INÉDITO:
  • SEG-SEX23:30
REPRISES:

Paloma Lira conta como superou preconceito por causa de doença rara de pele


Assim que ela nasceu, os médicos disseram que ela teria apenas 24 horas de vida. Essa previsão foi dada por causa de um raro diagnóstico de ictiose congênita lamelar, uma doença caracterizada pela descamação da pele. Apesar de todo o preconceito que ela recebeu e ainda recebe de algumas pessoas, o amor da família e apoio dos amigos a fizeram olhar as dificuldades de uma maneira diferente. Ao invés de sofrer em casa, ela escolheu ser feliz. Para contar essa história, quem participa do Identidade Geral é a Paloma Lira.

Você está em: Entrevistas

Compartilhe:


Comente



  • Ana Carolina em 12/17/2018 10:14

    Olá tudo bem? Sou Ana Carolina também sou portadora de ictiose lamelar sou de itatiba sp