doe agora TV TV
INÉDITO:
  • SAB14:30
REPRISES:
  • SEG07:30
  • SEG22:30
  • SAB03:00

Bíblia Fácil Daniel – 2300 Tardes e manhãs – Parte 1


Você está em: Início, Programas, Temporada Daniel

Compartilhe:


Comente



  • Maria d ajuda Mateus Santos em 17 de junho de 2017 18:07

    Apaz do senhor e uma bênção de Deus em minha vida este estudo, eu recebir os DVD e bênção…



  • Sena em 19 de maio de 2017 15:24

    Para baixar um gráfico dos 2300 anos em Power point acesse http://www.maisrelevante.com.br/2017/05/profecia-de-daniel-2300-tardes-e-manhas.html



  • juliana em 25 de fevereiro de 2017 15:20

    Fiquei com uma duvida quanto ao ano 458.. Na verdade me perdi se o inicio fica em 457 ou 458 , para chegar ao resultado de 34 D.C .



    • Manassés em 27 de fevereiro de 2017 8:45

      Olá,

      O decreto definitivo para a reconstrução do templo foi de Artaxerxes no ano 457aC.
      Que o Senhor abençoe seu coração!



  • João correia em 13 de agosto de 2016 13:11

    Escreva seu comentário aqui. Só quero estudo biblico.



  • Eduardo Alexandre Candundo em 4 de agosto de 2016 4:16

    Bom dia prezados irmãos, queria apenas solicitar os cursos para SJA, & estudos para pequenos de evangelização! Muito obrigado, e que Deus vos abençoe ricamente.



  • cristiano gonçalves da silva em 28 de junho de 2016 22:24

    ola eu sou o cristiano, sou adv a 1 ano e mmeio,e me perguntaram de onde foi que tirei que as 2300 tardes e manhas começam nas 70 semanas. me ajudem por favor.



    • Manassés em 1 de março de 2017 14:29

      Olá,

      A profecia dos 2300 anos inicia em 457aC e finaliza em 1844dC.
      As 70 semanas (490 anos) da profecia inicia em 457aC e termina em 34dC.
      As 70 semanas estão dentro das 2300 anos da profecia de Daniel 8.
      Que o Senhor o abençoe!



  • FRANCISCA em 27 de junho de 2016 0:05

    muito enriquecedor, belo eu aprendo muito. OBG….



  • Edilson Mintijo em 1 de março de 2016 11:15

    Gostaria se possivel recebemos o estudo sobre o livro de Daniel, nem que tivessemos que pagar algo…. sem mais, aguardo resposta…



  • EDUARDULON DOS SANTOS TEIXEIRA em 6 de outubro de 2015 17:27

    DEUS MUDOU MINHA VIDA COM NOVO TEMPO



  • valdiceia martins ferreira em 14 de setembro de 2015 8:33

    quero um estudo pois e muito bom



    • bibliafacil em 14 de setembro de 2015 16:41

      Valdiceia, peça sua revista em nosso blog onde esta escrito PEÇA AQUI SEU ESTUDO.É totalmente grátis, precisa apenas preencher seu cadastro



  • RITA DE CASSIA COSTA DOS SANTOS NASCIMENTO em 5 de julho de 2015 7:03

    Bom dia gostaria de receber uma explicação sobre as 2300 tardes e manhãs sou adventista mas não compreendo muito bem este assunto me ajude por favor obrigada .



  • marta paulino da silva em 1 de maio de 2015 7:27

    Estou aprendendo muito,sou assembleiana,não quero que este programa saia do ar.



  • Steven Cartlos daRosa em 20 de março de 2015 6:12

    Obrigado. Q Deus Vos Abençoe á toda a Equipe



  • Steven Carlos daRosa em 9 de março de 2015 8:17

    Bom Dia. Eu tentei me enscrever para receber o guia de estudos de daniel mas ñ aceita o meu cpf, dando sempre erro sendo eu de Portugal



  • Claudia mascarenhas em 31 de janeiro de 2015 21:28

    Ola, gostaria de saber como conciliar hebreus 6 com as 2.300 tardes que finda no ano 1844 quando hebreus afirmar ter Jesus adentrado alem do veu quando foi morto? Sendo o livro de hebreus escrito bem antes desse tempo
    Aguardo resposta obrigada



    • Manassés em 2 de fevereiro de 2015 14:42

      Olá Claudia,

      Dizer que Jesus está no Santo ou no Santíssimo não se refere ao “lugar” e sim à Sua “obra” (atividade) sacerdotal.
      Cristo não está restringido a espaços. Quando Ele foi ao Santuário, Ele ocupou o Santuário, ou seja, assumiu como responsável pelos serviços que ocorreriam de acordo com o cronograma profético de Deus.
      Para sabermos como Cristo ministra no Santuário precisamos olhar para a revelação, para os serviços do Santuário Terrestre (Êxodo, Levítico e Hebreus).
      Deus lhe abençoe com sabedoria!



  • anderson pires da costa em 24 de janeiro de 2015 23:40

    ola,gosto muito de seus estudos,gostaria de receber via correios se possivel,um estudo completo do livro do apocalipse.desde ja agradeço.. andersonserip9@gmail.com



  • Marta Edineia Costa em 20 de janeiro de 2015 19:50

    Esse estudo é muito bom



  • glaucio em 10 de janeiro de 2015 14:18

    Otimo estudo . Continiem



  • glaucio em 10 de janeiro de 2015 14:18

    Otimo estudo



  • Wladmir ventura em 7 de janeiro de 2015 0:09

    Gostaria de receber o estudo bíblico Daniel apresentado pelo bíblia facil



  • EDUARDO em 4 de janeiro de 2015 13:52

    Um grande equivoco a interpretação “2300”, Maior equivoco ainda “juízo investigativo”



  • sandylene vidal ribeiro em 2 de janeiro de 2015 11:30

    olá bom dia gostaria de saber como faço para receber o estudo para pequenos grupos



  • elizonete Bentes silva em 17 de dezembro de 2014 18:45

    Ola boa tarde.
    Gostei muito de estudar as profecias de daniel.
    Só não consigo enviar as resposta.
    Já tentei e não consegui.
    Me ajudem



    • Manassés em 18 de dezembro de 2014 14:34

      Olá Elizonete,
      Vamos na sequencia:
      1.Acesse o site: http://www.biblia.com.br/daniel
      2.Faça o login usando seu e-mail e senha
      3.Preencha todos os questionários e click em salvar, ao preencher o último, clique em enviar.
      Abraço!



  • rossimar p silva em 13 de dezembro de 2014 9:27

    Gosto muito desse programa mais discordo em vários ponto; isso é não sou dono da verdade: E poriço não consigo entender, como as pessoas continuam pagando o dízimo; como ja disse não sou dono da verdade, se ele foi uma lei cerimonial escrita por Moises. E dada aos levíticos,ao passo que todas doutrinas se beneficiam; menos uma, gostaria se alguém me respondesse isso.



    • Manassés em 17 de dezembro de 2014 10:06

      Olá Rossimar,

      Deus tem muitos meios de ajudar o ser humano a vencer seus defeitos de caráter e, um dos que mais o Senhor tem trabalhado para tirar do coração humano é o egoísmo. O egoísmo nos faz egocêntricos, autossuficientes e insensíveis para com as necessidades do próximo.
      Uma das maneiras que Deus criou para tirar o egoísmo de nosso coração e desenvolver em nós um caráter semelhante ao de Jesus é o sistema de dízimos. Este sistema Divino, quando adotado na vida pessoal, ajuda o dizimista a desprender-se do dinheiro, tornando-se uma pessoa liberal e mais preocupada em atender às necessidades alheias.
      Existe alguma base teológica, moral ou espiritual para a devolução do dízimo? Por que devemos devolver? No que deve ser empregado? Há na Bíblia alguma indicação de que seja realmente na quantia de 10%?
      Esta e outras questões iremos abordar no presente estudo.

      Base Teológica para o Dízimo – Velho Testamento.

      O dizimar não era prática exclusiva dos israelitas. Existem atualmente registros arqueológicos que comprovam isto:

       Registros da cidade de Ugarit (XIV A.C) mostram que este povo dizimava.
       Era praticado entre os gregos e os romanos.
       Também há um documento neobabilônico datado do século VI A.C, que relata o sistema de dizimar.
      Outro fato que merece nossa atenção é que nunca, nos cultos de adoração a Deus, os adoradores ficaram sem dar alguma oferta. “Não existe adoração sem oferta”. Isto é muito claro nas Escrituras.

      O dízimo:
      – Sempre foi no passado uma prática comum; fazia parte da vida das pessoas.
      – É de origem divina. (veremos a seguir)

      Por que devemos Dizimar?

      O dizimar está baseado no princípio de que tudo pertence a Deus e, como reconhecimento disto, devolvemos a Ele parte de nossa renda, que é dele: o dízimo.
      Isto é evidente nos seguintes textos:
      “Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam”. Salmos 24:1. “Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos”. Ageu 2:8. “Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas. Antes, te lembrarás do SENHOR, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê”. Deuteronômio 8:17-18. “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Mateus 6:33. “Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frutos das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR”. Levítico 27:30. “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida”. Malaquias 3:10.
      Ao separar o dízimo, estamos reconhecendo que nossa força para trabalhar, nossos bens, nossa família, saúde e tudo o que possuímos vem de Deus e que Ele deve estar em primeiro lugar em nossa vida; as outras coisas (bens materiais) vêm como uma consequência.
      No texto de Malaquias 3:10 claramente se vê que o dízimo é de origem divina, pois foi Deus quem pediu para trazermos os dízimos até a Sua casa.

      Onde diz na Bíblia que o dízimo deve ser de 10%?

      A palavra Dízimo vem da palavra hebraica “Malaser” e da palavra grega “Dekate”, e traduzido significa “um décimo”. Todos sabemos que “um décimo” é 10%.
      Portanto, sabemos que a quantia do dízimo deve ser 10% porque este é o significado da palavra.

      A. GÊNESIS 14: O Dízimo de Abraão.
      “E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus adversários nas tuas mãos. E de tudo lhe deu Abrão o dízimo”. Gênesis 14:20.

      1 – Neste capítulo o princípio do dízimo é altamente valorizado por Abraão, o “Pai da Fé”. Os descendentes espirituais de Abraão (todos nós) devemos fazer o mesmo.
      Ele “deu o dízimo de tudo” (verso 20). A palavra hebraica Ntn (Natham) = “dar” significa também ‘devolver’.
      Este ato de Abraão revela Altruísmo, pois:
      – Ele devolveu ao rei Sodoma os bens que eram dele;
      – Devolveu ao rei de Salém o Dízimo que pertencia a Deus.
      Abraão só teve este espírito de Altruísmo porque tinha uma íntima comunhão com Deus e porque “devolvia o Dízimo a Deus”; como vimos antes, o ato de devolver o dízimo desenvolve em nós um caráter liberal e altruísta. Se Abraão devolveu ao rei de Sodoma o que era dele, foi porque antes disso ele era um fiel dizimista e, graças a isto, ele tinha tal caráter.
      O mesmo irá acontecer conosco caso sejamos fiéis em devolver a Deus o que Lhe pertence.

      2 – O Receptor do Dízimo.
      • O Dízimo não deve ser devolvido a qualquer pessoa. Isto é visto no exemplo de Abraão, que devolveu a Melquisedeque, Rei de Salém, que era Sacerdote.
      • Deve-se devolver ao instrumento apontado por Deus.

      3 – Base Teológica para o Dízimo.

      • Deus é o Criador. Ele tem direito de propriedade:
      “Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos”. Ageu 2:8.

      • Deus é quem dá as bênçãos.
      “A benção precede o ato de Dizimar. Sem essa bênção preliminar é impossível dizimar”. Portanto, se todos somos abençoados por Deus, devemos devolver o dízimo.
      Nós, humanos, somos mordomos de Deus; administradores dos bens que Ele dá. A verdadeira mordomia cristã consiste em dedicar a Deus todos os nossos talentos, inclusive o dinheiro. A seguinte frase ilustra bem como é a verdadeira mordomia: “Mordomia é a resposta do crente a tudo o que Deus fez e tem feito por nós”.

      • Deus preserva a vida humana. (Gênesis 14:20)
      Nossa vida e a de todos os seres do universo dependem de Deus. Sem Ele, nenhuma criatura pode subsistir. A Bíblia diz que o Senhor Jesus é quem sustenta a todos com a vida:
      “Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste. Ele é a cabeça do corpo, da igreja. Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as coisas ter a primazia, porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude”. Colossenses 1:17-19, grifo meu.
      “A vida é tão frágil que não pode ser plenamente preservada por esforços humanos”.
      ] Assim, pode-se afirmar que “dizimar é rejeitar o egoísmo”.

      B. GÊNESIS 28: 10-22: O Dízimo de Jacó.

      1 – O compromisso de Jacó com Deus.
      Disse ele: “Então o Senhor será o meu Deus” (verso 21). Isto nos ensina que “a entrega a Deus antecede o ato de dizimar”. Não podemos dizimar sem antes nos entregarmos a Deus totalmente (antes de devolver o dízimo, Jacó fez uma entrega de si mesmo a Deus).
      Quando não temos vontade de dizimar é porque tal entrega não foi completa; precisamos do Espírito Santo para nos ajudar a dar o coração e as afeições a Deus.

      2 – O Cuidado de Deus por Jacó.
      Neste capítulo, Deus prometeu a Jacó:
      – Descendentes;
      – Proteção;
      – Terras;
      – Bens.

      Deus abençoa em todos os setores da vida aquele que entrega sua vida a Ele e devolve o dízimo. Ele nos convida a fazermos este teste. Se Jacó foi abençoado, nós também o seremos.
      Lembremos:
      “Deus escolheu a Abraão; mas este também escolheu a Deus”.
      “Deus escolheu a Jacó; mas este também escolheu a Deus”.
      “Deus nos escolheu; devemos escolhê-lo”.
      Somente assim estes grandes homens receberam as bênçãos de Deus e conosco não é diferente. Como prova desta escolha, devolveram o dízimo. Estamos dando a Deus aquilo que lhe pertence por direito?
      Veja que promessas lindas Deus fez a Jacó:

      “Eu te darei a terra”;
      “Eu sou contigo”;
      “Eu cuidarei de ti”;
      “Eu te trarei de volta”;

      Estas bênçãos não são exclusivas para Jacó! São para nós também, caso sejamos fiéis a Deus em tudo:

      Receberemos a Nova Terra;
      Deus sempre será conosco;
      Deus sempre nos cuidará;
      Deus nos trará de volta para o paraíso perdido e para os Seus braços de amor.

      3 – Jacó fez um voto.
      Decidiu que seria fiel ao Senhor na devolução do dízimo.

      4 – Jacó Adorou.
      Jacó uniu a adoração com o ato de dizimar, pois na Bíblia um está ligado ao outro.
      Pesquisando a história, vê-se que os conceitos de adoração e do dízimo sempre foram conhecidos mesmo entre os pagãos e o são até hoje.
      Mesmo entre os pagãos, há ainda hoje a dedicação de um dia exclusivo de adoração aos seus deuses e a devolução do dízimo; isto leva à conclusão de que:
       Sempre existiu na mente humana a ideia de que há um dia de guarda; como sabemos, a Bíblia diz que este dia é o Sábado;
       O dízimo sempre fez parte da adoração a Deus.
      Isto continuará, pois assim como Deus é eterno, a adoração a Ele e os ‘modos de adorá-lo que Ele estabeleceu’ são eternos – neste caso, a guarda do sábado e a devolução do dízimo.
      “Dizimar é parte integrante do ato de adoração”.
      Alguns teólogos dizem: “o Velho Testamento foi abolido”. Mas, então, por que eles continuam pregando sobre a importância de devolver o dízimo?
      Há muita incoerência em afirmar também que a guarda do sábado foi abolida. É incoerente o argumento de muitos autores a respeito deste assunto, pois eles pegam o que lhes convém no Velho Testamento (caso do dízimo) e lançam fora o que não lhes convém (a guarda do sábado). Ora, como vamos aceitar um ensinamento e rejeitar outro, sendo que ambos estão unidos? Lembre-se: “a adoração e o ato de dizimar estão ligados um ao outro”.
      Muitos dizem que o mandamento do sábado não foi repetido no Velho Testamento; mas uma ordem de dizimar também não o foi; assim como o dízimo, a guarda do sábado foi “confirmada” no Novo Testamento; não foram repetidos porque não havia necessidade, pois as pessoas da época seguiam muito bem estas instruções (lembrando de que a guarda do sábado é mencionada no Novo Testamento).
      Se tivéssemos de abolir a guarda do sábado porque este mandamento não foi repetido de modo “direto” (foi repetido “indiretamente” através do exemplo de Jesus, Virgem Maria e dos apóstolos), também teríamos de abolir em todas as igrejas evangélicas o ato de dizimar.
      Devolução do dízimo e adoração a Deus no sábado estão ligados em um mesmo princípio.

      Base Teológica para o Dízimo – Novo Testamento.
      No Novo Testamento (N.T.) não existe uma passagem Bíblica que mande dizimar; mas há passagens que confirmam esta prática. Não há nada no N.T. que rejeite a prática do dízimo. Como vimos anteriormente, não foi preciso repetir de modo direto este mandamento porque era uma prática tão comum que não necessitava de lembrar as pessoas. (assim como a guarda do sábado). Como “não existe adoração sem oferta”, não foi preciso repetir.
      Alguns textos que mencionam o dízimo no Novo Testamento:

      A. HEBREUS 7:1-10.
      Neste texto há a menção do dízimo, mostrando que o apóstolo sabia sobre o assunto.
      “Existe uma continuidade sabática de dízimo no Novo Testamento”.
      Devemos adorar a Deus no dia que Ele escolheu e devolver aquilo que Ele pediu.

      B. Lucas 18:12: “Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho”.
      Neste contexto, Jesus condenou a justiça própria dos fariseus e não o ato de dizimar. Os fariseus usavam o dízimo como meio de adquirir a misericórdia de Deus.

      C. Mateus 23:23 – Lucas 11:42.
      “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!” Mateus 23:23 – grifo meu.
      “Mas ai de vós, fariseus! Porque dais o dízimo da hortelã, da arruda e de todas as hortaliças e desprezais a justiça e o amor de Deus; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas”. Lucas 11:42 grifo meu.
      Jesus não disse aos fariseus para não dar o dízimo; Ele disse que eles deveriam “fazer estas coisas sem omitir aquelas”, praticar a justiça, a misericórdia e a fé juntamente com o ato de dizimar.
      Jesus, de modo claro, confirmou a validade da prática de dizimar. Esta prática só terá valor se cultivarmos um bom caráter e nos lembrarmos de ajudar aos órfãos e necessitados. Dizimar sem demonstrar misericórdia para com o semelhante não é frutífero para a vida do cristão.

      D. I Coríntios 9:13-14.
      “Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho…” I Coríntios 9:13-14.
      Aqui Paulo traça um paralelo entre os levitas (V.T.) e os obreiros do N.T. Implicitamente endossa a prática do dízimo.
      O Dízimo é designado por Deus para a pregação do evangelho. Se não fosse o sistema de dízimos, não teríamos os pastores nos presidindo, os obreiros e outros trabalhadores que dedicam suas vidas em levar o evangelho.
      É graças ao sistema de dízimos que a igreja adventista pode fornecer cursos bíblicos e outros materiais gratuitos às pessoas. Muitos não teriam conhecido as boas novas da salvação se não fosse o ato liberal e desprendido dos irmãos em separar o dízimo.
      Jesus nunca condenou o dízimo, mas o seu mau uso.

      Não dar o dízimo é um roubo a Deus?
      “Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas”. Malaquias 3:8 – grifo meu.
      Este texto é muito claro. Cada vez que a pessoa deixa de devolver o dízimo, está roubando a Deus, o que é muito grave. Se a pessoa tem a audácia de roubar a Deus, imagine o quanto pode fazer com um ser humano. Roubar a Deus faz com que roubar as pessoas seja mais fácil.
      Uma das consequências de roubar a Deus é a maldição: “Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda”. Malaquias 3:9.
      Tive a oportunidade de conhecer um obreiro bíblico muito dedicado, chamado Luiz. No período em que morei com ele e sua esposa (também obreira bíblica), ele contou-me de sua experiência como dizimista.
      No início de sua vida cristão, ele não acreditava muito que o dízimo era o plano de Deus para a propagação do evangelho. Pensou consigo mesmo: “Eu não vou andar dando dízimo para pastor…”
      E assim o fez. Parou de dizimar.
      Ele era uma pessoa que tinha muitos bens: casas, carros, terras e uma linda família; mas num período de três anos em que deixou de devolver o dízimo, as coisas mudaram.
      No fim deste período (3 anos) ele viu-se morando de aluguel, sem seus carros, sem os terrenos, os filhos ficaram doentes e, para comer, os vizinhos tinham de trazer comida até a sua casa.
      Pensou: “Mas o que é que está acontecendo com minha vida, meu Deus! Eu sou um cristão fiel a Ti e como pode acontecer-me isto?”. Ficou apavorado.
      Mas o Espírito Santo, sempre preocupado com Seus filhos, tocou em seu coração e o fez perceber onde estava o problema. Concluiu o irmão: “Ah! Acho que estou passando por tudo isto porque deixei de devolver o dízimo…”.
      Após uma profunda análise e oração, o irmão Luiz resolver provar a Deus. Fez o propósito de voltar a dar o dízimo e devolver tudo aquilo que tinha deixado de dar para ver o que iria acontecer.
      Num período de três anos, sabe qual foi sua situação? Ele conseguiu comprar casas, carro, dar estudo para seus filhos (um tem faculdade de computação e trabalha em um uma Associação da Igreja Adventista) e também está ajudando um filho a manter-se nos Estados Unidos, onde está estudando na área de computação, como seu irmão.
      Viu a diferença que faz na vida de qualquer um devolver o dízimo? Aquele que é fiel a Deus é muito abençoado; já o que rouba a Ele irá colher aquilo que plantou.
      Faça o propósito de ser fiel ao Senhor; não atrapalhe a Deus da dar-lhe todas as bênçãos que Ele quer. A decisão é sua.

      “Mas o Dízimo não está nos Dez Mandamentos…”
      Mesmo não estando nos Dez mandamentos, o sistema de dízimos é válido, pois o não dá-lo é uma violação do 7o mandamento: “Não furtarás”. (Êxodo 20:15).
      Existem muitas outras coisas que não estão diretamente (mas indiretamente) nos Dez Mandamentos: “Oração, batismo, o amor, o perdão, o regime alimentar, a abstenção de fumar e beber, de ingerir drogas, o serviço da comunhão, o rito de humildade, o não se unir em jugo com infiéis, etc., etc.”
      Foi Deus quem criou este sistema; não o homem.
      Ao dar o dízimo, a pessoa é abençoada em tudo. Deus diz isto:
      “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida”. Malaquias 3:10.

      Qual é o verdadeiro sentimento que devemos ter ao devolver o dízimo?
      “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria”. 2 Coríntios 9:7.
      “Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o que o homem tem e não segundo o que ele não tem”. 2 Coríntios 8:12.
      A pessoa deve devolver o dízimo de boa vontade, com alegria e não por necessidade (“vou dar o dízimo para ser abençoado e ganhar muito dinheiro”) ou por imposição.
      Há pastores hoje, que além de obrigar, exploram os fiéis, cobrando-lhes altas somas em dinheiro.
      Deus não Se agrada de que as pessoas sejam exploradas. Cabe a cada um saber para quem está dando o seu dízimo, se não o está contribuindo para que exploradores continuem levando miséria às famílias.

      O Dízimo deve ser 10%. Mas, e as ofertas? Deus estabeleceu uma quantia?
      De acordo com 2 Coríntios 9:7, cada um deve contribuir “segundo tiver proposto no coração”. Isto quer dizer que cabe “ao ofertante” escolher a quantia.
      Não é errado a igreja estipular aos membros um alvo de dinheiro para construir uma nova igreja, etc. Mas será errado se alguém “obrigar os membros” a darem a quantia que o pastor quer.
      Certa vez, em uma pequena cidade, o pastor de uma igreja evangélica falava eloquentemente sobre a importância das ofertas. Em seguida, muitos foram à frente para contribuir. Entre estas pessoas, estava um homem humilde, que mal tinha uma roupa para vestir-se, desejoso de contribuir para com a igreja; ele tinha 1 real no bolso e doou o que podia.
      O “pastor”, ao ver que o homem tinha apenas um real, disse há congregação: “Vocês estão vendo a esmola que este homem está trazendo para Deus?! Ele acha que Deus é um mendigo! Como é que Deus vai abençoar uma pessoa dessas?…”
      Será que tal “pastor” estava certo? Vejamos o que a Bíblia disse sobre isto:
      “Estando Jesus a observar, viu os ricos lançarem suas ofertas no gazofilácio. Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas; e disse: Verdadeiramente, vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos. Porque todos estes deram como oferta daquilo que lhes sobrava; esta, porém, da sua pobreza deu tudo o que possuía, todo o seu sustento”. Lucas 21:1-4.
      Jesus, como de costume, estava no templo para adorar a Deus. Enquanto olhava para o movimento, viu muitos ricos dando suas grandes ofertas no gazofilácio e também uma viúva pobre. Sabe o que Jesus disse acerca da viúva?
      Ele não a rejeitou, como o fez o pastor daquela igreja com aquele homem; sabe o que Jesus disse? Veja:
      “Verdadeiramente vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos”. E sabe por que Jesus falou tal coisa?
      “PORQUE PARA DEUS NÃO IMPORTA A QUANTIA QUE DAMOS EM OFERTA, MAS SIM O QUE DAMOS DE CORAÇÃO”.
      Entre uma pessoa que dá dois mil reais de oferta e uma pessoa que dá um centavo, Deus irá valorizar mais a oferta daquele que deu com o coração e não para aparecer. Se a pessoa que deu os dois mil reais der apenas para mostrar que pode, sendo que o outro deu daquilo que tinha (um centavo), para Deus a melhor oferta será a daquele que deu um centavo, pois o fez com sinceridade.
      Pena que muitos teólogos de muitas igrejas não saibam (ou não aceitam) este princípio!
      Dê ofertas a Deus na proporção que seu coração desejar; mas devolva a Ele o Dízimo (10%) que Lhe pertence.
      Você está sendo fiel, querido membro de igreja (ou não), em devolver o que é de Deus? Está sendo fiel, pastor de igreja, no uso do dízimo? Está respeitando a decisão de cada irmão em ofertar de acordo com o que está proposto em seu coração?
      Se não o estiver fazendo, peça a Deus que lhe ajude e que perdoe o seu pecado, e Ele o fará. Faça uma breve oração neste momento e peça o auxílio do Espírito Santo em sua jornada como dizimista e como administrador do dinheiro do Senhor. Deus está mais desejoso de dar o Espírito Santo aos Seus filhos do que um pai em dar alimento para seus filhos:
      “Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” Lucas 11:13.



  • leidiana dias pires em 7 de dezembro de 2014 20:26

    Adoro o seu programa não perco.



  • leidiana dias pires em 7 de dezembro de 2014 20:24

    Gostaria de ganhar uma Bíblia dessa como fazer pra mim conseguir.



  • joaquim lucena em 13 de novembro de 2014 13:58

    quero responder o questionario sobre profecias de danial e não estou encontrando. manual diz que para en viar asa respostas pela internet é só cessar o site http://www.novotempo.com/daniel mas não estou encontrando par responder. como devo fazer. aguardo resposta no meu Email



    • joaquim lucena em 13 de novembro de 2014 14:00

      Aguardo resposta no meu Email. Pois quero responder os questionários Profecias de Daniel



      • Manassés em 13 de novembro de 2014 15:34

        Olá Joaquim
        Vamos na sequencia:
        1.Acesse o site: http://www.biblia.com.br/daniel
        2.Faça o login usando seu e-mail e senha
        3.Preencha todos os questionários e click em salvar, ao preencher o último, clique em enviar.
        Abraço!



        • joaquim lucena em 13 de novembro de 2014 15:58

          estou acessando o site, mais não estou encontrando onde fazer login para responder as questões



    • Manassés em 13 de novembro de 2014 15:35

      Olá Joaquim
      Vamos na sequencia:
      1.Acesse o site: http://www.biblia.com.br/daniel
      2.Faça o login usando seu e-mail e senha
      3.Preencha todos os questionários e click em salvar, ao preencher o último, clique em enviar.
      Abraço!



  • Sônia regina ribeiro em 9 de novembro de 2014 20:39

    Gostaria de receber em minha casa revista de estudo biblico



  • JOSE FLÁVIO ALVES em 25 de outubro de 2014 19:22

    gostaria de receber o guia de estudos biblia facil



  • alcenor em 25 de outubro de 2014 17:32

    Esses estudo são muito edificante e de muita avalia para nossas vidas tanto no espiritual como no cotidiano obrigado por rsse bom trabalho que o Senhor Jesus Cristo voz abençoe! !!!



  • Tania Maria de souza silva em 8 de outubro de 2014 15:18

    acompanho o programa novo tempo gostaria de receber a revistada profecia de Daniel para
    poder seguir com o estudo que é uma maravilha,uma benção de Deus quero recebe-la em minha casa quero entender o ensinamento para enriquecer espiritualmente obrigada.



  • fabricio em 7 de outubro de 2014 8:54

    Muito bom!



  • alan em 27 de setembro de 2014 14:45

    muito bom



  • Zelia Coutinho Nascimento em 17 de setembro de 2014 10:20

    Tenho aprendido tanto ao assistir as programações da Bíblia Fácil, quero agradecer a DEUS por tudo quanto Ele tem feito ao Pr Arilton para passar a mensagem com tanta clareza. Que Deus continue conosco. Amei ver o casal se entregar a Jesus publicamente, que DEUS seja louvado.



  • osvaldo camilo em 30 de agosto de 2014 16:04

    pastor Arilton estou orando por ti para que Deus o mantem com toda a sabedoria vinda de seu trono de graça, sou Homem de estudo bíblico, pela graça de Deus, Eu e minha esposa saímos de casa uma e meia da tarde e só voltamos às dez da noite, damos 13 estudos por semana ; que Deus nos abençoe, e Jesus volte logo pois estou cansado desse mundo



  • osvaldo camilo em 30 de agosto de 2014 15:44

    sinto muito feliz em fazer parte de um povo que Deus escolheu para decifrar as profecias deste livro maravilhoso chamado bíblia sagrada cada vez mais estou convicto de que faço parte da mulher descrita no apocalipse



  • Mar em 18 de agosto de 2014 16:32

    Fico muito feliz aprendendo com este programa , creio no aprendizado e me sinto a caminho do céu. Espero Jesus com alegria . Ignorava tudo sobre o que é Deus , porém em janeiro de 2014, me tornei adventista e gostaria de fazer parte do Bíblia Fácil. Sou advogada em final de carreira e espero no futuro ir para missões. Agradecida .Salete



  • antonio douglas lopes em 16 de agosto de 2014 11:33

    esse programa e um chamado a ovelhas perdidas.



  • viviane sousa garanito em 15 de agosto de 2014 16:40

    quero receber o livro de Daniel



  • LUIZ LOURENÇO FERRAZ em 12 de agosto de 2014 12:44

    À UM MÊS ATRÁS ENVIEI TODAS AS LIÇÕES DE DANIEL RESPONDIDAS, ATÉ AGORA NÃO TIVE RESPOSTA.



    • Manassés em 28 de agosto de 2014 10:48

      Olá Luiz
      O material está no processo, você terá sua resposta. Fique tranquilo.
      Grande abraço!



  • Maria de lourdes em 31 de julho de 2014 15:52

    Quero responder o questionário das profecias de Daniel e não consigo



    • Manassés em 29 de agosto de 2014 9:15

      Olá Maria
      Vamos na sequencia:
      1.Acesse o site: http://www.biblia.com.br/daniel
      2.Faça o login usando seu e-mail e senha
      3.Preencha todos os questionários e click em salvar, ao preencher o último, clique em enviar.
      Abraço!



  • nancelia em 27 de julho de 2014 18:09

    Boa tarde Pastor. Estou acompanhando os videos sobre o livro de Daniel.Gostaria de entender não há mais sacrifìcios pois o Templo está destruído.Quando o Templo for reconstruído terá sacrifícios como antes? Me responda com referências.Deus Seja louvado



  • marisa santos em 27 de julho de 2014 9:49

    é um pouco assustador mas eu creio em Deus e com ele passarei por todas as provas.



  • jose uilian ribeiro lima em 21 de julho de 2014 19:25

    Incrível, são estudos maravilhosos
    Que o Espirito Santo continue nos revelando a palavra de DEUS através de seus instrumentos tv,ràdio etc.



  • Ellen Valle Peixoto em 21 de julho de 2014 13:14

    Que Deus continue abençoando todos da Novo Tempo. Eu não perco o programa Bíblia Fácil, apesar de ter nascido em um berço adventista , tinha pouco conhecimento bíblico e não tinha vontade de estudar a bíblia, mas depois que conheci a novo tempo Deus colocou esse desejo em meu coração de estudar a sua Santa Palavra , agradeço muito a Novo tempo por me dar este privilegio de ser também uma Anjo da Esperança para que este evangelho seja pregado a todo mundo para então vir o fim



  • gildasio em 4 de julho de 2014 20:22

    procuro respostas e só aqui encontrarei!



  • Narciso Dala em 25 de junho de 2014 6:24

    Olá, amigos!
    Escrevo de Luanda-Angola.
    Este programa tem sido uma benção na minha vida e de muitas pessoas que têm aderido ao meu local de trabalho, temos instalado a TV NOVO TEMPO no nosso Cyber, gostaria muito de ter as mensagens em Power Point para um estudo num ambiente aberto, como posso baixá-los?
    Deus abençoe a Novo Tempo!!



  • aglair em 24 de junho de 2014 15:23

    boa tarde a esse programa maravilhoso eu sou mais uma nova estudante da bíblia.,estou gostando muito Tor tendo conhecimento da palavra de deus,estou aprendendo muita coisas que eu não sabia e em fim estou muito feliz de conhecer essa igreja adventista a cisto o programa novo tempo bíblia fácil e que deus abençoa todos vcs da bíblia fácil e um programa a abençoado por deus e e isso,fica deus



  • jeremias em 21 de junho de 2014 10:42

    Que Deus sempre esteja com voce e com outros que fazem trabalhos semelhantes, obrigado pelo aprendizado.



    • Manassés em 23 de junho de 2014 11:51

      Olá Jeremias
      Agradecemos pelo apoio e orações.
      Continue participando!
      Deus abençoe o seu coração!



  • KLEDER DA COSTA E SILVA em 10 de junho de 2014 22:04

    obrigado pelo aprendizado Deus abençoe



    • Manassés em 13 de junho de 2014 10:54

      Olá Kleder
      Agradecemos pelo apoio e orações.
      Continue participando!
      Deus abençoe o seu coração!



  • Osvaldo Max Dji em 9 de junho de 2014 18:58

    Ola pastor Arilton boa noit, peço a minha comprenção da palavra di Deus, amo muito esse programa biblia facil peço um grande abraço a todos voces ki xtão sempre estudando as profecias, por mim mesmo eu assisto todos os dias, ki Deus abençõe voce pastor, i tambem quero a revista das profecias, eu vivo em Angola, na provincia de Luanda, nu municipio di belas bairro victoria é certa, mas sempre estarei acompanhando esse programa ate a volta de cristo,muito óbrigado pastor arilton ki Deus ti abençõe i ti da mais sabediria i capacidade de compreender as profecias biblicas.



    • Manassés em 17 de junho de 2014 11:40

      Olá Osvaldo
      Agradecemos pelo apoio e orações.
      Ficamos felizes que você está acompanhando os programas e crescendo com o conteúdo.
      Continue participando!
      Deus abençoe o seu coração!



  • Evelyn em 9 de junho de 2014 8:34

    Bom Dia!! Estou amando esse programa. A TV Novo Tempo está de PARABÉNS, pois sua programação é toda uma benção. Não sou Adventista, mas admiro muito esta religiãio e até comprei o livro de Daniel e a Biblia Fácil para acompanhar o programa, Deus abençoe a todos que fazem parte desta emissora de tv.



    • Manassés em 16 de junho de 2014 9:00

      Olá Evelyn
      Agradecemos pelo apoio e orações.
      Continue participando!
      Deus abençoe o seu coração!



  • antonio aparecido de queiroz em 8 de junho de 2014 22:22

    DEUS SEJA LOUVADO {E CONHECERAS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARAS } OBRIGADO JESUS POR ESSE ESTUDO . OBRIGADO PASTOR MISSIONARIO



  • MARIA DE FÁTIMA SOUSA DA SILVA. em 5 de junho de 2014 15:25

    Gosto muito de assistir os programas da novo tempo. Tenho aprendido bastante,acho-os esclarecedores, pois pelo incentivos deles , estou estudando a “Bíblia”.



    • Manassés em 13 de junho de 2014 11:52

      Olá Maria
      Agradecemos pelo apoio e orações.
      Continue participando!
      Deus abençoe o seu coração!



  • mariacleusa gomes de freitas em 3 de junho de 2014 14:55

    gostaria muito de receber o guia de estudos sobre a biblia facil mas esta dificil eu conseguir não sei o que esta acontecendo não esta dando certo p/ mim



  • Maria de Fatima da Silva Gonçalves em 2 de junho de 2014 15:48

    Esta sento muito legal ente estudo de Daniel



  • Neuma Bezerra da Cunha em 26 de maio de 2014 14:23

    Boa Tarte !! Comprei o livro de Daniel e estou acompanhando os programas do estudo do mesmo, feito pelo PR. Arilton. A cada estudo eu e meu esposo ficamos encantados com a história de Daniel e como o Pr. Arilton ensina ,homem de Deus, simples, preparado intelectualmente e mais ainda, na palavra de Deus . Um homem com formação Superior e Graduado. Mas o que me deixa encantada; o homem Espiritual. Que Deus abençoe e capacite sua caminhada cada vez mais. A paz.



  • Jemilly Brenda Santos em 17 de maio de 2014 18:32

    Pastor, tem um verso da profecia que o senhor não sitou. Daniel 9:26. O que foi interpretado dele?



    • Jemilly Brenda Santos em 17 de maio de 2014 20:25

      Olá pastor, o irmão pulou o verso 26 do capitulo 9 e quando falou do verso 27 parou na metade, outra coisa que não entendo é que no verso 26 esta escrito: ” E depois das sessenta e duas semanas será tirado o Messias e não será mais: e o povo do príncipe (letra minúscula), que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra: estão determinadas assolações. 27 – “E ele (o príncipe do verso anterior, também em letra minúscula) firmará um conserto com muitos por uma semana: e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações vira o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador. Pastor, no verso 25 está escrito Príncipe, se referindo ao Messias em letra maiúscula e, também no verso 26 esta escrito Messias com letra maiúscula, porque, então, é considerado que o concerto de uma semana foi feito entre o Messias e muitos e não entre o príncipe das trevas muitos? Perceba que no verso 26 é dito que o Messias será retirado e não será mais e depois disso os versos finais falam somente de assolação, abominação e guerra?
      Por favor me esclareça.

      Deus abençoe!

      Brenda Santos



      • Manassés em 19 de maio de 2014 14:08

        Olá,

        No verso 25, Gabriel fala na visão que sobre “o Principe” e no verso 26 ele fala sobre “um principe”.
        Quando ele chama o Messias de Principe, ele usa um artigo definido, mas no verso seguinte ele usa um artigo indefinido (um) e entrega a profecia para a conclusão do seu leitor ou ouvinte. Entretanto, sabemos que se trata sempre de Jesus Cristo.
        Deus lhe abençoe ricamente!



    • Manassés em 19 de maio de 2014 14:20

      Olá Jemilly
      O verso 26 fala sobre a morte do Messias, que ocorreria após as 62 semanas. Em seguida apresenta outra informação importante, a destruição definitiva do tempo que ocorreria como uma tragédia comparada a um dilúvio. Essa profecia da destruição ocorreu no ano 70dc.

      Acompanhe a explicação completa sobre as 70 semanas:
      Aos 30 anos de idade, começando Seu ministério no ano 27 d.C., Jesus cumpre uma das mais lindas profecias de tempo que predizia o tempo de Sua unção (Seu batismo em 27 d.C.), o ano de Sua morte e o fim do tempo determinado para a nação de Israel como representante de Deus aqui na terra. Isso aconteceu com o apedrejamento de Estevão no ano 34 d.C., mas, de onde vieram todas essas datas precisas?
      Vejamos o capítulo 9 de Daniel versos 24 a 29:
      “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, para dar fim aos pecados, para expiar a iniquidade, para trazer a justiça eterna, para selar a visão e a profecia e para ungir o Santo dos Santos. Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Ungido, ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos. Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas. Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele.”
      Em profecia, 1 dia representa 1 ano literal (veja Ezequiel 4:6-7; Números 14:34). Setenta semanas representam 490 anos literais. Qual é a data que marca o início desse período profético? O verso 25 responde: Sabe e entende: “desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém”. Isso sucedeu quando Artaxerxes, rei da pérsia decretou a reconstrução de Jerusalém no ano 457 a.C. (ver Esdras 6:14 e 7).
      A reconstrução do templo levaria 7 semanas, ou seja, 49 anos. O início da reconstrução aconteceu no ano 457 a.C. e terminou em 408 a.C. (total de 49 anos ou 7 semanas).

      457 – 49 = 408 a.C.

      A profecia nos diz então que depois das primeiras 7 semanas (ou 49 anos), mais 62 semanas (ou 434 anos) seriam necessárias para o batismo de Jesus (até ao Ungido) que aconteceu no ano 27 d. C. Faça as contas. Já estamos no ano 408 a. C., ao término da reedificação de Jerusalém. Até ao Ungido, mais 62 semanas ou 434 anos. Vejamos o cálculo:
      408 – 434 = – 26

      Contudo, esse cálculo não conta o primeiro ano que começa com zero. Portanto deve ser adicionado mais um ano ao cálculo, o que nos leva ao número ano 27, data do batismo de Cristo. De acordo com o texto, seriam necessárias 7 semanas mais 62 semanas para “ungir o Santo dos Santos”. Outra forma de fazer o cálculo é somar 62+7 que é igual a 69 semanas, ou 483 anos. Calcule então. Vamos pegar a data inicial da profecia, ano 457 a.C. e subtrair 483, levando em conta o primeiro ano que não é contado.

      457 – 483 = – 26 (mais 1 referente ao primeiro ano nos leva a 27 d. C.

      Esta foi a data do batismo de Jesus. Tudo isso era necessário se cumprir, pois estava predito por Daniel 500 anos antes. A profecia ainda fala de uma semana e que na metade da semana Ele “fará cessar o sacrifício” (Daniel 9:29). Metade de uma semana são três dias e meio ou três anos e meio, profeticamente. Portanto a profecia faz alusão à morte de Cristo que aconteceu no ano 31 d.C., na metade da semana, fazendo cessar o sacrifício: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38).
      Mas ainda faltam três anos e meio para completar a semana profética. Esses três anos e meio era um tempo para o povo judeu que acabou em 34 d. C. E qual acontecimento marca o final do período das 70 semanas ou 490 anos? Estevão foi apedrejado em 34 d.C., e a partir dessa data a igreja de Deus, como uma continuação do judaísmo, passou a representar Cristo e a proclamar as Boas Novas de salvação em Jesus.
      Portanto, Daniel 9 revela com precisão datas importantíssimas, confirmando o caráter profético das Escrituras e sua confiabilidade.

      Deus abençoe você.



  • Jemilly Brenda Santos em 17 de maio de 2014 17:57

    Pastor, essa profecia é muito importante, primeiramente, acreditou-se que o fim dos 2.300 anos seria a volta de Cristo. Por conta disso, acredito, que é de suma que seja mais aprofundado o estudo e melhor explicada a contagem adotada, porque muitas vezes o ano continha quantidade diferente de dias, nesse vídeo não é abordado minunciosamente como chegou-se à primeira data, considerando que lendo Esdras podemos perceber que Jerusalém começa a ser edificada desde o primeiro decreto. Sendo assim, tem que ser melhor explicado. Outra coisa, em 27 d.C. O Senhor atingiu 30 anos de idade, quando começou a era d.C. se não foi em Seu nascimento? De acordo com alguns estudos, primeiramente, foi calculada errada a data de nascimento de Cristo, qual contagem foi adotada pelos irmão ao fazer esse cálculo? Entendam, esse estudo, acabou proporcionando mais duvidas do que certezas, e posso dizer, (pois assisti aos vídeos anteriores) que esse me turbou. Por favor, respondam essas perguntas, quero muitíssimo entender.

    Deus abençoe!

    Brenda Santos

    Tenho muito mais perguntas, mas ao elucidar essas, pode ser que as outras se dissipem, por isso aguardarei a resposta, para pesar em meu coração as outras duvidas.



    • Jemilly Brenda Santos em 17 de maio de 2014 20:24

      Olá pastor,
      Quero dizer que tive o prazer de assistir ao estudo da primeira temporada deste mesmo capítulo, e sendo mais completo, foi explicado o erro de contagem do monge, referente ao nascimento de Jesus e, também, a contagem adotada pelos irmão, à partir do que se sabe sobre o período do império de Tibério Cesar, segundo o que está escrito em Lucas 3:1. Permanece, então, apenas a dúvida referente aos três decretos, levando em conta que lendo Esdras, entendemos que desde o primeiro decreto a cidade de Jerusalém já começa a ser edificada e restaurada.

      Deus abençoe!

      Brenda Santos



      • Manassés em 19 de maio de 2014 11:27

        Olá Brenda,

        A ordem para restaurar e edificar Jerusalém aparece no livro de Esdras na forma de três decretos:
        1º: Ciro – 538/537 a.C.(Esdras 1)
        2º: Dario – 519 a.C. (Esdras 6)
        3º: Artaxerxes – 457 a.C. (Esdras 7).
        Veja o que diz o professor Vilmar E. Gonzáles sobre o assunto, em seu Comentário de Daniel e Apocalipse, pág. 52:
        “O primeiro decreto surgiu exatamente ao final dos 70 anos literais do cativeiro babilônico predito por Jeremias (cap. 25). Deus usou Ciro para destruir Babilônia (Jeremias 51:11), ao mesmo tempo o usou como seu “pastor” para libertar Israel (Isaías 44:25; 45:1). Tão logo Ciro começou a reinar, baixou um decreto para reconstruir o templo em Jerusalém (Esdras 1:1-4). Houve muitos contratempos e a reconstrução do templo foi interrompida até o ano 519 a.C. Dario, agora, baixou um decreto confirmando o decreto de Ciro (Esdras 6) e a construção do templo prosseguiu até a sua inauguração no ano 515 a.C. No entanto, somente um terceiro decreto, desta vez por Artaxerxes Longimano, preenche o detalhe profético de que o período de 490 anos (70 semanas) deveria iniciar com a “ordem para restaurar e edificar Jerusalém (Daniel 9:25). Somente o último decreto ordenava a restauração COMPLETA de Israel”.

        Deus abençoe você!



    • Manassés em 19 de maio de 2014 14:28

      Olá Jemilly

      Veja sobre a data de 1844 para conclusão dos 2.300 anos da profecia:

      Alguns estudiosos se surpreendem quando subtraem 457 (a data da saída da ordem para restaurar Jerusalém) de 2.300 e notam que não atinge o ano de 1844 como data terminal das 2.300 tardes e manhãs de Daniel 8:14. Neste tipo de conta o resultado óbvio é 1843.
      Se desejamos saber matematicamente quando o referido período terminou não podemos simplesmente subtrair 457 de 2.300 pelo fato de que o primeiro montante é uma data e o segundo corresponde a número de anos. Número de anos se subtrai de número de anos, e não de datas ou vice-versa. Assim temos de converter a data de 457 a.C em número de anos a.C e então subtraí-los de 2.300, para chegarmos ao fim desse período. O decreto de Artaxerxes emitido em 457 a.C (7º ano de seu reinado) foi posto em execução no outono desse ano, isto é, faltando mais ou menos 1/4 do ano para que este terminasse, já que o ano possui 4 estações, e considerando que no hemisfério norte o outono começa entre o fim de setembro e o início de outubro. Portanto, a data é 457 a.C mas o número de anos é 456 completos mais 1/4 de 457, que ainda faltava transcorrer. Assim temos:

      data: 457 a.C número de anos a.C: 456+1/4

      Considerando que até o batismo de Jesus passar-se-iam 483 anos (7 + 62 semanas X multiplicando] 7 dias/anos), temos: 483 – 456+1/4 = 26+3/4, isto é, passados 26 anos completos da era cristã, mais 3/4 do ano seguinte ocorreu o batismo de Jesus, ou seja, o outono de 27 AD. Assim temos:

      data: 27 a.D número de anos a.D: 26+3/4

      O evento do Calvário ocorreria 3,5 anos depois do batismo. Como a conta envolve quartos e não meios, devo considerar 3+2/4 como equivalentes a 3,5 e adicioná-los a 26+3/4. O resultado será 29+5/4, ou 30+1/4. A cruz foi levantada 30 anos completos depois de Cristo mais 1/4 do ano seguinte, isto é, a primavera de 31 a.D (e sabemos que Cristo morreu por ocasião da Páscoa). Assim temos:

      data: 31 a.D número de anos a.D: 30+1/4

      Até a morte de Estêvão são mais 3,5 anos, e as 70 semanas, ou 490 anos, chegam ao fim. Somando 3+2/4 a 30+1/4 chegamos a 33+3/4 do ano seguinte, o outono de 34 a.D. Assim temos:

      data: 34 a.D número de anos a.D: 33+3/4

      Subtraindo 490 (o número de anos correspondentes às 70 semanas) de 2.300 (também número de anos) sobram 1810 anos que somados a 33+3/4 (quando terminam os 490 anos ou 70 semanas) chegamos a 1843+3/4 do ano seguinte, o que corresponde a outono de 1844. Assim temos:
      data: 1844 a.D número de anos a.D: 1843+3/4

      Chegamos a este mesmo resultado subtraindo 456+1/4 de 2300. Em outras palavras, este período profético termina em outubro de 1844.

      Deus lhe abençoe e continue estudando.
      Abraço!



      • Jemilly Brenda Santos em 24 de maio de 2014 12:24

        Muito obrigada por todas as respostas.

        Deus te abençoe!



        • Manassés em 26 de maio de 2014 15:06

          Olá Jemilly
          Agradecemos pelo apoio e orações.
          Continue participando!
          Deus abençoe o seu coração!



  • ivanir ferreira em 15 de maio de 2014 20:33

    e um prazer fazer este estudo



    • Manassés em 19 de maio de 2014 15:38

      Olá Ivanir
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida.
      Abraço!



  • rodrigo em 8 de maio de 2014 23:14

    Gostaria de receber o estudo biblico em casa endereço rua vitoria regia numero 135 parque santa delfa franco da rocha cep07809100 Deus abençoe



  • Greice em 3 de maio de 2014 21:13

    Pelo que percebi no vídeo, Rafael, os 49 anos eram para terminar a construção da cidade de Jerusalém, e não o templo…



  • BRAULIO em 2 de maio de 2014 12:26

    EU FIZ O PEDIDO DA REVISTA DE DANIEL, MAIS NÃO MIM MANDARAM, ISSO JA TEM MUITO TEMPO, ALGUÉM SABE COMO FAÇO PARA RECEBE-LA?



    • Manassés em 14 de maio de 2014 15:15

      Olá Braulio
      Se você fez o pedido certinho, pode demorar um pouco, mas você receberá.
      Deus lhe abençoe!



  • Rafael em 28 de abril de 2014 17:28

    Olá! Legal esse estudo mas tenho uma dúvida, segundo o que foi dito nessa parte o templo foi erguido em 7 semanas ou 49 anos, em João2:19-20 é dito que o templo levou 46 anos para ser edificado. Como é isso?



  • cristalia em 26 de abril de 2014 21:13

    Olá Boa Noite amei o estudo de hoje foi uma benção na minha tarde de sabado na companhia do Espirito Santo, foi mais um aprendizado e confirmou minha decisão de aceitar Jesus sentir que o espirito santo estava junto me guiando e ensinando-me a profecia.obrigado.



    • Alexandre Dietrich em 27 de abril de 2014 11:04

      Amém irmã Cristalina, o céu esta em festa por você ter aceitado a Jesus Cristo como seu Salvador pessoa.! Continue o buscando para que o Seu Santo Espírito esteja sempre com você.

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos e irmãos IASD!



  • Uarlisson Machado em 26 de abril de 2014 19:29

    Olá, Boa noite e Feliz Semana.
    Eu fui um dos que ficou de pé e aceitou Jesus de todo o coração, enquanto estava estudando a profecia junto ao pastor pelo outro lado da tela tive o coração quebrantado e as lágrimas escorreram sem sentido e sem ser por minha vontade. Acredito que seja o Espírito Santo de Deus.
    Agradeço imensamente pela palavra e pelo fim de algumas dúvidas.
    Que a Graça do nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos os responsáveis por esse programa maravilhoso.



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 20:09

      Olá irmão Uarlissom Machado, a paz do Senhor!

      Que testemunho maravilhoso! Com certeza foi o Espírito Santo que lhe tocou!

      Continue na busca da verdade, se aproxime cada vez mais de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e que Ele derrame seu Espírito Santo sem medidas sobre ti e sua família!

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • gilmarta em 26 de abril de 2014 18:05

    Eu sou adventista desde quando nasci,mas sempre tive dificuldade para entender profecias principalmente a do livro de Daniel.Portanto,achei de suma importância esse material.
    Que o Senhor continue iluminando a todos.



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 20:05

      Olá irmã Gilmarta, a paz do Senhor!

      Agradecemos por seu testemunho e fortalecimento!

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • Carlos Gutemberg dos Santos Gonçalves em 26 de abril de 2014 15:36

    Gostaria de receber as revistas sobre os programas de Daniel



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 20:02

      Olá irmão Carlos Gutemberg dos Santos Gonçalves, a paz do Senhor!

      GUIA de ESTUDO GRATUITO “BIBLIA FACIL DANIEL” (REVISTA GRATUITA).

      Para receber é muito fácil. Clique no link abaixo e solicite-o:

      Após clicar no link abaixo, se já for cadastrado, coloque seu LOGIN e SENHA. Se não for cadastrado, cadastre-se.

      http://www7.novotempo.org.br/Corporate1/formblogs/?token=B3CF59A04BC8C75853C9A99EF6188124

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • Daniel Soares Dos Santos em 26 de abril de 2014 13:54

    Gostaria de saber como posso obter o DVD deste estudo de Daniel,relativo as 2300 tardes e manhãs e a purificação do santuário,pois gostaria de compartilhar nos cultos de quarta-feira em nossa pequena igreja.



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 19:45

      Olá Daniel Soares dos Santos, a paz do Senhor!

      DVD (BIBLIA FACIL DANIEL) já está disponível.

      Ligue no 0xx21 – 2127 3000 e fale com o pessoal do telemarketing, ou

      0300 789 1111 (custo de ligação local), ou

      Clique no LINK ABAIXO e adquira pela INTERNET.

      http://www.novotempo.org.br/lojavirtual/index.asp?secao=2&categoria=16&subcategoria=57&id=8705

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 19:56

      Olá Daniel Soares dos Santos, a paz do Senhor!

      (1) Guia de estudo BÍBLIA FÁCIL DANIEL em PDF (DOWNLOAD GRATUITO). Com o respectivo VÍDEO.

      Estão disponíveis de 1 a 4, 6, 8 a 10, 12 e 15!

      Ainda serão liberados posteriormente. 5, 7, 11, 13, 14 e 16 .

      http://downloads.adventistas.org/pt/kits/estudos-biblicos-daniel/

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • marcos avelino de oliveira em 26 de abril de 2014 13:53

    nao consigo mais pedir estudos biblicos esquessi minha senha de Email nao comfirmei o estudo que ressebi fis outro Email agora nao da pra cfazer outro cadastro como fasso agora para obiter estudos



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 19:47

      Olá Marcos Avelino de Oliveira, a paz do Senhor!

      Você pode ligar para a ESCOLA BÍBLICA e ATUALIZAR seu CADASTRO.

      Fone 0xx12 21273000

      Ou

      (por e-mail, copie e envie pelo seu) bibliafacil@novotempo.com informe sua dificuldade e dúvidas!

      Por telefone o problema é resolvido mais rápido, mas se não for possível por telefone, envie sua
      solicitação de CORREÇÃO do CADASTRO por E-MAIL mesmo.

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 19:52

      Olá , a paz do Senhor!

      Enquanto você não resolve a questão do cadastro, faça o seguinte:

      (1) Guia de estudo BÍBLIA FÁCIL DANIEL em PDF (DOWNLOAD GRATUITO).

      Estão disponíveis de 1 a 4, 6, 8 a 10, 12 e 15!

      Ainda serão liberados posteriormente. 5, 7, 11, 13, 14 e 16 .

      http://downloads.adventistas.org/pt/kits/estudos-biblicos-daniel/

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • sandra de okiveira em 26 de abril de 2014 8:56

    Na revista de estudos da profecias de Daniek tem, eu pedi e chegou em minha casa, ai, eu vou
    acopanhando em casa.



    • Alexandre Dietrich em 26 de abril de 2014 19:40

      Olá irmã Sandra de Oliveira, a paz do Senhor!

      Parabéns por ter solicitado e recebido seu Guia de Estudos!

      Bom estudo!

      Fique com Deus!



  • Paulo Pires de Oliveira em 25 de abril de 2014 22:02

    As profecias de Daniel, é um maravilhoso estudo apresentado pelo Pr. Arilton Oliveira. Pena que os das chamadas denominações evangélicas nada sabem a respeito. Muitos dos quais, por pura ignorância bíblica, ainda considera a IASD como uma seita, conforme me foi dito por um pastor nos anos 80. É de tudo lamentável. Quantas bênçãos os irmãos deixam de desfrutar porque nada sabem a respeito das profecias, em geral. Que o nosso Deus seja louvado!



  • daniel sales da silva em 25 de abril de 2014 19:38

    estou muito feliz de ouvir do livro de Daniel gostaria de receber este livro



    • Alexandre Dietrich em 25 de abril de 2014 23:42

      Olá Daniel Sales da Silva, a paz do Senhor!

      (1) ESTUDOS ONLINE, clique no LINK abaixo, se já for cadastrado (a) digite o LOGIN e SENHA, se não for cadastrado (a) crie seu LOGIN e SENHA.

      http://www.biblia.com.br/daniel

      (2) GUIA de ESTUDO GRATUITO “BIBLIA FACIL DANIEL” (REVISTA)

      Para receber é muito fácil. Clique no link abaixo e solicite-o:
      Após clicar no link abaixo, se já for cadastrado, faça o LOGIN e SENHA. Se não for cadastrado, cadastre-se.

      http://www7.novotempo.org.br/Corporate1/formblogs/?token=B3CF59A04BC8C75853C9A99EF6188124

      (3) Guia de estudo BÍBLIA FÁCIL DANIEL em PDF (DOWNLOAD GRATUITO).

      Enquanto você aguarda o estudo COMPLETO chegar (REVISTA), clique no link abaixo para baixar o estudo em PDF juntamente com o vídeo respectivo

      Estão disponíveis de 1 a 4, 6, 8 a 10, 12 e 15!

      Ainda serão liberados posteriormente. 5, 7, 11, 13, 14 e 16 .

      http://downloads.adventistas.org/pt/kits/estudos-biblicos-daniel/

      (4) LIVRO – SEGREDOS DA PROFECIA (AUTOR Pr ARILTON) SOBRE o livro de DANIEL

      Clique no link abaixo para adquirir ou ligue (vendido)

      Ligue no 0xx21 – 21273000 e fale com o pessoal do telemarketing.

      https://www.cpb.com.br/produto-1565-daniel+segredos+da+profecia.html

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • maria das dores silva goes em 25 de abril de 2014 11:38

    Estou gostando muito de ouvir as explicaçoes do livro de Daniel
    e gostaria de receber este livro de 2300 tardes e manhas.
    muito bom



    • ALEXANDRE DIETRICH em 25 de abril de 2014 16:02

      Olá Maria das Graças Silva Goes, a paz do Senhor!

      (1) ESTUDOS ONLINE, clique no LINK abaixo, se já for cadastrado (a) digite o LOGIN e SENHA, se não for cadastrado (a) crie seu LOGIN e SENHA.

      http://www.biblia.com.br/daniel

      (2) GUIA de ESTUDO GRATUITO “BIBLIA FACIL DANIEL” (REVISTA)

      Para receber é muito fácil. Clique no link abaixo e solicite-o:

      Após clicar no link abaixo, se já for cadastrado, faça o LOGIN e SENHA. Se não for cadastrado, cadastre-se.

      http://www7.novotempo.org.br/Corporate1/formblogs/?token=B3CF59A04BC8C75853C9A99EF6188124

      (3) Guia de estudo BÍBLIA FÁCIL DANIEL em PDF (DOWNLOAD GRATUITO).

      Enquanto você aguarda o estudo COMPLETO chegar (REVISTA), clique no link abaixo para baixar o estudo em PDF juntamente com o vídeo respectivo

      Estão disponíveis de 1 a 4, 6, 8 a 10, 12 e 15!
      Ainda serão liberados posteriormente. 5, 7, 11, 13, 14 e 16 .

      http://downloads.adventistas.org/pt/kits/estudos-biblicos-daniel/

      (4) LIVRO – SEGREDOS DA PROFECIA (AUTOR Pr ARILTON) SOBRE o livro de DANIEL

      Clique no link abaixo para adquirir ou ligue (vendido)

      Ligue no 0xx21 – 21273000 e fale com o pessoal do telemarketing.

      https://www.cpb.com.br/produto-1565-daniel+segredos+da+profecia.html

      Que Deus ilumine muito a sua vida, um grande abraço dos seus amigos IASD!



  • Vinicius em 24 de abril de 2014 14:46

    Irmãos da NT, a paz do Senhor!
    Tenho uma pergunta: qual a equivalência do ano bíblico com o ano na contagem atual? Pergunto isso porque já ouvi ou li – não lembro – que a contagem dos meses já foi modificada ao longo da história, como por exemplo, pelos romanos, que incluíram o mês de Julho, em homenagem à Julio Cesar e, posteriormente o mês de agosto em homenagem a Augusto Cesar.



    • ALEXANDRE DIETRICH em 25 de abril de 2014 10:16

      Olá Vinícius, a paz do Senhor!

      REFORMAS DO CALENDÁRIO

      Houve, de fato, mudanças no calendário. Nenhuma delas, porém, mexeu com a ordem dos dias da semana. Não vamos referir-nos às reformas precárias que não foram adotadas, ou apenas simbólicas como o calendário positivista, o da Revolução Francesa, e outros. Analisemos resumidamente as mudanças que
      alteraram a contagem dos meses, dias e anos. O calendário judaico vinha dos primeiros tempos bíblicos, e consignava o sábado. Os calendários das demais nações do Antigo Oriente, embora dessemelhantes quanto aos meses ou anos, eram contudo idênticos na divisão semanal.

      O calendário romano mais antigo, que se crê fora dado por Rômulo, na qual propôs um ano de 305 dias em 10 meses, a partir de março. Numa, sucessor de Rômulo, acrescentou dois meses, elevando o ano civil para 365 dias. Quando Júlio César subiu ao poder supremo de Roma, notando que o calendário vigente era deficiente, chamou o famoso astrólogo Alexandrino Sosígenes para estudar a questão.

      Este determinou que se abandonasse o calendário dos meses lunares, e se adotasse o egípcio. Essa reforma foi feita em 45 a.C. e a semana que vinha no calendário egípcio era paralela à do calendário judaico, e foi mantida.

      Assim a ordem SETENÁRIA dos dias da semana NÃO se ALTEROU. Isso foi antes do nascimento de Cristo. Nos tempos de Jesus e dos apóstolos, a semana na Palestina coincidia com a semana dos romanos quanto a ordem dos dias. Também a denominação dos dias era a designação ordinal, pois os nomes aos dias da semana se devem a Constantino, o mesmo que, por decreto, legalizou a observância do primeiro dia. Voltando a Júlio César, o calendário ficou alterado, sem afetar a ordem dos dias semanais. É a reforma chamada juliana.

      A outra reforma que alterou a contagem, mas não a semana, é a denominada GREGORIANA, feita por ordem do Papa Gregório XIII.

      Os países latinos:

      Espanha, Portugal e Itália aceitaram-na em 1582. A reforma se fez no dia 4 de outubro daquele ano. O dia 4 de outubro pulou para 15 (havendo portanto uma subtração de 10 dias). Mas o dia 4 foi quinta-feira, e o dia 15 logo a seguir foi a sexta-feira, permanecendo inalterado o ciclo semanal. Nos países de fala inglesa a mudança gregoriana só foi aceita em 1752, em setembro daquele ano. Assim o dia 2 foi seguido pelo dia 14. Mas o dia 2 de setembro caiu, numa quinta-feira. De novo não se alterou a semana.

      TESTEMUNHO DOS ASTRÔNOMOS

      Não creio haver pessoas mais bem informadas a respeito do assunto do que os astrônomos. Recorramos, pois, a eles. Eis o que depõem:

      “Tivemos a oportunidade de investigar os resultados dos trabalhos de especialistas em cronologia, e jamais se soube de um sequer que tivesse a menor dúvida acerca da continuidade do ciclo semanal desde muito tempo antes da era cristã. Nenhuma das reformas havidas em nosso calendário, em séculos passados, afetou de algum modo o ciclo da semana.”

      Dr. A. James Robertson, Diretor do Observatório Naval de Washington, respondendo a carta de consulta, em 1932. (Fotocópia publicada à pág. 560 de Answers to Objections, de F. D. Nichol.)

      Para encerrar, segue uma transcrição de debates havidos em torno da reforma do calendário, no Congresso de Washington, sessão de 21/01/1929, entre os congrecistas Sol Bloom, Cyrenus Cole e W. S. Eichelberger, então Diretor do Observatório Naval dos E.U.A:

      “Mr. Bloom: Não é um fato que, nas mudanças produzidas no calendário, as datas foram mudadas, porém nunca os dias? V. Exa. sabe de algum tempo na História em que algum calendário, a partir do princípio do remoto calendário egípcio, em que o dia da semana se tenha trocado?

      Mr. Eichelberger: Não, não sei absolutamente.

      Mr. Bloom: Mas as datas foram mudadas?

      Mr. Eichelberger: Sim, não há dúvida.

      Mr. Bloom: V. Exa. pode mudar qualquer data do calendário a seu critério, como o fez o Papa Gregório, desprezando 10 dias em 1582, e o britânicos 11 dias em seu calendário, instituindo-se assim o calendário sob o qual vivemos. As datas foram trocadas, mas não foi alterado sequer um dia da
      semana…

      Mr. Eichelberger: Tanto quando eu saiba, isto é exato.

      Mr. Cole: Há fundamento na crença de que o sábado, ou outros dias da semana se têm sucedido em ininterrupta continuidade desde tempos remotos?

      Mr. Eichelberger: Tanto quanto eu sabia, isto é verídico.”

      Congressional Report, pág. 68.

      O dia de sábado (ou qualquer outro dia) jamais se perdeu na meada dos milênios!

      Um forte abraço e fique com Deus!



  • Marcos Cougo em 23 de abril de 2014 15:34

    Ola que estudo ótimo, mas eu gostaria de ter acesso aos estudos de Daniel em pdf ou texto para poder estudar com outras pessoas, tem como? onde consigo baixar?