doe agora Jornalismo Jornalismo

Instalado em Brasília, sonegômetro alerta sobre impactos de não pagar impostos


Um “sonegômetro” foi instalado na área central de Brasília, na região do teatro nacional. O equipamento colocado na última quarta-feira (6), indica o montante de impostos que deveria ter sido pago, mas não foi.

Os números do “sonegômetro” já estão bem altos. Por volta das 8h, o painel mostrava que a evasão de impostos já chegava à casa dos R$ 276 bilhões. O cálculo do “sonegômetro”, é semelhante ao do “impostômetro”. O equipamento deve somar os valores sonegados desde o dia 1 de janeiro de cada ano, e ser zerado no dia 31 dezembro.

O objetivo do painel é alertar para o impacto que a sonegação tem diretamente na vida dos brasileiros. Para o presidente do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda, Aquiles Frias “o país não passaria por um ajuste fiscal e não enfrentaria recessão se esses 280 bilhões fossem arrecadados corretamente”. Frias comentou ainda que “o valor, por si só, evitaria o rombo estimado em mais de 170 bilhões”, previsto para as contas publicas deste ano.

Você está em: Sem categoria

Compartilhe:


Comente