Jornalismo
assistir ouvir

Morre aos 93 uma das maiores vozes do Ministério A Voz da Profecia e da Igreja Adventista

Morreu esta semana, na última quarta-feira, 31, a cantora Del Delker, aos 93 anos. Ela morava na Califórnia, cidade de Porterville, nos Estados Unidos. Considerada um ícone da música adventista, dedicou sua vida a pregar o evangelho e por mais de 50 anos encantou o mundo todo com sua voz.

Del Delker cantou em vários países durante reuniões evangelísticas e, em muitas vezes, no idioma local. Foi referência musical e marcou o rádio como cantora oficial do programa “A Voz da Profecia”. Cantou ao lado do quarteto americano The King’s Heralds e do quarteto Arautos do Rei. Canções como Under His Wings , Day by Day, I Will Pilot Thee e He Touched Me ficaram mundialmente conhecidas.

O pastor Amilton Menezes, que atuou como diretor na Rede de Rádio Novo Tempo, conta que cresceu ouvindo hinos interpretado por Del Delker, na época em que o pastor Roberto Rabello era apresentador do programa. “Delker marcou a vida de gerações e sua positiva influência só será mensurada na eternidade”, declara Menezes, que destaca canções como Minha mão em Tua mão, Gente Triste e Transmitir.

Entre tantas pessoas influenciadas pela cantora, está uma das referências musicais brasileira, o pastor Williams Costa Jr, atualmente diretor mundial de comunicação da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). Ele conta que conheceu Del Delker quando era bem pequeno, junto ao The King’s Heralds, suas primeiras influências musicais. O pastor destaca que os brasileiros se sentiam privilegiados por ela cantar em português. “Depois do programa (A Voz da Profecia), junto com meus amigos da mesma idade, tentávamos cantar os hinos imitando o sotaque da Del Delker e do quarteto”, recorda.

Costa Jr. teve a chance de conhecê-la tempos depois e, desde então, se encontraram em algumas ocasiões. Entre elas, uma em que sua esposa, a cantora Sonete Costa, estava muito nervosa por gravar pela primeira vez o programa “Está Escrito”. “O jeito simples de Del Delker gerava motivação e alegria. Lembro dela abraçando e encorajando Sonete. Ela tinha um sorriso espontâneo e era uma pessoa humilde e agradável. Quando soube da noticia, fiquei triste, muito triste! Eu sei que ela já tinha 93 anos, mas gente como ela deveria viver eternamente ”, declara.

O presidente Mundial da IASD, pastor Ted Wilson, disse que acredita que muitas pessoas estarão no céu pela influência das músicas de Delker. “Que nossos músicos adventistas e cada um de nós se concentrem nas características encantadoras da abordagem gentil e emocionada de Del Delker, que levou muitas pessoas à sala do trono dos céus”, escreveu em sua página no Facebook.

Escrito por Suzaeny Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *