Clique aqui e Saiba mais

Safrinha de milho começa bem e com boas perspectivas no Estado

Se depender das condições iniciais para a implantação das lavouras de milho safrinha 2017, a colheita deverá ser farta em Mato Grosso do Sul. Porém, claro que temos que levar em conta o desenvolvimento da safra, o crescimento vegetativo das plântulas e as ameaças possíveis, como o mau tempo, especialmente as estiagens, ou os ataques de pragas às lavouras.

Conforme as últimas previsões dos organismos responsáveis, Mato Grosso do Sul deverá ter uma área cultivada com milho de 1 milhão e 800 mil toneladas. E se tudo correr conforme o esperado, a produção estadual dessa cultura poderá chegar a 9 milhões e 180 mil toneladas de milho. Uma excelente produção.

Porém, como estamos tratando de agricultura e na maior parte dela sem o recurso da irrigação, os agricultores têm que ter a sorte e rezar muito para que o comportamento do clima e do regime de chuvas seja favorável durante todo o período da safrinha. Mato Grosso do Sul se caracteriza por ter um inverno seco, dependendo do ano as estiagens podem ser mais prolongadas ou menos prolongadas, assim como o regime de distribuição das precipitações pode ser mais uniforme ou menos uniforme, podendo provocar danos maiores ou menores.

 

Fonte: Correio do Estado

Comente