segundo eles, poderiam provavelmente explicar, pelo menos em parte, os efeitos favoráveis do vinho tinto para o sistema cardiovascular. O álcool (etanol) é tóxico para o organismo humano, mas componentes da uva são saudáveis.
      O álcool arruína o fígado e o corpo, considerado o templo, santuário do Espírito Santo (1 Co 3:16-17; 6:19-20). Portanto, o corpo é algo sagrado, do qual Deus pedirá contas no dia do juízo (2 Co 5:10). É por isso que o apóstolo Paulo disse que uma pessoa não pode ser cheia de vinho alcoólico e do Espírito Santo, ao mesmo tempo. Terá que escolher entre o vinho e o Espírito de Deus:

      “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito” (Ef 5:18). Podemos concluir que a Palavra de Deus condena o vinho alcoólico. E, não poderia ser diferente, pois o álcool contribui (só para enumerar algumas coisas) para o aumento de mortes em acidentes de trânsito, acaba com as famílias, marca negativamente as pessoas que tiveram um parente alcoólatra, vicia, tirando a liberdade dada por Deus, impulsiona homicídios, destrói as células nervosas (apenas uma gota pode matar muitos neurônios), que são tão importantes para a nossa comunicação com o Espírito Santo. Antes de bebermos algo ou usarmos qualquer tipo de alimento, devemos considerar com reverência as palavras de 1 Coríntios 10:31: “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Joarez em 18 de março de 2014 18:21

    Não bebereis vinho nem bebida forte, nem tu nem teus filhos contigo, quando entrardes na tenda da congregação, para que não morrais; estatuto perpétuo será isso entre as vossas gerações;E para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo,
    E para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que o SENHOR lhes tem falado por meio de Moisés.Aonde Deus está proibindo a bebida alcoólica?Deus está dizendo aqui como em muitos outros textos, para não se embriagar.O problema é causa que a bebida provoca em demasia



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 14:21

      Olá Joarez!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      E onde nesse texto está sendo dito que é permitido beber, mas sem se embriagar?
      Sendo que o texto é claríssimo ao afirmar: Não bebereis vinho nem bebida forte!
      O problema é que o ser humano acha que tem domínio de si mesmo, mas não tem.

      “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus”. Gálatas 5:19-21

      Ninguém se torna alcoólatra tomando grandes porres, mas sim bebendo socialmente. Quer ter a comprovação médica disso que estou dizendo?
      Acesse: http://goo.gl/z8GDoo.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Ex-adventista em 18 de março de 2014 19:27

    “Cremos que Ellen White foi inspirada pelo Espírito Santo, e seus escritos, o produto dessa inspiração, tem aplicação e autoridade especial para os adventistas do sétimo dia. Negamos que a qualidade ou grau da inspiração dos escritos de Ellen White sejam diferentes dos encontrados nas Escrituras Sagradas.” – Revista Adventista, Fevereiro de 1984, pág. 37. Por favor dizer que os livros dessa mulher não é uma segunda biblia pra vocês.Parem de dar tiros em seus próprios pés.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 12:11

      Olá Davi!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      E os escritos dela não são uma segunda Bíblia mesmo! O fato de crermos que ela recebeu do Espírito Santo, o dom de profecia (1 Co 12:11), e aquilo que escreveu foi inspirado por Ele não torna os seus escritos uma segunda Bíblia, pois em grau de inspiração sim ela tem a mesma importância que os profetas canônicos, afinal, o Espírito Santo não inspira mais uns e menos outros, mas já em grau de importância, a Bíblia é a nossa regra de fé e prática, revelador autorizado de doutrinas e norma de conduta.
      Você saberia disso se tivesse lido esta citação:

      “Recomendo-vos, caro leitor, a Palavra de Deus como regra de vossa fé e prática. Por essa Palavra seremos julgados. Nela Deus prometeu dar visões nos “últimos dias”; não para uma nova regra de fé, mas para conforto do Seu povo e para corrigir os que se desviam da verdade bíblica”. Primeiros Escritos. p. 78

      “Os escritos da Sra. White indicam constantemente a Bíblia como a grande fonte de toda a verdade espiritual. São abundantes em citações escriturísticas, às quais ela não dá interpretação fantasiosa. Seus escritos não são, pelos adventistas do sétimo dia, considerados um acréscimo à Bíblia, nem seu estudo deve ocupar o lugar do estudo da Bíblia. Ela própria escreveu: A Palavra de Deus é suficiente para iluminar o espírito mais obscurecido, e pode ser entendida por aqueles que a desejam compreender. Não obstante, alguns dos que professam fazer da Palavra de Deus o seu estudo, procedem de maneira que é contrária aos seus mais claros ensinos. Portanto, para que homens e mulheres fiquem sem desculpa, Deus lhes dá testemunhos claros e diretos, fazendo-os voltar à Palavra que negligenciaram seguir.” “Os testemunhos não são para diminuir a Palavra de Deus, mas para exaltá-la e atrair para ela os espíritos, para que a bela simplicidade da verdade impressione a todos.” Vida e Ensinos, p.p 248,249.

      Grau de inspiração não é a mesma coisa que grau de importância!

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Alice Sene em 18 de março de 2014 20:41

    Shalom :
    No programa próximo passado ( 11 \ 03 \ 14 \ ) o prrofesor Leandro falou de um livro onde existe profecia sobre o ecumenismo ou união das igrejas, gostaria de saber qual é este livro, por favor aguardo resposta ; estarei assistindo o programa hoje.desde já fico muito grata, que Deus os abençoe.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 10:38

      Olá Alice!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      O livro é: O Grande Conflito da editora Casa Publicadora Brasileira.
      Contato: 0800-979-06-06 ou http://www.cpb.com.br

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • nano em 18 de março de 2014 20:47

    Deus não condena a bebida Deus condena o vicio.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 10:12

      Olá Nano!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Deus condena as duas coisas, pois o ser humano não tem domínio de si mesmo (Gálatas 5:19-21), ou enche a mente de álcool ou do Espírito Santo (Efésios 5:18).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • nano em 18 de março de 2014 20:51

    eu jamais vou beber peto de um irmão fraco para trazer escandalo isso e pecado vicio e pecado.



  • Eeurides Rodrigues da Silva em 18 de março de 2014 21:26

    Sou da IASD DE VILA BOA.GO:GO e não perco na mira da verdade; Que Deus continue usando todos vocês no seu Ministério.Amem



  • Sr. Adventista em 19 de março de 2014 14:11

    Comparo o álcool ao veneno. Assim como bebido em bem pequena quantidade o veneno só vai causar prejuízos a longo prazo, assim também é a bebida. A bíblia não diz “não bebam veneno” mas temos princípios que condenam o seu efeito que é tirar a saúde e até a vida. Não é à toa que o profeta comparou o vinho ao veneno de uma serpente.

    Nem tudo que a Bíblia não condena de forma explícita convém usar (1 Coríntios 6:12). Até porque não temos desculpas pois se de um lado não há referências explícitas sobre todos os assuntos, há princípios que se aplicam à toda uma categoria. Aprendi isto com o Programa Na mira da Verdade, que só tem sido bênção na minha vida de aprendizado da Bíblia.

    Entender este espírito de temperança, trouxe inúmeros benefícios para minha vida, espero que leve estes benefícios à muitos outros também.

    Parabéns ao Na Mira da Verdade.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 14:39

      Muitos boas as suas colocações Senhor Adventista!
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Selianelcastilho em 19 de março de 2014 14:57

    Este programa é divinamente abençoado por Deus.Orem por mim irmãos e pelo meu esposo Ricardo e meus filhos aamados.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 16:45

      Olá Selianelcastilho!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Conte com as nossas orações.
      Um forte abraço.



  • Wagner Aparecido Silva Chaves, Montes Claros MG em 19 de março de 2014 15:25

    Agradeço a Maiara e a equipe do Na Mira pelo estudo sobre a palavra que é traduzida em nossas bíblias em Língua Portuguesa como vinho. Vou levar para a gente meditar no Culto Jovem. Deus abençoe.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 16:43

      Olá Wagner!
      Disponha amigo!
      Espero que esse estudo traga muitas bênçãos à você e aos jovens de sua igreja.
      Um abraço.



      • luis felipe em 19 de março de 2014 17:08

        ola, ja faz umas cinco vezes que tento colocar a minha pergunta, e nunca é respondida, estou quase desistindo de tentar, vi em um video de debates um pregador dizendo que em 2 pedro 1:21, fala que toda profecia da escritura é inspirada, mais em nenhum momento o apostolo pedro diz que o que ele escreveu era inspirado, ele só falava sobre o que ele tinha aprendido de jesus, pra isso, não precisa alguem ser inspirado, entao essa carta nao era inspirada, o mesmo vale para a carta de tiago.
        Outra duvida, por que nao devemos aceitar os livros apocrifos? quem instituiu o canom biblico? e quando? e quem garante que essas pessoas que instituiram o canom tinham o direito de fazer isso? eles tinham o direito de dizer qual livro era inspirado ou nao?



        • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 17:15

          Olá Luis Felipe!
          Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
          Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
          Desculpe a demora em respondê-lo, tenho outras atividades aqui além de moderar e responder as perguntas.
          Se o livro de Pedro não fosse considerado inspirado não teria sido inserido no cânon sagrado.
          O texto deve ser entendido à luz de seu contexto que se inicia no verso 19 e vai até o verso 21, juntamente com o texto de 2 Timóteo 3:16.
          O processo de reunir os livros sagrados num todo – o chamado cânon, palavra de origem grega que significa “regra”, “padrão”, ou simplesmente “lista” – também ocorreu com o tempo.
          Primeiro alguns líderes judeus que viviam na Palestina e na Babilônia organizaram o cânon do Antigo Testamento em três categorias: A Lei (Torah), os Profetas (Nebhim) e os Escritos (Ketubhim). A tradição judaica atribuiu a Esdras essa iniciativa.
          Séculos mais tarde, líderes cristãos organizaram os livros e cartas do Novo Testamento, os quais apareceram na ordem atual em 367 a. D. Anastácio, bispo de Alexandria, teria sido o primeiro a publicar uma lista de todos os 27 livros do N.T. A aprovação final desse cânon aconteceu no Concílio de Catargo.
          Ao longo dos séculos, Deus, através da igreja cristã, tem preservado Sua palavra, as Sagradas Escrituras.
          Por que rejeitamos os apócrifos?
          Se a mente divina inspirou a cada escritor, o produto desses diferentes autores deve estar em harmonia entre si.
          Portanto, os primeiros livros se constituem do critério para todos os demais livros que se consideram ou são chamados de inspirados. Mas os livros conhecidos como apócrifos:
          1. Não se harmonizam em ensino e doutrina com Moisés e outros profetas canônicos;
          2. Nem Jesus, nem os apóstolos citaram os livros apócrifos como fonte de autoridade.
          Por que então, a Igreja Católica continua apegada aos livros apócrifos? Porque as doutrinas fictícias dos apócrifos confirmam falsos ensinos da igreja, como por exemplo: oração pelos santos, falsas curas, dar esmolas para libertar da morte e do pecado, e salvação pelas obras.

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



  • vladimir passos em 19 de março de 2014 15:36

    Ezequiel 28:18,19 diz: “Por meio dos seus muitos pecados e do seu comércio desonesto você profanou os seus santuários. Por isso fiz sair de você um FOGO, que o CONSUMIU, e reduzi você a cinzas no chão, à vista de todosos que estavam observando. Todas as nações que o conhecia espantaram-se ao vê-lo; chegou o seu terrível fim, você não mais EXISTIRÁ”.
    Será que está falando do diabo, se estiver como ele vaí pegar fogo e ser reduzidos a cinzasse ele é um ser espiritual, ou irá deus transforma-lo num ser mortal com corpo de carne passando da “vida para morte” ?.



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2014 10:58

      Olá Vladimir!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Como o diabo vai pegar pegar fogo se é um ser espiritual?

      O inimigo não é mais imortal, pois essa bênção ele perdeu quando se afastou de Deus que é o único que possui imortalidade (1 Tm 6:15,16). Sendo assim, ele está sujeito à morte, contudo, a morte e destruição dele só acontecerão no final do milênio (Ap 20; 2 Ts 1:9; Mt 25:41).

      Ezequiel 28:18,19

      A destruição de Satanás é ilustrada com a figura da eliminação de Tiro e de seu rei pelo fogo. Na verdade,a aniquilação do instigador do mal será pelo fogo que, no ultimo dia, removerá todo o vestígio de pecado e purificará a Terra para a futura habitação dos justos (Ap 20:14,15).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Marcos em 19 de março de 2014 17:39

    Olá Maiara ! É um prazer manter contato com vcs! Esta Na Mira: Como entender o casamento de Caim: – “E saiu Caim de diante da face do Senhor, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden.
    E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;
    Gênesis 4:16-17″ De acordo com o contexto de Gênesis capítulos 4 e 5 Adão gerou filhas apos o nascimento de Sete – “E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou. Gênesis 4:25″ “E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sete.
    E foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas. Gênesis 5:3-4″ A Iasd tem como costume explicar esse texto dizendo que Caim possivelmente teria casado com uma irmã ou sobrinha, mas pelo cotexto dos capítulos vemos claramente que Caim se casou com uma mulher antes de Adão ter filhas, portanto como entender ? Perceba: “E foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas. Gênesis 5:4″ e “E saiu Caim de diante da face do Senhor, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden.
    E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;
    E a Enoque nasceu Irade, e Irade gerou a Meujael, e Meujael gerou a Metusael e Metusael gerou a Lameque.
    E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá.
    E Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e têm gado.
    E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão.
    E Zilá também deu à luz a Tubalcaim, mestre de toda a obra de cobre e ferro; e a irmã de Tubalcaim foi Noema.
    E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar.
    Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.
    E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
    Gênesis 4:16-25″ Percebeu Maiara? O casamento de Caim ocorreu antes do nascimento de Sete, e só apos o nascimento de Sete que Eva e Adão tiveram filhas! E agora? E também infelizmente o Patriarcas e Profetas si silencia a respeito disso………Desde de ja agradeço….. Por favor responda como sempre: Sinceridade e Rapidez ;)



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2014 10:40

      Olá Marcos!
      É sempre uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Não devemos nos esquecer que a Bíblia e seus capítulos não estão organizados em ordem cronológica, por isso alguns eventos que foram posteriores a outros aparecem primeiro.
      Como diz o doutor em arqueologia Rodrigo Silva, se a Bíblia tivesse sido divida em blocos de assuntos, ao invés de capítulos e versículos, poderia talvez até ser mais facilmente compreendida, contudo, se Deus o permitiu que ela fosse, por um motivo didático dividido da forma que está é porque também conseguiríamos compreendê-la.
      Gênesis quatro e cinco não são capítulos diferentes, mas formam o mesmo bloco de assunto, isso na teologia chama-se perícope, é como se no texto original formassem um único capítulo, por isso o versículo dezessete do capítulo quatro fica esclarecido quando vamos ao versículo quatro do capítulo cinco.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • gleivisson em 20 de março de 2014 9:16

    Em qual biblia eu posso confiar se algumas tem uma traduçao indevida…falo isso porque certo dia li em tiago que Deus n tenta a ninguem e em genesis fala q Deus tentou a Abraao pra sacrificar seu filho e o nome do sogro de moises e Jetro ou Reuel?



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2014 10:19

      Olá Gleivisson!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Observando algumas versões no texto de Tiago 1:13, elas são unânimes ao afirmar que a tentação não vem de Deus, pois Ele não conduz ninguém ao pecado, pois se assim o fizesse seria responsável pelo pecado e não o diabo.
      Em Gênesis 22, a Bíblia diz que a fé de Abraão foi provada e não que ele foi tentado, vejamos o texto em algumas versões:

      “Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova, dizendo-lhe: “Abraão!” Ele respondeu: “Eis-me aqui”. Gênesis 22:1- NVI (Nova Versão Internacional).

      “Algum tempo depois Deus pôs Abraão à prova. Deus o chamou pelo nome, e ele respondeu: – Estou aqui”. NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).

      “Depois desses acontecimentos, sucedeu que Deus pôs Abraão à prova e lhe disse: “Abraão! Abraão!” Ele respondeu: “Eis-me aqui!” BJ (Bíblia de Jerusalém).

      “E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui”. ACF (Almeida Corrigida e Fiel).

      Perceba que nessas várias traduções, nenhuma apresenta Deus tentando a Abraão. Tentação e provação são duas coisas diferentes.
      A tentação tem por objetivo levar ao pecado, já a provação vem com o intuito de aperfeiçoar o caráter.

      O nome do Sogro de Moisés é os dois, tanto Jetro como Reuel.

      E para concluir afirmo que não existe uma tradução bíblica 100%. O que temos é 100% de certeza de que o que está na Bíblia apresenta uma coerência tal que nem mesmo os pequenos erros de tradução afetam o todo harmônico das Escrituras e a ideia principal: a de que Deus amou tanto o mundo que veio até aqui para salvá-lo da morte eterna (João 3:16; Atos 20:28).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • EFEITO em 20 de março de 2014 18:13

    eu falei da união que DEUS, coloca palavras na mente e na boca para PROFETIZAR!!!!!!!!



  • Marcos em 20 de março de 2014 20:50

    Obrigado Maiara, mas seja mais direta: Adão teve filhas depois ou antes de Caim se casar? Mostre sua resposta pelas Escrituras – E Sete nasceu antes ou depois do casamento de Caim? Se foi depois com a Bíblia mostra, então as filhas de Adão não tem nada a ver com a mulher que casou com Caim! – Gênesis 5:4 Nova Versão Internacional ” Depois que gerou Sete…gerou filhos e filhas” ? ? ? :)



    • Maiara Costa - Equipe em 21 de março de 2014 10:10

      Olá Marcos!
      Conforme já expliquei, a Bíblia não está escrita em ordem cronológica, desta forma Adão teve outros filhos antes de Caim se casar, pois já mencionei dentro da teologia os capítulos 4 e 5 formam um só.

      Que Deus te abençoe.
      Um forte abraço.



  • DAVID DOS SANTOS em 21 de março de 2014 19:58

    QUE A LUZ DE CRISTO QUE EMANA DO SEU TRONO!!!!!….BRILHE MAIS E MAIS NA VIDA DE NOSSOS IMÃOS DA NOVO TEMPO…….



  • ADRIENE SILVA COSTA em 21 de março de 2014 21:49

    É muito bom asssistir esse programa. Tem coisas lá que não concordo mas, tem outras que concordo e é muito edificante.



  • afonso henrique de carvalho vito em 22 de março de 2014 19:13

    Eu estou passando por um grande problema no meu casamento casei com seis meses de nomoro e tomos um filho mais ela ja tem outro



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de março de 2014 14:15

      Olá Afonso!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de Jesus esteja sempre em seu coração.

      Primeiramente, lamento muito por estar passando por esse problema em seu relacionamento. Entretanto, já está comprovado que a sua esposa está em adultério? Se sim, você terá duas opções para escolher.

      Devemos compreender que o divórcio ou a separação nunca fizeram e nunca farão parte dos planos de Deus (Marcos 10:9), pois Cristo ao instituir o casamento, Ele o fez para ser monogâmico (um marido e uma mulher), heterossexual e vitalício (Gênesis 1:27,28; 2:18). E Cristo deixa muito claro que odeia o divórcio (Malaquias 2:15,16), portanto isso significa que Ele sempre lutará até o fim pelos casamentos. Um ótimo exemplo é a citação de João 2:1-12 quando Cristo anda dois dias a pé, ou seja, 140 Km para abençoar um casal, e o mesmo Cristo que andou 140 KM é o que desce do céu hoje para abençoar o seu casamento.

      Contudo devemos compreender que para um casamento ser feliz e dar certo não depende apenas de Cristo e um dos cônjuges, mas sim dos dois cônjuges, sendo assim se Cristo permitiu que houvesse uma separação ou divórcio, Ele o permitiu porque não poderia forçar o seu cônjuge a permanecer ao seu lado, pois ele tem o livre arbítrio e pode escolher usá-lo de maneira errada e assim colher as conseqüências (Gálatas 6:7,8).

      Deus sabe e entende a sua dor, saiba que Ele não se alegra com essas situações, contudo tente colocar em prática pela fé o que está escrito em Romanos 8:28 e tente aprender com essa situação, extraindo importantes lições desse momento difícil, faça uma reflexão de onde você errou e acertou, tente usar essa experiência negativa para trazer frutos positivos para sua vida, tente crescer e melhorar os aspectos que precisam ser melhorados. Nos momentos difíceis Deus nos incentiva a em meio à dor crescermos e aprendermos, já o diabo quer que em meio ao sofrimento nos entreguemos ao desespero e falta de esperança.

      Se há a possibilidade de restauração, então lute por isso, contudo se essa possibilidade não existe mais, então busque em Deus sabedoria e força e creia que o Senhor suprirá essa necessidade colocando outra pessoa em sua vida.
      Não desanime e não desista se apegue com Deus e vá a Ele quando angustiado e ansioso, pois Ele te dará descanso (Mateus 11:28-30).

      Deus tem uma mensagem muito especial para você hoje que foi abandonado ou se sente abandonado.

      “Desde que vocês nasceram eu os tenho carregado; sempre cuidei de vocês. E, quando ficarem velhos, eu serei o mesmo Deus; cuidarei de vocês quando tiverem cabelos brancos. Eu os criei e os carregarei; eu os ajudarei e salvarei.” Isaías 46:3,4 NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Conte conosco para o que precisar.



  • marcos olegario em 22 de março de 2014 23:00

    Este é um programa abençoado



  • Ana Fabiola em 23 de março de 2014 8:49

    Jesus só veio para as ovelhas perdidas de Israel?
    Ontem, ao responder uma pergunta, usei esse trecho de Mateus 15. E fiquei com uma dúvida: Jesus, no início do seu ministério, parece que só estava interessado no povo de Israel. Em que momento ele passou a ser o Redentor de todos nós? Há, na Bíblia, exemplo dessa ampliação do seu interesse a todos os humanos?
    Mateus 15.
    21. Partindo dali, Jesus foi para a região de Tiro e Sidônia.
    22. Uma mulher cananeia, vinda daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem compaixão de mim: minha filha é cruelmente atormentada por um demônio!”
    23. Ele não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”.
    24. Ele tomou a palavra: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”.
    25. Mas a mulher veio prostrar-se diante de Jesus e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!”
    26. Ele lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”.
    27. Ela insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!”
    28. Diante disso, Jesus respondeu: “Mulher, grande é tua fé! Como queres, te seja feito!” E a partir daquela hora, sua filha ficou curada.



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de março de 2014 11:25

      Olá Ana Fabiola!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Antes de responder a sua pergunta, deve ficar suficientemente claro que a salvação não era apenas para o povo de Israel!

      “Porque o Senhor assim no-lo determinou: Eu te constituí para luz dos gentios, a fim de que sejas para salvação até aos confins da terra”. Atos 13:47

      “Contudo, não haverá mais escuridão para os que estavam aflitos. No passado ele humilhou a terra de Zebulom e de Naftali, mas no futuro honrará a Galiléia dos gentios, o cami­nho do mar, junto ao Jordão”. Isaías 9:1

      “Para você é coisa pequena demais ser meu servo para restaurar as tribos de Jacó e trazer de volta aqueles de Israel que eu guardei. Também farei de você uma luz para os gentios, para que você leve a minha salvação até os confins da terra”. Isaías 49:6

      Perceba que nós sempre estivemos nos planos de Deus, pois é desejo dEle que todos se salvem e cheguem ao pleno conhecimento da verdade (1 Timóteo 3:4)

      Agora a pergunta que você querida amiga também poderia ter feito é a seguinte:

      Por que Cristo em seu ministério estava interessado nas ovelhas perdidas da Casa de Israel?

      A resposta dessa pergunta se encontra em Daniel 9:24-27, Ali o profeta menciona seis coisas que aconteceriam antes de tempo de graça dado ao povo israelita como nação eleita para levar o evangelho terminar. Quando Jesus veio faltavam apenas três anos e meio, por isso Ele “correu” tanto para alcançar o coração do seu povo escolhido para levar a salvação à outros povos, contudo, como sabemos e a profecia afirma: Ele veio para os seus, mas eles não o receberam (João 11:10,11).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Josué em 23 de março de 2014 22:01

    A paz de Yeshua HaMashiach.
    Queria fazer uma pergunta um pouco intrigante, eu sei que Deus nos deu sua lei moral para guardamos, que é os dez mandamentos, porém na lei existe 613 mandamentos dados por Deus através de Moisés. Gostaria de saber se devo guardar todos os mandamentos da lei, porque ela é um todo, ou apenas os dez mandamentos? pois sei que na lei há mandamentos de sacrifícios que não valem mais e também leis cerimoniais, civis e de punição, já que a biblia diz que devemos obedecer o que está escrito na lei e nos profetas, então se a resposta for que devo obedecer, então quais mandamentos devo obedecer se puderem me passar ficarei grato. E também faço outra pergunta relacionada ao mesmo tema, vocês adventista guardam toda a lei, não falo apenas dos dez mandamentos mas de toda a lei? claro fora leis de sacrifício, civis e cerimoniais que não são mais validas segundo Hebreus 7:12. Desde já obrigado e fiquem na paz de Jesus o Messias..



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de março de 2014 10:38

      Olá Josué!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      A paz de Yeshua HaMashiach.

      Nem todas as leis que foram dadas ao Antigo Israel são de ordem universal, muitas delas eram leis específicas para aquele contexto cultural. Os 613 mandamentos no qual se refere são divididos pelos judeus hoje em três categorias:

      Mishpatim: que são as leis judiciais ou civis- Leis sobre impostos, serviço militar obrigatório, sistema político, sistema jurídico.

      Edut: testemunhos, festas, feriados religiosos e o shabat. Diversas leis que regulavam a vida religiosa do povo hebreu. Delas fazem parte as leis sobre a impureza. Por exemplo: mulheres menstruadas e pessoas que haviam tocado em mortos não podiam ir até o pátio do templo até se tornarem puras cerimonialmente. Deus não estava excluindo tais pessoas, mas esse era um método didático para ensinar a eles o quanto um Deus santo se preocupa com a pureza e abandono de qualquer pecado.

      Chuckin: estatutos.

      Por mais que todos esses mandamentos emanem da mesma origem, ou seja, Deus, nem todos eles tem aplicação para os nossos dias e o nosso contexto cultural. Agora em relação ao decálogo vamos analisá-lo para ver se pode ser considerado uma lei universal ou não.

      Os Dez Mandamentos (Êxodo 20:3-17):

      Primeiro mandamento: Lealdade a Deus
      Segundo mandamento: Adorar a Deus
      Terceiro mandamento: Respeitar a Deus
      Quarto mandamento [que a grande maioria não gosta]: Santidade e adoração ao Criador (Êxodo 20:11) e Salvador (Deuteronômio 5:15)
      Quinto mandamento: Respeito pela autoridade
      Sexto mandamento: Amor ao próximo
      Sétimo mandamento: Pureza
      Oitavo mandamento: Honestidade
      Nono mandamento: Verdade, autenticidade
      Décimo mandamento: Contentamento

      Os Dez Mandamentos – Constituem-se na essência da responsabilidade moral humana para com o seu Criador (primeiros quatro mandamentos) e para com seu próximo (últimos seis mandamentos). Escritos pelo próprio dedo de Deus (Êxodo 31:18) e entregues a Moisés.
      Precisamos salientar que a obediência a uma lei, qualquer que seja, não é jamais um meio para se obter a salvação (Efésios 2:8, 9). A salvação é um presente de Deus aos seres humanos mediante o sacrifício de Cristo na cruz em nosso lugar.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



      • luis felipe em 24 de março de 2014 20:34

        Um cristao pode jogar jogos eletronicos ou on line? Mesmo sendo os mais simples tipo Mario?



        • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 11:55

          Olá Luis Felipe!
          Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

          O que a Bíblia diz ser pecado?
          “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.”
          E o que a lei tem a nos orientar?
          Dos vários conselhos e recomendações ali encontrados, temos o seguinte: “Não terás outros deuses além de mim.
          Se o vídeo game tem ocupado o maior tempo de sua vida, inclusive o tempo que deveria ter em comunhão com Deus (Mateus 6:33), então esses jogos podem tomar o lugar de Deus constituindo-se em um outro deus, sendo assim um pecado.
          Outro ponto muito importante é o que esses jogos têm acrescentado em sua vida tanto de uma forma moral como espiritual. Ao jogar você se senti próximo de Deus ou nem lembra que Ele existe? Tem vontade de buscar a Deus em oração, estudo da Bíblia e ir a igreja?
          Dependendo das respostas saberá se esse entretenimento tem sido proveitoso ou não.
          A Bíblia diz claramente que devemos ter cuidado com a maneira como vivemos; que não devemos ser ou agir como insensatos, mas como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Efésios 5:15,16.
          Ou seja, não perdendo tempo com coisas ociosas ou frívolas, mas sendo como Jesus a cada momento aproveitando as oportunidades e se ocupando com os assuntos do Pai (1 Co 11:1; Jo 4:34; Tg 4:4; 1 Jo 2:15-17).
          Pois, para isso fomos chamados e escolhidos por Cristo (Jo 15:16; 1 Pe 2:9). Deus diz que nós somos fortes, porque a Palavra dEle está em nós (1 Jo 2:14).
          O que é mais importante passar o dia todo se entretendo com jogos ou se encher da palavra de Deus. Não há nada de mais em diversões saudáveis, desde que estas não ocupem o lugar de Deus.

          Despeço-me com um texto para reflexão:

          “Disse Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e concluir a sua obra”. João 4:34

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



  • Ismael Lima em 24 de março de 2014 18:20

    O problema e que cita tanto o texto grego, e não buscam a fundo,
    Nova evidencia afirma que o novo testamento foi escrito em aramaico e Hebraico não em grego.
    Logo, grego já é uma tradução do aramaico e Hebraico, e por isso os manuscritos gregos têm tanto erros, além de rabiscos e tentativas de adulterações.
    Vejamos alguns erros
    Prova do Novo Testamento Hebraico e Aramaico, é que alguns textos gregos, possuem erros teológicos sérios, que resultam da tradução errada do Aramaico. É como se o tradutor não tivesse pleno domínio da língua. Como exemplo, no evangelho pode citar:
    1) Nos evangelhos encontramos uma menção a Simão, o “Leproso” o Leproso???
    No texto grego (Mt. 26:6 e Mc. 14:3). O problema é que seria impossível um leproso viver dentro da cidade de Ânia, conhecida como Beit’Ânia; a explicação está no Aramaico. As palavras que indicam leproso e fabricante de jarros são semelhantes no Aramaico (Gar’ba=leproso e Garaba= Oleiro, fabricante de vasos) uma vez que o Aramaico é escrito sem vogais, as duas palavras estão escritas de forma idêntica. Observe que logo na seqüência tem uma mulher trazendo jarro.
    Conclusão: Simão é fabricante de jarros e não leproso.
    O livro de Atos 8:27 fala da história de Felipe e um eunuco. Ora, o problema é que o eunuco está a caminho de Jerusalém, para adorar, ou seja, estava indo ao templo. Ora um eunuco não só seria aceito como prosélito entre os Judeus, como jamais seria permitido entrar no templo. E agora? A resposta está no Aramaico! A palavra usada para eunuco é a mesma usada como crente em Deus (no Aramaico- M’haimna). Ou seja, o eunuco em questão não era um eunuco, mas sim um crente que temia ao Senhor de Israel.

    outro erro que não aparece no Aramaico é o fato em que Mt 27:9 cita Zacarias 11:12-13, mas diz que o texto é de Jeremias. Que furo de tradução! O Aramaico apenas diz : “Assim disse o profeta:”, sem citar nomes.

    O GREGO ERA LÍNGUA COMUM AOS JUDEUS DAQUELA ÉPOCA
    Novamente, isto contradiz os relatos históricos. O historiador judeu Flavius Josephus (37~100 DC)
    testifica que o hebraico era a língua dos judeus do primeiro século. Além disto, ele atesta para o fato
    de que em sua época e local falava-se o hebraico. Para se ter uma idéia da importância histórica de
    Josephus, ele é o único a fazer um relato em primeira mão da destruição do Templo em 70 DC. De
    acordo com Josephus, os romanos tiveram que fazê-lo traduzir a ordem de rendição “para a própria
    língua deles” (Guerras 5:9:2). Josephus ainda por cima fez a seguinte declaração interessantíssima:
    “Tem também sido doloroso para mim obter o aprendizado dos gregos, e o entendimento da língua
    grega. Porém estou tão acostumado a falar minha própria língua que eu não consigo pronunciar o
    grego com exatidão suficiente: pois a nossa nação não encoraja àqueles que aprendem as línguas de
    muitas nações.” (Ant. 20:11:2)

    O Batismo deve ser feito em nome de Jesus e não em nome da trindade, mas as versões traduzidas do grego Dizem “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, baptizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” Mat. 28:19. Para sustentar a doutrina da trindade.

    Mais no Aramaico e no Hebraico diz. “IDE, FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES, BATIZANDO-OS EM MEU NOME”. Mat. 28:19.
    Isso pode ser confirmado em (At. 2:38, 8:16; 10:48; 19:5).
    Agora só porque Ellen G. White sita Mat. 28:19 em um dos seus escritos acham que é verdadeiro.
    Esses só é alguns erros citados, mais existe muito mais.
    Seria bom se todas as igrejas se unirem, mais o grande problema é que uma quer ser melhor do que outra.
    Não estamos diferentes da época dos fariseus que se achavam melhores. Só porque pensavam que comeriam a Lei.
    Hoje não é diferente, uns pensão por que guardam o sábado é melhor do que o outro. Outros acham por que seguem doutrina de igrejas se acham melhores. O que falta é a humildade em nós.
    Se você tivesse um animal de estimação e ele caísse em um poço você não trabalharia para tirá-lo? Minha família é mais importante do que um animal de estimação, não vou deixar de trabalhar no sábado e ver minha família passar fome, talvez um dia se Deus me abençoar em um salário melhor poderei guarda o sábado. Uma vez Martinho Lutero pegou a bíblia e leu que o justo vivera pela fé, foi quando sua vida começou a ser mudada. Abraão é um exemplo disso, mesmo sem a Lei viveu de acordo com ela, porque sua fé era imensa. Paulo fala sobre isso em Romanos 4:1a25. Entretanto tudo que fazemos tem que ser para gloria de Deus, não para ficarmos se achando ou acusando nossos irmãos por que não guarda o sábado. Se guardar o sábado ou se usa véu ou se usa calça ou se usa terno, tudo isso que seja para gloria de Deus. Agora vocês guardam o sábado por que é obrigado ou você guarda para glorifica a Deus?



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de março de 2014 10:49

      Olá Israel!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Não base dentro da hermenêutica e exegese para essa sua interpretação.
      Um abraço.



      • Ismael Lima em 25 de março de 2014 12:40

        A Paz do Senhor, Maiara.
        Na minha analise não teve nenhuma base hermenêutica ou exegese. Pelo contrario em fatos e evidencias, faça uma pesquisa.
        O que eu quis dizer é que ninguém aqui na terra é dono da verdade.
        Se você leu um versículo e não entendeu deixa que outro entenda, mais force uma interpretação. Deus revela sua Palavra a quem ele quer e como ele quer. Repito ninguém é dono da verdade. O Problema é que somos controlados com livros de estudos. Uma pergunta, como era estudada a Palavra de Deus na época de Cristo, com livros de estudo? Repondo, não, com concílios jejum e oração. Mais essa essência infelizmente se perdeu. A Paz.



        • Maiara Costa - Equipe em 25 de março de 2014 13:37

          Permaneça fazendo assim Ismael e o Espírito Santo que é o detentor de toda a verdade te conduzirá (João 16:13).
          Um abraço.



  • Josué em 24 de março de 2014 20:49

    Apocalipse 12:9-12: “E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele. Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e o poder, e o reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte. Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Mas ai da terra e do mar! porque o Diabo desceu a vós com grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta”. Neste texto fala que o diabo acusava os cristãos diante de Deus dia e noite, se isso for verdade, o diabo tem acesso ao céu? tem também o texto de Zacarias 3:1-6, e Jó 1:6, também está satanás acusando os servos de Deus que estão na terra, será que satanás tem acesso ao céu e fica nos acusando perante Deus e ele só vai parar quando Jesus voltar? Só mais uma coisa, já ouvi falar que os querubins não olham para Deus, segundo Isaías 6:02, e porque satanás que é um querubim, mas sem glória e beleza, olha para Deus e acusa os servos de Deus, e ainda discute com Jesus a respeito do corpo de Moisés e não perece? fique na paz do Eterno e Imortal Jesus Cristo o Filho de Deus.



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de março de 2014 10:59

      Olá Josué!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Vamos à resposta para os seus questionamentos:

      1) O diabo tem acesso ao céu?

      Nós cremos que o inimigo perdeu o acesso aos seres celestiais assim que Cristo morreu na cruz do calvário, pois na cruz ficou suficientemente claro para esses seres quem é o diabo. Hoje, o campo de atuação dele é a Terra.

      2) Os querubins não podem ver a face de Deus?

      De acordo com o texto de Isaías 6, quem não vê a face de Deus são os serafins! Uma outra categoria de anjo, com outras funções.
      Satanás antes de ser diabo foi um querubim cobridor e servia diante da face de Deus, por isso ele brilhava tanto (Ezequiel 28:12-17).

      Uma das funções do maligno hoje é nos acusar, tentar nos desanimar com as suas acusações, mas não nos esqueçamos que ele é o Pai da mentira (João 8:44).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Alexsandra em 25 de março de 2014 13:43

    Porque vcs não me responderam sobre Pedro 16, vs 18,19. Obrigada!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 12:03

      Olá Alexsandra!
      Qual seria o texto bíblico?
      Um forte abraço.



  • BERNARDO em 26 de março de 2014 21:37

    olá, simplesmente me viciei em assistir o programa de vocês, e nem fé mesmo na bíblia eu tenho……..assim, não a leio há uns três anos ! me decepcionei muito amigos, com a leniência que as igrejas tem levado em relação ao pecado, se é que ainda falam em pecado.explico: pastor Leandro Quadros, quem pude me responder , afinal crente que bebe vinho chileno- que é forte- é SALVO ou NÃO ? a igreja que deixei o ‘bispo’ dizia na moral que bebia e não tava NEM AÍ, assim como apoiava o aborto em casos de pobreza da mulher em não poder criar…sei que são dois temas distintos, mas é só uns exemplos do que se tem ensinado nas igrejas hoje.Dizia que se a mulher não tivesse condições de criar era melhor abortar de uma vez………..na maior naturalidade.Eu tentei , na época, convencer outros que isso era errado, mas por MEDO dele, diziam que se o homem falou, tá falado. E a Bíblia ? Bom, ficava em segundo plano. Pastor Leandro, e aí, hem
    1- esse bispo vai pro céu, ou onde vocês ensinam que as almas vão ? mesmo bebendo com ‘moderação’ ? isso JÁ É FATO, e muitos crentes pentecostais que eu conheço , BEBEM na cara dura, vinho e até cerveja……e apoiando o aborto também vão ? pergunto tudo isso, pastor Leandro, e ficaria muito ‘orgulhoso” que me respondesse, pois quando senti algo estranho no coração e saí dessa igreja, me disseram que um líder tem de ser seguido cegamente.E como hoje 80% dos pastores prega o quer, que não dá nada, sobrou RARÍSSIMOS que eu posso falar de pecado

    Tito e Quadros, me perdoem pelo e mail extenso, é um desabafo, é que eu não aguento mais tanta HIPOCRISIA, ora ou eu sigo homens ou a bíblia ?



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2014 11:43

      Olá Bernardo!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Quero compartilhar um texto com você que poderá mostrar como Deus não é a favor do uso de bebidas alcoólica.

      “A sensualidade, o vinho e o mosto tiram o entendimento”. Oséias 4:11

      Deus estimado amigo, trabalha na renovação da nossa mente (Romanos 12:1,2), para que possamos ter a mente de Cristo (1 Coríntios 2:15,16), desta forma, coisas que são entorpecentes e que podem atrapalhar esse processo de renovação devem ser totalmente retiradas. E conforme apresenta Oséias aqui nesse texto o vinho tira totalmente o entendimento.

      Agora vamos a resposta de seus questionamentos:

      O bispo que ensina a sua igreja a transgredir a vontade de Deus será salvo?

      Vamos deixar a Palavra de Deus falar:

      “Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus”. Mateus 5:19

      “Nem todo aquele que me diz: “Senhor, Senhor”, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: “Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?” Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!”. Mateus 7:21-23

      De acordo com esses textos a pessoa que não se arrepender dessa conduta perderá a salvação.

      Deus não nos autorizou a tirarmos a vida de ninguém, ou seja, não é a favor do aborto, quero recomendar à você que acesse: http://goo.gl/WdX8Wt.

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo”. Atos 17:11

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte comigo para o que precisar.
      Um forte abraço.



  • BERNARDO em 27 de março de 2014 12:14

    pastor, estou muito feliz que tenha me respondido……. esqueci completamente esses versículos de mateus devido a pouca prática de ler a bíblia e que hoje os bispos ‘ viraram sumidades que suas opiniões JAMAIS podem ser contrariadas……aliás, isso pode ser tema de um programa de vocês aí, muito se detona a INFALIBILIDADE PAPAL, mas no meio evangélico isso é o que mais ocorre….rapaz, é um festival de cinismo puro. Se você realmente não está sabendo , é sério mesmo, tem igreja PENTECOSTAL que liberou tudo isso tudo.
    Lembro até na época que eu saí- e fui ameaçado, pasmem- um senhor foi levado ao altar pra dar testemunho que tinha DOIS BARES e todos aplaudiram aquela grande benção, incitados pelo pastor. Eu pensei ‘com tanta coisa pra um cristão trabalhar, o cara logo abre boteco’, mas como efeito manada, o povo todo aplaudindo….. rapaz, é isso. Hoje crente só bebe se não quer
    Pastor, se eu lhe enviar outras perguntas de outros temas, mais elaboradas, mas não extensas, claro, o senhor me responde ? é que está tudo tão confuso na minha vida espiritual, fui criado católico e fiz primeira comunhão, era aluno NOTA A no colégio de freiras….mas essa de beber e abortar, SINCERAMENTE eu não vi nem na igreja católica

    E são os mesmos que argumentam que só a igreja deles tem poder, salvação, garantias de vida eterna….que coisa, hem



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2014 12:23

      Olá Bernardo!
      Sinta-se a vontade para enviar as suas dúvidas e questionamentos.
      Um forte abraço.



  • Angela em 27 de março de 2014 15:05

    Amo esse programa.Aprendo bastante!!!



  • Alessandra Aparecida em 27 de março de 2014 17:17

    Adorei conhecer Na Mira da verdade tira muitas dúvidas sobre a bíblia esta me ajudando muito, mesmo que ainda eu não seja crente. É muito bom o programa e sempre que eu posso eu assisto! Um abraço.



  • cristiano alves em 27 de março de 2014 20:16

    pena que vcs não tem essa liberdade de fazer o que eu posso fazer pois sou livre em Cristo Jesus, ja não vivo mais eu mais Cristo vive em mim.



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 17:39

      Olá Cristiano!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      E o que é ser livre em Cristo, obediente ou desobediente?

      “Amados, embora estivesse muito ansioso por lhes escrever acerca da salvação que compartilhamos, senti que era necessário escrever-lhes insistindo que batalhassem pela fé de uma vez por todas confiada aos santos. Pois certos homens, cuja condenação já estava sentenciado há muito tempo, infiltraram-se dissimuladamente no meio de vocês. Estes são ímpios, e transformam a graça de nosso Deus em libertinagem e negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor”. Judas 3,4

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Junior em 28 de março de 2014 17:39

    Olá meu irmão Leandro Quadros,meu nome é Junior de Itajai-SC, gostaria de saber quando terá um debate com todas as outra igrejas sobre os ensinamentos bíblicos,pois cada uma ensina de um jeito. Ou eles não tem coragem de participar,gostaria que todos soubessem a verdade bíblica através dos escritos bíblicos e não de crenças humanas ou achismo. Obrigado e aguardo resposta.



  • EDVALTER RODRIGUES GMES em 31 de março de 2014 13:25

    É MARAVILHOSO OUVIR A PALAVRA DE DEUS MEDIANTE AS PERGUNTAS QUE FAZEM A VOCÊS. TENHO EU APRENDIDO MUITO, GRAÇAS A DEUS AO OUVIR E ASSISTIR O PROGRAMA NA MIRA DA VERDADE. ÀS VEZES FICO COM RAIVA, POIS AINDA NÃO SEI O HORÁRIO QUE VOCÊS VÃO AO AR. AQUI A EMISSORA)EM FORTLEZA-CEARÁ, VEJO QUE TEM DIA QUE REPETE PROGRAMAS, PASSA DE NOITE, HORA PELA MANHÃ, À TARDE E EU FICO COM MUITA RAIVA…AINDA NÃO SEI ONDE PROCURO A PROGRAMAÇÃO DA TV NOVO TEMPO…E QUANDO VEJO A PROGRAMAÇÃO DITA NA TV, NÃO PASSA… E OUTRA: O SINAL AQUI AINDA MUITO RUIM, PELO MENOS NO BAIRRO JACARECANGA… É HORRÍVEL! E JUSTAMENTE NO MOMENTO QUE EU QUERO APRENDER MAIS E MAIS… MAS, SEMPRE QUANDO POSSO, ASSISTO VCS E OUTROS…(ESTOU APRENDENDO A ME COMUNICAR COM DEUS ATRAVÉS DO POVO DA IGREJA DE VOCÊS. OBRIGADO! VEJO QUE ORAR JUNTAMENTE COM VOCÊS, ME TRANSMITE UMA PAZ MUITO GRANDE. OBRIGADO!



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 12:31

      Olá estimado amigo Edvalter!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Para saber qual o horário do programa Na Mira da Verdade, há duas formas, acesse: http://goo.gl/7uGnbN e terá acesso à grade de programação da TV Novo Tempo ou acesse aqui ao blog e na página principal verá o horário das reprises durante a semana. O programa ao vivo é todas as terças feiras as 21h00.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • jaime demetrius em 1 de abril de 2014 13:00

    um programa muito bom que Deu elumine tds vcs do prgrama……



  • Ronaldo Dias em 2 de abril de 2014 13:09

    olá amigos da novo tempo,sua explicação foi muito boa professor Leandro,porém fico com algumas dúvidas,Deus condena a bebida(vinho),porém o senhor disse q o suco da uva era armazenado no odres e com o tempo fermentava,esclarecido isso,o vinho usado na última ceia qual era,me parece a mesma questão do consumo de carnes limpas,sabemos q além d Jesus vir nós salvar,ele tb veio dar exemplo d como devemos conduzir nossas vidas,me parece claramente q Deus condena a embriaguez tanto quanto o consumo exagerado d carnes limpas,e fica mais uma dúvida se não tem lugar em nossas vidas para
    a bebida(vinho)e para o Espírito Santo,como todos esses homens mesmo tomando vinho o q é claro nas escrituras,eram cheio do Espírito Santo mesmo bebendo(vinho).um abraço pr.Leandro,fica com Deus.



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 14:46

      Olá Ronaldo!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      A sua pergunta pode ser respondida temo como base outras duas perguntas: O vinho da ceia é com álcool ou sem álcool? O que simboliza o fermento na Bíblia?

      “Livrem-se do fermento velho, para que sejam massa nova e sem fermento, como realmente são. Pois Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado. Por isso, celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da perversidade, mas com os pães sem fermento, os pães da sinceridade e da verdade”. 1 Coríntios 5:7,8

      Esse texto aqui nos mostra que o fermento primariamente na Bíblia é símbolo de pecado.

      “Em seguida tomou o cálice, deu graças e o ofereceu aos discípulos, dizendo: Bebam dele todos vocês. Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados”. Mateus 26:27,28

      O vinho na Ceia representa o sangue de Cristo, será que ele teve pecados?

      “Mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês”. 1 Pedro 1:19,20

      Ou seja, se o vinha da ceia representa o sangue de Cristo e o texto de Pedro mostra que Cristo não pecou, isso nos ensina que o vinha da ceia não poderia ser fermentado, ou seja, com álcool.

      Deixo um texto para reflexão:

      “Eu lhes digo que, de agora em diante, não beberei deste fruto da videira até aquele dia em que beberei o vinho novo com vocês no Reino de meu Pai”. Mateus 26:29

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • angélica em 7 de abril de 2014 14:51

    “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (1Co 10.31).Como uma pessoa pode beber bebida alcoólica e fazer isto para a glória de Deus?Acho realmente uma hipocrisia algumas pessoas dizerem que Deus não condena a bebida, condena apenas a embriaguez… ha e como é mesmo que se embriaga? não é bebendo?Por que mesmo os nazireus não podiam beber?É porque se dedicavam a obra do senhor desde o nascimento e a bebida é impura…Porque as pessoas não conseguem entender isto e ficam inventando coisas para justificar suas ações? HIPOCRESIA TOTAL!!!



  • antônio vicente de souza em 8 de abril de 2014 23:36

    quero dar os meus parabém a novo tempo por ter inovado trazendo programas bom, em especial na mira da verdade, que deveria ter umas 3 hora de duração.



    • Maiara Costa - Equipe em 9 de abril de 2014 10:15

      Olá Antonio!
      Muito obrigado por sua motivação e carinho de sua audiência.
      Que Deus o abençoe ricamente.
      Um forte abraço.



  • ana cristina em 9 de abril de 2014 16:34

    parabens pelo programa sobre a maconaria envie par mim mais dados sobre esse assunto



    • Maiara Costa - Equipe em 9 de abril de 2014 18:01

      Olá Ana Cristina!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      Logo o material usado no programa estará disponível aqui no blog.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • thiago em 10 de abril de 2014 3:14

    Boa noite neste artigo (11/03/2014) na parte que fala sobre “Após a morte, para onde vamos e onde ficamos até o juízo?” fiquei com duvida em relação Lucas 16:19 a 25, sobre o rico e o mendigo, se eles estavam mortos, como eles estavam conversando, o rico no inferno e o mendigo no céu.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de abril de 2014 11:56

      Olá Thiago!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      Quero convidá-lo à acessar: http://goo.gl/wzAq1y, para obter uma explicação teológica sobre o assunto.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • angelica em 26 de abril de 2014 23:55

    Na verdade esta resposta n era para vc me desculpe….
    Era para outras pessoas que estavam falando o pecado era se embriagar e tem uma religião em particular que diz isso, eu queria colocar apenas como sendo a minha opinião e n como resposta a sua q n tem nada a ver com o q eu escrivi, desculpe.



  • carlos magno borges braga em 7 de junho de 2014 12:42

    Eu dou gracas a Deus pela vida de voces, pela sabedoria que abordaram o tema. Que o Espirito Santo continue usando a voces para levar esclarecimento ao povo.



  • Heberton Alves em 24 de junho de 2014 0:52

    Olá, estou passando apenas para parabenizá-los pelo programa, é a primeira vez que vejo pela internet e gostei muito.



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de junho de 2014 15:27

      Olá Heberton!
      Seja muito bem vindo.
      Muito obrigado pelo carinho de sua audiência.
      Que Deus o abençoe.
      Um abraço.



  • cristina santos marques em 26 de junho de 2014 16:55

    tenho, 07 anos de evangelho gostaria de dizer que esse programa e uma maravilha aprendo muito da palavra de Deus e entendo mais a biblia sagrada. obrigada Deus te ilumine.