doe agora TV TV
INÉDITO:
  • SEG21:00
REPRISES:
  • DOM04:00
  • TER07:30
  • QUI09:00
  • SAB17:00

Blog do “Na Mira da Verdade” teve pouco mais de meio milhão de acessos só em 2012


Nesse momento você não lerá um artigo apologético ou de resposta a alguma dúvida bíblica. Ao invés disso, meu amigo Tito Rocha e eu queremos fazer um sincero e profundo agradecimento a você.

Graças a Deus e aos nossos internautas, com 611. 121 acessos no ano de 2012 (até o mês de novembro), o blog do programa “Na Mira da Verdade” ficou em 1o lugar em sua categoria, na “Web Awards” (festa de premiação para os destaques do evangelismo Web), realizada às 7h30min do dia 11/12/12, no auditório “Milton Souza”, na Rede Novo Tempo. O evento foi um incentivo do departamento Web para que os programas de TV e Rádio continuem motivados a anunciar a Volta do Senhor (Jo 14:1-3) “sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória” (Mt 24:30).

A presença do “Na Mira da Verdade” na internet tem sido marcante porque o Espírito Santo tem despertado pessoas para que busquem todas as verdades da Bíblia (Cf. Jo 16:13). E você, internauta, tem sido usado(a) por Ele para espalhar o conteúdo do programa (artigos e vídeos), a fim de que muitos conheçam o “evangelho eterno” (Ap 14:6) contextualizado nas três últimas mensagens de advertências de Deus que encontramos em Apocalipse 14:7-12.

O êxito do Programa também na Web prova que nada pode ser feito “contra a Verdade, mas somente a favor da Verdade” (2Co 13:8). Por mais que os críticos (desinformados e/ou mal-intencionados) do adventismo venham a este blog para brigar, ao invés de discutir ideias (e não pessoas) de maneira saudável, a Verdade da Palavra de Deus sempre se sairá vitoriosa. Não por causa de homens, mas sim porque um “Salvador Verdadeiro” (Jo 14:6) está no comando do trabalho de evangelização (Cf. Mt 28:20).

Na categoria de “Redes Sociais”, o “Na Mira da Verdade” ficou em 2o lugar no twitter, com um total de 36.033 seguidores, e em 3o lugar no Facebook, tendo atingido o número 26.425 fãs.

Receba nosso agradecimento por sua influência e participação nesta conquista que nos deixou muito felizes. E nosso muito obrigado também aos colegas e amigos do setor Web: Carlos Magalhães, Lígia Pacheco, Manassés Queiróz, Leandro (xará) Moraes, Débora Teixeira, Pr. Jobson Santos, Meire Silva e Henrique Castello, por nos proporcionarem esses momentos de celebração e por permitirem que Deus use os talentos deles para a divulgação da Verdade através da internet.

Deus lhe dê uma semana feliz e abençoada. Um grande abraço!

[www.leandroquadros.com.br]


Você está em : Recados
Compartilhe:


Comente



  • wagner aparecido silva chaves, Montes Claros MG em 11 de dezembro de 2012 12:09

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo por isso. Jesus disse: ” em verdade eu vos digo: o circuito pelas cidades de Israel não completará e o Filho Homem virá ( S.Mateus 10:23). Então não precisaremos estar pregando fisicamente em todos os lugares, porque Deus está usando outros mecanismos para propagar as boas novas do Reino. Um professor de Escola Dominical aqui no meu trabalho me disse que assiste ao programa e não perde e é no programa que tem encontrado embasamento para ensinar lá igreja dele, mas aí disse que o líder lá da igreja o tirou do cargo de professor da Escola Dominical porque ele falou lá na classe que o arrebatamento que a Bíblia ensina tem que ver com alarido (2 Ts. 4:16) e não com coisa secreta. Eu estou muito feliz, não por que ele foi tirado do cargo, mas porque as verdades estão sendo disseminadas pelo mundo.
    Este programa é uma bênção. Eu volto voando do Mestrado para poder assistir. A última colocação do Leandro qdo alguém perguntou sobre uso de jóias me chorar. Ele foi muito feliz, mas foi 10, foi demais. Ele disse: ” não é somente descarregando passagens bíblicas sobre a pessoa que faz uso de jóias que fará com que ela mude. Na maioria dos casos, quem faz uso destas coisas é por que tem a auto-estima baixa e isso é que tem que ser trabalhado com a pessoa”. Fez-me rever minhas atitudes com algumas pessoas da minha família e eu fui analisar e é isso mesmo. Elas têm a auto-estima lá em baixo.
    Coisas que gosto no programa:

    1. Os famosos bordões: ” tá mais por fora do que arco de barril” kkkkk meu favorito.” texto fora de contexto gera pretexto”….
    2. A imparcialidade: não defende placa de Igreja e nem critica religião de ninguém;
    3. O ambiente do Leandro: as obras, a Bíblia Sagrada e a biblioteca;
    4. As respostas são dadas dentro da Bíblia.

    Só tem uma coisa de que eu não gosto:

    1. Não fazem oração antes de começar e nem na hora que termina;

    Abraços e Parabéns pelo Programa.



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 14:03

      Olá Wagner!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Agradecemos pelo carinho e confiança nesse ministério.
      Que você possa sempre se lembrar de nós em suas orações.
      Nos passe o contato desse seu amigo para que possamos ajudá-lo no que ele precisar.
      E com relação à sua observação antes de começar o programa, ou seja, antes dele ir para o ar é feito um pequeno culto com a equipe, portanto se preocupe, mesmo não sendo feito no ar o programa antes já foi dedicado e consagrado a Deus.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • ubiratan correia de melo em 11 de dezembro de 2012 16:15

    Caros irmãos tenho uma duvida jefté matou a sua filha quando o proprio fez um voto ao senhor Deus, ou não. Que Deus continue abençoando a todos.



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 10:47

      Olá Ubiratan!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Será interessante ler toda a história de Jefté para ter um quadro completo das suas implicações. Do relato se deduz que Jefté fizera um voto precipitado e insensato. Os comentaristas têm apresentado duas interpretações para o voto de Jefté:
      1o) Ele sacrifica a própria filha em holocausto para cumprir o imprudente voto que fizera.
      2o) Sua filha foi devotada à perpétua virgindade.
      O Comentário Bíblico SDABC se coloca ao lado daqueles que defendem o oferecimento da filha em holocausto. Ele declara que Jefté fez um voto precipitado, o qual poderia ser anulado por ser uma expressa transgressão do sexto mandamento. Patriarcas e Profetas na página 534 afirma: “O dever a que fica empenhada a palavra de qualquer pessoa deve ser considerado sagrado, caso não obrigue à prática de um ato mau”.
      A aceitação de que ele ofereceu a filha em holocausto provaria sua total ignorância da lei de Deus (Lv. 18:21; 20: 2-5; Dt. 12:31; 18:10). A descrição que a Bíblia faz de sua pessoa não autoriza tal conclusão, especialmente ser colocado entre os heróis da fé em Heb. 11:32. Particularmente não aceito que quem tivesse praticado um ato em flagrante desrespeito às leis divinas, (como declaram os versos acima) tivesse o privilégio de ser colocado na galeria dos heróis da fé. Salvo se houvesse um sincero arrependimento do seu procedimento desastrado.
      Os exegetas, defensores do sacrifício da filha argumentam que era comum entre os moabitas até entre os israelitas à prática de sacrifícios humanos. Se esta afirmativa é real, há sensíveis diferenças entre o caso de Jefté e os sacrifícios pagãos de oferecer os filhos em holocausto, vistos que estes jamais eram feitos a Jeová. Os israelitas que ofereceram sacrifícios, eles o fizeram porque se tinham afastado do culto ao verdadeiro Deus como vemos com os reis Acaz e Manasses. Estes sacrifícios eram terminantemente condenados na Bíblia, como vemos em II Rs 3:27. Leve-se ainda em consideração que tais sacrifícios eram oferecidos antes e não depois da batalha.
      O argumento mais valioso para o SDABC se perfilhar entre os que aceitam a morte da moça é este: “se a filha de Jefté fosse apenas dedicada à perpétua virgindade, não necessitaria de dois meses para chorá-la, pois, teria a vida inteira para fazê-lo”. Para melhor compreensão deste assunto é bom também conhecer a lei dos votos do culto hebreu, relatada no capítulo 27 de Levíticos. Os votos eram de duas naturezas: remissíveis e irremissíveis. Todo o problema surge pelo fato do voto de Jefté ser de natureza irremissível.
      Leiamos o voto em Juízes 11:31: “Quem primeiro da porta da minha casa me sair ao encontro, voltando eu vitorioso dos filhos de Amon esse será do Senhor, e eu o oferecerei em holocausto”. Os defensores da idéia do sacrifício da própria filha se apegam a Lev. 27:29, onde declara que no voto irremissível de pessoas a morte era requerida. Carlos Trezza, em extenso estudo sobre a filha de Jefté, discute problemas de tradução e de interpretação de algumas passagens, de onde transcrevemos o seguinte:
      Afirma que o estudioso Dr. Hale, citado por Adão Clarke apresente a seguinte explicação para Juízes 11:31. O hebraico justifica uma tradução disjuntiva, consistente de duas sentenças, regidas por conjunção dual – ‘Será do Senhor, ou lhe oferecerei em holocausto’. E sustenta esta idéia com a afirmativa de que a conjunção vau tanto pode ser e como ou. Assim, no caso de Jefté, dever-se-ia ler: ‘Será do Senhor, ou lhe oferecerei em holocausto’.
      Outros comentaristas declaram que o verso 31 de Juízes 11 devia ser lido – e a forma original o autoriza – da seguinte maneira: “Será do Senhor, e lhe oferecerei um sacrifício”. Revista Ministério, maio-junho, 1970, p. 22 e 23. Dentre os comentaristas bíblicos que rejeitam a idéia de ter Jefté oferecido a filha em sacrifício destacam-se Lang e Adão Clarke. Diz o primeiro: “A filha de Jefté não lamenta o ter de morrer como uma virgem; o que ela lamenta é a virgindade em si mesma”. Lang’s Commentary, sobre o cap. 11 de Juízes.
      Sentencia o segundo: “E ela não conheceu varão. Isto é, continuou virgem todos os dias de sua vida”. Comentários do Dr. Adão Clarke sobre Juízes 11. Se ela tivesse sido sacrificada a declaração do verso 39 – Ela não conheceu varão – seria supérfluo. Parece ser mais consentâneo com a personalidade de Jefté, com os ensinamentos divinos quanto a sacrifícios humanos, aceitar que ele não ofereceu a filha em holocausto, mas construiu uma casa à parte e fez com que ela se mantivesse virgem até o final de sua vida.
      Resumindo diríamos: Embora saibamos que a maioria dos comentaristas defende o sacrifício cruento:
      a) Não cremos que Jefté tenha sacrificado sua filha contra a lei de Deus. (Dt. 12:31) Este ato estaria totalmente em oposição com todos os preceitos bíblicos.
      b) De acordo com o original hebraico o verso 31 de Juízes 11 poderia ser assim traduzido: “será do Senhor, e lhe oferecerei um holocausto”.
      c) Jefté sabia muito bem que os sacrifícios humanos eram condenados por lei (Dt. 12:30 e 31). Se tivesse cometido tal ato teria a total desaprovação divina, desse modo, seu nome não poderia ser arrolado em Hebreus 11.
      d) Encontraríamos na Bíblia e nos escritos de EGW uma enérgica condenação ao seu procedimento indigno.
      e) A única conclusão segura a que se pode chegar é que a filha de Jefté foi devotada à perpétua virgindade, como se pode inferir das declarações bíblicas: “Chorou a sua virgindade”, “ela jamais foi possuída por varão”.
      f) Apenas lamentamos que o SDABC sempre criterioso em tomar posição, tenha esposado a idéia de que Jefté a ofereceu em sacrifício.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • marilda em 11 de dezembro de 2012 20:20

    Amo na mira da verdade esse blog tem me sustentado na fe e creio que muita gente tem sido edificada por ele.Deus abençoe vcs



  • Eduardo Vidal em 11 de dezembro de 2012 20:31

    Muito bom saber que o “anjo continua voando pelo meio do céu”com mais “velocidade” ainda por meio dos rádios, tvs…

    Que Deus continue abençoando esse programa,e te usando professor Leandro Quadros e toda equipe Na Mira da Verdade.



  • marilda em 11 de dezembro de 2012 20:38

    Nao consigo fazer login para ter os cursos biblicos sempre da senha errada ou email,ja pedi para me enviar a senha novamente no meu email mas o site nao aceita e diz que senha ta errada mas nao esta errada,quero muito fazer esses cursos por favor



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 10:39

      Olá Marilda!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Você pode fazer a sua solicitação de curso pelo e-mail: namiradaverdade@novotempo.com ou pelo telefone: 0xx12-2127-3121.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



      • Luciano Bérgamo - Batatais/SP em 1 de fevereiro de 2013 13:29

        Parabéns pela resposta da questão que encaminhamos em 30 de janeiro de 2013 às 0:46. Entendemos que esse texto se não interpretado de acordo com a vida de Saul do momento e também com as leis e mandamentos pode gerar grandes discussões. Os espíritas usam esses versículos para tentarem alicerçar sua doutrina.
        Se possível, queria pedir para colocarem essa questão no programa: Na Mira da Verdade. Além de tirar as escamas de muitas pessoas que analisam esses textos de forma errada, apresentaremos a resposta do Professor Leandro Quadros no estudo bíblico que fazemos em nossa igreja. Além disso, essa questão fortalecerá os assuntos abordados no programa que tratou sobre a consulta aos mortos.
        Grande abraço.



        • Maiara Costa - Equipe em 5 de fevereiro de 2013 16:57

          Estimado amigo e irmão em Cristo Luciano!
          É uma grande satisfação poder manter contato com você.
          Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
          Que a cada dia você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor Jesus (2 Pedro 3:18) e dessa forma possa estar pronto para responder prontamente a cada um que pedir razão da fé que existe em você (1 Pedro 3:15).
          Conte conosco para o que precisar.
          Um forte abraço.
          Equipe do Na Mira.



  • Paulo Moniz Grangeiro em 11 de dezembro de 2012 22:20

    Quero congratular-me com o Programa na Mira da Verdade, nas pessoas do apresentador Tito Rocha e o professo Leandro Quadros que, com a coerência e sabedoria vindas do céu, conseguem nos encher de orgulho, por pertencer a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Sem dúvida alguma, a Novo Tempo de Comunicação, é uma inspiração de Deus para levar a mensagem do advento do Senhor Jesus muito em breve, com poder e muita glória. É através desse programa e dos assuntos ali expostos, que estou me preparando, estudando, tirando dúvidas com a explicação do Leandro, para pregar o evangelho para muitas pessoas que ainda não conhecem essa verdade pura, principalmente minha família.
    Um forte abraço a todos e oro para que este Programa continue até o dia em que o Senhor assim o quiser.
    M a r a n a t a!



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 10:34

      Olá Paulo!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Agradecemos pelo seu carinho, confiança e tão gentis e amáveis palavras.
      Que a cada dia você também seja um poderoso instrumento nas mãos do Espírito Santo, pois foi para isso que Ele te chamou (Isaías 60:1,2; 61:1-3; 1 Pedro 2:9,10).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Noili Tischler em 11 de dezembro de 2012 22:24

    Gostaria de receber a revista Para o Tempo Do Fim.



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 14:38

      Olá Noili!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Você tem algumas formar pela qual poderá fazer o seu pedido.
      Pode acessar aqui mesmo pelo blog e clicar no campo Revista Gratuita ou pode pedir a revista pelo e-mail: namiradaverdade@novotempo.com
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Joe Esposito em 12 de dezembro de 2012 6:34

    Merecido, e isso comprova que as pessoas estão cansadas de tanta confusão teológica nos dias de hoje, meus mais sinceros parabéns e continuem sendo bençãos a todos os que tiverem coragem de questionar, sobre a Palavra de Deus. E se segurem porque vocês ainda vão muito longe nesse grande projeto que é o Na Mira da Verdade.

    Abraços,
    Joe Esposito



  • Alexandre Félix em 12 de dezembro de 2012 8:09

    MAIS DE MEIO MILHÃO significa que se multiplicarmos esse número pelo menos por mais três, então, teremos FAMILIAS INTEIRAS abençoadas com o Conhecimento de Deus que foi transmitido aqui pelo grande Professor Leandro Quadros.

    Volto a afirmar como tantas vezes o fiz: Leandro Quadros é um homem de Deus ABSOLUTAMENTE necessário à Igreja de Cristo na Contemporaniedade.

    Que o Espírito Santo aumente Sua Unção sobre a Vida do Leandro e que ele tenha muuuuuuita saúde e paz na continuidade de seu Ministério em Deus.

    Na Mira da Verdade é um “tiro” certo para cair por terra toda apostasia.

    Aproveito para indicar a leitura de um artigo que enquanto Pesquisador em Filosofia da Linguagem (UECE) eu escrevi – ELLEN WHITE E SEU PENSAMENTO REVOLUCIONÁRIO SOBRE A EDUCAÇÃO:

    http://www.portaleducacao.com.br/pedagogia/artigos/22313/como-ellen-white-conseguiu-superar-o-pensamento-de-nietzsche-educacao-whiteana



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 10:28

      Estimado amigo e irmão em Cristo Alexandre!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Agradecemos as suas tão amáveis e gentis palavras.
      Que Deus continue te usando poderosamente e que você possa a cada dia crescer mais na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pedro 3:18).
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Jonathas Eduardo Consoliniempo em 12 de dezembro de 2012 10:28

    voces estao de parabens pelo programa , alias todos os programas da rede novo tempo sao otimos, gostaria de saber se no meu bairro tem uma igreja adventista pois, moro em poços de caldas mg no bairro sao sebastiao muito obrigado e fiquem com deus meu telefone de contato é 035 91877208



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de dezembro de 2012 10:50

      Olá Jonathas!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por seu carinho e confiança em nosso ministério e por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Existe um site que poderá te ajudar a localizar uma igreja próxima ao seu endereço.
      O site é encontreumaigreja.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Geovane Oliveira em 12 de dezembro de 2012 21:26

    Parabéns a toda a equipe do programa Na Mira da Verdade, pela dedicação e também pela paciência com que têm lhe dado todos esses dias com diversos tipos de pessoas. A premiação é merecida e que ela os impulsionem a dar sempre o melhor, pois sabemos que a causa é nobre. Um abraço e fiquem com Deus!



  • ione garcia em 12 de dezembro de 2012 22:00

    Parabéns!! Professor Leandro e Tito.

    E que Deus abençoe vcs nessa missão.

    abraços!



  • jessica em 13 de dezembro de 2012 8:56

    O programa na mirada da verdade é ótimo! Parabéns pra vocês….



  • Ernandes Souza Mendes em 13 de dezembro de 2012 10:01

    Esse programa e simplesmente espetacular acompanho sempre-Feira de Santana-BA.



  • adaister em 13 de dezembro de 2012 21:43

    vocês tem Ellen White como uma profetiza espirada, porem vocês aceitam mulheres pregarem em vossa igreja, sendo que a mesma foi proibida por Deus de exercer tal oficio ( I Coríntio 14:34,37, e I Timóteo 2:11,15) como vocês explicam essa auto contradição?



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de dezembro de 2012 9:32

      Olá Adaister!
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Com relação ao seu questionamento já existi um artigo disponível aqui no blog acesse: http://novotempo.com/namiradaverdade/2009/08/25/a-mulher-nao-pode-falar-em-publico-1-tim-28-15-1-cor-1434/
      Se a Igreja Adventista se contradiz por ter uma profetisa, então a igreja primitiva também se contradisse, pois tinham as filhas de Filipe que também eram profetisas (Atos 21:9).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • adaister em 14 de dezembro de 2012 13:42

    A Palavra de Deus proclama: “A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio” (I Timóteo 2:11-12). Na igreja, Deus designa papéis diferentes a homens e mulheres. Isto é resultado da forma como a humanidade foi criada (I Timóteo 2:13) e da forma pela qual o pecado entrou no mundo (II Timóteo 2:14). Deus, através do Apóstolo Paulo, restringe as mulheres de exercerem papéis de ensino e/ou autoridade espiritual sobre os homens. Isto impede as mulheres de servirem como pastoras, o que definitivamente inclui pregar, ensinar e ter autoridade espiritual sobre os homens.

    Há muitas “objeções” a esta visão de mulheres no ministério. Uma objeção comum é que Paulo restringe as mulheres de ensinar porque, no primeiro século, as mulheres tipicamente não possuíam uma educação formal. Entretanto, I Timóteo 2:11-14 em nenhum momento menciona a posição acadêmica. Se a educação formal constituísse uma qualificação para o ministério, a maioria dos discípulos de Jesus provavelmente não teria sido qualificada. Uma segunda objeção comum é que Paulo restringiu apenas as mulheres de Éfeso de poderem ensinar (I Timóteo foi escrito a Timóteo, o qual era pastor da igreja em Éfeso). A cidade de Éfeso era conhecida por seu templo a Ártemis, a falsa deusa greco-romana. As mulheres eram a autoridade na adoração a Ártemis. Entretanto, o livro de I Timóteo em momento algum menciona Ártemis, tampouco Paulo menciona a adoração a Ártemis como razão para as restrições em I Timóteo 2:11-12.

    Uma terceira objeção comum é que Paulo estivesse se referindo apenas a maridos e esposas, não a homens e mulheres em geral. As palavras gregas em I Timóteo 2:11-14 poderiam se referir a maridos e esposas, entretanto, o significado básico das palavras se refere a homem e mulher. Além disso, as mesmas palavras gregas são usadas nos versículos 8-10. Apenas os maridos devem levantar as mãos santas em oração sem iras ou contendas (verso 8)? Somente as esposas devem se vestir com recato, com boas obras e adoração a Deus (versos 9-10)? Claro que não! Os versículos 8-10 se referem claramente a homens e mulheres em geral, não apenas a maridos e esposas. Não há nada no contexto que possa indicar uma mudança para maridos e esposas nos versos 11-14.

    Mais uma objeção frequente a esta interpretação sobre mulheres no ministério é em relação a mulheres que ocupavam posições de liderança na Bíblia, principalmente Miriã, Débora e Hulda no Antigo Testamento. Esta objeção falha em perceber alguns fatores relevantes. Primeiro, Débora era a única juíza entre 13 juízes homens. Hulda era a única profeta mulher entre dúzias de profetas homens mencionados na Bíblia. A única ligação de Miriã com a liderança era por ser irmã de Moisés e Arão. As duas mulheres mais importantes do tempo dos reis foram Atalia e Jezabel – péssimos exemplos de boa liderança feminina. Mais importante ainda, porém, a autoridade das mulheres no Antigo Testamento não é relevante para a questão. O livro de 1 Timóteo e as Epístolas Pastorais apresentam um novo paradigma para a igreja – o corpo de Cristo – e esse paradigma envolve a estrutura de autoridade para a igreja, não para a nação de Israel ou de qualquer outra entidade do Antigo Testamento.

    Argumentos semelhantes são feitos usando Priscila e Febe no Novo Testamento. Em Atos 18, Priscila e Áquila são apresentados como ministros fiéis de Cristo. O nome de Priscila é mencionado primeiro, talvez indicando que fosse mais “importante” no ministério do que o seu marido. No entanto, Priscila em nenhum lugar é mencionada como participando de uma atividade ministerial que estivesse em contradição com 1 Timóteo 2:11-14. Priscila e Áquila trouxeram Apolo à sua casa e o discipularam, explicando-lhe a Palavra de Deus com mais precisão (Atos 18:26).

    Em Romanos 16:1, mesmo que Febe seja considerada uma “diaconisa” ao invés de “serva”, isto não indica que fosse uma mestra na igreja. “Apto a ensinar” é dado como uma qualificação aos presbíteros, mas não aos diáconos (I Timóteo 3:1-13; Tito 1:6-9). Os anciãos/bispos/diáconos são descritos como “maridos de uma só esposa”, “um homem cujos filhos creem” e “homem digno de respeito”. É bem claro que essas qualificações se referem a homens. Além disso, em I Timóteo 3:1-13 e Tito 1:6-9, apenas pronomes masculinos são usados para se referir a anciãos/bispos/diáconos.

    A estrutura de I Timóteo 2:11-14 torna a “razão” perfeitamente clara. O verso 13 inicia com “porque” e dá o “motivo” do que Paulo afirmou nos versos 11-12. Por que não devem as mulheres ensinar ou ter autoridade sobre os homens? Porque “primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.” Este é o motivo. Deus criou Adão primeiro, e depois criou Eva para ser uma “auxiliadora” de Adão. Esta ordem da Criação tem aplicação universal na família (Efésios 5:22-33) e na igreja. O fato de Eva ter sido enganada também é dado como razão para as mulheres não poderem servir como pastoras ou ter autoridade espiritual sobre os homens. Isto leva alguns a crerem que as mulheres não devam ensinar por serem mais facilmente enganadas. Este conceito é discutível, mas se as mulheres forem mais facilmente enganadas, por que deixar que ensinassem crianças (que são facilmente enganadas) e outras mulheres (que supostamente são mais facilmente enganadas)? Não é isso o que diz o texto. As mulheres não devem ensinar ou ter autoridade espiritual sobre os homens porque Eva foi enganada. Como resultado, Deus deu aos homens a autoridade primária de ensinar na igreja.

    As mulheres são excelentes em dons de hospitalidade, misericórdia, ensino e ajuda. Muito do ministério da igreja depende das mulheres. As mulheres na igreja não são restritas do ministério de orar em público ou profetizar (I Coríntios 11:5), apenas de exercerem autoridade de ensino espiritual sobre os homens. A Bíblia em nenhum lugar faz restrições quanto a mulheres exercendo os dons do Espírito Santo (I Coríntios 12). As mulheres, assim como os homens, são chamadas a ministrar aos outros, a demonstrar o fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23) e a proclamar o Evangelho aos perdidos (Mateus 28:18-20; Atos 1:8; I Pedro 3:15).

    Deus ordenou que somente homens servissem em posições de autoridade de ensino espiritual na igreja. Isto não é porque os homens sejam necessariamente melhores professores ou porque as mulheres sejam inferiores ou menos inteligentes (o que não é o caso). É simplesmente a maneira que Deus designou para o funcionamento da igreja. Os homens devem dar o exemplo na liderança espiritual – em suas vidas e através de suas palavras. As mulheres devem ter um papel de menos autoridade. As mulheres são encorajadas a ensinar a outras mulheres (Tito 2:3-5). A Bíblia também não restringe as mulheres de ensinarem crianças. A única atividade que as mulheres são impedidas de fazer é ensinar ou ter autoridade espiritual sobre homens. Isto logicamente inclui mulheres servindo como pastoras e pregadoras. Isto não faz, de jeito algum, com que as mulheres sejam menos importantes, mas, ao invés, dá a elas um foco ministerial mais de acordo com o dom que lhes foi dado por Deus.



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2013 10:39

      Olá Adaister!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia é clara em afirmar que Deus não faz acepção de pessoas (Romanos 2:11) e quem concede os dons espirituais é o Espírito Santo (1 Coríntios 12:11).
      Em duas ocaisões específicas por problemas culturais específicos o apóstolo Paulo deu uma recomendação para a igreja, contudo isso não significa que o Espírito Santo não pudesse usar as mulheres na pregação do evangelho. Leia Atos 21:9.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Renato Rosendo em 15 de dezembro de 2012 0:07

    Essa premiação é a coroação do belíssimo trabalho do programa Na Mira da Verdade. Parabéns!!!!!!!!!



  • Fábioactive@hotmail.com em 15 de dezembro de 2012 18:57

    agradeço a deus pelas iluminações atravez deste cana maravilhoso



  • Eduardo Vidalem em 15 de dezembro de 2012 21:27

    Professor Leandro, queria que me explicasse algo:

    O que existe de verdade nesta afirmação:

    Pesquisas posteriores mostram que em 1844 o dia da expiação não caiu em outrubro, mas em setembro.

    Poderia me ajudar nssa questão?

    Deus abençoe…



    • J.Washington em 28 de março de 2013 17:18

      Eduardo, obrigado por sua participação. Para chegarmos ao dia de 22 de outubro de 1844, que indica o término da profecia dos 2300 anos de Daniel 8:14 (ou seja, o início da Purificação do Santuário no céu), precisamos seguir alguns passos:

      1º: Compreender que o ritual do santuário terrestre era um modelo para compreendermos as realidades do ministério de Cristo no Santuário Celestial (Êx 25:8, 9; Hb 8:1-2);

      2º: Entender que o “Dia da Expiação” em Levítico 16 (versos 29 – 34) era um “Dia de Juízo” que ocupava apenas um dia no outono de cada ano e que, portanto, o “Dia da Expiação” equivale à Purificação do Santuário Celestial mencionada em Daniel 8:14;

      3º: Ter em mente que o “Dia da Expiação” nos dias do Antigo Testamento, além de ser no outono, era celebrado no “sétimo mês” (chamado de Tishri) do calendário judaico e que o mesmo corresponde aproximadamente ao mês de outubro do nosso calendário;

      4º: Saber que o “Dia da Expiação” ocorria no “décimo dia” do sétimo mês (Lv 16:29-30), ou seja, dia 22. O “décimo dia do sétimo mês” do calendário judeu é, portanto, o mesmo que 22 de outubro em nosso calendário.

      Conforme sugerido pelo milerita Samuel Snow, se o “Dia da Expiação” ocorria em 22 de outubro (outono), a “Purificação do Santuário Celestial” (término da profecia dos 2300 dias-anos e início do Juízo de Investigação no Céu) também aconteceu em 22 outubro. Mais especificamente no ano de 1844 d.C.

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Pastor Gervásio Coutinho em 16 de dezembro de 2012 9:41

    Sou um profundo admirador do programa, sou pastor pentecostal e acompanho desde 2009, e parabenizo mais essa meta alcançada, foi devido a qualidade e imparcialidade, mas confesso que me decepcionei muito no ultimo programa, pois nao reconheci o professor, ele estava, me pareceu querendo provar alguma coisa a alguém, estava agressivo e muito exaltado, fato que se percebe na frase “podem me chamar de fanático”, nao consguiu se cituar no assunto e nem na Bíblia, fez apenas uma estranha apologia defensiva ao adventismo e se esqueceu inclusive de que o programa é de perguntas e respostas, mas esse mais parecia um “direito de resposta”, onde se nao me engano umas 3 ou 4 perguntas foram superficialmente respondidas.
    Quero deixar uma mensagem ao professor. você não precisa provar nada pra ninguem, nao dê ouvidos aqueles que tentam lhe tirar os frutos do Espírito, você é melhor do eles (os anti-adventistas), resista meu amigo e nao se deixe levar, o programa e ótimo e que nao gostar desligue a tv. Falar a verdade as vezes dói, mas vale a pena.
    Curiosidade: Minha esposa achou que você se transformou por causa do cavanhaque, quem saber ela nao esta certa. risos.

    Deus abençõe a todos.



  • Ilda Nunes de Souza em 17 de dezembro de 2012 18:03

    Maravilha seu programa!Que Deus continue a iluminá-los e assim Jesus volte logo.Abraços!!!



  • Yuri em 17 de dezembro de 2012 20:42

    Afinal Porque na Bíblia esta escrito que não e pecado comer carne de porco mais todos os adventistas falo que não pode ?



    • Maiara Costa - Equipe em 21 de março de 2013 19:44

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Yuri!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Gostaria de convidá-lo a ler dois textos bíblicos muito importantes: Isaías 65:3,4; 66:15-17.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • EMERICK em 17 de dezembro de 2012 23:46

    CAROS LENDRO E TITO, NAO TEM COMO NAO ELOGIA-LOS, MAS SAIBAM QUE SOU FÃ DESTE PROGRAMA ABENÇOADO POR DEUS, ATRAVEZ DELE MUITAS ALMAS ESTAO SE CONVERTENDO EM CRISTO. QUE DEUS POSSA ABENÇOA-LOS SEMPRE. SE NAO CONHECE-LOS AQUI, CERTAMENTE OS CONHECEREI NA ETERNIDADE, OK?
    QUE A PAZ DO SENHOR SEJA COM VOCES E FAMILIA.
    EM TEMPO:
    QUERO PEDIR SUA ORAÇAO, POIS NO DIA 22/12/12 EU E MINHA ESPOSA ROSILDA ESTAREMOS NOS BATIZANDO NA IASD EM BARRA MANSA NO BAIRRO VERBO DIVINO COM O PASTOR MARCIO. UM FORTE ABRAÇO.
    ASS. EMERICK E ROSILDA



  • Sonia Gomes David em 18 de dezembro de 2012 17:12

    Prabéns a todos familia novo tempo que somos nós rádio e tv,que o SENHOR continue com voces,por favor me explique juizes19;29 porque o esposo despedaçou sua concubina.Obrigado



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2013 10:13

      Olá Sonia!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por seu carinho e por enviar a sua pergunta.
      O levita despedaçou a concubina conforme explica o Comentário Bíblico Adventista para chamar a atenção do povo (12 tribos) e executar julgamento sobre aqueles perversos homens de Gibeá. Precisamos compreender algumas coisas importantes sobre Deus para não pensarmos que Ele era a favor de algumas práticas. O fato de Deus permitir que a concubina fosse morta tão macabramente isso não significa que Deus concordasse com aquilo. O que ocorre é que a Bíblia muitas vezes descreve Deus permitindo as coisas que Ele não impede de acontecer, pois Ele não interfere na liberdade de escolha dos seres humanos.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Antonio Cezar Marques em 18 de dezembro de 2012 20:36

    Prezado pastor…..caso o sr passe mal e precise de auxilio medico na sexta feira apos o por do sol, onde iras ? uma vez que o hospital não pode abrir as portas pois esta na guarda do sabado. Ja trabalhei no Hosp Adventista e os plantoes são normais, o atendimento no PS tambem. Ah excessões na guarda do sabado? porque os adventistas guardam o sabado e tambem o domingo se este é o primeiro dia da semana? Sim pois o funcionarios guardam o sabado e depois acompanham o mundo descansando tbm no domingo..



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2013 10:05

      Olá Antonio Cezar!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Qual a diferença entre uma instituição de saúde secular e uma cristã adventista no dia de sábado?
      Pelo menos três pontos:
      1° O ambiente- numa instituição secular não há o ambiente sabático que se constitui em uma clínica ou instituição de saúde adventista. Na instituição de saúde adventista há o culto e as músicas tocadas nos ambientes são puramente espirituais.
      2° A rotina: numa instituição secular aos sábados a rotina é a mesma da semana, sendo que nem tudo o que acontece no hospital é de caráter de urgência, pois há determinados procedimentos que podem ser evitados para o dia de sábado podendo ser feitos durante a semana sem que isso prejudique a saúde do paciente. Já numa instituição adventista de saúde os procedimentos são diferentes dos demais feitos durante a semana, sendo o atendimento prestado de caráter urgente e para a manutenção da vida.
      3° Rodízio: numa instituição secular os rodízios podem cair em diferentes dias da semana, sendo que o profissional da área pode trabalhar vários sábados sem a real necessidade de se estar ali, já numa instituição de saúde adventista o profissional que tem de ir aos sábados trabalha num esquema de rodízio, sendo que presta os seus serviços um ou dois sábados no mês. Sendo que muitos ali são obreiros não recebem por isso, por serem assalariados.
      Cristo quando esteve aqui trouxe a verdadeira compreensão do que deve ou não ser feito nas horas do sábado, sendo que o seu principal objetivo era levar a pessoa à salvação e não apenas aliviar o problema físico, portanto as instituições de saúde adventistas cumprem também com esse papel, pois pela forma diferenciada de atendimento não trata apenas da enfermidade física, mas também da espiritual. As nossas instituições trabalham com a obra médico missionária. O sábado é um dia de adoração, santificação, libertação e salvação e esse ideal é alcançado em nossas instituições de saúde.
      Existem serviços que são essenciais para a manutenção da vida e se vivêssemos em uma teocracia não seriam considerados por Deus como trabalho, e creio que todos seriam convocados a pelo menos uma vez prestarem seus serviços em auxilio ao próximo.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • natã moreira em 18 de dezembro de 2012 21:36

    Olá na mira da verdade gostaria de saber se é antibíblico a historia do milenio



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de março de 2013 16:33

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Natã!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Não milênio da forma como é ensinado pela Bíblia (Apocalipse 20).
      Agora a teoria do dispensacionalismo que ensina que haverá uma segunda chance no milênio, sim é antibíblica.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Anderson Ribeiro em 18 de dezembro de 2012 21:47

    Shalon!!!
    Estou assistindo seu programa e foi mencionado que iremos morar no céu. Não vejo isto na biblia, que passagens apoiam esta doutrina? Pois Tes. 4 diz que iremos encontrar o senhor nos ares, mas não diz que iremos ao céu, e vejo que o milênio será aqui na terra (Apoc. 20, Zacarias 14, Isaias 65 e 66)

    Fiquem na paz de Yahushua!



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de março de 2013 16:43

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Anderson!
      Grande satisfação manter contato com você.
      Muito obrigado por sua pergunta.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Realmente não iremos morar no Céu, pois o nosso lar será aqui nessa terra depois de ter sido restaurada. Contudo o milênio passaremos no céu, pois de lá descerá a Cidade Santa com os remidos (Apocalipse 20:9; 21:2).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • cloves botelho dos santos em 18 de dezembro de 2012 21:56

    me fala e me explica,pq q falo q na hora q jesus vim,nem os anjos sabe,se ele vive todo tempo junto os anjo e jesus..me explica.



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de março de 2013 17:24

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Cloves!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      O texto de Mateus 24:36 deve ser entendido a luz do contexto da natureza divino-humana de Cristo. Os anjos não são oniscientes, portanto, mesmo estando todo o tempo ao lado de Cristo não tem revelação desse momento.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Beth em 19 de dezembro de 2012 21:50

    Pastor Leandro a minha pergunta nada tem a ver com essa postagem ,mas é uma dúvida que tem me incomodado muito me encontro afastada da igreja e lendo a bíblia há alguns dias atrás li o Hebreus 6:4-8.Lendo esse esse texto eu entendi que quando uma pessoa que conheceu a Deus e caiu ela nao pode ser renovada no arrependimento,interpretei corretamente? Por favor pastor me exclareça essa dúvida .Grande abraço!



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de março de 2013 15:54

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Beth!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Esse texto de Hebreus 6:4-8 é melhor compreendido quando lido com outros dois textos importantes: Hebreus 10:26,27 e 2 Pedro 2:20-22.
      Assim sendo, os textos mostram que para o apóstata declarado se torna muito dificil o perdão, pelo fato da própria pessoa não querer mais.
      E esse não é o seu caso querida amiga!
      Dessa forma em nome de Jesus não espere abandonar os seus erros para ir a Ele, vá do jeito que você está, pois quem transformará a sua vida é Ele. Você não tem poder para isso, pois essa é uma obra divina (Ezequiel 36:26,27; Romanos 12:2; 2 Coríntios 3:18). Cristo não veio a esse mundo por causa de pessoas justas, mas sim por causa de nós terríveis pecadores (Lucas 19:10). Cristo não esperou que nós deixássemos de ser pecadores, muito pelo contrário (Romanos 5:8), Ele veio e morreu por cada um de nós para nos dar nova vida. Somente em Cristo temos nova vida. O que todos nós precisamos fazer é parar de olhar para nós mesmos e começar a olhar para Cristo. Pois, quando Cristo nos olha Ele não fica reparando em nossos pecados (Salmo 103:10), mas olha para aquilo que pode fazer por cada um de nós. Não espere ter forças, vá a Cristo sem forças e Ele te fortificará. O Espírito Santo já está mexendo com o seu coração, pois é Ele quem está te convencendo que precisa de Cristo, precisa voltar para Cristo (João 16:8), então não endureça o seu coração para a voz e convite do Espírito Santo (Hebreus 3:15), pois hoje é o dia da sua salvação (2 Coríntios 6:2) é o dia da nossa salvação, pois o ontem é passado, o amanhã ainda não existe e o hoje é uma dádiva que recebemos de Deus, por isso se chama presente, portanto não desperdice. Deus está agora ao teu lado dizendo que sua mão está estendida para te salvar (Isaías 59:1), agarre as mãos de Jesus.
      Conte conosco para o que precisar.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • adailton em 21 de dezembro de 2012 8:15

    gosto muito do programa, e que Deus continue abençoando a todos que fazem o na mira da verdade, tenho uma dúvida; (compra uma telesena e contar com a sorte é errado?)



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2013 17:15

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Adailton!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua pergunta.
      A Bíblia nos ensina que o cristão deve ter um estilo de vida diferenciado.
      Gênesis 3:19 e 1 Timóteo 6:6-11.
      Não é o ideal divino o dinheiro fácil e a participação em jogos de azar.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Jakson Paes em 22 de dezembro de 2012 15:19

    Creio que a volta do Senhor Jesus está muito proximo, creio que estamos realmente no tempo no fim, mas vocês ja se perguntaram quantas pessoas por dia morre sem Jesus ?
    Se nós não vivermos um evangelho transformador como iremos atrair a atenção do que estão perdidos? Tantas pessoas recebem os estudos, entendem as verdades de Deus, porém na hora de tomar a sua decisão não optam ser membros da Igreja adventistas, será que não tem alguma coisa errada, será que estamos tendo verdadeiro testemunho de Jesus ?
    Será que não esta existindo uma discrepância entre o evangelho que é pregado e aquilo que é vivido ?
    Não quero que isso seja uma critica, mas quero que pensem sobre isso, quero que a liderança pense nisso.
    Nós cristãos somos transformados por Cristo, mas temos que passar isso para as outras pessoas. Me dói quando vejo pessoas perdidas, sem Jesus.
    È muito bom falar e ouvir do Senhor Jesus dentro da igreja, mas temos que ter mais prazer de falar do Senhor lá fora.
    Isso tem me incomodado, as pessoas sendo frias geralmente não passam um bom testemunho, não tem prazer de falar e fazer a obra de Deus, porque é uma alegria tão grande ter Cristo que você quer passar para todo mundo, quer que todo mundo tenha a mesma alegria.
    Como já disse não levem como critica, nem ofensa, não é meu desejo isso.
    Mas vejo que há uma grande necessidade de um avivamento na igreja, das pessoas darem mais liberdade para o Espirito Santo trabalhar na vida, ter mais intimidade com Deus.
    Os adventistas são os que mais estudam a biblia e são os que pregam a verdade, mas creio que está verdade tem que ser vivida. Como a propria palavra do Senhor diz, Deus é amor e me desculpe dizer são poucas pessoas que estão interessadas em dar e passar este amor.
    Que todos possam pensar sobre isso.

    Jakson.



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de março de 2013 16:55

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Jakson!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua participação.
      É por isso estimado amigo que Deus chama a cada um de nós para sermos exemplos e luz para o mundo que está em trevas (Isaías 60:1-3), sendo amigo, faça a diferença!
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • PEDRO VIDOTTI em 25 de dezembro de 2012 10:18

    parabens a voces pelo programa a mira da verdade achei muito lindo deus e verdade e justiça



  • Rubens em 25 de dezembro de 2012 22:52

    Porque O Mira Na Verdade Diz Que As Duas Testemunhas Do Apocalipse 11.3 Sao O Velho e o Novo Testamento Se O Seu Cadavér Ficara Estendido Na Praça Da Grande Cidade Sendo Comteplado Por Três Dias e Meio Não Permitindo Que Seja Sepultado Em Seguida Eles Sobem Ao Céu Numa Nuvem



    • Maiara Costa - Equipe em 18 de abril de 2013 20:46

      Olá Rubens!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Para se chegar a essa conclusão é necessário fazer um estudo com base no método historicista de interpretação.
      Por ser um assunto extenso gostaria de recomenda a leitura do livro: Uma Nova Era Segundo as Profecias do Apocalipse da editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Rafael Schroder em 26 de dezembro de 2012 9:52

    Esse prêmio e reconhecimento confirma o excelente conteúdo do blog. Com artigos de qualidade, fácil compreensão e temas profundamente esclarecedores, o resultado não poderia ser outro. Este é um fruto do qual podemos provar e constatar que, realmente, é de boa árvore. (Mateus 7:16-20)
    Que Deus seja honrado e glorificado com este inspirado trabalho.

    Rafael S.



  • manoel em 27 de dezembro de 2012 13:10

    APOCALIPSE 13:16,17
    E FAZ QUA A TODOS, PEQUENOS EGRANDES, RICOS E POBRES, LIVRES E SERVOS, LHES SEJACOLOCADO UM SINAL NA MÃO DIREITA OU NA TESTA, PARA QUE NINGUÉM POSSA COMPRAR OU VENDER,SENÃO AQULE QUETIVER O SINAL, OU O NOME DA BESTA, OU O NÚMERO DO SEU NOME.

    COMO UMA PESSOA QUE GUARDA O SÁBADO SERÁ IMPEDIDADE COMPRAR OU VENDER?



    • J.Washington em 1 de abril de 2013 18:02

      Manoel, obrigado por fazer contato e pelo interesse de conhecer mais a vonta de Deus. Destacamos o seguinte:

      João foi convidado a contemplar um povo distinto dos que adoram a besta ou a sua imagem observando o primeiro dia da semana. A observância desse dia é o sinal da besta. (Testemunhos Para Ministros, p. 133). O sinal da besta é o dia de repouso papal. (Evangelismo, p. 234). Quando vier a prova, será mostrado claramente o que é a marca da besta. Ela é a observância do domingo (The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 7, p. 980).

      O sinal, ou selo, de Deus é revelado na observância do sábado do sétimo dia – o memorial divino da criação. A marca da besta é o oposto disso – a observância do primeiro dia da semana. (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 232).”A todos, os pequenos e os grandes, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita, ou sobre a fronte” (Apocalipse 13:16). Os homens não só não deverão trabalhar com as mãos no domingo, mas reconhecer com a mente que o domingo é o sábado (Special Testimony to Battle Creek Church, p. 6 e 7).

      Quando é Recebido o Sinal da Besta?
      Ninguém recebeu até agora o sinal da besta (Evangelismo, p. 234). A observância do domingo não é ainda o sinal da besta, e não o será até que saia o decreto compelindo os homens a venerarem esse falso sábado. Chegará o tempo em que esse dia será a prova, mas esse tempo ainda não veio. (The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 7, p. 977).

      Deus concedeu aos homens o sábado como sinal entre Ele e eles, como uma prova da fidelidade deles. Os que, na grande crise que está perante nós, depois de receberem iluminação no tocante à lei de Deus, prosseguem desobedecendo e exaltando as leis humanas acima da de Deus, receberão o sinal da besta. (Evangelismo, p. 235).
      O sábado será a pedra de toque da lealdade, pois é o ponto da verdade especialmente controvertido. Quando sobrevier aos homens a prova final, traçar-se-á a linha divisória entre os que servem a Deus e os que não O servem. Ao passo que a observância do sábado espúrio em conformidade com a lei do Estado e contrária ao quarto mandamento, será uma declaração de fidelidade ao poder que se acha em oposição a Deus, é a guarda do verdadeiro sábado, em obediência à lei divina, uma prova de lealdade para com o Criador. Ao passo que uma classe, aceitando o sinal de submissão aos poderes terrestres, recebe o sinal da besta, a outra, preferindo o sinal da obediência à autoridade divina, recebe o selo de Deus (O Grande Conflito, p. 605).

      A imposição da Observância do Domingo é a Prova
      Ninguém é condenado sem que haja recebido iluminação nem se compenetrado da obrigatoriedade do quarto mandamento. Mas quando for expedido o decreto que impõe o sábado espúrio, e o alto clamor do terceiro anjo advertir os homens contra a adoração da besta e de sua imagem, será traçada com clareza a linha divisória entre o falso e o verdadeiro. Então os que ainda persistirem na transgressão receberão o sinal da besta (Evangelismo, p. 234).
      Quando, porém, a observância do domingo for imposta por lei, e o mundo for esclarecido relativamente à obrigação do verdadeiro sábado, quem então transgredir o mandamento de Deus para obedecer a um preceito que não tem maior autoridade que a de Roma, honrará desta maneira o papado mais do que a Deus. Prestará homenagem a Roma, ao poder que impõe a instituição que Roma ordenou. Adorará a besta e a sua imagem.

      Ao rejeitarem os homens a instituição que Deus declarou ser o sinal de Sua autoridade, e honrarem em seu lugar a que Roma escolheu como sinal de sua supremacia, aceitarão, de fato, o sinal de fidelidade para com Roma – “o sinal da besta”. E somente depois que esta situação esteja assim plenamente exposta perante o povo, e este seja levado a optar entre os mandamentos de Deus e os dos homens, é que, então, aqueles que continuam a transgredir hão de receber “o sinal da besta” (O Grande Conflito, p. 449).

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Ademar Pedro Alves em 28 de dezembro de 2012 8:54

    Gosto muito dos programas da tv novo tempo, más, é preciso informar a todo o povo de Deus
    que procurem Biblicamente distingui o que joio e trigo, porque, tanto na novo tempo como em outros canais de televisão, estão semeando estas duas sementes juntas para confundir os cristãos.



  • Rubens em 28 de dezembro de 2012 13:53

    Porque O Mira Na Verdade Diz Que As Duas Testemunhas Do Apocalipse 11.3 Sao O Velho e o Novo Testamento Se O Seu Cadavér Ficara Estendido Na Praça Da Grande Cidade Sendo Comteplado Por Três Dias e Meio Não Permitindo Que Seja Sepultado Em Seguida Eles Sobem Ao Céu Numa Nuvem ?



    • J.Washington em 2 de abril de 2013 17:52

      Rubens, muito obrigado por sua participação. Vamos estudar um pouco mais o tema que você nos apresenta?

      Tem havido muita especulação quanto à identidade dessas testemunhas. Alguns procuram vê-las como literais, chegando mesmo a nomeá-las como Moisés e Elias. Mas toda a linguagem aí é figurativa. O verso 4 diz: “Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da Terra”. Em Zacarias 4:11-14, as duas oliveiras representam a Palavra de Deus, e a Palavra de Deus é sem dúvida uma luz, como diz Salmo 119:105 e 130: “Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra, e luz para o meu caminho,” e “a exposição das Tuas Palavras dá luz.” Mas as Escrituras são mais do que uma luz, elas tão também testemunho da graça de Deus. Jesus declarou que as Escrituras do Velho Testamento testificavam dEle. Em Mateus 24:14 lemos: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, para testemunho a todas as gentes.”

      A explicação mais satisfatória desta profecia é que as testemunhas são o Velho e Novo Testamentos. É fora de dúvida que eles testificam de Cristo. “São elas [as Escrituras] que de Mim testificam”, disse Jesus. João 5:39.

      “As duas testemunhas representam as Escrituras do Velho e Novo Testamentos. Ambos são importantes testemunhas quanto à origem e perpetuidade da lei de Deus. Ambos também são testemunhas do plano da salvação. Os tipos, sacrifícios e profecias do Velho Testamento apontam para um Salvador por vir. Os evangelhos e as epístolas do Novo Testamento falam acerca de um Salvador que veio exatamente da maneira predita pelos tipos e profecias” (O Grande Conflito, p. 265).

      A profecia declara que as testemunhas profetizavam vestidas de saco, símbolo de penitência ou tristeza. O Velho e o Novo Testamentos foram praticamente silenciados, primeiro pela apostasia dentro da igreja, e depois pelos ataques de infiéis e racionalistas. Mas cada “testemunha” fazia a mesma afirmação, isto é, que por 1260 anos a apostasia haveria de vangloriar-se, mas no final desse período as Escrituras falariam com novo poder.
      Nos versos 5 e 6, é-nos dito que se alguém quiser fazer mal às testemunhas será morto, será alcançado pelas pragas e os juízos de Deus, pois essas testemunhas têm poder sobre a Natureza para fechar os céus e transformar as águas em sangue. Moisés advertiu a Israel que caso se afastassem de Deus, Ele fecharia “os céus e não haveria chuva” (Deuteronômio 11:16 e 17). Eles se afastaram de Deus e Elias, o profeta, foi despertado para trazer o povo de volta a Jeová. Elias ordenou que não chovesse, e durante três anos e meio não houve chuva (Tiago 5:17; 1 Reis 17 e 18). É significativo que três anos e meio representam 1.260 dias, ou, em sentido profético, 1260 anos. (Um ano profético vale 360 dias, ou 360 anos literais, de modo que três anos e meio representam 1260 anos literais.)

      Quando o Faraó ateu disse a Moisés: “Quem é o Senhor, para que eu obedeça a Sua voz?” ele estava desafiando o próprio Deus do Céu. Logo em seguida os rios tornaram-se em sangue. O mesmo poder reside no Novo Testamento, pois uma das sete pragas será a transformação das águas em sangue, Apocalipse 16:4.

      A mesma desafiadora atitude, vista no governante do antigo Egito, surgiu de novo durante a Revolução Francesa, quando pela primeira vez em mais de dois mil anos, uma nação em sua capacidade como reino, fez guerra ao “monarca do Céu”. Pela legislação da França, as duas testemunhas – Velho e Novo Testamentos – foram figurativamente mortas nas ruas. Em 1793, a Assembléia Francesa baixou um decreto suprimindo a Bíblia. Em 11 de novembro desse ano, foi realizado um “grande festival” na igreja principal de Paris, em honra da “Razão e da Verdade”, enquanto as autoridades, que assistiam a este burlesco espetáculo, levaram a cabo uma insultante cerimônia. Paris, centro da nacionalidade, tornou-se sem dúvida uma Sodoma espiritual, pois a licenciosidade parecia uma de suas principais características. A cidade tornou-se também um Egito espiritual, ao dirigir o ateísmo militante insultos ao Deus do céu. Frases como “Esmaguemos o Patife” (referindo-se a Cristo) eram levados pelas ruas inundadas de sangue. Mas isto não devia durar. Ímpios gozadores podem divertir-se por algum tempo, mas havendo o homem alcançado o seu limite, o Todo-Poderoso pode encerrar o capítulo. Ele sempre o faz.

      O profeta declarou que após três dias e meio proféticos, ou anos, as testemunhas voltariam à vida, e, levantando-se, fariam que grande temor caísse sobre todos os homens. Embora a Assembléia Francesa houvesse promulgado um decreto suprimindo a Bíblia, três e meio anos mais tarde outro decreto era baixado pela mesma assembléia autorizando tolerância às Escrituras. A resolução, entretanto, permaneceu seis meses na mesa, depois do que “foi apresentada e aprovada sem um único voto contrário”. Isto foi precisamente três anos e meio depois de ter sido o primeiro decreto baixado. Quão acurada é a palavra profética de Deus!

      “A igreja e a Bíblia haviam permanecido mortas na França, de novembro de 1793 até junho de 1797. Os três anos e meio foram consumidos, e a Bíblia, por tanto tempo e tão severamente reprimida antes, foi exaltada a um lugar de honra, tendo sido francamente o livro do protestantismo livre!” (George Croly, The Apocalypse of St. John, p. 183).

      A profecia diz: “E subiram [as testemunhas] ao céu em uma nuvem e os seus inimigos os viram” (Apocalipse 11:12). As Escrituras, tão fortemente suprimidas pela impiedade, deviam ser exaltadas aos olhos de todas as nações. É significativo que em 1804, quase imediatamente seguindo-se à Revolução Francesa, tenha sido organizada a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira. Nesse tempo as Escrituras estavam traduzidas em apenas poucas línguas. Hoje a Palavra de Deus pode ser lida em mais de milhares de línguas diferentes.

      O ateísmo militante, entretanto, não terminou a consolidação da República Francesa. As forças da impiedade, tão dominantes na revolução, espalharam-se de norte a este, buscando ocupar um solo fértil. Mais destituída ainda e espezinhada do que os camponeses franceses durante o reinado dos últimos reis da França, estava uma grande nação do distante norte e este. A religião era para eles alguma coisa que simbolizava a crença pela força e a opressão. Seria de algum modo de admirar que quando o país foi lançado na revolução política de 1917, uma parte vital da agitação fosse um ataque à religião? Levou aproximadamente um século para que as sementes da revolução frutificassem plenamente na Rússia. Wesishaupt, da Alemanha, em 1776 lançou as bases de uma falsa filosofia que, de uma ou de outra forma, se espalhou por todo o mundo.

      Enquanto as forças do ateísmo e do cristianismo apostatado estão se organizando para seu derradeiro assalto à igreja, Deus está enviando Sua última mensagem a toda nação, tribo, língua e povo (Apocalipse 14:6). A verdade, que por séculos tem sido reprimida e subvertida por professores apóstatas e a incredulidade espetaculosa, está agora brilhando com novo fulgor provindo da Palavra de Deus. Especial atenção tem sido mostrada para com o estudo do ministério de Jesus como nosso grande Advogado e Juiz.

      Uma vez que Ele foi indicado pelo Pai para submeter a juízo cada alma, é importante que toda nação na Terra compreenda que “vinda é a hora do Seu juízo”, de modo que pessoas de cada língua e tribo possam preparar-se para o encontro com o seu Deus. A atitude de nosso culto é a medida de nosso poder espiritual. “É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá” (Apocalipse 11:14).

      Os maiores acontecimentos de todos os tempos estão perante nós. Estamos no limiar do mundo eterno. Quão essencial, pois, que nos encontremos adorando a Deus em espírito e verdade! A última grande batalha deverá ser logo travada: a batalha entre as forças da luz e as das trevas, da verdade e do erro. Quando vier o terceiro ai, será tarde demais para fazermos paz com Deus. “A disseminação mundial dos mesmos ensinos que ocasionaram a Revolução Francesa – tudo propende a envolver o mundo inteiro em uma luta semelhante àquela que convulsionou a Francesa” (Educação, p. 228). A única resposta a um mundo apostatado e ateu, é a igreja arder em zelo por Deus.

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Anabela Alberto Maoze em 28 de dezembro de 2012 14:00

    gostaria de receber a revista principios que sempre escuto no canal novo tempo mais nao sei o que eCPF



    • J.Washington em 1 de abril de 2013 17:10

      Anabela, realmente é necessário informar o CPF – Cadastro de Pessoa Física.

      Aguardamos para enviar o material que deseja.

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • IONÉ GUEDES BARCELOS em 28 de dezembro de 2012 21:27

    28 de dezembro de 2012 às 21:27
    Parabems a todos voces por este programa maravilhoso Deus é amor verdade e vida.



  • guilherme celestino hebo em 29 de dezembro de 2012 8:58

    bom dia professor, preciso de tirar uma duvida relacionada com o milenio,é um tempo literal ou simbolico para os santos lá nos céus.



    • J.Washington em 4 de abril de 2013 18:23

      Guilherme, uma regra básica de Hermenêutica diz que a Bíblia deve, primeiramente, ser interpretada de forma literal, a menos que o contexto peça a interpretação alegórica. No livro do Apocalipse, nem tudo é alegórico.

      Exemplos: a árvore da vida, o rio da água da vida, o trono de Deus, as sete igrejas da Ásia às quais foram mandadas as sete cartas, as sete pragas e o novo céu a nova Terra. O milênio está nesse grupo. Com exceção da “prisão” de Satanás (que é uma prisão de circunstâncias, mas algo bastante real) e do clamor dos decapitados por vingança, tudo no assunto pede uma interpretação literal: Satanás é um ser literal, as nações enganadas por ele ao fim do milênio são literais, os mortos que permanecem na Terra durante o milênio são literais, os salvos que reinam com Cristo no Céu durante o milênio são literais, os que foram decapitados por causa do testemunho que deram quando vivos são literais, o abismo (este planeta escuro e sem vida) também é literal.

      Então, por que os mil anos deveriam ser simbólicos ou alegóricos? Uma alegoria aponta para uma realidade ainda maior. Caso o milênio fosse alegórico, apontaria para quê? A resposta acima foi elaborada por Michelson Borges e apresentada em seu blog http://michelsonperguntas.blogspot.com/2007/08/milnio-literal.html .

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Alexandre dos santos de oliveira em 30 de dezembro de 2012 21:46

    Um abraço a todos,que Deus abençoe pela disponibilidade de orientar quem busca a verdade.gostaria de um esclarecimento; porque os dicipulos batizavam em nome de jesus como em atos;2;38-atos;8;16-atos;10;48-roman.6-3e outros contrariando mateus;28;19. obrigado q Deus abençoe.



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de janeiro de 2013 16:45

      Olá amigo e irmão em Cristo Alexandre!
      Que grande alegria poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz do Senhor Jesus esteja sempre em seu coração.
      Cremos com certeza que o nome de Jesus é poderoso no batismo, mas não cremos que os apóstolos tenham mudado a própria ordem deixada por Jesus em Mateus 28:19,20.
      O nome de Jesus é tão poderoso que aparece junto com o Pai e o Espírito Santo, interessante que essa palavra “nome” em grego “onoma” significa sobre a autoridade, ou seja, igualando as três pessoas da trindade ou divindade e demonstrando que a pessoa que é batizada por imersão em nome da trindade passa a pertencer a mesma e torna-se sua propriedade. ¹
      Quando em Atos aparece o batismo em nome de Jesus, aquilo só de deu por se tratarem de judeus que estavam se convertendo ao cristianismo e passando a aceitar a Cristo como Salvador, ou seja, o batismo foi daquela forma para confirmação da crença deles em Cristo.
      Os apóstolos em momento algum alteraram a ordem vinda de Cristo. Pelo trabalho que a Trindade desempenha em nossa salvação, não faria sentido o batismo ser apenas em nome de Jesus, pois não há distinção entre o Pai, Filho e o Espírito Santo.
      Referência:
      1. Dicionário Vine, pág. 430, Editora CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Inacio Muenho Geraldo em 31 de dezembro de 2012 3:47

    Porquê q não devempos ter duas mulheres.?..o quê que realmente explica o livro de Levitico 19: 27, qual é o verdadeiro sentido. sou Angolano na provincia do Namibe.



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de janeiro de 2013 14:51

      Olá amigo e irmão em Cristo Inacio!:
      A graça e a paz do Senhor para você.
      Cristo ao instituir o casamento, Ele o fez para ser monogâmico (um marido e uma mulher), heterossexual e vitalício (Gênesis 1:27,28; 2:18; Deuteronômio 17:17; Mateus 19:6).
      Sendo assim qualquer relacionamento fora do casamento é pecaminoso (Mateus 5:32), colocando em risco a vida eterna,a salvação, caso o pecado não seja abandonado (1 Coríntios 6:9, 18).
      Já o significado de Levítico 19:27 é o seguinte: Os judeus se orgulhavam muito de sua barba, considerando-a símbolo de virilidade e dignidade. Sugeria-se que a barba danificada marcava seu dono como devoto de uma deidade pagã. Assim, a parte da barba que faltava teria sido cortada para ser oferecida a um deus pagão. Deus proibiu Seu povo de seguir este costume. Nesse contexto (versos 26-28),a restrição teria significado apenas como salvaguarda contra os costumes religiososo de nações pagãs. O principio não se aplica, em absoluto, ao costume moderno de se barbear.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • RICARDO em 1 de janeiro de 2013 21:59

    ola gostaria de saber o que o versículo diz quer bebais quer guardais dias seja para a gloria de DEUS :RICARDO MOURA RIBEIRO



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de janeiro de 2013 15:36

      Estimado amigo Ricardo!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus esteja sempre com você.
      1 Coríntios 10:31 nos mostra que a nossa vida como um todo deve honrar e glorificar a Deus, ou seja, representar, testemunhar (2 Coríntios 3:1,2; 2:15,16; 5:20).
      Em tudo o que fizermos devemos demonstrar que pertencemos a Cristo, pois fomos salvos por Ele.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Marcio Regis em 3 de janeiro de 2013 10:27

    Ola bom dia.
    Ja vi varios videos do professor Leando Quadros e gostei muito, principalmente dos videos que falam sobre a volta de JESUS. Gostaria de saber o ele tem algum livro que fale sobre a volda de JESUS, ou algum video, alguma pregação, em fim que nos relate como vai ser a volta de JESUS.

    Deus abençoe a todos do programa.



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de fevereiro de 2013 14:51

      Estimado amigo e irmão em Cristo Marcio!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Aqui mesmo no blog você poderá encontrar vídeos e artigos relacionados ao tema da volta de Jesus.
      Gostaria de recomendar à você a leitura do livro: O Desejado de Todas as Nações que fala não somente da volta de Cristo, mas de sua vida e minsitério, considerado uma das melhores biografias de Cristo da editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • fagner em 5 de janeiro de 2013 15:21

    para bems pelo progama que vem tirano as duvidas do povo



  • eliana monteiro de aguiar em 5 de janeiro de 2013 20:46

    Que grande bênção esse programa! Ele veio fazer diferença na pregação do Evangelho através da tv.
    Parabéns ao Leandro Quadros e ao Tito pela condução do programa!
    Mas tenho um pedido. POR FAVOR tirem aquela música de fundo quando o Leandro está dando as respostas. Aquele som parece TAMBORES DE GUERRA INDÍGENA!
    E tem momentos que o som fica tão alto que atrapalha MUITO e a gente não entende direito o que o Leandro está explicando.
    Esse maravilhoso programa não precisa de mais nenhum efeito especial. Ele basta por sí!
    Obrigada e que Deus abençoe a todos! .
    .



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de janeiro de 2013 13:06

      Olá Eliana!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por seu carinho e confiança nesse ministério.
      Agradecemos também as suas considerações.
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • adriana em 8 de janeiro de 2013 21:13

    eu comecei o ano biblico .. e nossa eu tenho muitas duvidas.
    ocorreu que:
    Parece que Cam e seus dois irmãos foram alertados sobre a condição de Noé a fim de que todos os três ficassem do lado de fora da tenda: “Cam, pai de Canaã, vendo a nudez do pai, fê-lo saber, fora, a seus dois irmãos.” (Gênesis 9:22).
    Por isso foi amaldiçoado pelo pai sendo escravos de seus próprios irmãos. Mas se eram tão rigidos oque dizer de :
    Em Gênesis 19: 30-38, vemos que após a destruição por decreto divino de Sodoma, onde Ló residia, suas filhas resolvem deitar com o pai, para que se lhes suscite descendência.
    Adriana de Hortolandia-SP



    • Maiara Costa - Equipe em 15 de janeiro de 2013 17:18

      Estimada amiga e irmã em Cristo Adriana!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Muito obrigado por sua participação.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.
      Cam expôs a situação vergonhosa de seu pai para os seus irmãos, pois Noé por estar embriagado estava nu em sua tenda, completamente exposto a vergonha.
      E Cam agiu de forma desrespeitosa e desonrosa para com o seu pai. Ao invés de se compadecer da condição vergonhosa dele, sentiu regozijo em propagá-la.
      POR QUE DEUS PERMITIU QUE AS FILHAS DE LÓ COMETESSEM INCESTO?
      Precisamos compreender algumas coisas importantes sobre Deus para não pensarmos que Ele era a favor de algumas práticas. O fato de Deus permitir que as filhas de Ló se deitassem com o próprio pai, isso não significa que Deus concordasse com aquilo. O que ocorre é que a Bíblia muitas vezes descreve Deus permitindo as coisas que Ele não impede de acontecer, pois Ele não interfere na liberdade de escolha dos seres humanos.
      Neste ato as filhas de Ló revelaram a má influência de Sodoma, pois haviam crescido num lugar onde abundavam a embriaguez e todas as formas de imoralidade; conseqüentemente, seu juízo estava embotado, e sua consciência, insensibilizada. Ló tinha conseguido proteger as filhas de se tornarem vítimas dos sodomitas, mas não tinha tido tanto sucesso em fixar-lhes no coração os princípios do que é certo. Elas são mais dignas de pena que de censura, pois o próprio Ló participou do pecado delas. Ele aceitou o vinho e bebeu. O preço que Ló pagou por alguns anos em Sodoma foi a perda de toda a família. Os vis e idólatras moabitas e amonitas foram sua única posteridade, ou seja, houve conseqüências terríveis dessa má escolha e desse pecado. Ao estudar a trajetória do povo de Israel perceberá que esses descendentes de Ló foram os piores inimigos de Israel.
      Mesmo que a lei do incesto tenha sido dada por Deus muito tempo depois de Ló (Levítico 18), ou seja, nos dias de Moisés, o Senhor não foi a favor do que as filhas dele fizeram.
      O fato de Deus permitir não significa que Ele concorde, mas sim que Ele respeita a escolha do ser humano, sendo que essa escolha pode trazer conseqüências tanto positivas como negativas.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • maria de lourdes oliveira em 21 de janeiro de 2013 0:21

    o adventista do 7 dia crer ou nao da trindade.



    • Maiara Costa - Equipe em 21 de janeiro de 2013 8:44

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Maria de Lourdes!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de Cristo esteja sempre com você.
      A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem por segunda crença fundamental a Doutrina da Trindade.
      Isso você pode conferir no livro Nisto Cremos, o material que apresenta as nossas vinte e oito crenças fundamentais que pode ser adquirido pela editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Mônica Corrêa Bruno em 21 de janeiro de 2013 22:56

    Fico feliz pelo alcance do Na Mira da Verdade! A Palavra de Deus revela que quando a lançamos, ela não volta vazia. E que os queridos irmãos Leandro Quadros e Tito continuem sendo abençoados em seu ministério, pois o Evangelho, seguramente, está ampliando suas fronteiras por esclarecimentos tão bíblicos!
    Peço a vocês que, com atenção especial, enviem dois kits das três (3) revistas, Verdades para o Tempo do Fim.
    Um, para contemplar a fé de um irmão cristão, que acompanha com frequência a programação da TV Novo Tempo, tendo grande interesse pelas orientações ministradas pelo Na Mira, mas clicando no link, não consegue obtê-las, já há repetidas vezes. Sabendo que pertenço à IASD, responsabilizou-me pela tarefa. Não consegui também, até a presente data.
    Outro, para mim mesma.
    Ainda fica o pedido, de informarem sobre como obter este material, de forma regular, o que pela página, está difícil. Outras pessoas ainda pedirão e obtendo pelo link seria melhor.
    Certa do retorno para o email cadastrado, deixo o endereço para envio das revistas: R. Manicoré, Lote 17 Quadra 9 – Bairro Coqueiral/ Araruama (RJ) – CEP 22970-000.

    Desde já, obrigada!
    Mônica C. Bruno



    • Maiara Costa - Equipe em 6 de fevereiro de 2013 16:20

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Mônoca!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado pelas suas palavras tão carinhosas e encorajadoras.
      Para adquirir o curso bíblico escreva um e-mail para: namiradaverdade@novotempo.com
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Renizia Bartz em 22 de janeiro de 2013 21:32

    Tenho uma pergunta:
    Como era o vinho que Jesus transformou; em João 2: 1-12. Por que quando fala em vinho, as pessoas pensam que é alcoolico.



    • J.Washington em 10 de abril de 2013 10:58

      Renizia, obrigado por enviar sua pergunta.

      Na história da humanidade, muitos dos sofrimentos pelos quais esta passou foi devido ao uso de bebidas alcoólicas. Isto é visto também nos tempos Bíblicos, pois muitas faziam coisas impensadas e desastrosas devido ao entorpecimento que o álcool causou em suas mentes.

      Podemos ter certeza disto pelo fato de que na bíblia Deus sempre condenou o uso do álcool. Vejamos:

      “O vinho é escarnecedor, e a bebida forte, alvoroçadora; todo aquele que por eles é vencido não é sábio”.(Provérbios 20:1 RA).

      “Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as rixas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhos? Para os que se demoram em beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada. Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. Pois ao cabo morderá como a cobra e picará como o basilisco. Os teus olhos verão coisas esquisitas, e o teu coração falará perversidades. Serás como o que se deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro e dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti; quando despertarei? Então, tornarei a beber. (Provérbios 23:29-35 RA)

      “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito”, (Efésios 5:18 RA).

      “Ai daquele que dá de beber ao seu companheiro, misturando à bebida o seu furor, e que o embebeda para lhe contemplar as vergonhas”! (Habacuque 2:15 RA).

      “Ai dos que se levantam pela manhã e seguem a bebedice e continuam até alta noite, até que o vinho os esquenta!” (Isaías 5:11 RA).

      A palavra vinho na bíblia refere-se tanto ao alcoólico quanto ao não alcoólico. Par sabermos o tipo de vinho usado por Jesus, temos de ir ao contexto das Escrituras:

      “Assim diz o SENHOR: Como quando se acha vinho num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele, assim farei por amor de meus servos e não os destruirei a todos”. (Isaías 65:8 RA).

      Neste verso, vemos que a palavra vinho foi usada para descrever o suco natural da uva. Portanto, o vinho em que “há bênção” é o suco da uva, natural, e não o alcoólico. O uso deste é aprovado por Deus.

      As escrituras dizem claramente que os que usam tal coisa destroem o corpo que é o “Templo (ou santuário) do Espírito Santo” e estão trazendo condenação para si:

      “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo”. (1 Coríntios 6:19-20 RA).

      “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. (I Coríntios 6:9-11 RA).

      Com estes fatos, podemos concluir com toda a certeza de que o vinho utilizado por Jesus na santa ceia não era alcoólico.

      O Senhor sabia das orientações bíblicas de que não se deve usar álcool e também de que por causa do mesmo, muitas famílias foram destruídas e seriam no futuro.

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Adriano Rosa em 22 de janeiro de 2013 21:34

    Boa noite,
    Me simpatizo muito com a igreja adventista, mais era católico e hj sou evangélico, se mudar novamente não posso estar pecando com Deus.



    • J.Washington em 9 de abril de 2013 14:34

      Adriano, muito obrigado por sua participação e interesse em conhecer mais a Palavra de Deus. Ele respeita suas escolhas, pois lhe deu a liberdade. Equanto encontra a Igreja Verdadeira você pode mudar de religião. O Espírito Santo lhe orienta e dará sinais para que não se confunda. Continue esudando:

      O ditado de que diz: “todos os caminhos conduzem a Deus” é um engano de Satanás para iludir as pessoas e fazê-las “adorar” a Deus (ou ao próprio inimigo) “de qualquer jeito”, para que percam a salvação. Para Jesus, não há “muitos caminhos”, mas apenas dois: um que conduz a Deus e outro que leva para perdição: “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:13-14). “Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte” (Provérbios 14:12). Há, no meio “religioso”, falsos ensinadores dos quais temos de nos cuidar: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15). A Bíblia nos fornece as características da igreja verdadeira. Ao escolhermos uma congregação para freqüentar, precisamos levar em conta:

      1) Se tal igreja segue a Bíblia como única regra de fé e prática: “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema” (Gálatas 1:8 – ver Isaías 8:19, 20). A igreja verdadeira não substitui as Escrituras Sagradas por outros supostos “evangelhos” ou pela “tradição da igreja” (Mateus 15:3, 9). Aceita a Bíblia como ela é, pratica todos os seus ensinos e aceita a todas as doutrinas bíblicas.

      2) Se tal igreja possui o “testemunho de Jesus” mencionado em Apocalipse 12:17.
      A descendência da mulher contra a qual Satanás estaria mais irado é aquele remanescente que “guarda os mandamentos de Deus” e “tem o testemunho de Jesus”, que é o Espírito de Profecia (Apocalipse 19:10, última parte). Ter o “Espírito de Profecia” é ter o dom profético. Em todos os tempos, Deus chama profetas e, nos últimos dias, Ele chamou Ellen G. White para guiar as pessoas de volta à Bíblia. “Não havendo profecia, o povo se corrompe…” (Provérbios 29:18).

      3) Se tal igreja guarda todos os mandamentos de Deus, inclusive o quarto que ordena santificar o dia de sábado: “Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar”; “Aquele que guarda toda a lei e tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos” (Apocalipse 12:17 e Tiago 2:10).
      Em profecia apocalíptica (que tem símbolos e se refere ao tempo do fim), “dragão” é um símbolo de Satanás (Apocalipse 12:9) e a “mulher pura” é um símbolo da igreja de Deus (2 Coríntios 11:2). Paulo, falando aos coríntios, disse que estava preparando-os para apresentá-los à comunidade da igreja como uma “virgem pura” perante Deus. A mulher pura realmente é um símbolo apropriado para a igreja pura, que mantém intocáveis todos os ensinamentos de Jesus. Já, a mulher prostituta e impura de Apocalipse 17 simboliza a igreja apostatada, que traiu o seu esposo – Cristo – seguindo doutrinas erradas.

      Vejamos outro verso que nos mostra a importância de uma igreja incentivar as pessoas a obedecer todos os mandamentos de Deus: “Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apocalipse 14:12).

      Novamente, a Bíblia diz que os santos são aqueles que “guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus”. A guarda dos mandamentos, inclusive o repouso no sábado, é uma das principais características da verdadeira igreja. E não poderia ser diferente, pois o sábado é um memorial do Deus Criador e da criação. Todo aquele que guarda o sábado está adorando a Deus e demonstrando crer que não está neste mundo como fruto do acaso ou da “evolução”.

      No Apocalipse, há um chamado para que adoremos a Deus no sábado: “… Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Apocalipse 14:7). Agora, comparemos esse convite com o mandamento de Êxodo 20: “Porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou” (Êxodo 20:11).

      Veja a semelhança do texto de Apocalipse 14:7, onde é feito um convite para que “adoremos aquele que fez o céu, a terra, o mar, e tudo o que neles há…” com Êxodo 20:11, onde é dito para santificarmos o sábado porque “em seis fez o Senhor o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há” e, ao sétimo dia, descansou. O texto de Apocalipse está parafraseando o quarto mandamento. É um convite para que adoremos a Deus no sábado e tal mensagem é especialmente para o povo dos últimos dias! Deus está chamando um grupo de pessoas para que sejam fiéis adoradores.
      Quando tinha 12 anos de idade, fiz a seguinte oração a Deus: “Senhor Deus, ajude-me a achar a igreja verdadeira…” Deus atendeu essa minha oração em aproximadamente quatro anos – no tempo dEle. E hoje sou muito feliz por Ele ter me conduzido das trevas para a maravilhosa luz em Cristo! Faça o mesmo. Ore a Ele para que lhe mostre o caminho a seguir, pois não irá lhe deixar só nesta procura. Assim como me respondeu, irá responder a você. Deus tem a igreja “invisível”, pessoas espalhadas por diversas denominações. A elas, Ele quer conduzir (João 10:16) e lhes dirige um convite amoroso e urgente registrado em Apocalipse 18:4: “Ouvi outra voz do céu, dizendo: Retirai-vos dela [de Babilônia, símbolo de toda confusão religiosa que há no mundo], povo meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos.”

      É muito importante que descubramos qual é a igreja que segue toda a Palavra, pois Jesus é claro em afirmar que não adianta alguém “dizer que é de Cristo se não faz a vontade de Deus”:

      Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade (Mateus 7:21-23).

      Estejamos cientes de que operar milagres e realizar qualquer outro tipo de sinal (ou até professar o nome de Jesus) não é prova de que uma igreja é de Deus, pois Satanás e seus anjos maus têm poder para fazer tais coisas, inclusive através de líderes religiosos. O que faz uma igreja ser verdadeira é seguir, em tudo, a vontade do Pai:

      “Se me amais, guardareis os meus mandamentos” (João 14:15).
      “Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?” (Lucas 6:46).
      “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço” (João 15:10).

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • Erick Lourival em 23 de janeiro de 2013 10:01

    Que felicidade imensa e que orgulho é ver esse presente chegar a um programa tão importante para nós cristãos. Tenho certeza absoluta que novos prêmios virão, pois o essencial é que as verdades bíblicas estão sendo esclarecidas de modo eficaz. Parabéns, Tito, Leandro e toda a equipe “NA MIRA DE VERDADE”!



    • J.Washington em 9 de abril de 2013 15:44

      Erick, muito obrigado por suas palavras de esperança. Continue orando e divulgando as Maravilhas de Deus.

      Deus seja louvado!

      Seja feliz!
      Equipe Na Mira da Verdade



  • marcio sousa em 28 de janeiro de 2013 0:46

    boa noite, queridos irmãos gostaria de saber, qual a pessoa correta pode estar a frente de uma igreja sendo homem ou mulher ou ambos?



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de janeiro de 2013 13:14

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Marcio!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia tem muitos conselhos para a liderança.
      Veja em sua Bíblia, por exemplo: Atos 6:3; 1 Timóteo 4:12; 2 Timóteo 2:24-25; 2 Timóteo 2:15; 2 Timóteo 3:1-13; Gálatas 5:22,23.
      Esses textos nos apresentam valiosos principíos de liderança.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • alessandra martiniano da silva em 28 de janeiro de 2013 1:59

    é uma honrra poder participa do curso biblico pois eu tenho muito que aprendre sobre jusus nosso salvador pois eu tenho vontade de aprender tudo sobre ele e vcs vão mim ajudar eu acisto toda semana e não perco um dia deus bençoe vcs



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de janeiro de 2013 8:47

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Alessandra!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em sua vida.
      Para é que é uma grande alegria tê-la como parte da familia Na Mira da Verdade.
      Conte conosco para o que precisar.
      E que a cada dia você possa continuar crescendo na graça e no conhecimento de nosso Salvador (2 Pedro 3:18).
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • luis carlos em 29 de janeiro de 2013 21:15

    queria sobre o 144 mil .explique pra nos



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 14:17

      Olá estimado Luis Carlos!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Em Apocalipse 14 encontramos uma estrutura proléptica, na qual primeiro é descrito o grupo dos 144 mil (versos 1-5), para então serem mencionadas as três mensagens angélicas responsáveis pela origem desse grupo (versos 6-12). Tanto a proclamação das mensagens quanto a formação do grupo são descritas como ocorrendo no período final da história humana, que antecede a segunda vinda de Cristo e o juízo final (versos 14-20).
      Nesse contexto, os 144 mil aparecem como a última geração dos verdadeiros adoradores de Deus (verso 7), que “guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus” (verso 12), em contraste com aqueles que adoram “a besta e a sua imagem” e recebem “a sua marca na fronte ou sobre a mão” (versos 9-11). O fato de Apocalipse 7:1-8 mencionar o mesmo grupo de 144 mil como sendo formado “de todas as tribos dos filhos de Israel” (verso 4) tem levado alguns comentaristas a sugerir que esse grupo será formado por judeus literais, em cumprimento a certas promessas do Antigo Testamento para com a nação de Israel.
      Essa interpretação carece, no entanto, de base bíblica e de fundamentação histórica, pois (1) as tribos mencionadas em Apocalipse 7:1-8 não são exatamente as mesmas que aparecem na promessa de Ezequiel 48:1-8, 23-29 (ver também Gênesis 49:1-28); (2) seria praticamente impossível reunir ainda hoje “doze mil pessoas de cada tribo de Israel, uma vez que tais distinções tribais desapareceram quase que em sua totalidade, devido à deportação compulsória e miscigenação das tribos do norte (ver 2 Reis 17); e (3) no Novo Testamento a salvação “em Cristo” desfaz toda e qualquer distinção étnica (ver Gálatas 3:26-29). Diante disso, somos levados à conclusão de que os 144 mil serão formados pela última geração do povo remanescente de Deus, também chamado de Israel espiritual (ver Romanos 9:6-8; 1 Pedro 2:9 e 10).
      Uma vez que as doze tribos de Apocalipse 7 devem ser interpretadas simbolicamente, surge a indagação: podemos entender o seu número como literal? Embora alguns comentaristas o façam, existe uma forte tendência de ver nessa multiplicação de 12 vezes 12.000 (= 144.000) apenas um símbolo da totalidade de componentes da última geração dos salvos que estarão vivos por ocasião da volta de Cristo.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Jandira Dutra em 29 de janeiro de 2013 21:23

    gostaria de saber se o crente pode beber bebida alcoolica, mesmo que só um pouquinho e dentro de sua casa



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 10:48

      Olá amiga e irmã Jandira!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A resposta de sua pergunta está num artigo dividido aqui no blog em duas partes intitulado: Beber “socialmente” é que forma alcoólatras na “sociedade”.
      E gostaria de convidá-la para acessar o artigo: http://novotempo.com/namiradaverdade/2009/09/09/beber-socialmente-e-que-forma-alcoolatras-na-sociedade-parte-1/.
      Caso não consiga acessar nos informe.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • robson neves de souza em 29 de janeiro de 2013 22:29

    parabens pelo belo programa namira da verdade gosto muito de acompanha agradeço a Deus pela vida de voçes por que tenho aprendido muito e ganhado esperiençia com deus amo voces no amor de cristo jesus obrigado



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 10:30

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Robson!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Agradecemos muito o seu carinho e confiança nesse ministério.
      E o nosso desejo para você é que a cada dia possa crescer na graça e conhecimento de nosso Senhor (2 Pedro 3:18).
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Luciano Bérgamo - Batatais/SP em 30 de janeiro de 2013 0:46

    Olá Professor. Estou encaminhando uma dúvida e queria se possível, pedir para que vocês a coloquem na mira, pois tem tudo a ver com o programa apresentado acerca da consulta aos mortos. Vamos lá: A bíblia apresenta a morte de Samuel em 1SM 25:1 e confirma isso em 1SM 28:3, porém em 1SM 28:8-15 apresenta claramente que Samuel aparece para Saul e se comunica com ele, inclusive, os versículos seguintes (versículos 16-19) apresentam Samuel exortando a Saul, mencionando inclusive o nome do “Senhor”. Esses textos bíblicos deixam bem claro que Samuel estava morto e subiu para falar com Saul. Baseado nesse contexto eu pergunto: Se fosse um espírito imundo no lugar de Samuel será que o ele exortaria a Saul utilizando o nome do Senhor? No versículo 15 Samuel questiona Saul porque o fez subir. Em que lugar Samuel estava antes de subir para falar com Saul?



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 9:23

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Luciano!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Alguns textos bíblicos são suficientes para provarmos que não era Samuel quem estava conversando com Saul naquela sessão espírita.
      1 Crônicas 10:13,14- Deus condenou a atitude de Saul em participar daquela reunião com o suposto “espírito” de Samuel. Se fosse o servo de Deus quem tivesse falado com o rei Saul, o Senhor não se importaria.
      1 Samuel 28:3- Samuel estava morto e, na morte, a pessoa está inconsciente (Eclesiastes 9:5,6,10).
      1 Samuel 28:6- Deus não mais falava com Saul, porque ele havia ido longe demais. Portanto, quem apareceu a Saul naquela reunião espírita, não foi o servo de Deus, Samuel, que, além de morto, jamais agiria contra a decisão do Criador.
      1 Samuel 28:12,14- a Bíblia não diz que o “espírito” de Samuel se fazia presente, mas sim que Saul entendeu que era Samuel.
      1 Samuel 28:15- o suposto espírito de Samuel contradisse a Bíblia, que afirma em Jó 7:9,10 que os mortos não podem subir, antes da ressurreição (João 5:28,29).
      1 Samuel 28:16- o “espírito” jogou Deus contra Saul, dizendo que o Senhor o havia desamparado. Não é verdade! Foi o rei quem se afastou de Deus.
      1 Samuel 28:20- a mensagem do “espírito” causou despero em Saul.
      Portanto, não era o “espírito” de Samuel quem se comunicou com Saul, mas um demônio personificado. E o inimigo pode sim trazer uma mensagem aparentemente boa para poder enganar (Mateus 7:21-23; 24:24; 2 Coríntios 11:14,15).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Arilson Ferreira em 30 de janeiro de 2013 3:33

    Oi gosto muito do programa!!!
    Para o povo adventista o sabado e sagrado mas eu tenho uma duvida por exemplo se num sabado um adventista ve um acidente e uma pessoa precisando de ajuda ela nao vai ajuda pq nao e licito???Vlw



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 8:52

      Olá Arilson!
      Muito obrigado por seu carinho e participação.
      Quando a Bíblia apresenta o sétimo dia como santificado ao Senhor e pelo Senhor (Gênesis 2:1-3), isso significa que o próprio Deus o separou para um propósito específico.
      Dentro desse propósito encontramos o descanso que significa cessar as atividades (Êxodo 20:8-11), adoração (Isaías 58:13,14), tempo de qualidade com a família e com Deus (Atos 16:13), bênçãos especiais derramadas por Deus, e as atividades lícitas para esse dia são aquelas que expandam o reino de Deus, honre e glorifique o reino de Deus e beneficie ao próximo (Lucas 4:16,31-37).
      E com relação à sua pergunta sobre se é lícito ajudar as pessoas que estão passando por situações emergenciais aos sábados a própria Bíblia nos responde.
      Abra a sua Bíblia em Mateus 12:9-14, esse texto nos mostra que aos sábados é lícito fazer o bem.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Arilson Ferreira em 30 de janeiro de 2013 3:48

    Uma pergunta quais os dias e horarios do programa para mim poder acompanhar Obrigado..



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de janeiro de 2013 8:36

      Olá amigo e irmão em Cristo Arilson!
      Para saber os horários do programa e as suas reprises acesse o nosso blog e ao lado direito da tela terá essa informação.
      No blog também você poderá ter acesso aos vídeos do programa.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • MARIO JORGE CHAMINÉ em 31 de janeiro de 2013 20:54

    EU SOU EVANGELICO, E EU PERGUNTO AO PROFESSOR, AS CURAS SESSARAM, OU CONTINUA, ESTOU SEMPRE LIGADO EM LINHARES ES, EU PARTICULARMENTE ACHO QUE AINDA O SENHOR JESUS CONTINUA CURANDO.



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de abril de 2013 15:41

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Mario Jorge!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempr em seu coração.
      Jesus se manifestou para “desfazer as obras do diabo” (1 João 3:8) e implantar o Reino de Deus no coração do ser humano (Lucas 17:21). Para isto, ele se despojou de tudo (Filipenses 2:5-8), assumiu a natureza humana sem pecado, mas sob as condições do pecado, e se tornou autor de nossa salvação (Hebreus 2:9; 4:15; 5:9; Romanos 8:3). Seu objetivo era a Glória de Deus.
      Esta glória está relacionada ao caráter e à missão de Cristo. Quando Jesus esteve neste mundo, o diabo reclamava para si o poderio de toda a terra, pois Adão, devido ao pecado, perdera sua posição de domínio (Gênesis 1:20; Lucas 4:6, 7). Assim, Cristo veio à Terra para travar uma batalha espiritual que começou no Céu (Apocalipse 12:7-9). Cada cura, cada milagre realizado era uma demonstração do estabelecimento do reino de Deus e de Seu domínio. Este conflito entre Cristo e Satanás culmina com a derrota do maligno e a vitória de Cristo que com Seu próprio sangue comprou “para Deus gente de toda tribo, língua, povo e nação” (João 12:31, 16:11; Mateus 25:41; Apocalipse 12:12; Romanos 8:37; João 16:33; Apocalipse 5:9).
      Jesus descreve a glória como a manifestação da divindade em resgatar o homem do pecado à perfeita harmonia que Cristo possuía com o Pai, antes que o mundo existisse (João 17:5). Pouco antes de sua prisão, julgamento e morte, Jesus afirmou: “Agora o Filho do homem é glorificado, e Deus é glorificado nele” (João 13:31). Mais adiante Ele diz que “neles (naqueles que creem) sou glorificado” (João 17:10). Dessa maneira constata-se que Deus é glorificado quando um pecador aceita o preço pago por Cristo na cruz, um pecador regenerado, salvo da perdição, comprado pelo sangue de Cristo.
      Nessa luta espiritual o inimigo exerce todo seu poder para frustrar o plano de Deus, por isso criou uma série de contrafações. Deus disse que o homem morreria se comesse do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. O diabo disse que não morreria (Gênesis 2:16, 17; 3:4). Deus disse que o verdadeiro dia de guarda é o sábado do sétimo dia e o inimigo levanta uma falsa verdade dizendo que é o domingo (Gênesis 2:2, 3; Êxodo 20:8; Hebreus 4:4, 9). Quando Moisés esteve perante faraó, as forças demoníacas estiveram presentes para contrafazer as obras de Deus (Êxodo 7:9-12). Mesmo durante o ministério de Jesus, os demônios se manifestaram, mas tremeram diante do Divino Salvador (Mateus 8:28, 29). Quando Paulo anunciava o evangelho em Filipos, o inimigo tentou impedir o avanço da obra de Deus através de uma mulher com um espírito de adivinhação. Depois de vários dias, Paulo indignado, se dirigiu a ela e, pelo poder de Deus, repreendeu o espírito maligno (Atos16:16).
      A Bíblia afirma que “muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. […] A multidão dos que criam no Senhor […] crescia cada vez mais” (Atos 5:12 e 14). Os sinais e milagres eram realizados para conquistar o maior número de pessoas para o Reino de Deus. Houve até mesmo um caso de ressurreição, quando Êutico caiu da janela do terceiro andar e morreu. Paulo, acalmando as pessoas disse: “Não fiquem alarmados, ele está vivo!” (Atos 20:10). Esse não é o único caso, basta relembrarmos o da Sunamita que perdeu seu único filho, ressuscitado por Elizeu através do poder divino, da mesma maneira que seu antecessor Elias, quando ressuscitou o filho da viúva de Sarepta (2 Reis 4:32-35; 1 Reis 17:21-23).
      Tudo isso era um preanuncio do Reino de Deus, de uma era vindoura quando o Messias realizaria todos esses sinais e milagres, conquistando de volta Seu senhorio sobre este mundo rebelde.
      Deus utilizou esse método de sinais, curas e milagres para confirmar a fé de seus seguidores e conquistar pessoas para Seu reino (João 4:48). No caso de Lázaro, Jesus disse: “Lázaro morreu, e para o bem de vocês estou contente por não ter estado lá para que vocês CREIAM” (Joao 11:14).
      Contudo, o arqui-inimigo de Cristo, Satanás, também age propugnando a obra do engano com “falsos cristos e falsos profetas” que realizam “grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos” (Mateus 24:24). Costumo perguntar se o inimigo pode fazer o bem. Aparentemente sim, mas para seduzir e enganar, visando um mal muito maior! Referindo-se justamente ao engano, Paulo disse: “E isso não é de admirar, pois até Satanás pode se disfarçar e ficar parecendo um anjo de luz. Portanto, não é nada demais que os servidores dele se disfarcem, apresentando-se como pessoas que fazem o bem” (2 Coríntios 11:14-15). Pessoas que fazem o bem? Sim, mas para enganar. Os instrumentos do enganador realizam sinais e prodígios, mas não transformam vidas. Quando Jesus realizava curas, primeiramente ele curava a alma, transformava o caráter para que a pessoa não continuasse num estilo de vida pecaminoso (João 5:14). Quantos buscam a cura para o câncer, mas não estão dispostos, pelo poder de Deus, a abandonar o cigarro ou a bebida? Quantos buscam milagres para seus relacionamentos familiares destruídos, mas não buscam conhecer a vontade de Deus em Sua Palavra que proporciona informações vitais para a reconciliação, perdão, e instruções para uma família feliz? As pessoas querem milagres, coisas fáceis, mas não querem um comprometimento com o verdadeiro Cristo, pois isso implica abrir mão de seus vícios e prazeres pecaminosos!
      Jesus deixou muito claro sobre a obra do engano e por isso disse: “Não é toda pessoa que me chama de ‘Senhor, Senhor’ que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu. Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão me dizer: ‘Senhor, Senhor, pelo poder do seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!’ Então eu direi claramente a essas pessoas: ‘Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal!’” (Mateus 7:21-23).
      “A Palavra de Deus declara que Satanás operará milagres. Fará com que as pessoas fiquem doentes, e depois, de repente removerá delas seu poder satânico. Serão consideradas então como curadas” (Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 53).
      Creio nos dons espirituais, entre os quais está o dom da cura (1 Coríntios 12:9, 28), creio na oração da fé que “curará o doente” (Tiago 5:15), mas não posso negar o princípio bíblico de que a cura tem um propósito, que há consequências naturais para a violação das leis da natureza, que deve haver mudança no estilo de vida, e que Deus opera milagres constantemente. Mas tenho o dever de advertir que o diabo tem poder para fazer descer fogo do céu (Apocalipse 13:13) e que esse espírito de engano opera com todo o vigor.
      Falando do Dia do Senhor, uma alusão aos eventos que antecederão a volta de Jesus, o profeta Joel declara que o Santo Espírito será derramado sobre o povo de Deus com grande poder e haverá sinais e maravilhas, mas o cristão humilde e atento, estará em estado de alerta, apegado a Deus, pronto para provar os espíritos para ver se procedem de Deus pelo conhecimento da Palavra, e desta maneira não sucumbirá (Joel 2:28-32; 1 João 4:1). Contudo, o crente relapso, sem comprometimento, que não tem uma comunhão com Cristo e não conhece Sua Palavra, dificilmente discernirá entre o verdadeiro e o falso.
      Lembre-se que você, redimido pelo sangue de Jesus, é a glória de Deus (João 17:10) e não permita que a glória divina seja dissipada pelos encantos sedutores do diabo que anda ao derredor como um leão procurando tragar a sua presa (1 Pedro 5:8).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • THEREZA RAMOS REMEDI em 4 de fevereiro de 2013 13:46

    GOSTARIA DE PARABENIZAR PELO PROGRAMA E FAZER UMA PERGUNTA MINHA FILHA CONSTANTEMENTE OUVE VOZES DO FILHO QUE MORREU EVE VULTOS COMO O SENHOR ME EXPLICARIA ESSE ACONTECIMENTO MESMO ELA SENDO EVANGELICA



  • valdemar justino da silva filho em 5 de fevereiro de 2013 21:53

    boa noite meu nome e valdemar eminha esposa sueli somos de jundiai e queriamos saber se o diabo pode ler nosa mente obrigado parabens pelo pprograma abracos



    • Maiara Costa - Equipe em 6 de fevereiro de 2013 8:52

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Valdemar!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      De acordo com as Escrituras, o único que sabe os pensamentos de todas as criaturas do universo é Deus. Vejamos:
      “Ouve tu nos céus, lugar da tua habitação, perdoa, age e dá a cada um segundo todos os seus caminhos, já que lhe conheces o coração, porque tu, só tu, és conhecedor do coração de todos os filhos dos homens.” (1 Reis 8:39 – grifo meu)
      “O SENHOR conhece os pensamentos do homem, que são pensamentos vãos.” (Salmos 94:11)
      De acordo com estes textos, Satanás não pode ler os pensamentos dos seres humanos; a Bíblia não apresenta Satanás como possuidor da onisciência (que sabe tudo); este atributo é uma qualidade apresentada nas Escrituras apenas para o Eterno:

      “SENHOR, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos. Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, SENHOR, já a conheces toda. Tu me cercas por trás e por diante e sobre mim pões a mão. Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: é sobremodo elevado, não o posso atingir. Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá. Se eu digo: as trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite, até as próprias trevas não te serão escuras: as trevas e a luz são a mesma coisa. Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe.”(Salmos 139:1-13)

      A única coisa que o diabo pode fazer é “chutar” o que uma pessoa está pensando, pois ele aprendeu a conhecer algumas coisas olhando a fisionomia do rosto de alguém. Só em ver o semblante da pessoa, Satanás pode perceber se está nervosa, angustiada, etc.
      O inimigo também poder saber o que está em nossos pensamentos através de nossas palavras e ações. Devemos ter muito cuidado no tipo de palavras que proferimos e como agimos. Não devemos dar chance a ele para que descubra todos os nossos defeitos de caráter. Quando ele descobre nossas fraquezas, passa a trabalhar em cima delas a fim de nos induzir a pecar. Ele monta uma grande estratégia a fim de tentar nos pegar nos pontos fracos, e no momento em que ‘mostramos a ele’ nossos pontos fracos, mais chances damos às trevas para serem usadas contra nós.
      “O adversário das pessoas não tem permissão de ler os pensamentos dos homens; é, porém, perspicaz observador, e nota as palavras; registra-as e adapta habilmente suas tentações de modo a se ajustarem ao caso dos que se colocam em seu poder. Caso trabalhássemos para reprimir os pensamentos e sentimentos pecaminosos, não lhes dando expressão em palavras ou ações, Satanás seria derrotado, pois ele não poderia preparar suas especiais tentações para adaptar ao caso. Mas quantas vezes, por sua falta de domínio próprio, professos cristãos abrem a porta ao adversário das pessoas!”
      A maravilha do evangelho é que podemos obter a vitória através do salvador Jesus Cristo:
      “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16 ).
      “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel”. (Isaías 41:10 ).
      Deus está ao nosso lado, nos fortalecendo constantemente; basta usarmos esta força que Ele coloca à nossa disposição:
      “… que homens se apoderem da minha força e façam paz comigo; sim, que façam paz comigo”. (Isaías 27:5).
      Apesar de Deus nos ajudar a vencer, inclusive a nossos maus pensamentos, isto não quer dizer que não tenhamos de fazer nossa parte. Devemos purificar nossos pensamentos, a fim de que não façamos ou falemos coisas erradas, para que Satanás não tenha ainda mais armas para usar contra nós:
      “Precisamos de um constante senso do enobrecedor poder dos pensamentos puros, e da danosa influência dos pensamentos maus. Ponhamos nossos pensamentos em coisas santas. Sejam eles puros e verdadeiros, pois a única segurança para qualquer pessoa é o pensar correto. Devemos usar todos os meios que Deus pôs ao nosso alcance, para o governo e o cultivo de nossos pensamentos. Devemos pôr a mente em harmonia com a mente divina…”
      A purificação dos pensamentos; uma comunhão com Deus tão profunda a ponto de nossa vida ser plenamente Dele – é o que mais necessitamos.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • carlos alberto alencar em 14 de fevereiro de 2013 10:24

    Assisto sempre o programa e gostaria de pela orimeira vez fazer uma pergunta, mas não achei o campo de perguntas. ´por issso estou fazendo por aqui:Se pra quem morre o tempo não existe, significa que ao morrermos salvos em Cristo, já vamos direto pra gloria de DEUS. O pastor mark Finlei numa de suas pregações aqui na minha cidade(Registro) defendeu essa afirmação. obrigado



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de fevereiro de 2013 10:51

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Carlos Alberto!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia nos afirma que o homem ao morrer permanece na sepultura até a volta de Jesus (Daniel 12:2; João 5:28,29; 1 Tessalonicenses 4:13-18), ou seja, permanecem no estado de inconsciência até serem ressuscitados, portanto não há como irem direto para o inferno ou direto para o céu.
      Gostaria de recomendar à você um material que poderá te ajudar a compreender profundamente esse assunto é o livro: Imortalidade ou ressurreição da editora unaspress.
      Contato: http://www.unaspress.unasp.edu.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • tiago em 14 de fevereiro de 2013 14:36

    qual é a verdadeira igreja de cristo



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de fevereiro de 2013 15:25

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Tiago!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Existem algumas características bíblicas importantes.
      1° É uma igreja que ama (João 13:35)
      2° Mantem TODA a Palavra de Deus como regra de fé e prática (Efésios 2:20).
      3° Obedece fielmente a Deus em todos os seus mandamentos e tem o testemunho de Jesus (Apocalipse 12:17; 14:12; 19:10).
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • gilvanete em 14 de fevereiro de 2013 19:08

    todas as religiões menos a católica afirmam que nossa senhora morreu todas as pessoas que morreram na epoca que jesus viveu aqui na terra até mesmo ele existe seu tumulo até hoje se essas religiões afirmam que nossa senhora morreu! a onde fica seu tumulo??? se não tem o tumulo é porque ela não morreu que nem afirma os católicos e foi assunta ao céu de corpo e alma junto com jesus?????????????



    • Maiara Costa - Equipe em 15 de fevereiro de 2013 9:41

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Gilvanete!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia é a Palavra de Deus (2 Timóteo 3:16; 2 Pedro 1:19-21), e nos dá o conhecimento suficiente para a nossa salvação (2 Timóteo 3:15). Onde está a base bíblica para a assunção de Maria?
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • tiago em 15 de fevereiro de 2013 14:24

    dizem que nossa senhora morreu me digam onde esta seu tumulo



  • tiago em 16 de fevereiro de 2013 21:47

    por favor faz mais de um dia que eu perguntei uma coisa por favor respondão se não responder não sabem não duvidem do poder de deus de ter levado sua mãe de corpo e alma para céu então param de falar que não sabem.



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de fevereiro de 2013 18:05

      Olá Tiago!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Desculpe a sua pergunta não ter sido respondida ainda.
      Tenho mais de 800 comentários para moderar e não para fazer isso em um dia.
      Onde está a base bíblica para afirmar que Maria ascendeu ao céu?
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Plinio Nonato Filho em 16 de fevereiro de 2013 23:11

    Embora não pertença á nenhuma denominação, gosto de estudar a Biblia com isenção religiosa que deve ter tal estudo. Descobri o NT e me encantei com os fundamentos biblicos para cada assunto abordado.
    Dentro desse principio gostaria que me respondesse a minha indagação:

    Sendo os céus um lugar santo e incorruptível, como conceber uma rebelião comandada por Lúcifer?
    Este mesmo céu é um lugar passivel de coisas maléficas?



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de fevereiro de 2013 16:05

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Plinio!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia não nos dá todos os detalhes sobre a origem do mal, mas nos garante pelo menos duas coisas importantes: primeiro que Deus não foi o criador do mal (Salmo 5:4) e segundo que o mal surgiu no coração de Lúcifer (Ezequiel 28:15). Isso Paulo chama de o “mistério da iniqüidade” (2Tessalonicenses 2:7), relembrando que a palavra grega para mistério é misterion que significa uma verdade que estava oculta e foi revelada.
      O que a Bíblia revela sobre o mistério da iniqüidade é que um ser criado por Deus perfeito se envaideceu por causa de sua beleza, formosura e sabedoria (Ezequiel 28:13-17), e se envaideceu de tal maneira que intentou ser adorado como Deus (Isaías 14:12-14). Ele se esqueceu que era uma criatura e como criatura recebia vida, sabedoria, formosidade, resplendor de Deus e não dele mesmo. Lúcifer desviou os olhos de Seu Criador e passou a contemplar a si mesmo. Isso é vaidade, adorar-se a si mesmo, fazendo-se de si mesmo um “deus”. Isso nos mostra como Deus criou todas as suas criaturas com o livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolher fazia parte da perfeição.
      Essa rebelião fez parte dessa escolha, o problema não estava no céu, ou seja, no ambiente.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Ailton em 19 de fevereiro de 2013 22:22

    Boa Tito e Professor Leandro Quadros…
    No segundo Advento de Jesus todo olho verá, então os impios mortos ressuscitam e ficam vivos até o milênio é isso?



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de fevereiro de 2013 10:18

      Olá estimado amigo Ailton!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      No segundo advento de Cristo alguns ímpios serão ressuscitados para contemplarem o aparecimento de Cristo nas nuvens do céu (Daniel 12:2; Mateus 26:64), isso chamamos de ressurreição especial, contudo não serão todos os ímpios que ressuscitarão, os outros só serão ressuscitados ao final do milênio (Apocalipse 20:5).
      Esse texto de Apocalipse 1:7 deve ser entendido dentro do contexto que todos os olhos de ímpios e salvos vivos verão a Jesus, pois na Bíblia não há embasamento para se dizer que durante o milênio os perdidos estarão vivos (Apocalipse 20).
      Uma classe especial de ímpios será ressuscitada, verá a Cristo e após isso morrerá novamente junto com todos os ímpios que estiverem vivos.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • NILSON CARDOSO DE SOUZA em 19 de fevereiro de 2013 22:41

    EXISTE A SEGUNDA CHANCE NA RESCUREIÇÃO????



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de fevereiro de 2013 10:11

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Nilson!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Eu não tenho duvida alguma que o nosso Deus é o Deus da nova chance (Miquéias 7:18,19), contudo em se tratando de salvação a Bíblia é categórica em afirmar que a nossa chance é enquanto estamos vivos, ou seja, hoje (2 Coríntios 6:2; Hebreus 3:13), sendo assim não há oportunidade ou segunda chance após a morte. Esse ensino numa segunda chance é perigoso e deve ser evitado, pois adia e lança por terra a importância do preparo que devemos ter a cada dia.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • JANSSEN ALFREDO GARCIA em 21 de fevereiro de 2013 15:27

    Deus é Todo-Poderoso, porque Ele criou o Diabo, e o inferno



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de agosto de 2013 16:42

      Olá Janssen!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia não nos dá todos os detalhes sobre a origem do mal, mas nos garante pelo menos duas coisas importantes: primeiro que Deus não foi o criador do mal (Salmo 5:4) e segundo que o mal surgiu no coração de Lúcifer (Ezequiel 28:15). Isso Paulo chama de o “mistério da iniqüidade” (2Tessalonicenses 2:7), relembrando que a palavra grega para mistério é misterion que significa uma verdade que estava oculta e foi revelada, mas não totalmente explicada.
      O que a Bíblia revela sobre o mistério da iniqüidade é que um ser criado por Deus perfeito se envaideceu por causa de sua beleza, formosura e sabedoria (Ezequiel 28:13-17), e se envaideceu de tal maneira que intentou ser adorado como Deus (Isaías 14:12-14). Ele se esqueceu que era uma criatura e como criatura recebia vida, sabedoria, formosidade, resplendor de Deus e não dele mesmo. Lúcifer desviou os olhos de Seu Criador e passou a contemplar a si mesmo. Isso é vaidade, adorar-se a si mesmo, fazendo-se de si mesmo um “deus”. Isso nos mostra como Deus criou todas as suas criaturas com o livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolher fazia parte da perfeição.
      Ao Deus nos criar para adorá-lo, honrá-lo e glorificá-lo (Isaías 43:7; 1 Coríntios 10:31) não fez isso por ser vaidoso,pois Ele não precisa de nossa adoração, mas nós precisamos de algo para adorar, temos a necessidade de adorar. E Deus como nosso Criador conhece as nossas necessidades e as supri (Filipenses 4:19).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • jonaldo em 23 de fevereiro de 2013 18:35

    quando sodoma e gomora foi destruida lo fugiu para uma cidade proxima e as suas filhas o embriagou e coabitou com ele . isso e aprovado por DEUS.



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de agosto de 2013 17:12

      Olá Jonaldo!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Precisamos compreender algumas coisas importantes sobre Deus para não pensarmos que Ele era a favor de algumas práticas. O fato de Deus permitir que as filhas de Ló se deitassem com o próprio pai, isso não significa que Deus concordasse com aquilo. O que ocorre é que a Bíblia muitas vezes descreve Deus permitindo as coisas que Ele não impede de acontecer, pois Ele não interfere na liberdade de escolha dos seres humanos.
      Neste ato as filhas de Ló revelaram a má influência de Sodoma, pois haviam crescido num lugar onde abundavam a embriaguez e todas as formas de imoralidade; conseqüentemente, seu juízo estava embotado, e sua consciência, insensibilizada. Ló tinha conseguido proteger as filhas de se tornarem vítimas dos sodomitas, mas não tinha tido tanto sucesso em fixar-lhes no coração os princípios do que é certo. Elas são mais dignas de pena que de censura, pois o próprio Ló participou do pecado delas. Ele aceitou o vinho e bebeu. O preço que Ló pagou por alguns anos em Sodoma foi a perda de toda a família. Os vis e idólatras moabitas e amonitas foram sua única posteridade, ou seja, houve conseqüências terríveis dessa má escolha e desse pecado. Ao estudar a trajetória do povo de Israel perceberá que esses descendentes de Ló foram os piores inimigos de Israel.
      Mesmo que a lei do incesto tenha sido dada por Deus muito tempo depois de Ló (Levítico 18), ou seja, nos dias de Moisés, o Senhor não foi a favor do que as filhas dele fizeram.
      O fato de Deus permitir não significa que Ele concorde, mas sim que Ele respeita a escolha do ser humano, sendo que essa escolha pode trazer conseqüências tanto positivas como negativas.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Raimundo Monteiro em 24 de fevereiro de 2013 3:33

    Quero parabenizar o programa” NA MIRA DA VERDADE” na pessoa do pastor Leandro e do apresentar Tito a todos OS FUNCIONÁRIOS que fazem deste ser uma benção para todos que o assistem…inclusive a Equipe do NA Mira…mais tenho uma pergunta para ser feita….

    Jesus aprova um segundo casamento, sendo que o primeiro teve divórcio por causa de adultério???…onde encontro na Bíblia esta autorização e o espirito de profecia diz sobre este assunto…muito grato e que Deus abençoe a cada um de vocês…



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de setembro de 2013 17:57

      Olá Raimundo!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Você pode encontrar essa autorização bíblica implícita em Mateus 19:9; 5:39.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • beth em 26 de fevereiro de 2013 23:37

    Ola professor, eu assistir o programa de hoje e ouvir o sr. falar que nem todos que se suicidam se perderão. mas tenho uma duvida,pois o sexto mandamento diz nao mataras. Se. uma pessoa tira a propria vida, ela nao ter a tempo de pedir perdao e mesmo se pedisse e depois fizesse. nao seria premedit,ado? a forma como o sr explicou deu a entender que se uma pessoa. estiver passando por algum problema e tirar sua vida ela podera se salvar. De certa forma esse comentario nao virou um. álibi pra quem pensa em fazer issi?



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de setembro de 2013 17:53

      Olá Beth!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A sua pergunta é bastante importante e interessante.
      O Dr. Calvin Rock diz que há pessoas que sofrem de depressão e se suicidam devido a um desequilíbrio químico não resultante de um estilo de vida errôneo. Será que Deus responsabilizará uma pessoa que tomou tal decisão tendo as suas faculdades mentais seriamente enfraquecidas? Muitos cristãos saudáveis e lúcidos são afetados por um acidente, doença ou velhice que perdem a lucidez e podem cometer suicídio. Nesse conceito do amor de Deus não se exclui a possibilidade de sua salvação. (Adventist Review, 8 de junho de 1989,p.13).
      Se essa pessoa mesmo sendo cristã fiel a Deus e aos seus mandamentos cometer suicídio por motivos de depressão profunda Deus não irá julgá-la somente por esse ato em isolado, pois somente Deus saberá se ela se arrependeu ou não, pois a pessoa naquele momento não sabe o que está fazendo. Agora se alguém se suicida por falta de fé aí é diferente.
      Existem três personagens bíblicos que se suicidaram em circunstâncias que não oferecem esperança para salvação. Um deles é Aitofel, conselheiro de Davi, que, pela sua traição e suicídio, é considerado o Judas do Antigo Testamento (2 Samuel 17:23), Saul que desobedeceu às ordens divinas em várias ocasiões,e o Espírito do Senhor apartou-se dele. Após consultar uma médium, Saul pelejou contra os filisteus e durante a batalha cometeu suicídio (1Samuel 31) e Judas, após trair o Mestre, devolveu as trinta moedas de prata aos sacerdotes aos sacerdotes e enforcou-se. Aqui nesses casos querido amigo Rafael não foi por motivo de depressão profunda, mas sim por falta de fé.
      E a bíblia é muito clara em dizer que Deus não leva em consideração os tempos da ignorância (Atos 17:30), porém também deixa muito claro que tudo o que não provém de fé é pecado. (Romanos 14:23).
      Quando a bíblia diz que Deus nos julgará pelas nossas obras, isso não quer dizer que somos salvos por elas, pois não somos (Efésios 2:8-10), somos salvos por Cristo (Atos 4:12) as nossas obras apenas evidenciam qual foi o resultado da salvação em nossa vida e que tipo de fé temos.
      Se você querido amigo conhece alguém que cometeu esse ato tão extremo, não se desespere. Deus saberá julgá-lo com a mesma misericórdia que teve com os outros seres humanos.
      “Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.”Salmos 136:1.
      “Longe de ti o fazeres tal coisa, matares o justo com o ímpio, como se o justo fosse igual ao ímpio; longe de ti. Não fará justiça o Juiz de toda a terra?”. Gênesis 18:25.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • francilene brenda em 27 de fevereiro de 2013 14:31

    alguém do na mira pode me explicar uma coisa??pois estou com muita dúvida de um sonho que tive,já enviei várias vezes e ninguém respondeu…



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de agosto de 2013 17:50

      Olá Francilene!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Você nos escreveu pedindo-nos informações sobre sonhos, e com prazer respondemos:

      Do ponto de vista cientifico, o sonho é a liberação de algo que está no inconsciente para o nível consciente. Geralmente sonhamos com:
      a)Algo que queremos muito;
      b)Algo que não queremos de maneira nenhuma;
      c)Coisas que nos impressionaram muito.
      O sonho é produzido pela nossa mente quando está em estado de repouso. Podemos sonhar com várias coisas; vai depender das imagens que vimos durante o dia e das que nosso cérebro já tem armazenadas dentro dele.
      Deus pode utilizar um sonho para nos transmitir uma mensagem de incentivo espiritual ou advertência.
      Todas as vezes que Deus dá um sonho, também mostra a interpretação. Não podemos ir a qualquer um para pedir a explicação, pois o inimigo pode usar certas pessoas para dar-nos uma interpretação errada, que poderá prejudicar nossa vida.
      Não devemos achar que todo sonho seja uma revelação de Deus. O modo mais confiável de sabermos a vontade Deus para a nossa vida não é através dos sonhos, mas através da Bíblia Sagrada.
      O diabo tem poder para influenciar nossos sonhos, portanto, devemos ter muito discernimento para sabermos se tal sonho veio de Deus ou não.
      Vejamos agora o que escreveu o consultor Alberto R. Timm, doutor em Teologia, em uma matéria da Revista “Sinais dos Tempos”( Julho de 1999, pág. 29.):

      Como discernir os sonhos
      Como é possível saber se um sonho é de Deus ou não?
      ‘Determinar a natureza específica de cada sonho de uma pessoa é um assunto muito complexo e subjetivo.
      Além dos “sonhos mentirosos” e não autênticos (Jeremias 23:32; 29:8 e 9), existem dois grandes grupos de sonhos reais. O primeiro e mais comum deles é o formado pelos sonhos naturais, que fazem parte do processo normal de descanso durante o sono, e cujo conteúdo pode apresentar-se de forma organizada ou desorganizada. Uma vez que “dos muitos trabalhos vêm os sonhos” (Eclesiastes 5:3), é provável que pessoas envolvidas em assuntos religiosos acabem sonhando com eles, sem que tais sonhos sejam de origem sobrenatural.
      Já o segundo grupo básico de sonhos é formado pelos sonhos sobrenaturais, que podem ser de origem divina ou satânica. Os sonhos de origem divina têm, normalmente, um propósito salvífico bem definido, e podem ser concedidos tanto aos profetas verdadeiros (Números 12:6), como aos membros comuns do povo de Deus (Joel 2:28), e mesmo às pessoas que não pertencem ao povo de Deus (Gênesis 451; Daniel 2). Por sua vez, os sonhos de origem satânica são quase sempre fascinantes, e podem conter verdades para confundir a pessoa. Suas predições podem até se cumprir, mas eles tendem a afastar, eventualmente, e de alguma forma, a pessoa de Deus e de Sua vontade (ver Jeremias 29:8; Mateus 24:24; I Pedro 5:8).
      Torna-se evidente, portanto, que tanto os sonhos naturais como os sobrenaturais (quer divinos ou satânicos) podem ter um conteúdo religioso. Além disso, o simples fato de Deus conceder um sonho sobrenatural a alguém não transforma essa pessoa automaticamente num profeta, como pode se inferir das experiências de Faraó (Gênesis 41) e de Nabucodonosor (Daniel 2). Embora todo profeta receba sonhos de origem divina (números 12:6), nem todos os que recebem tais sonhos podem ser considerados profetas. O chamado para o ministério profético é algo diferente e bem mais abrangente.
      A atitude de atribuir a Deus a origem de todos os sonhos de cunho religioso, e de buscar sempre um significado especial para o seu conteúdo, é altamente perigosa.
      Aqueles que assim agem são tentados a se considerar mais privilegiados por Deus do que os demais, tornando-se presas fáceis das artimanhas do maligno. Somos advertidos pelo próprio Deus de que todos os sonhos (até mesmo os dos profetas) devem permanecer subordinados à autoridade normativa das Escrituras. “O profeta que tem sonho conte-o como apenas sonho; mas aquele em quem está a Minha palavra, fale a Minha palavra como verdade. Que tem a palha com o trigo? – diz o Senhor (Jeremias 23:28). “A lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva”(Isaías 8:20; ver também Mateus 7:21-23; Gálatas 1: 8 e 9, I S. João 2:4; 4:1).
      Sonhos jamais são usados por Deus como um fim em si mesmos, mas apenas como um meio de nos aproximar mais dEle e de Sua Palavra (ver João 20:29). Ademais, não podemos permitir que nossa fé dependa de tais meios, possíveis de serem usados também por Satanás. Portanto, se você tiver um sonho que julga ser de procedência divina, mas não tem plena certeza disso, o mais prudente é tentar extrair dele uma lição positiva para a vida, até que a sua origem e o seu propósito fiquem melhor esclarecidos.’
      Dessa forma acreditamos que realmente seu sonho foi uma forma de levá-la a aproximar-se mais de Deus e de Sua Palavra, a Bíblia.
      Esperamos ter respondido satisfatoriamente sua dúvida. Caso ainda tenha dúvidas sinta-se livre para nos procurar. Que o seu interesse pela verdade seja sempre crescente e que o amor de Jesus seja a grande motivação da sua vida.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Carmem rodrigues da silva em 27 de fevereiro de 2013 19:37

    ola amigos e irmãos em cristo Tito e Leandro! gostaria de sua opinião sobre um assunto meu filho Victor de 16 anos está deixando o cabelo comprido minha pergunta é a seguinte isso é errado ou é pecado? como ele é um adolecente não quero ficar cobrando muito em relação a igreja, pois ele frequenta direito é batizado e fiel a Deus tem muita fé e é um bom menino.

    desde já agradeço seus conselhos.

    Ass.Carmem

    Porto Alegre 27 de fevereiro de 2013



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de agosto de 2013 17:46

      Olá estimada amiga Carmem!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      O cabelo é uma questão cultural e não doutrinária na Bíblia (Números 6:4-8; 1 Coríntios 11:4,7,14).
      Sendo assim, não há pecado algum em o homem ter os cabelos compridos (não podemos nos esquecer que o próprio Jesus possivelmente tinha cabelos longos). Isso só não é um costume da grande maioria das igrejas.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • isabella fernanda nunes da silva em 28 de fevereiro de 2013 16:14

    olá é verdade que a gente sem o chip da besta iremos perecer …na vida



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de abril de 2013 11:45

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Isabella!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      No final dos tempos aqueles que não portarem a marca da besta serão privados pelos homens (Apocalipse 13:16,17), mas sustentados por Deus (Isaías 33:16; Apocalipse 15,16).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Sára Christina em 2 de março de 2013 23:30

    Graça e paz amados irmãos em Cristo.
    Gostaria muito que respondessem meu e-mail, já que esta dúvida circunda meu coração a tempos. Me casei aos 18 anos de idade, e depois de 2 anos me separei pq encontrei um bilhete de amor no bolso dele, e como meu tio já havia me dito que ele vivia nos bailes e bares da cidade, resolvi me separar. 2 anos depois me casei novamente com um homem que dizia servir ao Senhor, porém era exatamente o contrário. Ele me fez apaixonar tanto por ele, que passei a imaginar que só existia ele na vida. Então comecei a fazer coisas horríveis por acreditar que assim eu o estava satisfazendo e ele nunca me deixaria.
    COMO ME ARREPENDI!!!! O Senhor Deus me cobrou caro meus pecados, e hj preciso saber se, mediante a bíblia é possível eu reconstruir minha vida novamente, ou eu nunca mais poderei me casar?
    Por favor, me respondam. Me ajudem com essa grande dúvida que tenho!!!!!!!!!!!!!!!!!
    No mais fk debaixo das misericórdias do Senhor!!!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de abril de 2013 11:00

      Estimada amiga e irmã em Cristo Sára!
      Satisfação manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Estar debaixo das misericórdias de Deus é o melhor lugar no qual poderíamos estar, pois elas se renovam a cada dia, a cada amanhecer (Lamentações 3:22,23), sendo assim creia que o Senhor Deus pode e quer renovar e restaurar a sua vida te dando um novo começo (2 Coríntios 5:17; Apocalipse 21:5).
      A Bíblia nos ensina que um novo casamento é permitido no caso de adultério ou morte do cônjuge (Mateus 5:32; Romanos 7:2,3).
      Gostaria de recomendar à você querida amiga que antes de pensar em refazer sua vida com outra pessoa,refaça o seu relacionamento com Deus, pois se Ele não for o centro de Sua vida a possibilidade de não dar certo novamente é possível.
      Entregue esse assunto nas mãos de Deus que é o Grande Especialista e confie que Ele suprirá todas as suas necessidades surpreendentemente (Filipenses 4:19; Efésios 3:20).
      Conte conosco para o que precisar.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • gilvanoliveira em 6 de março de 2013 23:57

    muito bom esse blog



  • gilvanoliveira em 7 de março de 2013 0:02

    leandro quadros gostaria de te fazer uma pergunta. satanas se rebelou contra deus no passado. ainda hoje pode haver ainda rebelioes no ceu?



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de setembro de 2013 15:24

      Olá Gilvano!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Os anjos possuem o livre arbitrio, sendo assim, eles não forçados a permanecer ao lado de Deus, contudo após o extremo ato de amor do Criador morrendo na cruz para salvar o homem que havia pecado, creio que para os anjos já ficou suficientemente claro que a rebelião não compensa.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Raylda em 9 de março de 2013 0:36

    ” Na mira da verdade,é um programa abençoado” Deus abençoe



  • Manoel em 9 de março de 2013 23:39

    Na mira da verdade, nós os crentes em Jesus sabemos que não, mas para o público ouvinte, a título de esclarecimentos, Maria mãe de Jesus, continuou virgem depois de haver dado a luz ao Filho Jesus?



    • Maiara Costa - Equipe em 3 de setembro de 2013 16:35

      Olá Manoel!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      O texto de Mateus 1:25 nos afirma que Maria permaneceu virgem até o nascimento de Cristo.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Jonas de almeida em 12 de março de 2013 21:55

    ola tudo bem ? Que Deus continue abençoando a vida de todos q fazem este programa,
    eu gostaria de entender mais a parabola do ” RICO E DO LAZARO” ABRÇOS



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de março de 2013 9:50

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Jonas!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Acesse o seguinte link: http://novotempo.com/namiradaverdade/2009/08/25/o-relato-do-rico-e-lazaro-lucas-1619-31/ e terá uma explicação completa sobre a párabola do rico e Lázaro.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Misso Costa em 12 de março de 2013 22:53

    Caro Amigo Tito, gostaria que o Profº Leandro fizesse um comentário sobre o texto de Hb 6:3;4;5 e 6. Que nos fala que o Cristão após o batismo com Espírito Santo, desviando-se dos caminhos de DEUS, é impossível voltar a ter o Espírito Santo de DEUS novamente? E aí?



    • Maiara Costa - Equipe em 13 de março de 2013 9:43

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Misso!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      É impossível o arrependimento de acordo com Hebreus 6:6?
      Em Hebreus 6:4-6 lemos:

      “É impossível, pois, que aqueles que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do mundo vindouro, e caíram, sim, é impossível outra vez renová-los para arrependimento, visto que, de novo, estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus e expondo-o à ignomínia”.

      Estes versos, através dos séculos, têm deixado seus leitores angustiados e perplexos, por que a primeira vista, parecem ensinar que não há esperança de arrependimento ou de aceitação divina para aqueles que aceitaram a Cristo e depois o rejeitaram. Para melhor compreensão do problema, Hebreus 6:4 deve ser estudado juntamente com as declarações que tratam do mesmo assunto em Hebreus 10:26-31 e 12:15-17; 25-29.
      Há várias interpretações sugeridas para solucionar os aparentes paradoxos desta passagem com as demais doutrinas escriturísticas, destacando-se entre estas as arminianas e as calvinistas, apresentadas por Russell Champlin em O Novo Testamento Interpretado, vol. 5, p. 537 e 538. Numa coisa os comentaristas estão de acordo, há neste trecho referências ao pecado da apostasia. Declara o SDABC:

      “Entre as várias opiniões que têm sido sugeridas, duas são dignas de consideração:
      “1o) Que a apostasia aqui referida é o ato de cometer o pecado imperdoável (Mt 12:31-32), uma vez que esta é a única forma de apostasia que é sem esperança.
      “2o) Que a passagem corretamente compreendida não ensina a absoluta desesperança da apostasia aqui descrita, mas uma desesperança condicional (Hb 6:6). A maioria dos comentaristas aceita a primeira alternativa, embora a segunda tenha méritos e possa ser baseada no grego”.

      Como bem salientou Cotton: “nada pode existir nesta passagem que nos leve a duvidar da total misericórdia de Deus, pois do contrário, esta passagem destruiria o evangelho”. Deduzimos da leitura de Hebreus 6:4-6 e das outras passagens correlatas, que Paulo fala de pessoas que propositadamente rejeitaram a Cristo e os princípios do evangelho. As afirmações aqui consignadas pelo apóstolo trouxeram sérios problemas para a igreja cristã, especialmente durante as perseguições, quando alguns fraquejaram e posteriormente arrependidos de terem sido tíbios na fé quiseram voltar, muitas comunidades cristãs não queriam aceitá-los escudados em Hebreus 6:6.
      A seguinte verdade não pode ser esquecida: Cristo está sempre de braços abertos para receber o mais indigno pecador, que reconhece o erro e apela pelo perdão, como nos relata Mateus 18:22 e se comprova na triste experiência de Pedro. Em contrapartida, outra verdade escriturística deve ser lembrada: não há esperança para quem consciente e deliberadamente rejeita os ensinamentos de Cristo e o seu sacrifício vicário em nosso favor. Algumas ponderações esclarecedoras:

      “caíram (v.6) significa não pecados grosseiros, mas antes, nada menos que apostasia deliberada, uma completa rejeição e execração à fé de Cristo. No que lhes diz respeito (isto é para si mesmos) tais pessoas expulsam Cristo de suas próprias vidas, ou rejeitam sua reivindicação de ser o Filho de Deus, por ação similar A daqueles que procuraram livrar-se dele ao crucificÁ-lo. Desse modo expõem Cristo publicamente à vergonha”. (O Novo Comentário da Bíblia Editado em Português por Russell P. Shedd)

      Há aqui referências aos apostatados do cristianismo, àqueles que rejeitaram todo o sistema cristão e seu autor, o Senhor Jesus. O apóstolo se refere também àqueles que se uniram com os judeus blasfemos, chamando a Cristo de impostor, sustentando que sua morte na cruz foi conseqüência de ser um malfeitor. Este procedimento tornou impossível sua salvação, porque de maneira obstinada e maliciosa rejeitaram o Senhor que os resgatara. Ninguém que creia em Cristo como o grande sacrifício pelo pecado e conhece o cristianismo como uma revelação divina está aqui incluído, embora ele possa ter desventuradamente apostatado de algum aspecto da salvação de Deus.
      Estão crucificando novamente a Jesus Cristo, isto é, eles mostram abertamente que julgam a Cristo como digno da morte que Ele sofreu, tornando-se um exemplo público por ter sido crucificado. “Dessa forma, há apostasia total pela rejeição do Evangelho e da blasfêmia ao Salvador dos homens, que o apóstolo tem em vista neste relato”. Notas de Adão Clarke sobre Hebreus 6:4 a 6. Algumas pessoas ficam perturbadas com estes textos, pensando que é possível que eles se refiram ao apostatado comum, que em seu coração jamais rejeitou ao Senhor, e que está constantemente pensando que algum dia voltará a servi-lo novamente. E muitas vezes, quando ele começa a penar seriamente em fazer isto o mais depressa possível, então o inimigo das almas confronta com estes textos, da mesma forma que confrontou o próprio Cristo com textos da Escritura, procurando dar-lhes uma aplicação errônea.
      O texto fala de indivíduos que verdadeiramente iluminados. Verdadeiramente provaram o dom celestial, e sabem por experiência o que ele significa. Tornaram-se participantes do Espírito Santo. Provaram a Palavra de Deus e os poderes do mundo vindouro. Sua experiência alcançou as profundezas de um conhecimento definido, de forma que conheceram os explícitos fundamentos do divino dom. E então esses indivíduos se afastam de tudo isto, e, segundo o texto citado do décimo capítulo de Hebreus, consideram o sangue da aliança, pelo qual foram sacrificados, como coisa profana, comum. Desprezaram o Espírito da graça.
      O texto fala de uma deserção real que leva um homem a renunciar as coisas que ele realmente sabe serem a verdade, e a tratar com desrespeito e desprezo ao Espírito Santo, cujas influências em toda a sua bendita realidade ele sentiu no próprio coração e vida. E tendo desertado desta maneira pode ser prontamente visto que ele se desligou de todas as influências que o atrairiam ao céu, e propositada e determinadamente se colocou numa posição sem esperança e fora do alcance de Deus. O texto mostra que ele fez isto voluntariamente – exercitou sua vontade para fazê-lo.
      Mas o pobre apostatado, em vez de exercitar qualquer poder de vontade simplesmente deixou que sua vontade fosse vencida e destronada pelos persistentes ataques de Satanás e para todos estes, o Senhor envia muitos apelos graciosos em sua Palavra, como Jer. 3:12-14,22. De todos os benditos atributos de Deus, há um que ele destacou como preeminente: “O Senhor tem prazer na misericórdia. Miquéias 7:18”. (Questions and Answers. F. M, vol. II, p. 210-212)

      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Robson em 19 de março de 2013 18:01

    Professor Leandro Quadros. Te dou minha casa e meu carro se vc me responder porque o 7º rei ou reino que durará um pouco, durou 1260 longos anos. E aí ?



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de março de 2013 18:06

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Robson!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua participação.
      Porque a palavra grega para pouco tempo é oiligos que significa também longas eras.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • luzenildo batista em 19 de março de 2013 23:08

    quero ganhar o estudo e a revista



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2013 9:37

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Luzenildo!
      É uma grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Para receber o nosso curso gratuitamente em casa acesse o blog e no canto superior direito da tela faça o seu pedido.
      Para nós será uma alegria compartilhar esse estudo com você.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • adriana dias de jesus em 21 de março de 2013 15:50

    aquele meteoro que caiu na terra oque vcs acham eu tenho certeza que é um dos ssinais que jesus disse que iria aver no ceus e vcs oqque vcs acham



    • Maiara Costa - Equipe em 22 de março de 2013 11:44

      Olá amiga Adriana!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia descreve muitas coisas como sinais da volta de Jesus, veja Mateus 24:4-14,24; Lucas 21:9-19,25-28; 2 Timóteo 3:1-5, por isso precisamos estar diariamente nos preparando para esse grande evento.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • adriana dias de jesus em 21 de março de 2013 15:58

    já estou assistindo o programa a algum tempo já tinha ouvido fala mas não tinha assistido ainda vcs estão de parabêns´já tirei varias duvidas quero saber se os pecados do passado serão realmente perdoado principalmente no caso do adulterio que acho muito pezado que não deveria ter perdão pois machuca muito



    • Maiara Costa - Equipe em 22 de março de 2013 11:34

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Adriana!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado pelo carinho e confiança nesse ministério.
      Entendo perfeitamente onde quer chegar e não tiro sua razão, pois viver essa circunstância é realmente muito dolorosa e nós em nosso senso de justiça própria e orgulho ferido muitas vezes pensamos que a nossa ira produzirá a justiça divina, contudo não é assim (Tiago 1:19).
      Gostaria de usar um exemplo bíblico para ilustrar: Um dia, Davi adulterou com Bate Seba (2 Samuel 11). E como se isso fosse coisa simples, mandou matar Urias, o marido. Você acha que Davi merecia perdão?
      Ele sofreu as consequências do seu erro (2 Samuel 12), isso acontece a curto, medio e longo prazo, de algum modo, com todos os que adulteram.
      Porém, pela graça de Deus, ele não viveu em um “eterno adultério”: O Senhor o perdoou (Salmo 51). Se após confissão sincera e fé na graça Davi foi perdoado, por que o Senhor não perdoaria o adultério na atualidade?
      Por mais pesado que esse pecado seja, principalmente para aquele que sofre o adultério, a graça de Cristo pode perdoar se a pessoa estiver verdadeiramente arrependida. E nós não podemos excluir essa pessoa da graça de Cristo.
      Cristo também sofre e fica muito machucado quando há adultério dentro dos casamentos, contudo Ele respeita a liberdade de escolha de ambos e permite que as consequências sejam colhidas (Gálatas 6:7,8).
      Peça ao Espírito Santo a capacidade de perdoar para que você possa ter paz de espírito e confie que Deus sabe o que é melhor para a sua vida.
      Deus pode perdoar todos os nossos pecados (Isaías 43:25; 44:22; 55:6,7; Miquéias 7:18,19; 1 João 1:9).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • gabriela em 26 de março de 2013 22:30

    quando a gente for para o ceu, vamos do geito que nos estamos?



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de março de 2013 12:00

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Gabriela!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua pergunta.
      Quando formos para o céu a Bíblia nos diz que seremos transformados (1 Coríntios 15:51-54), pois a natureza pecaminosa (1 Coríntios 15:50) não herdará o reino do céu, por isso, precisamos diariamente nos consagrar a Deus em toda a totalidade de nosso ser (1 Tessalonicenses 5:23).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Conte conosco para o que precisar.
      Equipe do Na Mira.



  • alex s s em 28 de março de 2013 19:29

    Boa noite amigos do Na Mira da Verdade!

    Sempre assisto seus videos postado na net,gosto muito dos videos o programa esta de parabéns…
    Hj minha mae estava quase brigando comigo falando q n poderia comer carne.
    gostaria de saber oq a biblia fala a respeito desse assunto?

    DEsde jah muito obrigado.



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de novembro de 2013 10:35

      Olá Alex!
      Muito obrigado por seu contato com o Programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Na Bíblia os únicos posicionamentos diretos quanto a proibições para o consumo de carne é em relação as carnes imundas (Levítico 11) e carnes sacrificadas à ídolos (Atos 15:28,29), as carnes que eram consideradas limpas de acordo com as leis dietéticas da Bíblia não eram proibidas o seu consumo. Embora, o consumo de carnes limpas não seja proibida na Bíblia, nós cremos que a reforma de saúde deve fazer parte do estilo de vida do remanescente, não para ser salvo, mas para ter uma boa saúde e melhor comunhão com Deus por meio de uma mente mais clara e límpida.

      Que com a ajuda do Espírito Santo cada um de nós possamos buscar viver os ideais divinos em nossa caminhada.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Alexia Almeida em 31 de março de 2013 12:30

    O programa na mira da verdade é ótimo, gosto muito das explicações dadas, mas acho que vcs poderiam gravar mais programas e colocar menos reprises no ar. Fica a dica!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 1 de abril de 2013 12:27

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Alexia!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua participação e pela sua sugestão.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • rosane oliveira em 31 de março de 2013 18:24

    Oi que bom termos pessoas como vcs para evangelizar . que Deus os abençoe sempre. A Bíblia menciona a proibição o uso dos métodos contraceptivos e das cirurgias para não se ter mais filhos?



    • Maiara Costa - Equipe em 1 de abril de 2013 15:31

      Olá Rosane!
      Se o método anticoncepcional não for abortivo, a Bíblia não é contra ele. Por exemplo: a pílula e a camisinha impedem a fecundação, mas não se constituem em aborto.
      O método anticoncepcional ajuda a termos famílias mais sólidas, pois permite o casal esperar um pouco mais para que um termine seus estudos, para ter melhores meios de sustentar um filho e dá a possibilidade de termos um número de filhos de acordo com nossas condições. É por isso que, pela Bíblia, não há problemas em usar métodos anticoncepcionais, pois você estará conferindo mais saúde à mulher, melhor educação para os filhos e melhor condição para a família sobreviver nessas condições tão difíceis de sobrevivência nos dias de hoje.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • rosane oliveira em 31 de março de 2013 18:34

    Fui a uma apresentação na semana santa na igreja católica e observei que em um dos momentos as pessoas da igreja formaram uma fila para venerar a cruz , pois nos cânticos dizia-se a santa cruz, e a louvavam, achei melhor não ir . Devemos ter veneração pela cruz ou usa-la como algum tipo de “proteção” ?



    • Maiara Costa - Equipe em 1 de abril de 2013 15:17

      Olá Rosane!
      Graça e paz à você e toda a sua familia.
      Nós devemos venerar o Cristo ressuscitado, assunto ao céu e que breve virá.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Conte conosco para o que precisar.
      Equipe do Na Mira.



  • rosane em 31 de março de 2013 18:40

    Do que se trata os versiculos 11 e 12 de mateus cap. 8 ?



    • Maiara Costa - Equipe em 1 de abril de 2013 15:27

      Olá Rosane!
      Obrigado por sua participação.
      Mateus 8:11,12 fala sobre a universalidade da salvação e a perda de oportunidade do povo israelita que renegaria a Cristo.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • rosane em 31 de março de 2013 18:44

    Jesus foi a primeira criação de Deus ( colossenses 1:15-18)



    • Maiara Costa - Equipe em 1 de abril de 2013 12:23

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Rosane!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por sua pergunta.
      Primogênito (grego prototokos), nunca significou exclusivamente o “primeiro nascido”, mas, em virtude das implicações de ordem jurídica advinda do privilégio da primogenitura, passou a designar pessoa eminente, dotada, respeitável, digna de atenção especial¸e isso já nos velhos tempos bíblicos. Exemplos:
      a) Êxodo 4:22: “Israel é Meu filho, Meu primogênito.”. Contudo Esaú nasceu antes de Jacó (Israel). Referindo-se ao povo israelita, o sentido é de predileção. Não se trata de primogenitura física.
      b) Jeremias 31:9: “Efraim é Meu primogênito”. Contudo Manassés nasceu antes de Efraim. A referência a povo é de predileção.
      c) Salmo 89:20,27: “Encontrei Davi, Meu servo. (…) Fá-lo-ei por isso, Meu primogênito”. No entanto, Davi era o último filho de Jessé. Houve sete antes dele. Por que, então, se tornaria primogênito? Evidentemente o sentido não é de descendência.
      d) I Crônicas 26:10: “Sinri, a quem o pai constituiu chefe, ainda que não era primogênito”.
      Por esses textos se vê que prototokos tem significado mais amplo do que descendência física. No caso de Efraim, por exemplo, que foi considerado primogênito sem sê-lo fisicamente, o sentido nos é dado, de modo irrefutável, em Jeremias 31:20, onde lemos: “Efraim, meu precioso filho”. Predileção, honra especial, isto é o que significa.
      e) I Crônicas 5:2. José foi considerado primogênito, embora fosse o undécimo filho. Dirão que a primogenitura pode perder-se por indignidade. Então, mais uma razão para não se firmar numa base precária para aplicá-la com exclusividade a Cristo.
      f) Notemos que o próprio Salomão, embora não fosse o primeiro filho, teve as prerrogativas da primogenitura e foi escolhido sucessor de Davi.
      A expressão grega de Colossenses 1:15: “prototokos pases Ktiseis”, PODE SER CORRETAMENTE TRADUZIDA: “O Senhor de toda a criação”, ou ainda “O Originador de toda a criação”, como traduziu Erasmo (original: bringer forth). Isto é, o primeiro autor, “produto original”.
      Importante: dizem as Escrituras em João 1:3: “Todas as coisas foram feitas por Ele (Cristo) NADA do que foi feito se fez”. Vamos destacar esta última parte: “sem Ele [Cristo] NADA do que foi feito se fez”. Vamos notar bem: “NADA se fez”. “NADA FOI CRIADO sem Cristo”. Então Ele mesmo NÃO FOI CRIADO, porque Ele criou tudo quanto foi criado, sem exceção de coisa alguma, de nada. “Nada se fez sem Ele”. Mas Deus é incriado; assim o filho.
      A Bíblia diz em vários lugares “O unigênito Filho de Deus”, mas em lugar algum diz “O primogênito Filho de Deus”…
      Para finalizar, em Romanos 8:29 aparece “primogênito” aplicada a Cristo, demonstrando de maneira inequívoca Sua preeminência e nunca, nem remotamente, a ideia de ser a primeira criatura feita por Jeová Deus. “A fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos”. Não diz “dos irmãos”, mas “entre muitos irmãos”. Pode-se interpretar que Jesus é o primeiro nascido entre muitos irmãos?
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • jose dos santos em 1 de abril de 2013 22:50

    Sou católico , apesar de não compreender a doutrina como eles a ensinam; tenho aprendido muito com vocês , no entanto algumas questões me intrigam, ouço que as cirurgias para não se ter mais filhos não agradam a Deus ( a não ser que a mulher corra risco de vida ou algo do tipo) e eles nos incetiva com o uso da famosa “tabelinha”, o método natural, apesar da maioria dos católicos usarem o que a ciência recomenda , mas quero fazer o que agrada a Deus, e aí a vasectomia ou laqueadura são cirurgias corretas?



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2013 10:11

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo José!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Sinta-se muito bem vindo aqui no blog.
      A vasectomia assim como a laqueadura, pílulas e preservativos é um método contraceptivo usado em casos especiais quando o casal casado decide não ter mais filhos por já terem um considerável número de filhos ou pelo fato de uma próxima gestação apresentar risco para a mulher. A Bíblia não se posiciona com relação a vasectomia ser ou não pecado, pois não era o problema da época.
      Mas devemos ter a consciência que nos dias em que vivemos e as condições que temos não é recomendável termos um descontrole na natalidade e planejamento familiar.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • João dos Anjos (Portugal) em 2 de abril de 2013 22:24

    A Paz de Deus seja convosco.
    Qual a V/Opinião (Bíblica) acerca da “Religião Espírita”!
    Sou assiduo em Portugal à toda hora!
    Agradeço a permissão que Deus vos agraciou, para aprendermos o caminho (Jesus), a Verdade (suas Leis) e a Vida (para que sejamos aprovados)!
    Amen!



  • rosane em 2 de abril de 2013 22:54

    Estou fazendo estudo biblico com as testemunhas de jeova , e percebi que para eles as profecias , curas , dons de lingua já não existem e que essas manifestações existentes não são de Deus, e aí?



    • Maiara Costa - Equipe em 5 de dezembro de 2013 11:10

      Olá Rosane!
      Muito obrigado por seu contato com o Programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Todos esses dons que você mencionou são concedidos pelo Espírito Santo (1 Coríntios 12:4-11; Romanos 12:4-8; Efésios 4:9-14), à igreja em conformidade com a necessidade evangelística dela para o seu aperfeiçoamento, edificação e proteção contra falsos ventos de doutrina.
      Sabemos contudo que o diabo também manifesta “dons” com o objetivo de enganar os cristãos (2 Coríntios 11:14,15; Mateus 24:24), agora, dizer que todos esses dons não provem de Deus já é um grande exagero, pois a Bíblia não apoia essa ideia, onde está a base bíblica deles para afirmar tal coisa?
      Sendo que, por exemplo, a própria Bíblia afirma que na igreja remanescente nos ultimos dias manifestaria o dom de profecia para conduzir as pessoas de volta à Bíblia (Apocalipse 12:17; 19:10)!
      Peça para eles a base bíblica dessa afirmação e nos mostre aqui para avaliarmos à luz de todo o contexto da Bíblia.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Emanuel Ernani da costa em 6 de abril de 2013 0:26

    PORQUE VCS NÃO PREGAM mt 24 :39, 40 SE A BIBLIA FALA CLARAMENTE DO Arrebatamento secreto, antes da grande Tribulação. Os adventistas dizem que esse evento é ante biblico,



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de setembro de 2013 18:06

      Olá Emanuel!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Arrebatamento secreto, simplesmente não está na Bíblia. O verso que fala de maneira mais vívida sobre os santos sendo levados ao Céu está no capítulo 4 de 1 Tessalonicenses:
      “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor”. 1 Tessalonicenses 4:16, 17.
      Aqui temos um chamado, a voz do Arcanjo, e a trombeta de Deus. Nenhuma dessas coisas indicaria uma vinda secreta. Não é por acaso que esse texto é chamado de “o verso mais barulhento da Bíblia”.
      O arrebatamento secreto foi baseado num processo da teologia conhecida como dispensacionalismo, ensinado em muitas escolas de Bíblia que preparavam ministros para os púlpitos norte-americanos. A ordem dos eventos ensinada por este sistema é:
      1º: O arrebatamento (ressurreição dos justos, santos sendo levados ao céu);
      2º: A grande tribulação;
      3º: A segunda vinda (na realidade, a terceira) em poder e glória;
      4º: O milênio.
      Esta ordem difere da ordem apresentada nas Escrituras. Eis os eventos na ordem como estão na Bíblia:

      Mateus 24
      1º: A grande tribulação (verso 29);
      2º: O escurecimento do Sol e da lua, a queda de estrelas (verso 29);
      3º: A vinda gloriosa do Salvador em poder e majestade (verso 30);
      4º: O arrebatamento visível dos justos (verso 31).
      Marcos 13
      1º: A tribulação (verso 24);
      2º: O escurecimento do Sol e da Lua, a queda das estrelas (versos 24,25);
      3º: Segunda vinda de Cristo em poder e glória (verso 26);
      4º: Os santos são levados para o céu (verso 31).
      Lucas 21
      1º: Os eventos da tribulação (versos 25,26);
      2º: Sinais no Sol, na Lua, e nas estrelas (verso 25);
      3º: Segunda vinda de Cristo em poder e glória (verso 27).
      1 Tessalonicenses 4
      1º: Segunda vinda de Jesus em poder e glória (verso 16);
      2º: A ressurreição dos justos (verso 16);
      3º: Os santos são levados para o céu de maneira visível (verso 17).
      Apocalipse 6
      1º: Terremoto, escurecimento do Sol, a Lua se torna sangue e a queda das estrelas – meteoros (versos 12, 13);
      2º: Segunda vinda de Jesus com poder e muita glória (versos 14-17).
      Joel 2
      1º: Escurecimento do Sol e da Lua (verso 31);
      2º: Segunda vinda de Jesus em glória e majestade (verso 32);
      Não é surpreendente que nenhuma das referências bíblicas dê a ordem dispensacionalista dos eventos?
      Se o arrebatamento secreto não é bíblico, por que tantos pregadores cristãos sinceros falam sobre ele?
      Cada vez mais os pregadores cristãos sinceros estão descobrindo que não é bíblico e estão abandonando esse ensinamento. Como um escritor afirma:
      “O afastamento magnético do Arrebatamento pode ser descrito como uma rua de mão única sem ninguém na contramão – e já se pensa em aumentar a largura para suportar mais tráfego” (Dave McPherson, The Great Rapture Hoax, pág. 13).
      O Dr. Roland V. Bingham, editor de Evangelical Christian (Cristão Evangélico), conta como sua esposa chegou a ele uma noite: – Tenho que ensinar sobre a segunda vinda na minha classe da escola dominical amanhã. Tenho procurado provas do arrebatamento secreto, mas parece que não consigo encontrá-las na Bíblia. Você poderia, por favor, me ajudar a encontrar os textos?”
      – Ah, isso é fácil – ele respondeu desembaraçadamente. Leia 1 Tessalonicenses 4:16.
      – Mas eu já li, e é o verso mais ruidoso (barulhento) da Bíblia!
      O Dr. Bingham deu início a uma profunda pesquisa das Escrituras. Mais tarde ele escreveu:
      “As semanas que se seguiram àquela inocente pergunta e o problema em que me colocou, é uma outra história. Se você aceita a teoria de um arrebatamento secreto da igreja, tente fazer esta pergunta para você mesmo” (H. A. Ironside, The Great Parenthesis, pág. 23).
      Um tempo depois, um amigo seu, G. Campbell Morgan, escreveu uma carta ao Sr. Bingham dizendo: “Suponho que posso dizer que, através dos anos, passei por uma experiência muito parecida com a sua em relação a estas questões proféticas. A frase ‘arrebatamento secreto’ foi para mim, por logo tempo, muito questionável, e absolutamente sem garantias, e sem base nas Escrituras” (Ibidem, pág. 13).
      W. J. Eerdman, um dos maiores expositores da teoria do arrebatamento secreto, e um dos editores consultores da Scofield Reference Bible, escreveu:
      “Se alguém menosprezasse a crença de que Jesus virá a qualquer momento, como se isso tirasse o seu sossego, seria suficiente responder com as palavras do ditado: ‘Melhor a decepção da verdade do que a falsa promessa do erro’” (Ibidem, pág. 35).
      Outros importantes líderes cristãos que mudaram seu ponto de vista são: Charles R. Eerdman, A. J. Gordon, Henry W. Frost, Dr. Harold Ockenga, Phillip Mauro, George Ladd, e muitos outros.
      Existem alguns pregadores e teólogos que não recusam a teoria do arrebatamento, mas que têm expressado dúvidas quanto à sua validade. Harry Ironside, um dos maiores promotores da teoria, confessou a R. Stanley Payne, da estação de rádio de Moody WMBI: “Eu sei que o processo que ensino é cheio de falhas, mas estou muito velho e já escrevi muitos outros livros para fazer qualquer mudança” (Dave McPherson,The Great Rapture Hoax, pág. 86).
      Mesmo aqueles que ensinaram ou ainda ensinam a teoria do arrebatamento admitem que ela não está na Bíblia. C.I. Scofield, autor da Bíblia de Referência Scofield, retratou o arrebatamento como algo completamente novo, algo que não foi mencionado pelos profetas bíblicos. [C. I. Scofield, “The Return of Christi in Relation to the Church” (A Volta de Cristo em Relação à Igreja), Bibliotheca Sacra CIX, 1952, pág. 5].
      John Walvoord diz: “A partida da igreja da Terra obviamente causará um grande alvoroço, embora a Bíblia nunca pareça referir-se diretamente a isto” (John Walvoord, “Christ´s Olivet Discourse on the End oh the Age”, Bibliotheca Sacra CXXVIII, 1971, p. 114).
      William Herrison diz:
      “O fato de que em lugar algum o Novo Testamento declara expressamente que o arrebatamento precede ou não a tribulação, leva à conclusão mais profunda de que o tempo do arrebatamento em relação à grande tribulação deve ser deduzido de uma análise cuidadosa das passagens que são relevantes”. (William K. Harrison, “The Time of the Rapture as Indicated in Certain Scriptures” [A Época do Arrebatamento Indicada em Algumas Escrituras]. Bibliotheca Sacra CXIV, 1957, pág. 318).

      Em Mateus 24:40, 41, lemos: “Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; estando duas moendo no moinho será levada uma, e deixada outra”. Isso não prova que haverá um arrebatamento secreto da igreja?

      Existem três razões por que esta passagem não se refere a um arrebatamento secreto:
      1. No contexto de Mateus, vemos uma aparição literal e visível de Cristo:
      a) “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do filho do homem” (verso 27);
      b) “… todas as tribos da terra” verão Sua chegada (verso 30);
      c) Sua vinda será “sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (verso 30);
      d) Seus anjos vão reunir os eleitos com um “clamor de trombetas” (verso 31).

      2. Tudo que está relacionado à natureza de uma vinda secreta é atribuído a “falsos cristos”. (versos 24-26);

      3. Os que são deixados para trás não podem continuar em seus afazeres normais como a teoria do arrebatamento secreto ensina. Seu destino é descrito no verso 51:“e separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes”.
      Os teólogos dispensacionalistas não ensinam que o arrebatamento é encontrado em Mateus 24. John Darby, um dos criadores do ensino do arrebatamento secreto, e John Walvoord, um importante teólogo dispensacionalista, dizem:
      “É importante ter em mente, no estudo de Mateus 24 e 25, que o arrebatamento não é mencionado nesses capítulos”. (Ver Kelly, The Writings of J. N. Darby, volume IV, págs. 52, 53)
      “… o arrebatamento não é encontrado em lugar nenhum em Mateus, Marcos, ou Lucas (ou em qualquer outra parte do Sermão da Montanha). (Ver John Walvoord, “Christ’s Olivet Discourse on the End of the Age”, Biblioteca Sacra CXXVIII, 1971, pág. 114).

      Paulo diz em 1 Tessalonicenses 5:2 que a vinda de Cristo será como um “ladrão de noite”. Um ladrão vem sem fazer barulho, e esta é minha razão para acreditar no arrebatamento secreto.

      A ilustração de um “ladrão” que vem à noite é usada três vezes na Bíblia: por Cristo, em Mateus 24:43; Paulo. em 1 Tessalonicenses 5:2 e por João, em Apocalipse 3:3. Existem duas perguntas que precisam se respondidas em relação a estas passagens:
      1. Qual o propósito da ilustração? Seria inconcebível assumir que a vinda de Cristo seria como um ladrão em todos os aspectos. Ele é desonesto quanto um ladrão? Ele é digno de desprezo quanto um ladrão?
      Também poderia ser comentado que nem todos os ladrões fazem seu trabalho em silêncio. Alguns deles são bem violentos. Geralmente, seus arrombamentos vêm acompanhados de muito barulho e confusão.
      1 Tessalonicenses 5 começa com o assunto “dos tempos e das estações” (verso 1). Os versos 3 e 4 falam sobre a repentina destruição que virá. Paulo está falando claramente que a segunda vinda de Cristo será tão repentina quanto a do ladrão que chega à noite. Ele não está falando sobre nenhum outro aspecto de um ladrão, e não há nenhum fundamento para fazer alguma comparação entre Cristo e um ladrão, além da que foi proposta pelo próprio texto.
      A ilustração do ladrão em Mateus 24 é usada exatamente da mesma maneira. Os versos 36-44 falam sobre a natureza inesperada da vinda de Cristo. Ele introduz o assunto com as palavras: “Porém, daquele dia e hora ninguém sabe”, (verso 36) e termina com as palavras: “Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis” (verso 44).
      Apocalipse 3:3 diz: “E, se não vigiardes, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei”. Mais uma vez, a analogia do ladrão ilustra Seu aparecimento repentino. Nenhum dos textos refere-se ao evento como sendo secreto.

      2. Qual o contexto das passagens? Todas as três falam sobre uma aparição pública. O livro do Apocalipse diz: “Eis que vem com as nuvens e todo olho o verá”. Apocalipse 1:7.
      1 Tessalonicenses 5:3 completa: “Pois, que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição”. Já a teoria do arrebatamento ensina que a repentina destruição não virá sobe eles, mas que continuarão numa tribulação de sete anos. Algo totalmente o contrário do que acabamos de ler em 1 Tessalonicenses 5:3.
      Nenhuma das ilustrações do “ladrão de noite” sugere uma vinda secreta. Apenas se tiradas de seu contexto…

      Qual é o erro em crer que Jesus “já veio” ou que “virá secretamente?”
      Primeiro: isto não é ensinado pelas Escrituras. Segundo: todo aquele que pratica ou aceita algo que não é verdade, ficará fora do reino dos céus (Apocalipse 22:15). Terceiro: crer que Cristo já veio ou que “arrebatará a igreja secretamente” trará consequencias muito sérias às pessoas que advogam tal crença, pois estarão totalmente despreparadas quando Jesus vier em glória (Mateus 24:30, 31). Assim, elas ficarão apavoradas ao ver o Senhor, pois não acreditavam na Sua vinda visível. Tais pessoas farão parte daquela classe mencionada em Apocalipse 6:14-17:
      “E o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar. Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?”
      Ao ver Jesus no céu sem ter acreditado que Ele viria em glória a pessoa será pega de surpresa. Veja o quão é importante acreditarmos na volta gloriosa do Senhor Jesus Cristo conforme é ensinada na Bíblia!
      Logo Ele voltará em glória e majestade para nos buscar:
      “Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória”. Mateus 24:30.
      “Então, se verá o Filho do Homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória”. Lucas 21:27.
      “Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória” Mateus 25:31.

      Portanto, aceite o verdadeiro ensino bíblico sobre o assunto e siga o conselho do Senhor:
      “Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor. Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá”. Mateus 24:42, 44.

      Vigie e Prepare-se! Jesus está voltando!

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • maria pires em 6 de abril de 2013 18:39

    Parabens! esse programa é uma bençao.



  • maria pires em 6 de abril de 2013 18:57

    V NOVO TEMPO É UMA GRANDE BENÇAO, NAO SÓ NA VIDA DOS ADVENTISTAS MAS PRINCIPALMENTE NA VIDA DAQUELES QUE AINDA NAO CONHECIA A VERDADE. PARABENS TV NOVO TEMPO.



  • carlos alberto seferin em 9 de abril de 2013 23:24

    Parabéns! Ao Prof..dr.Rodrigo…espirita convicto, falas com muita segurança!!!



  • Wellington Pereira em 9 de abril de 2013 23:46

    Por que a igreja adventista é chamada de ceita, ora vocês são tão estudiosos e respeitoso da palavra de Deus.Quem é ellen white é por contar dele que vocês são chamados de idolatra!!!

    Gostaria de saber melhor sobre isso?



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de abril de 2013 15:02

      Olá amigo Wellington!
      Satisfação manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Em relação a Igreja Adventista do Sétimo Dia ser uma seita ou não gostaria de recomendar à você que acesse: http://novotempo.com/namiradaverdade/2009/03/30/a-ireja-adventista-e-uma-seita/ e veja a explicação ali existente.
      Sobre Elle White nós Adventistas do Sétimo Dia temos como princípio bíblico a adoração ou veneração somente a Deus ( Êx 20:3-6; Dt 5:7-10; Mt 4:10). Ellen White para nós foi uma mensageira do Senhor que recebeu do Espírito Santo o dom de profecia (At 2:17; Ap 12:17; 19:10) para conduzir novamente as pessoas de volta à bíblia que é a nossa única regra de fé e prática, por isso consideramos os seus escritos não como um acréscimo a bíblia ou como uma substituição, mas sim como uma luz menor que nos conduz a luz maior que é a palavra de Deus.
      Caso queira saber mais informações, conte conosco para o que precisar, estamos a disposição.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Wellington Pereira em 9 de abril de 2013 23:53

    Essa é daquelas boas,

    Por que Deus sabendo que Satanas iria fazer tanto mau e varias coisas desagradável por que ele mesmo não destruiu a satanas e nos livrou desse inimigo que tanto nos atormenta e nos causam problemas.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de abril de 2013 11:37

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Welligton!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia não nos dá todos os detalhes sobre a origem do mal, mas nos garante pelo menos duas coisas importantes: primeiro que Deus não foi o criador do mal (Salmo 5:4) e segundo que o mal surgiu no coração de Lúcifer (Ezequiel 28:15). Isso Paulo chama de o “mistério da iniqüidade” (2Tessalonicenses 2:7), relembrando que a palavra grega para mistério é misterion que significa uma verdade que estava oculta e foi revelada.
      O que a Bíblia revela sobre o mistério da iniqüidade é que um ser criado por Deus perfeito se envaideceu por causa de sua beleza, formosura e sabedoria (Ezequiel 28:13-17), e se envaideceu de tal maneira que intentou ser adorado como Deus (Isaías 14:12-14). Ele se esqueceu que era uma criatura e como criatura recebia vida, sabedoria, formosidade, resplendor de Deus e não dele mesmo. Lúcifer desviou os olhos de Seu Criador e passou a contemplar a si mesmo. Isso é vaidade, adorar-se a si mesmo, fazendo-se de si mesmo um “deus”. Isso nos mostra como Deus criou todas as suas criaturas com o livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolher fazia parte da perfeição.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Conte conosco para o que precisar.
      Equipe do Na Mira.



  • kevin em 10 de abril de 2013 20:35

    Oi,presciso saber mais sobre o livro do apocalipse pois ainda tenho varias duvidas e o programa passado essclareceu um pouco,pois varios expecialistas no assunto.Entao queria saber se tera outro programa com“ todos na mira da verdade´´obrigado.



    • Maiara Costa - Equipe em 11 de abril de 2013 11:27

      Olá Kevin!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Existe a possibilidade de se ter novamente um Todos Na Mira, mas ainda não sabemos quando.
      Em relação ao Apocalipse, se me permite gostaria de recomendar à você a leitura de um ótimo manual.
      Uma Nova Era Segundo as Profecias do Apocalipse da editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Afonso Oliveira em 13 de abril de 2013 0:59

    A prostituta de apocalipse 17. Qual a explicação?



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de abril de 2013 18:15

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Afonso!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A “prostituta” de Apocalipse 17 representa uma igreja doutrinariamente impura, ou seja, contaminada com falsas doutrinas. Pelo método historicista identificamos esta igreja como sendo a Igreja Romana, império no qual imperava nos dias de João.
      Gostaria de recomendar à você caso tenha interesse o livro: Uma Nova Era Segundo as Profecias do Apocalipse da editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deua te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • quero parabenizar a todos da n.t. pelo grande trabalho que è em especal os programas de evangelismo que e ecelente, que Deus oabençoi todos pelo bom trabalho especialmente os pastores que ja conheço quase toto se dese citaria os nomes obs segue meu endereso Rua tijuca 201 parque IPÉ CEP44054-104 freira de santana ba.obs,acistoona mira oir-pr Leandro quadros, o arena do futuro pt-luiz Gonçalves, biblia facil com o ptr-Arilton . o consultorio de familia, air- sra-Darlene alves, em fim amo todos oceis no amor de Crito Jesus noso senhor e salvador . desculpe os erros,obro ir- Joao III Igreja batista funf- regular.



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de abril de 2013 15:57

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo João!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Para receber o curso Verdades para o tempo do fim, acesse o nosso blog e clique no canto superior direito da tela ou ewscreva um e-mail para: namiradaverdade@novotempo.com e nos passe todos os seus dados completos.
      Muito obrigado pelo carinho e confiança em nosso ministério.
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Conte conosco para o que precisar.
      Equipe do Na Mira.



  • GILVANDRO MAUÉS em 26 de abril de 2013 0:37

    OLA AMIGOS DO PROGRAMA SOU MUITO GRATO POR VCS COLOCAREM A VERDADE NO AR SÓ QUE ONDE EU MORRO Ñ TEM CANAL ABERTO PARA OS IRMÃOS DA IGREJA SABEREM MAIS DA VERDADE ,EU QUERIA QUE QUE VCS PERMITAM K EU GRAVE EN DVDS PARA AS PESSOAS QUE Ñ POEM ASSISTIR,MANDE A RESPOSTA NO MEU G.MAIL[VIRTUALDJEVANDRO@GMAIL.COM] VALEU



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de abril de 2013 12:00

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Gilvandro!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A resposta já foi enviada ao seu e-mail.
      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Luiz Meira em 28 de abril de 2013 20:57

    Quantos “esta feito” existe na bíblia e quando acontecerão?



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de abril de 2013 10:24

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Luiz!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A expressão está feito apece por pelo menos três vezes nas Sagradas Escrituras.
      João 19:30- que já se cumpriu.
      Apocalipse 16:17- que será no final do grande conflito.
      Apocalipse 21:6- que será após o milênio com a vitória final sobre o pecado.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Flavia Diana em 29 de abril de 2013 14:45

    Olá boa tarde!
    Os advertistes nao trabalham no sábado?entre outras coisas, mais o que vcs me dizem de toxto de Mateus 12.



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de abril de 2013 17:24

      Olá Flavia!
      Boa tarde.
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de Cristo esteja sempre em seu coração.
      “O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do Homem é senhor também do sábado”. Marcos 2:27-28
      Leiamos outros relatos de Cristo em que Ele estava abordando o assunto do Sábado com os líderes religiosos daquela época para entendermos a fundo a questão que estamos abordando:
      “Por aquele tempo, em dia de sábado, passou Jesus pelas searas. Ora, estando os seus discípulos com fome, entraram a colher espigas e a comer. Os fariseus, porém, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer em dia de sábado. Mas Jesus lhes disse: Não lestes o que fez Davi quando ele e seus companheiros tiveram fome? Como entrou na Casa de Deus, e comeram os pães da proposição, os quais não lhes era lícito comer, nem a ele nem aos que com ele estavam, mas exclusivamente aos sacerdotes? Ou não lestes na Lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa? Pois eu vos digo: aqui está quem é maior que o templo. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos, não teríeis condenado inocentes. Porque o Filho do Homem é senhor do sábado” Mateus 12:1-8.

      “Aconteceu que, num sábado, passando Jesus pelas searas, os seus discípulos colhiam e comiam espigas, debulhando-as com as mãos. E alguns dos fariseus lhes disseram: Por que fazeis o que não é lícito aos sábados? Respondeu-lhes Jesus: Nem ao menos tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e seus companheiros? Como entrou na casa de Deus, tomou, e comeu os pães da proposição, e os deu aos que com ele estavam, pães que não lhes era lícito comer, mas exclusivamente aos sacerdotes? E acrescentou-lhes: O Filho do Homem é senhor do sábado”. Lucas 6:1-5.
      Quando Jesus proferiu estas palavras, no contexto da época a beleza do sábado havia se perdido nas tradições judaicas. Os fariseus eram fanáticos na observância de todas as leis de Deus, inclusive do quarto mandamento. Havia centenas de leis menores com relação ao sábado. Eis algumas delas:
      • Não era permitido comer o ovo de uma galinha “pecadora” que tivesse colocado-o no Sábado (apenas se a galinha fosse sacrificada…);
      • Não era permitido cuspir na grama (seria regar a plantação – algo proibido no Sábado).
      • Não era permitido andar mais do que um quilômetro (seria caminhar um trecho longo demais – considerado por eles (não por Deus) transgressão do sábado).
      Em Mateus 12:1-8 pudemos ler que os discípulos de Jesus sentiram fome e tomaram algumas espigas de trigo para comer. E os fariseus acharam aquilo um absurdo. Então eles reclamaram com Jesus por não repreender os seguidores dEle por “tamanha desobediência”
      É claro que o Mestre não concordou com os fariseus, pois, como Criador do Sábado (João 1:1-3) Ele sabia qual era a melhor forma de guardá-lo. O que Jesus estava dizendo no “embate” que teve com os líderes da época era o seguinte: “Vocês não estão percebendo o propósito do sábado. Com suas exigências legalistas e desequilibradas, estão desvirtuando a beleza deste dia santo. Eu sou o Senhor do sábado. Fui eu quem criou o sétimo dia para deleite do ser humano (Isaías 58:13, 14). Eu sei o que pode ou não ser feito neste dia. E posso garantir que colher algumas poucas espigas para saciar a fome não é quebrar o sábado de forma alguma. Colher espigas não é o mesmo que colher uma plantação”.
      Jesus permitiu que os discípulos colhessem espigas naquele sábado e justificou o fato com um episódio do Velho Testamento: 1 Samuel 21:1-6. E isso com o objetivo de ensinar os fariseus a forma correta de guardar o Sábado.
      Pelas leis do Antigo Testamento o sacerdote não tinha permissão para dar pão sagrado, mesmo ao israelita mais consagrado. Apenas os sacerdotes podiam comê-lo. Entretanto, houve uma circunstância peculiar, incomum. Davi e seus homens precisavam desesperadamente de pão para sua subsistência, tendo em vista a maldade do rei Saul em persegui-lo (e dificultar a alimentação deles) e o fato de não haver outro alimento à mão.
      Da mesma forma, nos dias de Jesus, em situação ordinária, não seria permitido entrar na seara e colher espigas num dia de sábado (para os judeus e não na concepção do Deus Criador). Mas aquela era também uma circunstância especial pelas seguintes razões:
      1) Jesus e seus discípulos estavam longe de casa, pois eram pregadores itinerantes. Estavam retornando de uma reunião na sinagoga, a qual funcionava no sábado até, aproximadamente, a hora do almoço (a fome nesse horário é grande);
      2) Tendo em vista que nenhum daqueles religiosos ofereceu alimento – e os alunos de Cristo necessitavam comer – não seria transgressão do quarto mandamento colher espigas para saciar a fome. Seria o mesmo que hoje colhermos uma fruta no sábado, ou seja, nada de mais.
      É fácil percebermos que na Bíblia o dia de guarda sempre foi – e sempre será – o Sábado (Mateus 5:17-19; Apocalipse 14:6, 7; Isaías 66:22, 23 – até nos dias da eternidade!). E, quando lemos os relatos em que Jesus discutia com os fariseus sobre o assunto, o tema em questão nunca foi: “o dia deve ser guardado ou não?”, mas sim: “o dia pode ser guardado desse jeito?”.
      Meditemos nisso com sinceridade e oração para que não tenhamos uma vida de pecado ao transgredirmos conscientemente o Sábado! (ler Tiago 2:10).
      Recapitulando: em Marcos 2:27, 28 e em Mateus 12:8 Jesus afirmou que Ele é a pessoa apropriada para definir o que pode ou não ser feito no dia de Sábado, pois Ele é o Criador dos dias da semana (Hebreus 1:1-3; Colossenses 1:15-18). Por isso, afirmou ser o “Senhor do Sábado”. Ele lhe diz neste momento, por intermédio do profeta Isaías:
      “Felizes são os que obedecem às leis a respeito do sábado! Felizes os que não praticam o que é mau!” Isaías 56:2.
      Como você irá responder ao chamado de Jesus à obediência “pela fé”? (Romanos 16:26). Que sejam suas as palavras dos apóstolos: “Então Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.” Atos 5:29.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Elisania em 30 de abril de 2013 15:32

    Ola, parabenizo os irmaos Leandro e Tito por trazerem a palavra do Deus vivo se forma tao coerente. Somente guiados pelo Espirito Santo podem realizar tao belo trabalho. Quero dizer-lhes , que ha um mes me tornei uma adventista, era um congregacionista(concregaçao crista do brasil) fiz um estudo, e aceitei o sabado como o DIA do Senhor ou melhor o verdadeiro selo de Deus para com seus fieis. No processo de transiçao surgia muitas duvidas, afinal, nasci na CCB 32 anos dentro de uma religiao, aquelas doutrinas se faziam muito presentes no que era verdade para mim. O NA MIRA foi de grande valia na minha decisao. Hj sou muito feliz pois guardo os 10 mandamentos escritos pelo dedo de Deus cravado numa pedra e nao na areia e nem no papel, areia e papel com o tempo se desfazem mais o que è cravado numa pedra isto é para sempre< ou seja



    • Maiara Costa - Equipe em 30 de abril de 2013 16:45

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Elisânea!
      Grande satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Que Deus seja louvado pelas verdades espirituais que aprendeu e tem aprendido amiga.
      Que a cada dia você possa continuar crescendo na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus.
      Muito obrigado por compartilhar conosco tão belo testemunho.
      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Aparecida em 6 de maio de 2013 12:03

    Olá, agradeço a Deus por esse programa, através dele tenho aprendido muito sobre a Palavra de Deus, mas a respeito da resposta do prof. Leandro sobre o diluvio, exibido dia 30/04, ele afirma que nem todas as espécieis entraram na arca, baseado no cap. 7 de genesis, mas no cap. 6, a partir do vres.18 afirma que tudo o que vive entrará na arca, então Deus não criou todas as espécieis?tenho dificuldade em entender essa “micro evolução”. Deus abençõe a todos e continue dando sabedoria e entendimento para que nos ajude a compreender as escrituras.



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2013 16:37

      Olá Aparecida!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      De todas as espécies que haviam na época, isso não há como sabermos quantas eram exatamente a Bíblia diz que o que entrou na arca foram sete pares de animais limpos e dois pares de animais imundos (Gênesis 6:19-22; 7:2,3).
      A microevolução nada mais e nada menos é as mudanças genéticas que ocorrem dentro da própria espécie, ou seja, não há como sabermos, por exemplo, se o leão daqueles dias é igual ao que temos hoje, pois ele pode ter sofrido alterações genéticas.
      Para você se aprofundar nesse assutno gostaria de recomendar a você a leitura do livro: A História da Vida da editora CPB.
      Contato: 0800-979-06-06 ou cpb.com.br
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Flávio André Catanha da Silva em 7 de maio de 2013 22:31

    Adlimiro muito a rede novo tempo, pela qualidade da programação de altissimo nivel que não gira em torno de uma denominação religiosa, no caso a adventista, não faz propaganda dela, mas que prega a palavra de Deus, e que nos leva até Ele. parabéns a todos os que estão na frente desse trabalho maravilhoso e que Deus multiplique em suas vidas todas as bençãos que só Ele tem pra vocês!!!!
    No programa de 3ª feira dia 07/05/2013, alguém perguntou sobre a vida após a morte. Sabiamente foi respondido que o morto não tem conciência de nada, e nem noção de tempo espaço, igual a uma pessoa que dorme. OK, mas Jesus fala sobre o seio de Abraão livro de Lucas capitulo 16, versiculos de 19 ao 31. Ele fala sobre a conversa de um homem rico que depois de morto vai pro inferno e conversa com Abraão pedindo que lazaro refresque-lhe a lingua etc., Como se explica isso? O corpo morre e o espirito e a alma vão,para o paraiso ou o inferno, até o dia da volta de Jesus quando haverá a ressurreição? Jesus não disse ao ladrão bom “hoje mesmo estaras comigo no paraíso”?



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2013 11:08

      Olá Flávio!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Para compreender melhor o texto de Lucas 19:19-31 e saber qual lição Cristo estava querendo ensinar gostaria de recomendar que acesse: http://novotempo.com/namiradaverdade/o-relato-do-rico-e-lazaro-lucas-1619-31/
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Hodiney em 11 de maio de 2013 16:48

    Com base em l Timótio 2 a partir do verso 8 o apostolo Paulo em sua carta a timótio escreve como proceder no culto; no verso 12 ele diz “não permito que a mulher ensine, mem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio.” como interpletar esse verso uma vez que nos dias em que vivemos tem saurgido e aumentado cada vez mas o número de mulheres exercendo posições de bispas, ministras e até de pastoras; esse texto deve ser interpletado de forma cultural?



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2013 10:55

      Olá Hodiney!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Exatamente, esse texto deve ser interpretado dentro do contexto cultural da época.
      Gostaria de convidá-lo a acessar: http://novotempo.com/namiradaverdade/videos/quem-foi-melquisedeque/
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Fernanda Alana em 11 de maio de 2013 18:36

    Olá caros irmãos, estou na dúvida em apocalipse 20:15 pois fala do livro da Vida ou do livro do cordeiro em que é mencionado nomes dos salvos. Uma vez meu irmão disse que os que foram escritos lá (Livro da Vida) nunca irão ser apagados, penso que ao aceitar Jesus a pessoa tem seu nome escrito lá então se ela vir a se afastar ou se perder seu nome continuará escrito no livro da Vida (uma vez que não poderá ser apagado) ou apenas é riscado???

    Feliz Sábado!!!!!!!!!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2013 11:43

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Fernanda!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Qual é a base bíblica que seu irmão utilizou para fazer essa afirmação?
      Pois, se de acordo com o texto de Apocalipse 20:15 diz claramente que os nomes que não forem achados escritos lá estarão perdidos, isso representa claramente que podem ser riscados e apagados.
      “Respondeu o Senhor a Moisés: riscarei do meu livro todo aquele que pecar contra mim”. Êxodo 32:33
      A experiência da salvação é algo diário (1 Coríntios 10:12).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Francisco Jose de Deus em 14 de maio de 2013 22:42

    Gostaria que me retirasse essa duvida . DEUS CULPA AS CRIANÇAS POR CAUSA DOS PECADOS DE SEUS PAIS? E DE SUAS GERAÇOES?
    SE NAO ,PORQUE SERA QUE NEM TODAS ELAS SAO PROTEGIDAS DE VIOLENCIAS ?



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2013 10:09

      Olá Francisco!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Amigo saiba que a existência da violência é o resultado do pecado num aspecto geral pelo simples fato de sua existência e não o resultado dos pecados dos pais nos filhos (Deuteronômio 24:16; Ezequiel 18:4,20).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • igor em 21 de maio de 2013 22:36

    Leandro quadros. No seu ultimo comentário sobre o dizimo. voce usou o patriarca abraao como exemplo de dizimista e afirmou que ele dizimou de todas as suas posses. mas nao é isso que nos afirma HB. 7:4. onde nos diz que o seu dizimo foi fruto de ROUBO ( despojos). e aí? como fica a sua explicaçao?



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de agosto de 2013 11:44

      Olá Igor!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempr em seu coração.
      Abraão não dizimou de nada roubado, pois esses despojos de acordo com a lei da época pertenceriam à pessoa que vencesse a batalha (Gênesis 14:14-17), Abraão recuperou aquilo que havia sido roubado, devolveu os dízimos e após isso devolveu tudo para os reis de Sodoma e Gomorra, sem ficar com absolutamente nada (Gênesis 14:21-24).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Bruno em 28 de maio de 2013 22:37

    Meus queridos irmãos que Deus continue abençoando vocês pois tenho certeza que o projeto desse programa nasceu dentro do coração de Deus…a minha crítica à Novo Tempo é que esse programa passa poucas vezes em relação a importância que ele tem a todas as pessoas não adventistas que o assistem…já outros programas passam várias vezes na semana…



    • Maiara Costa - Equipe em 3 de junho de 2013 15:36

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Bruno!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por compartilhar conosco a sua crítica instrutiva.
      A Novo Tempo está com uma grade de programação bem extensa e diferente, e o Leandro também está cuidando do programa Na Mira em português e espanhol, sendo assim, não estamos com muito espaço na grade para mais de um ao vivo por semana.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • ELEM KARINY GASPAR DE MATTOS em 31 de maio de 2013 17:44

    eu gosto muito da mira da verdade eu e minha família não perdemos um dia é muito bom mas um dia eu mandei uma pergunta e ate hoje não responderam acho que é porque muitas pessoas mandam ai as veses nem da tempo de ler mas te bom mesmo assim o programa é ótimo , nos somos adventistas do sétimo dia de cujubim rondonia e temos pouco tempo de teve novo tempo eles ergueram a antena esses dias e minha mae desligou o resepitor agora só é novo tempo aqui em casa ,,,mas ta bom thau ……



    • Maiara Costa - Equipe em 6 de agosto de 2013 18:20

      Olá Ellen!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Muito obrigado por enviar as suas perguntas.
      Peço desculpas por não tê-la respondido é que como você mesma pontuou são muitas perguntas e infelizmente não há como atender a todos num único dia.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • fabiana em 31 de maio de 2013 21:05

    Parabenizo a todos do na mira um programa que edifica varios lares assim como o meu.Tenho uma duvida se Jesus,Pedro,João e Tiago segundo Lucas 9;30 viram e falaram com Moisés e Elias,como isso foi possivel se Moisés morreu segundo Deuteronômio 34;5.Não ficamos todos dormindo quando morremos??



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de junho de 2013 12:20

      Olá Fabiana!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Moisés foi ressuscitado por Cristo (Judas 9), por isso ele pode estar ali no monte da transfiguração.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Gilberto Camillo Pinheiro em 1 de junho de 2013 14:07

    Hoje Sábado de manhã um pregador disse que o livro dos sete selos era o livro da vida ou a escritura de posse da terra, oque a bíblia diz é ou não é ? É mesmo ou não eu achei meio forçado



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de agosto de 2013 15:24

      Olá Gilberto!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Não encontrei evidências bíblicas para associar om livro da vida com o rolo com sete selos.
      O livro que estava na mão de Deus noa capítulo 5 do livro do Apocalipse é um livro fechada que subentende-se o destino da igreja e do mundo. Sendo que as estrenhas ocorrências dos selos não perfazem o conteúdo do livro, são as coisas que vão acontecendo à medida que o livro vai sendo aberto.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Jorge Barreto de Azeredo em 5 de junho de 2013 0:04

    Desejo saber como enviar ao espetacular programa “Na mira da verdade”, uma pequena oferta para que o programa continue no ar, sempre! Claro que o programa não dependerá da minha oferta, mas mesmo assim, desejo ajudar.

    Deus continue a abençoar os Pastores Tito Oscar e Leandro Quadros, e a toda a EQUIPE do “NA MIRA DA VERDADE”!



    • Maiara Costa - Equipe em 12 de junho de 2013 18:18

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Jorge!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Ficamos muito felizes por seu carinho e confiança nesse ministério.
      Uma da atendentes do Anjos da Esperança que é o setor que trabalha com as doações irá entrar em contato com você em seu e-mail.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Fernando em 6 de junho de 2013 0:19

    olá equipe novo tempo parabens pelo trabalho evangelistico que creio ser cumprimento da profecia de apocalipese 14, sou do interior de MG cidade de Pedra Azul, temos tv novo tempo em canal aberto 16 manda um alô para pedra azul muitos assistem o canal novo tempo, tenho uma duvida 1 timoteo 4: 1 a 5 quem são esses que paulo mencionam?



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de junho de 2013 12:11

      Olá Fernando!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Paulo está falando sobre apostasia e introdução de heresias na igreja e não sobre alimentos imundos purificados no Novo Testamento.

      Entre as proibições heréticas estava “abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graça”. Deus não criou nenhum animal para servir de alimento. (Gn. 1:29) – E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento.
      (Gn. 1:30) – E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez. Deus criou as frutas, nozes, sementes e verduras para alimentação do homem; e a erva do campo para alimentação dos animais.

      O v. 4 diz que “tudo o que Deus criou é bom”, e em realidade assim é, pois o texto confirma Gênesis (Gn. 1:31) – Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Houve tarde e manhã, o sexto dia. “E recebido com ações de graça, nada é recusável”; aqui Paulo está condenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem “recebidos com ações de graça”, e sendo que tudo o que vem de Deus é bom, inclusive os alimentos para uso do homem, nada deve ser recusado.

      O v. 5 estabelece dois pontos básicos para que algo imundo ou proibido (por exemplo, o porco e seus derivados) seja ou venha a ser purificado, portanto comestível para o Cristão do NT.
      a) A Palavra de Deus
      b) A Oração. Se em algum lugar da Bíblia, o porco é algo comestível e limpo ou se o NT autoriza o cristão a alimentar-se deste animal, então quando o crente faz oração, o porco acaba de ser purificado. Mas como em nenhum lugar da Bíblia há autorização para se comer o porco, então a oração não pode santificar o que não foi designado para se comer. “Porque pela palavra de Deus e pela oração, é santificado”.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • proto pires campos junior em 8 de junho de 2013 18:40

    a biblia diz que moises morreu, como explicar a aparição dele no monte das oliveira, quando ele aparece e fala com JESUS, sendo que a biblia diz em hb 9:27 que ao homem esta designado morrer uma so vez depois vem o juizo de DEUS?



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de junho de 2013 18:01

      Olá estimado amigo!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      A Bíblia defende qual doutrina imortalidade incondional da alma ou ressurreição?
      1 Coríntios 15 nos ajuda a chegar a resposta, sendo assim de acordo com esse texto e alguns outros mais o de Judas 9 podemos concluir que Moisés foi ressuscitado por Cristo, por isso aparece junto a Elias que fora trasladado vivo ao céu (2 Reis 2:1) no monte da transfiguração. E de fato Moisés recebeu a sua sentença (Hebreus 9:27).
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • Ricardo em 10 de junho de 2013 10:53

    as torres gemias tinham explossivos pois aqueles aviõs não derrubavam bredios bem estruturados porque as pessoas não sabem disso professor?



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de junho de 2013 16:52

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Ricardo!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Há muitos comentários na internet a respeito disso, principalmente em teorias da conspiração, contudo onde estão as provas, as evidências que as torres foram derrubadas por bombas e não pelos aviões?
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira.



  • ADRIANO em 13 de agosto de 2013 9:48

    TENHO APRENDENDO MUITO NESTE PROGRAMA



  • Jurandy Jose da Silva em 30 de agosto de 2013 23:57

    eu Gosto da Novo Tempo



  • Klebson G. em 25 de novembro de 2013 1:12

    Olá irmãos, Não tenho duvidas sobre os 10 mandamentos escritos pelo dedo de Deus e que foram citados para todos os seres humanos seguirem, porém a muitas igrejas atuais que seguem as tradições humanas deixando-as de lado tais mandamentos, eu queria se não for incomodo uma melhor disseminação bíblica desde acontecimento.



    • Maiara Costa - Equipe em 10 de dezembro de 2013 13:29

      Olá estimado Klebson!
      Muito obrigado por seu contato com o Programa Na Mira da Verdade.
      Há três textos bíblicos que lhe mostrarão o porque disso acontecer.

      “Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens”. Mateus 15:8,9

      “Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos”. 2 Timóteo 4:3,4

      “O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. 2 Timóteo 4:3,4

      Por mais que as igrejas estejam seguindo por esse caminho, Deus busca aqueles que permancem fiéis à Sua Palavra.

      “Apegue-se firmemente à mensagem fiel, da maneira como foi ensinada, para que seja capaz de encorajar outros pela sã doutrina e de refutar os que se opõem a ela”. Tito 1:9

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Clei de Góes em 6 de dezembro de 2013 22:43

    ola, Gostaria de saber se Jesus era igual ou menor que Deus. segundo João 14:28 ele mesmo afirma que era menor.



    • Maiara Costa - Equipe em 9 de dezembro de 2013 13:42

      Olá Clei!
      Muito obrigado por seu contato com o Programa Na Mira da Verdade.
      Há outro texto também muito interessante, veja:

      “Eu e o Pai somos um”. João 10:30

      Em João 5:18, o apóstolo afirma que os judeus queriam matar a Cristo porque Ele se fazia igual a Deus!

      Precisamos compreender que há dois tipos de textos sobre Cristo: aqueles que o apresentam em sua encarnação e humanidade e aqueles que o apresentam em sua divindade.

      Esse de João 14:28 é um texto que mostra a subordinação que Cristo tinha ao Pai, enquanto encarnado!

      Cristo é Deus no mais pleno sentido da palavra:

      “Deles são os patriarcas, e a partir deles se traça a linhagem humana de Cristo, que é Deus acima de todos, bendito para sempre!Amém”. Romanos 9:5

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • manoel em 13 de janeiro de 2014 1:16

    Pastor,por favor fale sobre o cair no “espirito



    • Maiara Costa - Equipe em 14 de janeiro de 2014 12:52

      Olá Manoel!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Para se aprofundar mais nesse assunto acesse: http://goo.gl/HwC3MP
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Eduardo em 21 de janeiro de 2014 21:58

    é errado um cristão procurar a lei dos homens quando tem divergencias com impios?
    O que a bíblia fala sobre isso



    • Maiara Costa - Equipe em 22 de janeiro de 2014 9:06

      Olá Eduardo!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Em Romanos 13:1 e 1 Timóteo 2:1,2 é nos apresentado que quem institui as autoridades foi Deus, sendo assim, mesmo que a nossa justiça seja corrupta, ela existe com a autorização de Deus e está aqui para nos ajudar conforme precisarmos. A recomendação bíblica que temos é de não levarmos à tribunais “humanos” assuntos de igreja que podem e devem ser resolvidos na igreja (1 Coríntios 6:1-8).
      Se essa divergência puder ser resolvida de uma forma amistosa tente ir por esse caminho, contudo, se não há essa possibilidade busque aconselhamento jurídico para saber a forma como deve proceder.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • socorro em 24 de janeiro de 2014 22:44

    Por que até mesmo os homens cristãos vêem a palavra submissão como escravidão?



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de janeiro de 2014 14:27

      Olá Socorro!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Isso pode acontecer pela falta de compreensão do que realmente a Bíblia está querendo ensinar com a submissão. A submissão só acontece em resposta à um amor incondicional recebido (Efésios 5:22-25). A mulher não foi feita para ser escrava do homem, mas sim igual a ele.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • cleuza soares bazoti em 25 de janeiro de 2014 0:59

    gostaria de saber sobre o 3 ceu ,



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de janeiro de 2014 13:35

      Olá Cleuza!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      De acordo com 2 Coríntios 12:2-4, o terceiro céu é o lugar da habitação de Deus.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • claudio em 27 de janeiro de 2014 11:05

    Me fala do sabado podemos trabalhar



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de janeiro de 2014 14:00

      Olá Claudio!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Há dois textos bíblicos que poderão responder a sua dúvida.

      “Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás todas a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, filha, servo, serva, animal e nem o estrangeiro das tuas portas para dentro; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou”. Êxodo 20:8-11

      “Se desviares o pé de profanar o sábado e de cuidar dos teus próprios negócios no meu santo dia, se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do Senhor, digno de honra e o honrares não seguindo os teus próprios caminhos, não pretendendo fazer a tua vontade, nem falando palavras vãs”. Isaías 58:13

      De acordo com esses textos nós não devemos trabalhar aos sábados, pois esse dia Deus separou para ser inteiramente Seu. O tipo de serviço que devemos desempenhar nesse dia é o mesmo que Jesus fazia, em prol da salvação das pessoas e atendendo aos necessitados (Mateus 12:12).

      Despeço-me com um texto para reflexão: “Abençoarei o homem que tomar uma firma decisão de não trabalhar aos sábados”. Isaías 56:2- Nova Bíblia Viva

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mir



  • Cleidinice em 27 de janeiro de 2014 11:18

    Bom dia! Sou evangélica da Igreja Batista de Jardim São Paulo aqui em Recife, meu genro me convidou a ser madrinha do meu neto. Este batismo é na Igreja Católica. O que devo fazer ?



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de janeiro de 2014 13:24

      Olá Cleidinice!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Pra obter a resposta à essa pergunta, quero recomendar que acesse: http://goo.gl/ZEWouX.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • herika giovanna em 3 de fevereiro de 2014 0:46

    como Deus nasceu se não tinha mada?



    • Maiara Costa - Equipe em 3 de fevereiro de 2014 9:33

      Olá Kerika!
      Muito obrigado por seu contato com o Na Mira da Verdade.
      Vamos a alguns textos bíblicos que poderão trazer luz à esse questionamento.

      “Eu sou o alfa e o Ômega”, diz o Senhor Deus, “o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso.” Apocalipse 1:8

      “Eu sou o alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim”. Apocalipse 22:13

      Esses dois textos nos mostram que Deus é eterno, ou seja, não teve um início, um nascimento, Ele sempre existiu. Esse é um dos grandes mistérios de seus atributos que com toda a certeza será esclarecido na eternidade, quando nós estivermos lá com Ele.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • odilton leone em 4 de fevereiro de 2014 21:41

    porque Deus usa o macnismo do sofrimento ;;;;;



    • Maiara Costa - Equipe em 6 de fevereiro de 2014 14:13

      Olá Odilton!
      Muito obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      O sofrimento não provem de Deus, mas sim do inimigo (Jó 1 e 2), é uma consequência da existência do pecado. Contudo, até mesmo em meio ao sofrimento, Deus pode transformar as aparentes maldições em bênçãos (Romanos 8:28). Não nos esqueçamos também que muitas vezes o sofrimento é resultado de nossas próprias escolhas ruins (Gálatas 6:7,8).

      “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro”. Jeremias 29:11

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Zuleica lourenco em 14 de fevereiro de 2014 22:59

    Não consigo solicitar o livro: verdades sobre o fim dos tempos.



    • Maiara Costa - Equipe em 18 de fevereiro de 2014 17:41

      Olá Zuleica!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Entre em contato com a equipe da Escola Bíblica, através dos e-mails: escolabiblica@novotempo.com ou namiradaverdade@novotempo.com, e eles poderão ajudá-la.
      Informe a eles que não está conseguindo solicitar o curso via blog.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.
      Equipe do Na Mira



  • Rafael Patrocinio em 25 de fevereiro de 2014 22:03

    Boa noite, sou adventista e algumas semanas atrás recebi um panfleto no culto de sábado onde estava uma mensagem de Jesus escrita: ninguém sabe quando virei, se não o pai. De acordo com a trindade Pai, Filho e Espírito são um só. Como então Jesus não sabia quando iria retornar? Abraço a todos.



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de fevereiro de 2014 12:19

      Olá Rafael!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      Biblicamente falando Cristo é Deus no mais pleno sentido da palavra (Cl 2:9) e na Bíblia encontramos dois tipos de texto referente à Cristo. Aqueles que exaltam a Sua Divindade (Jo 1:1-3; Jo 10:30; 1 Jo 5:20) e aqueles que mostram a submissão funcional de Cristo na sua condição de encarnado.

      Para entendermos isso existe um texto bíblico muito esclarecedor que está em Filipenses 2:6,7 que diz:

      “Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano.” NTLH- Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

      Em outras traduções encontra-se a referência que Cristo se esvaziou, ou seja, mesmo sendo Divino, Ele escondeu a Sua divindade na humanidade e não usou o Seu poder divino em favor de si mesmo, pois se o tivesse feito, Satanás poderia tê-lo acusado de vencer o mal com o Seu poder divino.
      Por isso, em Sua condição de encarnado Cristo realmente não sabia o dia de Sua volta, contudo, hoje Ele sabe!

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Lucas santiago em 25 de fevereiro de 2014 23:01

    Pastor qual e corte de cabelo ideal parA jovem cristao ??existe algum verso biblico na biblia a respeito disso??



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de fevereiro de 2014 12:14

      Olá Lucas!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Você parece ser um jovem preocupado e interessado em fazer a vontade de Deus, contudo, devemos levar em conta que a Bíblia não trabalha ponto a ponto de cada coisa que devemos ou não fazermos. A Bíblia trabalha princípios que devem nortear as nossas escolhas.
      O apóstolo Paulo nos deixou alguns textos que podem ajudar!

      “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”. 1 Coríntios 10:31

      “Tudo é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo é permitido”, mas nem tudo edifica. Ninguém deve buscar o seu próprio bem, mas sim o dos outros”. 1 Coríntios 10:23,24

      Nesse texto Paulo mostra que a essência de nossa vida é dar prazer a Deus por meio de todas as coisas que nós fazemos e que o nosso interesse deve estar não em fazer única e exclusivamente a nossa vontade, mas aquilo que traz edificação para todos. Se você continuar lendo esse mesmo capítulo perceberá que devemos cuidar com as coisas que fazemos para que não venhamos a escandalizar ninguém por causa de nosso comportamento.

      Um último texto que quero deixar é que diz:

      “A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas. Ao contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus”. 1 Pedro 3:3,4

      Corte o seu cabelo, cuida bem dele, pois da mesma forma que a extravagância desonra a Deus o desleixo também.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • André Luiz em 18 de março de 2014 9:40

    olá tito e leandro! sou da igreja assembelia de Deus e gosto muito do seu programa, concordo com os preceitos de Deus pregado pela igreja adventista mais discordos com algumas coisas q vcs tentam impregnar em nossas mentes mesmo a biblia dizendo ao contrario. por exemplo: vcs dizem que o verdadeiro dom de linguas estranhas é o dom de falar uma lingua terrena que Deus deu pra q pessoas de uma determinada nação falasse a outros povos. mas a Biblia em 1co 14.2-3 diz: Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. a visao de vcs nao é errada mais vcs ensina meia verdade e meia verdade é mentira.



    • Maiara Costa - Equipe em 20 de março de 2014 14:54

      Olá André!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      A paz do Senhor à você e sua família.

      Já que você é assembleiano, então vou passar a definição que a Assembleia de Deus tem em relação ao dom de línguas!
      De acordo com o excelente Dicionário Exegético Vine (Rio de Janeiro: CPAD, 2003), p. 758, o dom de línguas é a capacidade sobrenatural de se falar em outros idiomas sem nunca tê-lo aprendido antes.

      E isso foi exatamente o que aconteceu no pentecostes com os apóstolos (Atos 2:5-12), de maneira sobrenatural começaram a pregar o evangelho em outros idiomas, e o resultado final foram três mil pessoas profundamente arrependidas e descendo as águas do batismo (Atos 2:37-41).

      Agora, vamos compreender de uma maneira correta o texto de 1 Coríntios 14:2:

      Embora alguns cristãos creiam que o dom de línguas em I Coríntios 14 seja diferente, ou seja, de uma forma “estática” e “ininteligível”, nós acreditamos ser ele da mesma natureza de Atos 2 (assim como em Marcos 16:17) por vários motivos, entre eles:

      1) A expressão “língua”, usada em I Coríntios 14 é a mesma usada em Atos 2, ou seja, “glôssa”, significando “língua de nações”;
      2) O verbo “laléo” (falar) neste capítulo refere-se à “linguagem humana usual”;
      3) Na expressão “línguas estranhas”, o termo “estranhas” não se encontra no original, contrariando, assim, a ideia de alguma manifestação incompreensível do dom. Veja a tradução da Nova Versão Internacional: “Pois quem fala em uma língua [ou outro idioma] não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios (1Coríntios 14:2)”.

      O que dizer da expressão de Paulo “em espírito fala mistérios”?

      “Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios”. (1 Coríntios 14:2)
      Vejamos este estudo realizado pelo Professor de Teologia Edílson Valiante:

      “A expressão ‘em espírito fala mistérios’ aparentemente apresenta apoio ao sentido estático do dom, contrariando o sentido de todo o capítulo (e NT). Paulo está sempre exortando os erros do abuso do dom, mas aqui parece apoiá-lo. Vamos analisar o verso:

      (a)A maioria das versões não deixa claro que é o “espírito” que fala em mistérios: se algum ser humano ou o Espírito Santo. Dentro do contexto da perícope, Paulo deixa evidente que os dons são do Espírito Santo. Contudo, a NVI e a NASB (versões bíblicas) traduzem por “em seu [do ser humano] espírito…”, mas este “seu” não consta no original.

      (b) O uso da expressão “mistério” (misterion) em Paulo: o termo aparece 5 vezes em I Coríntos (2:7; 4:1; 13:2; 14:2; 15:51) e outras 10 vezes em Colossenses e Efésios. O uso plural se dá somente 3 vezes (I Coríntios 4:1; 13:2; 14:2). Para ele, o sentido de “mistério” é sempre algo uma vez oculto e que agora foi revelado por Deus.

      (c) A ideia chave do verso (e do capítulo) é que os ouvintes deveriam receber os benefícios do dom de línguas. Assim, deveriam proclamar os “mistérios” uma vez ocultos, mas agora revelados, pelo Espírito Santo. O texto jamais tem a ideia de que falar em línguas é falar em espírito somente a Deus, como se esse fosse o propósito do dom. Para que então seria necessária a tradução ou interpretação? Para que seria algo audível, pois posso conversar com Deus em minha mente?

      (d) A expressão “visto que ninguém o entende”, o “o”, pronome pessoal do caso oblíquo, não se encontra no original.

      (e) O fato dos ouvintes não entenderem, não quer dizer que a fala é estática; existem outras razões para isto, tais como: problemas de audição, não ser nativo da língua, muitos estarem falando ao mesmo tempo, falar muito baixo, etc. Paulo diz: “vós, se, com a língua, não disserdes palavra [logos] compreensível [eusemos: claramente reconhecível], como se entenderá o que dizeis?” (v. 9). Aliás, se uma “língua” não pode ser inteligível, deixa de ser língua, pois isto pressupõe entendimento. Paulo resolve o problema da falta de compreensão exigindo a presença sempre de um intérprete, tradutor, que torne a fala compreensível (vs. 13, 27).

      (f) A expressão “entende”, no original, é akouo, que quer dizer “ouvir uma fala ou linguagem”. Assim, o problema não está no ouvido da pessoa, mas na capacidade de compreender o que está sendo dito, ou a língua falada, não necessariamente estática. A LXX (versão bíblica septuaginta) usa a mesma expressão para definir o problema da confusão de línguas em Babel (Gênesis 11:1-9).

      (g) A expressão “outra” em “quem fala outra língua” também não aparece no original.

      (h)Uma tradução do texto seria: “Pois quem fala em língua [como dom], deve falar apenas dos mistérios de Deus ao entendimento dos homens e isto pelo Espírito”.

      Desta forma amigo, o texto bíblico não está defendendo o uso do dom de línguas de maneira estática, muito pelo contrário, o apóstolo Paulo no capítulo 14 está repreendendo a igreja pelo mau uso do dom de línguas.

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “Todavia, na igreja prefiro falar cinco palavras compreensíveis para instruir os outros a falar dez mil palavras em uma língua”.
      1 Coríntios 14:19

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Yuri em 18 de março de 2014 22:37

    Gostaria de saber Como será a vinda de Jesus?



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 11:57

      Olá Yuri!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade e por sua pergunta.
      A volta de Jesus amigo será real (Atos 1:10,11), audível (1 Tessalonicenses 4:16), visível (Apocalipse 1:7) e haverá ressurreição de mortos (João 5:28,29), ou seja, será algo espetacular.
      O Senhor não pisará na Terra, não andará por aqui, mas os seus eleitos serão ajuntados dos quatro cantos do planeta pelos seus anjos e serão arrebatados até o Senhor nos ares (Mateus 24:31).
      Assim descreve a Palavra Profética será a volta do Senhor Jesus.

      “Pois em breve, muito em breve Aquele que vem virá, e não demorará”. Hebreus 10:37

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Elyne Araújo em 18 de março de 2014 22:39

    Olá, gostaria de parabenizar a todos que se dedicam neste programa. Eu gostaria de saber se Judas foi mesmo escolhido por Jesus para se um dos doze. Eu li na Bíblia que sim, mas há pastores que dizem que não, que ele foi como indicado pelos que estavam presentes. Isso procede?



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 10:37

      Olá Elyne!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Teólogos e comentários bíblicos realmente apresentam essa possibilidade de Judas não ter sido escolhido por Cristo, mas sim ter se oferecido para a função, isso mostra que Judas acreditava que Jesus era o Messias igual aos outros discípulos e que se tivesse aberto o coração para Cristo, teria sido um grande obreiro.

      Com isso também podemos ver que Cristo está dispostos a aceitar todo aquele que quiser se achegar à Ele, quer seja com boa ou má intenção, afinal, Ele é o único que tem poder para mudar o coração.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • junior em 18 de março de 2014 22:42

    Boa noite
    Gostaria de uma explicação de gálatas 3: 22,25



    • Maiara Costa - Equipe em 19 de março de 2014 12:05

      Olá Junior!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Antes de lhe explicar o texto vamos avaliar o contexto da citação.

      O livro de Gálatas foi escrito por Paulo mais ou menos no ano 57 AD, quando estava na cidade de Corinto. Nessa mesma ocasião deve ter escrito o livro de Romanos.

      Gálatas pode ser dividido em três partes principais: a) O aspecto histórico do problema (Gl 1:1-2:14); b) a solução: salvação pela fé em Cristo (Gl 2:15-4:31); c) os resultados na vida do cristão (cap. 5 e 6).

      Se examinarmos com mais abrangência o aspecto histórico, veremos que tudo começa em Atos 15, no concílio de Jerusalém.

      O problema imediato ou superficial no concílio de Jerusalém dizia respeito a se era necessário que os gentios observassem os ritos cerimoniais prescritos pela lei de Moisés (At 15:1-5). Isso envolvia a circuncisão e outras leis dessa natureza. A decisão dos apóstolos (At 15:20,24,28 e 29) não significa que os cristãos gentios podiam viver em pecado transgredindo qualquer mandamento, exceto os preceitos contra a idolatria e imoralidade. Não, não!

      Paulo viu que o debate acerca da circuncisão suscitava a questão mais fundamental: como os pecadores são salvos? Pelas obras da lei (como criam os judeus) ou pela graça de Cristo?

      Assim, a salvação pela graça não nos livra da obediência à lei de Deus, mas essa obediência não se constitui em meio de salvação, e sim o resultado da obra de Cristo em nós.

      Em síntese o problema em Gálatas surge porque os judeus querem impor a circuncisão como instrumento para a salvação (Gl 5:1-3). Até Pedro vacilou na ocasião mencionada por Paulo. Mas o que Paulo deixa claro é que nenhuma lei quer seja ela cerimonial, civil, moral ou outra qualquer pode salvar o homem. Esse é o assunto em Gálatas.

      O raciocínio é simples. Para o judeu era assim: “Você deseja ser salvo? Então siga o primeiro passo, creia em Jesus”. “E agora o que devo fazer?” “Bem”, dizia Paulo, “ande pelo Espírito”. (Gl 5:26).

      Para que serve ,então, a lei?
      a) Para mostrar o pecado (Rm 7:7)
      b) Mostrar que somos perdidos e dessa forma levar-nos a Cristo (Rm 10:4; Gl 3:24);
      c) É um padrão de conduta moral (Gl 5:13 e 14).

      Agora leia Gálatas 5:1-4 e você verá claramente:

      Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão. Eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. De novo, testifico a todo homem que se deixa circuncidar que está obrigado a guardar toda a lei. De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes. (Gl 5:1-4 RA)

      Ao estudarmos este livro, devemos cuidar para não sermos afetados por três grandes erros que nos ameaçam.

      O primeiro deles é de que podemos adquirir os favores e o perdão do Céu mediante dádivas, boas ações, penitências e demais equivalentes modernos do antigo rito da circuncisão.

      Em segundo lugar está a tendência, muito difundida entre os cristãos, de que a graça de Cristo, por ser um dom gratuito, pode ser recebida sem que esse fato implique na menor responsabilidade por parte do crente de submeter sua vontade à direção amorosa do Espírito Santo, para que o caráter de Cristo se manifeste em sua experiência, como fruto da salvação. Interpretam mal a declaração: “Se sois guiados pelo Espírito, não estais sob o domínio da lei”, e a empregam como licença para pecar, pisoteando desse modo a graça do Senhor. Eles se sentem firmes na teoria “firmes na liberdade com que Cristo nos libertou”, sem entender a experiência de “andem no Espírito e não satisfaçam os desejos da carne”.

      Um terceiro erro está representado pela posição intransigente de um grande número de adoradores aparentemente sinceros que, apesar de considerar-se justificados pela fé na graça de Cristo, sustêm com veemência que as obras do cristão também desempenham um papel importante no plano da salvação.

      A posição bíblica é clara: a salvação é unicamente um presente gratuito de Deus. Nossas obras são apenas uma confirmação e uma consequência da salvação oferecida por Cristo.

      Gálatas 3:22,25, está explicando qual era uma das finalidades da lei antes da vinda de Cristo, ou seja, apresentar por meio de símbolos como devia ser a manifestação de fé no cordeiro de Deus que tiraria o pecado do mundo. Os ritos e cerimonias foram um aio até que o próprio Cristo viesse.

      Paulo jamais teve a intenção de dizer que a lei não tinha mais validade para o cristão!

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “Anulamos então a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Ao contrário, confirmamos a Lei”. Romanos 3:31

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Alan em 22 de março de 2014 0:01

    Boa noite,como pode a biblia ser a unica fonte de fé ,se a mesma nao diz e em (II Tessalonicenses 3, 6 fala sobre tradição,cadê essa tradição,será esta da igreja católica



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de março de 2014 15:16

      Olá Alan!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Não estimado amigo, essa tradição vem da palavra grega paradosis que traduzido para nossa língua significa ensino, ou seja, essa tradição ou ensino é que a própria palavra de Deus ensina. Afinal, Paulo jamais ensinou qualquer coisa que estivesse fora das Sagradas Escrituras.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



      • Alan em 26 de março de 2014 0:08

        Ola! eu sei disso;Conforme o contexto, o termo Tradição pode ainda significar: entregar, transferir, ensinar, comunicar. Mas também pode se referir aos costumes, às práticas de um povo e até mesmo de uma doutrina religiosa.
        Apesar dos inúmeros significados deste termo, interessa-nos o que se relaciona à religião. Pelo que se depreende da pesquisa realizada nos dicionários, tradição significa a mera transferência de ensinamentos de alguém para outrem ou então o costume praticado por um determinado grupo de pessoas. Agora passemos para a questão: Esta tradição exortada por São Paulo se resume somente em escritos?
        Supondo ser afirmativa esta pergunta, como então o fiel saberá se determinado evangelho ou carta é digno de fé, se, como sabemos, somente a partir do século IV, a Igreja formulou um cânon dizendo quais eram os verdadeiros livros?os primeiros cristãos estavam errados?A igreja(veja a tradição) é anterior às Sagradas Escrituras, ai está uma fonte extra-bíblica para definir a própria Bíblia, por que ela não contém a lista dos livros verdadeiros e autênticos como conhecemos hoje? a lista dos livros reconhecidos pela Igreja como autênticos não foram citados na Bíblia.A igreja não e coluna e fundamento da verdade? Se for a bíblia ,onde diz isto?obrigado pela atenção.



        • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 11:46

          Olá Alan!
          Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
          Só que de acordo com o contexto o termo ali se refere às mensagens inspiradas, recebidas por Paulo e seus companheiros e que foram fielmente transmitidas aos tessalonicenses.
          Portanto, o termo usado por Paulo neste texto não tem a ver com tradições errôneas transmitidas pela igreja medieval (Mt 15:3 e 9).

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



  • André Gilherme em 25 de março de 2014 22:41

    o arrebatamento de Elias foi com a carroagem de fogo ou por um redemuinho



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2014 15:34

      Olá André!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      O texto de 2 Reis 2:11 nos diz que Elias foi levado aos céus por um carro de fogo que pode simbolizar os anjos (Salmo 68:17),o redemoinho representa a majestade de Deus (Jó 38:1)!
      Sendo assim, até mesmo o arrebatamento de Elias pode aludir a forma que será com os salvos (1 Tessalonicenses 4:13-18).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Caroline Belotto em 27 de março de 2014 8:04

    Encontrei na Bíblia dois versículos confusos.
    Leviticos 19:27-28 diz:
    “27. Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem desfigurareis os cantos da vossa barba.
    28. Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor.”
    Esses versículos querem dizer que não devemos cortar o cabelo, nem os homens a barba? Hoje todos fazemos isso. E quanto as marcas no corpo, imagino que se refiram a tatuagens. Por que podemos cortar o cabelo e não podemos fazer tatuagens? Só um versículo é válido?



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de março de 2014 10:04

      Olá Caroline!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Esse texto está inserido no contexto da idolatria e das práticas pagãs que alguns povos que habitavam nas terras que o povo de Israel iria habitar tinham, isso você pode ler desde o verso 1 de Levítico 19.

      Os judeus se orgulhavam muito de sua barba, considerando-a símbolo de virilidade e dignidade. Sugeria-se que a barba danificada marcava seu dono como devoto de uma deidade pagã. Assim, a parte da barba que faltava teria sido cortada para ser oferecida a um deus pagão. Deus proibiu Seu povo de seguir este costume, ou seja, o Senhor neste contexto estava salvaguardando o Seu povo contra os costumes religiosos de nacionalidades pagãs. O princípio não se aplica, em absoluto, ao costume moderno de se barbear.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Marcos em 27 de março de 2014 12:30

    Percebo que a IASD esta falando mais da igreja que existe lá fora, por exemplo, na igreja católica, eu pergunto, se um fiel e sincero cristão católico, devoto de Maria, não for informado que sua devoção é idolatria e paganismo ele está inocente e não será condenado por isso, afinal seremos julgados de acordo com a luz que recebemos?Sendo assim é melhor deixa-lo na ignorância afinal ele é mais sincero e cristão que muitos guardadores da lei.



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 11:41

      Olá Marcos!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      A Bíblia não apoia a salvação pela ignorância.
      A pessoa nunca ter oportunidade de ter conhecido tal mensagem é uma coisa, agora ela ter tido oportunidade e ter rejeitado a luz é outra bem diferente.
      Deus salva as pessoas para que por meio dessa salvação outros também sejam alcançados (1 Pedro 2:9,10).

      Quero recomendar à você que leia o livro do profeta Ezequiel no capítulo trinta e três e veja a forte repreensão que Deus faz àqueles que não pregam o evangelho e deixam as pessoas na ignorância de seus atos errados.

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. Mateus 24:14

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • KERLEN FERREIRA em 27 de março de 2014 15:52

    Pela primeira vez estou assistindo o programa, gostei da resposta sobre o Espiritismo. Contudo conforme vcs mencionaram, sobre caso não concorde, poderíamos enviar comentários. Sobre a pergunta equivocada da Ostia sagrada. Caros irmãos, a pergunta foi feita de forma tendenciosa e interpretada da mesma forma. Igreja Católica nunca disse que ao colocar a ostia na boca viraria carne ou ao tomar o vinho virasse sangue. A missa sagrada celebra a comunhão de Cristo a última ceia a ostia (pão) simboliza o corpo e o vinho o sangue conforme está na Bíblia.
    Devemos procurar entender e principalmente se informar melhor, para não deturbar informações. Fiquem na paz de Cristo.



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 11:22

      Olá Kerlen!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus esteja sempre em seu coração.
      Sinta-se a vontade para nos escrever sempre que quiser.

      Você fez a seguinte afirmação: A Igreja Católica nunca disse que ao colocar a ostia na boca viraria carne ou ao tomar o vinho virasse sangue.

      Vamos agora para uma declaração oficial da Igreja Católica em relação a esse assunto, isso está sendo retirado do site oficial do catolicismo Santa Fé (http://goo.gl/e7NgCC), CARTA ENCÍCLICA MYSTERIUM FIDEI DE SUA SANTIDADE PAPA PAULO VI AOS VENERÁVEIS IRMÃOS PATRIARCAS, PRIMAZES, ARCEBISPOS, BISPOS E A TODOS OS ORDINÁRIOS DO LUGAR EM PAZ E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA E AO CLERO E AOS FIÉIS
      DE TODO O MUNDO CATÓLICO SOBRE O CULTO DA SAGRADA EUCARISTIA
      que diz nos tópicos de número 10 e 11:

      Bem sabemos que, entre os que falam e escrevem sobre este Sacrossanto Mistério, alguns há que, a respeito das missas privadas, do dogma da transubstanciação e do culto eucarístico, divulgam opiniões que perturbam o espírito dos fiéis, provocando notável confusão quanto às verdades da fé, como se fosse lícito, a quem quer que seja, passar em silêncio a doutrina já definida da Igreja ou interpretá-la de tal maneira, que percam o seu valor o significado genuíno das palavras ou o alcance dos conceitos.

      Não é lícito, só para aduzirmos um exemplo, exaltar a Missa chamada “comunitária”, a ponto de se tirar a sua importância à Missa privada; nem insistir tanto sobre o conceito de sinal sacramental, como se o simbolismo que todos, é claro, admitimos na Sagrada Eucaristia, exprimisse, única e simplesmente, o modo da presença de Cristo neste sacramento; ou ainda discutir sobre o mistério da Transubstanciação sem mencionar a admirável conversão de toda a substância do pão no corpo e de toda a substância do vinho no sangue de Cristo, conversão de que fala o Concílio Tridentino; limitam-se apenas à transignificação e transfinalização, conforme se exprimem. Nem é lícito, por fim, propor e generalizar a opinião que afirma não estar presente Nosso Senhor Jesus Cristo nas hóstias consagradas que sobram, depois da celebração do Sacrifício da Missa. Isso foi introduzido na igreja pelo papa Inocêncio III no ano de 1215.

      Perceba que essa confissão de fé contida nessa encíclica não permite que a Igreja ensine que o pão e o suco de uva sejam apenas um símbolo do corpo e sangue de Cristo o que é o correto pela Bíblia!

      Faço uma pergunta à você: Por que o fiel católico não mastiga a hóstia, sendo que se trata apenas de um símbolo do corpo de Cristo?

      Concordo plenamente com você, devemos procurar entender e principalmente se informar melhor, para não deturpar informações.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • KERLEN FERREIRA em 27 de março de 2014 16:08

    Irmãos, a Igreja Católica nunca colocou ninguém acima ou no lugar de Deus, o lugar de Deus é único e está acima de TUDO. Para o verdadeiro católico (cristão) nem Maria “Nossa Senhora” nem o Papa (dirigente geral da igreja) nem aqueles que viveram a santidade e por isso considerados Santos (todos nós somos convidados a ser Santos) estão no lugar de Deus. Isso é uma MENTIRA propagada, infelizmente por homens que se dizem cristãos e fazem tudo para defamar a igreja Católica. Para nós Deus está acima de TUDO é a Ele que rendemos todo louvor e todo glória. o fato de querer ser santo se espelhando na maior serva de todos que foi Maria, serva fiel e daqueles que deram exemplo de santidade para seguirmos e alcançar a salvação NÃO quer dizer que os colocamos acima ou no lugar de Deus.
    Existe o fanatismo isso é fato em todas as religiões e não podemos confundir e nem deixarmos ser tendenciados a confundir com a fé que temos em DEUS nosso SENHOR.
    Pergunte a um católico (mas a um de verdade, não a esses que se dizem e que nem pisam na igreja) quem é mais importante na vida deles, Deus ou Maria; Deus ou algum santo? e vc vai perceber o que estou dizendo. Obrigada e que a Paz esteja com vocês.



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de abril de 2014 10:38

      Olá estimada amiga e irmã em Cristo Kerlen!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Salvador esteja sempre em seu coração.

      Nós cremos que Deus tem seus filhos sinceros em todas as confissões religiosas (Jo 10:16),e que dentre estes estão os católicos que são conscienciosíssimos cristãos, que andam em toda a luz que sobre eles brilha, e Deus operará em seu favor. Cremos também que há entre os católicos aqueles que vivem em conformidade com a luz que receberam.

      Entretanto, por mais que ajam católicos assim, não podemos negar que a teologia romanista ou católica não condiz com essa informação que foi mencionada acima por você, pois na confissão de fé católica há sim, certa idolatria à Maria, não no sentido de se buscar seguir o seu exemplo, mas sim, de ir até ela como uma co-salvadora e intercessora dos homens diante de Deus, algo que a Bíblia não ensina e nem defende, pois por mais que ela tenha sido uma mulher tremendamente bem aventurada, isso não a torna intercessora (1 Tm 2:5).

      É com esse propósito que estamos aqui apresentar as claras e cristalinas verdades reveladas na Palavra de Deus em respeito a todos os filhos sinceros de Deus em todas as profissões de fé.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Elisiani Claudino em 28 de março de 2014 8:52

    Prezado Leandro, Sou Adventista desde 2004, há 3 anos colportora. Venho de uma denominação pentecostal e não consegui trazer meu filho comigo para a Igreja Verdadeira q guarda os mandamentos. Meu filho está hj com 25 anos e andou afastado dos caminhos do Senhor. Recentemente ele retornou pra igreja e o presenteei com uma biblia versão King James. Ele sempre apreciou esta versão. Hj lendo o comentário desta Bilblia do capítulo 56 de Isaías, pude perceber a deturpação em relação ao Sábado. Gostaria de saber se esta versão é digna de confiança, pois houvi dizer que esta era a versão que a irma White usava, por isso não titubiei em adquirir um exemplar pra mim também. Como posso explicar a meu filhos estes comentários deturpados? Eles foram acrescentados posteriormente..?



    • Maiara Costa - Equipe em 31 de março de 2014 11:54

      Olá Elisiani!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.
      Não existe uma tradução bíblica 100%. O que temos é 100% de certeza de que o que está na Bíblia apresenta uma coerência tal que nem mesmo os pequenos erros de tradução afetam o todo harmônico das Escrituras e a ideia principal: a de que Deus amou tanto o mundo que veio até aqui para salvá-lo da morte eterna (João 3:16; Atos 20:28).
      As notas de roda pé são acrescidas na Bíblia e não fazem parte do pensamento original do autor que escreveu o texto inspirado. O sábado é uma evidência que aparece de Gênesis ao Apocalipse, por mais que as pessoas tentem deturpá-lo.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço



      • Elisiani Claudino em 31 de março de 2014 22:35

        Não fiquei muito tranquila em saber que não existe uma tradução 100%.
        Outro verso que me chamou atenção é o de Isaías 28:10 que na versão King James diz:
        “Preceito sobre preceito, ordem sobre ordem, regras e mais regras SEM SENTIDO, um pouco aqui, um tanto ali”. Isto altera todo o sentido de pesquisar vários textos que falem sobre o mesmo assunto, Já que os mesmos são SEM SENTIDO. Devo considerar esta versão KING JAMES inadequada?



        • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 11:59

          Olá Elisiane!
          Mas não posso dizer a você que as traduções bíblicas são 100% fiéis ao texto original, estaria sendo desonesta! Contudo, conforme já foi dito, isso não diminui em nada a mensagem central. A Bíblia é a perfeita palavra de Deus no imperfeito sotaque, na imperfeita escrita humana.
          Se você está percebendo sérios erros de tradução desta Bíblia para as outras, então troque-a, use outra. A Nova Versão Internacional é uma boa Bíblia, a Nova Bíblia Viva tem uma linguagem muito interessante, principalmente para quem é jovem, ou seja, há outras opções.

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



  • Andreia em 28 de março de 2014 23:33

    Quando o rapaz fez a pergunta da hóstia sagrada. Foi um milagre no Vaticano, quando um padre duvidou que a hóstia era a consagração do corpo de Cristo. E com com isso acoteceu o milagre. é preciso conhecer os fatos antes de dizer se é verdade ou mentira.



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 16:02

      Olá Andreia!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.
      Mais aconselhável também é ficarmos com o relato fidedigno da Bíblia que não apoia a transubstanciação dos elementos da ceia.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • letícia em 31 de março de 2014 2:27

    Olá irmãos! Sempre tive dúvida sobre a masturbação e nunca ouvi nenhum pregador falar sobre o assunto…tem na bíblia algum relato dizendo se há pecado nesse ato?



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 15:53

      Olá Letícia!
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      Geralmente quem pratica a masturbação está envolvido ou relacionado com algum tipo de pornografia. O termo pornografia vem, deriva do termo pornéia no grego que representa todas as relações sexuais ilícitas, ou seja, o sexo virtual, a masturbação é tão pecaminoso quanto a prática de outras relações sexuais abominadas por Deus (Levítico 18; 1 Coríntios 6:9,10).

      O plano de Deus para a sexualidade não é a masturbação, mas sim a relação sexual dentro do casamento (1 Coríntios 7:9).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • rafael reis em 1 de abril de 2014 22:11

    Rafael Luz Reis olá professor e amigo tito,quando que vcs vão responder uma questão minha!por ventura JESUS ,quando disse:que não veio abolir a LEI mt 5;17. Ele não entrou em contradiçao com mt19;7,´´quando descordou de Moises ´´ Respondeu-lhes Jesus: “Não lestes que o Criador, no começo, fez o homem e a mulher e disse:
    5 ‘Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e os dois formarão uma só carne’?
    6 Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu”.
    7 Disseram-lhe eles: “Por que, então, Moisés ordenou dar um documento de divórcio à mulher, ao rejeitá-la?”
    8 Jesus respondeu-lhes: “É por causa da dureza de vosso coração que Moisés havia tolerado o repúdio das mulheres; mas no começo não foi assim. E aí professor parabens a vcs pelo programa 1000.



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2014 10:25

      Olá Rafael!
      Obrigado por seu carinho e confiança nesse ministério.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Será que Cristo discordou de Moisés ou em algum momento de seu ministério disse que o patriarca estava errado em algum ponto?

      “Se vocês cressem em Moisés, creriam em mim, pois ele escreveu a meu respeito. Visto, porém, que não crêem no que ele escreveu, como crerão no que eu digo?” João 5:46,47

      Cristo não discordou de Moisés ou ao menos sequer insinuou que ele estivesse errado! Perceba que o próprio texto que você mencionou já esclarece a questão. Moisés lavrou cartas de divórcio não porque ele estivesse transgredindo o mandamento do Senhor da indissolubilidade do casamento, mas sim o permitiu por causa da dureza de coração do homem e como uma forma de proteger a mulher que por qualquer motivo, tanto nos dias de Moisés como nos dias de Cristo era repudiada pelo marido.

      Não nos esqueçamos que quem escreveu o Gênesis foi Moisés e lá, ele inspirado pelo Espírito deixa claro a importância e fundamento do casamento.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Rafaela em 15 de abril de 2014 22:36

    tem escrito na biblia que nao pode usar calça ou short ?



    • Maiara Costa - Equipe em 16 de abril de 2014 12:08

      Olá Rafaela!
      Bom dia.
      Obrigado por seu contato com o programa Na Mira da Verdade.

      Não há escrito na Bíblia um texto com todas essas especificações, entretanto, há o princípio bíblico que nos norteia (1 Tm 2:9,10; 1 Pe 3:1-5).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Dirceu em 24 de abril de 2014 2:55

    De quem Caim era filho, sendo que ele não aparece na genealogia de Adão em I Crônicas. E por que a Bíblia diz que ele era do Maligno. Quem era seu pai realmente?



    • Maiara Costa - Equipe em 24 de abril de 2014 10:58

      Olá Dirceu!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Vamos ver de acordo com a Bíblia quem é o pai de Caim:

      “Adão teve relações com Eva, sua mulher, e ela engravidou e deu à luz Caim. Disse ela: “Com o auxílio do Senhor tive um filho homem”. Gênesis 4:1

      A Bíblia mostra que Caim era filho de Adão e Eva, o fato do nome dele não aparecer na genealogia de Gênesis 5 e 1 Crônicas 1:1-4, tem um propósito muito interessante, é que essa genealogia apresenta a linhagem dos principais patriarcas que permaneceu fiel a Deus, por isso são chamados filhos de Deus.

      Caim é considerado do maligno em 1 João 3:12, pelas más escolhas que ele fez, sendo a principal, assassinar o seu irmão e sair da presença de Deus.

      No conflito contra o bem e o mal temos apenas dois caminhos a seguir, ou somos de Cristo ou do maligno.

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”. Mateus 7:13,14

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Leandro em 17 de junho de 2014 13:33

    olá, a minha pergunta tem a ver com o que o professor Leandro Quadros disse num programa anterior,ele disse que se um policial matasse alguém ele não seria condenado por isso,mas a lei diz não matarás e em Lucas 9:23-24 diz “E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. responde ai professor abraços



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de junho de 2014 14:04

      Olá Leandro!
      Muito obrigado por seu contato.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      O contexto em que o Leandro disse isso, foi no pleno exercício da profissão, no caso de legítima defesa. Situação em que a pessoa corre risco de morte. Veja Êxodo 22:2, que contem um exemplo de legítima defesa.
      A pessoa terá transgredido a lei, porém, não será condenado por Deus, pois se for legítima defesa, a pessoa não tem a intenção de matar, mas sim de se defender.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



      • Leandro em 17 de junho de 2014 19:59

        olá boa noite ,esteja com Deus ,muito bem Maiara mas no contexto que ele usou não tem nada a ver com êxodo 22:2 ,veja êxodo 22:3 “se porem ,já havia sol quando tal se deu,quem feriu será culpado de sangue;” se esse texto se aplicar só é justificado quem mata a noite? não justifica



        • Maiara Costa - Equipe em 18 de junho de 2014 10:36

          Olá Leandro!
          Esteja com Deus também.

          Eu sei, apenas usei esse texto para lhe mostrar que essa possibilidade da legítima defesa, em alguns casos, acontecia, entretanto, como você mesmo mencionou no verso 3 do mesmo capítulo, se aquele ladrão não tinha intenção de causar mal para a família, esse é o contexto do verso, não deveria ser morto, pois a pessoa que assim o fizesse seria condenada.

          O mesmo se dá para quem é policial, se for comprovado a legítima defesa, ele não é condenado, entretanto, se a morte foi por dolo, aí as coisas tem consequências maiores.

          Que Deus te abençoe grandiosamente.
          Um forte abraço.



          • Leandro em 18 de junho de 2014 20:22

            olá Maiara ,tudo bem,eu entendi o que você quis dizer mas mesmo assim não concordo com isso ,no antigo testamento é bem claro,uma coisa é você estar em casa e o bandido vir te atacar e você numa tentativa de proteger a família acabar matando ele mas o policial no uso de suas atribuições ele já está lá pra matar mesmo,é igual ao exercito no caso de uma guerra o cristão que é do exército pode matar? Não.Pois os inimigos estão lá por ordem do governo e não por eles mesmos e também olhe por esse lado se Deus aprovasse esse tipo de função ele não teria ordenado que os cristãos perseguidos lutassem por suas vidas se reunindo num exercito de combate?pense e reflita fique com Deus.



          • Maiara Costa - Equipe em 23 de junho de 2014 16:49

            Respeito a sua opinião Leandro, entretanto, vamos tomar cuidado para não generalizarmos, pois os policiais não estão nas ruas para matar, mas sim para proteger a comunidade e a si mesmos quando se faz necessário.

            Que Deus te abençoe.
            Um forte abraço.



  • IGOR PEREIRA DA COSTA em 30 de junho de 2014 15:21

    Quando somos fiéis na devolução dos dízimos, podemos colocar Deus à prova como diz em Malaquias 3:10?



  • Daneila em 2 de agosto de 2014 18:31

    Tenho assistido, na mira da verdadadade, conheci a tv novo tempo a pouco mais de um mês . Não consigo mudar o canal da Tv de manhã a noite.Gostei muito do programa falando sobre Depressão. A sinceridade do Pastor ao falar que sofreu deste terrível mal me tocou muito, pois sofro também. Uma Grande Abraço Daniela Porto Alegre



    • Maiara Costa - Equipe em 28 de outubro de 2014 11:49

      Olá Daneila!
      Muito obrigado pelo carinho de sua audiência.

      Saiba que o mesmo Deus que tem cuidado com tanto amor e carinho de Leandro Quadros, também está cuidando de você.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Rubens em 4 de agosto de 2014 15:27

    Podemos considerar JOSE O PRIMEIRO CORNO DA HISTÓRIA? PQ QUEM ENGRAVIDOU MARIA FOI O ESPERITO SANTO E JOSE CRIOU JESUS.



    • Maiara Costa - Equipe em 12 de novembro de 2014 15:15

      Olá Rubens!
      Obrigado por seu contato.
      De maneira nenhuma podemos considerar José dessa forma!

      Vamos ao que a Bíblia tem a nos dizer sobre este assunto:

      “No sexto mês Deus enviou o anjo Gabriel a Nazaré, cidade da Galiléia, a uma virgem prometida em casamento a certo homem chamado José, descendente de Davi. O nome da virgem era Maria. O anjo, aproximando-se dela, disse: “Alegre-se, agraciada! O Senhor está com você!
      Maria ficou perturbada com essas palavras, pensando no que poderia significar esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Não tenha medo, Maria; você foi agraciada por Deus!
      Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó; seu Reino jamais terá fim. Perguntou Maria ao anjo: “Como acontecerá isso, se sou virgem?”. Lucas 1:26-34

      Perceba que a sua indagação foi a mesma de Maria, pois é impossível para o ser humano conceber sem haver mantido relações sexuais, mas o próprio anjo Gabriel esclarece à ela como isso será possível:

      “O anjo respondeu: O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado Santo, Filho de Deus. Pois nada é impossível para Deus”. Lucas 1:35,37

      Se para o homem conceber uma criança precisa haver relação sexual, para Deus isto não é necessário, pois para Ele não existem impossíveis. O nascimento de Cristo foi um milagre, mistério da piedade (1 Timóteo 3:16), pois não como a ciência ou o homem explicar a encarnação de Cristo com as riquezas dos detalhes. O Espírito Santo nao manteve relações íntimas com Maria, pois Ele por ser Deus (Atos 5:3,4), não precisava da relação íntima para conceber Jesus.

      É como afirmou o profeta Jeremias:
      “Ah! Soberano Senhor, tu fizeste os céus e a terra pelo teu grande poder e por teu braço estendido. Nada é difícil demais para ti”. Jeremias 32:17

      Deus pode todas as coisas, principalmente as impossíveis aos olhos humanos, isto nos ensina preciosas e importantes lições, como:
      Não diminuir a grandeza e o poder de Deus, reduzindo-a à limitação humana.
      Não colocar Deus na mesma esfera de atuação do homem, pois o Senhor é absolutamente superior.
      Podemos e devemos confiar neste Deus, pois é grande e fiel, não havendo para Ele impossíveis.

      Esse Deus é o que cuida de nós e supri as nossas necessidades (Filipenses 4:19).
      Todas essas coisas Maria entendeu, por isso, aceitou o grande desafio de ser a mãe do Filho de Deus (Lucas 1:38).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Valdistelio em 5 de agosto de 2014 22:09

    O dia do Senhor que joao se refere no inicio do apocalipse, diz respeito ao sábado ao domingo ou a outro dia?



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de abril de 2015 15:19

      Olá Vladistelio!
      Satisfação poder manter contato com você.

      Para entender o Apocalipse é preciso conhecer o contexto histórico. Quem escreveu? Por que, como e para quem foi escrito primariamente? Qual era o quadro político, social e cultural do mundo, na época em que o livro foi escrito.
      Não se pode realizar um estudo sério do Apocalipse sem conhecer esses detalhes.
      João escreveu o Apocalipse todo ou em partes na Ilha de Patmos por volta do ano 95-96 d.C quando o Império Romano dominava o mundo político daquele tempo e, sendo que o culto ao imperador tornou-se a religião oficial. Todo mundo devia adorá-lo.
      A razão desse culto era simples: O Império Romano era formado por um quadro heterogêneo de pessoas. Diferentes países, culturas locais, raças e línguas.
      Para manter a unidade resolveu-se tornar o imperador romano uma espécie de divindade por ser alguém respeitado no mundo político. A sua autoridade transcendia fronteiras, culturas e religiões locais. E quem negasse a adorar o imperador não era considerado apenas como um irreligioso. Quem se negasse a queimar incenso diante do busto do imperador não era considerado apenas um ateu, mas rebelde, desleal e subversivo.
      A Igreja do período de João enfrentava sérios problemas de ordem externa (perseguição) e de ordem interna (divisões, dissidências). Os problemas de ordem externa (perseguições) foram causados por causa da atitude dos cristãos não adorarem ao imperador e por causa de interesses políticos dos judeus junto a Roma (eles queriam manter o status de religião lícita com seu direito de guardar o sábado e não oferecer incenso ao imperador. Os cristãos começaram a ser perseguidos e assassinados aos milhares queimados vivos como tochas humanas ou despedaçados por feras famintas nos circos romanos (Coliseu). Nessa época o imperador era Domiciano.
      Foi nesse contexto histórico que encontramos João aprisionado na Ilha de Patmos por causa de sua fidelidade a Deus (Ap 1:9), é nessa realidade contextual que João tem a sua primeira visão na ilha, a visão do Cristo glorificado, e a mesma se dá no dia do Senhor. Seria esse dia o dia escatológico do Senhor ou o dia separado e escolhido pelo Senhor para ser dEle?
      Antes de ir para analise do texto gostaria de fazer uma pergunta:
      “Em que texto da Bíblia, o domingo ou o primeiro dia da semana é chamado de dia do Senhor”?Afinal, a Bíblia afirma que o falar do cristão deve ser sim, sim e não, não (Mt 5:37), se o domingo passou a ser o novo dia de guarda para a Igreja Cristã, onde está o texto que apresenta essa verdade explicitamente? Pois, é sabido de todos nós que é da vontade de Deus que todos cheguemos ao pleno conhecimento da verdade e sejamos salvos (2Tm 2:4).
      O termo dia do Senhor aqui é conhecido por muitos como KuriakeHemeraque pode significar tanto o dia escatológico da vinda de Cristo, como o dia por Ele estabelecido para ser santificado. Contudo, fazendo uma analise gramatical do grego, a conclusão que se chega é que João aqui não fala do dia escatológico.
      Já vimos que no Novo Testamento não há base exegética para se atribuir ao domingo o título de Dia do Senhor, então sobre qual dia o apóstolo João estava aqui se referindo:
       O sábado foi separado na criação para uso sagrado (Gn 2:2,3).
       O agente intermediário nessa criação, segundo várias passagens do Novo Testamento foi Jesus Cristo e Ele foi considerado Senhor do Sábado (Mt 12:8; Mc 2:28; Lc 6:5).
       A quarta das famosas Dez Palavras descreve o sétimo e não o primeiro dia como um sábado para o Senhor nosso Deus (Êx 20:10).
       No livro do profeta messiânico Isaías, Deus chama o sábado e não o domingo de meu Santo Dia e o dia sagrado do Senhor (Is58:13).
      Levando em consideração esses pontos, outra pergunta me sobrevém à mente:
      “Por que Deus mandaria nós nos lembrarmos de algo (Êx 20:8), que futuramente Ele iria abolir? Sendo que a Bíblia afirma que Ele não muda (Ml 3:6) e que a lei é a transcrição de seu caráter (Rm 7:12)!”
      João em Apocalipse 1:10, deixando que a Bíblia seja sua própria intérprete estava se referindo ao sábado como Dia do Senhor e não ao primeiro dia da semana.
      Nós Adventistas do Sétimo Dia cremos que o sábado se originou em Deus, que o instituiu no final da semana da criação, separando-o, abençoando-o e o santificando. Esse fato foi reconhecido por Cristo, portanto, podemos concluir que a observância do sábado do sétimo dia é um privilégio confiado por Deus à raça humana e não somente a um grupo étnico ou religioso específico (Ec12:13).

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • vitor em 23 de agosto de 2014 13:57

    tenho 11 anos jogo numa escola de futebol e tem campeonato dia de sábado e proibido joga



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de agosto de 2014 16:16

      Olá Vitor!
      Muito obrigado por sua pergunta.

      Vamos abrir a Bíblia:

      “Tudo é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo é permitido”, mas nem tudo edifica”. 1 Coríntios 10:23

      A pergunta que você pode e deve se fazer é:

      Jogar bola aos sábados irá me edificar?
      Pois o comportamento do cristão deve ser governado pelo princípio aqui estabelecido; ou seja que todas as coisas que se façam seja para a glória (honra, exaltação) de Deus e a edificação do próximo. Os que não seguem este princípio, a não ser que se sintam livres para fazer algo que desejem, embora em si mesmo não seja pecaminoso, com frequência fazem o que prejudica a outros. As circunstâncias poderiam fazer inapropriado algo que em si não é pecado.

      O que estou querendo dizer:

      Mesmo que jogar bola não seja algo errado, no sábado não seria a circunstância, o momento correto para isso, portanto, não apropriado.

      A Bíblia também nos diz que:

      “O SENHOR Deus diz: “Obedeçam às leis a respeito do sábado; não cuidem dos seus próprios negócios no dia que para mim é sagrado. Considerem o sábado como um dia de festa, o dia santo do SENHOR, que deve ser respeitado. Guardem o sábado, descansando em vez de trabalhar; não cuidem dos seus negócios, nem fiquem conversando à toa”. Isaías 58:13
      Outra pergunta que você e deve ser fazer é:

      Estaria o jogo de futebol condizente com o clima sabático? Com o propósito estabelecido por Deus para esse dia?

      Converse com Jesus e peça à Ele para te mostrar qual a melhor atitude a tomar. O sábado foi um dia que Ele estabeleceu para estar conosco de uma maneira especial.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Giudete em 25 de agosto de 2014 18:08

    Sou Assembleia, mas estou seguindo os ensinamentos são muito elucidativo.Tenho muitas duvidas



    • Maiara Costa - Equipe em 26 de agosto de 2014 11:16

      Olá Giudete!
      Que satisfação poder manter contato com você.
      Que a paz do Senhor esteja sempre em seu coração.

      Sinta-se a vontade para nos escrever quando quiser, estamos a disposição para esclarecermos as suas dúvidas.

      Um forte abraço.



  • Arnaldo Mota em 9 de setembro de 2014 21:04

    Grande amigo Tito, queria fazer uma pergunta ao Professor Leandro Quadros: no capítulo 24, versículo 15, do livro de Mateus, a bíblia nos fala sobre o “Abominável da Desolação”. O que isso significa? Manda um abraço para todos de Fortaleza – Ceará. Abraços!!!



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2014 11:44

      Olá amigo Arnaldo!
      Satisfação manter contato com você.

      O abominável da desolação aqui é o mesmo que apresenta o profeta Daniel no capítulo 9 versos 24-27, ou seja, a terrível invasão a Jerusalém pelas tropas do General Tito, no ano 70 d.C. Jesus está falando aqui da destruição de Jerusalém e como aquilo seria avassalador, como de fato foi mesmo.

      Devemos sempre levar em consideração o contexto em que a citação está inserida, ali em Mateus 24, Cristo trata de dois eventos importantes, a destruição de Jerusalém e a sua segunda vinda, por isso, aqui temos uma profecia de dupla aplicação.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Oriana em 10 de setembro de 2014 1:35

    Amo o Na mira



  • Vinícius da Silva em 21 de outubro de 2014 21:14

    OLÁ BOA NOITE TITO E PROFESSOR LEANDRO QUADROS!!! Sou do Rio Grande do Sul
    da cidade de são Leopoldo…
    A minha dúvida é a seguinte:
    como eu sou bem apegado aos animais e os considero
    já parte da família queria saber se eles vão para o céu conosco?
    ou pelo menos viverão na nova terra?Ou será que Deus fara todos novos?
    A tempos estou mandando essa pergunta por favor respondam…



  • Thiago Phelipe de Oliveira Martins em 21 de outubro de 2014 21:38

    Ola eu ja fui adventista e hoje sou Testemunha de Jeová! Eu sai da igreja, porque eu acho que a igreja não tem muito “calor humano”. Porque na igreja adventista não tem esse “calor humano” hum? Eu preciso de “calor humano” pois ja tive depressão, e na testemunha de Jeová eu encontrei e na adventista eu não encontro! Eu gosto da igreja adventista mas a mesma falta um calor humano!



    • Maiara Costa - Equipe em 27 de outubro de 2014 11:34

      Olá Thiago!
      Muito obrigado por seu contato.

      Não sei qual Igreja Adventista que você frequentou, entretanto, das várias que já tive oportunidade de visitar e passar um tempo com os irmãos, sem mencionar a que sou membro frequente, nenhuma delas se enquadra nesta classificação de não haver calor humano!

      O que você quer dizer com isso? O que espera da igreja? Os seus antigos irmãos conheciam os seus problemas de saúde?

      Ser Adventista não é apenas uma questão de calor humano, mas sim é fazer parte de um movimento profético restaurador das verdades da palavra de Deus que prega os três últimos recados de Deus ao mundo, preparando-os para a volta de Cristo.

      Conte conosco para o que precisar.
      Um forte abraço.
      Deus o abençoe.



  • julio em 21 de outubro de 2014 21:51

    Olá ! Assisto sempre o programa e toda programação da NT e ouvi o pastor Ivan saraiva dizer que Deus abomina o pecado e o pecador…mas na bíblia diz que Deus abomina o pecado …Parabéns pela programação fiquem com Deus adoramos a maneira que é feito o programa Abc Júlio e ines – barueri sp



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de outubro de 2014 10:46

      Olá Julio!
      Bom dia.

      Em qual programa você ouviu este comentário? Por gentileza, informe a data.

      Que Deus te abençoe.
      Um forte abraço.



  • Andrea em 13 de novembro de 2014 16:17

    Me tornei adventista a poucos dias mas já estou passando por vários conflitos pois todos meus amigos dizem que estou participando de seitas porque as pessoas falam isso



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de novembro de 2014 14:46

      Olá Andrea!
      Satisfação manter contato com você.

      Isto ocorre porque todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos (2 Timóteo 3:12). E infelizmente muitas pessoas que fazem este tipo de comentário é sem a menor noção do que estão dizendo e sem conhecimento algum.

      Quero recomendar à você que acesse: http://novotempo.com/namiradaverdade/a-ireja-adventista-e-uma-seita/, para saber quando uma denominação pode ser ou não considerada uma seita.

      Deixo um texto para sua reflexão:

      “Todos odiarão vocês por minha causa, mas aquele que perseverar até o fim será salvo”. Mateus 10:22

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Robson Coutinho de Araujo em 27 de novembro de 2014 10:51

    Bom dia Tito, meu nome é Robson Coutinho de Araujo, 38 anos, moro em Belém do PA, sou batizado na IASD e as vezes vou ate a igreja adventista do Telegrafo.

    A minha duvida é a seguinte: ate onde eu sei os 10 mandamentos ja existiam no céu. Se transgredir os mandamentos, se nao me arrepender eu morrerei.Com base nisso quero entender o porque que ate entao Lúcifer e os anjos caidos nao morreram ou nao tiveram sua longevidade limitada?! Ja que eles transgrediram os mandamentos e ainda tem uma vida “longa”( se comparar com o homem atual). Pergunto isso pois Deus limitou a longevidade de Adao e Eva e de toda a humanidade devido o pecado mas, n fez o mesmo com Lucifer e os anjos caidos. Porque dificultar tanto a nossa vida deixando, o agora Diabo e seus companheiros para atuarem como atuam?! Porque nao limitou pelo menos a vida dos anjos caidos?!Como fez com a descendencia de Adao e Eva?! Ou na melhor das hipoteses porque nao limitou a vida de todos…Diabo e seus anjos assim como fez com a humanidade?! Se assim o fosse nossa vida n seria “menos dificil”?! Independente de quem definiu o local ou se foi aleatorio, porque o Diabo e seus anjos nao foram enviados para um planeta esteril como Saturno ou p outra galaxia e impedidos de chegarem ate a terra?!. Agora em off, peço que orem pela minha familia que esta destruida. Se possivel deem um retorno para mim com relaçao a essa resposta, pois posso nao assistir se responderem no programa. Email Robson.mongeral@gmail.com ou pelo face robsoncoutinhodearaujo@hotmail.com ou whatsapp 91 983822861.



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de dezembro de 2014 13:09

      Olá Robson!

      Existem alguns textos nas Sagradas Escrituras que nos mostram que literalmente os dias do Diabo e a sua turma estão contados:

      “Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos”. Atos 17:31

      “Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, assentar-se-á em seu trono na glória celestial. Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: “Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos”. Mateus 25:31,41

      “Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno, prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o juízo”. 2 Pedro 2:4

      “E, quanto aos anjos que não conservaram suas posições de autoridade mas abandonaram sua própria morada, ele os tem guardado em trevas, presos com correntes eternas para o juízo do grande Dia. De modo semelhante a estes, Sodoma e Gomorra e as cidades em redor se entregaram à imoralidade e a relações sexuais antinaturais. Estando sob o castigo do fogo eterno, elas servem de exemplo”. Judas 1:6,7

      “Portanto, celebrem-no, ó céus, e os que neles habitam! Mas, ai da terra e do mar, pois o Diabo desceu até vocês! Ele está cheio de fúria, pois sabe que lhe resta pouco tempo”. Apocalipse 12:12

      O juízo divino já se iniciou e logo o diabo será definitivamente destruído!

      Em relações às aflições querido amigo, elas infelizmente farão parte da vida de todo sincero seguidor de Cristo (João 16:33; 2 Timóteo 3:12), pois estamos plenamente envolvidos no conflito entre o bem e o mal (Efésios 6:12), mas tende bom ânimo, pois até mesmo as angústias que enfrentamos podem se transformar em bênçãos nas mãos de nosso Deus e Pai.

      Adão e Eva não tiveram a sua longevidade limitada, mas por consequência de terem escolhido o pecado, perderam a condição da imortalidade que será devolvida ao ser humano na vinda de Jesus.

      Gostaria de deixar à você Robson, alguns textos para reflexão:

      “A oração é a resposta para cada problema da vida. Ela nos põe em sintonia com a sabedoria divina, a qual sabe como ajustar cada coisa perfeitamente. Às vezes, deixamos de orar em certas circunstâncias porque, a nosso ver, a situação é sem esperança. Mas nada é impossível com Deus. Nada é tão emaranhado que não possa ser remediado, nenhuma relação humana é tão tensa que Deus não possa trazê-la a reconciliação e à compreensão; nenhum hábito é tão profundamente enraizado que não possa ser vencido; ninguém é tão fraco que Ele (Deus) não possa tornar forte. Ninguém é tão doente que Ele não possa curar. Nenhuma mente é tão obscura que não possa tornar brilhante. Se alguma coisa nos causa preocupação ou ansiedade, paremos de propagá-la e confiemos em Deus por restauração, amor e poder” (Review and Herald, 7/10/1865).

      “Nenhuma oração sincera se perde. Em meio das antífonas do coro celestial, Deus ouve o clamor do mais débil ser humano. Derramamos o desejo de nosso coração em secreto, murmuramos uma oração enquanto seguimos nosso caminho, e nossas palavras atingem o trono do Monarca do Universo. Podem não ser audíveis ao ser humano, porém não podem morrer no silêncio, nem perder-se no tumulto dos afazeres diários. É a Deus que falamos e nossa oração é atendida.”Parábolas de Jesus,p. 174.

      Em voz alta, clamo ao Senhor; eu suplico que me ajude. Abro o meu coração e conto a ele tudo o que me deixa triste e angustiado. Entregue todas as suas preocupações ao Senhor. Ele levará o peso de seus problemas, Ele nunca deixará que o justo venha a tropeçar e cair. Salmo 142:1,2; 55:22- Nova Bíblia Viva.

      “Deus é sábio demais para errar e extremamente bom para deixar de conceder o melhor para os que andam em retidão”. Meditações Matinais, Perto do Céu-2013.

      Este texto é a garantia que podemos confiar na Palavra de Deus:

      “Em breve o Deus da paz esmagará Satanás debaixo dos pés de vocês. A graça de nosso Senhor Jesus seja com vocês”. Romanos 16:20

      Quero recomendar à você a leitura de dois livro que poderão ajudá-lo a compreender o porque de algumas coisas: Patriarcas e Profetas e História da Redenção, ambos da editora Casa Publicadora Brasileira.

      Contato: 0800-979-06-06 ou http://www.cpb.com.br

      Ponha a sua vida e de sua família nas mãos do SENHOR, confie nEle, e Ele o ajudará. Tenha paciência, pois o SENHOR Deus cuidará disso. Salmo 37:5,7- Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

      Que Deus te abençoe.
      Um forte abraço.



  • Robson Coutinho de Araujo em 27 de novembro de 2014 11:07

    Entendo o motivo de Deus ter expulssado Lucifer e os anjos. Agora isso me da o direito de expulsar um filho ou filha rebelde que vive semeando a discordia, contenda, intrigas, mentiras entre os pais,irmaos e familiares, fazendo de tudo para que seus proprios pais se separem, fazendo com que os proprios irmaos casados se separem, plantando duvidas entre os conjuges etc?! Ja que Deus expulsou Lucifer que era seu filho que plantou semente da dsicordia e mentiras entre os anjos!!! Ja que Deus que é Deus na sua infinita paciencia e benignidade nao suportou a presença de Lucifer devido o estrago que ele promovi, porque um pai ou mae devem tambem suportar um filho ou filha nas mesmas condiçoes?! Sera que é porque tem que ver quem é o joio e o trigo?! Devem correr esse risco?! Devem orar e orar e correr o rsico de perderem os outros filhos e a disceminaçao das intrigas que podem levar a desuniao das familias dos outros filhos?!



    • Maiara Costa - Equipe em 2 de dezembro de 2014 12:41

      Olá Robson!
      Muito obrigado por seu contato.

      Deixa-me compartilhar um texto muito importante com você:

      “Deus, em Sua grande misericórdia, suportou longamente a Satanás. Este não foi imediatamente degradado de sua posição elevada, quando a princípio condescendeu com o espírito de descontentamento, nem mesmo quando começou a apresentar suas falsas pretensões diante dos anjos fiéis. Muito tempo foi ele conservado no Céu. Reiteradas vezes lhe foi oferecido o perdão, sob a condição de que se arrependesse e submetesse.” (O Grande Conflito, p.p. 495, 496).

      Perceba querido amigo e irmão que o ato divino de retirar a presença de Lúcifer do céu, foi um ato extremo, pois já não havia mais o que fazer, ele havia escolhido deixar de ser Lúcifer e se tornar Satanás, rejeitou todas as possibilidades de perdão e reconciliação, foi a consequência fatal de sua rebelião contra Deus. Não pense você que Deus O Pai ficou feliz com isto, pois Ele não alegre com a morte de ninguém (Ezequiel 18:23; 33:11), mas aquilo foi necessário por respeito e amor aos anjos que permaneceram fiéis. Se Satanás permanecesse no céu, todo ele poderia ter sido contaminado com a presença do pecado.

      Agora a situação dentro de seu lar já chegou a esses extremos? O que vocês tem feito para tentar, antes de tomar qualquer atitude mais extrema, fazer para resgatar esse filho (a)? Qual é a idade dele (a)? E o que exatamente está acontecendo?

      Que Deus te abençoe.
      Um forte abraço.



  • alexsandra custodio em 3 de dezembro de 2014 19:37

    na mira gostaria de tirar uma duvida o que dDEUS dis na biblia a respeito do templo de salomão que foi construido em são paulo.obrigada e parabens pelo programa ele nos esclarece ,uitas duvidas.



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de dezembro de 2014 9:57

      Olá Alexsandra!
      Bom dia.

      Não há profecias para a reconstrução do templo em Jerusalém, se houvesse, o mesmo não seria reconstruído no Brasil, mas sim em Israel.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Caroline Silva Ferreira Wendling em 8 de dezembro de 2014 8:52

    Por favor me respondam!É errado um cristão gostar de star wars?Desculpe minha ignorância,eu e meu filho que tem 10 anos gostamos muito de assistir os filmes,ele tem bonecos dos personagens,porém me converti à quase dois anos atrás e tenho dúvida quanto à isso.Sinto no meu coração que isso não desagrada à Deus,pois não misturo filme com vida espiritual,nem gostamos a tal ponto de idolatrar a série.Porém gostaria muito da opinião de outros cristãos sérios como vocês.Sempre assistimos o programa Na Mira da Verdade,e adoramos,por nós ajudar muito em muitas dúvidas que as vezes temos.Desde já agradeço à vocês!



    • Maiara Costa - Equipe em 9 de dezembro de 2014 16:17

      Olá Caroline!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Irei compartilhar aqui um princípio que pode nos nortear em relação as coisas que alimentamos a nossa mente:

      Deus nos criou para termos uma vida com propósito (Isaías 43:7) e tudo aquilo que nós fizermos deve ser para a honra e glória dEle (1 Coríntios 10:31). Sabemos pela Bíblia que Deus é o único que tem acesso livre a nossa mente (1 Reis 8:39; Hebreus 4:13), portanto o inimigo tenta entrar em nossa mente com outros métodos e recebemos o conselho bíblico de guardar bem o nosso coração, ou seja, a nossa mente (Provérbios 4:23) contra ele. Das muitas coisas que o inimigo utiliza para invadir a nossa mente são as coisas que assistimos. A pergunta que você deve fazer é que proveito como cristã e como pessoa, você e seu filho estão tendo ao assistir esse tipo de conteúdo. Que princípios e valores morais você, por meio da série Star Wars pode ensinar para seu filho que tem apenas dez anos de idade? Será que ele também, assim como você, não mistura filme com vida espiritual? Como isso seria possível para o ser humano, sendo ele um ser integral e indivisível (1 Ts 5:23)? Não deve existir separação entre vida espiritual e secular!

      A Bíblia diz que as coisas que devemos pensar são: as verdadeiras, respeitáveis, justas, puras, amáveis, de boa fama, virtuosas e louváveis (Filipenses 4:8), será que esta série produz esse tipo de pensamentos?

      Visto que nós já temos uma mente impura por causa de nossa natureza pecaminosa (Romanos 3:10-12,23; 5:12), então porque alimentar mais pensamentos impuros assistindo coisas que não acrescentarão em nada na nossa vida pessoal e espiritual?

      Os filmes ou séries que devemos assistir são aquelas que nos aproximam de Deus, por despertar em nós o desejo de sermos como Ele (Gátalas 5:22,23).

      “Guarda o teu coração”, é o conselho do sábio; “porque dele procedem as fontes da vida”. Como o homem imagina em sua alma,assim ele é” Provérbios 4:23; 23:7. O coração deve ser renovado pela graça divina, ou será em vão buscar pureza de vida. Aquele que tenta formar um caráter nobre e virtuoso, independentemente da graça de Cristo está construindo sua casa sobre a areia movediça. Nas violentas tempestades da tentação certamente será derrubada. A oração de Davi deve ser a súplica de toda a alma: “Ó Deus, cria em mim um coração puro e dá-me uma vontade nova e firme”. Salmo 51:10. Contudo, temos uma obra a fazer para resistir à tentação. Quem não deseja ser presa das armadilhas de Satanás deve guardar bem as avenidas para o coração, evitando ler, ver e ouvir qualquer coisa que sugira pensamentos impuros. A mente não deve ser deixada a divagar à toa em qualquer assunto que o inimigo possa sugerir. “Estejam prontos para agir”, diz o apóstolo Pedro, “continuem alertas, e não deixem que a vida de vocês sejam dominadas por aqueles desejos que vocês tinham quando eram ignorantes. Pelo contrário, sejam santos em tudo que fizerem, assim como Deus, que os chamou, é santo” 1 Pedro 1:13-15. Só para jovens,p. 21

      Despeço-me com um texto para reflexão:

      “E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito”. 2 Coríntios 3:18

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • euclecio, Mirador/MA em 17 de junho de 2015 22:25

    DUVIDO SE O PROFESSOR RESPONDE ESSA: Por que as pessoas que crucificaram a Jesus vão ser condenados? Pois se não fossem eles como Jesus morreria? E se eles se recusassem de matar Jesus? Quem o mataria? Será que eles não foram usados por Deus para cumpri o plano da salvação?



  • Clemerson em 23 de junho de 2015 11:10

    Olá Bom Dia, meu nome é clemerson de lagarto-se e tenho uma dúvida sobre a genealogia de Jesus por que em Mateus é uma e em Lucas é outra . Gostaria de lançar esse desafio pra voces qual dos dois estão certos? Tire-me essa dúvida por favor. .



    • Maiara Costa - Equipe em 23 de junho de 2015 15:09

      Olá Clemerson!
      Obrigado por seu contato.

      De qual dos filhos de Davi Jesus foi descendente? Em Mateus 1:16 os ancestrais de Jesus vão até Salomão, enquanto que em Lucas 3:31 os ancestrais de Jesus vão até Natan . Mateus 1:1-16 traz a genealogia de Jesus através de José, que foi um descendente do rei Davi. Como filho adotivo de José, Jesus se tornou seu herdeiro legal, em termos da herança envolvida. Observe com atenção as palavras usadas no verso 16: “E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama o Cristo”. (Mt. 1:16).

      Veja que o formato usado neste verso é diferente do formato usado nos versículos precedentes falando da sucessão dos ancestrais de José. “Abraão gerou a Isaque, Isaque gerou a Jacó…” Não diz que José gerou a Jesus; antes se refere a ele como sendo “marido de Maria, da qual [genitivo feminino] nasceu Jesus”.
      Lucas 3:23-38, por outro lado, parece registrar a linha genealógica de Maria, subindo ao longo de várias gerações passando por Abraão, chegando até Adão e o começo da raça humana. Note o verso 23: “Ora, tinha Jesus cerca de trinta anos ao começar o seu ministério. Era, como se cuidava, filho de José, filho de Eli” (Lc. 3:23)
      Esta expressão “como se cuidava” indica que Jesus não era realmente filho biológico de José, mesmo que isso fosse normalmente entendido assim pelas pessoas em geral. Este verso destaca a mãe Maria, que obrigatoriamente foi a única através de quem Jesus pode ter descendido de uma linha de ancestrais. A genealogia de Maria então é listada, começando com Eli, que era na verdade sogro de José, em contradição o próprio pai dele chamado Jacó (Mt. 1:16).
      A linhagem de Maria veio a partir Natan, filho de Davi com Bateseba. Portanto Jesus foi descendente de Davi naturalmente através de Natan e legalmente através de Salomão.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Rogério em 24 de junho de 2015 22:53

    Números 23:19 diz: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará?” Mas outras passagens dizem que ele tem se arrependido. “… Então se arrependeu o Senhor de ter feito o homem na terra …” (Gênesis 6:6-7). “Então, se arrependeu o Senhor do mal que dissera havia de fazer ao povo” (Êxodo 32:14). Como podem estas afirmações ser conciliadas?



    • Maiara Costa - Equipe em 25 de junho de 2015 17:01

      Olá Rogério!
      Muito obrigado por seu contato.

      A palavra “arrependimento” é expressa por diferentes palavras no original hebraico e grego. Sendo assim, o arrependimento divino é totalmente diferente do arrependimento humano, pois diferentes palavras hebraicas e gregas são usadas para definir este sentimento.

      Quando a Bíblia fala do arrependimento humano, usa as seguintes palavras no original: Shubh (hebraico) e metanoéo (grego). Seus significados: mudança de mente (não somente a tristeza pelo pecado), voltar atrás, retornar ao caminho correto. Por outro lado, quando a Bíblia fala acerca do arrependimento divino, usa estas: Naham (hebraico) e Metamélomai (grego). Significados: dor, tristeza, pesar.

      Portanto, quando Gênesis 6.6 diz que Deus “se arrependeu”, está afirmando que o Senhor “sentiu profunda dor, pesar” (lembremos que não temos como expressar em linguagem humana os sentimentos de Deus, como realmente foi esta dor divina) por ter de executar juízo (por ocasião do dilúvio) contra o homem que Ele havia criado. O arrependimento divino não traz mudança em seu Ser, mas sim no seu modo de “tratar” o ser humano.

      Concluo com um texto para reflexão:

      “De fato, eu, o Senhor, não mudo. Por isso vocês, descendentes de Jacó, não foram destruídos”. Malaquias 3:6

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Adriano oliveira em 27 de junho de 2015 14:06

    Um professor de escola sabatina, que toma café tem que ser disciplinado ?



    • Maiara Costa - Equipe em 29 de junho de 2015 14:21

      Olá Adriano!

      Devemos compreender que mesmo que a Bíblia não apresente esses assuntos como sendo nocivos à saúde (pois esse não era o problema vivido naquela época), a ciência nos comprova que o consumo de tabaco e drogas é altamente prejudicial à saúde. O mesmo se dá com o café, essa não era uma bebida comum naqueles dias, mas a ciência também comprova que é prejudicial.
      Transcreveremos abaixo a opinião médica de uma psiquiatra não adventista sobre os malefícios de bebidas estimulantes, ou seja que contenham cafeína, enfim o café.
      A cafeína (café, chá preto, refrigerantes à base de cola, etc) deflagra ansiedade e até mesmo sintomas de pânico porque excita diretamente vários mecanismos de estimulação do corpo. Eleva o nível de noradrelina do cérebro, um neurotransmissor que aumenta a vivacidade (energia). Além disso, a cafeína estimula a descarga de hormônios do estresse, principalmente o cortisol, a partir da estimulação das glândulas suprarrenais, intensificando ainda mais os sintomas de nervosismo e agitação.
      A cafeína ainda esgota completamente as reservas de vitaminas do complexo B e de minerais essenciais do corpo, como o potássio e o cálcio. A deficiência desses nutrientes aumenta a ansiedade,as oscilações de humor e a fadiga. A exaustão do estoque de vitaminas do complexo B no organismo também interfere no metabolismo dos carboidratos e no funcionamento saudável do fígado, o qual ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue. (Extraído do livro: Mentes ansiosas, p.p. 156,157, Fontanar, Ana Beatriz Barbosa Silva).
      Na Bíblia existe o seguinte princípio: Que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 3:16,17; 6:19,20; 2 Timóteo 2:14) e tudo o que nós fazemos por meio dele deve ser para a honra e glória de Deus (1 Coríntios 10:31), será que consumir uma bebida que causa tantos danos a saúde como o café estaria cumprindo esse propósito e princípio?
      E a palavra de Deus também não nos deixa dúvidas quanto à afirmativa de que todo aquele que sabe que deve fazer o bem, ou seja, aquilo que é correto e não o faz, nisso está pecando (Tiago 4:17).
      Quando tomamos a decisão pelo batismo isso é uma demonstração pública de aceitação a Cristo como Senhor e Salvador, ou seja, demonstramos publicamente que cremos nEle e que aceitamos todas as suas recomendações para as nossas vidas, por isso a Bíblia nos ressalva que passamos a ser novas criações de Deus (2 Coríntios 5:17) e os erros que antes cometíamos, pelo poder do Espírito Santo já não os cometemos mais. Isso não significa que nunca mais pecaremos ou que teremos facilidade para mudar tudo de uma vez, não. Mas significa que a nossa vida daquele momento em diante será dirigida pelo Espírito Santo que é quem opera as mudanças necessárias (Filipenses 1:6; 2:13), conforme assim O permitimos.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • jackoon em 4 de julho de 2015 23:19

    Professor, sobre o tormento eterno, já se foi dito que, ele é eterno na suas consequencias. Como explicar Marcos 9: 43-44



  • Emerson Andrade Silva em 6 de julho de 2015 22:16

    Boa noite Leandro Quadros, eu estou com uma dúvida, tenho como abto fazer academia e eu queria saber se é descumprimento do mandamento fazer academia no sábado e logo após ir ao culto?



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de julho de 2015 11:17

      Olá Emerson!
      Muito obrigado por seu contato.

      Com relação a sua pergunta amigo por mais que as atividades físicas sejam boas e sejam recomendadas por Deus, o sábado foi separado para um propósito diferente(Santo) que é a adoração a Deus (Is 66:23), foi separado por Deus para descanso [físico, mental e espiritual] (Gn 2:1-3) e o sábado também é um dia de salvação (Mt 12:9-13). A caminhada ou a ida a uma academia tem o objetivo salvífico? Se não, siga os conselhos das seguintes passagens bíblicas:

      “Guarde o sábado, que é um dia santo.Faça todo o seu trabalho[atividades físicas] durante seis dias da semana;mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o SENHOR, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem os seus filhos, nem as suas filhas, nem os seus escravos, nem as suas escravas, nem os seus animais, nem os estrangeiros que vivem na terra de vocês.Em seis dias eu, o SENHOR, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o SENHOR, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo.” Êx 20:8-11- Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)-grifos meus.

      “O SENHOR Deus diz: “Obedeçam às leis a respeito do sábado; não cuidem dos seus próprios negócios no dia que para mim é sagrado. Considerem o sábado como um dia de festa, o dia santo do SENHOR, que deve ser respeitado. Guardem o sábado, descansando em vez de trabalhar; não cuidem dos seus negócios, nem fiquem conversando à toa.Se me obedecerem, eu serei uma fonte de alegria para vocês e farei com que vençam todas as dificuldades; e vocês serão felizes na terra que eu dei ao seu antepassado Jacó. Eu, o SENHOR, falei.”Is 58:13,14.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Iolanda em 6 de julho de 2015 22:57

    Biblicamente, é permitido fazer inseminação?



    • Maiara Costa - Equipe em 7 de julho de 2015 10:31

      Olá Iolanda!
      Obrigado por seu contato.

      A Bíblia não entra em detalhes em relação a todos os assuntos, mas nos deixa os seus princípios que são norteadores para vivermos a vontade de Deus. O Senhor na criação abençoou o primeiro casal, do qual todos descendemos (Atos 17:26), com a fertilidade para que pudessem procriar e encher a terra, contudo, após a entrada do pecado nem todos têm essa possibilidade por terem problemas de saúde, nestes casos a inseminação não é errada, pois é um tratamento que pode ajudar pessoas que não podem conceber da forma natural, a realizarem o sonho da maternidade e paternidade.

      Concluo com um texto para reflexão:

      “Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá”. Salmo 127:3

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Givanildo Filho, Cuité-PB em 13 de setembro de 2015 9:32

    Olá bom dia, não acredito na doutrina calvinista da predestinação, mas como entender a parte “B” de atos 13:48?



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2015 16:00

      Como vai amigo Givanildo?
      Espero que bem!
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      De acordo com a Bíblia, quem são os destinados a salvação?

      “Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. 1 Timóteo 2:3,4

      “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para recebermos a salvação por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. 1 Tessalonicenses 5:9

      Esses versos nos mostra que a vontade de Deus é que todos sejam salvos, portanto, predestinados a salvação todos somos.

      Todavia, que são aqueles são beneficiados pela salvação?

      “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna“. João 3:16

      Perceba, por mais que o amor de Deus seja por todo o mundo, serão beneficiados por esse amor aqueles que O aceitarem. E é exatamente isso que o texto de Atos 13:48 está apresentando, pois aqueles gentios haviam aceitado a salvação.

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Thiego em 17 de setembro de 2015 16:15

    Boa tarde: Um grande abraço a vocês, ouvi em um dos programas que para um pastor batizar na IASD a pessoa tem que acreditar que Ellen G. White é uma profetisa, então se a pessoa aceitar o Senhor Jesus como Senhor e Salvador e quiser se batizar nas águas e não conhecer Ellen G. White o pastor não batizara? Por favor esclarecer este ponto de grande importância pois imagino que E. W. com certeza é uma benção mas colocar ela como condicional ao batismo não vejo nenhuma base bíblica para tanto. Muito obrigado pela atenção pois tenho certeza que é a dúvida de muitas pessoas que querem fazer parte do Adventismo.



    • Maiara Costa - Equipe em 17 de setembro de 2015 18:06

      Olá estimado amigo e irmão em Cristo Thiego!
      Satisfação poder manter contato com você.
      Que a graça e a paz de nosso Senhor esteja sempre em seu coração.

      Para se batizar na Igreja Adventista do Sétimo dia, precisa crer em Ellen White?

      A igreja Adventista do Sétimo Dia é um movimento profético apontado pela profecia bíblica, com o objetivo de advertir o mundo sobre a chegada do juízo divino e preparar um povo fiel para se encontrar com o Senhor. A profecia destaca duas características desse movimento: “obedecem aos mandamentos de Deus e se mantêm fiéis ao testemunho de Jesus” (Apocalipse 12:17).

      De acordo com Apocalipse 19:10, “o testemunho de Jesus é o espírito de profecia”.

      Acreditamos que o testemunho de Jesus, que é o espírito de profecia, foi prometido à igreja nos últimos dias, conforme a profecia de Joel 2:28-32.

      O que é o Espírito de Profecia e o que ele significa?

      O testemunho de Jesus, que é o Espírito de Profecia, pode ser considerado como a auto-revelação de Cristo ao profeta. Essa expressão também pode se referir (1) ao Espírito Santo que inspirou os profetas com a revelação procedente de Deus, (2) à operação do dom de profecia e (3) ao instrumento da profecia.

      Foi o dom profético ou Espírito de Profecia que produziu a própria Bíblia. No período pós-bíblico, ele não deve superar as Escrituras ou acrescentar algo a elas, uma vez que o cânon sagrado já está completo. O dom profético atuará no tempo do fim assim como atuou nos dias dos apóstolos. Seu objetivo é destacar a Bíblia como base de fé e prática, explicar seus ensinamentos e aplicar seus princípios ao viver diário. Ele se acha envolvido no estabelecimento e edificação da igreja, habilitando-a a desempenhar sua missão divinamente apontada. O dom profético reprova, adverte, orienta e encoraja tanto a indivíduos quanto a igreja, protegendo-os das heresias e unificando-os nas verdades bíblicas.

      Esse dom foi prometido para os últimos dias (Joel 2:27,28; Atos 2:17), não para adicionar algo à Bíblia, mas para servir de filtro doutrinário por causa das muitas doutrinas errôneas que se espalharam pelo cristianismo. O dom profético é um dos dons do Espírito Santo e uma das características da igreja remanescente. Ele tem por objetivo principal conduzir as pessoas de volta à Bíblia como sendo a única norma pela qual deve ser provado todo o ensino e experiência.
      O espírito de profecia não é o profeta em si, mas sim a mensagem que ele recebe. Acreditamos que Ellen White recebeu o dom profético e este foi manifestado em seu ministério. Portanto, ao passar pela profissão de fé, o candidato ao batismo não expressa fé em Ellen White,e sim no dom profético que ela recebeu do Espírito Santo. Ele professa fé no testemunho de Jesus que é o Espírito de Profecia. A aceitação da Palavra de Deus levará o povo de Deus a reconhecer e aceitar as manifestações do Espírito.

      Cremos que Ellen White tem uma atuação semelhantemente à dos profetas pós-bíblicos, Natã, Gade, Asafe, Semaías, Azarias, Eliezer, Aias, Obede, Miriã, Débora, Hulda, Simeão, João Batista, Ágabo, Silas, Ana, e as quatro filhas de Filipe, os quais viveram em tempos bíblicos, mas não tiveram seus testemunhos registrados como parte do compêndio bíblico. O mesmo Deus que falou através dos profetas que escreveram a Bíblia, inspirou esses profetas e profecias. Suas mensagens não entraram em contradição com a revelação divina previamente registrada.

      Em relação à comunhão da igreja, declaramos que, enquanto respeitamos os escritos de Ellen G. White, e esperamos que todos os que se unem à igreja aceitem a doutrina dos dons espirituais manifestos na experiência dela, não fazemos da aceitação de seus escritos motivo de disciplina na igreja. Ela mesma foi explícita neste ponto. Referindo-se àqueles que não compreendiam plenamente o dom, ela escreveu:

      “Essas pessoas não devem ser separadas dos benefícios e privilégios de membros da igreja, se no demais a sua vida cristã se prova correta, e tenham um bom caráter cristão”(Testemunhos Para a Igreja, v. 1, p. 328).

      A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem adotado essa atitude através de toda a sua história. Entretanto, se alguém que é membro da nossa comunidade de fé e perde a sua confiança nesses conselhos e depois promove animosidade entre os crentes, reserva-se o direito à igreja de removê-lo da comunhão. Esse ato, porém, não é realizado por causa da falta de confiança de alguém nesses escritos, mas pelo fato de o descontente promover contenda entre os crentes. (Questões Sobre Doutrina, p. 103).

      Concluímos que o candidato ao batismo passa por uma profissão de fé nas 28 crenças fundamentais dos adventistas do sétimo dia, como um teste de aceitação de novos membros na igreja. Destacamos que a crença número 18 é sobre o dom profético e que este foi manifestado no ministério de Ellen White.

      Texto para reflexão:

      “Não apaguem o Espírito. Não tratem com desprezo as profecias, mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom”. 1 Tessalonicenses 5:19-21

      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Zoel em 2 de janeiro de 2017 21:52

    Olá. Boa noite. Estou começando a acompanhá-los agora e gostando muito. Professor me responda por que em várias passagens bíblicas leva-se sempre em consideração a destra em detrimento do lado esquerdo. Agradeço desde já.



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de abril de 2017 10:58

      Olá Zoel!
      Muito obrigado por seu contato e pelo carinho de sua audiência.

      Como assim amigo? Será que poderia ser um pouco mais claro em relação a sua duvida?

      Fico no aguardo.
      Um abraço.



  • Washington Júnior em 23 de janeiro de 2017 21:52

    Boa noite, Deus abençoe vcs, e também o programa pois está me ajudando muito a entender a Bíblia…



  • Suellem em 3 de abril de 2017 22:34

    Olá,meu nome é suellem,moro em Analândia s/p
    Gostaria de saber se é verdadeiro que existe um anjo que desce a terra as 3 dá manhã? Gostaria de entender sobre isso.obrigado



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de abril de 2017 16:07

      Olá Suellem!
      Muito obrigada por seu contato.

      Será uma alegria poder ajudá-la com seu questionamento, todavia, gostaria de saber onde você ouviu ou leu sobre isso? No livro ou palestra, foi apresentada alguma base bíblica?

      Fico no aguardo de seu retorno.
      Um abraço.



  • Marta Lima em 3 de abril de 2017 23:09

    Boa noite. Gostaria de receber a revista divulgada no programa Na Mira da Verdade.



    • Maiara Costa - Equipe em 4 de abril de 2017 16:05

      Olá Marta!
      Muito obrigada por seu contato.

      Você pode acessar o nosso blog: novotempo.com/namiradaverdade ou pode fazer o pedido do curso através do telefone: 0xx12-2127-3121.

      Que Deus continue te abençoando grandiosamente.
      Um forte abraço.



  • Zoel Júnior em 6 de abril de 2017 9:18

    Bom dia! A minha pergunta é por que na Bíblia só se faz referência ao lado direito! Por exemplo: só serão salvos os que estiverem a direita do Pai! Isso é algo relevante ou é apenas uma metáfora?



    • Maiara Costa - Equipe em 6 de abril de 2017 9:57

      Olá Zoel!
      Muito obrigado por retornar com sua pergunta.

      O lado direito, metaforicamente é considerado como um lugar de honra e autoridade.

      Um forte abraço.



  • Carla em 1 de maio de 2017 22:38

    Gostaria de saber por que muitas vezes, na Biblia, Jesus é chamado Filho do Homem , sendo ele Filho de Deus. Carla Gross, Camaquã -RS



    • Manassés em 17 de maio de 2017 15:28

      Olá,
      A expressão “Filho do Homem” se refere a natureza humana de Cristo e “Filho de Deus” destaca a divindade de Cristo.
      Um abraço!



  • Cláudia Maria da costa souza em 17 de maio de 2017 23:09

    Assistindo novo tempo todos as noite gosto de toda a programação. Verdade pra o tempo do fim



  • Anselmo Alves Gomes em 22 de maio de 2017 22:26

    Sou Anselmo de Nova Iguaçu e gostaria de saber de quem Jesus se referiu quando disse que alguns não conheceriam a morte até que visse a glória de Deus que está escrito em Marcos 9.1 e em Mateus 16.28