doe agora TV TV
INÉDITO:
  • QUA09:00
REPRISES:
  • DOM04:00
  • TER07:30
  • QUA21:00
  • QUI06:00
  • SEX10:00
  • SAB17:00

48 textos bíblicos contra 12 descontextualizados…


O Pr. Nozima ajudou o irmão Clóvis, do blog Cinco Solas, a “refutar” minha réplica à teologia anti-bíblica de João Calvino a respeito da predestinação determinista. Na presente análise demonstrarei quantos textos bíblicos o Pr. Helder e eu citamos para provarmos nossas “teses” e farei novamente uma abordagem bíblica sem me basear em credos ou confissões (mesmo não menosprezando a importância dos mesmos).

Caro Pr. Helder Nozima:

Conheço presbiterianos fantásticos e que têm o amor de Jesus no coração. Um deles é o Dr. Carlos Caldas, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, com quem tive um debate ao vivo na Rede Internacional de Televisão (RIT TV). Mesmo discordando a respeito “do que acontece com o ser humano depois da morte”, trocamos e-mails e, mesmo depois do debate, foi preservado um respeito mútuo. Dr. Carlos foi uma das pessoas mais educadas com quem tive a oportunidade de refletir sobre doutrinas. Nosso debate foi disponibilizado por um irmão no YouTube. Basta procurar por “Debate – RIT TV – Leandro Quadros” e verá a maneira como abordamos o tema e como nos tratamos bem.

Escrevo tudo isso para afirmar que me sinto à vontade em conversar com os irmãos presbiterianos. Mas, sou sincero em dizer que a forma como o senhor me tratou não foi legal. Dizer que sou “ignorante” ou me “desafiar” a publicar seu comentário – como se eu tivesse medo de alguma coisa ou de bons debates – foi uma manifestação apaixonada de sua parte. Continue na busca pelo fruto do Espírito (Gálatas 5:22, 23) para que tenha mais paciência com aqueles que pensam diferente do senhor.

O pastor disse num post no blog Cinco Solas: “Por instantes, cheguei a pensar que seriam 95 teses (rs), tantos os pontos levantados pelo professor. Mas algumas acusações e questionamentos são repetidos e outros, sinceramente, não merecem resposta. Acho que os 28 já dão refutações e são suficientes para expor as doutrinas [sic] da graça” (Grifos acrescentados).

Algumas observações sobre suas declarações:

1) Se foram tantos os pontos que levantei em 12 páginas, por que escreveu tão pouco (5 páginas de Word)?
2) Onde acusei alguém?
3) Prove-me que os questionamentos que fiz são repetidos.
4) Se para o senhor alguns de meus questionamentos “não merecem resposta”, por que não refutou a grande maioria das perguntas retóricas e não explicou pelo menos os textos bíblicos citados? No artigo que escrevi a Clóvis disponibilizei cerca de 48 textos bíblicos enquanto que o senhor usou em sua resposta só 12, aproximadamente (e bem descontextualizados). Dos 48 que disponibilizei – INCUSIVE OS QUE MOSTRAM SER POSSÍVEL O PREDESTINADO SE PERDER – o pastor mencionou apenas nove. Isso leva qualquer leitor a concluir que o calvinismo carece – e MUITO – de base bíblica.

Fale com os irmãos Clóvis e Roberto para que leiam os aproximados 48 textos antes de colocarem-no num pedestal. Isso nos torna humildes (como pecador sei por experiência) e nos faz buscar as gemas das Verdades bíblicas com vontade de realmente aprender.

A seguir, abordarei os 28 pontos elaborados pelo senhor:

1) Não citei Berkouwer como sendo minha regra de fé, assim como ao citar o Dr. Oscar Cullman (para mostrar que a doutrina da imortalidade da alma é pagã) não o faço para “comprovar” o que está na Bíblia. Apenas exponho o que autores da mesma denominação pensam sobre o mesmo assunto por que isso abre a mente de todos nós, envolvidos num debate, para novos conceitos. Minha regra de fé é a Bíblia somente (Joao 17:17. Veja a primeira Crença Fundamental dos Adventistas no livro Nisto Cremos ou no Manual da Igreja, p. 9).

2) Deixando de lado o sarcasmo que utilizou para comentar esse ponto (na verdade, é mais fácil o senhor – não eu – ir a uma sessão espírita, pois, crê na imortalidade da alma), quero esclarecer que minha preocupação ao citar os 5 pontos de Calvino é mostrar que a teologia Calvinista, com o acróstico TULIP, se baseia nos estudos dele. Como o pastor acusou, não usei nenhuma enciclopédia “muito ruim”. Apenas o pastor e Clóvis não leram com maior atenção o que escrevi. Mas, não posso eximir-me da responsabilidade de me expressar melhor.

3) A humanidade tem sim o livre arbítrio desde que foi criada. Do contrário, Adão e Eva não podiam escolher pecar (Gênesis 3). Basta ler Romanos 5:12 e o senhor verá que, mesmo o ser humano não tendo capacidade de ir a Deus por conta própria (nisso concordo, pois é o Senhor que vai atrás do pecador e efetua nele o querer e o realizar, segundo Filipenses 2:13), pôde fazer escolhas para pecar ainda mais. Se pôde escolher pecar (claro: a tendência pecaminosa existe dentro de cada um), é claro que pode também escolher a graça de Deus para lutar contra o pecado. “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” Romanos 5:12. A morte passou a todos porque todos pecaram e não porque todos foram predestinados para pecar. Se o pastor me disser que Deus predestina alguns para se perderem, estará indo contra o Salmo 5:4 que ensina não ser Deus o originador do pecado (Por favor: não faça como os ateus que gostam de citar Isaías 45:7). Predestinar para a perdição não é questão de Soberania, mas, ACEPÇÃO DE PESSOAS, coisa que o próprio Deus condena (Romanos 2:11 – atente para o fato de que o verso está no mesmo livro onde vocês se apóiam para afirmar a doutrina da predestinação determinista. Fiz um breve resumo sobre Romanos 9 em meu blog. Por isso, não me aterei ao capítulo agora. Voltarei a tratar na Resenha Crítica que irei elaborar ao artigo “Preparar… Apontar…” de seu amigo Clóvis). Graças ao Espírito Santo pela visão bíblica que temos do amoroso caráter de Deus!

Portanto, se Deus “não fosse com a cara de alguns na eternidade”, Ele estaria desobedecendo a uma lei criada por Ele mesmo: “se, todavia, fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo argüidos pela lei como transgressores.” Tiago 2:9.

Quer que eu e demais cristãos acreditemos em tal aberração teológica?

4) Concordo em parte com seu conceito de depravação total do ser humano. Aceito Romanos 8:5-8, 3:23… Entendo que o ser humano por si não pode ser salvo. Mas, a Bíblia ensina que a graça de Deus dá a capacidade a cada um de escolher o caminho a seguir. Esse conceito era tão claro para Cristo que Ele pôde dizer que existe a porta estreita e a porta larga (Mateus 7:13, 14). E, para a tristeza do Salvador, a maioria entrará pela porta larga, que conduz à perdição. Se a maioria irá se perder, isso nos leva à fatal conclusão (se aceitássemos o calvinismo) de que Deus predestinou uma minoria por que >(1) não amava todo mundo ou por que (2) Ele falhou na predestinação ao ponto de somente poucos entrarem pela porta estreita. Peço que analise essas questões com oração pastor, pois, têm implicações teológicas muito sérias.

Respondendo a sua pergunta: “como é possível que, na carne, possamos decidir ficar ao lado de Deus?”, faço minha a resposta de Romanos 8:10: “Se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito é vida, por causa da justiça.” E 1 Coríntios 6:19, 20 completa a resposta ao dizer que o Espírito Santo mora em nosso corpo. Portanto, a habitação de Cristo em nós por meio do Espírito nos capacita (pela graça de Deus) a escolhermos ou não continuarmos predestinados. Do contrário, por que o Espírito Santo habitaria em nós se não fosse para nos ajudar e nos converter?

5) O que quis afirmar a Clóvis foi que na cruz de Cristo o livre-arbítrio foi devolvido de forma plena. A resposta a essa sua pergunta é a mesma que dei anteriormente: a habitação do Espírito em nós é que nos capacita a fazermos boas escolhas. Até mesmo a sua escolha de ser um pastor e, eu, jornalista.

Sem a habitação de Deus em nós sua tese seria perfeita. Mas, como temos um Deus que faz a diferença quando mora conosco e em nós, de modo algum uma pessoa que nasceu de novo (João 3) não terá livre-arbítrio (sem livre-arbítrio, não há novo nascimento. Sem liberdade de escolha, não se pode amar de verdade alguém, pois, o amor é uma escolha. E Deus quer que o amemos não de forma robótica e programada).

A respeito de minha interpretação de João 1:12, 13: o texto está falando do novo nascimento. Uma leitura a partir do verso 11 e o estudo de grandes comentaristas em geral comprovam isso. Vejamos:

“Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” João 1:11-13.

Quem não recebeu a Jesus, pastor Nozima? Os “não-predestinados”? Pelo contrário: os predestinados, pois o texto diz que “os seus não o receberam”! E esses predestinados escolheram não receber a Cristo. Isso não é um comentário meu, mas o resultado de uma simples exegese (não eisegese) do texto! Interprete o verso com o auxílio de João 3:16 e o assunto ficará claro em sua mente.

Barckay, a respeito de João 1:12, 13:

“Há um sentido em que o homem não é naturalmente filho de Deus. Um sentido no qual deve converter-se em filho de Deus.”

Mattew Henry:

“Todos os filhos de Deus são nascidos de novo. Este novo nascimento acontece por meio da Palavra de Deus (1 Pe 1.25), e pelo Espírito de Deus, como seu autor”.

Moody:

“Nem todos recusaram a Luz. Aqueles que a receberam ganharam poder (autoridade, direito) de serem feitos (naquele exato momento) filhos de Deus. Aqueles que o receberam são descritos como aqueles que crêem no seu nome (pessoa). Veja 20:31. Há duas maneiras de se dizer a mesma coisa. Os crentes são mais adiante descritos em termos do que Deus faz por eles.

“Eles nasceram … de Deus. Não é um processo natural que traz pessoas ao mundo – não do sangue (literalmente, sangues), sugerindo a mescla das correntes sanguíneas paterna e materna na procriação. Da vontade da carne sugere o desejo natural e humano de se ter filhos, como da vontade do varão (a palavra usada para marido) sugere o desejo especial de se ter uma descendência que continue com o nome da família. Assim, o novo nascimento, algo sobrenatural, foi cuidadosamente resguardado da confusão com o nascimento natural”. (Grifos acrescentados).

Com base no verso 11 de João 1 e nos comentários esmagadores citados acima, o pastor irá deixar tudo isso de lado e “preferir” interpretar João 1:11, 12 de acordo com sua preferência? Não creio nisso.

6) Com todo o respeito por sua pessoa, a interpretação que deu a Isaías 6:8-10 e Marcos 4:11, 12 chega a ser blasfema. Não creio que tenha sido intencional, mas, é algo terrível afirmar que Cristo “pregava por parábolas para que algumas pessoas não fossem salvas”. Que visão limitada da salvação, pastor! Como um servo de Deus, ministro da Palavra, irá negar João 3:16 que diz estar a salvação disponível a todo aquele que nEle crê? Como deixar de lado 2 Pedro 3:9 onde é registrado o desejo de Deus de que “ninguém pereça [NINGUÉM É NINGUÉM MESMO!], mas que todos [TODOS é TODOS mesmo! Veremos adiante os significados do termo no grego] cheguem ao arrependimento?

Como Cristo iria pregar para alguns “endurecerem o coração” se a Bíblia diz que a fé “vem pelo ouvir a Palavra de Deus? (Romanos 10:9). Como o Salvador pregaria para alguns se perderem se a Bíblia é tão poderosa que chega a ser comparada em Hebreus 4:12 a uma espadada de dois gumes que penetra no íntimo do ser?

Se o senhor contextualizasse Isaías 6:8-10 e Marcos 4:11, 12, não teria dito tamanha barbaridade. Bastaria ler Mateus 13:15 e chegaria à conclusão de que o endurecimento do coração não vem de Deus e nem da Bíblia (Livro transformador), mas, da própria pessoa. Quanto mais um incrédulo (que não quer se arrepender) houve da Bíblia, mais duro ele fica. O problema não reside na Divindade, mas, no indivíduo, no “vaso” que recebe o Espírito. Vou transcrever o texto. Atente para os grifos:

“Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados.” Mateus 13:15.

DE MAU GRADO o povo endureceu o coração, fechou os ouvidos e os olhos. Não foi Deus quem o fez. E, no mesmo verso é dito que Deus gostaria que eles se convertessem e fossem curados por Ele.

Relembro que tal texto é paralelo a Isaías 6:9, 10…

7) Portanto, com base no estudo correto dos textos acima (levando em conta Mateus 13:15), Jeremias 21:8 prova MUITA coisa. Especialmente que Deus colocou diante do povo de Israel (e coloca diante de nós) o caminho da vida e o caminho da morte. Se apenas alguns fossem predestinados para o caminho da vida, Deus não começaria o texto pedindo: “Digam a este povo…”.

8 – A respeito de sua análise da frase “todas as famílias da terra” (Gênesis 12:5) – que em sua visão significa “nações” – isso é irrelevante, pois, famílias formam nações. Nações são formadas por famílias. Portanto, a salvação é oferecida a todos.

9) Sua “matemática da salvação” não possui lógica – e muito menos lógica espiritual. Como o senhor pode saber que Deus escolheu uma pessoa de cada família da Terra? Diga-me uma coisa: como o pastor tem certeza de que foi predestinado para a salvação? De que maneira o senhor pode provar para si mesmo – com base na teologia que segue – que sua esposa e filhos (se os tiver) não foram predestinados para a perdição e que um dia não abandonarão ao Senhor por conta disso? Pensando nisso, como é para um calvinista desfrutar da esperança da salvação, inclusive para as pessoas que mais ama? Pergunto não em tom de desafio, mas, por curiosidade mesmo.

Realmente, “todos” pode significar “todo tipo de gente”, de acordo com o grego “pas”. Mas, também significa todo mundo. Que critérios usar para saber quando a Bíblia quer passar um conceito ou o outro? A análise do contexto bíblico. Se 2 Pedro 3:9 afirma que Deus deseja que TODOS cheguem ao arrependimento, o que impede que no termo esteja incluído “todo tipo de gente”, inclusive os mais perversos?

10) “Todas as famílias” implica sim em livre-arbítrio por que o convite da salvação é para quem quiser, segundo Apocalipse 22:17. Insisto no ponto e nego a doutrina do inferno – sem ser universalista ao mesmo tempo. Isso por que acredito (assim como os Adventistas do Sétimo Dia) que o lago de fogo existirá no futuro, depois do milênio (Atos 17:31; Apocalipse 20), castigará cada pessoa proporcionalmente segundo suas obras (Mateus 16:27; Mateus 11:21-24) e, depois do castigo proporcional, os ímpios serão aniquilados (Malaquias 4:1-3; Salmo 37:20), inclusive o ser que mais vai pagar no lago de fogo: satanás (Romanos 16:20).

Veja que nossa doutrina aniquilacionista nada tem a ver com o universalismo e muito menos com o aniquilacionismo ensinado pelas Testemunhas de Jeová.

11) Os calvinistas podem não crer que Deus empurre a salvação “goela a baixo”, mas, dão a entender – e de maneira clara – isso. Não vê quem não quer. Já expliquei-lhe João 1:12, 13 com base no verso 11 e com o auxílio de grandes comentaristas bíblicos.

Sua humanização de Deus não faz sentido. Primeiro porque Ele não pode ser comparado às obras das mãos dEle. Segundo: meus pais não planejaram meu nascimento (assim como grande parte da população mundial). Terceiro: o novo nascimento – como comentei anteriormente – é uma obra de Deus e, com base em Atos 2:37, 38, que afirma devermos nos arrependermos, isso significa que Deus só faz nascer de novo quem aceita a Jesus.

12) A sequência apresentada pelo pastor não é a bíblica. O senhor disse que primeiro o ser humano nasce de novo; depois, crê. Biblicamente:

(1) Somos eleitos desde a eternidade para sermos salvos – Efésios 1:5 (isso por que na Onisciência dEle, Deus sabe que precisamos de um Salvador);

(2) Nascemos pecadores (Salmo 51:5). O Salmo 51:5 não diz que “nascemos de novo”;

(3) Somos convidados para aceitarmos a predestinação de Deus (Atos 2:37, 38) e influenciados pelo Espírito para isso;

(4) Cremos em Jesus por influência do Espírito Santo (João 16:8-10);

(5) Nos arrependemos, e nos convertemos, ou seja: nascemos de novo (Atos 3:19; João 3). É impossível nascer de novo sem crer em Jesus. Como uma pessoa será transformada sem primeiro contemplar o Salvador e ter o Espírito Santo? João 1:12 afirma que, mesmo sendo predestinados, só são filhos de Deus aqueles que crerem em Jesus, aceitando a predestinação Divina.

(6) Somos justificados;

(7) Somos santificados;

(8) Seremos glorificados.

Isso é apenas um resumo e reconheço que a salvação não possui uma lógica matemática.

13) Não é o que parece o que afirmou sobre Apocalipse 22:17. Diz o pastor que “calvinista algum nega que a salvação é para quem quer”. Mas, como harmonizar sua ideia com o pensamento de que alguns foram predestinados para se perderem sem ter escolhido isso? Seu parágrafo aqui ficou meio confuso. Sinta-se à vontade para reescrevê-lo e lerei com prazer. Sei que na comunicação escrita não é simples comunicarmos o que queremos de verdade (tanto que eu não me expressei bem numa das afirmações que fiz, como comentei anteriormente).

14) Comentado no item 4.

15) Se Cristo morreu apenas “pelos salvos”, como explica Lucas 19:10? “Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido.” O pensamento bíblico é: Cristo morreu por todos os seres humanos que foram predestinados a fim de que cada um (pela graça de Deus) escolha ser salvo ou não. Por isso, o Senhor Jesus veio morrer pelos predestinados: por que, se não aceitarem a predestinação, serão perdidos. Do contrário, a declaração de Jesus de que ele “veio buscar e salvar o perdido” perde todo o sentido.

Se Cristo morreu “pelos salvos”, como interpreta Ezequiel 18:23 (um dos 48 textos que o pastor não refutou)? “Acaso, tenho eu prazer na morte do perverso? —diz o SENHOR Deus; não desejo eu, antes, que ele se converta dos seus caminhos e viva?” Não coloque limites no infinito amor de Deus…

E Isaías 45:22? “Olhai para mim e sede salvos, vós, todos os limites da terra; porque eu sou Deus, e não há outro.”

Ah! Que alegria saber que Deus não faz acepção de pessoas e que em Sua Soberania é capaz de dar a salvação para quem aceitar, respeitando assim a liberdade de escolha!

15) Na oração sacerdotal Cristo não orou apenas pelos já eleitos nos dias dEle, mas, também por aqueles que viessem a crer. Aqui, o calvinismo também não encontra guarida.

Jesus não morreu “apenas pelos salvos”, mas, “para que todos sejam salvos” (se assim quiserem): “Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra” João 17:20. O fato de pessoas crerem em Jesus por intermédio da Palavra (Romanos 10:9) confirma João 16:8-10, de que o Espírito Santo convence o indivíduo pela Bíblia de que ele é um pecador e que precisa de Jesus para continuar predestinado e salvo.

Sobre João 10:15 e 26, tais versos são compreendidos corretamente quando se lê também o verso 16: “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.”

Em suma: Cristo tem as ovelhas que já O aceitaram (porque o Pai as trouxe a Ele) e tem ovelhas que ainda não O aceitaram (por que elas não permitiram ao Pai conduzi-las).

16) Respondido no tópico anterior.

17) O pastor disse que “desejar não é sinônimo de predestinar”. Então, está me insinuando que o desejo do Deus Soberano está subordinado à própria Onisciência dEle?” Que conceito é esse? Por que explicar novamente o que já está explicado em 1 Timóteo 2:4? Se Deus só deseja salvar todos e ao mesmo tempo predestina uns para a perdição, isso é o mesmo que ensinar que Deus tem “dupla personalidade”. Deus é Absoluto: não tem como separar os desejos dEle de Suas ordens e ações.

18) Aqui o irmão fugiu dos aspectos textuais que abordei. Peço que os releia novamente. Para facilitar, transcrevo:

“Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.”

“Que coerência há em Deus predestinar alguns para a perdição sendo que há a possibilidade clara de uma pessoa se manter rebelde? É claro que o “se manter rebelde” é uma atitude humana diante da predestinação Divina.

“Outro detalhe: na expressão “quem crê no Filho” não há a mínima hipótese de fazer uma “eisegese” e dizer que o texto não se aplica a todos.”

João 3:36 não compartilha de sua ideia, de que quem se mantém rebelde é porque foi predestinado para isso, pois, seria afirmar ser Deus o autor do pecado e das decisões erradas dos pecadores. Mesmo crendo de coração na sinceridade sua e demais irmãos calvinistas, cada vez mais me conscientizo de que a predestinação determinista é diabólica por denegrir o caráter de Deus e limitá-Lo a própria Onisciência dEle.

19) Não sou um ignorante (como o senhor disse) na forma como entendo Atos 7:51. Sou honesto em aceitar a Bíblia como ela é e não adaptá-la a credos e opiniões pessoais.

Sua crença sobre o que é “graça irresistível” não possui a mínima aprovação de Deus, pois, se até mesmo os eleitos podem cair (1 Coríntios 10:12 – outro texto que o pastor fez questão de “esquecer”), isso significa que a pessoa pode resistir ao Espírito Santo, mesmo tendo sido salva antes. Se a graça fosse “irresistível” para os eleitos no sentido de não poderem escolher o destino deles, não há lógica no texto de Hebreus 10:37-39:

“Pois, como ele diz nas Escrituras Sagradas: “Um pouco mais de tempo, um pouco mesmo, e virá aquele que tem de vir; ele não vai demorar. E todos aqueles que eu aceito terão fé em mim e viverão. Mas, se uma pessoa voltar atrás, eu não ficarei contente com ela.” Nós não somos gente que volta atrás e se perde. Pelo contrário, temos fé e somos salvos.” Hebreus 10:37-39 NTLH)

O texto não pode se referir aos “não eleitos”, pois, quem não é predestinado já está atrás, na fila da perdição. Não pode “voltar atrás”.

20) O pastor afirma que “João 3:16 não diz que todo o que nele crê inclui não eleitos”. Se o argumento do silêncio é válido, como poderá contestar o “meu argumento silencioso” ao replicar: “João 3:16 não diz que todo o que nele crê inclui só os eleitos”?

Nós Adventistas do Sétimo Dia também amamos João 3:16. Alguém disse sabiamente que o texto é um resumo da Bíblia.

21) Além de não atentar para toda a análise que fiz de 1 João 2:2, o irmão não se ateve a um detalhe importante do verso: o acréscimo de um grupo de pessoas que também pode desfrutar da salvação se quiser continuar predestinado. Veja:

“E ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.”

1) Ele é a propiciação pelos nossos pecados – eleitos que já aceitaram a salvação;
2) Ele é a propiciação pelos pecados do mundo inteiro – que ainda não aceitou a graça.

A palavra grega para “inteiro” – holos – significa “tudo”, “inteiramente”, “completo”. O termo grego em si, aliado à palavra kosmos (mundo) destrói a tese calvinista sem piedade!

Aceite a verdade bíblica pastor e não coloque nos textos Sagrados ideias alheias aos mesmos.

22) Concordo que nossa lógica não é a de Deus e acrescento: nossa lógica humana deve ajoelhar-se diante da lógica dEle (Isaías 55:8, 9). Mas, em termos de salvação Deus não deixou nenhum um mistério que nos impedisse de conhecermos o ESSENCIAL para chegarmos ao reino dos Céus. O fato de não podemos explicar a Trindade completamente (há uma explicação bíblica bem interessante com base nos termos hebraicos que aparecem em Deuteronômio 6:4 e Gênesis 2:24 – mas, esse não é o assunto em pauta) não significa que a salvação esteja oculta, pois, tal mistério “Deus nos revelou pelo Espírito” (1 Coríntios 2:10). [Parte dele, pois, nem Paulo entendia o mistério da piedade – 1 Timóteo 3:16].

Por isso, creio que a sua argumentação não foi uma defesa à Soberania de Deus ou à lógica dEle, mas, uma brecha enorme para um racionalista (que precisa ser alcançado) não aceitar jamais a salvação (por favor: não venha com a ideia de que “ele não foi predestinado” por que isso é tapar o sol com a peneira…).

23) Conheço a Confissão de Fé de Westminster, mas, ela não é minha regra de fé e prática (João 5:39; João 17:17).

24) Se não é pensamento geral da liderança Presbiteriana que o indivíduo será salvo mesmo vivendo no pecado, recomendo que esclareçam aos demais pastores e membros de vossas igrejas que constantemente mantêm contato conosco manifestando preocupação por tal ponto de vista.

25) Preocupante o senhor considerar João 3:18 e não explicar o verso juntamente com os que citei. O fato de uma pessoa que não crer em Jesus ser declarada perdida em nada muda o fato de que um dia ela possa aceitar e ser declarada salva. Esse é o evangelho da graça.

O tipo de juízo do qual os eleitos não fazem parte (se perseverarem – Lucas 21:19) é o juízo condenatório. Esse é o significado de João 3:18 e 5:24. A palavra grega para juízo em João 5:24 é krisis e se refere ao juízo de condenação. Isso não contradiz uma das doutrinas fundamentais do cristianismo , que é o juízo de todas as pessoas: dos justos e eleitos, para o universo comprovar quem realmente é de Deus e quem não é (1 Pedro 4:17; 2 Coríntios 5:10) e dos injustos, para dar a punição que escolheram (João 5:28, 29).

Recomendo que leia Romanos 14:12 e veja que, mesmo os salvos, passarão por uma avaliação no tribunal celeste. Afinal, os anjos não são Oniscientes (1 Pedro 1:12) e precisam saber o desenrolar da história do conflito entre o bem e o mal e o que vai no coração de cada um:

“Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.” Romanos 14:12.

Cada um de nós se refere aos crentes eleitos de Roma. Como o senhor me explica esse verso com base na teologia de Calvino?

Resumindo: o juízo para os justos é de vindicação, livramento (Daniel 7:9, 10, 25-27). Não precisamos temê-lo. Para os ímpios, de condenação (João 3:18).

26) Olhei o texto que havia postado para o irmão Clóvis e não vi nada no meu parágrafo que negasse ser a vivificação para os salvos:
“Paulo escreveu que, do mesmo modo que todos morrem por causa de Adão (não por causa de Deus), todos serão vivificados em Cristo – se quiserem. Lembre-se de Apocalipse 22:17 e João 3:16”. Atente para as palavras se quiserem.

A Bíblia prova que o crente vivificado TEVE – e TEM – o livre-arbítrio:

“A vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, procuram glória, honra e incorruptibilidade” Romanos 2:7.

Se o eleito tem que perseverar e procurar a incorruptibilidade, é claro que isso é uma escolha do indivíduo que recebeu de Deus a capacidade de fazer as próprias escolhas.

Em relação ao seu segundo desafio: “E me explique como alguém pode ser vivificado em Cristo e ir para o inferno.”, deixo que a Bíblia novamente lhe responda (citarei outro texto ignorado pelo senhor):

“Porque, se vivermos [Os Eleitos!] deliberadamente em pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados; pelo contrário, certa expectação horrível de juízo e fogo vingador prestes a consumir os adversários. Sem misericórdia morre pelo depoimento de duas ou três testemunhas quem tiver rejeitado a lei de Moisés. De quanto mais severo castigo julgais vós será considerado digno aquele que calcou aos pés o Filho de Deus, e profanou o sangue da aliança com o QUAL FOI SANTIFICADO [O QUE UM DIA ACEITOU A CRISTO PODE REJEITÁ-LO!], e ultrajou o Espírito da graça? Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim pertence a vingança; eu retribuirei. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo.” Hebreus 10:26-31.

Deixar que a Bíblia se explique é a melhor forma de não cairmos no perigo de darmos a ela nossas próprias interpretações.

Peço que me explique tais versos com base na teologia de João Calvino.

27) O calvinismo mostra na prática que anula a ideia de que a ira de Deus é sobre todos os homens, pois, se na Onisciência do Eterno Ele já predestinou alguns para se perderem, isso deixa evidente que a ira dEle só recaiu sobre os não eleitos. Para que a ira Divina seja tirada de todas as pessoas por meio de Jesus, todas elas têm de ter sido chamadas para a salvação.

Sobre sua frase: “Graça amigo, é graça. Se for obrigação, já não é graça…por isso Cristo deu a quem quis.”, no item 5 transcrevi João 1:12 provando que Cristo não escolheu alguns, mas quem quis permanecer nEle! “Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora, à semelhança do ramo, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam.” João 15:6. Outro texto sobre o qual o pastor deve orar e pedir a Deus esclarecimentos.

28) Sendo que já comentei isso na introdução, o que espero é que o pastor dessa vez considere todos os 48 textos que citei, as perguntas retóricas de ambos os artigos e me forneça explicações bíblicas e contextualizadas para os versos que lhe apresentei. Estarei postando a presente tréplica no meu blog (juntamente com sua réplica), no de Clóvis.

Meu desejo é que o pastor não faça de Calvino os seus olhos para ler a Bíblia, mas sim o Espírito Santo.

Finalizo com o depoimento de um membro de sua igreja que leu meu artigo e viu nele a Bíblia falar (e não eu):

“Vocês não perceberam uma coisa!

“Que o rapaz refutou exemplarmente os argumentos deste site, usando o contexto bíblico.

“E vocês não tiveram a humildade e respeito em ler a explicação do rapaz lá do NA MIRA DA VERDADE. Pois ele foi muito respeitoso, educado e cristão ao falar dos pontos discordantes com nossa doutrina.

“Gostei muito do que vi. E vou procurar assistir ao programa dele. Informei-me que é toda quarta no canal 141 da SKY, às 21h.

“Gostei, porque ele usou a Bíblia o tempo todo e sempre usando o contexto! O que não acontece regularmente na nossa igreja e fico triste por isso. Que Deus nos a ajude a ter humildade ao estudar a Bíblia e reter o que é bom!

“Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus, e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.” (1 João 4:7)

“Se alguém diz: Eu amo a Deus, e aborrece o seu irmão, é mentiroso. Pois, quem não ama o seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (1 João 4:20)

“O que é nascido de Deus não vive pecando.” ( 1 João 5:18)

Assis – Recife
(Grifos acrescentados).

Parabéns, irmão Assis, por fazer da Bíblia a sua única regra de fé e prática!

Um abraço,

Leandro Quadros.

Você está em: Debates

Compartilhe:


Comente



  • Daniel Paiva em 8 de novembro de 2009 20:01

    Parabéns irmão Leandro Quadros…
    O senhor tem um dom
    maravilhoso concedido por Deus…
    Vejo seu programa semanalmente e fico
    admirado vendo o senhor manuseando a
    Biblia… parece que ela já é parte de você!
    Que Deus continue te abençoando!



  • Clovis em 8 de novembro de 2009 21:25

    Prezado Prof. Leandro,

    Obrigado por responder ao artigo do Helder Nozima. Como fui citado nele, na verdade, instado pelo irmão a ler os 48 textos que o irmão mencionou, irei abordar um a um, para vermos se ensinam o que o irmão diz que ensinam.

    Espero contar com sua compreensão, pois minha intenção não é afrontá-lo, mas expor nosso entendimento sobre esta questão.

    Em Cristo,

    Clóvis



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 14:04

      Irmão Clóvis:

      De modo algum entenderei como uma afronta as suas observações. Do mesmo modo, farei uma exegese dos textos para mostrar também se o que o irmão ensina sobre o calvinismo é verdade.

      Tenho uma lista de textos novos e um deles – que li ontem – sinceramente: diante de qualquer cristão que busca de Deus conhecimento, a predestinação calvinista cai por terra.

      Isso nada tem a ver com sua pessoa sincera, que com carinho atende a todos os que mantêm contato com você. Sei separar a pessoa da doutrina – coisa que o Pr. Nozima não soube fazer. Aliás: ele disse que é jornalista e quis “me dar umas aulas” na resposta que ele está elaborando. Peço ao irmão que informe-o que também tenho formação na área e que estou concluindo uma pós-graduação em jornalismo científico. Portanto, poderemos conversar “de jornalista para jornalista” e vermos se meus textos fugiram do padrão comunicacional… É uma pena que ele leve as coisas para o lado pessoal, fuja dos textos bíblicos e não queria trocar ideias de forma saudável.

      Um abraço.



  • Mirelly em 9 de novembro de 2009 8:54

    Olá irmão Leandro Quadros!!
    Estou acompanhando suas postagens no site Na Mira da Verdade, pois nem sempre tenho o prazer de poder assistir seu programa ao vivo. Fico maravilhada em ver como a palavra de Deus é perfeita e clara quando resolvemos estuda-la com um coração receptivo.. Esta análise por exemplo sobre a predestinação a salvação do ser humano, abre os olhos daqueles que precisam conhecer ainda mais sobre a natureza do nosso Senhor, eu mesma cada vez mais identifico este como sendo o caráter sublime de Deus – AMOR. Gostei muito da forma como apresentou esses versículos comprovando assim O SACRÍFIO DE JESUS, POR TODOS NÓS concedendo a possibilidade de vida eterna a quem quer que creia em Seu Nome e deixe seu antigo eu, transformando-se em nova criatura pelo poder do Espírito Santo!!
    Deus abençõe seu ministério concedendo-te sempre a sabedoria que vem do trono de Deus, para pregar as boas novas aos cativos, como é o desejo de Deus… não só a ti mais a todo aquele que se dispor em servir ao Deus Criador pregando o evangelho do Deus Eterno a todoS OS POVOS, NAÇÕES, LÍNGUAS E REINOS!!



  • VANUZA em 9 de novembro de 2009 9:35

    Prof. Leandro

    Muito boa a sua refutação. Parabéns. Uma parte dos calvinistas se sentem superiores, acho que por se julgarem “queridinhos do Senhor” “eleitos”, e normalmente possuem uma empáfia que ninguém aguenta.

    Um abraço

    Vanuza



  • Luiz Fernando em 9 de novembro de 2009 10:25

    Parabéns Professor,, tirou praticamente todas minhas duvidas nesse assunto, e tambem acompanhava esse blog 5 solas, mais deixei, pelo fato de ler muitos absurdos lá. A té vi um comentário dizendo que não tem problema algum vender bebidas alcoolicas..depois dessa eu desisti…



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:52

      Bom saber que suas dúvidas foram esclarecidas, Luiz Fernando! Graça a Deus por você não ter seguido a linha calvinista.

      Essa de vender bebidas alcoólicas, contrariando Habacuque 2:15… Foi demais mesmo…

      Um abraco meu irmão!



  • vinicius greenhalgh de andrade em 9 de novembro de 2009 12:09

    parabens irmao que Deus continue abençoando, voce, leandro, e o tito. o programa é muito bom…, e um dia ainda vou almoçar com vcs (leandro e tito)



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:53

      Será honroso termos a oportunidade de batermos um papo durante o almoço, irmão Vinicius. Um abraço meu e do Tito pra você



  • Walans de Souza em 9 de novembro de 2009 12:44

    Ola Leandro…

    Para tudo,para tudo.Pela minha maturidade espiritual preciso muito santificar na verdade para compreender plenamente este assunto. Mas Leandro, li a matéria com bastante atenção para achar um ponto que qualquer pessoa de sincero coração que esteje estudando a palavra de Deus compreendesse que Deus trabalha com 100% da verdade, jamais 99,9…%, Portanto,ultimamente tenho visto interpretações espetaculares por parte de satanás das sagradas escrituras, mas esta aqui foi uma das que mais me intrigou:
    “Cristo “pregava por parábolas para que algumas pessoas não fossem salvas”.”
    Antes de comentar, oremos..”Senhor meu Deus, por favor, continue com sua longaminidade e misericórdia sobre nós”…
    Leandro, esta frase foi o suficiente para eu compreender boa parte do assunto, gostaria de deixar 2 considerações:

    1ª – Essa idéia de predestinação me leva a uma conclusão, se eu estou predestinado por Deus então não há como mudar essa idéia de Deus, portanto, pra que ir a igreja?pra que orar?pra que viver um cristianismo prático? pra que pregar a todas nações tribos povos e línguas? Pra que eu estar lendo essa contra-resposta convincente que você nos deu? Então esta é a grande missão dos calvinistas, pregar para toda nação que todos já estão predestinados, enquanto a bíblia dizia outra coisa. O que vimos na semana da esperança, pessoas sendo transformadas, pessoas se entregando a Jesus, pessoas aceitando ao chamado de Deus. Matemáticamente falando, se 50% daqueles que aceitaram ao apelo estiverem predestinados para a perdição então quem foi que tocou no coração daquelas pessoas, cadê o Espírito Santo.
    2ª – Se alguns estão predestinado para a perdição, então Deus esta nos fazendo de idiota(desculpe o termo) pois a cada dia vejo pessoas lutando contra o pecado e escolhendo viver ao lado de Jesus, aceitando o chamado de Deus para depois perecerem.
    Quando Judas traiu Jesus, estava profetizado na bíblia que isso iria acontecer, mas foi Judas que escolheu isso, Deus jamais usaria uma alma para se perder, isso seria contrário a vários versos bíblicos que lemos acima. Digo o mesmo com Pilatos, ele teve a chance de se livrar daquela situação mas ele mesmo escolheu o caminho de morte…

    Leandro, essa teoria calvinista é mais grave do que eu imaginava.Espero que muitos se liberte desta ideologia que não tem base biblica nenhuma.

    [i]“No passado apareceram falsos profetas no meio do povo, e assim também vão aparecer falsos mestres entre vocês. Eles ensinarão doutrinas destruidoras e falsas e rejeitarão o Mestre que os salvou. Mesmo assim, muita gente vai imitar a vida imoral deles, e por causa desses falsos mestres muitas pessoas vão falar mal do Caminho da Verdade.[/i] 2 Pedro 2:1 e 2

    Peço que ore pela Ana Catarina, uma pessoa preciosissima da Assembleia de Deus que sempre tem passado por aqui e deixado seus ricos comentários…Estamos trocando informações biblicas e garaças ao Na Mira da Verdade Deus tem falado muito com ela.
    Ore por mim também,este ano tem sido o ano mais triste e difícil da minha vida(da minha família),mas cremos nas promessas de Deus …[i]“Não temas as coisas que tens de sofrer…. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.[/i] Apoc. 2:10 ….(Já pensou ser fiel até a morte mas estar predestinado para perdição?)
    Aqui na nossa igreja estou coordenando um pequeno grupo com 3 jovens, sendo que uma veio da Igreja Universal, e um rapaz que da Igreja do Evangelho Quadrangular que tem descoberto maravilhosas promessas para sua vida através de um jovem adventista…..e creio em nome de Jesus que se eles seguir João 3:16 e Ezequiel 18:23 e lutarem pela salvação Cristo Jesus com sua graça concederá….(para que estou dando estudo se eles estão predestinado)…esquece …rsrsrsrs….

    Que a graça do Senhor Jesus esteja com vocês….

    Um carinhoso abraço Irmão Leandro….

    Walans de Souza



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:50

      Wallans: você disse tudo. É isso mesmo que essa teoria diabólica tenta passar: a ideia de que Deus, na eternidade, “foi com a cara de alguns” e, de outros…

      O Pr. Nozima está respondendo novamente a meus comentários. Vai mais para o lado pessoal do que bíblico. Mas, isso não me admira muito, pois, muitos calvinistas (não todos) entendem mais dos credos do que da Bíblia…

      Obrigado por suas sábias colocações. Vou orar por você meu irmão e CONTE COMIGO se quiser conversar sobre o que lhe aconteceu – ok?

      Um abraço!



  • Cristian em 9 de novembro de 2009 17:03

    Bah, Pr Nozima um membro da sua própria igreja já comprovou o pensamento correto do Leandro, reavalia seus conceitos!
    abç!



  • J. Osiris Thomaz de Almeida em 9 de novembro de 2009 18:36

    Prezado Leandro. A cada dia mais me admira a sua paciência em discutir com quem não quer discutir. Entendo que a discussão é válida quando estamos abertos para defender nossas posições, mas da mesma forma, aprender novos aspectos que não tínhamos. E isso não está acontecendo com nossos irmãos em Cristo do Blog Cinco Solas. Desde a primeira vez não os vi discutindo essa doutrina calvinista de forma biblicamente ampla. O único modo possível, como Isaias 28:10 ( “..preceito sobre preceito, preceito e mais preceito…”) é compararmos TODA A BÍBLIA, em tudo que Ela nos ensina, e não simplesmente definir suas convicções em determinados textos, e “esquecer” dos demais. Estive lendo o blog do irmão Clovis, e alem de menosprezar os seus textos, êle não analisa tudo o que você fala dos textos bíblicos. É íncrivel como “se esconde” de discutir de uma forma ampla TODOS OS TEXTOS. Aliás é muito mais simples menosprezar o outro, do que discutir sériamente e abertamente todos os textos. Mas isso não é novo. Conforme já disse, fui presbiteriano por mais de 50 anos de minha vida ( estou com 56 ), e NUNCA VI DISCUTIREM ESSA TESE de uma forma ampla, aberta, e baseando-se na Bíblia. É uma pena. Acredito na sinceridade do irmão Clóvis no que defende, mas não está demonstrando nenhum interesse em realmente discutir essa teoria. Vamos ver agora com essa sua “explanação bíblica” o que eles vão dizer. DUVIDO que venham discutir item a item. É mais fácil demonstrar soberba. Que Deus possa iluminar nossos irmãos a abrirem seus corações, e verificar que simplesmente estamos falando da Bíblia. Nada mais. Basta ler. Mas o façam em espírito de oração, e peçam a orientação do Espírito Santo. Deus continue a orienta-lo meu irmão e amigo Leandro, nessa verdadeira cruzada. Um grande abraço



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:45

      Querido irmão Osiris:

      Você literalmente SE ANTECIPOU ao que está ocorrendo: o Pr. Nozima está respondendo ao artigo, mas, com ênfase no lado pessol (como jornalista que ele é, sabe fazer isso. O detalhe é que também tenho formação jornalística e mostrarei a ele os erros…), sem embasamento bíblico.

      É uma pena que eles estejam agindo assim. Mas, não deixaremos a Bíblia de lado! Como filhos de Deus que somos usaremos da Palavra de dEle para mostrar o erro, não é?

      Obrigado pelos comentários, querido amigo! Abraços!



  • Heitor Alves em 9 de novembro de 2009 20:49

    Me desculpe, acho que não fui bem claro.

    Quanta distorção da Bíblia você faz, Leandro Quadros!!!



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:01

      Caro Heitor:

      Deixei postado no blog Cinco Solas alguns conselhos a você e, inclusive, pedi provas BÍBLICAS de que distorci a Bíblia. Apresente aqui as “explicações corretas” dos textos e irei considerar.

      Fico no aguardo.



  • Heitor Alves em 9 de novembro de 2009 22:04

    Leandro,

    N]ao me leva a mal mas acho que vou escrever alguma coisa sobre suas impressões dos textos bíblicos que você usou, ok?

    Não é nada acadêmico, mas apenas uma posição calvinista humilde diante de suas colocações.



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 13:02

      Se sinta à vontade, caro irmão Heitor. Mas, use a Bíblia. Isso fará bem a todos nós.

      Um abraço.



  • SWELLEN BRITO em 9 de novembro de 2009 23:33

    Irmão Leandro pela graça de Deus mais uma vez você arrasou nas respostas e isso nos dá muita força e fé para seguirmos adiante,tendo sempre a certeza de que se abrirmos nosso coração e permitirmos,o Espírito Santo de Deus não só entra,mas faz morada e transforma o erro em esperança.Que o Senhor Jesus abençoe cada dia mais este ministério que tem ajudado milhares e milhares de vidas a sairem do engano.



  • Helder em 10 de novembro de 2009 5:57

    Professor,

    A primeira parte da minha resposta está no seguinte link: http://reformaecarisma.blogspot.com/2009/11/ultima-resposta-leandro-quadros-parte-i.html

    Escreverei as outras partes na medida do possível. Além de ser pastor, trabalho, não tenho como dedicar várias horas do meu dia à escrita e pesquisa necessárias para um artigo enorme.

    No entanto, creio que os posts serão suficientes. Pelo menos na minha ótica. E que cada leitor decida por si.



    • leandro.quadros em 11 de novembro de 2009 9:42

      Pastor Helder:

      Já respondi à primeira parte do seu texto. Agora irei para a segunda. Quando concluir (espero poder fazer isso hoje, pois, como lhe disse, estou muito atarefado), lhe informarei os links onde poderá ler minhas considerações.

      Também creio que o leitor deve decidir por si e ver onde a Bíblia está sendo exaltada – acima de argumentos humanos. Afinal, quem tem que aparecer é a Palavra de Deus e não o Leandro ou o Pr. Nozima.

      Deus o guarde.



  • Salma Cavalcanti em 10 de novembro de 2009 7:19

    Lendo os seus argumentos biblícos sobre a Predestinação Fatalista, defendida pelo pastor Nozima, conclui-se que a Tese Predestinista é anti-biblíca e só uma mentalidade a serviço do erro pode insistir nessa doutrina tão absurda e indigna do caráter de Deus.

    Fraternal abraço

    Aldemiro (Dr. Miro) e Salma.



    • leandro.quadros em 10 de novembro de 2009 12:56

      Olá, querido Dr. Miro e Salma!

      Que bom ter o comentário de vocês. O Pr. Nozima já está produzindo respostas ao meu artigo e irei refutá-lo novamente. Em breve disponibilizarei as respostas dele e as minhas considerações…

      Realmente, não dá para acreditar que um pregador do evangelho ensine uma doutrina dessas. Como bem disse: “doutrina tão absurda e indigna do caráter de Deus”.

      Um forte abraço!



  • FATIMA BATISTA VITOR em 10 de novembro de 2009 7:38

    Amado Irmão,Leandro

    Desculpe -me os erros de digitação e portugês que apresenta o texto acima,foi digitado pela secretária em teste,infelismente,antes de ser corrigido foi apretado a tecla de enviar,ai ja estava sem jeito.Sei que Jesus fala todos as Linguas.



  • Helder Nozima em 10 de novembro de 2009 12:25

    Professor,

    A segunda parte de sua resposta já está no ar:

    http://reformaecarisma.blogspot.com/2009/11/ultima-resposta-leandro-quadros-parte.html

    Boa leitura.



    • leandro.quadros em 11 de novembro de 2009 11:19

      Elaborei para da resposta a sua segunda parte, Pr. Helder. Como hoje tenho que gravar uma semana toda de programas para a rádio Novo Tempo, terminarei, creio, amanhã.

      E, enquanto o senhor for postanto comentários, pode ficar tranquilo de que irei respondendo a todos.

      Amanhã conversamos mais. Até lá!



  • Heitor Alves em 10 de novembro de 2009 20:57

    Ok, Leandro.

    Me dê alguns dias e postarei alguma coisa no meu site.

    Um abraço.



    • leandro.quadros em 11 de novembro de 2009 8:45

      Fique à vontade, Heitor. Pesquise na Bíblia, escreva, estude… Isso será bom para você e para mim.

      Uma dica: deixe Deus falar a você. Não queira falar a Ele como tem que ser a doutrina da predestinação. Desse modo, o Espírito o guiará em seus estudos e lhe ensinará coisas maravilhosas sobre o amor de Deus e o plano de salvação.

      Ficarei no aguardo. Agora, estou respondendo novamente ao Pr. Nozima e, depois, preciso atender um ateu e um agnóstico, que estão na “fila de espera” há um bom tempo.

      Um abraço e que Deus o abençoe.



  • Cristiano em 11 de novembro de 2009 10:15

    Apreciei de uma maneira bem especial este assunto debatindo por muito tempo em meio a teologia, fico com o pensamento bíblico apresentado pelo pregador do evangelho Leandro Quadros.

    Um abraço



  • Clóvis em 11 de novembro de 2009 11:30

    Osiris,

    Estranho o irmão referir-se a mim como alguém que “não quer discutir”. Tenho-me disposto aqui e noCinco Solas a responder aos questionamentos e a fazer esclarecimento sobre as questões envolvidas. Infelizmente, alguns comentários demoram a ser postados aqui, acredito que por sobrecarga de atividades do moderador. Inclusive ao irmão eu tenho oferecido respostas.

    Inclusive tenho respostas preparadas para outros textos, de autoria do Prof. Azenilto e indicado por irmãos daqui, sobre o mesmo tema, mas que não postei para acompanhar o ritmo do prof. Leandro.

    O irmão diz também que no 5Solas não discutimos o assunto “de forma biblicamente ampla”. Cliqui Aqui para ver como a predestinação tem sido discutida amplamente e com recursos bíblicos. O irmão também me acusa de menosprezo, dos textos e da pessoa do professor Leandro, ao não analisar todos os textos que ele mencionou. Já escrevi neste blog dia 7 (até ontem não havia sido publicado) sobre o que eu acho do uso indiscriminado de textos-prova, mesmo assim me comprometi (veja o comentário acima, postado dia 8) a analisar todos os textos publicados pelo professor, tarefa que estou cumprindo na medida que disponho de tempo. Portanto, quando o irmão diz “acredito na sinceridade do irmão Clóvis no que defende, mas não está demonstrando nenhum interesse em realmente discutir essa teoria”, não creio que esteja sendo justo.

    Independente da avaliação que o irmão faz de minha pessoa, do meu blog e da doutrina que esposo, continuo à sua disposição, para o que precisar esclarecer.

    Em Cristo,

    Clóvis



  • Walans de Souza em 11 de novembro de 2009 12:25

    Ola Leandro,

    li os comentários do Pr. Helder e deu vontade de chorar(literalmente),dói muito no coração quando veos que algumas pessoas se apoiam em doutrinas de homens e desprezam a verdade, e o mais impresisonante nisto, depois nós somos acusados de endeusar Ellen White. A quanta ignorancia a respeito desta mulher, atalaia de Cristo…
    Me senti preocupado dos meus amigos que são da presbiteriana, por isso que os vejo tão despreocupados com as coisas espirituais(apesar de serem pessoas maravilhosas),
    Sexta a noite haverá vigilia aqui na IASD de Auriflama, estaremos tambem orando por você Lenadro, pois até agora, o Senhor te ajudou que Jesus fosse visto nos artigos e que você não demolisse ninguem. “Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade” João 17:17
    Outra coisa, com maior prazer, compartilharei o que aconteceu com minha familia este ano e tenho a plena certeza de que se alegrará muito com a transforamção que Jesus faz nas nossas vidas em meio as provações….

    Fique com Deus …

    Que a graça de Jesus esteje sempre com você….

    Abraços..

    Walans de Souza



    • leandro.quadros em 12 de novembro de 2009 9:58

      Oi, amigo Walans:

      Helder está me chamando até de desonesto, sem necessidade. Agora pouco tive que postar algo mais forte pra ele, pois, não tem ainda o fruto do Espírito (Gálatas 5:22, 23). E, já não me sinto à vontade de chamá-lo de pastor, sinceramente.

      Ele tem me desafiado e eu, respondido. Ele postou mais três comentários sobre o que escrevi e estou respondendo à segunda parte… Em breve calaremos esse adversário da verdade com a Bíblia.

      Um abraço e que Deus lhe guarde, bem como aos irmãos calvinistas SINCEROS que estão em busca da verdade.



  • Helder Nozima em 11 de novembro de 2009 16:49

    Professor,

    Melhor seria se, além de responder, o senhor tivesse a honestidade de colocar ao menos um link do texto que o senhor está atacando no blog, para que os leitores pudessem ver o outro lado.

    Mas já não espero mais isso do senhor.

    A terceira parte de sua resposta está aqui: http://reformaecarisma.blogspot.com/2009/11/ultima-resposta-leandro-quadros-parte_11.html

    Bom divertimento!



    • leandro.quadros em 12 de novembro de 2009 9:53

      Pastor Helder:

      Até fico pensando se devo lhe chamar de pastor por causa de suas maldosas palavras. Sempre remeto meus leitores as suas discussões (vários deles já se manifestaram a respeito do que é postado no blog Cinco Solas) e, mesmo assim, o senhor me chama de desonesto.

      Precisa desenvolver o fruto do Espírito meu irmão, se quiser entrar no Céu. Leia e ore sobre Gálatas 5:22, 23. Mas, não me admira muito o fato de o senhor ser assim, pois, um indivíduo que limita graça de Deus dizendo que apenas alguns foram predestinados (e outros não), não pode ter no coração todo o amor que Cristo tem. Uma pessoa que não tem muita certeza de que esteja “predestinada para a salvação” tem uma certa amargura no coração. Que Deus o cure!

      E, para ser sincero: responder as suas fracas argumentações bíblicas é um momento de desestressar, pois, o senhor e Clóvis (que vem com a ideia de que “estou sendo demolido”) são algumas das pessoas mais fracas de conteúdo bíblico com quem debati. Sinto muito em dizer isso, mas, é a mais pura verdade. Os leitores do presente blog estão vendo isso de forma nítida. Como gostaria de ter um encontro com vocês em alguma igreja ou rede de TV… Bíblia na mão e “olho no olho” veríamos quem está ensinando aquilo que Deus deixou na Palavra…

      Gostaria de ter mais dificuldades em lhes responder. Mas, como boa parte dos calvinistas, vocês não usam muito bem a Bíblia e, quando o fazem, tentam explicar o que está explicado.

      Logo o senhor terá as respostas… Estou na segunda parte.



  • Helder Nozima em 11 de novembro de 2009 17:33

    A propósito,

    Obrigado por publicar meus comentários após uma longa demora. Acho que, uma vez que o debate é comigo, o senhor poderia ser mais ágil em dar aos seus leitores a oportunidade do contraditório.



    • leandro.quadros em 12 de novembro de 2009 9:45

      Poderia ser mais ágil, Pr. Helder, mas, não posso. Como lhe falei mais de uma vez, tenho só nesse blog 800 pessoas para atender e não somente o senhor.

      Espero dessa vez contar com sua compreensão sem precisar que o senhor bata na mesma tecla.

      Um abraço.



  • Olmo Vladimir em 12 de novembro de 2009 9:24

    Caro IRMAO Leandro,como sempre naO irei deixar de postar sobre esse assunto que me traz tanta dor…(Meu povo perece por falta de conhecimento)

    Eu vim como luz para o mundo,a fim que TODO aquele que crêr em mim naO permaneça em trevas(Jo 12:46)

    EntaO pra que pregar o evangelho se Deus ja excolheu alguns para serem salvos.

    Quando o pecado entrou no mundo, por ele(o pecado) sim, fomos predestinados a morte.Mas Deus nos devolve o livre arbitrio quando nos entrega a luz da vida.

    Abrçsss Leandro
    depois eu posto mais comentarios (vou estudar melhor o texto)



    • leandro.quadros em 12 de novembro de 2009 9:33

      Querido irmão Olmo:

      Sua dor é a mesma minha. Imaginar que alguns irmão acreditam numa doutrina dessas é triste. Mas, ainda em que nosso Deus não tem um amor limitado e nem faz acepção de pessoas, não é? A graça de Jesus está disponível para todo aquele que crer (Romanos 10:9).

      Um abraço e que o Senhor Jesus o abençoe!



  • Maricélia da silva Ide em 12 de novembro de 2009 10:33

    Caro Helder Nozima,

    Em primeiro lugar não é honesto da sua parte dizer que o professor é desonesto, pois você nem o conhece, eu o conheço e sei que ele não é.
    Em segundo lugar esse link que você postou, dá página não encontrada.
    E em terceiro lugar é melhor você desistir e compreender de uma vez por todas que a biblia está com a razão, e que Deus é misericordioso e amoroso demais para predestinar uns para se salvar e outros para se perder. Ele quer que todos sejam salvos, mas a escolha quem faz somos nós. Deus seria injusto em fazer isso, como que Ele não é, pois Ele é a própria justiça.
    Que Deus possa clarear sua mente.



  • Helder em 12 de novembro de 2009 13:36

    Maricélia e Leandro,

    De fato, postei com erro o link da terceira parte da resposta. É este aqui:

    http://reformaecarisma.blogspot.com/2009/11/ultima-resposta-leandro-quadros-parte_6995.html

    Sobre o resto, vou continuar a postar minha última resposta em partes. No último dia, ficará bem claro quem é que tem ou não conhecimento bíblico de verdade.



    • leandro.quadros em 13 de novembro de 2009 10:51

      Veremos mesmo, Pr. Helder! Todos aqui terão a oportunidade de ver as coisas ruins que escreveu e a falta de embasamento bíblico de sua parte (Ah! Já que o amigo quis me dar umas aulas de jornalismo, também lhe darei algumas na resposta… Aguarde). Estou fazendo uma viagem a Brasília neste final de semana para uma programação e, quando voltar, saiba que TODAS as suas análises serão devidamente refutadas pela Bíblia.

      Deus o ilumine.



  • EDUARDO VIDAL em 12 de novembro de 2009 15:11

    Querido Professor Leandro Quadros.

    Achei até engraçado o termo que o nosso querido pastor Helder usou ” bom divertimento” rsrsrs.

    Realmente é um motivo de muita alegria estar compartilhando a palavra de DEUS com meus irmãos, independente de sua denominação.

    Eu sou Adventista do Setimo Dia e digo a todos que estão fazendo parte desse debate, que é um prazer estudarmos juntos a BIBLIA.

    Carinhosamente eu peço aos irmãos, que estudem a palavra com o ESPIRITO SANTO DE DEUS, porque é ele quem convence e converte o homem do pecado e do engano. Existem passágens na BIBLIA que são difíceis de entender, e muitos, como diz o APOSTOLO PEDRO 2Pedro3:16, se atrapalham nas escrituras. É o que está acontecendo com o amado pastor Helder.

    Está escrito em 1João 3:14,15 : “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque AMAMOS OS IRMÃOS; aquele que não ama permanece na morte. todo aquele que odeia o seu irmão é assassino; ora, vós sabeis que todo assassino não tem a vida eterna permanente em si”. Ora, pastor Helder, porque que não amar o seu irmão, do que dizer que ele é desonesto? Porque não ter humildade, do que agressividade? Se aquele que não ama o seu irmão, chegando ao ponto de dizer que ele não é honesto, será ser essa pessoa predestinada para salvação, se odeia? É por amar os irmãos, que o professor Leandro está levando a palavra de DEUS a TODOS quantos querem aceitar, a TODOS quantos querem ser salvos, porque a salvação veio para TODOS e não somente para um grupo.

    Firme na promessa, querido Leandro Quadros e continue com o FOGO DO ESPIRITO SANDO DE DEUS em sua vida, levando a mensságen do EVANGELHO ETERNO para TODOS que estiverem com o coração ABERTO.

    PAZ.



    • leandro.quadros em 13 de novembro de 2009 10:46

      Obrigado pelas palavras amigas, irmão Eduardo! O Pr. Helder disse realmente para “me divertir” com o que ele escreveu. Estou elaborando a resposta para ele e, uma das coisas que tive de dizer é que ele é uma das pessoas mais fracas teologicamente que conheci. Por isso, refutá-lo é mais que um divertimento: é um momento para aliviar o estresse, rsrsrs.

      Um abraço e que Deus o aguarde!



  • D'Crysto em 13 de novembro de 2009 12:26

    Irmão Leandro Quadros,
    Deus o abençoe grandemente.

    Fica firme no Senhor e Ele te dará êxito nesta obra.
    Em breve estes irmãos maldosos se renderam ao Salvador, e assim como nós, subiremos ao céu ao encontro do nosso Amado Jesus.
    Que o Espírito Santo esteja te conduzindo e alcançando os corações daqueles que se esforçam para não aceitar as verdades bíblicas.

    Tendo o Senhor a sua frente, jamais você será abalado!

    Carinhosamente em Cristo.



  • J. Osiris Thomaz de Almeida em 13 de novembro de 2009 18:20

    Boa noite Pastor Helder.

    Estou muito constrangido em lhe escrever caro pastor, e estou porque sou de uma família tradicional presbiteriana, de várias gerações. Eu mesmo, hoje com 56 anos, fui durante 54 anos membro da sua denominação, e estou envergonhado com a forma pouca cristã, e diria até pouco educada, que o Sr. está se comportando, tanto nesse blog, quanto no seu, aonde foi categórico em afirmar ( ao Walans) que os seguidores da doutrina da IASD irão se perder, e que os “predestinados presbiterianos” serão os salvos.
    Que pena caro Pastor que o Sr. está perdendo uma chance rara de, com espírito de humildade, e com muita oração, desenvolver novos conhecimentos, novas doutrinas, novas verdades.
    Não é feio aprender, evoluir. Não é feio tambem não aceitar argumentos contrários, mas é feio perder a elegência, a educação, e o Sr. fazendo isso.
    Falando de presbiteriano ( que fui ) para presbiteriano:

    – O Sr. sabe muito bem que nem todos os membros da IPB aceitam a predestinação,
    – O Sr. sabe que existe uma enorme divisão interna sobre o assunto,
    – O Sr. sabe que esse assunto inclusive é muito pouco discutido dentro das igrejas, ou melhor, é discutido nos cantos, pois nos púlpitos, confesso que NUNCA OUVI um sermão que defenda a predestinação. (O que acho lógico, pois se algum pastor fizer isso, corre o risco de não ter mais ninguem para ouvi-lo antes mesmo de terminar sua pregação.).
    – O Sr. sabe que existe uma enorme parte da igreja que diz que a reforma foi maravilhosa. Mas…pena que não foi terminada…

    E para o Sr. que procura denegrir e desmoralizar a Igreja Adventista do Sétimo Dia, quero lhe dar meu testemunho.

    Depois de 54 anos frequentando a IPB, com várias dúvidas, que nunca são explicadas ( domingo, batismo infantil, vida após morte, etc), um dia casualmente ouvi a Tv Novo Tempo, e fiquei encantado, pois comecei a ouvir explicações que nunca havia ouvido.
    Mas ainda não aceitei ( presbiteriano é muito convicto…), e resolvi estudar as doutrinas das igrejas para ver, pela Bíblia, qual a igreja que estava de acordo com as doutrinas biblicas.
    Fui advertido por alguns pastores presbiterianos a tomar cuidado, pois êles, os adventistas, eram uma “seita”, que não seguiam a Bíblia.
    Com todos os cuidados, em espírito de oração, pedindo a orientação do Espírito Santo, comecei a estudar as doutrinas, e não somente da IPB e da IASD, mas fui estudar ( e estou falando estudar, e não simplesmente “dar uma olhada”) tambem outras denominações e até a católica.
    Prezado pastor, sabe o que descobri, depois de muito estudar e orar?
    Que a ÚNICA QUE TEM TODAS AS DOUTRINAS SOMENTE NA BÍBLIA é a Adventista.
    A Presbiteriana, divide a Bíblia com a CFW, correto? CFW é a “Confissão de Fé de Westminster” para quem não saiba. E chega ao cúmulo de ter descrito na doutrina do batismo infantil que ” é verdade que a Bíblia não se refere a batismo infantil…”. Por favor, se a Bíblia não diz…asunto encerrado.
    E o domingo? Aonde a Bíblia mudou o 4º Mandamento? E por aí vai.
    Enquanto isso, a “seita” somente segue a Bíblia, e mais nada, nem ninguem.
    E somente dúvida disso quem, ou é ignorante por não ter estudado corretamente as doutrinas adventistas, ou tem má fé, por não aceitar a verdade.
    Por isso caro Pastor, que hoje, com muito orgulho, depois de 54 anos presbiteriano, sou da Igreja Adventista do Sétimo Dia, e todo santo dia, oro para que minha família siga o meu caminho. Aliás, siga não o meu caminho, mas siga as verdades bíblicas, e não interpretações de homens, tradições de homens.
    Volto ao inicio dessa mensagem, Pastor.
    Estou constrangido, pois sempre tive muito respeito e admiração por todos os pastores presbiterianos que conheci.
    Por favor, não me faça mudar de opinião.
    Quiser discordar, que o faça. Mas com elegância, educação e respeito.
    Que Deus o abençoe pastor, e que o Espírito Santo toque em seu coração.
    Tenho orado pelo Sr. e pelo irmão Clóvis. Os Srs. falam muito da Bíblia de Deus. Espero que possam conhecer o Deus da Bíblia.
    Com respeito e amor cristão, que Deus os abençoe.



  • Davi porto em 13 de novembro de 2009 22:28

    OLÁ pr. helder.

    NÃO ME ADMIRO EM VER TODAS ESSAS BABOSEIRAS QUE
    VÇ ESCREVEU CONTRA O PRÓPIO DEUS.
    POIS É NESTA MESMA PALAVRA QUE ESTÁ ESCRITO:

    AQUELE QUE DIZ:
    ” EU O CONHEÇO E NÃO GUARDA OS SEUS MANDAMENTOS
    É MENTIROSO, E NELE NÃO ESTÁ A VERDADE.” 1 joão2:4



  • Davi porto em 13 de novembro de 2009 22:33

    A PROPÓSITO SR. HELDER , o sr. guarda todos os mandamentos
    de DEUS?

    seja sincero jesus tá te vendo!!!!!!!!!!!



  • Walans de Souza em 15 de novembro de 2009 17:56

    Que a graça de Jesus esteja com todos,

    Repreenda esta mensagem calvinista através da palavra de Deus em suas vidas e em vossos corações, pois tais idéias que desprezam parte das escrituras e desonram a Deus não deve ter lugar em nossas vidas. Nós temos autoridade dada por Jesus para isso, é só ler os textos explicados aqui pelo Leandro que são claros e retos, sem distorções, nem ruídos e brilham como a luz do sol. Evitem conversar com o Helder, Roberto e o Clóvis, pois você apenas ouvirá argumentos de pessoas que na essência querem serem maiores que você, de preferência humilha-los com palavras.

    Em conversas com estas pessoas vejam os absurdos e a m,aneira que eles “pregam” a palavra de Deus(misericordia),

    Helder disse: “Talvez se você prestasse atenção, não só neste post, mas no que a Bíblia diz, entenderia que não precisamos mais guardar o sábado, que o inferno é eterno e que Jesus considerou puros todos os alimentos.

    A bíblia diz: A lei e ao testemunho, se não falarem desta maneira, jamais verão a alva.” Isaias 8:20

    Helder disse: Do contrário, advirto-o que, perseverando no caminho adventista, realmente o que acharás é o inferno, e não o céu que buscas.

    A bíblia diz: Não julguem os outros, e Deus não julgará vocês. Não condenem os outros, e Deus não condenará vocês. Lucas 6:37
    Portanto, não julguem nada antes da hora devida; esperem até que o Senhor venha. Ele trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações. Nessa ocasião, cada um receberá de Deus a sua aprovação. 1 Coríntios 4:5

    Roberto Vargas disse: Sei apenas que eu sou salvo, pois sei que Ele me chamou. Porém o caráter de alguém pode e deve ser julgado por suas atitudes: os frutos denunciam a árvore.

    A bíblia disse: pois não é aprovado quem a si mesmo se recomenda, mas aquele a quem o Senhor recomenda. 2 Coríntios 10:18

    Roberto Vargas disse: Se bem que em todos os dias Suas obras e Ele mesmo em Seus atributos me maravilhem, santificarei o domingo, o dia do Senhor, em louvor e adoração ao Deus que Se fez Homem, ao Eterno que Se pôs no tempo e por Seu amor e por Seus méritos na cruz fez-me dEle. Sou eternamente Sua posse para Sua glória!

    A bíblia diz: Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo.Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos,mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor ,o teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades.
    Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou. Êxodo 20:8-11

    Existem mais N versos que diz que o sabado do sétimo dia é do Senhor;

    Roberto Vargas disse: “Ao que Deus purificou não consideres comum” (cf At 10).

    A bíblia diz: Atos 10:14 Mas Pedro respondeu: “De modo nenhum, Senhor! Jamais comi algo impuro ou imundo!”(se você continuar lendo não ha registro de que Pedro comeu aqueles animais impuros)
    Enquanto Pedro estava refletindo no significado da visão, os homens enviados por Cornélio descobriram onde era a casa de Simão e chegaram à porta. Atos 10:17
    Enquanto Pedro ainda estava pensando na visão, o Espírito lhe disse: “Simão, três homens estão procurando por você. Atos 10:19
    Quando Pedro ia entrando na casa, Cornélio dirigiu-se a ele e prostrou-se aos seus pés, adorando-o. Atos 10:25
    Prestem atenção no significao da visão:
    Vocês sabem muito bem que é contra a nossa lei um judeu associar-se a um gentio ou mesmo visitá-lo. [b]Mas Deus me mostrou que eu não deveria chamar impuro ou imundo a homem nenhum. [/b]Atos 10:28

    Não deveriámos dar créditos a pessoas que distorcem a palavra de Deus. Acreditar no calvinismo seria se posicionar na mesma linha destes homens que estão distorcendo visivelmente a palavra de Deus.

    Vocês leram acima o Sr Roberto dizendo que santificará o domingo. Depois que o refutei, ele me se condenou, vejam só.

    Roberto disse: “Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada” (Gl 2.16).
    “Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las” (Gl 3.10).

    Clóvis disse: Quanto aos 10 mandamentos, eles não foram abolidos, como não o foi nenhuma parte do Antigo Testamento. O que mudou é que antes a regra era “faze isto e viverás”, agora é “vive, e o farás”.

    Antes de a bíblia dizer, raciocinem o seguinte, de onde ele esta tirando este principio de guardar o domingo? Dos 10 mandamentos modificado. Portanto, como ele me responde agora que guardar os dez mandamentos nos coloca debaixo da maldição? Porque então ele confirmou em guardar o domingo? Compreenderam a contradição? Observação:Textos citados acima pelo Roberto fora de contexto, exegese, hermenêutica…etc.

    A bíblia diz: Anulamos então a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Ao contrário, confirmamos a Lei. Romanos 3:31

    Não pregamos que somos salvos pela obediencia dos 10 mandamentos mas sim pela graça. Obedecemos aos mandamentos de Deus porque o amamos e por muitos outros motivos que descobrimos atrves da leitura da palavra de Deus.

    Meus irmãos de fé, de outras denominações (que tem um carinho muito grande pelo programa Na Mira da Verdade) e Professor Leandro, vamos nos levantar cada vez mais em oração e estudo das sagradas escrituras, o Espírito Santo quer que nos santifiquemos na verdade para que Ele possa nos usar (Ezequiel 36:23), pois o que Deus mais deseja é que voltemos o mais breve para a pátria celestial(Ezequiel 36:08).Não se esqueçam de um principio básico que João quando disse: É necessário que ele cresça e que eu diminua.. João 3:30 ….
    Por experiência própria, quando vocês pregarem a outras pessoas a vossa mensagem deve ter Jesus a frente de suas palavras e que o Espírito Santo encha o coração de quem esta ouvindo(isso é o que encontramos aqui)…pois todos nós sabemos.
    Não creiam em teorias humanas, nós como adventistas temos Ellen White como uma profetisa para os tempos modernos portanto não se encontra eu seus livros teorias ou idéias criadas por ela, o que você encontra são escritos dados por Jesus para todos nós, pois nos ajudam a viver neste mundo que esta e seu fim.

    Meu objetivo neste artigo é o seguinte, não deem credito a pessoas que distorcem a apalvra de Deus.Estudem a biblia com muita oração e compreenderás as maravilhas que nela contém..

    Grande abraço a todos,
    Professor Leandro, estamos orando pelo seu trabalho….

    Walans de Souza



  • Denis Cruz em 15 de novembro de 2009 22:31

    Helder disse:
    [Sobre o resto, vou continuar a postar minha última resposta em partes. No último dia, ficará bem claro quem é que tem ou não conhecimento bíblico de verdade.]

    Prezado Irmão,

    Com todo respeito a vc e aos seus argumentos, creio que esta frase revela uma falta de compreensão da finalidade deste blog e do projeto (televisão, radio, Orkut, etc) Na Mira da Verdade.

    Aqui não se trata de mostrar “QUEM É QUE TEM OU NÃO CONHECIMENTO BÍBLICO DE VERDADE.”

    Não importa ao leitor se é o prof. Leandro ou vc, irmão Helder, que tem o CONHECIMENTO BÍBLICO. Não é uma disputa entre pessoas; não é uma aposta de argumentos humanos; não é um exercício de ego do mantenedor do site (Leandro) e vc, Helder.

    Estamos tratando da PALAVRA DE DEUS e o que ela diz com clareza e singeleza – e isto uma hermenêutica simples revela A VERDADE PLENA ao coração sincero.

    Não há disputa neste site. O que sempre leio por aqui são argumentos com textos bíblicos como fundamento.

    Não me importa quem tem o conhecimento bíblico; me importa o que a bíblia tem a dizer. Para tanto, procuro orar para que Deus sempre permita que meu coração e mente estejam abertos para sua VERDADE.

    Abraços Fraternos



  • MIRELA XAVIER em 16 de novembro de 2009 7:41

    “VENDO JESUS AS MULTIDÕES, SUBIU AO MONTE, E, COMO SE ASSENTASSE, APROXIMANDO-SE OS SEUS DISCIPULOS; E ELE PASSOU A ENSINÁ-LOS, DIZENDO:
    BEM-AVENTURADOS OS HUMILDES DE ESPÍRITO, PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS.
    BEM-AVENTURADOS OS QUE CHORAM, PORQUE SERÃO CONSOLADOS.
    BEM-AVENTURADOS OS MANSOS, PORQUE HERDARÃO A TERRA.
    BEM-AVENTURADOS OS QUE TÊM FOME E SEDE DE JUSTIÇA, PORQUE SERÃO FARTOS.
    BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS, PORQUE ALCANÇARÃO MISEICORDIA.
    BEM-AVENTURADOS OS LIMPOSDE CORAÇÃO, PORQUE VERÃO A DEUS.
    BEM-AEVNTURADOS OS PACIFICADORES, PORQUE SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS.
    BEM-AVENTURADOS O PERSEGUIDOS POR CAUSA DA JUSTIÇA, PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS.
    BEM-AVENTURADOS SOIS QUANDO, POR MINHA CAUSA, VOS INJURIAREM,E VOS PERSEGUIREM, E, MENTINDO, DISSEREM TODO MAL CONTRA VÓS.
    REGOZIJAI-VOS E EXULTAI, PORQUE É GRANDE O VOSSO GALARDÃO NOS CÉUS; POIS ASSIM PERSEGUIRAM AOS PROFETAS QUE VIVERAM ANTES DE VÓS”.
    MATEUS 5: 1-12



  • Antônio José da silva Filho em 20 de novembro de 2009 19:35

    sou Adventista e gostaria de saber se o senhor tem doutorado em teologia? professor Leandro Quadros o que faço para memorizar tantos textos bíblicos como o senhor?
    parabéns pelo programa!!!



    • leandro.quadros em 21 de novembro de 2009 14:53

      Olá, querido Antônio:

      No momento não sou teólogo por formação. Sou bacharel em Comunicação Social (jornalismo) e concluo em março uma pós-graduação na área (jornalismo científico).

      Mas, graças a Deus, a Igreja está me dando a oportunidade de, no ano que vem, começar um mestrado em teologia. Aí poderei me preparar ainda mais para ensinar a Bíblia, o evangelho e para defender a Verdade.

      Vou lhe passar algumas orientações que me ajudam MUITO na memorização:

      1) Ore. Quando aceitei a Jesus, pedi ao Espírito Santo que me ajudasse a lembrar dos textos bíblicos para que pudesse estudar a Bíblia com as pessoas. E Ele me deu o presente!

      2) Estude a Bíblia sistemáticamente. Separe um tempo diário para leitura e meditação, aplicando a Palavra de Deus A SUA VIDA;

      3) Estude-a por temas. Analisar um tema específico (como a graça, por exemplo), faz com que você estude uma sequência temática de versos bíblicos SOBRE O MESMO ASSUNTO e, assim, a memorização será mais fácil;

      4) Sublinhe o que achar importante. Sublinhei a quinta Bíblia e, no próximo ano, comprarei outra e repetirei o mesmo processo enquanto ler. O sublinhar ajuda na memorização porque, ao folhear a Palavra, num dado momento, ficará “curioso” para ver o que sublinhou… E isso fará com que leia novamente o texto.

      Essas são algumas dicas que lhe passo. Nunca fiz curso de memorização, mas, ouvi falar de alguns que são muito bons.

      Um abraço e, peça a Deus com fé (Hebreus 11:6) – para o uso dEle – e o Espírito Santo lhe ajudará.

      Até logo!



  • leandro.quadros em 21 de novembro de 2009 14:56

    Oi, Cássia:

    AGRADEÇO muito por seus conselhos. Pode ter certeza de que eles me ajudarão na resposta aos críticos.

    Sempre que quiser me dar alguma dica se sinta à vontade.

    Deus lhe abençoe ricamente!



  • Clóvis em 23 de novembro de 2009 0:57

    Walans,

    Paz seja contigo.

    O irmão aconselha :

    “Evitem conversar com o Helder, Roberto e o Clóvis, pois você apenas ouvirá argumentos de pessoas que na essência querem serem maiores que você, de preferência humilha-los com palavras”.

    Lamento que tenha essa idéia a meu respeito. Se dei a impressão de que quero ser maior que alguém ou que pretendo humilhar quem quer que seja, peço perdão e lhe asseguro, de coração, que essa não é a minha intenção.

    Por outro lado, seu conselho soa algo como um receio de que se ponderando a posição do outro lado, corra-se o risco de perceber o erro da própria posição. Nunca tive esse medo. Não sou adventista, mas li várias obras adventistas, conversei e debati, ponderando os argumentos utilizados por pessoas como o professor Azenilto, a quem prezo muito, apesar das diferenças e de alguns momentos ríspidos em nossos debates. Conheço relativamente bem a história adventista, bem como as suas doutrinas básicas. Não sei então o porque do medo de conversar comigo. De qualquer forma, respeitarei os que seguirem o seu conselho.

    O irmão cita as minhas palavras “Quanto aos 10 mandamentos, eles não foram abolidos, como não o foi nenhuma parte do Antigo Testamento. O que mudou é que antes a regra era “faze isto e viverás”, agora é “vive, e o farás”” como um exemplo de absurdos que pregamos. Porém, onde está o absurdo?

    Acho que o irmão não me entendeu, pois pergunta “de onde ele esta tirando este principio de guardar o domingo?”, sendo que sequer eu estava tratando do sabath. Pior, o irmão diz “como ele me responde agora que guardar os dez mandamentos nos coloca debaixo da maldição?”. Gostaria que me indicasse onde eu disse que guardar os dez mandamentos coloca a pessoa sob maldição?

    Para que o irmão entenda: o que eu afirmei é que a Lei dizia “faze isso e viverá”, mas que ninguém é capaz de fazer. Mas o evangelho diz “vive e o farás”, ou seja, em Cristo nós cumprimos a lei de Deus. Não entrei em particularidades de doutrinas adventistas, pois o debate em que me envolvi aqui é a respeito da doutrina da predestinação.

    Embora não queira e desaconselhe a que se converse comigo, estou à sua disposição.

    Em Cristo,

    Clóvis



  • Helder Nozima em 23 de novembro de 2009 14:56

    J.Osiris,

    As divisões que existem na IPB não mudam a doutrina da denominação, muito menos o que a Bíblia ensina. Mantenho cada palavra, inclusive a forma de tratar o professor Leandro. Se Jesus é o modelo, não vou me esquecer que ele chamou os fariseus de hipócritas e sepulcros caiados (Mateus 23), nem como o apóstolo Paulo lidou com os hereges de seu tempo. Prefiro lidar biblicamente com o professor, ao invés de seguir a cortesia humana.

    Não vou responder às suas outras perguntas aqui (vou me manter no debate da predestinação), mas tem muita coisa no meu blog: http://reformaecarisma.blogspot.com e até um e-mail, por meio do qual posso responder .



  • Helder Nozima em 23 de novembro de 2009 14:57

    Dênis,

    Entrei no debate não para mostrar que estou certo, mas sim para defender a verdade e alertar sobre os erros do professor. Ele, aliás, por alguma razão, libera os comentários dos outros e enrola a liberar os meus, inclusive com os links onde continuo minha exposição bíblica sobre o assunto.



  • Helder Nozima em 24 de novembro de 2009 12:04

    Leandro, adventistas, arminianos e reformados,

    Postei a sétima parte da resposta ao senhor e confesso que foi o post mais difícil que fiz. Uma palha:

    “Em relação à esposa e filhos, não sou casado, sou noivo. Tenho uma irmã incrédula (não nasci em lar evangélico, meus pais e meu irmão se converteram depois de mim). E não tenho como saber se minha irmã é predestinada ao céu ou não, nem se minha noiva se manterá firme nos caminhos do Senhor até o fim ou se meus filhos serão vasos de honra ou de desonra.”

    Mais, só clicando em http://reformaecarisma.blogspot.com/2009/11/ultima-resposta-leandro-quadros-parte_24.html

    Sugiro que, dessa vez, os reformados também leiam.

    Louvado seja o Senhor em todos os momentos de nossa vida.

    Graça e paz do Senhor,

    Helder Nozima
    Barro nas mãos do Oleiro



    • leandro.quadros em 25 de novembro de 2009 10:55

      Caro pastor Heder e todos os amigos que acessam esse blog:

      Agora que minha esposa está em casa – recuperando-se, graças a Deus – poderei responder biblicamente a todo o seu material. Crieo que hoje (no máximo até amanhã) tudo estará disponível aqui e também no seu blog.

      Até mais,

      Leandro Quadros.



  • Denis Cruz em 25 de novembro de 2009 22:04

    Helder falou:
    [Mantenho cada palavra, inclusive a forma de tratar o professor Leandro. Se Jesus é o modelo, não vou me esquecer que ele chamou os fariseus de hipócritas e sepulcros caiados (Mateus 23), nem como o apóstolo Paulo lidou com os hereges de seu tempo. Prefiro lidar biblicamente com o professor, ao invés de seguir a cortesia humana.]

    Prezado Irmão Helder:

    Espero que, de fato, esteja disposto a discutir ideias, sem afrontar as pessoas que as defende.

    Antes de citar o rigor e a autoridade de Jesus e de Paulo é sempre bom avaliarmos nossos corações e nos questionarmos se estamos no mesmo nível de amor fraterno do nosso Cristo e do apóstolo mencionado.

    É muito fácil dizer que Cristo atuou com autoridade e avocarmos a nós a mesma autoridade. Difícil é amar como ele amou; ser cortes e afável como ele foi e, no meu humilde ver, isto é um prerrequisito para a autoridade de qualquer cristão. É fácil sair dando coice, mas é difícil amar (e não o acuso vc de nada, meu irmão, mas falo por mim, pois meu instinto primeiro é sempre o de revidar, e não o de amar como Cristo amou).

    Por mim, prefiro a cortesia humana, ensinada, também, pelo Filho do Homem.

    Abraço fraterno, de um irmão que discorda de suas idéias, mas as respeita e, se fosse debate-las, eu o faria dentro do contexto de cortesia que o bom debate exige – principalmente entre pessoas que se declaram cristãs.

    Denis Cruz.



  • Wallace em 25 de novembro de 2009 22:44

    O versículo é Efésios 4:1-25 com destaques meus.



  • Johny em 5 de junho de 2010 19:14

    Caro Pastor,

    Devo dizer que não sou adventista e sequer arminiano. Porém, acessei o blog do Senhor Helder Nozima e me surpreendi que ele seja pastor sedizente cristão, utilizando um tom que custo a imaginar Cristo usando. Pois, é impossível alguém conhecer a Deus e não amar (I Jo 4.8); além disso, se alguém diz ama a Deus, mas aborrece a seu irmão é mentiroso (I Jo 4:20).

    Mesmo as respostas aos comentários postados no blog deste “pastor”, transparecem um tom arrogante e impaciente que não condiz com uma pessoa sábia, ainda que secular. É o aveso do que eu depreendo das Sagradas Escrituras, por exemplo que “Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre, pelo seu bom trato, as suas obras em mansidão de sabedoria” (Tiago 3:13).

    Interesante que sendo ele um pastor Presbiteriano, não se encontre a mesma verve e a mesma energia contra, digamos, sociedades secretas, sincretistas e anti-cristãs que infestam determinadas denominações que se dizem cristãs, muitas calvinistas, principalmente a IPB.

    O douto Pr. Helder encontrou uma forma de admitir a adoração a dois senhores, a Cristo e Baal.

    Daí combater com tanta energia os heréticos crentes no livre arbítrio e, no mínimo, tolerar, compartilhar a liturgia, com os adoradores de Baal! Isso assumindo que o próprio não seja um deles.



    • leandro.quadros em 7 de junho de 2010 14:02

      Caro Johny:

      Mui sábio o que escreveu. O Pr. Helder Nozima – além de não refufar nada – não demonstra o amor cristão encontrado na Pessoa de Jesus. E o pior é que ele usa a atitude de Cristo contra os fariseus para “justificar” a forma má educada como se dirige a mim…

      Que Ele leia o texto que você transcreveu: Tiago 3:13.

      Um abraço e que Deus lhe guarde.



  • elmer lima em 17 de junho de 2010 11:12

    O ser humano sempre procura defender seus proprios pontos de vista e a racionaliza-los para a sua propria defesa. Dentro desta racionalização quanto mais a pessoa acha que está “defendendo a vontade de Deus“ mais dura e agressiva passa a ser. Muitas guerras fratricidas e muita morte foi produzida no mundo em nome de Deus. Inumeras foram as “ guerras santas “ que de santas não tiveram nada. Apenas a defesa de pontos de vista pessoal de alguns lideres que levaram os liderados a matarem aqueles que não comungavam com as suas ideias, e que muitas vezes eram considerados hereges . Cristo nunca matou ninguem nem agrediu ninguem na defesa de uma ideia ou da sua propria vida.
    Toda vez que alguem começa uma frase dizendo “ eu não quero lhe ofender mas…“ pode saber que a vontade é realmente ofender.

    Dizer que “vou lhe tratar como Cristo tratou“ e passar a agredir ou desmoralizar ou ofender, é racionalizar um comportamento intolerante humano, como se fosse uma caracteristica divina demonstrada por Cristo. A pretensa agressividade de Cristo no Templo não é e nem nunca foi uma justificativa para agressividade de nossa parte. Cristo sabia o que havia no CORAÇÃO daquelas pessoas, e agiu naquele momento norteado por isto. Ser humano nenhum pode ler o coração de quem quer que seja, portanto não pode julgar o seu semelhante pois não pode ler o seu coração.
    Cristo não era intolerante com os que dEle discordavam . Muito pelo contrario, tinha paciencia, orava e perdoou os que O mataram , no MOMENTO em que estava sendo morto.
    Mostrar “SANTA “ indignação, agressividade, intolerancia, ofender, etc em nome de Deus, não passa de subterfugios diabolicos para racionalizar um comportamento anti cristão. Essas pessoas se tivessem poderes, com certeza estariam levando a fogueira e aos leões todos os que deles discordam. Falta humildade, amor e verdaderia compreensão do que é ser cristão.
    Pessoas assim, ao se verem incapazes de convencer pela força da argumentação passam para a argumentação da força, justificando para si , estarem agindo em defesa de Deus , e fazendo o que Deus faria em seu lugar. È uma pena que não consigam entender que estão enganando somente a si proprias na defesa unica e exclusiva de seu orgulho pessoal.



    • leandro.quadros em 17 de junho de 2010 15:10

      Excelente comentário, Elmer. Muita sabedoria em suas palavras!

      Fique com Deus.



  • walter em 27 de janeiro de 2011 5:00

    jesus veio para todos que creem nele pela graça sois salvos resumindo joao10;10b



  • Bruno em 16 de maio de 2013 21:39

    Olá. Meu nome é Bruno. Saudações a todos os irmãos. Os adeptos da predestinação descartam vários textos bíblicos afirmando que não fazem parte da dispensação que nós estamos que dizem eles ser a sétima. Alguém poderia esclarecer esse ponto da dispensação ???