INÉDITO:
  • SEG22:00
REPRISES:
  • DOM10:00
  • SEG04:30
  • TER02:30
  • TER13:00
  • QUI00:30
  • SAB04:00
  • SAB19:00

Maria na Bíblia


Maria na Bíblia

Recebi por e-mail, de uma amiga telespectadora, essa charge católica em que Maria supostamente se defende dos argumentos protestantes contra sua veneração. Na referida charge, irmãos católicos argumentam que a Bíblia faz referências à Maria e que, portanto, há motivos bíblicos para reverenciá-la.

Porém, a questão não é se ela está ou não na Bíblia, mas se Maria é mencionada nas Escrituras como sendo digna de ser venerada.

Partindo da pergunta correta (“Maria é mencionada como sendo objeto de veneração?), percebemos que realmente ela é citada na Palavra de Deus, porém, os textos que a mencionam deixam claro que, mesmo sendo uma pessoa especial por ter sido escolhida divinamente para abrigar no ventre a Segunda Pessoa da Divindade, ela não é objeto de culto. Afinal, a mãe de Jesus não possui função de interceder pelos pecadores (veja-se 1 Timóteo 2:5). A Bíblia também nos mostra que Maria não foi para o Céu com Ele por ocasião da ascensão do Salvador. Vejamos:

“Eles sempre se reuniam todos juntos para orar com as mulheres, a mãe de Jesus e os irmãos dele” (Atos 1:14, Nova Tradução na Linguagem de Hoje).

Perceba que o costume de Maria em reunir-se para orar com os demais seguidores de Cristo se perpetuou depois da ascensão dEle, mencionada em Atos 1:9-11 (alguns versos antes). Por isso, esse versículo (Atos 1:14), utilizado pelos católicos na referida ilustração para justificar a veneração a Maria, é um “tiro no próprio pé”. Afinal, Atos 1:14 não dá margens para crermos na ascensão de Maria.

 

Em relação aos demais textos utilizados, uma simples leitura destes versículos revela que eles foram descontextualizados para dizerem aquilo que o catolicismo quer que eles digam. Todavia, devemos permitir que a Bíblia fale por si mesma, segundo os próprios critérios interpretativos dela, de maneira independente de nossas crenças e pressupostos religiosos.

Analisarei com você brevemente o que cada texto usado na charge realmente diz sobre Maria:

Lucas 2:41-52 – Obviamente, ao mencionar esse trecho do evangelho de Lucas, os irmãos católicos corretamente alegam que Jesus foi submisso à Maria. Porém, precisamos atentar para o tipo de submissão que Ele tinha para com ela. Uma simples leitura revela que não era uma submissão hierárquica, como se ela fosse objeto de veneração, mas, uma submissão de filho para com a mãe.

Além disso, o próprio texto afirma, na Nova Versão Internacional, que Jesus não era obediente apenas à Maria, mas, também a seu pai (humano), José. Se a submissão de Jesus a Maria indicasse que ela possui alguma hierarquia entre as pessoas da divindade, o mesmo significaria em relação a José, pois, Jesus era submisso e obediente também a ele. Com isso, arrumaríamos “argumentos” até mesmo para a veneração do pai humano de Jesus.

Caso a submissão de Cristo a Maria fosse algo tão sério como alega o catolicismo, a ponto de torná-la intercessora da humanidade, Jesus não teria, respeitosamente, pedido a Sua mãe para não se intrometer em assuntos que eram apenas da alçada dEle:

“Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não têm mais vinho. Mas Jesus lhe disse: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.” (Jo 2:3-4)

O termo “mulher” empregado por Jesus, na cultura da época, era uma forma de chamar a mãe de “madame”, diríamos assim. Por isso, a alegação de desrespeito à Maria por parte de alguns protestantes é insustentável.

Também é importante destacar que em Lucas 1 (outro capítulo mal-interpretado pela charge católica), Maria, “bendita entre as mulheres” (Lc 1:42) por ter sido escolhida para ser a mãe do Salvador, reconhece a si mesma como uma pecadora: “e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.

Dessa maneira, o papel de intercessão atribuído a ela, além de contradizer abertamente a 1 Timóteo 2:5, é algo totalmente contrário ao que ela mesma pensava a respeito de si. Não tenho dúvidas de que após a volta de Cristo, quando os filhos de Deus de todas as épocas estiverem reunidos, Maria ficará muito chateada por terem lhe dado funções que ela nunca sonhou para si, contradizendo assim tudo aquilo que ela aprendeu na cultura hebraica sobre a adoração ou veneração ao único Deus de Israel (cf. Dt 6:4).

Em João 2:5 encontramos o que podemos chamar de “o mandamento de Maria”. Nesse verso ela recomenda que as pessoas façam tudo o que Ele – Jesus – disser. Não incentivou em momento algum a obedecê-la, nem mesmo sugeriu que ela fosse a “intercessora” da humanidade diante Cristo. Seria importante que os irmãos e teólogos católicos deixassem Maria falar por si, ao invés de colocarem palavras em sua boca.

João 19:26, 27 –  Bem diferente do que alega a referida charge, nesse texto Jesus não entrega Maria para ser mãe da humanidade, mas, para ser cuidada pelo “discípulo a quem ele amava”. No próprio verso 27 fica claro esse propósito do Salvador: “… Daquela hora em diante, o discípulo a recebeu em sua família” (Nova Versão Internacional). Veja que o verso sequer insinua que João entendeu que Maria deveria ser recebida como “Mãe da humanidade”. Apenas como membro da família do apóstolo. Isso possivelmente porque Jesus era filho único de Maria e, seus irmãos (cf. Lc 8:19-21; Mt 12:46-50; Mc 3:31-35), filhos apenas de José de um primeiro casamento.

Apocalipse 12:1[1] – Estudiosos católicos alegam que essa passagem se refere à ascensão de Maria e que, portanto, Apocalipse 12 a qualifica como a “Rainha do Céu”. Porém, “essa linha de interpretação falha em não reconhecer a natureza simbólica do livro do Apocalipse”[2].

Quando analisamos todo o capítulo, vemos que João não tinha em mente a mãe de Jesus quando mencionou a “mulher vestida de Sol”. Especialmente os versos 5 e 6 são fundamentais para a correta compreensão do pensamento do apóstolo.

O verso 5 diz: “Ela deu à luz um filho, um homem, que governará todas as nações com cetro de ferro. Seu filho foi arrebatado para junto de Deus e de seu trono”.

Qualquer leitor pode compreender que não foi Maria a pessoa a ser arrebata, mais sim o “filho”: Jesus Cristo. Não é correto ler o texto e dar a ele o próprio ponto de vista para defender que Maria é a “Rainha do Céu”. Quem foi arrebatado ao trono e se tornou o “Rei do Céu” foi Jesus, não ela. E não poderia ser diferente porque “… abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (At 4:12).

Além disso, a Bíblia é clara em afirmar que apenas Jesus se encontra à destra do Pai: “O Filho brilha com o brilho da glória de Deus e é a perfeita semelhança do próprio Deus. Ele sustenta o Universo com a sua palavra poderosa. E, depois de ter purificado os seres humanos dos seus pecados, sentou-se no céu, do lado direito de Deus, o Todo-Poderoso.” (Hebreus 1:3, Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Por sua vez, o verso 6 nos impede de aceitar que a nobre mãe de Jesus faça parte dessa profecia do livro do Apocalipse. Leiamos: “a mulher fugiu para o deserto, para um lugar que lhe havia sido preparado por Deus, para que ali a sustentassem durante mil duzentos e sessenta dias”.

Estudiosos que interpretam as profecias utilizando o princípio dia-ano (cf. Nm 14:34; Ez 4:5, 6) compreendem que os 1260 dias de Apocalipse 12:6 se referem a 1260 anos de perseguição contra a igreja – a mulher (esse texto é paralelo a Daniel 7:25). Em profecia, “mulher” representa o povo de Deus ao longo da história (ver Mq 4:9-5:4; Is 9:6; 7:14; 26:17; 66:7-8).

Por isso, a “mulher” se refere primeiramente a Israel que deu a luz o Messias, trazendo-o para todos nós (cf. Rm 9). Refere-se também à Igreja, que prosseguiu na missão de levar o Messias ao mundo. Logo, a “mulher” representa o povo de Deus em suas duas fases: Israel e Igreja (veja os textos de 2Co 11:2 e Ef 5:25-32, onde “mulher” representa a igreja no Novo Testamento).[3]

Portanto, os 1260 anos de perseguição no período medieval contra a igreja cristã, que foi de 538 a 1798 d.C, é o evento histórico para o qual João apontava. Maria não viveu tudo isso e, portanto, jamais poderia estar sendo mencionada nessa profecia! Apocalipse 12 é uma profecia escatológica, ou seja: se refere aos últimos acontecimentos e se encontra num período histórico bem posterior à Maria, mãe de Jesus.

Há outro aspecto que devemos considerar: a mulher de Apocalipse 12 é mencionada novamente em Apocalipse 17 como sendo a “grande prostituta”. Isso jamais poderia se referir à Maria. As mulheres de Apocalipse 12 e 17 representam a mesma igreja em duas fases: de pureza doutrinária (mulher vestida de Sol) e de apostasia (prostituta e embriagada com o sangue dos mártires, mortos na Idade Média. Veja-se Apocalipse 12:6).

Se em Apocalipse 12 a “mulher vestida de Sol” representasse Maria, obrigatoriamente, por questões exegéticas (de interpretação) ela deveria ser representada pela “grande prostituta” de Apocalipse 17. Isso seria uma aberração, uma heresia e uma afronta à tão nobre mulher[4] que nem está presente entre nós para poder se defender.

Considerações finais

Veja o perigo de tirar um texto de seu contexto, como o fez o autor dessa charge católica. Ele cria problemas interpretativos muito sérios, que comprometem a fé até mesmo dos sinceros e devotos irmãos católicos apostólicos romanos.

O “Está Escrito” e o “Assim Diz o Senhor” nunca devem ser colocados em uma posição de inferioridade em relação ao “Assim Diz a Igreja”. A Bíblia não deve ser interpretada à luz da Igreja e sim a Igreja deve formular suas doutrinas tendo como base as Escrituras.

A Igreja Católica Apostólica Romana necessita, com urgência, apoiar a própria teologia na Palavra de Deus, ao invés de se apoiar na Tradição eclesiástica (leia Mt 15:3, 9). Fazer o contrário (interpretar a Bíblia segundo a Tradição) é trazer sobre si e aos membros da referida denominação sérios prejuízos espirituais, que terão consequências eternas.

Que todos nós, protestantes ou católicos, sejamos como os crentes de Beréia na maneira de avaliamos os ensinos religiosos que nos são transmitidos no púlpito ou na missa:

“Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo” (At 17:11, Nova Versão Internacional).

 

 

Fb.com/namiradaverdade.nt

Fb.com/leandroquadrosnt

www.leandroquadros.com.br/livros

 


[1] Para uma análise mais ampla de Apocalipse 12, bem como dos detalhes da visão e as conexões que há entre Apocalipse 12 e Gênesis 3:15, mostrando que João inspira sua visão primeiramente na primeira luta entre o bem e o mal ocorrida no Éden entre Eva e Satanás, veja-se Rodrigo P. Silva em “Comentário Gramático Histórico do Apocalipse” (Engenheiro Coelho, SP: Faculdade Adventista de Teologia, 2013), p. 146 e 147. Ver também Ranko Stefanovic, Revelation of Jesus Christ: Commentary on the Book of Revelation (Berrien Springs, MI: Andrews University Press, 2009), p. 373-406.

[2] Stefanovic, Commentary on the Book of Revelation…, p. 386.

[3] Rodrigo P. Silva, “Comentário Gramático Histórico do Apocalipse”. (Engenheiro Coelho, SP: Faculdade Adventista de Teologia, 2013), p. 146. Anotações para acompanhamento de classes.

[4] Uma resposta à alegação católica de que Maria foi virgem por toda sua vida poderá ser encontrada no livro Na Mira da Verdade, vol. 2, págs. 74-76. Para maiores informações acesse www.leandroquadros.com.br/livros


Você está em : Debates, Heresias
Compartilhe:


Comente



  • Valdeci Fernandes de Lima em 6 de março de 2014 19:05

    vc é uma besta, e sua mãe não sabe



    • leandroquadros em 6 de março de 2014 19:51

      Prezado Valdeci: seu palavreado não é digno de um cristão, e não faz parte do vocabulário da grande maioria dos educadíssimos irmãos católicos. Deixo um texto bíblico para sua reflexão, para que mude seu temperamento com a ajuda de Deus. Isso lhe trará mais saúde emocional:

      “O servo do Senhor não deve andar brigando, mas deve tratar todos com educação. Deve ser um mestre bom e paciente, que corrige com delicadeza aqueles que são contra ele. Pois pode ser que Deus dê a eles a oportunidade de se arrependerem e de virem a conhecer a verdade. E assim voltarão ao seu perfeito juízo e escaparão da armadilha do Diabo, que os prendeu para fazerem o que ele quer” (2 Timóteo 2:24-26, Nova Tradução Na Linguagem de Hoje).

      Que você seja esse tipo de servo de Deus: educado, paciente com aqueles que pensam diferente de você e, ao mesmo tempo, apto para ensiná-los.



    • celso franco de oliveira em 8 de março de 2014 0:25

      A verdade ta incomodando,obedece a ela.



  • Welton Borges em 6 de março de 2014 19:26

    espetacular



  • Nagila Alves em 6 de março de 2014 19:42

    Muito bom professor
    Os catolicos romanos tendem a usar trechos biblicos mal entepretados como descupa para tal crença.!e Deus continui te abençoando.



  • junior em 6 de março de 2014 19:42

    e isso mesmo !!!!



  • Jjalma Martins Lacerda em 6 de março de 2014 20:55

    Caro Valdeci, lamentavelmente, quando uma pessoa não entende o verdadeiro sentido das coisas que é o seu caso, essa pessoa parte pra agressividade, como já disse: é o seu caso. Tenha bom senso, estude a Bíblia com zelo e carinho para entendê-la e não sair por aí com falta de educação com quem não merece. Entregue o seu coração a Jesus e seja feliz juntamente com os que lhe rodeiam. DEUS o abençoe.



  • Leumar Pinheiro de Freitas em 6 de março de 2014 21:00

    Muito bom Leandro Quadros, que Deus continue o abençoando com essa tão ousada sabedoria que o Espírito Santo te concede !!!



  • daniela em 6 de março de 2014 21:32

    Professor, adoro aprender a Biblia com voce, tudo fica mais facil de entender! Obrigada

    Devemos seguir somente a Biblia… as pessoas inventam cada coisa, mais Deus esta no controle de tudo!



  • Tatiane em 6 de março de 2014 21:39

    Eu e meu namorado já tinha até publicado essa charge, também explicando cada texto bíblico. Mas, ficou ótimo!! Que Deus continue te capacitando para a Tua obra e fortalecendo sua vida espiritual.



  • Gisele Lima em 6 de março de 2014 21:59

    Muito bem explicado este texto. É importante entendermos o real significado das palavras de Deus.



  • Elizabeth Virgili em 6 de março de 2014 22:01

    Como sempre , explicações que não deixam dúvidas. Obrigado.



  • evillyn em 6 de março de 2014 23:10

    texto simplesmente maravilhoso. como sempre vc com palavra espetaculares.



  • Creusa em 6 de março de 2014 23:25

    Apenas falta de argumento do nosso amigo Valdeci Fernandes de Lima.



  • Rodrigo Torcheti em 7 de março de 2014 0:46

    Bom, deveras curioso o que dizes em seu texto, texto no qual vi sendo compartilhado numa rede social e no qual resolvi responder, é muito benéfico para você ou para outras pessoas de sua religião usarem a bíblia como lhe convém né? desrespeitar a crença alheia, com a Bíblia embaixo do braço pronto para citar algum trecho no qual diminui a outra crença, uma falta de respeito, pois Jesus disse: Não julgues para não ser julgado, você é perfeito ao ponto de criticar o seu irmão? o mundo é dividido em várias religiões, com vários Deuses, não cabe a mim dizer o que é certo, e sim apenas crer na minha fé e respeitar o próximo, independente da sua religião (mesmo se no caso, não tiver alguma). Mas reparei que sempre na maioria dos casos, algumas pessoas como você, que escreveu esse texto, gostam de criticar a Igreja Católica Apostólica Romana, como se fôssemos um parâmetro do que é “errado” e que seríamos um belo exemplo do que “não se deve fazer”, pois bem, se tu citas a bíblia sempre, dizendo que nela está escrito isso ou aquilo, suponho que tu deves seguir ela ao pé da letra certo? pois bem, esclareça uma dúvidas pra mim:
    a) Quando eu queimo um touro no altar como sacrifício, eu sei que isso cria um odor agradável para o Senhor (Levíticos 1:9). O problema são os meus vizinhos. Eles reclamam que o odor não é agradável para eles. Devo matá-los por heresia ?
    b) Eu gostaria de vender minha filha como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela?
    c) Eu sei que não é permitido ter contato com uma mulher enquanto ela está em seu período de impureza menstrual (Levíticos 15:19- 24). O problema é: como eu digo isso a ela ? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa.
    d) Levíticos 25:44 afirma que eu posso possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas. Um amigo meu diz que isso se aplica a bolivianos, mas não a argentinos. Você pode esclarecer isso? Por que eu não posso possuir argentinos?
    e) Eu tenho um vizinho que insiste em trabalhar aos sábados. Êxodo 35:2 claramente afirma que ele deve ser morto. Eu sou moralmente obrigado a matá-lo eu mesmo?
    f) Um amigo meu acha que mesmo que comer moluscos seja uma abominação (Levíticos 11:10), é uma abominação menor que a cultuar imagens de pau. Eu não concordo.Você pode esclarecer esse ponto ?
    g) Levíticos 21:20 afirma que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver algum defeito na visão. E quem usa óculos para ler, a visão tem mesmo que ser 100%, ou pode-se dar um jeitinho?
    h) A maioria dos meus amigos homens aparam a barba, inclusive o cabelo das têmporas, mesmo que isso seja expressamente proibido em Levíticos 19:27. Como eles devem morrer?
    Pois bem, aí tu me diz “Que isso não tem nada a ver” ou que é “uma questão de interpretação”, ok, mas quando é para criticar a Igreja Católica tá tudo bem né? vcs podem citar o que quiser, mas porque então vcs não fazem tudo isso que tá na Bíblia? fiquem cabeludos e barbudos como diz na Bíblia que tem que ser assim? ou sei lá, matem o próximo por heresia, já que na própria bíblia se diz que isso é o certo a se fazer? Usar a bíblia como lhe convém é muito bom né?



    • Maiara Costa - Equipe em 12 de março de 2014 10:13

      Olá Rodrigo!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Em momento algum o texto desrespeitou ou criticou algum católico, apenas a Bíblia nos mostra que não há apoio para a veneração de Maria, mesmo tendo ela sido uma mulher bem aventurada.
      Você está querendo pegar textos que faziam parte das leis civis para o Antigo Israel e usá-los hoje como leis civis para nós, tudo bem! Sinta-se a vontade, mas vale ressaltar algumas coisas importantes sobre hermenêutica que é a ciência que interpreta a Bíblia.

      Vejamos, de uma maneira resumida, as leis dadas ao povo de Israel através de Moisés e dos demais profetas:

      1) Os Dez Mandamentos – Constituem-se na essência da responsabilidade moral humana para com o seu Criador (primeiros quatro mandamentos) e para com seu próximo (últimos seis mandamentos). Escritos pelo próprio dedo de Deus (Êxodo 31:18) e entregues a Moisés.

      2) Leis de Saúde – Entre as leis de saúde encontradas no AT, destacam-se as leis dos animais que não devem ser comidos (Levítico 11 e Deuteronômio 14) e a ordenança para não se comer gordura e sangue (Levítico 3:17) (Levítico 3:17 – “Estatuto perpétuo será durante as vossas gerações, em todas as vossas moradas; gordura nenhuma nem sangue jamais comereis.”).

      3) Leis Cerimoniais – Tais leis simbolizavam o sacrifício que Jesus viria fazer em favor da raça humana. Incluem-se aqui os diversos sacrifícios de cordeiros (ver Levítico 22:21; João 1:29; 1 Coríntios 5:7; Apocalipse 13:8).

      4) Leis Religiosas – Diversas leis que regulavam a vida religiosa do povo hebreu. Delas fazem parte as leis sobre a impureza. Por exemplo: mulheres menstruadas e pessoas que haviam tocado em mortos não podiam ir até o pátio do templo até se tornarem puras cerimonialmente. Deus não estava excluindo tais pessoas, mas esse era um método didático para ensinar a eles o quanto um Deus santo se preocupa com a pureza e abandono de qualquer pecado.

      5) Leis Civis – Leis sobre impostos, serviço militar obrigatório, sistema político, sistema jurídico, etc.
      Quais destas leis ainda devem ser obedecidas pelos cristãos? Precisamos, primeiramente, salientar que a obediência a uma lei, qualquer que seja, não é jamais um meio para se obter a salvação (Efésios 2:8, 9). A salvação é um presente de Deus aos seres humanos mediante o sacrifício de Cristo na cruz em nosso lugar. Veja os textos a seguir:

      • Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição (A “maldição” da Lei não é a própria Lei, considerada santa, justa e boa em Romanos 7:12, mas sim a condenação que ela traz ao pecador que não aceita a Jesus: a morte eterna – Romanos 6:23) da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro).”

      • 1 Pedro 3:18: “Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito.”

      • Romanos 11:6: “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.”

      O fato de sermos salvos pela graça de Jesus quer dizer que não devemos obedecer mais as leis de Deus? Deixemos que a própria Bíblia nos responda:

      • Romanos 3:31: “Anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.”

      • Tiago 1:25: “Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar.”

      O que ocorre é que as leis morais dadas por Deus aos seres humanos constituem uma maneira de sermos protegidos por Deus e ao mesmo tempo evidenciam uma gratidão humana pela salvação provida por Cristo na cruz (João 14:15). São uma evidência externa de uma transformação interna (2 Coríntios 5:17).
      Algumas das leis encontradas na Bíblia são transitórias, podem mudar com o tempo. Entre elas salientamos as leis cerimoniais, religiosas, de costumes de fatores culturais como roupa, corte de cabelos, etc. Civis, dadas ao povo judeu num dado contexto. Elas foram úteis para uma época e para uma cultura, mas não tem um caráter universal e eterno.
      Outras leis encontradas no AT são de natureza permanente. Estudiosos bíblicos encontram, na lei moral dos Dez Mandamentos princípios que são por natureza universais e eternos como o próprio Deus.

      As leis de saúde também justificam seu caráter permanente. O sexto mandamento ordena “não matar”. Naturalmente aqui é abrangido não apenas “não matar” o próximo, mas, também, não matar a si mesmo. É importante compreendermos que o cuidado com a própria saúde é uma exigência que Deus faz às Suas criaturas e que Ele cobrará por isso (1 Coríntios 3:16, 17; 6:19-20). Sendo assim, as leis de saúde dadas por Deus na Bíblia ainda devem ser observadas pelos cristãos para que tenham boa saúde física, mental e espiritual (3 João 2). No que diz respeito à lei que ordena não comermos carnes imundas, esta é uma lei dietética, de saúde. Não pode ter sido abolida, pois não é apenas o povo de Israel que deve ter saúde, mas sim toda a raça humana. Nosso organismo não é mais forte que o deles para que possamos abusar e usar alimentos imundos. Assim como eles ficavam doentes ao transgredir tal lei, nós também ficamos.
      Esperamos que você analise este assunto com oração e tome a firme decisão de agradar a Deus em todas as coisas. Deus é bom e tudo o que Ele nos pede é para o nosso bem.

      Contudo, se você ainda assim quiser permanecendo transgredindo o segundo mandamento moral da lei de Deus que foi tirado do catecismo, sinta-se a vontade, ninguém aqui irá julgá-lo por isso, afinal você tem toda a liberdade!

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



      • Rodrigo Torcheti em 13 de março de 2014 16:37

        É o que eu disse várias vezes no meu post, vcs sempre usam a bíblia como lhe convém, nesse caso para mostrar novamente que os católicos estão errados e que vcs estão certos.
        Pode um dia ir na igreja católica, lá nunca falamos em criticar a sua religião, ou as suas crenças, que as vezes divergem das nossas, sempre o objetivo principal é transmitir a palavra de Deus, a diferença tá aí, ao invés de vcs se preocuparem com suas ovelhas, preferem ficar criticando, difamando e apontando os “supostos” erros do próximo, não julgues para não ser julgado, lembra?



        • Maiara Costa - Equipe em 13 de março de 2014 16:40

          Olá Rodrigo!
          Boa tarde.
          Eu fui católica amigo!
          Mas como já disse também em resposta anterior fique a vontade para crer no que quiser, ninguém aqui vai julgá-lo por isso.
          O post em nenhum momento desmereceu a confissão católica, mas apenas mostrou biblicamente quem é Maria.

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



  • Marcos em 7 de março de 2014 0:52

    Querido irmão Leandro, fiquei surpreso com sua excelente resposta, gostaria de ser uma pessoa que saiba controlar certas agressões, tenho muita dificuldade de lidar com esses tipos de problemas, infelizmente não tenho paciência, domínio próprio, não consigo me livrar da ira e sede de vingança. Parabéns pelo seu ótimo exemplo de cristão!



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de março de 2014 10:38

      Olá Marcos!
      Obrigado pelo carinho de sua audiência.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Realmente amigo a nossa luta contra o pecado é contínua, diária e constante (Hebreus 12:4; Efésios 6:12; Romanos 7), desta forma temos que nos render ao Espírito Santo todos os dias, pois é Ele quem vai nos dar essas qualidades de caráter.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Maria Aparecida Moreira Martins em 7 de março de 2014 11:15

    Perfeita explicação! Só não entende, quem não quer aceitar a verdade…



  • Zé Carlos em 7 de março de 2014 12:33

    Valeu! É isso ai temos que mostrar que venerar, adorar sei lá o que mais é idolatria.



  • Camile Domingues em 7 de março de 2014 12:55

    Essas pessoas estão cegas e se recusam a ver a verdade!!!



  • Ricardo em 7 de março de 2014 13:57

    excelente artigo Leandro, sou Adventista há mais de 20 anos mas só tomei a decisão de me batizar faz uns meses, devo lhe falar que o seu programa (na mira da verdade) me influenciou muito em tomar esta decisão, continue com esta missão que o senhor lhe deu! para que muitas outras almas venham a crer na verdade revelada por Cristo ! grande Abraço!



  • Geovana Geraldo em 7 de março de 2014 14:09

    Fico admirada com tanta sabedoria professor,que O Senhor o conserve assim,sempre aos pés dele.
    Ainda há muitos que estão no caminho errado,muitos de maneira inocente,mas boa parte já tem conhecimento da verdade e ainda resistem a entrega total,no entanto,nosso dever é orar e confiar no poder do Espírito Santo,e sempre falar do amor d Deus…



  • Jose Benedito de Paula em 7 de março de 2014 19:26

    Professor Leandro, assisto seus comentários, sempre que posso. muito bem colocados, agora vem esse animal dizer uma coisa dessa? Não será ele o próprio animal? (irracional)!, um grande abraço!



  • diego antonio de oliveira em 7 de março de 2014 20:06

    Jesus e o unico mediador entre Deus e o homen.
    Eu sou o caminho a verdade a vida.
    Ou seja o unico caminho e Jesus



  • Denilson de oliveira bezerra em 7 de março de 2014 21:04

    Fui católico por 46 anos. Mais. Deus enxergava a minha fé e mandou sem explicação nenhuma uma pessoa fazer parte da pelada que jogo 14 anos, e esse rapaz sem motivo algum me pergunta se eu gostaria de ter um estudo bíblico onde viajaríamos por todos os 66 livros da bíblia sagrada. E foi através dos estudos que descobri que por todo esse tempo tinha sido encanado e para piorar , praticava doutrinas de homens e não os princípios de Deus. Se alguém achar que eu estou mentindo ! Me prove com base bíblica que eu estou errado, sou uma pessoa humilde e sei muito bem quando me retratar na possibilidade de está errado. Confesso que foi difícil pra mim aceitar e ouvir que eu estava praticando doutrina que contrariava a Deus, foi chocante Pra mim. Mais, não poderia descordar, pois, era Deus me revelando através de suas palavras e não a boca do homem que lia pra mim, sem colocar e nem pôr nenhuma palavra. Amigos, é melhor que a verdade doa em cada um de vocês hoje, do que esconde-la dos meus amigos e pessoas que admiro e venham sofrer rejeição por parte de Deus no amanhã , que mais detalhes sobre essa rejeição que Deus revela em suas palavras ? Façamos um estudo , esperei que alguém tivesse a coragem de se expor como eu faço agora, mais faço por dois grandes motivos, por Amor a meus irmãos, amigos e pessoas que admiro e por amor a Deus que me chamou de forma maravilhosa para lhe servir, vc acha que eu estou a essa hora da noite escrevendo essas palavras ou essa advertência a vcs por brincadeira ? Não irmãos , a causa é muito séria, não podemos puxar ninguém pelos braços , mais, deixamos a semente plantada e vcs agora busque serem curiosos em saber se o que eu estou falando é brincadeira ou verdade ! Quem me conhece sabe que jamais faria uma brincadeira envolver os mais sagrados personagens de nossas vidas , Deus pai, Deus, Deus Espírito Santo. As vezes eu me pergunto ? Será que os líderes religiosos não conhece a verdade não ? Brinca com a verdade de Deus e ainda enganam os fiéis filhos de Deus. Não pensa nas consequências e seus castigos que está escrito para os que praticam a iniquidade ? Está muito próximo a vinda de Jesus, o seu tempo é incerto ? MS se for amanhã ! Será tarde demais para a sua salvação, infelizmente , que
    Deus tenha misericórdia , mais está escrito ? No último dia nem suicídio ocorrerá vc sabia disso ?. Sofrerá a morte que Deus dará aos infiéis e aos que prática a iniquidade, adorando e doutrinando os principio estabelecidos pelos homens. Que assim seja feito.



    • Maiara Costa - Equipe em 12 de março de 2014 15:43

      Olá Denilson!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por compartilhar conosco o seu testemunho e a forma como o Espírito Santo escolheu conduzi-lo à verdade.
      Que a cada dia você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pe 3:18).
      Um forte abraço.



  • ivania em 7 de março de 2014 21:07

    Amei a matéria,e a resposta dada ao comentário abaixo, parabéns! Se todos tivessem a coragem de quebrar esse paradígma que envolve a crença e fé,de muitos “ignorantes” ,estudasse mais a palavra de Deus e tivesse a unção de “Dele” para interpretar sua maravilhosa palavra,todos sairíamos ganhando,esta é a segunda matéria que leio a respeito este mês sobre o assunto o outro foi um vídeo que vi do padre Fábio de Melo,parabéns aos dois,pois “tudo concorre para o bem daquele que ama a Deus!”Sairmos da ignorâcia é o primeiro passo para darmos em direção a sabedoria!,a diferença agora é se queremos ou não continuar a ser ignorantes!



  • Juliani Sousa em 7 de março de 2014 21:57

    Parabéns Prof. Leandro Quadros pelo texto, esses dias recebi esse post pelo facebook por uma amiga, a impressão que tenho é que muitas vezes as pessoas justificam suas crenças com versículos bíblicos, mas não estudam o contexto, nem se quer leem os versículo. Agradeço a Deus por todos vcs da Novo Tempo, o trabalho de vcs transforma vidas!!!! Parabéns pelo seu trabalho e principalmente pela sua paciência e bom senso ao responder pessoas “difíceis”. Deus abençoe a todos!!!! bj



  • Marluci em 7 de março de 2014 22:10

    Que riduculo… porque vocês não colocam “na mira da verdade ” alguma coisa que realmente faça valer a pena . A questão não é venerar Maria é ter um pingo de respeito, aliás um pingo de respeito a crença e religião das outras pessoas pois que eu saiba o amor a Deus não tem religião. Na minha opinião vocês também interpretam a Biblia da forma que lhes convém. Se Jesus negasse Maria como vocês insinum seria contrário aos seus ensinamentos e aos ensinamentos do Pai, o que é totalmente inadimicivel. Ensinem o Amor, a Caridade, os ensinamentos de Jesus de amar o próximo como a si mesmo ai sim NA MINHA opinião a intitulação “na mira da verdade” terá o emprego correto e os ensinamentos deixados por Jesus seram empregados conforme a vontade de nosso Senhor.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 15:07

      Olá Marluci!
      Obrigado por seu contato com o Na Mira.
      Com todo e devido respeito à irmã, em nenhum momento o artigo desrespeitou Maria, muito pelo contrário. Biblicamente ela foi posta no lugar que Deus a colocou.
      O fato de não a venerarmos como vocês fazem, não nos torna desrespeitosos.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • celso franco de oliveira em 8 de março de 2014 0:19

    Maravilhosa verdade ditas pela Palavra de Deus.abençoado Leandro nota10.



  • Regina Silva em 8 de março de 2014 11:50

    Deus continue te abençoando professor, e que cada vez mais O Espírito Santo de Deus te ilumine p nos responder conforme esta escrito.



  • ALAN em 8 de março de 2014 13:28

    ELA TAMBÉM ESTÁ ( ÊXODO 20:4,5)…



  • Maria Fatima Parnaiba do Nascimeto em 8 de março de 2014 14:58

    Pastor, nunca a luta entre o bem e o mal foi tão difícil como agora,acredito que somos 2% da população na luta pela VERDADE o restante são totalmente contra, veja: Eu acredito que: 60% das pessoas dizem serem evangélicas e ficam totalmente a favor dos erros. As profecias apocalíptica que fala do ajuntamentos de dragão e falsos profetas, acredito que já está se cumprindo, é todos contra a verdade. Sabe Pastor aqui no meu município com pouca mais de 13.000 habitantes, a gente estudando a Bíblia com alguém, quando a gente sai da casa da pessoa, aparece alguém pra argumentar a respeito é Pastor esse cumpro religioso é forte. O trabalho de vocês pastores da Novo Tempo é ótimo, o amplo conhecimento é de suma importância até mesmo para nos encorajar mas não é fácil. Deus tenha misericórdia e nos revista de poder para vencermos junto as ciladas de satanás, eu te peço Pai de amor em nome de Jesus amem!



  • dinei em 8 de março de 2014 17:12

    queria saber porque os adventistas fazem questao de evangelizar pessoas crentes, conheço adventistas que costumam dar estudos para as pessoas, mais eu nunca ví os mesmo dar estudos para as prostitutas da minha cidade os mendingos que ficam lá na praça, quem precisa de médicos sao os doentes, jesus quando encontrou com a mulher samaritana ela perguntou onde ela deveria adorar, ele disse que os verdadeiros adoradores adoram em espirito e em verdade,talvezvc esteja pensando assim como adorar em espirito e em verdade se a pessoa nao guarda o sabado?tanta violencia ,tanta diferença social tanto egoismo e tanta gente pregando pra crente assim e muito facil jesus estava em meio aos doutores mais nas maiorias das vezes jesus estava em meio aos enfermos doentes paraliticos ,lembra da lembra da mulher adultera que jesus perdoou?eu concordo plenamente com o fato de as pessoas abster de certos tipos de alimentos que faz mal para nosso corpo fisico, mais nao vejo que isso leva alguem a condenaçao,quanto a questao do sabadotem muita gente que se nao trabalhar no sabado nao dar conta das despesas de casa,entao me diz essas pessoas vai viver pela fé?aaté onde eu sei fé é atitude e correr atrás dos objetivos deus sempre usou pessoas que estavam em movimento, por exemplo gideao tava malhando o trigo no lagar, ele nao parou de trabalhar e foi se esconder dos medianitas, daví pastoreava as ovelhas quando samuel foi na casa de jessé, imagina se todo o mundo parasse de trabalhar no sabado? como seria? ta na hora de preocupar com almas para o reino, Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça.galatas 5: 4 nosso DEUS nao e DEUS de confusao! abraço e deus abencoe.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 14:57

      Olá Dinei!
      Obrigado por seu contato com o Na Mira da Verdade.
      A Igreja Adventista do Sétimo Dia não faz acepção de pessoas em seu evangelismo, pode ser que em sua cidade a igreja não tenha esse hábito, contudo, não podemos generalizar.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Samuel em 8 de março de 2014 18:19

    Prezado Leandro Quadros, te admiro muito como pregador e estudioso da palavra. No entanto, afirmar que o arcanjo Miguel é o Senhor Jesus é um erro de tamanha ignorância. Perdoe-me, mas não estou de forma alguma o insultando, mas alertando pra que possa se retratar. Como pode afirmar algo tão imaginário no texto de Judas 1:9? Aceito muitas e muitas vezes que estava errado em pensar algo depois de assistir suas explicações. No entanto, não vejo isso sendo feito pelos adventistas, incluindo o professor em especial. É necessário saber reconhecer um erro. Vejo tantos e tantos erros na igreja Adventista assim como vejo na minha igreja e lá tentamos melhorar aceitando os nossos erros e buscando novas informações a cada dia….buscando entre os irmão e principalmente em Jesus Cristo, aquele que tudo sabe.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 14:45

      Olá Samuel!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Vamos analisar então querido amigo o ponto de vista bíblico como um todo.

      Miguel significa “quem é semelhante a Deus” e é um desafio a Satanás, que desde o princípio quis ser igual ao Criador (Isaías 14:12-14). Sempre que Miguel é mencionado na Bíblia, refere-se à Pessoa de Jesus como Comandante dos exércitos celestiais em direta disputa com Satanás e os anjos maus. Para nossa felicidade eterna, Miguel sempre sai vitorioso. Leia: Judas 9; Daniel 10:13, 21;12:1; Apocalipse 12:7. Quando falamos que Miguel significa “semelhante a Deus”, no original e para a cultura hebraica, “semelhante” significa “igual” (ver João 5:18; 19:7). Miguel, portanto, seria um dos nomes de honra de Jesus, que o iguala a Deus Pai e que em nada diminui a Divindade dEle!
      Sendo Jesus chamado de “O Arcanjo” (e até de anjo algumas vezes, como veremos a seguir) nas Escrituras, isso não O torna “anjo” no sentido de criatura, assim como o fato de Ele ser chamado de cordeiro (João 1:29) e Leão (Apocalipse 5:5) não o torna animal. Da mesma forma que esses nomes simbólicos se referem a determinadas funções de Jesus, os termos “arcanjo” e “anjo” têm o mesmo propósito. Anjo significa “mensageiro” e Jesus é o “mensageiro de Deus Pai” à humanidade, o Mensageiro que comunica as boas novas de Salvação!
      Jesus é Deus no mais alto sentido e a Bíblia não deixa dúvidas quanto a isso: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez”. João 1:1-3. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”. João 1:14. “Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste”. Colossenses 1:15-17. “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”. Filipenses 2:5-11.
      “Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade.” Colossenses 2:9. (Grifo meu).

      RESPOSTAS A ALGUMAS OBJEÇÕES

      E o texto de Judas 9? Se o aplicarmos a Jesus, não estaríamos rebaixando a Sua autoridade perante Satanás?

      “Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!” Judas 1:9.
      Este texto não rebaixa a autoridade de Jesus, mas contém uma preciosa lição para nós cristãos. Cristo, mesmo sendo Deus, não respondeu ao diabo da mesma forma: não se rebaixou ao ponto de proferir palavras de difamação a satanás (ver contexto), mesmo falando com
      autoridade. A natureza perfeita de Cristo não permite que Ele faça uso do mesmo comportamento que o inimigo (proferir palavras malignas, juízo infamatório, como diz o texto – compare-o com Filipenses 2:5-8).
      Em certa ocasião, Deus Pai, mesmo sendo Todo-poderoso, não optou por expulsar de vez Satanás de Sua presença e nem mesmo o repreendeu! (ler Jó 1:6-12). Do mesmo modo que o Pai não perdeu Sua autoridade por ter permitido que Satanás dialogasse, Jesus não perde a Sua autoridade Divina pelo fato de deixar o diabo falar e por não querer (Jesus) fazer parte daquele tipo de palavreado maldoso do inimigo. Jesus é um Deus de classe.
      Leia Zacarias 3:1-8, especialmente o verso dois, e poderá confirmar que o “Anjo do Senhor” (termo usado em referência ao próprio Cristo) é Miguel em Judas 9. Basta comparar os textos.

      E Daniel 10:13? A expressão “um dos primeiros príncipes” não estaria sugerindo que há outros em igualdade a Miguel, ou seja, que este ser é um anjo mesmo?

      O fato de Jesus [Miguel] ser chamado de “um dos primeiros príncipes” não O coloca em igualdade aos demais anjos. No Céu há uma hierarquia de anjos (querubins, serafins…), cada um com um papel a desempenhar na adoração a Deus e no plano da salvação (Hebreus 1:14). Se Jesus escolheu alguns anjos para serem príncipes com Ele no governo dos demais anjos (sendo Ele o Príncipe Supremo), que problema haveria em Ele ser chamado de “um dos primeiros príncipes”? Não há dificuldades em Jesus ser o Príncipe Principal (por ser Deus) e estabelecer outros seres abaixo dEle, com o mesmo nível de governo, para dirigir os anjos; isso em nada afeta Sua autoridade Divina.
      O Pastor americano Mark Finley em seu livro Revelando os Mistérios de Daniel, pág. 125, afirma que há traduções (em inglês) que traduzem Daniel 10:13 da seguinte forma: “o primeiro dos príncipes”.

      Interessante é que não são apenas os Adventistas do Sétimo Dia que identificam Miguel com o Senhor Jesus Cristo. Comentaristas como João Calvino, Matthew Henry, entre outros, tiveram a mesma opinião!
      Também é importante salientar que a mesma Bíblia que chama a Miguel de “um dos primeiros príncipes” diz ser Ele “o vosso príncipe” (Daniel 10:21) e “o grande príncipe” (Daniel 12:1). Comparando esses textos com Isaías 9:6 e Atos 5:31, não podemos ter dúvidas de que o Ser aí mencionado é Cristo.
      Veja que 1 Tessalonicenses 4:16 relaciona a “voz do arcanjo” com a ressurreição dos santos por ocasião da volta do Senhor Jesus. Cristo mesmo declarou que os mortos sairiam da tumba ao ouvirem a SUA VOZ (João 5:28, 29). Essa é outra evidência de que Miguel tem de ser um dos nomes de honra do Salvador.
      “A literatura judaica descreve a Miguel como o mais elevado dos anjos, o verdadeiro representante de Deus, e o identifica como “anjo de Yahweh”, o qual se menciona com frequência no Antigo Testamento como um ser divino” (Dicionário Bíblico Adventista do 7º Dia [CD ROM, espanhol]).

      Se Jesus é Deus, como pode ser chamado de Arcanjo?

      Ao compreendermos o sentido etimológico da palavra “arcanjo”, o aparente problema é resolvido. No grego, “arcanjo” significa “Chefe dos Anjos”. Esse título não precisa necessariamente referir-se apenas a um ser criado, assim como ocorre com o termo “anjo” (“Mensageiro”). É aceito entre os comentaristas (inclusive não-adventistas) que Jesus Cristo é o “Anjo do Senhor” mencionado no Antigo Testamento (ver Gênesis 16:7; 18:1, 2, 13 e 19; Êxodo 3:2-5; 23:20-33; 32:34; Juízes 6:11-24; 13:21-22.
      Eis uma nota explicativa da Bíblia de Estudo Almeida:

      “O Anjo do Senhor (lit. mensageiro ou enviado) não é aqui (comentando a respeito de Êxodo 3:2) um ser distinto do próprio Deus (conferir o verso 4), mas Deus mesmo, enquanto se faz presente para comunicar uma mensagem”.
      Do mesmo modo que Cristo não se torna uma criatura ao ser chamado de “Anjo do Senhor” (na verdade Ele é o “mensageiro”, de Deus Pai à humanidade), o mesmo ocorre quando é designado de arcanjo. Sendo que Ele é o Criador, automaticamente, é o “Chefe Supremo” de todos os anjos.

      A expressão “arcanjo” aparece apenas em passagens apocalípticas, onde Cristo está em confronto direto com satanás. Não temos base bíblica suficiente para crer que esse termo aplique-se a um anjo, um ser criado. É difícil provarmos pela Bíblia a ideia de que “arcanjo” seria uma classe de anjo, mesmo que um dos significados da palavra possa ser “anjo chefe”. Como sabemos, não devemos basear um ensino apenas no significado das palavras: um conjunto de textos bíblicos que esclareçam um ponto também deve ser considerado.

      MIGUEL NO ESCRITO PROFÉTICO DE DANIEL

      O livro do profeta Daniel, a meu ver, apresenta a maior das evidências de que o nome Miguel deve obrigatoriamente ser aplicado a Cristo. Temos nesse livro grandes blocos proféticos que dão ênfase a Jesus e ao Seu reino de glória. Esses blocos proféticos nos ajudam a entender o livro, seu propósito e também a descobrir quem é o personagem principal das profecias da Bíblia. Veja:

      • No Capítulo 2, Jesus aparece como sendo a Pedra que destrói a estátua;
      • No Capítulo 7, Jesus aparece como sendo o Filho do Homem que se dirige ao Ancião de Dias (Deus Pai);
      • Nos Capítulo 8, Jesus aparece em cena como sendo o Príncipe dos Príncipes;
      • Nos Capítulos 10-12, Jesus aparece como Miguel, o libertador.

      Veja que interessante: se Miguel não fosse Jesus o sincronismo do livro de Daniel (apresentado em seus blocos proféticos) seria quebrado! Seria muito estranho imaginarmos que nos três primeiros blocos proféticos o centro é Jesus enquanto que no último o personagem principal é um ser criado!
      Todos os blocos proféticos terminam com a manifestação de Cristo e a manifestação do Seu reino. Por isso, para que o sincronismo do livro de Daniel seja mantido, Miguel tem que ser um dos nomes de Jesus. Além disso, deve-se destacar que o conflito entre o bem e o mal se dá entre Cristo (Deus) e lúcifer (criatura) e não entre dois seres criados (ver Apocalipse 12:7-9).

      CONCLUSÃO
      Com isso podemos ver que a posição Adventista a respeito do “Arcanjo Miguel”, levando em conta não apenas o sentido do termo, mas também outros textos paralelos, em nada afeta a suprema e absoluta Divindade do Senhor Jesus Cristo. Cremos na Divindade de Cristo (1 João 5:12, 20) e na Trindade, sem sombra de dúvidas! (Mateus 28:19; 2 Coríntios 13:13; Judas 1:20 e 21, etc.).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • flavia areane em 8 de março de 2014 18:31

    ate agora eu nao ve na biblia,um vesiulo que afirmasse de que maria estaria no ceu



  • iLDEBRANDO em 8 de março de 2014 21:34

    23 “Aquele que não está comigo é contra mim, e aquele que comigo não ajunta, espalha.
    24 “Quando um espírito imundo sai de um homem, passa por lugares áridos procurando descanso, e não o encontrando, diz: ‘Voltarei para a casa de onde saí’.
    25 Quando chega, encontra a casa varrida e em ordem.
    26 Então vai e traz outros sete espíritos piores do que ele, e entrando passam a viver ali. E o estado final daquele homem torna-se pior do que o primeiro”.
    27 Quando Jesus dizia estas coisas, uma mulher da multidão exclamou: “Feliz é a mulher que te deu à luz e te amamentou”.
    28 Ele respondeu: “Antes, felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem”.
    Nesse texto, encontramos a 1º manifestação CATÓLICA e a 1º CATÓLICA a se manifestar.
    Mat. 11:27,28



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 12:29

      Olá Ildebrando!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Maria ser bem aventurada ou feliz como diz esta versão utilizado por você é uma coisa, agora querer que ela tenha prerrogativas divinas, isso é outra bem diferente e algo que a Bíblia não ensina e muito menos apoia.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



      • iLDEBRANDO em 10 de março de 2014 13:31

        Então Maiara, o que me chamou à atenção em Mt.11:27 quando a mulher exclamou ´´ feliz é a mulher que te deu à luz e te amamentou“ foi a resposta que CRISTO dá no verso 28. “Antes, felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem”. Dá a entender que CRISTO sabendo o que passa no coração e sua intenção, lhes dá essa resposta.
        Por isso que eu escrevi, que em minha opinião essa foi a primeira católica a se manifestar.



        • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 15:46

          Olá amigo Ildebrando!
          O texto seria mesmo Mateus 11:27 e 28?
          Pois na minha Bíblia não está dizendo isso.
          Mas, está certo!
          Obrigado por seus comentários amigo.



          • iLDEBRANDO em 10 de março de 2014 19:19

            Desculpa Maiara.É Lucas 11: 27,28



          • Maiara Costa - Equipe em 11 de março de 2014 10:00

            Obrigado Ildebrando!



    • ALEXANDRE DIETRICH em 14 de março de 2014 19:22

      Olá Ildebrando, a paz do Senhor!

      Lucas 11:28 foi muito bem citado por você onde JESUS afirma que “ANTES (OU MAIS FELIZ) SÃO OS QUE OBEDECEM A DEUS”.

      Ou seja, Maria foi escolhida por Deus para desempenhar seu papel importantíssimo que foi criar e educar a JESUS!

      E ela desempenhou o seu papel muito bem!

      E nós admiramos muito a Maria e a respeitamos também, assim como vocês.

      A única diferença entre nós e vocês em relação a Santa Maria é que nós a reconhecemos muito no papel que o Próprio Deus a colocou, ou seja, como mãe e educadora! E obedecemos ao PAI quanto a mediação entre Deus e nós pecados que é atributo de Jesus Cristo e não de Maria, através da palavra inspirada de I Timóteo 2:5 “ÚNICO MEDIADOR, JESUS CRISTO”.

      Não desprezamos Maria de forma alguma, mas sabemos qual o seu papel na criação e educação de Jesus, e a palavra de Deus afirma que temos um ÚNICO MEDIADOR e que este MEDIADOR é JESUS I Tm 2:5.

      Jesus em Lucas 11:28 afirmou que ” FELIZES SÃO OS QUE OBEDECEM A DEUS”

      E Pedro afirma que “MAIS IMPORTA OBEDECER A DEUS DO AOS HOMENS” (Atos 5:29).

      Irmão Ildebrando, reflita em espirito de oração:

      A quem devemos obedecer?

      A quem você tem obedecido?

      Abraços e fique com Deus!



    • Alana em 8 de abril de 2014 22:27

      Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
      Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

      Mateus 11:27-28

      Aqui está Mateus 11:27-28



  • Dilma em 8 de março de 2014 23:11

    Esse programa é a clara voz de Deus traduzida em palavras humanas.É uma perfeita combinação de humildade, capacidade e clareza. Que Deus seja louvado!



  • Magno em 9 de março de 2014 1:28

    Eu gostaria de parabenizar vcs pelo belo trabalho. Eu aprendo muito com os ensinamentos q os senhores passam…..Se for possível eu gostaria de tirar uma duvida, certa vez um amigo
    católico me perguntou pq os protestantes ñ veneram imagem de escultura, ai eu respondi q ñ adotamos tal pratica pq desagrada a Deus e viola um dos mandamentos da bíblia q diz q ñ devemos adorar e nem fazer imagens de escultura. o tal rapaz me respondeu, se ñ devemos fazer e nem adorar imagens, então pq Deus ordenou q fosse feito dois querubins um de frente para o outro em cima da arca da aliança, e quando Salomão fez o templo também foi ordenado q se fizesse imagem de querubins……..eu ñ consegui responder a tal pergunta, gostaria de saber oq os Senhores pensam sobre isso……..Desde já agradeço…………..



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 11:32

      Olá Magno!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Porque a confecção de imagens de escultura é proibida por Deus para adoração e veneração (Êxodo 20:4-6), e não para outras finalidades. Ninguém se curvava perante os querubins da arca para adorar ou venerar, aqueles querubins foram postos ali para demonstrar o respeito e reverência que os anjos tem para com a presença e a lei de Deus.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • n eneNennnnn em 9 de março de 2014 7:40

    Como ex kardecista e principalmente como ex “Congregado Mariano” e, hoje, pertencente a IASD, Batizado em 23.06.2007, (aos 67 anos, agora com 73) estou seguro que Maria dorme na paz do Senhor (Estado dos Mortos, uma das nossas Crenças). Não obstante, ainda ontem, cumprimentando as mulheres de uma das nossas Igrejas, para qual fui convidado a Pregar, referi Lucas, 1: 39 a 45 para reconhecer na mãe de Jesus um exemplo de mulher e mãe também no “sobrenatural e espiritual”. Maria não deveria ser reverenciada como na ICAR, mas lembrada e admirada, sim. Tenho segurança, por já tê-lo assistido algumas vezes, que comungamos da mesma “leitura”. Um abraço e continue (tivemos passados semelhantes – Kardecismo.) Um abraço carinhoso no “Louro José” seu coadjuvante no programa… nemar – nemarcosta@terra.com.br



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 10:48

      Olá amigo e irmão em Cristo!
      Muito obrigado por dispor aqui de seu testemunho.
      Um forte abraço.



  • Alexsandra em 10 de março de 2014 9:08

    Profº Leandro Quadros, fico feliz de saber que existe pessoas como o senhor, e essa igreja que eu estou descobrindo aos poucos esta sendo muito saudavel a minha aprendizagem e direcionamento da minha fé. Não e tão novo para mim, mas vocês da Advetista tem se mostrado conhecedores da palavra de Deus, e não só conhecedores mas também professores, ensinando o verdadeiro caminho. Eu desejo conhecer mais esta igreja, espero que todas estabelecidas aqui em Recife, sejam assim como vocês da Novo Tempor, esclarecedores. Obrigada, Alexsandra.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 9:54

      Olá Alexsandra!
      Para nós será uma imensa alegria tê-la como membro da família Adventista.
      Que você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pe 3:18).
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.



  • Wagner Aparecido Silva Chaves, Montes Claros MG em 10 de março de 2014 10:02

    Ah, essa Maiara não deve gostar do pessoal daqui de Montes Claros não porque todo comentário que a gente posta sobre os programas e os artigos, ela tira! Ah, se a gente assiste ao programa a gente tem que fazer os comentários! Ela tira mas eu torno a colocar!
    Em seu livro ” As Glórias de Maria”, o padre Afonso Maria de Ligório, grande teólogo da igreja romana escreveu: ” Deus ouve o apelo do pecador com mais urgência se este clamar por Maria do que se chamar por Nosso Senhor Jesus Cristo”. Esta afirmação por si só já deixa uma pergunta: Para que Jesus morreu na cruz então?. A Bíblia nunca desrespeita a Virgem Maria, ela a coloca em seu devido lugar no Plano da Salvação. A Bíblia lhe dá os seguintes nomes: a mulher ( Genesis 3:15), a virgem que conceberá ( Isaias 7:14), aquela que deverá dar a luz ( Miquéias 5:3), bendita entre as mulheres ( Lc 1:42), a mãe do Meu Senhor ( Lc 1:41), a Bem Aventurada ( Lc 1:45), aquela que acreditou ( Lc 1:45), Maria ( Mc 6:3), a mãe de Jesus ( Jo 2:1; Jo 19:26; At 1:14) e aquela que o amamentou e criou ( Lc 11:27). Maria foi a mais abençoada de todas as criaturas porque nenhuma mulher em cima desta terra recebeu a graça de carregar dentro de si o Próprio Deus. O texto acima deu a entender que os romanistas acrditam que Maria foi assunta ao céu por ocasião da ascensão de Jesus, mas nem o Catecismo da igreja romana e nem os romanistas afirmam tal coisa ( eu já fui romanista e posso afirmar isso com todas as letras). A igreja romana crê que Jesus subiu, mas Maria ficou aos cuidados do apóstolo João ( cf. Jo 19:26) e que posteriormemte ela o acompanhou a Éfeso onde anos depois veio a falecer. O Papa Pio IX escreveu ,em 1950, este dogma:” A Virgem Maria ao terminar a sua jornada terrestre foi assunta ao céu em corpo e alma”. Isso se tornou dogma de fé entre os romanistas. Maria foi assunta ao céu após a sua morte? A Bíblia não diz isso e se a Bíblia não diz, ninguém pode afirmar ou desafirmar se ela foi ou não. Neste assunto, o silêncio é ouro.A sepultura de Maria – onde é? Alguém sabe? Maria é um segredo que Deus resolveu guardar só para ele e que nós só saberemos na eternidade. A Bíblia deixa claro que só Deus é digno de adoração e que Ele não reparte com ninguém a sua glória ( Isaias 42:8), por isso devemos amar, respeitar a mãe do Salvador, mas não devemos dirigir orações a ela , nem ajoelhar diante de imagens dela e nem carregar as imagens dela em procissão e nem queimar incenso e nem fazer votos (promessas) a Maria.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de março de 2014 10:42

      Ok. Wagner!
      Obrigado por seu comentário.
      Foi muito esclarecedor.
      Tenha apenas um pouco mais de paciência, pois não tenho apenas esta função aqui na Novo Tempo e o seu comentário não é o único que está aguardando moderação.

      Que Deus o abençoe grandiosamente.
      Um abraço.



    • Bibi em 6 de junho de 2014 12:58

      Exatamente.



  • Jessica em 11 de março de 2014 11:12

    “22 Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do homem.
    23 Folgai nesse dia, exultai; porque eis que é grande o vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas.” Lucas 6

    Ótimo trabalho professor!



  • Charles em 11 de março de 2014 22:49

    Sou católico , porém , concordo com vocês …
    Muito bom o artigo … Parabéns ..



    • Maiara Costa - Equipe em 12 de março de 2014 10:15

      Olá Charles!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua sinceridade e educação.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Fabiano Roberto em 13 de março de 2014 23:30

    Olá Maiara, como vai?
    Sobre o texto do prof Leandro,tenho muito a dizer, mas por hora gostaria de comentar que Mariia é sim a mulher de apocalipse 12.Pois a mulher de apocalipse tem algumas caracteristicas. Uma delas é que ela estava revestida do sol e tinha a lua debaixo dos seus pés, até aí tudo bem, mas o interessante é que Deus estava enviando um sinal, e esse sinal era com uma mulher revestida se sol, ora, só existe um texto na bíblia fora apocalipse 12 onde deus também envia um sinal com uma mulher.
    Eis que lhe apresento:

    (Isaias 7,14). Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem(Maria) conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco.(Jesus Cristo)

    veja e compare, em apocalipse Deus envia um sinal com uma mulher que daria a luz ao menino e no texto de isaias 7 deus também envia o mesmo sinal, uma mulher virgem que daria a luz ao menino, vc e eu sabemos muito bem, quem é a mulher que deu a luz ao menino Deus! Essa mulher se chama a bem aventurada virgem Maria.



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de março de 2014 11:01

      Olá Fabiano!
      Obrigado por seu contato.
      Ok, contudo, o texto de Isaías 7:14 não tem ligação linguística alguma com Apocalipse 12!
      E os outros detalhes do texto, como já foi citado no artigo, que esta mesma mulher ficaria no deserto por 1260 dias que em profecia representa 1260 anos e que ela foi socorrida pela terra (Apocalipse 12:6,14 e 16).
      O texto de Apocalipse 12:17 diz que a descendência dessa mulher seria perseguida, como poderia ser Maria, se ela não teve filhos, pois de acordo com a crença de vocês ela permaneceu em eterna virgindade!
      Se você me disser que esse texto é simbólico, então também terá de admitir pelo próprio contexto imediato e histórico que os outros também o são.
      Não negamos que Maria tenha sido bem aventurada, pois isso é bíblico, contudo, não cremos na veneração Mariana, pois isso não é!

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • juerci queiroz em 15 de março de 2014 14:04

    É com muita pena que vemos nossos irmãos católicos pensando assim!
    somente Deus é digno de adoração e só a Ele prestarás culto!!
    está escrito!!



  • Henrique em 16 de março de 2014 18:59

    Caro professor Leandro Quadros, gosto muito do NA MIRA, e gostaria que pudesse me passar seu email.



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de março de 2014 10:47

      Olá Henrique!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      O e-mail para contato é: leandroquadros.com.br
      Um forte abraço.



  • Francisca edineuda da silva em 17 de março de 2014 12:54

    Gosto deste programa eu quero livro de estudos bíblicos



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de março de 2014 14:14

      Olá Francisca!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Obrigado por seu carinho, confiança e audiência.
      Se você quiser acesse: http://goo.gl/w6IcjV, para adquirir o curso oferecido pelo programa.
      Preencha a todos os campos solicitados e o curso chegará em até vinte dias úteis em sua casa.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • jhonne taurus em 22 de março de 2014 12:33

    Fico muito feliz por esse texto,a respeito desses mitologia catolistica.mim deixou com certa duvida bem esclarecida.peso a voces irmao da novo tempo q orem por mim e meus sogros q sao catoligos,que Deus tire a cequeira que eles tem em n ver a verdade.



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de março de 2014 12:21

      Olá Jhonne!
      Obrigado por seu carinho e confiança.
      Estaremos orando por sua família.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



    • Cristiane Santos em 25 de março de 2014 0:15

      Tem gente que não para para pensar, por exemplo, se tem pessoas que acham que a mulher revestida de sol é Maria, e ficou no deserto por 1260 anos, então como Maria e Jose criou no deserto Jesus por 1260 anos se Jesus tinha um propósito nessa Terra? O livro de apocalipse é simbolico, temque haver um estudo profundo pra saber realmente o que o texto quer dizer, e não ler de cara e pensar que é realmente aquilo que leu.



  • Márcio Rezende em 23 de março de 2014 11:10

    O que deve vir primeiro ? O pressuposto ou a evidência ? Quando assumimos um pressuposto sem estar baseado em evidências corremos os risco de nos enganar. Pressupostos não devem forçar as evidencias mas são as evidencias é que devem criar os pressupostos. Forçar os textos como visto na charge é tentativa de forçar as evidencias a manter os pressupostos já assumidos: “Maria está no céu”, “é nossa advogada”, “merece adoração”. Toda vez que assumimos uma opinião é porque pensamos que com aquela opinião estamos certos e seremos felizes. Ninguém assume uma opinião para ser infeliz. Porém, quando alguém nos mostra que estamos errados, que nossos pressupostos são falsos, ocorre a dissonância cognitiva e ficamos irados pois nossa mente não consegue assimilar essa nova condição. Isso ocorre pois ninguém gosta de se enganar, estar enganado é estar longe da felicidade e todos queremos ser felizes. Mas devemos ser humildes e aceitar que não podemos estar certos em todo o tempo. Nós temos que fazer a escolha : Queremos ter sempre razão ou queremos ser felizes? Isso dependerá da intensidade de quanto somos orgulhosos.



  • Donizete em 25 de março de 2014 1:25

    Mentiroso, a Bíblia diz que não há mediador entre Deus e os homens a não ser JESUS CRISTO o justo. Deus nunca aceitou idolatria, nem no velho testamento nem no novo. Isaías 45:20 diz Vocês, que escaparam das nações, reúnam-se, venham, cheguem mais perto, todos juntos. Esses que carregam suas imagens de madeira são ignorantes:



  • Mauri em 25 de março de 2014 23:42

    É verdade, pensando assim…



  • sergio em 27 de março de 2014 16:48

    cuidado c/ o q vc diz porque vc mesmo nem sabe quantos fios de cabelo vc tem;
    portanto não julgues para nâo serdes julgado esta escrito, no entanto acho q vc esta descriminando religião,o q e abominavel por todos abarço q deus te proteje.



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 10:28

      Olá Sérgio!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Pela Bíblia que é a Palavra inspirada de Deus (2 Tm 3:16; 2 Pe 1:19-21), e isso é algo que a ICAR não nega, pois tem a Bíblia como uma de suas regras de fé, nos mostra que podemos e devemos pregar a sã doutrina quer seja tempo ou fora de tempo (2 Tm 4:2), e temos o dever de apresentar as verdades nelas contidas. Não estamos aqui querendo ferir a consciência religiosa de ninguém, mas preparar um povo para a breve volta de Jesus.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Maicon em 31 de março de 2014 12:49

    caro amigo Rodrigo não venha a nos entender mau não somos santos ou donos da verdade apenas somos seguidores de Cristo tentando de uma forma calma,paciente,amiga levar a mensagem do advento e todas as verdades biblicas a todo mundo em nossa geração não pense que somos contra os catolicos ou espiritas ou tantas outras religiões apenas somos um povo que ama estudar e entender da maneira que Deus o que ele tem a nos passar a cada dia que Deus o abençõe você é uma benção pra Deus meu irmão e que a paz seja contigo!!!



  • Paulo vitor em 31 de março de 2014 20:41

    pastor gosto muito do seu programa
    estou sempre aprendendo com o senhor
    abraços DEUS TE ABENÇOE



  • rogerio tomasini em 3 de abril de 2014 3:10

    irmao ver programas mundanos na televisao ,e pecado porque so ve falar de morte e sangue ,ja leu isaias 33×14.15,,,,,,,,



  • Anderson em 4 de abril de 2014 17:38

    Isto se da claramente pois vocês Adventistas creem na Trindade ( 03 DEUSES) ,uma doutrina católica que se desenvolveu ao longo dos seculos ,esta mesma doutrina que da o direito a os católicos chamar Maria de Mãe de DEUS pois vocês acreditam cegamente que Jesus o filho de de Deus é o próprio Deus ora jesus é Deus maria logo e sua Mãe e Mãe de Deus ,porem a bíblia diz Claramente que Jeová não tem Mãe é Pai de jesus e de Maria ao mesmo tempo



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de abril de 2014 10:38

      Olá Anderson!
      Bom dia.
      Graça e paz!
      Apenas corrigindo uma pequena distorção, não cremos em três deuses, isso é politeísmo, mas sim em um Deus formado por três seres pessoais distintos.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Kelpson Cleyton em 5 de abril de 2014 9:27

    Meu querido eu fui Católico praticante durante 14 anos da minha vida. e lá não se ensina a Bíblia. lá se ensina o catecismo. infelizmente os meus amados irmãos católicos preferem colocar o catecismo(Doutrina de Homem) acima da Bíblia(Doutrina de Deus). e esta escrito: ” …antes importa obedecer a Deus q aos Homens(At 5:29)”



  • PRESBITERO JUAREZ BOSTON USA em 8 de abril de 2014 19:12

    MUITO BEM EXPLICADO,,,ERREIS POR NAO CONHESCER A ESCRITURA,,,AS VEZES APREENDEMOS ERRADO,,,MAS TEMOS QUE BUSCAR A SABEDORIA E DESERNIMENTO,,,PELO ESPIRITO SANTO DE DEUS



  • Karina em 8 de abril de 2014 22:02

    Vocês da NT são como anjos; explicação eficiente.



  • Alana em 8 de abril de 2014 22:13

    Ótima resposta Maiara, a sua tolerância foi surpreendente. Espero que o Rodrigo entenda. Ah… e foi ótima do Leandro Quadros.



    • Maiara Costa - Equipe em 9 de abril de 2014 10:17

      Olá Alana!
      Muito obrigado por seu carinho e seu apoio.
      Que Deus a abençoe ricamente.
      Um forte abraço.



  • MAURICIO . C. CASARI em 13 de abril de 2014 23:13

    gostaria de saber se eu tiver numa sexta feira e tiver trabalhando depois do por do sol e eu ganhar uma grana e não ficar com nada desse dinheiro e dar pras obras de DEUS , estarei transgredindo a lei ,, mesmo não adquirindo nada desse dinheiro ,,,,,,,



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de abril de 2014 11:04

      Olá Mauricio!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      De acordo com o mandamento divino, sim! Pois, Deus institui o cessar das atividades no sétimo dia da semana (sábado), e o mesmo de acordo com a Palavra de Deus se inicia ao por do sol da sexta (Gn 1:31; Lv 23:32; Ne 13:19; Mc 1:32), desta forma, o que Deus requer de você durante os sete dias da semana e principalmente no sétimo dia é a comunhão, o relacionamento, o seu tempo, a sua atenção e não o seu dinheiro.

      Deixo um texto para reflexão:

      “Abençoarei o homem que tomar uma decisão firme de não trabalhar aos sábados para não profaná-lo” Isaías 56:2

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Manuel Cambota em 16 de abril de 2014 12:59

    Olá gente! Que a paz do Senhor Jesus nosso salvador esteja convosco! Eu quero comentar um pouco sobre a veneração de Maria. Eu também já fui católico. Estudei catecisco na minha infância. Vou tentar exemplificar o que acontence hoje no mundo cristão: Quando estudei a 3ª classe(em Angola se diz assim), aprendí que 2-3 = NS(Não tem solução). Mas já a partir da 7ª classe, aprendí que 2-3 = -1. Muita gente(contextualizando), desde a 1ª, 2ª, 3ª até à 6ª classe, aprendeu que 2-3 = NS mas já na 7ª classe, aprende que 2-3 =-1, não aceita, discorda de toda a forma. “Não pode” dizem ” Será que todos os meus professores das classes anteriores estão errados”. Não aceito que 2-3= -1, porque a maioria não pode estar errada”. Aí a gente pega uma máquica calculadora e faz a conta aos olhos dele, mostramos- lhe o resultado(-1). Alí ele diz assim(você está a entender mal a máquina, aliás estás a dribilar a máquina só para o resultado ser igual a menos 1 (-1). Não aceito você é mentiroso”! É isso aí que acontece gente. No catecisco, as crianças são ensinadas que Maria está nos céus e que devemos nos “abster de trabalho aos domingos”(enquanto que a bíblia diz sábado). As criançãs vão crescendo com esta doutrina antí-bíblica e quando se tornam adultas, é quase impossível acreditarem que existe um 2º mandamento que probíbe a fabricação e/ou veneração de imagens e que existe na bíblia um 4º mandamento que nos orienta a repousarmos o nosso corpo(pois não é de ferro) aos sábados e nos dedicarmos única e exclusivamente à adoração! Por mais que provamos tais ensinamentos na bíblia, os mais “conservadores” acharaão sempre que estamos a “driblar” a bíblia. Têm medo de deixar de acreditar no que aprenderam desde a infância! Não devemos defender a uma igreja com “unhas e dentes”! Devemos defender a nossa vida espiritual conhecendo e aceitando a verdade de Cristo que nos liberta(João 8:32) de toda a ignorância! Quando Cristo voltar, ninguém dirá: ” Senhor se hoje eu estou indo para a perdição, não sou culpado porque eu só seguí aquilo que o Papa, o Padre, o Catequista ou o pastor estabeleceu na igreja como teus ensinamentos”! Em vez de defender a religião ou a crença, vamos procurar defender a verdade que nos liberta e buscar poder divino para vivermos segundo ela. Que Deus abençoe todos vocês. O Na mira da verdade é um instrumento que tem levado muita gente aos pés de Cristo aquí em Angola. Parabéns!!!!



  • marco acacio policarpo em 29 de abril de 2014 21:34

    não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Precisamos discutir, nao fui eu que escrevi foi o próprio DEUS



  • José Romero Wanderley em 25 de maio de 2014 23:12

    Levando em consideração as mais de 1e quinhentas adaptações de texto da biblia, Respeito a “Sua Lógica” porém acho, que isso é uma contextualização sua e não condiz com a anuciação do arcanjo gabriel e as Pálavras de Maria quando disse ” Todas as Gerações me chamarão bem aventurada”, entendo porem que ela não salva ninguém porem é uma poderosa intercessora, pois o que ela pediu a jesus naquela festa não foi o cumprimento de uma ordem qualquer, ela lhe ordenou que fizesse um milagre ( o do vinho) e mesmo sob a contestação de Jesus (Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.” (Jo 2:3-4)) optou por realizar a sua intercessão naquele milagre!
    No mais é só ver os tantos milagres que em seu nome é atendido pelo senhor Jesus!´e o fiel cumprimentos das previsões de N.S. de Fátima, Etc.! Beijos no Coração de Todos!



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de maio de 2014 10:34

      Olá José Romero!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Respeitamos a sua fé e com toda a certeza cremos que Maria foi sim, bem aventurada, entretanto, não há base bíblica para crer em nela como intercessora da humanidade.

      “Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus” 1 Timóteo 2:5

      Que Deus o abençoe ricamente.
      Um forte abraço.



  • Juliana em 17 de junho de 2014 3:27

    Porque ninguém me responde?



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de junho de 2014 11:24

      Olá Juliana!
      Porque a caixa do atendimento está cheia e tem muitos outros atendimentos na frente.
      Por isso, conto com sua paciência.

      Que Deus te abençoe.
      Um abraço.



  • Paulo Cesar Lopes dos Santos em 22 de junho de 2014 16:07

    A Paz do Senhor Jesus Cristo a todos(as) os irmãos(ãs).
    Irmãos gostaria aqui de expressar um breve comentário sobre à questão de Maria, primeiro nasci em berço católico e sempre foi ensinado a temer e a tremer diante de Deus, na adolescência fiz parte da Legião de Maria,onde me prostrava diante da imagem, crendo que estava agradando a Deus. Porém através da leitura da Palavra de Deus, onde a mesma expressa no Antigo Testamento e no Novo Testamento que são objetos feitos por mãos de homens a partir de pedaços de madeira ou cerâmicas, têm olhos mas não vêem, têm pés mas não andam, têm ouvidos mas não ouvem, têm boca mas não falam, foi quando diante daquela estátua que a Palavra foi revelada e que estava pecando contra Deus. Pois quando li Apocalipse 21 e 22 onde diz que os idólatras, feiticeiros, adúlteros, etc. não herdarão os seus, por temor e amor ao meu Deus, abandonei o catolicismo e tive um encontro verdadeiro com Deus, passando a crer no invisível, no sobrenatural e só bençãos tem sido acrescentadas em minha vida. O que acontece é que a natureza humana tem mais facilidade para acreditar em coisas palpáveis, então é melhor tocar uma imagem, um pedaço de pau e acreditar que aquele objeto inato irá realizar algo, do que fechar os olhos e ter uma comunhão espiritual e verdadeira com Deus. Li o estudo aqui apresentado e gostei muito do site. Vocês estão de parabéns. Nós não vemos o católico como nosso inimigo eles que se incomodam com a nossa presença e isso é bíblico a Luz de Jesus incomoda os que estão cegos e nas trevas. Fiquem todos na Paz do Senhor Jesus Cristo.



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de junho de 2014 14:16

      Olá Paulo Cesar!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por compartilhar aqui o seu testemunho e exaltar a importância do estudo da Palavra de Deus, que é o que nos traz libertação da ignorância e trevas espirituais. Que todos possamos buscar na Palavra o conhecimento teórico e prático que nos tem faltado.
      Você tem toda a razão, o ser humano acredita que precisa adorar algo que seja palpável, por isso, muitos mesmo que sem má intenção confeccionam imagens para si, e a Bíblia nos mostra que Deus não leva em conta os tempos da ignorância, entretanto, também não tem por inocente aquele que rejeita a luz (Atos 17:30,31).
      Há muitos católicos que assim como você foi, são fiéis à luz que receberam, sendo desta forma, conscienciossímos cristãos e devemos não criticar, mas sim expor a verdade da Bíblia.

      Que você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pe 3:18).

      Um forte abraço.



  • Baltseteb em 23 de agosto de 2014 15:24

    Parabéns! Excelente texto, nada além do que está na palavra de Deus. A adoração a Maria não passa de uma forçada tentativa de infiltrar no cristianismo a pagã doutrina de uma divindade feminina. O que nos surpreende é que adoram a Maria e não fazem o que ela fazia. Lucas 23:56. Maria ficaria estarrecida se pudesse ver a posição que os católicos deram a ela.



  • Christian Viana em 3 de outubro de 2014 17:35

    Gostaria de saber o que Jesus quis dizer quando se referiu a maria desta forma:
    “Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.

    João 2:4”
    Não entendo o real significado dessa frase de Jesus a maria. Desde já agradeço uma resposta 🙂



    • Maiara Costa - Equipe em 8 de outubro de 2014 18:12

      Olá Christian!
      Muito obrigado por seu contato.

      Do relato das bodas em Caná da Galiléia, o verso 4 tem preocupado sobremaneira os comentaristas e os leitores da Bíblia, porque muitos concluem que a resposta de Cristo ao pedido de Maria não era cortês.

      Os estudiosos da Palavra de Deus são quase unânimes em declararem que um dos nubentes era parente de Maria, devido ao seu procedimento em preocupar-se com a falta de vinho e também ao transmitir ordens aos criados. Outros, familiarizados com os costumes dos judeus, nos informam que a provisão de vinho para a festa devia ser um presente dos convidados, especialmente dos familiares.

      Como Cristo não havia trazido um presente, Maria achou que era seu dever ajudar naquela emergência. João 2:4 traduzido literalmente significa: “Disse-lhe Jesus, Mulher, o que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora”. Estas duas afirmações têm levados os comentaristas a apresentarem muitas sugestões visando equacioná-las de conformidade com as diretrizes divinas.

      Para os protestantes a resposta de Cristo à sua mãe é um subsídio valioso para combater a mariolatria. O tratamento “mulher” tem levado muitos a afirmarem que Cristo não tinha sua mãe em tão grande conceito como defende a igreja de Roma. João 19.26 e o procedimento de Cristo em todas as circunstâncias nos levam a fazer a seguinte afirmação: Jamais deveria passar pela nossa mente que Jesus usasse a palavra mulher em sentido pejorativo ou que faltasse ao respeito para com Maria. O costume da época e a índole da língua hebraica nos esclarecem que “mulher” era um título respeitoso. As seguintes autoridades neotestamentárias são esclarecedoras:

      a) De acordo com a gramática de Robertson, p. 539, há nesta frase uma expressão idiomática, significando, coloquialmente, mais ou menos o seguinte: “Não se importe com esta questão, que ela não nos diz respeito”.
      b) Adão Clarke comentando a declaração de Cristo afirma:

      “Há aqui uma negação inesperada, como se Ele tivesse dito: ‘Nós não somos empregados para providenciar as coisas necessárias para a festa; este assunto pertence a outros, que deveriam ter feito uma provisão adequada e suficiente para as pessoas que eles convidaram’”.

      c) Apesar da atitude de Cristo ser cortês, ela é firme, e inegavelmente encerra uma censura. Jesus não permitiria que de agora em diante seus familiares interferissem em seu ministério. Não poderia ser tutelado por Maria desde que sua missão era divina. As passagens de João 7.1-10; Mc 3.33-35 e Lc 2.49 nos mostram que Cristo não permitia que os familiares intervissem em suas decisões.

      Vicent, sempre muito feliz em suas sínteses, declara: “Embora de forma gentil e afetuosa, Jesus rejeitou a interferência dela, tencionando dar solução ao problema à sua própria maneira” . A Bíblia de Jerusalém apresenta a seguinte nota a este verso:

      “Literalmente ‘Que tenho eu e tu com isso?’, semitismo bem freqüente no AT (Juízes 11:12; II Sam. 16:10; 19:23; I Reis 17:18, etc) e no NT (Mat. 8:29; Mar. 1:24; 5:7; Luc. 4:34; 8:28). É empregado para rejeitar uma intervenção que se julga inoportuna ou, então, para demonstrar a alguém que não se deseja relacionamento algum com ele. Somente o contexto poderá indicar a nuança exata. Aqui, Jesus objeta a sua mãe que ‘sua hora ainda não chegou’.

      Todo este comentário poderia ser sintetizado com esta frase: O nome “mulher” era um título respeitoso em hebraico.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Elder Neri em 4 de outubro de 2014 21:37

    Sou católico, sua explanação foi simplesmente maravilhosa. Que o Senhor continue abençoando seu maravilhoso e engrandecedor trabalho.



    • Maiara Costa - Equipe em 8 de outubro de 2014 14:17

      Olá amigo e irmão em Cristo Elder!
      Muito obrigado por seu carinho e confiança.
      Que a cada dia possamos continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus (2 Pedro 3:18).
      Um forte abraço.



  • José Orides dos Santos Oliveira em 21 de outubro de 2014 13:51

    Sem dúvida, uma explicação realmente esclarecedora. Aliás, amigo Leandro Quadros, acompanho praticamente todos os programas: Na Mira da Verdade, e tenho aprendido muito a o conteúdo Bíblico. Fui criado na doutrina, tenho grandes amigos católicos e vou continuar com eles, mas já encontrei uma Igreja Adventista e vou fazer parte da mesma. Sou gaucho, assim como tu és. Abraços



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de outubro de 2014 10:48

      Olá amigo José!
      Louvado seja o Senhor pela sua decisão.
      Que a cada dia você continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pedro 3:18).
      Um forte abraço.



  • Edimilson Rocha em 3 de dezembro de 2014 5:07

    A PAZ de DEUS que excede todo o nosso entendimento, esteja com todos:
    Fui católico, e a minha família toda é ,por tanto entendo a dificuldade que é para aceitar a verdade, pois passei por um processo muito difícil quando comecei a ler a bíblia, pois quanto mais eu lia para me escorar nas minhas teses pagãs, mais eu me afastava delas, pois não encontrava estrutura sólida, e hoje reconheço que só ha um SENHOR e SALVADOR. Fui devoto de aparecida durante anos, paguei promessas, porém quando me aprofundei em estudos, descobri que ela foi feita por mãos de homem ,e o pior, na época não foi dado nome a ela porquê ninguém sabia que escultura era aquela, ”’então a batizaram de aparecida porquê apareceu, foi achada,após a princesa Isabel ter dado a coroa a imagem,então começa a chamar-lhe de Maria, sendo que não ha ligação. Também foi descoberto o escultor da imagem Beneditino de santana do parnaíba, pois há outros trabalhos dele, porém não famosos como aparecida. Por isso que entendo cada um que postou os seus comentários e revoltas, pois entendo que é difícil passar a vida toda acreditando em algo e depois descobrir que não é bem o que a predemos.. Fiquem todos na santa PAZ de DEUS, e que ELE ajude nos a entender cada dia mais os desígnios da sua palavra para que possamos viver de forma reta e agradável ao SENHOR e SALVADOR….



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de dezembro de 2014 10:44

      Você tem toda a razão estimado amigo Edimilson!
      É por isso que devemos, claro, com toda a certeza anunciarmos as verdades ensinadas por Deus em Sua Palavra, mas com tolerância, paciência, respeito e mansidão, pois precisamos compreender que nem todos tem a mesma facilidade que temos para compreender estas verdades.
      Louvado seja o Espírito Santo, pois é Ele quem convence e converte.
      Muito obrigado por sua tão precisa contribuição, comentário e testemunho.

      Que Deus continue te abençoando ricamente.
      Um forte abraço.



  • Raimundo João arouche em 1 de abril de 2015 14:25

    Ola esse progama e ótimo para os nossos dias e bom paranossa vida espiritual



  • Bruna Galli em 25 de junho de 2015 15:48

    Ótimo! Sempre que tenho alguma duvida sempre consigo esclarecer com vc. Obrigada por esse trabalho maravilhoso que sempre faz pelo próximo, é Deus trabalhando na sua vida! Grande abraço e fica com Deus!



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de junho de 2015 16:12

      A honra e a glória sejam dadas sempre ao Senhor amiga Bruna!
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.



  • Naria Inês Gomes Ribeiro em 5 de julho de 2015 19:16

    É muito difícil interpretar a Bíblia, ao pé da letra. Todos sabemos que tudo aconteceu há muitos séculos. Sendo assim, certas passagens bíblicas foram feitas através de relatos de pessoas que não vivenciaram fielmente todos os acontecimentos.Temos que pensar o seguinte: se existe somente um Deus, que é misericordioso, religião nada mais é do que o amor da alma, pois Deus é puro amor e está dentro de cada um de nós. Não importa se Maria deve ou não ser reverenciada, mesmo assim,penso que sim, pois ela foi escolhida para ser a mãe de uma pessoa especial, então ela também é especial.O mundo está de pernas para o ar, muitas pessoas não estão preocupadas com religião, não acreditam em Deus, e isso faz com que as coisas só piorem. Seria bem melhor se todos, independente de religião, tirassem o preconceito do peito, levassem a sério quando Deus nos disse: não julgueis para não sermos julgados. Infelizmente isso será impossível acontecer, por questões de vaidade religiosa. Ninguém é tão perfeito que possa sequer abrir a boca para dizer o que é certo ou errado perante Deus. Ele deixou os mandamentos para seguirmos, se não o praticamos, a culpa não é dele, temos que aceitar os erros e na medida do possível repará-los, pois os erros fazem parte do nosso crescimento pessoal, e livre arbítrio. Somente Ele poderá nos julgar. Sua graça é tão grande, que tenho certeza, não ficará para trás nenhuma ovelha, pois todos somos seus filhos queridos. Penso desta forma, porque Ele perdoou Maria Madalena, que após ouvir suas palavras, seguiu em frente e não mais pecou.Não se preocupem, pois todos ficarão de joelhos no momento certo. Um abraço!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 8 de julho de 2015 14:54

      Olá Naria!
      Muito obrigado por seu contato.

      Em Sua Palavra, Deus conferiu aos homens o conhecimento necessário à salvação. As Santas Escrituras devem ser aceitas como autorizada e infalível revelação de Sua vontade. Elas são a norma do caráter, o revelador das doutrinas, a pedra de toque da experiência religiosa. “Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” 2 Timóteo 3:16, 17.

      Todavia, o fato de que Deus revelou Sua vontade aos homens por meio de Sua Palavra, não tornou desnecessária a contínua presença e direção do Espírito Santo. Ao contrário, o Espírito foi prometido por nosso Salvador para aclarar a Palavra a Seus servos, para iluminar e aplicar os seus ensinos. E visto ter sido o Espírito de Deus que inspirou a Escritura Sagrada, é impossível que o ensino do Espírito seja contrário ao da Palavra.

      O Espírito não foi dado — nem nunca o poderia ser — a fim de sobrepor-Se à Escritura; pois esta explicitamente declara ser ela mesma a norma pela qual todo ensino e experiência devem ser aferidos. Diz o apóstolo João: “Não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.” 1 João 4:1. E Isaías declara: “À lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, não haverá manhã para eles.” Isaías 8:20.

      Muito descrédito tem acarretado à obra do Espírito Santo o erro de certa gente que, presumindo-se iluminada por Ele, declara não mais necessitar das instruções da palavra divina. Tais pessoas agem sob impulsos que reputam como a voz de Deus às suas almas. Entretanto o espírito que as rege não é de Deus. Essa docilidade às impressões de momento, com desprezo manifesto do que ensina a Bíblia, só pode resultar em confusão e ruína, favorecendo os desígnios do maligno. Como o ministério do Espírito tem importância vital para a igreja de Cristo, é o decidido empenho de Satanás, por meio dessas excentricidades de gente desequilibrada e fanática, cobrir de opróbrio a obra do Espírito Santo e induzir o povo a negligenciar a fonte de virtude que Deus proveu para o Seu povo.

      Em harmonia com a Palavra de Deus, deveria Seu Espírito continuar Sua obra durante todo o período da dispensação evangélica. Durante os séculos em que as Escrituras do Antigo Testamento bem como as do Novo estavam sendo dadas, o Espírito Santo não cessou de comunicar luz a mentes individuais, independentemente das revelações a serem incorporadas no cânon sagrado. A Bíblia mesma relata como, mediante o Espírito Santo, os homens receberam advertências, reprovações, conselhos e instruções, em assuntos de nenhum modo relativos à outorga das Escrituras. E faz-se menção de profetas de épocas várias, de cujos discursos nada há registrado. Semelhantemente, após a conclusão do cânon das Escrituras, o Espírito Santo deveria ainda continuar a Sua obra, esclarecendo, advertindo e confortando os filhos de Deus.

      A Bíblia, e somente a Bíblia, deve ser a regra de nossa fé A Bíblia é uma folha da árvore da vida, e ao comê-la, ao recebê-la em sua mente, você se torna mais forte para fazer a vontade de Deus.

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “Quando as tuas palavras foram encontradas, eu as comi; elas são a minha alegria e o meu júbilo, pois pertenço a ti, Senhor Deus dos Exércitos”. Jeremias 15:16

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Hellade em 1 de janeiro de 2017 23:15

    E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe.
    E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te.
    Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos?
    E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos;
    Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe.
    Mateus 12:46-50



  • Hellade em 1 de janeiro de 2017 23:22

    Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina.
    E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
    Atos 4:11,12
    UNICA PESSOA A QUEM DEVEMOS ADORAR É JESUS E ESTÁ EM TODO LUGAR DA BÍBLIA!
    O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.
    2 Coríntios 3:6
    Nunca vi na bíblia Jesus mandando eu adorar Maria, ou pedir qualquer coisa a ela. Vou adorar toda pessoa que seguiu a Jesus? O unico merecedor te toda glória é o Senhor. E nós somos irmãos e mães de Jesus. “Nós” que eu digo, é aqueles que buncam ao Senhor!
    Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e o ser humano, Cristo Jesus, homem. 1 tm 2;5



  • Zenaide Francisco Bonadiman em 5 de janeiro de 2017 17:11

    Maria nossa querida e eterna mãe. Não sei porque é tão criticada por pessoas como vocês. Acredito que é por causa da minha igreja católica que ama Maria e adora a Deus e vocês, que são protestantes, têm que fazer diferente. Cuidado para não esquecer das mães divinas que vivem na terra para viverem uma experiência humana. Fiquem com Deus! Amém!!



  • Ricardo em 6 de janeiro de 2017 15:10

    Olá! O que te leva a crer que a sua interpretação está correta? Onde está na B´blia que os adventistas, 1844 anos depois, teriam de Jesus Cristo a autoridade de interpretar as coisas de Deus no lugar da sucessão de Pedro que o próprio Cristo instituiu? Abraços e que Nossa Senhora os proteja e ilumine



    • Manassés em 1 de junho de 2017 16:20

      Olá,
      O que Jesus assegurou a Pedro em 16:19, “dar-te-ei as chaves do reino dos Céus; o que ligares na Terra, terá sido ligado nos Céus; e o que desligares na Terra, terá sido desligado nos Céus”, é igualmente assegurado a toda a Igreja, em 18:18. Aplicadas individualmente a Pedro, estas palavras indicam que a ele fora conferido o privilégio de ser o primeiro a abrir as torrentes de salvação para os pecadores. Com efeito, foi ele quem “abriu” a obra de pregação do evangelho para o mundo, tanto a judeus (Atos 2:14) como a gentios (Atos 10). Mas no que diz respeito à administração eclesiástica, seu “primado” (se assim se pode dizer) nunca foi exclusivo. Mais de vinte anos depois do Pentecostes de Atos 2, ele não é senão uma das três colunas da Igreja de Jerusalém, a igreja-mãe das demais; as outras duas eram João, e o não apóstolo Tiago, o irmão de Jesus (Gál. 2:9).