Clique aqui e Saiba mais
doe agora TV TV
INÉDITO:
  • SEG21:00
REPRISES:
  • DOM04:00
  • TER07:30
  • QUI09:00
  • SAB17:00

“O que entra pela boca não contamina o homem”? – Mateus 15:11 e Marcos 7:15


Com muito prazer que estou escrevendo este email para vocês. Sou de Iacanga – SP. Estamos estudando sobre a religião Adventista do Sétimo dia e gostaria de obter uma resposta.

Há pouco o Prof. Leandro respondeu a respeito da carne de porco… É que Deus fala na Bíblia que o que é imundo não é que entra da boca para dentro, mas sim que sai da boca do homem…

Espero ter uma resposta sobre isso. Um abraço e tchau… E.M., por e-mail.

Sua pergunta foi recebida com muito carinho pelo programa “Na Mira da Verdade”. Parabéns por sua disposição em estudar sobre os Adventistas diretamente conosco, amiga. Deus recompensará sua sinceridade!

Vamos a sua dúvida:

“Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem.” Mateus 15:11.

“Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai do homem é o que o contamina.” Marcos 7:15.

Nestes versos Jesus não está dando a permissão para usarmos todos os tipos de alimentos. Pegue sua Bíblia e analise comigo o seguinte texto: “Então, lhe disse Pedro: Explica-nos a parábola. Jesus, porém, disse: Também vós não entendeis ainda?” Mateus 15:15-16 (Grifo meu). Após análise do contexto em que Jesus proferiu esta declaração, alguns fatos se tornam claros:

Primeiro: Isto que Jesus contou é uma parábola. Sabemos que este tipo de narração não deve ser considerado uma doutrina, pois, uma história fictícia é utilizada apenas para ilustrar a fim de se transmitir uma lição moral e/ou espiritual;

Segundo: Cristo não poderia estar falando dos alimentos considerados imundos, sendo que eram judeus quem estavam presentes. De modo algum haveria na mesa deles algum tipo de carne imunda para o Salvador estivesse tratando do assunto;

Terceiro: Jesus tinha outro propósito ao mencionar esta parábola: “Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina”. Mateus 15:18-20.

Perceba: os fariseus diziam que, se uma pessoa comesse sem lavar as mãos (ritual de purificação), iria ser contaminada (Marcos 7: 1-4)

E o objetivo de Jesus era ensinar que a “fonte” das más ações praticadas pelo ser humano se acha no “interior”, não no “exterior”. Não há proveito apenas quando o exterior é purificado, como faziam os fariseus. (Ver Mateus 23:26)

Portanto, ao Jesus dizer: “não é o que entra pela boca que contamina ao homem, mas o que sai da boca…” , Ele está se referindo ao ato de lavar as mãos como ritual de purificação. Simplesmente está afirmando: “Não é o ato de não lavar as mãos antes das refeições que irá contaminar o homem, mas as palavras más que saem da sua boca”.

Esse é o contexto da declaração do Salvador.

Conte comigo sempre,

Leandro Quadros
Jornalista


Você está em : Textos difíceis
Compartilhe:


Comente



  • leandro.quadros em 2 de julho de 2009 21:05

    Amigo André Formento,

    Em breve responderei a todos os textos que citou. Um deles (Mateus 15:11) já contextualizei no blog.

    Todavia, farei um artigo no qual explicarei todos os versos que enviou para lhe ajudar a perceber que as leis dietéticas de Deus JAMAIS poderiam ser apenas para o povo judeu (afinal, o corpo de todos os seres humanos é o “templo do Espírito Santo” – 1 Coríntios 6:19, 20). Como mencionei num dos progamas, “Jesus morreu na cruz para salvar pecadores e não para purificar porcos”.Caso demore em postar no blog respostas ao textos que citou se sinta à vontade para me relembrar – ok? No momento estou com cerca de 150 internautas para atender.

    Um abraço e obrigado pela compreensão!



    • Joel em 7 de março de 2011 7:06

      Bom dia profeessor L eandro e Tito,eu sou Adventista do setimo dia e nao me arrependo de tomar esta decisao,(tenho 16 anos,vivo em Angola,provincia de Luanda).mas estou com muitos problemas no que diz respeito a interpretacao de alguns textos,porfavor professor preciso muito da sua ajuda,nao sei como entrar em contacto com o professor,se o professor ler a minha menssagem porfavor me contacte pelo meu imail( josepzua16@hotmail.com)muito obrigado pela atencao,Fiquem com DEUS.



  • leandro.quadros em 8 de setembro de 2009 15:08

    Oi, Cássia!

    Pode deixar que, nesta semana, postarei respostas a todos os textos que solicitou.

    Um abraço e obrigado por acompanhar o “Na Mira da Verdade”!



  • Naira Duarte em 30 de setembro de 2009 15:34

    Caros Tito e Leandro, fico super feliz em acompanhar este programa maravilhoso e que tanto bem nos tem feito: a mim e minha família! Quero parabenizá-los com todo o meu carinho que merecem por tão bem elucidar dúvidas que atormentam os cristãos! Especialmente minhas!! So tenho uma dúvida: Porque o prof. Leandro fica tão longe de Tito? Dentro de uma tv velha? Ele deveria ficar numa bancada ou poltrona ao lado do Tito!! Ou pelo menos, numa tela LCD bem maior!!!
    Gosto muito de voces! Que Deus abençoe voces!



  • vania rodrigues em 21 de outubro de 2009 7:44

    BOM DIA PROFESSOR LEANDRO QUADROS E TITO, PARABÉNS MAIS UMA VEZ PELO PROGRAMA. GOSTARIA DE UMA AJUDA QUERIA MUITO TER ACESSO AO CONTEÚDO DO PROGRAMA EXIBIDO NO DIA 07/10, PORÉM NÃO CONSIGO ENCONTRÁ-LO AQUI NO BLOG. TEM COMO VCS ME AJUDAREM? AGRADEÇO.



  • CARLOS ALBERTO DA ILVA BISPO em 30 de abril de 2011 11:38

    Quero acrescentar humildemente apenas que Jesus estava dizendo que se porventura, uma bacteria fosse ingerida ( e bacteria faz mal ) isso não levaria ninguem a ser promiscuo, adultero, ladrão, mentiroso por caua disso. Assim como se voce comer rato, cobra, urubu, não vai contaminar a sua mente. Ninguem começa a adulterar por comer camarão, cachorro, piriquito ou papagaio, tambem não se torna homicida, o corrupto por isso. Os alimentos não lhe traraõ um carater que voce não tem, não te contamina do ponto de vista do carater. MAS CONTAMINA SUA CARNE SIM, OU VOCE VAI NEGAR QUE BACTERIA CONTAMINA O SEU CORPO? VAI NEGAR QUE CARNE ESTRAGADA CONTAMINA SEU INTESTINO? Jesus não estava falando de contaminação fisica e sim espiritual. Nada que voce coma vai lhe transformar em um mau carater, era isso que ele estava dizendo, mas que vai tornar voce doente isso vai, se duvidas beba um copo de veneno para ver se simplesmente vai para lugar escuso? PARABENS PROFESSOR LENDRO QUADROS! GOSTO MUITO DE SEUS COMENTARIOS.



  • Pr. Rinaldo em 26 de junho de 2012 21:10

    Graça e Paz.
    Se Jesus falava somente do que é limpo, então por que Marcos 7:19 diz: “Entra pela boca, desce para o ventre e lançado fora ficando pura todas as comidas”?
    Ora, só pode ser purificado o que antes era impuro! Logo, se o que entrou era puro não ha nada a ser purificado ao ser lançado fora! Se ao ser lançado fora houve purificação, só pode estar falando de algo que entrou impuro e saiu limpo. Caso contrário não há nada a ser purificado. Purificar o limpo? Ilógico. Seria o mesmo que dizer: Molhou o molhado!
    Os discípulos não praticavam o netilat yadaim, prova tanto, esta foi a razão da acusação dos delegados do sinédrio, os discípulos entendiam que comer dos limpos com as mãos por lavar não contamina o homem. Logo, se Jesus falava somente do comer dos limpos com as mãos por lavar, por que os discipulos ficaram sem entender, visto que eles entendiam que comer dos limpos com as mãos por lavar não contaminava o homem?

    Nota: Sou teólogo, professor de teologia e pratico Levitíco 11. Tenho outra interpretação acerca desse texto ambíguo, o qual difere do seu modo de defender a Dieta Bíblica. O maneira que interpreto sustenta Levítico 11 como norma neotestamentária, porém tenho outra hermenêutica. Inclusive estou escrevendo um livro sobre Levítico 11.
    Gostaria que o senhor respondesse as perguntas que fiz ao senhor. Volto a dizer pratico como o senhor Levítico 11.



  • Pr. Rinaldo em 26 de junho de 2012 21:41

    Prezado professor Leandro, já faz uns 40 minutos que estou navegando em seu bom site. Parabéns pelo belo trabalho. Comungo com o senhor em Levítico 11 e na guarda do sábado. – sugestão à produção –
    Parabéns!



    • Ana Carolina em 27 de junho de 2012 15:43

      Olá Pr. Rinaldo,
      Obrigada por suas palavras e sua sugestão, que já foi repassa da ao professor Leandro Quadros. Obrigada por nos ajudar a fazer um programa melhor a cada dia! Que Deus te abençoe!



  • sr.patrick em 6 de novembro de 2012 8:00

    sou adv e adorei a parte em que ele diz que jesus veio para salvar pecadores e não purificar porcos sábias palavras pr.leandro quadros rsrsr vc é muito ungido



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de novembro de 2012 17:11

      Estimado amigo Patrick!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado pelo seu carinho e confiança em nosso ministério.
      Que possamos a cada dia crescer na graça e conhecimento de nosso Senhor Jesus (2 Pedro 3:18).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na mira.



  • Brenda em 6 de fevereiro de 2013 21:48

    Olá professor Leandro, gostaria que comentasse a respeito de certas carnes, se elas são impuras ou não. Tenho dúvidas quanto a carne de pato, marreco… Desde já agradeço.



    • Maiara Costa - Equipe em 8 de abril de 2013 15:53

      Olá Brenda!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Agora disponibilizo à você um estudo feito pelo pastor Orlando Mario Ritter.
      É LÍCITO COMER PATO, GANSO e MARRECO?

      O versículo Levítico 11:18, no texto original, em hebraico, é o seguinte:

      Veet hatineshemet veet haqaat veet haracham.

      O referido versículo é traduzido, nas diversas traduções, da seguinte maneira:

      Na tradução de João Ferreira de Almeida revista e corrigida consta assim:

      E a gralha, e o cisne, e o pelicano.

      Na tradução de João Ferreira de Almeida revista e atualizada consta assim:

      A gralha, o pelicano, o abutre.

      Na tradução de João Ferreira de Almeida Edição Contemporânea consta assim:

      A gralha, o pelicano, o abutre.

      Na tradução Nova Versão Internacional consta assim:

      A coruja branca, a coruja do deserto, o abutre.

      Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje consta assim:

      Gralhas, pelicanos, abutres.

      Na tradução do Rabino Meir Matzliah Melamed consta assim: O vampiro, o pelicano e o porfirão.

      Na tradução da Alfalit Brasil consta assim: A coruja, o pelicano, o abutre.

      Na Bíblia de Jerusalém consta assim: O grão-duque, o pelicano, o abutre branco.

      Na Bíblia Sagrada Edição Pastoral, da Editora Paulus, consta assim:

      O grão-duque, o pelicano, o abutre branco.

      Na Tradução Brasileira, da American Bible Society, consta assim:

      O porphyrião, o pelicano e o abutre.

      Na Septuaginta (uma versão grega antiga) consta assim:

      Kai porphyriona kai pelekana kai kyknon.

      Traduzindo da Septuaginta para o Português, fica assim:
      E o porfirião, e o pelicano e o cisne.

      Na Vulgata (uma versão latina antiga) consta assim:

      cycnum et onocrotalum et porphirionem.

      Traduzindo da Vulgata para o Português fica assim:

      O cisne e o pelicano e o porfirião.

      Portanto, vemos que somente na versão de João Ferreira de Almeida revista e corrigida e na Septuaginta e na Vulgata é que consta que o Cisne seria uma das aves que Deus mandou que não comamos.

      Assim sendo, por via das dúvidas, não comamos o Cisne.
      Mas o pato e o ganso e o marreco não constam entre as aves que Deus mandou que não comamos, em nenhuma das traduções da Bíblia.

      Portanto, é lícito comer pato, ganso e marreco.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equip do Na Mira.



  • Brenda em 12 de abril de 2013 20:17

    Obrigada pelos esclarecimentos.
    Abraço!



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de abril de 2013 18:17

      Olá amiga Brenda!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Disponha e conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • elen em 5 de fevereiro de 2014 19:58

    Paraben jornalista leandro quadros vc tem um dom de Deus…



  • Willias em 23 de abril de 2014 2:11

    Leandro vc está equivocado quanto sua resposta; jesus estava se referindo literalmente a comida sim, desculpe-me, mas vc está querendo omitir uma verdade clara. A questão era que os discípulos de Jesus estavam comendo sem lavar as mão, (quebrando as tradições)(Marcos 7:2,3). E também Jesus deixou bem claro neste versículo:( Marcos 7:19b)…, mas sim para o estomago, e depois sai para fora do corpo? E, AO DIZER ISTO, ELE ESTAVA DECLARANDO PURA TODAS AS COMIDAS. O que vc mim explica desta parte: …estava declarando PURA TODAS AS COMIDAS….



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de abril de 2014 16:38

      Olá Willias!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Vamos rever o texto:

      “Os fariseus e alguns dos mestres da lei, vindos de Jerusalém, reuniram-se a Jesus e os fariseus e alguns dos mestres da lei, vindos de Jerusalém, reuniram-se a Jesus e viram alguns dos seus discípulos comerem com as mãos impuras, isto é, por lavar. (Os fariseus e todos os judeus não comem sem lavar as mãos cerimonialmente, apegando-se, assim, à tradição dos líderes religiosos”. Marcos 7:1-3

      Tanto em Mateus 15:1:20 como em Marcos 7:1-23 a questão discutida ali não é sobre alimentos puros e impuros, pois esse problema os judeus não tinham, afinal não se alimentavam de animais impuros, a questão ali era que os escribas e fariseus questionavam Jesus porque os seus discípulos comiam sem lavar as mãos (esse lavar as mãos não era por higiene, mas um ritual de purificação) querendo dizer que os discípulos estavam assim dessa forma impuros e nesse contexto Jesus explica que o que deixa o homem impuro (no sentido de indigno, pecador) não é o comer sem lavar as mãos, mas sim as coisas que saem da mente (coração) do homem que o torna um pecador (Marcos 7:20-23, Mateus 15:18,19).
      O texto em nenhum momento deixa brecha para a questão de alimentação, pois não era esse o assunto discutido ali. Os membros do Sinédrio acusam os discípulos de estarem impuros cerimonialmente por não terem participado daquele ritual, daquela tradição e Cristo fortemente os repreendeu por isso.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Dêivide em 12 de junho de 2014 18:58

    Tem um versículo em marcos 7: 19 que ele fala ficando puras, todas as comidas?. Sera então que todas agora já são puras??



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de junho de 2014 13:59

      Olá Dêivide!
      Obrigado por seu contato.

      Bem amigo a primeira coisa que precisamos entender quando estudamos a bíblia é não tirar o texto do contexto. Tanto em Mateus 15:1:20 como em Marcos 7:1-23 a questão discutida ali não é sobre alimentos puros e impuros, pois esse problema os judeus não tinham, afinal não se alimentavam de animais impuros, a questão ali era que os escribas e fariseus questionavam Jesus porque os seus discípulos comiam sem lavar as mãos (esse lavar as mãos não era por higiene, mas um ritual de purificação) querendo dizer que os discípulos estavam assim dessa forma impuros e nesse contexto Jesus explica que o que deixa o homem impuro (no sentido de indigno, pecador) não é o comer sem lavar as mãos, mas sim as coisas que saem da mente (coração) do homem que o torna um pecador (Marcos 7:20-23, Mateus 15:18,19).
      O texto em nenhum momento deixa brecha para a questão de alimentação, pois não era esse o assunto discutido ali.

      Que Deus o abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Ermilton em 5 de agosto de 2014 16:04

    “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (1Co 10.31).



  • raiany em 31 de maio de 2015 12:35

    Desculpa esfarrapada isso sim. O que esta escrito em Mc é muito claro. Mc 7,14-23 leia a parte : “E ASSIM CONSIDEROU ELE PURO TODOS OS ALIMETOS.
    Todos inclui todos mesmo,nao somente o que estava em cima da mesa!



    • Maiara Costa - Equipe em 18 de junho de 2015 10:57

      Olá Raiany!

      Tanto em Mateus 15:1:20 como em Marcos 7:1-23 a questão discutida não é sobre alimentos puros e impuros, pois esse problema os judeus não tinham, afinal não se alimentavam de animais impuros, a questão ali era que os escribas e fariseus questionavam Jesus porque os seus discípulos comiam sem lavar as mãos (esse lavar as mãos não era por higiene, mas um ritual de purificação) querendo dizer que os discípulos estavam assim dessa forma impuros e nesse contexto Jesus explica que o que deixa o homem impuro (no sentido de indigno, pecador) não é o comer sem lavar as mãos, mas sim as coisas que saem da mente (coração) do homem que o torna um pecador (Marcos 7:20-23, Mateus 15:18,19).
      O texto em nenhum momento deixa brecha para a questão de alimentação, pois não era esse o assunto discutido ali.

      Um forte abraço.



  • m em 30 de agosto de 2015 1:27

    Não concordo com tua afirmação de que Jesus esteja falando apenas do lavar das mãoes e nao dos alimentos no artigo: “O que entra pela boca não contamina o homem”? – Mateus 15:11 e Marcos 7:15. Logo em seguida, em Marcos 7.19, conclui: “Com isso Jesus quis dizer que todos os tipos de alimentos pode ser comidos”. Fala sobre alimentos sim, e não sobre o lavar das mãos apenas.



    • Maiara Costa - Equipe em 22 de setembro de 2015 18:35

      Olá Mateus!
      Muito obrigado por seu comentário.

      Avalie todo o contexto e não apenas um verso em isolado!

      A primeira coisa que precisamos entender quando estudamos a Bíblia é não tirar o texto do contexto. Tanto em Mateus 15:1:20 como em Marcos 7:1-23 a questão discutida não é sobre alimentos puros e impuros, pois esse problema os judeus não tinham, afinal não se alimentavam de animais impuros, a questão ali era que os escribas e fariseus questionavam Jesus porquê os seus discípulos comiam sem lavar as mãos (esse lavar as mãos não era por higiene, mas um ritual de purificação) querendo dizer que os discípulos estavam assim dessa forma impuros e nesse contexto Jesus explica que o que deixa o homem impuro (no sentido de indigno, pecador) não é o comer sem lavar as mãos, mas sim as coisas que saem da mente (coração) do homem que o torna um pecador (Marcos 7:20-23, Mateus 15:18,19).
      O texto em nenhum momento deixa brecha para a questão de alimentação, pois não era esse o assunto discutido ali.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • achiles28@gmail.com em 13 de fevereiro de 2017 20:15

    No entanto, no memento do dizer, Cristo se rederia a mãos sujas, ou seja, pode se dizer que ele se referia a tudo, porem, as interpretações é que são muitas.



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de fevereiro de 2017 14:17

      Olá amigo (a)!
      Obrigado por seu contato.

      O que Jesus estava querendo ensinar nessa ocasião é que o que torna o ser humano impuro, não é o que está fora, mas sim aquilo que está dentro do seu coração.
      Obviamente, como o público ali era judeu, Ele não estava se referindo a alimentos impuros, mas estava mostrando uma realidade muito maior. Pecado não é meramente atos, mas sim uma condição, um estado que precisamos ser diariamente libertos.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • emerson vagner em 31 de março de 2017 2:37

    eu concordo com os posicionamentos colocados, tanto pelo autor da pergunta quanto pelos que brilhantemente responderam sobre a questão da carne especificamente, porém, queria estender a pergunta a outra duvida ainda mais intrigante que a da carne de porco: a questão do álcool ou substâncias entorpecentes diversas, especialmente a maconha que é criação direta de deus e que comprovadamente em nós humanos existem receptores químicos específico para essa substância em particular.me pergunto, essa citação se refere também a essas substâncias e a atitude que teremos mediante seu uso, sendo positiva ou negativa?



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de abril de 2017 14:38

      Olá Emerson!
      Muito obrigado por seu contato.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Devemos nos lembrar que quando Deus criou o mundo no princípio, tudo era perfeito (Gênesis 1:31), algo que não o é mais hoje e nós sabemos muito bem os malefícios que traz o uso da maconha e de outros entorpecentes.

      Deixo um texto para reflexão:

      “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”. 1 Coríntios 10:31

      Um forte abraço.



  • Silvete Carvalho em 6 de abril de 2017 11:45

    Muito bom.



  • BazzoFX em 13 de abril de 2017 6:24

    Eu imagino, e interpreto essa frase como se fosse, nao e aquilo que voce deichar entrar na sua vida, isso seija de ma influencia, mals pensamentos, mais sim oque voce poe para fora que contamina a humanidade.



  • Paulo Roberto Solano em 15 de abril de 2017 20:39

    Excelente explicação. É definitiva e esclarecedora. Não sou adventista mas admiro seu trabalho.