Jornalismo
assistir ouvir

Gravadora Novo Tempo realiza primeiro encontro de cantores

A Gravadora Novo Tempo reuniu na última semana, entre os dias 13 e 14 de março, seus cantores para receber orientações sobre como conduzir uma carreira musical. O evento, intitulado de “Encontro de Adoradores”, recebeu também líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia que enfatizaram a relevância do trabalho feito pelos músicos, tanto no Brasil quanto no exterior.

Além disso, a gravadora levou representantes de importantes empresas ligadas à música, como Spotify, Deezer, Associação Abramus e OneRPM, que esclareceram como o trabalho musical pode tomar grandes proporções se for bem gerenciado.

Segundo Arthur Fitzgibbon, diretor da One RPM no Brasil, esse contato é um processo importante de aprendizado, principalmente quando se fala em conteúdo musical para internet. “É preciso contagiar e engajar os artistas para que eles entendam a prioridade de entrar imediatamente no digital. Não é abandonar o velho, é trabalhar o modelo antigo com esse modelo novo”, explica o diretor.

A cantora Cíntia Alves diz ter sido algo bem diferente, já que sempre que os cantores estão juntos é para uma apresentação musical. Ela diz que saiu do encontro com uma visão diferente de como estar em contato com o público. “A gente aprendeu a como lidar com nosso público, a nossa identidade, de passar para eles o que eles gostam”, conta Cíntia.

Já o cantor Daniel Lüdtke, que alcança todas as idades com suas composições, comentou que tudo o que foi passado no evento vai refletir na vida das pessoas que acompanham seu trabalho. “Com certeza a gente vai ter mais vontade, mais engajamento para fazer diferença na vida das pessoas com as nossas canções”, afirma ele.

O encontro também abordou técnicas de entrevista para que os cantores estejam melhores instruídos na hora de falar com a mídia, seja em programas da Rede Novo Tempo ou nos demais meios de comunicação por onde passam. O palestrante desse tema e gerente de jornalismo da Novo Tempo, Wagner Cantori, explica que um ministério musical é muito mais do que só música. “Quando um cantor sabe dar uma boa entrevista, ele sabe se colocar, dizer a emoção e o sentimento que aquele ministério está realizando na vida dele. E essa produção faz completa diferença na vida do público”, aponta o jornalista.

Os cantores ainda tiveram alguns momentos para conversar, contar novidades e planos futuros, além de assistirem a uma apresentação da 29ª formação do Quarteto Arautos do Rei.

Para o diretor da Gravadora Novo Tempo, Tito Rocha, o objetivo foi alinhar ideias, mostrar a filosofia da igreja e da Novo Tempo, incentivado cada vez mais o cuidado e profissionalismo com a carreira artística.

Escrito por Lucas Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *