Clique aqui e Saiba mais
doe agora TV TV
INÉDITO:
  • TER21:00
REPRISES:
  • DOM07:30
  • TER00:30
  • QUA09:00
  • QUI14:30

Borderline e Psicopatia


novotempo.com/consultoriodefamilia
facebook.com/consultoriodefamilia.nt
Instagram: @consultoriodefamilia.nt

Todas as terças-feiras AO VIVO 21h.
Horários alternativos: Quarta 9h, Quinta 14h30, Domingo 10h e Terça 00h30.

Você está em: Consultório de Família

Compartilhe:


Comente



  • Monica Herrera em 5 de abril de 2017 18:52

    Boa Tarde, adotei uma menina de 3 anos e 10 meses, hoje ela está fará 8 anos dia 18/04, desde quando ela chegou em nossa casa, pude perceber algumas falhas sentimentais, estudei a psicoterapia e entendi as falhas das fases oral, anal, enfim as fases necessárias. Fui buscar florais, com um tempo fui buscar a fitoterapico, e desde set/15 fui ao neuropediatra, o que disse que ela tinha traços muito fortes para a manipulação, mas a dosagem do medicamento ficou por 1 ano falho. Em set/16 fui em outra neuropediatra que acertou a dosagem e minha filha melhorou em 60% em seus comportamentos, porém atualmente o remédio perdeu o efeito. E comecei a estudar sobre os psicopatas, e tem todos os traços que ela apresenta. “O sofrimento do outro não afeta”. Quando ela chegou em casa, lá em fev/13, ela não chorava, não sentia cocegas, não tinha paladar. Já não sei se ela realmente chora ou se ela, aprendeu a chorar. Porque a última palavra é sempre dela. Toda consequência dada a ela, traz outras atitudes piore. Existe um planejamento para tudo que vai fazer e sempre é a vontade dela. Preciso muito de ajuda.



  • Sirlene em 24 de abril de 2017 13:48

    Como desmascarar o psicopata?



  • Márcia em 25 de abril de 2017 23:05

    Boa noite!
    Venho parabenizar pelo programa maravilhoso! Quanto aprendizado! Sou psicóloga e a cada programa fico encantada é como se voltasse à sala de aula… empolgada em aprender, pesquisar, anotar… Obrigada!



  • Mara Olivetti em 26 de abril de 2017 19:05

    Boa noite, com relação ao borderline, a especialista convidada menciona que estas pessoas, tem geralmente um histórico de violência e/ou abuso sexual dentro da família e por um período bem grande. Abordam como a família deve se comportar com uma pessoa que desenvolveu o transtorno, mas a minha pergunta é: Se a pessoa tem o transtorno gerado pelo trauma que viveu dentro da própria família, como ele borderline, deve olhar para a família, principalmente quando a violência vem de dentro da sua casa? A pessoa também já sofreu muito e por isso desenvolveu um certo transtorno.



  • Maria Nunes de Sousa araujo em 30 de abril de 2017 9:47

    Amei o programa do dia 25 /04/17
    Gostaria de assistir novamente.



  • Alesandra em 3 de maio de 2017 16:51

    como faço para procurar ajuda , pois acredito que minha mãe tem todas as caracteristicas do Boedeline , só que ela se nega a ajuda