doe agora Jornalismo Jornalismo

Desconto na conta de luz vai ser menor que o anunciado


A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) informou na última terça-feira (28) que os descontos na conta de luz do mês de abril por cobrança indevida vai ser de 20%, valor menor do que o órgão havia anunciado antes.

A compensação pela cobrança irregular vai ser feita de uma só vez em forma de desconto no valor da conta de luz de abril. O desconto vai variar de 2% a 20%. De acordo com a agência, no total vão ser devolvidos para os consumidores R$900 milhões, que foram cobrados nos últimos meses de forma indevida pelas distribuidoras. A agência havia informado antes que o valor a ser devolvido seria de R$1,8 bilhão caso o encargo fosse cobrado de todos os consumidores por um ano, o que não ocorreu.

Grande parte das distribuidoras cobrou encargo por um período mais curto e é por este motivo que o valor será menor. Como as distribuidoras de energia fecham as contas em períodos diferentes do mês, em alguns casos o consumidor poderá ter o desconto também em maio.

As companhias não são obrigadas a informar no boleto o valor do desconto.

Clientes de três distribuidoras não vão ser compensados, porque no houve cobrança indevida. As empresas são: Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe) e Companhia Energética de Roraima e Boa Vista Energia (Cerr).

A agência informou também que o valor cobrado indevidamente deve girar em torno de 50% a 55% valor do valor estimado.

Você está em: Reportagens

Compartilhe:


Comente