Jornalismo
assistir ouvir

Conheça a verdadeira história da foto do urubu que espera criança morrer

Por muitos anos, a foto acima foi utilizada para sensibilizar milhares de pessoas quanto ao tema da fome na África. Conta-se, ou pelo menos se subentende, que a menina da foto virou alimento de urubu, e que o fotógrafo suicidou-se, após um ano, vítima de remorso. A famosa imagem, tirada em uma aldeia do Sudão, rendeu um prêmio Pullitzer ao fotógrafo Kevin Carter.

Contudo, uma investigação realizada pelo jornal espanhol El Mundo, na zona de Ayod, no sul do país africano onde a foto foi tirada, comprovou que a menina magérrima retratada na publicação de 1993 não morreu nesse momento, nem poucos dias depois. Segundo o pai da criança, a pequena morreu, após quatro anos, “de febres”.

No momento da sua publicação no The New York Times, a foto desencadeou uma série de polêmicas ao redor do mundo, gerando críticas ao fotógrafo sul-africano.

A história de que Kevin Carter teria cometido suicídio por remorso, também não é verdadeira. De acordo com as investigações, Carter, que se matou no dia 27 de julho de 1994, padecia de diversos vícios, tinha muitas dívidas e estava afetado pela perda de amigos, alguns mortos nos distúrbios da efervescente África do Sul pré-Mandela. Inclusive, ressalta o jornal El Mundo, Carter já havia tentado o suicídio antes da famigerada foto.

De acordo com o El Mundo, a suposta menina era, na verdade, um menino chamado Kong. Segundo o jornalista Alberto Rojas, a criança sobreviveu ao período de fome que afetava o país, vindo a falecer quatro anos mais tarde.

Além disso, se a foto for vista em alta resolução, é possível distinguir uma fita branca em suas mãos. O objeto, diz o jornal, identificada que o pequeno Kong recebia ajuda das Nações Unidas, que tinha um centro de apoio a 10 metros do local da foto.

Outro fato interessante é que o urubu não comeu, na ocasião, mais que fezes desta e de outras crianças.

Da Redação, com base na notícia postada no seguinte link: http://www.observa.com.uy/MasLeidas/nota.aspx?id=109206

9 respostas para “Conheça a verdadeira história da foto do urubu que espera criança morrer”

  1. glaucia da cruz ramos disse:

    seráque com uma imagem dessas os governantes que se julgam donos de tudo quanto deus criou nao conseguem se sensibilizar em, relaçao a quantidade de alimentos que sao deperdiçados so pelo o egoismo de nao serem doados aos mais necessitados.? isso me entristece pois tenhos filhos e ja sofri .por um filho meu me pedir o que comer e eu como mae nao ter para dar

  2. Bruna disse:

    isso é uma tristeza p todos nos,,,,, os africanos passam mitas fomessss

  3. MARLUCIA DA SILVA ROCHA MOTA disse:

    Felizmente o menino Kong sobreviveu..e qtos nao resistiram?? que morreram pelos caminhos, tendo que ser largado pelos pais, E vem a pergunta que nao quer calar: O QUE ESSES INOCENTES FIZERAM PRA MERECER TAL SORTE?? onde está as riquezas desse país?? onde se escondem esses politicos miseraveis que sugam a boa fé das pessoas e depois somem??

  4. leticia oliveira carvalho disse:

    nossa que tristesa agente tem tudo e reclama!

  5. Guilherme disse:

    A criança da foto é HOMEM ou MULHER? Não ficou bem esclarecido no texto.

  6. M.C. disse:

    “Os africanos passam mitas fomessss” ??

    “que morreram pelos caminhos, tendo que ser largado pelos pais”

    Por favor vão aprender gramática, (no primeiro caso nem preciso explicar, no segundo exemplo plurais e acentuação) antes de resolverem escrever em público por favor!

  7. Rodrigo RCC disse:

    A pessoa que escreveu essa matéria paga enganar uma ou outra pessoa… POBRE COITADA. Deve estar achando que o mundo é maravilhoso! Vai dar um giro por países do continente africano, fera! Aliás… se a sua grana estiver curta… faz um giro por lugares pouco visitados do próprio Brasil. Vai ver cenas como a da foto ALGUMAS VEZES! A ganância do homem destruiu o mundo! Quase não se ama mais o próximo. Só a si. Se liga!

  8. Eunice Machado Gazzo disse:

    Como pode alguém ainda se preocupar com gramática diante da expressão dos nossos sentimentos ainda “humanos’? Por acaso vivemos num mundo perfeito? Onde vírgulas e acentuações servirão para se exercer atos de amor e humanidade? Quem é esse “público” com o qual te importar? Certamente é formado por aqueles “cultos” que não fazem nada para diminuir a dor do oprimido!

  9. Montenegro disse:

    “Além disso, se a foto for vista em alta resolução, é possível distinguir uma fita branca em suas mãos. O objeto, diz o jornal, identificada que o pequeno Kong recebia ajuda das Nações Unidas, que tinha um centro de apoio a 10 metros do local da foto.”
    De fato, como a foto bem o COMPROVA, parece que por conta desta fitinha a criança recebeu tantos cuidados que estava obesa.
    Estava a dez metros do local, gente! Era só ir lá e pegar!

    É cada uma que a gente tem que ler…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *