Empresários ganham mais tempo para instalar placas de atendimento para autistas

Os empresários e lojistas de Campo Grande ganharam mais tempo para instalar as plaquinhas sobre atendimento prioritário para autistas nos estabelecimentos. A instalação destas placas é obrigatória, resultado de uma lei municipal que prevê multa de R$ 800 em caso de descumprimento. As fiscalizações estavam previstas para este mês, mas devem começar só em janeiro de 2020.

A instalação das placas é resultado da lei municipal 5.917/17. Ela torna obrigatória a inserção do símbolo mundial do Transtorno Espectro Autista nas placas de atendimento prioritário dos estabelecimentos. Hoje, as placas contemplam gestantes, idosos (específicas para 60+ e 80+), pessoas com crianças no colo ou com dificuldades locomotoras, deficientes físicos e obesos.

Essa norma entrou em vigor em fevereiro de 2018 e vale para todos os estabelecimentos públicos e privados como supermercados, bancos e casas lotéricas, farmácias, bares e restaurantes.

No próximo mês serão realizados dois seminários gratuitos sobre o tema para os empresários serem orientados sobre a lei e a importância dela.

 

Fonte: Campo Grande News

Comente