INÉDITO:
  • DOM22:00
REPRISES:
  • TER14:30
  • QUA00:30
  • QUI12:00

Entrevistas

  • Guilherme Canever conta curiosidades sobre viagem para países que “não existem”

    Guilherme Canever já viajou quase todo o mundo e conheceu países que não são reconhecidos pela Organização das Nações Unidas. No Identidade Geral ele conta essa experiência e fala de como são esses países que “não existem”.


  • Andrea Conrado ajuda a transformar vida de crianças através do sonho

    Ela é bacharel em relações internacionais e economia pela George Washington University e graduada em especialização em construção da paz e resolução de conflitos pela American University. Esse currículo aliado à experiência de vida dela, que foi para a África ajudar famílias carentes, e também à sua infância, que foi em grande parte perto das periferias de São Paulo, a fizeram ter um olhar de amor, carinho e de preocupação com jovens e crianças de comunidades carentes. Hoje, ela auxilia centenas de pessoas na periferia da capital paulista com um projeto que incentiva a educação, a cidadania e mostra para as crianças que é possível sonhar. Wagner entrevista no Identidade Geral Andrea Conrado.


  • Guilherme Canever fala sobre choques culturais que viveu em viagens pelo mundo I Identidade Geral

    Ele é engenheiro florestal, atuava na área, tinha uma vida estável. Tudo parecia estar correndo normalmente, até que um dia o sonho de viajar o mundo falou mais alto. Desde 2009 ele saiu conhecendo dezenas de países da África, da Ásia e da Europa. Além disso, ele viajou para países que existem, mas não são reconhecidos pela Organização das Nações Unidas. Lá ele conheceu a cultura desses povos e entendeu quais os motivos que levam esses países a não serem reconhecidos pela comunidade internacional. Ele já lançou três livros contando essas experiências. Wagner Cantori recebe no Identidade Geral Guilherme Canever.


  • Andrei Bedene é criador do canal ‘Você não sabia?’ no YouTube

    Andrei Bedene é dono do canal “Você não sabia?”, ele fez do YouTube o seu negócio. Hoje, ele tem quase dois milhões de inscritos no canal e dá palestras pelo mundo todo ensinando como empreender com o YouTube.


  • Suely Franca ensina como ter qualidade de vida mesmo sofrendo de dores crônicas

    Viver com uma dor que você não sabe se um dia vai embora é uma angústia que muitas pessoas carregam. A dor física que a cada hora aparece em um lugar e se estende até a nossa mente não é algo simples de lidar. A Suely Franca aprendeu isso de um modo muito difícil, já que carrega uma dor crônica que não vai embora de jeito nenhum. Ela é pós-doutoranda em psicologia, especialista em dor pelo Hospital Israelita Albert Einstein e autora de um livro que conta a história de mulheres que passam pelo mesmo problema que o dela.


  • Sylvain Romain se dedica há 40 anos a falar sobre cristianismo para muçulmanos

    Os muçulmanos estão espalhados por todo o mundo e se tornaram a religião que mais cresce. Se continuar assim, até o final desse século eles devem superar os cristãos como o maior grupo religioso, segundo dados do Instituto Pew Research.

    O pastor Sylvain Romain, da França, decidiu estudar mais sobre o Islã e há 40 anos se dedica a falar sobre a mensagem cristã que acredita para os povos árabes.


  • Alexandra Loras fala sobre a importância da mulher e também sobre racismo

    Ela foi nascida e criada na França, e por lá se consolidou como apresentadora de televisão. No entanto, abandonou tudo para seguir o marido até o Brasil e atuar com consulesa da França aqui no país. Desde então, ela tem se tornado referência em questões raciais e também para mulheres que buscam ter um protagonismo na sociedade.

    Na semana do Dia Internacional da Mulher você acompanha a conversa que Wagner Cantori teve com a empresária, autora de livros, palestrante e consultora de empresas, Alexandra Loras.


  • Paulo Henrique cria primeiro desenho animado brasileiro exclusivamente em libras

    No Brasil, cerca de dez milhões de pessoas são surdas e, apesar da língua brasileira de sinais, conhecida por Libras, ser o segundo idioma oficial do país, nem 10% da população sabe se comunicar através dessa língua. Para tentar mudar essa realidade, o diretor e animador Paulo Henrique decidiu criar um projeto inovador na internet. Ele desenvolveu uma animação infantil chamada “Min e as Mãozinhas”, que é o primeiro desenho inteiramente em Libras no Brasil.


Página 1 de 6112345...102030...Última »