doe agora TV TV
INÉDITO:
  • SAB14:30
REPRISES:
  • SEG07:30
  • SEG22:30
  • SAB03:00

QUEM É O ARCANJO MIGUEL?


Miguel significa “quem é semelhante a Deus” e é um desafio a Satanás, que desde o princípio quis ser igual ao Criador (Isaías 14:12-14). Sempre que Miguel é mencionado na Bíblia, refere-se à Pessoa de Jesus como Comandante dos exércitos celestiais em direta disputa com Satanás e os anjos maus. Para nossa felicidade eterna, Miguel sempre sai vitorioso. Leia: Judas 9; Daniel 10:13, 21;12:1; Apocalipse 12:7. Quando falamos que Miguel significa “semelhante a Deus”, no original e para a cultura hebraica, “semelhante” significa “igual” (ver João 5:18; 19:7). Miguel, portanto, seria um dos nomes de honra de Jesus, que o iguala a Deus Pai e que em nada diminui a Divindade dEle!

Sendo Jesus chamado de “O Arcanjo” (e até de anjo algumas vezes, como veremos a seguir) nas Escrituras, isso não O torna “anjo” no sentido de criatura, assim como o fato de Ele ser chamado de cordeiro (João 1:29) e Leão (Apocalipse 5:5) não o torna animal. Da mesma forma que esses nomes simbólicos se referem a determinadas funções de Jesus, os termos “arcanjo” e “anjo” têm o mesmo propósito. Anjo significa “mensageiro” e Jesus é o “mensageiro de Deus Pai” à humanidade, o Mensageiro que comunica as boas novas de Salvação! Jesus é Deus no mais alto sentido e a Bíblia não deixa dúvidas quanto a isso:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez (João 1:1-3).

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai (João 1:14).

Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste (Colossenses 1:15-17).

Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai (Filipenses 2:5-11).

Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade (Colossenses 2:9 – Grifo meu).

ARCANJO
RESPOSTAS A ALGUMAS OBJEÇÕES

E o texto de Judas 9? Se o aplicarmos a Jesus, não estaríamos rebaixando a Sua autoridade perante Satanás?
“Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!” (Judas 1:9). Este texto não rebaixa a autoridade de Jesus, mas contém uma preciosa lição para nós cristãos. Cristo, mesmo sendo Deus, não respondeu ao diabo da mesma forma: não se rebaixou ao ponto de proferir palavras de difamação a satanás (ver contexto), mesmo falando com autoridade. A natureza perfeita de Cristo não permite que Ele faça uso do mesmo comportamento que o inimigo (proferir palavras malignas, juízo infamatório, como diz o texto – compare-o com Filipenses 2:5-8).
Em certa ocasião, Deus Pai, mesmo sendo Todo-poderoso, não optou por expulsar de vez Satanás de Sua presença e nem mesmo o repreendeu! (ler Jó 1:6-12). Do mesmo modo que o Pai não perdeu Sua autoridade por ter permitido que Satanás dialogasse, Jesus não perde a Sua autoridade Divina pelo fato de deixar o diabo falar e por não querer (Jesus) fazer parte daquele tipo de palavreado maldoso do inimigo. Jesus é um Deus de classe.
Leia Zacarias 3:1-8, especialmente o verso dois, e poderá confirmar que o “Anjo do Senhor” (termo usado em referência ao próprio Cristo) é Miguel em Judas 9. Basta comparar os textos.

Daniel 10:13? A expressão “um dos primeiros príncipes” não estaria sugerindo que há outros em igualdade a Miguel, ou seja, que este ser é um anjo mesmo?
O fato de Jesus [Miguel] ser chamado de “um dos primeiros príncipes” não O coloca em igualdade aos demais anjos. No Céu há uma hierarquia de anjos (querubins, serafins…), cada um com um papel a desempenhar na adoração a Deus e no plano da salvação (Hebreus 1:14). Se Jesus escolheu alguns anjos para serem príncipes com Ele no governo dos demais anjos (sendo Ele o Príncipe Supremo), que problema haveria em Ele ser chamado de “um dos primeiros príncipes”? Não há dificuldades em Jesus ser o Príncipe Principal (por ser Deus) e estabelecer outros seres abaixo dEle, com o mesmo nível de governo, para dirigir os anjos; isso em nada afeta Sua autoridade Divina.
O Pastor americano Mark Finley em seu livro Revelando os Mistérios de Daniel, p. 125, afirma que há traduções (em inglês) que traduzem Daniel 10:13 da seguinte forma: “o primeiro dos príncipes”. Interessante é que não são apenas os Adventistas do Sétimo Dia que identificam Miguel com o Senhor Jesus Cristo. Comentaristas como João Calvino, Matthew Henry, entre outros, tiveram a mesma opinião! Também é importante salientar que a mesma Bíblia que chama a Miguel de “um dos primeiros príncipes” diz ser Ele “o vosso príncipe” (Daniel 10:21) e “o grande príncipe” (Daniel 12:1). Comparando esses textos com Isaías 9:6 e Atos 5:31, não podemos ter dúvidas de que o Ser aí mencionado é Cristo.
Veja que 1 Tessalonicenses 4:16 relaciona a “voz do arcanjo” com a ressurreição dos santos por ocasião da volta do Senhor Jesus. Cristo mesmo declarou que os mortos sairiam da tumba ao ouvirem a SUA VOZ (João 5:28, 29). Essa é outra evidência de que Miguel tem de ser um dos nomes de honra do Salvador. “A literatura judaica descreve a Miguel como o mais elevado dos anjos, o verdadeiro representante de Deus, e o identifica como “anjo de Yahweh”, o qual se menciona com frequência no Antigo Testamento como um ser divino” (Dicionário Bíblico Adventista do 7º Dia [CD ROM, espanhol]).

Se Jesus é Deus, como pode ser chamado de Arcanjo?
Ao compreendermos o sentido etimológico da palavra “arcanjo”, o aparente problema é resolvido. No grego, “arcanjo” significa “Chefe dos Anjos”. Esse título não precisa necessariamente referir-se apenas a um ser criado, assim como ocorre com o termo “anjo” (“Mensageiro”). É aceito entre os comentaristas (inclusive não-adventistas) que Jesus Cristo é o “Anjo do Senhor” mencionado no Antigo Testamento (ver Gênesis 16:7; 18:1, 2, 13 e 19; Êxodo 3:2-5; 23:20-33; 32:34; Juízes 6:11-24; 13:21-22.
Eis uma nota explicativa da Bíblia de Estudo Almeida: “O Anjo do Senhor (lit. mensageiro ou enviado) não é aqui (comentando a respeito de Êxodo 3:2) um ser distinto do próprio Deus (conferir o verso 4), mas Deus mesmo, enquanto se faz presente para comunicar uma mensagem”. Do mesmo modo que Cristo não se torna uma criatura ao ser chamado de “Anjo do Senhor” (na verdade Ele é o “mensageiro”, de Deus Pai à humanidade), o mesmo ocorre quando é designado de arcanjo. Sendo que Ele é o Criador, automaticamente, é o “Chefe Supremo” de todos os anjos.
A expressão “arcanjo” aparece apenas em passagens apocalípticas, onde Cristo está em confronto direto com satanás. Não temos base bíblica suficiente para crer que esse termo aplique-se a um anjo, um ser criado. É difícil provarmos pela Bíblia a ideia de que “arcanjo” seria uma classe de anjo, mesmo que um dos significados da palavra possa ser “anjo chefe”. Como sabemos, não devemos basear um ensino apenas no significado das palavras: um conjunto de textos bíblicos que esclareçam um ponto também deve ser considerado.

MIGUEL NO ESCRITO PROFÉTICO DE DANIEL
O livro do profeta Daniel, a meu ver, apresenta a maior das evidências de que o nome Miguel deve obrigatoriamente ser aplicado a Cristo. Temos nesse livro grandes blocos proféticos que dão ênfase a Jesus e ao Seu reino de glória. Esses blocos proféticos nos ajudam a entender o livro, seu propósito e também a descobrir quem é o personagem principal das profecias da Bíblia. Veja:
• No Capítulo 2, Jesus aparece como sendo a Pedra que destrói a estátua;
• No Capítulo 7, Jesus aparece como sendo o Filho do Homem que se dirige ao Ancião de Dias (Deus Pai);
• Nos Capítulo 8, Jesus aparece em cena como sendo o Príncipe dos Príncipes;
• Nos Capítulos 10-12, Jesus aparece como Miguel, o libertador.
Veja que interessante: se Miguel não fosse Jesus o sincronismo do livro de Daniel (apresentado em seus blocos proféticos) seria quebrado! Seria muito estranho imaginarmos que nos três primeiros blocos proféticos o centro é Jesus enquanto que no último o personagem principal é um ser criado! Todos os blocos proféticos terminam com a manifestação de Cristo e a manifestação do Seu reino. Por isso, para que o sincronismo do livro de Daniel seja mantido, Miguel tem que ser um dos nomes de Jesus. Além disso, deve-se destacar que o conflito entre o bem e o mal se dá entre Cristo (Deus) e lúcifer (criatura) e não entre dois seres criados (ver Apocalipse 12:7-9).
Com isso podemos ver que a posição Adventista a respeito do “Arcanjo Miguel”, levando em conta não apenas o sentido do termo, mas também outros textos paralelos, em nada afeta a suprema e absoluta Divindade do Senhor Jesus Cristo. Cremos na Divindade de Cristo (1 Jo 5:12, 20) e na Trindade, sem sombra de dúvidas! (Mateus 28:19; 2 Colossenses 13:13; Judas 1:20 e 21).

Programa Bíblia Fácil


Você está em : Início, Temporada Daniel
Compartilhe:


Comente



  • Solange em 18 de junho de 2017 21:29

    Quero saber mais da bíblia



  • lucio de oliveira primo em 30 de maio de 2017 19:53

    eugosteis muitodetes estudo



  • Gizeli em 25 de abril de 2017 9:26

    Realmente o Arcanjo Miguel é Cristo. Mas creio que Jeová e o único in criado. Existente por si mesmo.Digno de receber adoração suprema.Não tirando nenhum mérito de Cristo ser adorado.Jeová,deve ser tudo em todos.O próprio Cristo, é templo para morada de seu Pai.Jeová e a fonte de tudo.Jeová sempre existiu p ser adorado,o filho recebeu do Pai essa autoridade p ser tanbem adorado.E provou na cruz do calvário,que é digno de receber toda a adoração.adoração essa que volta automaticamente para Jeová.E o próprio filho,irá se sujeitar ao Pai.Para que Deus seja tudo em todos.Por isso,a última mensagem será!Adorai aquele que fez o céu,a terra e o mar.Jeová recebe adoração pelo filho.pelo seu representante.Todo céu é ordem.Daquele que tudo criou emana vida,luz e grande Amor.Para que Jeová seja tudo em todos.



  • Francisco Iran em 13 de abril de 2017 12:10

    Ótimo estudo



  • Rodrigo em 28 de março de 2017 21:33

    bem Miguel e Jesus é bem diferente; Jesus não é o arcanjo Miguel, vamos comparar as suas diferenças:
    A- Jesus é Criador (Jo 1.3), o arcanjo Miguel é criatura (Cl 1.16);
    B- Jesus é adorado por Miguel (Hb 1.6), que, por sua vez, não pode ser adorado (Ap 22.8,9);
    C- Jesus é o Senhor dos Senhores (Ap 17.14), o arcanjo Miguel é príncipe (Dn 10.13);
    D- Jesus é o Rei dos reis (1Tm 6.15), o arcanjo Miguel é o príncipe dos judeus (Dn 12.1);
    E- Jesus é Juiz de todos (At 10.42; 17.31; Rm 14.10), o arcanjo Miguel não é juiz (Jd 9).



    • Manassés em 30 de março de 2017 10:14

      Olá,

      Respondendo suas questões, conforme a sequência:

      A- Sim, Jesus é o Criador. Miguel não é apresentado ou citado no texto de Cl. 1:16, ali fala sobre os anjos.
      Um exemplo: O que você acha do Espírito Santo se apresentar como uma pomba no batismo de Jesus? Como o Deus Espírito Santo pode se apresentar como uma pomba? É claro que não se trata de uma blasfêmia, mas há um símbolo importante.
      Cristo é chamado de “estrela da manhã”, Sua vinda é comparada como a vinda de um “ladrão”… Observe os símbolos.
      Cristo se apresenta como Arcanjo Miguel (líder dos anjos, que significa “aquele que é como Deus” – do hebraico) para lutar de forma justa contra um anjo (Satanás – anjo de fato) e muitos se assustam com a ideia, mas há uma mensagem importante.

      B – Hebreus não fala que Miguel adorou a Cristo, esse texto não há na Bíblia (faça essa pesquisa), porque se trata da mesma pessoa.

      C – O “príncipe” de Daniel 9:25, que é Cristo, entregue para ser crucificado, se levanta em Dan. 12:1, vitorioso, como o “grande príncipe”, para lutar e vencer o anjo Satanás, e se apresenta como um Arcanjo – o Filho de Deus entra na lutar dessa forma para ser justo ao batalhar contra alguém muito inferior, apenas um anjo.

      D – Cristo foi dado aos judeus como Messias e a todos os povos (gentios). O evangelho é claro nesta questão. O fato de dizer que é o príncipe dos Judeus não indica que não seja de todos – Dan. 12:1 é abrangente no termo.

      E – Jesus é juiz de todos, e também o advogado, a vida, o caminho, a verdade. Ele se apresentou como a porta, a água, o aprisco, o pai, o amigo, o guerreiro… Aquele que se fez homem e se faz como desejar para derrotar a morte – Ele é Deus.
      Não podemos questionar a Palavra e sim procurar entender sua mensagem.

      Que o Senhor abençoe seu coração!



  • Emerson em 10 de fevereiro de 2017 16:24

    Edificante



  • Denilson Cunha em 9 de janeiro de 2017 10:51

    Ler no texto acima que Miguel é Jesus é de um absurdo sem tamanho. Pergunto se a IASD de fato concorda com este ensinamento. Em Daniel 10.13 a bíblia relata que “porém Miguel, um dos primeiros príncipes, peraí, a bíblia é clara ao citar que Miguel foi criado “um dos primeiros príncipes”. Qual a base bíblica para firmar que Miguel é Jesus? Apenas por esse versículo? É isso mesmo que vocês estão dizendo? Sendo Jesus Deus, foi criado?



    • Manassés em 23 de fevereiro de 2017 15:17

      QUEM É MIGUEL?

      Miguel significa “quem é semelhante a Deus” e é um desafio a Satanás, que desde o princípio quis ser igual ao Criador (Isaías 14:12-14). Sempre que Miguel é mencionado na Bíblia, refere-se à Pessoa de Jesus como Comandante dos exércitos celestiais em direta disputa com Satanás e os anjos maus. Para nossa felicidade eterna, Miguel sempre sai vitorioso. Leia: Judas 9; Daniel 10:13, 21;12:1; Apocalipse 12:7. Quando falamos que Miguel significa “semelhante a Deus”, no original e para a cultura hebraica, “semelhante” significa “igual” (ver João 5:18; 19:7). Miguel, portanto, seria um dos nomes de honra de Jesus, que o iguala a Deus Pai e que em nada diminui a Divindade dEle!
      Sendo Jesus chamado de “O Arcanjo” (e até de anjo algumas vezes, como veremos a seguir) nas Escrituras, isso não O torna “anjo” no sentido de criatura, assim como o fato de Ele ser chamado de cordeiro (João 1:29) e Leão (Apocalipse 5:5) não o torna animal. Da mesma forma que esses nomes simbólicos se referem a determinadas funções de Jesus, os termos “arcanjo” e “anjo” têm o mesmo propósito. Anjo significa “mensageiro” e Jesus é o “mensageiro de Deus Pai” à humanidade, o Mensageiro que comunica as boas novas de Salvação!
      Jesus é Deus no mais alto sentido e a Bíblia não deixa dúvidas quanto a isso: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez”. João 1:1-3. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”. João 1:14. “Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste”. Colossenses 1:15-17. “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”. Filipenses 2:5-11.
      “Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade.” Colossenses 2:9. (Grifo meu).

      RESPOSTAS A ALGUMAS OBJEÇÕES

      E o texto de Judas 9? Se o aplicarmos a Jesus, não estaríamos rebaixando a Sua autoridade perante Satanás?

      “Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!” Judas 1:9.
      Este texto não rebaixa a autoridade de Jesus, mas contém uma preciosa lição para nós cristãos. Cristo, mesmo sendo Deus, não respondeu ao diabo da mesma forma: não se rebaixou ao ponto de proferir palavras de difamação a satanás (ver contexto), mesmo falando com

      autoridade. A natureza perfeita de Cristo não permite que Ele faça uso do mesmo comportamento que o inimigo (proferir palavras malignas, juízo infamatório, como diz o texto – compare-o com Filipenses 2:5-8).
      Em certa ocasião, Deus Pai, mesmo sendo Todo-poderoso, não optou por expulsar de vez Satanás de Sua presença e nem mesmo o repreendeu! (ler Jó 1:6-12). Do mesmo modo que o Pai não perdeu Sua autoridade por ter permitido que Satanás dialogasse, Jesus não perde a Sua autoridade Divina pelo fato de deixar o diabo falar e por não querer (Jesus) fazer parte daquele tipo de palavreado maldoso do inimigo. Jesus é um Deus de classe.
      Leia Zacarias 3:1-8, especialmente o verso dois, e poderá confirmar que o “Anjo do Senhor” (termo usado em referência ao próprio Cristo) é Miguel em Judas 9. Basta comparar os textos.

      E Daniel 10:13? A expressão “um dos primeiros príncipes” não estaria sugerindo que há outros em igualdade a Miguel, ou seja, que este ser é um anjo mesmo?

      O fato de Jesus [Miguel] ser chamado de “um dos primeiros príncipes” não O coloca em igualdade aos demais anjos. No Céu há uma hierarquia de anjos (querubins, serafins…), cada um com um papel a desempenhar na adoração a Deus e no plano da salvação (Hebreus 1:14). Se Jesus escolheu alguns anjos para serem príncipes com Ele no governo dos demais anjos (sendo Ele o Príncipe Supremo), que problema haveria em Ele ser chamado de “um dos primeiros príncipes”? Não há dificuldades em Jesus ser o Príncipe Principal (por ser Deus) e estabelecer outros seres abaixo dEle, com o mesmo nível de governo, para dirigir os anjos; isso em nada afeta Sua autoridade Divina.
      O Pastor americano Mark Finley em seu livro Revelando os Mistérios de Daniel, pág. 125, afirma que há traduções (em inglês) que traduzem Daniel 10:13 da seguinte forma: “o primeiro dos príncipes”.
      Interessante é que não são apenas os Adventistas do Sétimo Dia que identificam Miguel com o Senhor Jesus Cristo. Comentaristas como João Calvino, Matthew Henry, entre outros, tiveram a mesma opinião!
      Também é importante salientar que a mesma Bíblia que chama a Miguel de “um dos primeiros príncipes” diz ser Ele “o vosso príncipe” (Daniel 10:21) e “o grande príncipe” (Daniel 12:1). Comparando esses textos com Isaías 9:6 e Atos 5:31, não podemos ter dúvidas de que o Ser aí mencionado é Cristo.
      Veja que 1 Tessalonicenses 4:16 relaciona a “voz do arcanjo” com a ressurreição dos santos por ocasião da volta do Senhor Jesus. Cristo mesmo declarou que os mortos sairiam da tumba ao ouvirem a SUA VOZ (João 5:28, 29). Essa é outra evidência de que Miguel tem de ser um dos nomes de honra do Salvador.
      “A literatura judaica descreve a Miguel como o mais elevado dos anjos, o verdadeiro representante de Deus, e o identifica como “anjo de Yahweh”, o qual se menciona com frequência no Antigo Testamento como um ser divino” (Dicionário Bíblico Adventista do 7º Dia [CD ROM, espanhol]).

      Se Jesus é Deus, como pode ser chamado de Arcanjo?

      Ao compreendermos o sentido etimológico da palavra “arcanjo”, o aparente problema é resolvido. No grego, “arcanjo” significa “Chefe dos Anjos”. Esse título não precisa necessariamente referir-se apenas a um ser criado, assim como ocorre com o termo “anjo” (“Mensageiro”). É aceito entre os comentaristas (inclusive não-adventistas) que Jesus Cristo é o “Anjo do Senhor” mencionado no Antigo Testamento (ver Gênesis 16:7; 18:1, 2, 13 e 19; Êxodo 3:2-5; 23:20-33; 32:34; Juízes 6:11-24; 13:21-22.
      Eis uma nota explicativa da Bíblia de Estudo Almeida:
      “O Anjo do Senhor (lit. mensageiro ou enviado) não é aqui (comentando a respeito de Êxodo 3:2) um ser distinto do próprio Deus (conferir o verso 4), mas Deus mesmo, enquanto se faz presente para comunicar uma mensagem”.
      Do mesmo modo que Cristo não se torna uma criatura ao ser chamado de “Anjo do Senhor” (na verdade Ele é o “mensageiro”, de Deus Pai à humanidade), o mesmo ocorre quando é designado de arcanjo. Sendo que Ele é o Criador, automaticamente, é o “Chefe Supremo” de todos os anjos.
      A expressão “arcanjo” aparece apenas em passagens apocalípticas, onde Cristo está em confronto direto com satanás. Não temos base bíblica suficiente para crer que esse termo aplique-se a um anjo, um ser criado. É difícil provarmos pela Bíblia a ideia de que “arcanjo” seria uma classe de anjo, mesmo que um dos significados da palavra possa ser “anjo chefe”. Como sabemos, não devemos basear um ensino apenas no significado das palavras: um conjunto de textos bíblicos que esclareçam um ponto também deve ser considerado.

      MIGUEL NO ESCRITO PROFÉTICO DE DANIEL

      O livro do profeta Daniel, a meu ver, apresenta a maior das evidências de que o nome Miguel deve obrigatoriamente ser aplicado a Cristo. Temos nesse livro grandes blocos proféticos que dão ênfase a Jesus e ao Seu reino de glória. Esses blocos proféticos nos ajudam a entender o livro, seu propósito e também a descobrir quem é o personagem principal das profecias da Bíblia. Veja:
      No Capítulo 2, Jesus aparece como sendo a Pedra que destrói a estátua;
      No Capítulo 7, Jesus aparece como sendo o Filho do Homem que se dirige ao Ancião de Dias (Deus Pai);
      Nos Capítulo 8, Jesus aparece em cena como sendo o Príncipe dos Príncipes;
      Nos Capítulos 10-12, Jesus aparece como Miguel, o libertador.
      Veja que interessante: se Miguel não fosse Jesus o sincronismo do livro de Daniel (apresentado em seus blocos proféticos) seria quebrado! Seria muito estranho imaginarmos que nos três primeiros blocos proféticos o centro é Jesus enquanto que no último o personagem principal é um ser criado!
      Todos os blocos proféticos terminam com a manifestação de Cristo e a manifestação do Seu reino. Por isso, para que o sincronismo do livro de Daniel seja mantido, Miguel tem que ser um dos nomes de Jesus. Além disso, deve-se destacar que o conflito entre o bem e o mal se dá entre Cristo (Deus) e lúcifer (criatura) e não entre dois seres criados (ver Apocalipse 12:7-9).

      CONCLUSÃO
      Com isso podemos ver que a posição Adventista a respeito do “Arcanjo Miguel”, levando em conta não apenas o sentido do termo, mas também outros textos paralelos, em nada afeta a suprema e absoluta Divindade do Senhor Jesus Cristo. Cremos na Divindade de Cristo (1 João 5:12, 20) e na Trindade, sem sombra de dúvidas! (Mateus 28:19; 2 Coríntios 13:13; Judas 1:20 e 21, etc.).

      Um abraço,

      Leandro Soares de Quadros
      Jornalista – Consultor e conselheiro bíblico



  • Cleyton em 4 de dezembro de 2016 22:25

    Eu acredito que o texto paralelo à Trindade, seja “2 Coríntios 13:13”, dito na ultima linha do estudo.



  • Edmilson em 4 de novembro de 2016 16:10

    Muito bom



  • Anequismandro em 31 de outubro de 2016 21:28

    O Anjo do Senhor
    Relação completa de versos com Cristofanias

    As referências a “o Anjo do Senhor” (note o artigo definido “o”, e não o indefinido “um”; e note a inicial maiúscula em “Anjo”) ou a “O Anjo de Deus” (idem), no Velho Testamento, são convenções de grafia para indicar teofanias (aparições de Deus em forma humana) ou, mais técnica e precisamente falando, para indicar cristofanias (aparição do Verbo eterno, a segunda pessoa da Trindade, em forma humana, antes de Sua encarnação, antes de tomar carne no ventre de Maria). A prova disso é que, nesses contextos, tal “Anjo” é diretamente dito ser Deus, ou é dito ter os atributos (ou exercer as ações) prerrogativas, exclusivas, identificatórias de Deus.

    Uma vez que nenhuma Bíblia é consistente em sempre usar o artigo definido e a inicial maiúscula em “o Anjo” ou em pronomes a Ele referentes (as Bíblias que chegam mais perto de perfeita consistência neste uso são a King James Bible (The Authorized Version) de 1611, e a Young’s Literal Translation. Nenhuma Bíblia impressa em Português coloca “Anjo” com inicial maiúscula em local nenhum, nenhuma é sempre consistente em usar “o” ao invés de “um”), colocaremos abaixo todos os versos em que nós mesmos tomamos uma caneta e fizemos as devidas correções em todas as nossas Bíblias:

    Versos que provam que o “Anjo do Senhor” e o “Anjo de Deus” são teofanias ou cristofanias.

    Gênesis 18
    1 Depois apareceu-lhe o SENHOR nas planícies de Manre, estando ele assentado à porta da tenda, no maior calor do dia.
    2 E levantou os seus olhos, e olhou, e eis três homens em pé junto a ele. E vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro e inclinou-se à terra,
    3 E disse: Meu Senhor, se agora tenho achado graça aos Teus olhos, rogo-Te que não passes de Teu servo.
    4 Rogo-Te, que um pouco de água seja recebido, e lavai os vossos pés, e recostai-vos debaixo desta árvore;
    5 E trarei um bocado de pão, para que conforteis os vossos corações; depois passareis adiante, porquanto por isso chegastes até vosso servo. E disseram: Assim faze como disseste.
    6 E Abraão apressou-se em ir ter com Sara à tenda, e disse-lhe: Toma depressa três medidas de flor de farinha, amassa-a e faze bolos.
    7 E correu Abraão às vacas, e tomou uma vitela filha da manada, tenra e boa, e deu-a ao seu moço, que se apressou em prepará-la.
    8 E tomou manteiga e leite, e a vitela que tinha preparado, e pôs tudo diante deles, e ele estava em pé junto a eles debaixo da árvore; e comeram.
    9 E disseram-lhe: Onde está Sara, tua esposa? E ele disse: Ei-la aí na tenda.
    10 E (O SENHOR) disse: Certamente tornarei a ti segundo o tempo da vida; e eis que Sara tua esposa terá um filho. E Sara escutava à porta da tenda, que estava atrás dele.
    11 E eram Abraão e Sara já velhos, e adiantados em idade; já a Sara havia cessado o costume das mulheres.
    12 Assim, pois, riu-se Sara dentro de si mesma, dizendo: Terei ainda deleite depois de haver envelhecido, sendo também o meu senhor já velho?
    13 E disse o SENHOR a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: Na verdade darei eu à luz ainda, havendo já envelhecido?
    14 Haveria coisa alguma difícil ao SENHOR? Ao tempo determinado tornarei a ti, segundo o tempo da vida, e Sara terá um filho.
    15 E Sara negou, dizendo: Não me ri; porquanto temeu. E Ele disse: Não digas isso, porque te riste.
    16 E levantaram-se aqueles homens dali, e olharam para o lado de Sodoma; e Abraão ia com eles, acompanhando-os.
    17 E disse o SENHOR: Ocultarei Eu a Abraão o que faço,
    18 Visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra?
    19 Porque Eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, e eles guardarão o caminho do SENHOR, para agir com justiça e juízo; para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado.
    20 Disse mais o SENHOR: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito,
    21 Descerei agora, e verei se com efeito têm praticado segundo o clamor que é vindo até Mim; e se não, sabê-lo-ei.
    22 Então viraram aqueles homens os rostos dali, e foram-se para Sodoma; mas Abraão ficou ainda em pé diante da face do SENHOR.
    23 E chegou-se Abraão, dizendo: Destruirás também o justo com o ímpio?
    24 Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás também, e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que estão dentro dela?
    25 Longe de Ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de Ti seja. Não faria justiça o Juiz de toda a terra?
    26 Então disse o SENHOR: Se Eu em Sodoma achar cinqüenta justos dentro da cidade, pouparei a todo o lugar por amor deles.
    27 E respondeu Abraão dizendo: Eis que agora me atrevi a falar ao Senhor, ainda que sou pó e cinza.
    28 Se porventura de cinqüenta justos faltarem cinco, por falta desses cinco destruirás toda a cidade? E disse: Não a destruirei, se Eu achar ali quarenta e cinco.
    29 E continuou ainda a falar-Lhe, e disse: Se porventura se acharem ali quarenta? E disse: Não o farei por amor dos quarenta.
    30 Disse mais: Ora, não se ire o Senhor, se eu ainda falar: Se porventura se acharem ali trinta? E disse: Não o farei se achar ali trinta.
    31 E disse: Eis que agora me atrevi a falar ao Senhor: Se porventura se acharem ali vinte? E disse: Não a destruirei por amor dos vinte.
    32 Disse mais: Ora, não se ire o Senhor, que ainda só mais esta vez falo: Se porventura se acharem ali dez? E disse: Não a destruirei por amor dos dez.
    33 E retirou-se o SENHOR, quando acabou de falar a Abraão; e Abraão tornou-se ao seu lugar.

    Gênesis 32:
    24 Jacó, porém, ficou só; e ali lutou com ele um Varão, até a aurora subir.
    25 E vendo Este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com Ele.
    26 E o Varão disse: Deixa-Me ir, porque já a aurora subiu. Porém ele disse: Não Te deixarei ir, se não me abençoares.
    27 E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.
    28 Então o Varão disse: Teu nome não mais será chamado Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.
    29 E Jacó Lhe perguntou, e disse: Dize-me, peço-Te, o Teu nome. E disse: Por que perguntas pelo Meu nome? E abençoou-o ali.
    30 E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha vida está preservada.
    31 E saiu-lhe o sol, quando atravessava Peniel; e manquejava da sua coxa.
    32 Por isso os filhos de Israel não comem o nervo encolhido, que está sobre a juntura da coxa, até ao dia de hoje; porquanto o Varão tocara a juntura da coxa de Jacó no nervo encolhido.

    Êxodo 3:
    2 E apareceu-lhe o Anjo do SENHOR em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.
    3 E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima.
    4 E vendo o SENHOR que ele se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui.
    5 E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa.
    6 Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés escondeu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus.

    Juízes 6:
    11 Então o Anjo do SENHOR veio, e assentou-se debaixo do carvalho que está em Ofra, que pertencia a Joás, abiezrita; e Gideão, seu filho, estava malhando o trigo ao lado do lagar, para o salvar dos midianitas.
    12 Então o Anjo do SENHOR lhe apareceu, e lhe disse: O SENHOR é contigo, homem valoroso.
    13 Mas Gideão lhe respondeu: Ai, Senhor meu, se o SENHOR é conosco, por que tudo isto nos sobreveio? E que é feito de todas as Suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o SENHOR subir do Egito? Porém agora o SENHOR nos desamparou, e nos deu nas mãos dos midianitas.
    14 Então o SENHOR olhou para ele, e disse: Vai nesta tua força, e livrarás a Israel das mãos dos midianitas; porventura não te enviei Eu?
    15 E ele lhe disse: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu pai.
    16 E o SENHOR lhe disse: Porquanto Eu hei de ser contigo, tu ferirás aos midianitas como se fossem um só homem.
    17 E ele disse: Se agora tenho achado graça aos Teus olhos, dá-me um sinal de que és Tu que falas comigo.
    18 Rogo-Te que daqui não Te apartes, até que eu volte e traga o meu presente, e o ponha perante Ti. E disse: Eu esperarei até que voltes.
    19 E entrou Gideão e preparou um cabrito e pães ázimos de um efa de farinha; a carne pôs num cesto e o caldo pôs numa panela; e trouxe-Lho até debaixo do carvalho, e Lho ofereceu.
    20 Porém o Anjo de Deus lhe disse: Toma a carne e os pães ázimos, e põe-nos sobre esta penha e derrama-lhe o caldo. E assim fez.
    21 E o Anjo do SENHOR estendeu a ponta do cajado, que estava na Sua mão, e tocou a carne e os pães ázimos; então subiu o fogo da penha, e consumiu a carne e os pães ázimos; e o Anjo do SENHOR desapareceu de seus olhos.
    22 Então viu Gideão que era o Anjo do SENHOR e disse: Ah, Senhor DEUS, pois vi o Anjo do SENHOR face a face.

    Juízes 13:
    3 E o Anjo do SENHOR apareceu a esta esposa, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.
    4 Agora, pois, guarda-te de beber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda.
    5 Porque eis que tu conceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre; e ele começará a livrar a Israel da mão dos filisteus.
    6 Então a esposa entrou, e falou a seu marido, dizendo: Um homem de Deus veio a mim, cuja aparência era semelhante do Anjo de Deus, terribilíssima; e não Lhe perguntei donde era, nem Ele me disse o Seu nome.
    7 Porém disse-me: Eis que tu conceberás e terás um filho; agora pois, não bebas vinho, nem bebida forte, e não comas coisa imunda; porque o menino será nazireu de Deus, desde o ventre até ao dia da sua morte.
    8 Então Manoá orou ao SENHOR, e disse: Ah! Senhor meu, rogo-Te que o homem de Deus, que enviaste, ainda venha para nós outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer.
    9 E Deus ouviu a voz de Manoá; e o Anjo de Deus veio outra vez à esposa, e ela estava no campo, porém não estava com ela seu marido Manoá.
    10 Apressou-se, pois, a esposa, e correu, e noticiou-o a seu marido, e disse-lhe: Eis que aquele Homem que veio a mim o outro dia me apareceu.
    11 Então Manoá levantou-se, e seguiu a sua esposa, e foi àquele Homem, e disse-lhe: és Tu aquele Homem que falou a esta esposa? E disse: Eu sou.
    12 Então disse Manoá: Cumpram-se as Tuas palavras; mas qual será o modo de viver e o serviço do menino?
    13 E disse o Anjo do SENHOR a Manoá: De tudo quanto Eu disse à esposa guardará ela.
    14 De tudo quanto procede da videira não comerá, nem vinho nem bebida forte beberá, nem coisa imunda comerá; tudo quanto lhe tenho ordenado guardará.
    15 Então Manoá disse ao Anjo do SENHOR: Ora deixa que Te detenhamos, e Te preparemos um cabrito.
    16 Porém o Anjo do SENHOR disse a Manoá: Ainda que Me detenhas, não comerei de teu pão; e se fizeres holocausto o oferecerás ao SENHOR. Porque não sabia Manoá que era o Anjo do SENHOR.
    17 E disse Manoá ao Anjo do SENHOR: Qual é o Teu nome, para que, quando se cumprir a Tua palavra, Te honremos?
    18 E o Anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo Meu nome, visto que é maravilhoso?
    19 Então Manoá tomou um cabrito e uma oferta de alimentos, e os ofereceu sobre uma penha ao SENHOR: e houve-se o Anjo maravilhosamente, observando-O Manoá e sua esposa.
    20 E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o Anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua esposa, caíram em terra sobre seus rostos.
    21 E nunca mais apareceu o Anjo do SENHOR a Manoá, nem a sua esposa; então compreendeu Manoá que era o Anjo do SENHOR.
    22 E disse Manoá à sua esposa: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Deus.

    Oséias 12:3-4:
    3 No ventre pegou do calcanhar de seu irmão, e na sua força lutou com Deus.
    4 Teve poder de lutar contra o Anjo, e agüentou a luta; chorou, e Lhe suplicou; em Betel o Anjo o achou, e ali o Anjo falou conosco,
    5 Sim, o SENHOR, o Deus dos Exércitos; o SENHOR é o nome memorial dEle (do Anjo).

    *************************************************************

    O leitor faria bem se tomasse uma caneta e fizesse as devidas correções (colocasse, nos devidos locais, “Anjo” com inicial maiúscula; ou pronome com inicial maiúscula; ou artigo definido ao invés de indefinido; etc) em sua própria Bíblia (assumo que ela já é a ACF, a única sendo impressa, em Português, que se baseia somente no texto grego e hebraico perfeitamente preservado por Deus: o Textus Receptus, em grego, e o Texto Massorético de Ben Chayyim, em Hebraico).

    Eis a relação de todos os versos que achei:

    Gênesis 16:7,9,10,11; 22:11,15; 21:17; 31:11;
    Êxodo 3:2; 14:19
    Números 22:22,23,24,25,26,27,31,32,34,35
    Juízes 2:1,4; 5:23; 6:11,12,20,21,22 (2 vezes); 13:3,6,13,15,16,17,18,19,20,21(2 vezes); 6:20; 13:6,9;
    2Samuel 24:16 (3 vezes)
    1Reis 19:7
    2Reis 1:3,15; 19:35
    1Crônicas 21:12,15,16,18,30
    Salmo 34:7; 35:5,6
    Isaías 37:36
    Zacarias 1:9,11,12,13,14,19; 2:3; 3:1,3,5,6; 4:1,4,5; 5:2,5,10; 6:4,5; 12:8
    Atos 7:30,35,38 (esses 3 versos são Cristofanias mas referem-se a aparições a Moisés. Depois da encarnação, Cristo jamais aparece como o Anjo do Senhor)

    (No N.T, têm artigo indefinido, “um anjo do Senhor”: Mt 1:20; 2:13,19; 28:2; Lc 1:11; 2:9; At 5:19; 8:26; 12:7; 12:23; Mt 1:24 tem o artigo definido “o”, mas se refere a um dentre as miríades de anjos, conforme o verso 20, portanto “anjo” com inicial minúscula).

    Hélio de Menezes Silva, jan.2007



  • cenira siqueira em 10 de setembro de 2016 22:24

    muito bom



  • Alan Max em 5 de setembro de 2016 10:57

    tenho que agradecer a Deus!!! tava com duvidas sobre esse anjo..mas Deus não é Deus de confusão né! mas rapido encontrei a resposta..sabia q poderia encontrar na novo tempo. comecei a ir no domingo na adventista…sou da Mundial…mas preciso e tou com sede da palavra! e vejo muito os programas da novo tempo…ja tentei muito participar dos cursos,mas não consigo me escrever. obrigado!!



  • Angel em 2 de setembro de 2016 14:51

    Se Jesus é Deus, como a Bíblia o descreve como sendo o primogênito de toda a criação? Todos sabem que Deus não teve início. Se Jesus é Deus pra quem ele orava? Precisava ele ser fortalecido? Na ocasião do batismo de Jesus vemos João Batista batizando Jesus, a pomba representando o espírito Santo de Deus e uma voz ecoa do céu dizendo: esse é o meu FIlho amado … Não sei qual é a dificuldade em entender que Deus é o pai todo poderoso, Jesus é o filho e o espírito Santo é a força ativa de Deus ou seja, o seu poder.
    João 14:28 Deus é maior que Jesus.
    Atos 7:55 Estevão avistou a glória de Deus e Jesus em pé a sua direita.
    João 1:18 Nunca um ser humano viu literalmente Deus.

    Deus criador de todas as coisas… Jesus criação de Deus. Logo Jesus não é Deus.



    • Manassés em 28 de fevereiro de 2017 11:24

      Olá,
      Existe algo fundamental, o Filho de Deus (para ser filho tem que ter a mesma natureza e constituição que o pai) se encarnou (um mistério). Sua missão era cumprir a pena da lei que exigia a morte eterna da humanidade como pagamento do seu pecado (Rm 6:23) para livra-la do preço de morte).
      Cristo não poderia ser sacrificado e vencer todas as provas como Deus e sim na qualidade de homem – sendo assim, Cristo dependeu o tempo todo do Pai e do Espírito Santo. Ele se colocou numa condição inferior por conta do sacrifício e não porque deixou de ser Deus. Estamos falando de alguém que era 100% Deus e 100% homem (pelo poder de Deus), e que em sua missão na Terra não ousou agir como Deus. Ele venceu a batalha e foi para o sacrifício como um homem (como um segundo Adão).
      Que o Senhor abençoe o seu coração com muita sabedoria!



  • Moisés Barbosa da Silva em 18 de agosto de 2016 22:52

    Muito me emocionou esta informação. meu muito obrigado mesmo,,,



  • wellington em 9 de agosto de 2016 22:32

    DEUS seja eternamente louvado e exaltado.



  • Eunice em 1 de agosto de 2016 15:02

    Era antipatizante, depois me tornei simpatizante, hoje adventista a 2dias e me sinto muito feliz.



  • Antônio em 12 de julho de 2016 19:29

    Concordo plenamente,pois só após um refinado estudo sobre o assunto,se chega a esta conclusão cabal ,desde que se deiche a biblia se alto interpretar.



  • Tiago Cabral em 2 de julho de 2016 10:36

    Estou deixando esses Links do Youtube onde o Dr e Pr Rodrigo Silva explica em um contexto arqueológioco e histórico.

    https://www.youtube.com/watch?v=g4iqvyoZQwg

    https://www.youtube.com/watch?v=EvyUkML_Qv4



  • roberto em 24 de junho de 2016 15:41

    Na episto de paulo aos,colossense,vai do capitulo 1 ao 4…numa das referencia sobre a divindade de cristo..voces menciona ,colossense 13:13;……….gostaria de agradecer a todos vos que tem se esforçado,em anunciar as boas novas de forma clara e facil de entender



  • Lelia em 19 de junho de 2016 9:11

    Muito bom! outro dia assitir pela Tv. Desejo o estudo como conseguir?



  • Silvio em 23 de maio de 2016 9:52

    Obrigado ! abrendi muito com este comentario



  • jessica em 6 de maio de 2016 20:11

    Ótimo estudo só não entendi aonde na biblia diz que principe é o mesmo que anjo
    alguem sabe me explicar.



  • frank em 24 de abril de 2016 14:03

    Não acredito, pois Miguel é um ser criado exclusivo para ser defender e guerrear afavor dos intersses do todo poderoso Deus .pois não vejo o Senhor chamando – o de filho e além do mais o Senhor disse que não era pra adorar anjos me sentiria em desobediencia adorando a criatura.



  • WANDERLIR em 22 de abril de 2016 15:04

    Porquer o programa novo tempo no canal 52 fechou tava gostando tanto



    • bibliafacil em 27 de abril de 2016 15:08

      Wanderlir, ele esta disponivel na internet em tempo real. Acesse novotempo.com/aovivo



  • Raysa em 31 de março de 2016 17:55

    Maria, vamos prestar mais atenção ao estudo, estamos falando de Miguel e não de Gabriel.



  • Maria em 1 de março de 2016 13:00

    Se Gabriel era Jesus ,por favor mim explique como ele próprio foi avisar a Maria q ela iria ter um filho e q se chamaria Jesus .



  • Ivanildo carneiro em 8 de fevereiro de 2016 14:37

    Qual revista vocês me indicam para eu compreender sobre Jesus eAnjo Miguel



    • bibliafacil em 10 de fevereiro de 2016 9:48

      Ivanildo, peça sua revista em nosso blog onde esta escrito PEÇA AQUI SEU ESTUDO.É totalmente grátis, precisa apenas preencher seu cadastro. Ajudará você a melhor compreender o estudo.



  • Marcos Vinicio C. Souza em 7 de fevereiro de 2016 11:39

    Fico maravilhado com os estudos bíblicos. Sou ouvinte assíduo do programa apresentado aos Sábados.! !.Desejo receber os assuntos referente a Daniel.



  • fabiana oliveira dos santos em 29 de janeiro de 2016 10:05

    estou começando a estudar a biblia mais nao consigo entender muitas coisas por onde devo começar como devo estudar a biblia.



    • bibliafacil em 29 de janeiro de 2016 10:12

      Fabiana, peça sua revista em nosso blog onde esta escrito PEÇA AQUI SEU ESTUDO.É totalmente grátis, precisa apenas preencher seu cadastro. Ajudará você a melhor compreender o estudo.



  • Paulo Henrique Cardoso em 13 de janeiro de 2016 2:49

    Onde posso fazer um curso rapido de entendimento da biblia em são paulo-capital ????



    • bibliafacil em 13 de janeiro de 2016 8:03

      Paulo, você pode fazer sem sair de casa, peça sua revista em nosso blog onde esta escrito PEÇA AQUI SEU ESTUDO.É totalmente grátis, precisa apenas preencher seu cadastro. Ajudará você a melhor compreender o estudo.



  • Emília Malheiros em 24 de novembro de 2015 20:20

    Adorei.Adoro tudo quanto se refere a Jesus Cristo e ao Arcanjo Miguel.



  • Maria Aparecida Correia Cortes em 18 de novembro de 2015 12:07

    Boa tarde
    Solicitei o estudo Bíblico Apocalipse já faz algum tempo, mas não chegou em minha casa,
    gostaria de saber se ainda vai chegar, ou se eu preciso pedir novamente. Gostaria de saber também se eu já posso pedir o estudo de Daniel.



    • bibliafacil em 18 de novembro de 2015 14:40

      Maria, leva de 15 a 25 dias para chegar em sua casa, se o tempo é maior que isso, por favor, entre em contato conosco via telefone em horário comercial (12) 2127-3121.



  • rodrigo souza figueiredo em 2 de novembro de 2015 22:04

    e aí saberão quem é o arcanjo Miguel.



  • rodrigo souza figueiredo em 2 de novembro de 2015 22:03

    Segundo o rabino Alan Unterman o Arcanjo Miguel, no judaísmo, é o celestial Príncipe de Israel que atua como advogado do povo judeu e apresenta as preces do homem diante de Deus e sumo sacerdote celestial; sua posição é à direita do Trono da Glória. dicionário judaico de lendas e tradições páginas 174 e 175. reflitam, pois foi aos judeus que foram confiados os oráculos de Deus (romanos 3: 2 e 9: 4 e 5. leiam este comentário e comparem com hebreus 8: 1 e 2.



  • oseias luis de oliveira em 15 de outubro de 2015 15:09

    É maravilhoso comer esse alimento,tão gostoso: alimenta á alma,alimenta o meu espirito; Glória á DEUS!!!!



  • fernando fequissa em 10 de outubro de 2015 14:54

    Perdido do culsu bibilco



    • bibliafacil em 21 de outubro de 2015 15:51

      Fernando,peça sua revista em nosso blog onde esta escrito PEÇA AQUI SEU ESTUDO.É totalmente grátis, precisa apenas preencher seu cadastro.



  • ana paula cavalcante em 5 de outubro de 2015 23:15

    É muito maravilhoso ter esses estudos em casa.



  • renata em 2 de outubro de 2015 11:42

    Muito bom eu to buscando a hraca e a minha libetacao e da minha filha nas drogas e eu melhora a depresao e jesus vai me liberta



    • bibliafacil em 5 de outubro de 2015 14:29

      Renata, estaremos orando por você e sua filha.



  • luke em 17 de setembro de 2015 19:00

    JOAO 8.44 ” disse jesus “. – Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.. DIFERENTEMENTE de Miguel aqui Jesus esculhamba o Diabo, coisa que os anjos nao fazem. entao miguel e um arcanjo e Jesus e o cristo. respeito a doutrina de vcs, sei q vcs nao sao uma seita, mas ficar aprisionado por doutrinas sem questiona-las e um erro. sei tbm q vcs tem como um dos pilares da igreja adventista ellen white, e digo isso nao e bom, pq ja vi pastores adventistas penando pra justificar os escritos dela atraves da palavra. mas vejo q a adventista e uma igreja q tenta acertar mais do q errar e isso e importante.



    • bibliafacil em 22 de setembro de 2015 17:18

      Luke, obrigada por expressar sua opinião com todo respeito e cautela com o que acreditamos. Fique sempre livre para acompanhar e discutir nossos temas abordados, que Jesus abençoe você e sua família.



  • Adecidio em 9 de setembro de 2015 16:49

    Obrigado pela resposta!



  • DOMINGOS FERREIRA em 9 de julho de 2015 22:42

    ELE PODERIA TER DITO A SATANÁS, EU TE REPREENDO E NÃO O SENHOR TE REPREENDE,SE O MESMO FOSSE JESUS.
    NA TENTAÇÃO ELE NÃO TRATOU SATANÁS COM TANTO RESPEITO.



    • bibliafacil em 8 de setembro de 2015 16:19

      Domingos, respeitamos sua forma de interpretação.



  • Adecidio em 5 de julho de 2015 12:04

    Eu também tenho uma pergunta, não sobre este assunto, mas uma pergunta que à muito tempo procuro na Bíblia e na internet e até hoje ainda não encontrei. A pergunta é: Eu quero saber se pessoas com deficiência mental possui alma? (deficiência mental não física).



    • bibliafacil em 8 de setembro de 2015 16:55

      Adecidio, a lama é o sopro da vida dada por Deus, esperamos ter respondido sua resposta.



  • Paulo Roberto da Silva em 25 de junho de 2015 17:38

    O programa é ótimo; porém eu esqueci minha senha de contato, gostaria de receber o estudo Fim ou Recomeço?



    • bibliafacil em 9 de setembro de 2015 15:28

      Paulo, entre em contato com a Escola Bíblica (12) 2127-3121 e fale com uma de nossas atendentes.



  • Cristiano em 6 de junho de 2015 19:54

    Amém



  • alan em 22 de maio de 2015 13:35

    Ola meu nome é alan, É muito interessante as comparações



  • samuel em 1 de maio de 2015 13:19

    Esse “2 Colossenses 13:13; “que se refere não existe na bíblia. “Colossensse só vai até o capitulo 4”. Qual é sua bíblia.?? Estudo maravilhoso , só gostaria de sabê a ênfase em sima



  • francis em 26 de março de 2015 21:43

    Sou um Anjo e meus filhos tambem e estou feliz pelo o desenvovimento que a novo tempo está realizando



  • alessandro ramos rodriguês em 19 de março de 2015 23:02

    Quero me cadastrar



  • fernando santos kanumbila em 4 de março de 2015 9:22

    deus nos ama.



  • Ricardo em 11 de fevereiro de 2015 22:59

    quanto mais eu leio a Biblia mais eu tenho dúvida se jesus é Deus ou filho de Deus porque 1joão 5:5 diz que só vence o mundo aquele que tem fé que jesus é filho de Deus, se pensar-mos ao contrário isso não faz de nós derrotados pelo mundo?



    • Manassés em 25 de fevereiro de 2015 17:37

      Olá,

      Jesus é Filho de Deus.
      É como diz o ditado: filho de peixe é peixinho.
      Filho de Deus só pode ser Deus também.
      Nós somos considerados filhos de Deus por adoção, por causa de Cristo Jesus.
      Deus abençoe sua vida!



      • francis em 26 de março de 2015 21:45

        Parabezs



  • Ricardo em 11 de fevereiro de 2015 22:52

    mas em Daniel 7:13,14 mostra um filho de homem tendo acesso ao antigo de dias e que ele recebe domínio e um reino, por favor me responda quem é esse homem e esse antigo de dias?



    • Manassés em 25 de fevereiro de 2015 17:22

      Olá Ricardo,

      “Um como o Filho do Homem” é um título que se refere ao Messias.
      Confira os textos:
      Mt 24:30; 26:64
      Mc 13:26;14:62
      Lc 21:27
      Ap 17,13;14:14.

      Deus abençoe sua vida!



  • Navais Joâo dala em 17 de janeiro de 2015 14:29

    o programa biblia facil apresentado pelo Pr Arilton tem sido um dos estudos biblico mais interprete que tem vindo a satisfazer a minha necessidade de aprender aobre a profecia de Daniel. Agradesso a Deus e ao esforço empregue pela equipe da NT na divulgaçâo do evangelho, Deus os abençoe.



  • Levi em 5 de janeiro de 2015 21:29

    Muito interessante e também muito polêmico, pois a herança católica presente no meio protestante ainda limita a visão de muitos crentes, quando digo herança, refiro-me a algumas ideias distorcidas sobre “arcanjo e anjo” como seres espirituais criados.



  • ADEMILSON em 28 de dezembro de 2014 7:29

    ESTOU GOSTANO MUITO DE ESTUDAR O LIVRO DE DANIEL LOUVADO SEJA DEUS POR ISSO .



  • Sônia em 15 de dezembro de 2014 19:35

    Estou conhecendo este programa hoje, e já estou gostando por que tenho muitas duvidas, principalmente em relação a lúcifer, por que eu já li que lúcifer é Jesus



    • Manassés em 17 de dezembro de 2014 10:05

      Olá,

      Jesus e Lúcifer são personagens completamente diferentes que, inclusive, travam atualmente a batalha entre o bem e o mal.
      Leia sobre esta batalha em Apocalipse 12:7-12 (Miguel = Cristo e Dragão = Lúcifer).
      Deus abençoe seu coração.



  • Juliano em 2 de dezembro de 2014 20:00

    Quero agradecer a Deus por este programa, pois tenho aprendido bastante e parabenizar a todos os organizadores.. Assisti todos os episódios pela internet e espero assistir de novo para compreender melhor alguns assuntos e sobre a possibilidade de o Arcanjo Miguel ser Cristo o estudo acima nos revela tudo…. bo



  • reinaldo marinho correia em 5 de novembro de 2014 9:20

    Concordo que Miguel é um dos títulos do Sr. Jesus, e também acho que isto não o diminui em nada, pelo contrário, pois, ser o primeiro príncipe, chefe dos anjos, e o libertador do seu povo só o enobrece.



  • ilda em 2 de novembro de 2014 20:45

    aprendo muito com vocês ,obrigada….



  • Luciano em 29 de outubro de 2014 20:01

    miguel significa quem é como Deus? E não semelhante a Deus!!! Então posso dizer que Miguel é Deus? Uma vez que Jesus é Deus!!!



  • daise em 17 de outubro de 2014 15:01

    olá queridos da novo tempo
    é um prazer assistir voces todos dias em minha casa
    gostaria de ser anjo mais ainda esta meio complicado
    mais em breve se DEUS quizer estarei contribuindo tbm
    para a pregaçao do envengelho atravéz da novo tempo
    que DEUS abençoe todos voces e parabens por esse trabalho maravilhoso



  • Tania Maria de souza silva em 9 de outubro de 2014 13:24

    Pastor,estou tentando conseguir a revista gratuita de Daniel mas não consigo enviar meu pedido, mande para meu e -mail para que possa estudar e entender mas a profecia de Daniel que a paz esteja com todos.



  • Tania Maria de souza silva em 9 de outubro de 2014 13:12

    amo,de paixão,esse programa é uma benção de Deus.



  • GERVASIO FORTUNATO DOS SANTOS em 3 de outubro de 2014 17:19

    OBRIGADO PASTORES DA NOVO TEMPO,EXISTE O QUARTO MANDAMENTO ESQUECIDO POR MUITOS CRISTÃOS.



  • Temístocles em 28 de setembro de 2014 18:56

    Gostaria de contribuir com os seguintes versos, pois realmente é difícil entender que Miguel é Cristo, pelo fato de não existir na Bíblia um verso afirmando que literalmente que “Miguel é Cristo”. Mas ao ler os seguintes versos: Gen 22:11-12
    11 Mas do céu lhe bradou o Anjo do S enhor:Abraão! Abraão! Ele respondeu:Eis- me aqui! 12 Então, lhe disse:Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho.
    (RA). Está claro que Deus assume forma de anjo. E se o fato dele assumir forma de anjo negasse Sua divindade, também poderíamos afirmar o mesmo quando ele assumiu forma de homem.



  • Sidalva em 20 de setembro de 2014 16:36

    Não tenho duvidas que Miguel e um dos nomes de Jesus o próprio “Deus`.` Existe evidencias suficientes na Bíblia e esses textos citados mostram isso. Na verdade o que ocorre são pessoas usadas por satanás, e suas mentes estão totalmente fechadas, e se essa pessoa não se dispor e pedir a DEUS que a liberte e ilumine, e abri sua mente para tal entendimento; não conseguirão ver essas verdades e entende-las. Como Miguel sendo criatura teria mais poder que os outros criados??? Deus não estaria sendo injusto com os demais anjos se desse tanto poder e autoridade assim pra um único ser criado como se os outros não existissem?? Lembrem-se Deus e fiel, justo e verdadeiro.



  • Wanderley Silva em 19 de setembro de 2014 13:10

    Um exemplo que podemos citar sobre a evidência de que Miguel e Jesus são a mesma pessoa pode ser obtido (como exemplo, a fim de facilitar o entendimento), é o sistema de patentes das forças armadas brasileiras.

    Por exemplo, o mais alto posto das formas armadas são:
    Almirante-de-Esquadra(Almirante) para a Marinha;
    General de Exército(General) para o Exército; e
    Tenente-Brigadeiro (General) para a Aeronáutica.

    No entanto, EM TEMPOS DE GUERRA, ou seja, em confronto direto com um inimigo, AS MESMAS PATENTES e AS MESMAS PESSOAS passam a se chamar:

    Almirante(Almirante-da-Armada) para a Marinha;
    Marechal para o Exército; e
    Marechal-do-Ar para a Aeronáutica.

    Então, temos aqui na terra um exemplo de que, em tempos de guerra (no caso em questão, em confronto direto com Satanás), Jesus assume um nome honorífico, um emblema de guerra e uma “patente” em Miguel, cuja literalidade textual resume-se a um nome-desafio (Quem é igual a Deus?). Abraços!



  • JOÃO PEDRO A. DE OLIVEIRA em 18 de setembro de 2014 18:35

    “Se o título de Miguel não pode ser identificado como sedo JESUS, então o q. diremos quando o próprio cristo é identificado de maneira extensiva em toda bíblia como Filho”? são títulos concedidos a divindade [trindade] por ocasiões especiais em q. a própria divindade p. comunicar c/ seu povo e realizar atos de livramentos.



  • Eliana em 16 de setembro de 2014 10:04

    Prezado Alberto,
    Quando é que um anjo poderia ser chamado de grande e libertador de seu povo(Daniel 12:1)? Se um anjo tem o poder de expulsar outros anjos do céu (ap 12:7-9) e de libertar o povo, então por que Jesus veio a esta terra?



  • thiago em 14 de setembro de 2014 10:23

    para acaber de vez com a discórdia de que Miguel é ou não Jesus, precisamos nos lembrar quem foi que lançou satanás na terra, todos sabemos que foi o próprio Deus segundo o livro de Gêneses, e também devemos nos lembrar quem batalhou com satanás no Céu e o expulsou do Céu, todos sabemos também que foi Miguel, segundo o livro de apocalipse, sendo assim, Miguel é o próprio Deus, ou seja Jesus.



  • Maria Idalia cosa alves em 13 de setembro de 2014 21:53

    Amados essa discussão sobre se Jesus é o ñ é Miguel e inútil, pois se tem uma clareza na bíblia e a certeza disso, e só ler … esse texto :“E houve batalha no Céu; Miguel e seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhava o dragão e seus anjos; mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos Céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana a todo o mundo; ele foi precipitado na Terra, e seus anjos foram lançados com ele”. (Apocalipse 12:7 – 9). agora pense comigo, e deixem o Espírito santo guia-los; A luta do bem contra o mal e de quem ?…… 1° de criaturas contra criaturas ? ou de Criador e criatura ? se fosse a de criatura contra criatura ai sim Miguel seria um arcanjo ou um anjo normal uma criatura criada por Deus certo, mas ñ , a luta do bem contra o mal sempre foi entre Jesus e satanas, Jesus Criador e satanas criatura então o texto mostra claramente que MIGUEL e seus anjos lutam contra satanas, e de maneira nem uma Deus pode ficar olhando duas criaturas no reinos celestial brigando e ele olhando ñ teria sentido nem um nisso na salvação, então parem de ficar em tolas discussões e entendam os textos,sempre Jesus e apresentado com vários nomes, leão, verbo,pai da eternidade,príncipe da paz,conselheiro…..etc vcs ñ podem se apegar a só uma traduções bíblicas entendam que os textos originais foram escritos em aramaico,hebraico,grego e temos que levar em conta quem fez a 1 tradução para o nosso idioma e que religião pertencia e que não temos mais os originais de certos texto , e sim copias de copias de copias. Por isso irmão sinceros deixem o espirito santo guia-los a verdade e parem de contenda, deus ama a todos, ante a salvação era para o povo escolhido,mas eles perderam como nação santa, e sabe porque por causa de desobediência ,hoje Deus esta reunindo um povo santo um Israel espiritual ñ ´uma denominação, e sim aquele que faz a vontade dele e vive a plena realidade da palavra de Deus então nada melhor que se ajunta a um povo que lhe nos ensina a essas verdades. Amo ser Adventista, tenho orgulho disso pois foi o Espírito santo que me guiou para cá .. um forte abraço que a paz e a graça de Jesus fique a todos



  • José jucimário em 12 de setembro de 2014 20:32

    A MAIOR PROVA QUE MIGUEL É JESUS:
    E sucedeu que, estando Josué perto de Jericó, levantou os seus olhos e olhou; e eis que se pôs em pé diante dele um homem que tinha na mão uma espada nua; e chegou-se Josué a ele, e disse-lhe: És tu dos nossos, ou dos nossos inimigos?
    E disse ele: Não, mas venho agora como príncipe do exército do SENHOR. Então Josué se prostrou com o seu rosto em terra e o adorou, e disse-lhe: Que diz meu senhor ao seu servo?
    Então disse o príncipe do exército do Senhor a Josué: Descalça os sapatos de teus pés, porque o lugar em que estás é santo. E fez Josué assim.

    Josué 5:13-15



  • helena em 11 de setembro de 2014 8:55

    Bom dia! Minha leitura que fiz ao me levantar fio exatamente sobre Daniel 3e foi uma leitura mui profunda . Quero dizer que quando estou estudando a palavra a minha carna trme minha voz parece que endag chora muito nao tenho controle sobre mim.sunto que sou selada pois observo e quardo as mandamwntos do senhor eu e minha casa.tengo 47anos sou adventista.



  • Osmar Ferreira em 7 de setembro de 2014 16:19

    Alguns usam o fato de que Miguel usa o termo o “Senhor te repreenda”(Judas 9) na contenda com o diabo, para afirmar que esta declaração o “Senhor te repreenda” se deu pelo fato de inferioridade real, ou seja, a mesma que os anjos tem em relação a Deus. Contudo, esta afirmação não pode ser levada em conta para afirmar que Miguel não é Jesus ou um dos nomes ou títulos que Jesus usa pelo simples fato de que a Palavra de Deus mostra o SENHOR CHAMANDO O SENHOR, DE SENHOR ( “O Senhor te repreende”)Compare as duas passagens, e observe que trata-se de dois servos de Deus. E, a diferença é que um estava vivo e o outro morto (Zacarias 3:2- Judas 9). Observe em um texto diz: “…Satanás esta a mão direita dele para lhe opor”, e o outro:…o Arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava”. ..
    “Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.” Salmo 110:1.
    E, ainda devemos lembrar o episódio em que o Senhor fez referência do Senhor, assim: Senhor disse para Moisés… CONSIDERAI QUE O SENHOR VOS DEU (Êxodo 16:28,29). Sendo assim, ninguém poderá alegar que Miguel usou o termo Senhor por não ser igual.
    Lembra-se que o Filho do Homem diversas vezes chamou O Pai de Senhor, de Maior se posicionando como servo ( Isaías 53- Mateus 20: 28-Lucas 22:27- João 13:5- Filipense 2:7
    Veja agora o Senhor Jesus apesar de expulsar demônios e “diversas vezes repreendeu o próprio Diabo” se colocando como servo da humanidade provando como fajuta a declaração de que “Ora, como o arcanjo Miguel poderia invocar a autoridade de pessoa maior se ele fosse realmente Jesus, considerando que ele durante sua vida na terra por diversas vezes repreendeu o próprio Diabo”
    Não será assim entre vocês. “Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. Mateus 20.26-28
    “Se alguém quiser ser o primeiro, será o último, e servo de todos” (Mc 9.35).
    “Eis o meu servo, a quem sustento o meu escolhido, em quem tenho prazer. Porei nele o meu Espírito, e ele trará justiça às nações. Não gritará nem clamará, nem erguerá a voz nas ruas. Não quebrará o caniço rachado, e não apagará o pavio fumegante. Com fidelidade fará justiça; não mostrará fraqueza nem se deixará ferir, até que estabeleça a justiça na terra” (Isaías 42:1-4)
    Mc. 9:35 > E Ele, sentando-se, chamou os doze e lhes disse: Se alguém quiser ser o primeiro, Será o derradeiro de todos e o servo de todos.
    Mc. 10:45 > Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.
    Não podemos ignorar o fato de que é Jesus que é o Príncipe e o Defensor do povo do profeta Daniel.
    A Palavra de Deus declara em Daniel 12:1 que “naquele tempo, se levantará Miguel”. A Palavra de Deus também declara que o “tempo,” é o “tempo de angústia, a qual nunca houve desde que houve nação até aquele tempo”; mas, “naquele tempo”, ou seja, no tempo de angústia, a qual nunca houve, “será salvo o teu povo, todo aquele que for achado inscrito no Livro da Vida”. Há de ser observado mais uma vez, que o texto sagrado declara que é neste tempo que se levantará Miguel(não é pelo fato de Ele não tenha se levantado antes), neste tempo de angústia a qual nunca houve, e será salvo todo aquele que estiver escrito no Livro da Vida. Pois bem, a primeira pergunta a ser respondida é: somente os judeus estão ou estarão com os nomes escritos no Livro da Vida? A resposta é simples: Não. A segunda pergunta é:a que tempo o anjo Gabriel está se referindo nesta conversa com Daniel? A resposta também é simples e estar no próprio capitulo 12:2 a 4, ou seja, no tempo do fim. Cabe agora a Luz da Palavra de Deus estabelecer o tempo do fim, veja:
    Mateus 24:14 “E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.”
    II Pedro 3:3-4 “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concuspiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.”
    1 João 2:18 “Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora.”
    II Timóteo 3:1-5 “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta- te também desses.”
    Jeremias 30.5-7: “Assim diz o Senhor: Ouvimos uma voz de tremor e de temor e não de paz. Perguntai, pois, e vede, se acaso, um homem tem dores de parto. Por que vejo, pois, a cada homem com as mãos na cintura, como a que está dando à luz? E por que se tornaram pálidos todos os rostos? Ah! Que é grande aquele dia, e não há outro semelhante! É tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será livre dela”.
    Agora com uma compreensão de que Miguel se levantará no tempo de angustia ou no tempo do fim, para defender e salvar da angústia naquele tempo quem estiver com o nome no Livro da Vida. Cabe agora ser esclarecido pela Palavra de Deus em outros textos, quem é que livra o povo de Deus(judeus ou gentios) da angústia e no tempo da angústia, para sabermos quem realmente é Miguel. Então vejamos:
    – O profeta Jonas disse: Na minha angústia clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz. Jonas 2:2
    – O profeta Naum declarou: O SENHOR é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele. Naum 1:7
    -O profeta Jeremias por duas vezes escreveu:1- “O esperança de Israel, e Redentor seu no tempo da angústia, por que serias como um estrangeiro na terra e como o viandante que se retira a passar a noite?” Jeremias 14:7-8. “2- O SENHOR, fortaleza minha, e força minha, e refúgio meu no dia da angústia; a ti virão os gentíos desde os fins da terra, e dirão: Nossos pais herdaram só mentiras, e vaidade, em que não havia proveito” Jeremias 16:19.
    -O salmista e profeta(Atos 2:30) Davi também escreveu: 1-“Na angústia invoquei ao SENHOR, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face.” Salmos 18:6. 2- “Eu, porém, cantarei a tua força; pela manhã louvarei com alegria a tua misericórdia; porquanto tu foste o meu alto refúgio, e proteção no dia da minha angústia.” Salmos 59:16. 3- “Dá ouvidos, SENHOR, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas.” “No dia da minha angústia clamo a ti, porquanto me respondes.” Salmos 86:6-7
    – Asafe também declarou por três vezes: 1-Oferece a Deus sacrifício de louvor, e paga ao Altíssimo os teus votos. E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás Salmos 50:14-15. 2- No dia da minha angústia busquei ao SENHOR; a minha mão se estendeu de noite, e não cessava; a minha alma recusava ser consolada
    Salmos 77:2. 3- Clamaste na angústia, e te livrei; respondi-te no lugar oculto dos trovões; provei-te nas águas de Meribá. Salmos 81:7.
    -E o profeta Isaías também garante que é o Senhor que livra e livrará seu povo da angústia no tempo do fim: “O SENHOR, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei, e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas; os teus conselhos antigos são verdade e firmeza.
    Porque da cidade fizeste um montão de pedras, e da cidade forte uma ruína, e do paço dos estranhos, que não seja mais cidade, e jamais se torne a edificar. Por isso te glorificará um povo poderoso, e a cidade das nações formidáveis te temerá. Porque foste a fortaleza do pobre, e a fortaleza do necessitado, na sua angústia; refúgio contra a tempestade, e sombra contra o calor; porque o sopro dos opressores é como a tempestade contra o muro.” Isaías 25:1-4
    SENHOR, tem misericórdia de nós, por ti temos esperado; sê tu o nosso braço cada manhã, como também a nossa salvação no tempo da tribulação. Isaías 33:2.
    Como pode ser observado, é o Senhor que dá livramento na angústia e no tempo da angústia, ficando assim incontroverso que Miguel é um dos nomes ou títulos usados por Jesus, já que a Palavra de Deus declara que Miguel é o defensor dos filhos do povo de Daniel.
    Disse o SENHOR: De certo que o teu remanescente será para o bem; de certo, no tempo da calamidade, e no tempo da angústia, farei que o inimigo te dirija súplicas. Jeremias 15:11
    Disse o SENHOR: De certo que o teu remanescente será para o bem; de certo, no tempo da calamidade, e no tempo da angústia, farei que o inimigo te dirija súplicas. Jeremias 15:11
    Veja ainda abaixo
    A palavra de Deus diz que anjos de Deus são: “Todos eles espíritos ministradores. Enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação”(Hebreus 1:13,14-Salmos 34:7 e 91:11). Os anjos estão a serviços de Jesus (Mateus 24:30 e 31- 25:31-26:53-ll Tessalonicenses 1:7 Apocalipse 1:1). Os anjos foram criados por Deus como ministros e mensageiros… (Gênesis 28:12- 32:1,2-Salmos 103:20,21-104:4 Daniel 6:22).
    A palavra de Deus quando fala de anjos menciona no singular e no plural, anjos de Deus e anjos de Satanás.
    Anjos de Deus:
    Singular->Daniel 6:22-Atos 12:7
    Plural->Gênesis 19:15 ,Salmos 91:11
    Anjos de Satanás: São os anjos que foram expulsos do céu juntos com satanás. Apocalipse 12: 7,8,9- ll Coríntios 11:14,15 Mateus 25:41(anjos maus,demônios).
    Deus é Ordeiro, logo os anjos tem uma hierarquia:Querubins,Serafins e anjos.O antes Lúcifer e agora Satanás era um Querubim.(Isaías 14:12,13,14,15-Ezequiel 28:12,13,14,15)
    Querubim->Êxodo 25:19-Ezequiel 9:3-28:14)
    Querubins->Ezequiel 10:3-Genesis 3:24-Êxodo 25:20
    Serafim->Isaías 6:6”então,’um’ dos Serafins…”
    Serafins->Isaías 6:2-“Serafins estavam por cima Dele;cada um…”
    Gabriel na hierarquia vem abaixo de MIGUEL (Daniel 10:21 ”MIGUEL vosso Príncipe”)Gabriel recebeu ajuda de Miguel(Daniel 10:13).
    Então quem é MIGUEL? Um ser criado? Um anjo? Um Querubim? Um Serafim? (Daniel 10:21-12:1).
    Gabriel é mencionado na Palavra de Deus em Daniel 8:16-9:21- Lucas 1:19,26. Podemos afirmar sem medo de errar que Gabriel é o anjo Querubim que esta diretamente envolvido no ministério de Jesus antes e depois de Sua encarnação. Mas para termos certeza, precisamos saber quem realmente é MIGUEL procurando a resposta na Palavra de Deus da seguinte pergunta:
    Quem é o Príncipe do povo de Deus?
    MIGUEL é um Arcanjo e na bíblia só existe a referencia de um Arcanjo não de Arcanjos (Judas: 9).
    A palavra Arcanjo é mencionada na bíblia apenas duas vezes(l Tessalonicenses 4:16-Judas:9).
    Miguel é mencionado na bíblia cinco vezes (Daniel 10:13,21 -12:1-Judas:9-Apocalipse 12:7)
    Em Daniel 10:13 Ele vem para ajudar a Gabriel e no verso 21 declara que Miguel é o Príncipe do povo de Daniel.O povo de Daniel é o povo de Deus.
    A Palavra de Deus diz que Jesus é o Príncipe da paz (Isaías 9:6)que Cristo esta acima de todo principado (Efésios 1:20,21-Colossenses 2:10)que Deus o elevou a Príncipe e Salvador(Atos 5:33 e Apocalipse 1:35).
    Ele se apresentou a Josué como Príncipe do Exercito do Senhor (Josué 5:14,15),e disse a Josué o mesmo que Deus disse a Moisés:”descalça as sandálias dos pés porque o lugar que esta é santo” (Josué 5:15-Êxodo 3:4-6),mostrando quem é que estava ali realmente. “Então Josué se prostou sobre seu rosto em terra e O adorou,” e O chamou de Senhor(14). Com esta atitude de Josué, ficou demonstrado quem é que realmente estava ali. Devemos lembrar que anjos de Deus, não aceita adoração, e que nenhum filho ou filha de Deus, deve adorar anjos, pois somente Deus é digno de adoração, honra e louvor.
    Em Daniel 10:13,Gabriel fala que Miguel é uns dos primeiros Príncipes o que pode levar a crer que pode não ser o segundo ou o terceiro nem o primeiro. Mas em Daniel 12:1,4,que é a continuação da conversa entre Gabriel e Daniel (ver 11:1,2),nos é revelado Miguel como “O Grande Príncipe”,o “defensor” de dos filhos do teu povo (povo de Daniel,ou seja,povo de Deus). Quem é que defende e peleja pelo povo de Deus? (Josué 10:14-23:13-Salmos 89;18-59;9-Provérbios 22;23-I Samuel 14;23-II Samuel22;2-23;10)
    Em Judas 9, nos é revelado que foi Miguel que contendeu com o diabo e disputou o corpo de Moisés. Observe que Gabriel pediu ajuda a Miguel(Daniel 10:13),mas em Judas 9 o Arcanjo Miguel estava só, ou melhor, não é mencionada a presença de nenhum anjo de Deus, contudo é provável que sim.
    Em Apocalipse 12:7 refere a uma batalha entre Miguel e seus anjos e o dragão e seus anjos. A peleja aqui referida foi no céu, Miguel saiu vencedor e expulsou o dragão e seus anjos do céu para a terra. O fato aqui narrado, SMJ se deu antes de Adão e Eva pecarem. É uma referencia a uma época que não havia pecado no universo de Deus, ou seja, começou no céu.
    A Palavra de Deus ainda nos revela que O Filho do Homem mandará os “seus” anjos…Mat. 13:41 e O Filho do Homem enviará os “seus” anjos para reunir os escolhidos… Mat. 24:30,31. Se for feito um paralelo com Miguel e “seus” anjos (Apoc. 12:7), não restará dúvida quanto quem realmente é Miguel.
    Quem é Miguel?
    Gabriel foi enviado por Deus, para confortar, fortalecer, explicar e revelar ao profeta as visões, “Gabriel da a entender a este a visão”(8;16),”eis que te farei saber o que há de acontecer no ultimo tempo da ira”(8;19),”esta visão se refere ao tempo do fim”(8;17). No capitulo 9, Daniel ora a Deus. E, no verso 21 e 22, Gabriel veio para instruir o que faltava. Em Daniel 10, Gabriel aparece para consolar, fortalecer, dar continuidade das explicações e falar sobre Miguel o “Vosso Príncipe”.
    Em Daniel 12, Gabriel revela ao profeta a identidade de Miguel: “ O Grande Príncipe e o Defensor dos filhos de Deus”(povo de Daniel), e encerrar a explicação do que era necessário de tudo o que Daniel tinha visto e ouvido.
    E, nos evangelhos Gabriel aparece para falar do nascimento de João Batista que ia preparar o caminho do Senhor (Lucas 1:11-19).”Para falar-te e trazem estas boas novas”, disse Gabriel(Mateus 3:1,3-Lucas 3:3,4)
    E, apareceu também a Maria e a José para trazer-lhes boas novas (Lucas 1:26 a 38 Mateus 1:18 a 25), a cerca do nascimento do Príncipe da paz,cujo nome é Jesus que “Salvará o seu povo dos pecados deles”
    Quem é Príncipe do povo de Deus? Quem é o Defensor do povo de Deus? Quem é Este Grande Príncipe? Quem é que vai dar a Palavra de ordem para os mortos ressuscitar? De Quem será Esta Voz? ( I Tessalonicenses 4;16- -João 5;25,28-6;39.40).
    “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro” (1 Tessa. 4:16)
    “Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.”(João 5:25)
    “Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão.” (João 5:28)
    “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro” (1 Tessa. 4:16)
    O Senhor(que Senhor) descerá do céu com: alarido ?
    O Senhor(que Senhor) descerá do céu com : voz de Arcanjo?
    O Senhor(que Senhor) descerá do céu com : com a trombeta de Deus?
    O objetivo da voz:
    1-”os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus”(João 5:25) 2-” todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão”(João 5:28) 3:”e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro”(1 Tessa. 4:16)
    Observa que usei o texto Sagrado no contexto da Voz que ressuscitará os mortos, identificando o Dono da Voz, usando outros textos Sagrados e não fazendo um ajuntamento para dizer aquilo que quero.
    Portanto, temos que saber quem na verdade é o Principe e o Defendor do povo do profeta Daniel. Veja:sAlegrem-se, porém, todos os que se refugiam em ti; cantem sempre de alegria! Estende sobre eles a tua proteção. Em ti exultem os que amam o teu nome. Pois tu, Senhor, abençoas o justo; o teu favor o protege como um escudo. (Salmos 5:11-12)
    Livra-me, meu Deus, dos meus inimigos, defende-me daqueles que se levantam contra mim. Não os mates, para que o meu povo não se esqueça; espalha-os pelo teu poder, e abate-os, ó Senhor, nosso escudo. (Salmos 59:1,11)
    Porque o SENHOR é a nossa defesa, e o Santo de Israel o nosso Rei (Salmos 89:18)
    O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio. ( Salmos 18:2 ).
    Surpreenderam-me eles no dia da minha calamidade, mas o Senhor foi o meu amparo. (Salmos 18:18)
    Eu estou aflito e necessitado. Corre em meu auxílio, ó Deus. Só tu podes ajudar-me e libertar-me. Senhor, não me faças esperar. (Salmos 70:5)
    Disse pois: O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador. (2 Samuel 22:2)
    Porque o SENHOR defenderá a sua causa em juízo, e aos que os roubam ele lhes tirará a vida. (Provérbios 22:23 )
    Porque o seu redentor é poderoso; e pleiteará a causa deles contra ti. (Provérbios 23:11)
    Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam. Que isto lhes não seja imputado.
    Mas o Senhor assistiu-me e fortaleceu-me, para que por mim fosse cumprida a pregação, e todos os gentios a ouvissem; e fiquei livre da boca do leão. E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém. (2 Timóteo 4:16-18)
    Mas fiel é o Senhor, que vos confirmará, e guardará do maligno 2 Tessalonicenses 3:3
    Tenho visto atentamente a aflição do meu povo que está no Egito, e ouvi os seus gemidos, e desci a livrá-los. Agora, pois, vem, e enviar-te-ei ao Egito Atos 7:34
    E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades Romanos 11:26
    Portanto, Miguel é Jesus.
    Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br



  • franciberg em 5 de setembro de 2014 22:39

    Que bom que encontrou respostas , vou orar por você, sou de cuiabá mato-grosso, continue a buscar a verdade e você encontrará uma fonte a jorrar para a eternidade



  • ALEXANDRE DIETRICH em 5 de setembro de 2014 18:23

    Boa noite irmão Fabiano Roberto, a paz do Senhor!

    Fabiano Roberto disse em 31 de agosto de 2014 às 22:17

    >>>Prezado Pastor. veja a diferença entre Jesus e Miguel..
    Jesus é Criador (Jo 1.3) Miguel é criatura (CI 1.16).
    Jesus é adorado (Hb 1.6) Miguel não é adorado (Ap 22.8-9)
    Jesus é o Senhor (Ap 17.14) Miguel é príncipe (Dn 10.13)
    Jesus é o Rei dos reis (Tm 6.15) Miguel é príncipe dos judeus (Dn 12.1)<<>Miguel é criatura<< usando Colossenses 1:16 certo! Segue o texto “Ipsis litteris”:

    “pois, nEle, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, seja tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dEle e para Ele”.

    Irmão Fabiano, em que parte de Colossenses 1:16 o irmão encontrou o título “MIGUEL” e a AFIRMAÇÃO de que “MIGUEL” seria uma “CRIATURA”? Não existe não é mesmo! Se não existe tal afirmação, por que o irmão citou Colossenses 1:16 para seu argumento?

    Feliz Sábado e fique com Deus!



    • José jucimário em 12 de setembro de 2014 20:43

      A MAIOR PROVA QUE MIGUEL É JESUS:
      E sucedeu que, estando Josué perto de Jericó, levantou os seus olhos e olhou; e eis que se pôs em pé diante dele um homem que tinha na mão uma espada nua; e chegou-se Josué a ele, e disse-lhe: És tu dos nossos, ou dos nossos inimigos?
      E disse ele: Não, mas venho agora como príncipe do exército do SENHOR. Então Josué se prostrou com o seu rosto em terra e o adorou, e disse-lhe: Que diz meu senhor ao seu servo?
      Então disse o príncipe do exército do Senhor a Josué: Descalça os sapatos de teus pés, porque o lugar em que estás é santo. E fez Josué assim.
      Josué 5:13-15
      Lembre: um anjo comum não recebe adoração Ap 19:10. O Príncipe do Exercito, ou o Senhor dos Exércitos, é Jesus. ver Dan 8:10-11. Graça e Paz Meu amado!



  • geraldo Fernanes de Souza em 4 de setembro de 2014 21:02

    querido Fabiano Roberto, como é que você associa Miguel a um principe judeu? que base biblica vc tem pra fazer essa afirmação? você ta querendo dizer que daniel 12 esta falando do povo judeu? leia o verso 2 que fala da ressurreição onde relata que muitos ressucitarão para vida eterna e outros para horror e vergonha eterna, agora associe esse texto a 1 tessalonicenses cáp. 4 versos 16 e 17, depois que você descobrir que evento é esse e pra qual tempo ele está determinado, eu falei tempo não data marcada, certo? você compreenderá que o Principe citado em daniel 12:1 não é simplesmente um principe judeu.



  • geraldo Fernanes de Souza em 4 de setembro de 2014 20:56

    Amigo, com todo respeito como é que você associa Miguel a um principe judeu? que base biblica vc tem pra fazer essa afirmação? você ta querendo dizer que daniel 12 esta falando do povo judeu? leia o verso 2 que fala da ressurreição onde relata que muitos ressucitarão para vida eterna e outros para horror e vergonha eterna, agora associe esse texto a 1 tessalonicenses cáp. 4 versos 16 e 17, depois que você descobrir que evento é esse e pra qual tempo ele está determinado, eu falei tempo não data marcada, certo? você compreenderá que o Principe citado em daniel 12:1 não é simplesmente um principe judeu.



  • elisangela em 1 de setembro de 2014 15:02

    nossa que benção,tenho aprendido muito .sou de uma denominação tradicional,onde se roda e pula muito ,só que a palavra de Deus não tem tido tanta importância ,que bom encontrei vcs pra esclarecer minhas dúvidas.



    • Franciberg em 5 de setembro de 2014 22:46

      Que bom que encontrou respostas , vou orar por você, sou de cuiabá mato-grosso, continue a buscar a verdade e você encontrará uma fonte a jorrar para a eternidade



  • feferino baptista em 1 de setembro de 2014 6:50

    Sr. José Carlo, deves parar um pouco para pensar, antes de falares, para tropeçares com as tua baboseiras, o Sr. não sabe e não tem noção do que esta a fala. continue a orar mais, olha eu sou católico, mais graças a Deus aprendo muitas coisa com os adventistas, porque eles buscam a sua verdade na Bíblia. Deus lhe abençoe



  • Alberto em 1 de setembro de 2014 1:47

    Caros irmãos, creio que em Hebreus 1 fica claro que Cristo não é o arcanjo Miguel. Poderiam verificar? Fraterno abraço.



    • Franciberg em 5 de setembro de 2014 22:46

      o irmão em hebreus Jesus recebe outro titulo o de sacerdote e outro de sumo-sacerdote, ali diz que Deus jamais chamou aos Seus anjos de filho mas a Jesus sim, ademais Deus o chama do que Ele quiser, e o libertador o Grande príncipe como diz em Daniel 12:1 é o meu Senhor e (libertador JESUS). Deus o abençoe.



  • marcos em 31 de agosto de 2014 22:40

    gostaria de ver o estudo de sábado dia 30/08/2014 porque eu perdi



  • Fabiano Roberto em 31 de agosto de 2014 22:17

    Prezado Pastor. veja a diferença entre Jesus e Miguel..

    Jesus é Criador (Jo 1.3) Miguel é criatura (CI 1.16).
    Jesus é adorado (Hb 1.6) Miguel não é adorado (Ap 22.8-9)
    Jesus é o Senhor (Ap 17.14) Miguel é príncipe (Dn 10.13)
    Jesus é o Rei dos reis (Tm 6.15) Miguel é príncipe dos judeus (Dn 12.1)



    • Manassés em 3 de setembro de 2014 10:11

      Olá Fabiano,

      Nenhum texto mencionado por você refere-se a Miguel e sim aos anjos criaturas, o que não corresponde ao caso de Miguel.
      Deus lhe abençoe!



  • Helen Pacheco em 31 de agosto de 2014 21:04

    Excelente estudo



  • Adailton em 31 de agosto de 2014 18:29

    A lição da escola sabatina de hoje (31/08) na pergunta 2 também nos dá uma boa compreensão deste assunto quando menciona em Atos 7:38 citando o anjo que falava com Moisés no monte Sinai, ou seja Deus Filho, e ainda Isaías 63:9 que nos fala do Anjo que nos salvou e nos remiu, sabendo que somos remidos unicamente pelo sangue de Jesus ou seja, textos que nos mostra claramente Jesus sendo este Anjo.



  • maycon zanesco em 31 de agosto de 2014 16:42

    Onde está o vídeo desse ultimo sábado dia 30/08



    • kennedy em 8 de setembro de 2014 12:38

      no you tube vc ver todos ou no site ,www.novotempo.com/bibliafacil



  • Regina em 30 de agosto de 2014 20:01

    Prezados…a programação da Novo Tempo é pra lá de excelente, mas o Programa Bíblia Fácil é tudo que o ser humano precisa para conhecer, se esclarecer, tirar dúvidas e poder realmente entender a Bíblia. Obrigada a vcs. No programa de hoje o Pastor comentou da luta de Miguel e Satanás, citada tanto em Daniel quanto em Judas ser uma luta corporal. Podem me falar mais sobre isso? Há referências bíblicas sobre isso ou textos de Ellen White? Agradeço se puderem responder. Abraços e parabéns pelo trabalho.



  • claudemir em 30 de agosto de 2014 16:54

    Infelizmente ha muitas ideias a respeito de diversos assuntos. Mas uma coisa ninguem pode negar, a Igreja Adventista do 7o Dia e a igreja da Biblia. Todas as suas explicacoes tem fundamento biblico. Hoje assisti o programa, parece que o casal de pastores esta querendo tumultuar o ambiente. Ha uma luta entre o bem e o mal e cada um esta mostrando de que lado esta.



  • Robson Guido da Silva em 30 de agosto de 2014 11:44

    Houve em um dos programas um impasse quanto ao dom de línguas, seria interessante se os telespectadores se manifestassem como nesse caso, e o Bíblia fácil desse o veredicto final, pois assim muitos poderiam aprender sobre esse tema e perceber que a Bíblia é sua própria interprete, e não existe linhas teológicas diferentes mas há um só caminho da verdade! Pai santifica-os na verdade a tua palavra é a verdade!



    • ALEXANDRE DIETRICH em 6 de setembro de 2014 22:46

      Esse importante dom mencionado na Bíblia tem sido incompreendido pelos sinceros irmãos da atualidade. Há mesmo quem afirme que quem não fala em “línguas estranhas” não é batizado com o Espírito Santo (Contrariando totalmente o que está escrito em Efésios 1:13 que afirma sermos selados pelo Espírito a partir do momento em que cremos em Jesus e não no momento em que “falamos línguas estranhas”), ou seja, é uma espécie de “cristão de segunda classe”. Asseguram inclusive que a única prova de ser batizado com o Espírito Santo é falar “língua estranha”.

      DEFINIÇÃO E PROPÓSITO:

      Segundo a Bíblia, o dom de línguas é a capacidade de falar outra língua conhecida, em outro idioma (esse é o significado do termo grego para “língua”) com o objetivo de anunciar a boa notícia e salvação por meio de Cristo.

      Mateus 28:19, 20 diz que devemos “ensinar as pessoas a guardarem todas as coisas…” Observe que, para ensinar, é indispensável conhecer a língua falada do estrangeiro. “A manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso.” 1 Coríntios 12:7. Concluímos, obviamente, que o falar em língua deve ter uma utilidade; deve ser, ao menos, inteligível. Lembrando: que tenha um propósito evangelístico.

      Esta experiência autêntica aconteceu com os discípulos por ocasião do Pentecostes (A palavra pentecostes é grega e quer dizer “qüinquagésimo (dia)”, pois essa festa era comemorada cinqüenta dias depois da PÁSCOA (Dicionário da Bíblia de Almeida – Sociedade Bíblica do Brasil).):

      “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. Ora, estavam habitando em Jerusalém judeus, homens piedosos, vindos de todas as nações debaixo do céu. Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua. Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando? E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna? Somos partos, medos, elamitas e os naturais da Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Ásia, da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia, nas imediações de Cirene, e romanos que aqui residem, tanto judeus como prosélitos, cretenses e arábios. Como os ouvimos falar em nossas próprias línguas as grandezas de Deus?” Atos 2:1-11.

      O relato mostra que o dom de línguas foi dado para evangelizar. O verso 6 declara que “cada um ouvia falar na sua própria língua” o que cada seguidor de Cristo dizia e o verso 8 confirma: “e como os ouvimos falar cada um em nossa própria língua materna?” Pela terceira vez exclamaram os estrangeiros: “como os ouvimos falar em nossa própria língua as grandezas de Deus ?” (verso 11).

      Havia, naquele lugar, cerca de 18 nações diferentes. Os apóstolos não tinham tempo e nem uma escola para aprender todos aqueles idiomas. Você percebeu? Houve uma “NECESSIDADE” de pregar o evangelho em um lugar onde havia muita gente (Deus não poderia perder aquela oportunidade!); por isso, o Senhor deu-lhes o dom de línguas estrangeiras. Note que os discípulos não falaram palavras ou sílabas sem sentido. Eram compreendidos em outros idiomas.

      Há dois aspectos importantes a analisarmos o dom de línguas em Atos 2:

      a) A mensagem de Pedro centralizava-se em Jesus (Atos 2:22-36);

      b) O dom de línguas não foi acompanhado por um êxtase sentimental descontrolado. Observe que a mensagem foi compreendida de forma a haver resultados: 3.000 pessoas foram batizadas! (Atos 2:41);

      c) Paulo também afirma que as palavras usadas no dom são idiomas que precisam ser entendidos pelos ouvintes para que se convertam a Cristo. Não adianta nada falar num idioma que a pessoa não conheça: “Agora, porém, irmãos, se eu for ter convosco falando em outras línguas, em que vos aproveitarei, se vos não falar por meio de revelação, ou de ciência, ou de profecia, ou de doutrina? É assim que instrumentos inanimados, como a flauta ou a cítara, quando emitem sons, se não os derem bem distintos, como se reconhecerá o que se toca na flauta ou cítara? Pois também se a trombeta der som incerto, quem se preparará para a batalha? Assim, vós, se, com a língua, não disserdes palavra compreensível, como se entenderá o que dizeis? Porque estareis como se falásseis ao ar.” 1 Coríntios 14:6-9.

      “Assim vós, se com a língua não disserdes palavras compreensíveis, como se entenderá o que dizeis? Porque estaríeis como se falásseis ao ar” (ler também 1 Coríntios 14: 18, 19, 23).

      d) O dom de línguas é um sinal para os descrentes a fim de que ouçam as maravilhas de Deus no idioma deles. Não é um sinal para os crentes, conforme 1 Coríntios 14:22: “De sorte que as línguas constituem um sinal não para os crentes, mas para os incrédulos; mas a profecia não é para os incrédulos, e sim para os que creem.”

      Portanto, tal dom não deve ser usado para orgulho pessoal. O dom de línguas é concedido para evangelizar outras pessoas de outras nações que não conhecem ao Salvador.
      REGRAS A SEREM SEGUIDAS NO USO DO DOM DE LÍNGUAS:

      1) No máximo três pessoas devem falar, de forma sucessiva e organizada, um de cada vez – 1 Coríntios 14:27;

      2) Deve haver tradutor (intérprete) – 1 Coríntios 14:28;

      3) Precisa ser entendido por todos – Atos 2:9-12;

      4) Cumprir o papel de edificar a igreja edifica a Igreja estando subordinado ao dom de profecia (1 Coríntios 14:1, 5, 26).

      5) Ser enriquecido pelo amor aos irmãos – 1 Coríntios 13:1 e 9.
      Muitos cristãos de hoje ferem essas cinco regras frontalmente. Em muitas congregações, por exemplo, há certo número de pessoas e todos querem falar ao mesmo tempo. Não pode haver intérpretes porque os que falam não sabem o que estão falando.

      Observação: Por que utilizar o dom de línguas no Brasil se todos falam o português?

      OUTROS ASPECTOS IMPORTANTES A SEREM AVALIADOS SOBRE O DOM

      1. A gritaria não pode fazer parte da manifestação de qualquer dom – Efésios 40:30, 31;

      2. A pessoa tomada pelo Espírito Santo tem paz e domínio próprio (Gálatas 5:22, 23), ou seja, não cai no chão.

      3. O dom de línguas não provoca desordem na igreja. Em 1 Coríntios 14:33, 40 é dito que “Deus não é de confusão e sim de ordem e paz.” A obra de Deus sempre se caracteriza pela calma e a dignidade. Havendo barulho, choca os sentidos (ler Mateus 6:6; Gálatas 5:22, 23). Lembremos de que Deus não é surdo.

      4. O Espírito Santo somente é concedido aos que obedecem a Deus (Atos 5:32). Será que os que se dizem possuidores do Espírito Santo guardam todos os mandamentos de Deus? (ver Tiago 2:10). A pessoa que conhece a Palavra e de livre vontade desobedece a Deus, não tem o Espírito Santo, mesmo que possa parecer! “O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.” Provérbios 28:9.

      5. O fato de alguém falar em línguas não é prova de tenha sido batizado(a) pelo Espírito Santo. A Bíblia apresenta diversas pessoas que receberam o Espírito Santo e, contudo, não falaram em línguas, pois não era necessário. São elas:

      • Os samaritanos (Atos 8:17);
      • Maria (Lucas 1:35);
      • Estevão (Atos 6:5; 7:55);
      • Saul, o primeiro rei de Israel (l Samuel 10:10);
      • Gideão, juiz de Israel (Juízes 6:34);
      • Sansão, outro juiz (Juízes 15:14);
      • Zacarias, pai de João Batista (Lucas 1:67);
      • Bezalel, em tempos remotos (Êxodo 31:1-3);
      • João Batista e sua mãe (Lucas 1:15 e 41);
      • Os sete diáconos (Atos 6:1-7);
      • Jesus Cristo (Lucas 3:22).

      Vemos que Jesus nunca falou em línguas. Claro que tinha! Ele não usou esse dom porque não havia uma necessidade evangelística para tal. Exigir que todos os irmãos falem em línguas é querer dirigir o Espírito. É ir contra a soberania dEle, pois somente Deus Espírito Santo é quem distribui os dons como Ele quer: “Porém é um só e o mesmo Espírito quem faz tudo isso. Ele dá um dom diferente para cada pessoa, conforme ele quer.” 1 Coríntios 12:11.

      6. O termo “língua dos anjos” só aparece em l Coríntios 13:1, quando Paulo afirma: “Ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine.” O apóstolo está apenas destacando que, mais importante que falar a língua dos homens e dos anjos, é ter amor. Não está afirmando que essa manifestação estranha de língua angélica fizesse parte de nossa pregação (leia Gênesis 18 e Apocalipse 22:8, 9, onde os próprios anjos falaram idiomas humanos para que pudessem ser compreendidos! Leia também Gênesis 19:15; Lucas 2:8-14; 1:16-18).

      7. Em Marcos 16:17 é dito: “Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios: falarão novas línguas.” O que significa “falar uma nova língua” na Bíblia? O texto original grego responde. Há duas palavras gregas diferentes para descrever o termo “novas” línguas: neós e kainós.

      • Neós é algo novo que não existia antes.
      • Kainós é algo novo que já existia.

      A palavra empregada em Lucas 16:17 é kainós, indicando assim que as “novas línguas” faladas pelos discípulos de Jesus seriam novas apenas para eles que não as conheciam, mas elas já existiam!

      ILUSTRAÇÕES

      Ilustração 1: A pessoa tinha um carro, ano 2007, e trocou por um 2008. Para a pessoa que comprou, o carro é novo. Significa novo na “experiência”, pois o carro já existia. Assim é o dom de línguas em Marcos 16:17. Para a pessoa que aprendeu a nova língua, é nova (Kainós), mas o idioma já existia, era falado por um grupo de pessoas.

      Ilustração 2: Certa vez, um pastor foi em um culto para “testar” se realmente aqueles cristãos entendiam o que estavam dizendo. No decorrer da programação ele recitou o Salmo 23 em grego. Um dos membros daquela igreja levantou-se e foi “interpretar” o que o pastor disse. Afirmou que Deus estava pedindo para que todos entregassem o coração a Jesus, sendo que o pastor apenas falou o Salmo 23 em grego, e ainda por três vezes! Imagine que “balde de água fria” foi para a congregação quando o pastor disse o significado verdadeiro das palavras e que o suposto tradutor estava mentindo.

      CONSIDERAÇÕES FINAIS

      A língua falada é um sistema de linguagem em que os seres humanos, dotados de inteligência, se comunicam e se entendem perfeitamente. As “línguas estranhas” faladas em muitos cultos de hoje nada têm em comum com as mais de 3.000 línguas e dialetos existentes na Terra.

      Por conseguinte, não possuem importância evangelística e nem servem para identificar quem é cristão consagrado ou não (lembre-se Efésios 1:13).
      A teoria de que o genuíno dom de línguas se manifesta hoje na forma de línguas estáticas, não faladas atualmente por qualquer povo ou nação, carece de fundamento bíblico.
      As várias alusões, na Versão Almeida Revista e Corrigida, a “línguas estranhas” (1 Coríntios 14) não aparecem no texto original grego (O termo línguas estranhas foi acrescentado pelo tradutor para tentar “facilitar” a compreensão do texto. Entretanto, dificultou mais ainda, dando apoio à idéia de que o dom de línguas bíblico é algo ininteligível) onde a expressão usada é simplesmente “línguas”.

      Portanto, se estou falando a você em Francês (língua estrangeira) e você não sabe nada de Francês, para você estou falando língua estranha, pois não pode ser entendida. Mas isso não quer dizer que o Francês é um idioma que não pode ser entendível por ninguém. Daí surge a necessidade do intérprete.

      Segundo nossos dicionários, interpretar é a “arte de determinar o significado preciso de um texto ou lei”, “fazer entender”. Traduzir é apenas converter cada palavra de seu estado estrangeiro (estranho) ao corrente (entendível). Portanto, não existe tradução sem interpretação.
      E, não esqueça: o dom de línguas em Atos 2 (Atos 10, 19, 1 Coríntios 12-14) tem sempre um propósito evangelístico.

      Se quiser aprofundar-se ainda mais no assunto, mantenha contato conosco.

      Você está em : Artigos, Está Escrito Adoração

      http://novotempo.com/estaescrito/o-dom-de-linguas-biblico/



  • Margareth em 30 de agosto de 2014 10:21

    Aprendi que Miguel é uma personificacao de Cristo, lendo no dicionário o q significa personificacao, diz q é ter os mesmos atributos, mas não é Cristo. Seria isso q o sr.pastor Arilton menciona no sua explicacao acima? Por favor tirem minha dúvida. Miguel é uma personificacao ou é o próprio Cristo? Obgda



    • ALEXANDRE DIETRICH em 6 de setembro de 2014 22:40

      Não irmã Margareth, não é personificação é um TÍTULO, ou seja:

      Jesus é um CORDEIRO? Não! Mas Ele não é chamado de O CORDEIRO dE DEUS que tira o pecado do mundo em Jo 1:29? É! Isso faz de Jesus um animal? Não! Isso é um TÍTULO! Ou seja, assim com o ARCANJO MIGUEL é um TÍTULO, Cristo não é rebaixado a ANJO ou CRIATURA! Jesus é Deus no mais pleno sentido da palavra e o TÍTULO de ARCANJO MIGUEL não o transforma em CRIATURA!

      Espero ter ajudado! Fique com Deus!



  • Meria de Fatima Ribeiro Martins Ramos em 29 de agosto de 2014 23:18

    Deus forte,Conselheiro,Príncipe da paz,concordo Pastor !!que Deus seja louvado.



  • Claudio Manoel em 29 de agosto de 2014 23:05

    Jesus, chamado o Cristo, Emannuel, também usa o nome de Miguel

    ISAIAS 9;6 – Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

    A natureza de Deus Triuno é tão ampla, que muitos dos nomes que recebe ou adota, são apenas para que nós, criaturas de mente limitada, possamos compreender mais a respeito d’Ele.
    Afinal, Jesus não é literalmente uma porta, uma estrada ou um cordeiro. Partindo dessa premissa, fica mais fácil entender porque Jesus adota o nome de Miguel, sempre que confronta fisicamente a Satanás.

    Daniel 10:13

    • Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.
    Alguns estudiosos bíblicos vêm nessa expressão, uma alusão à Trindade, no AT.

    Daniel 10:21

    • Mas eu te declararei o que está registrado na escritura da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe.

    Ocorre evolução de “um dos”, para “vosso”.

    Daniel 12:1

    E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.

    A evolução descritiva continua, “o grande”.

    Judas 1:9

    Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda.

    o arcanjo Miguel Outra revelação a respeito do personagem. O Novo Testamento não usará príncipe para Miguel.

    Arcanjo ocorre apenas duas vezes na Biblia, e apenas no Novo Testamento. Provavelmente, é o equivalente ao Anjo do Senhor, do AT. Na primeira vez que aparece, está ligada diretamente a Miguel, sendo que na última vez que surge, liga-se diretamente a Jesus

    Apocalipse 12:7-9

    E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos;
    Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus.
    E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.

    os seus anjos

    Pronomes Possessivos – São palavras que, ao indicarem a pessoa gramatical (possuidor), acrescentam a ela a ideia de posse de algo (coisa possuída).
    Por exemplo: Este caderno é meu. (meu = possuidor: 1ª pessoa do singular)

    • À medida que o nome Miguel vai surgindo na Bíblia (Daniel, Judas e Apocalipse), as definições sobre quem é o personagem vão crescendo, como visto nos textos anteriores, revelando alguém não criado.

    • Mas se fizermos uma releitura dos textos, veremos que a última citação bíblica foi a que de fato ocorreu cronologicamente primeiro, vindo depois Judas e, por fim, as citações de Daniel.
    • Precisamos então verificar o que a Bíblia nos revela sobre Miguel, com os textos dispostos nessa ordem inversa.

    houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão
    – início do grande conflito, Miguel é alguém a quem os anjos pertencem. Lucifer perde;

    o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés,
    – conflito agora na terra, Miguel é alguém que tem autoridade sobre Satanás, mas se abstém de
    usá-la neste episódio;

    veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.

    ninguém que me anime contra aqueles, senão Miguel,
    oposição à libertação de Babilônia, Miguel vela para que Sua palavra se cumpra:
    novamente Satanás é derrotado.

    naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.
    FIM DO GRANDE CONFLITO DEFINITIVAMENTE.

    A disposição como os textos são apresentados, revelam um Deus Filho amoroso, que não se oculta diante do problema do pecado. Emannuel não cede a uma criatura a tarefa de resolver o problema do grande conflito e do pecado. Assume um nome revelador da plenitude de Jeová: Quem é como Deus? Ou Aquele que é como Deus! E enfrenta Lucifer em todas as esferas, até a morte de cruz!

    Paralelos em Daniel – Conforme o Prof. Leandro Quadros

    • Cap. 02 – Bloco Histórico – Pedra Cortada
    • Cap. 07 – Bloco Histórico – Filho do Homem
    • Cap. 08 – Bloco Histórico – Príncipe dos Príncipes
    • Cap. 11 – Tempo do Fim História – Miguel

    Mas ficou faltando um verso ainda, com a palavra arcanjo.

    1 Tessalonicenses 4:15-16
    • Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
    Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, E com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Vide João 5:28, 29
    Almeida Corrigida e Revisada Fiel

    Finalmente, quando não houver nem raiz nem ramos do pecado, Jesus não se chamará mais Miguel, conforme sua promessa em Apocalipse 3:12:

    Farei do vencedor uma coluna no santuário do meu Deus, e dali ele jamais sairá. Escreverei nele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce dos céus da parte de Deus; e também escreverei nele o meu novo nome. Amém!



  • Fábia em 29 de agosto de 2014 22:40

    Querido Pr. Arilton!

    Deus seja louvado por sua vida e por toda equipe deste maravilhoso programa. Pois através da Novo Tempo podemos ver as verdades que a Bíblia nos dá. Vocês pregam a verdade e me sinto muito honrada por ter encontrado esta TV que me ensina a cada momento estar nos caminhos de Cristo. Cada dia mais tenho sede de ler a bíblia e conhecer mais e mais as verdades que nela contém. Que Jesus possa estar a frente deste grandioso trabalho da novo tempo e que muito em breve todas as casas possam ter acesso a essa TV, para que todos venham conhecer as verdades bíblicas e conhecer o nosso Salvador Jesus Cristo. E então a tão sonhada promessa de 1Tes.4:16 e 17 venha se cumprir em nossas vidas. Hoje graças a essa Tv que me ensina toda a verdade posso ter a certeza para onde irei quando Cristo voltar. Hoje sou adventista há 04 meses e louvo a Deus por isso. Que o Senhor Jesus abençoe e proteja todos vocês!!! Abraços.
    Fábia



  • ODAIR VARGAS em 29 de agosto de 2014 20:52

    Ola queridos gosto muito da maneira que são apresentadas as verdades do livro de Daniel, parabéns e que DEUS continue sempre usando vocês. sobre o incidente da questionamento se Miguel é ou não é Jesus achei que foi um desculpa do pastor que questionou para fugir das verdades que estavam sendo apresentadas pois o que estavam sendo colocada em questão não era este ponto e sim a veracidade da Bíblia dentro da historia, mas infelizmente satanas usa pessoas e palavras para desviar do foco os que estão realmente querendo ouvir a voz de DEUS. Mais uma vez parabéns pelas respostas apresentadas e gostaria que postassem os programas depois deste do questionamento pois ainda não consegui assistir. Um abraço



  • saul em 29 de agosto de 2014 10:18

    Só faltou usar textos Bíblicos em um contexto, para argumentar seu ponto de vista.



  • gessiane em 28 de agosto de 2014 23:41

    Gostei muito!!
    Bem claro.



  • José Edson de Loyola Melo em 28 de agosto de 2014 23:32

    Em Daniel 10:21 e 12:1 JESUS OU MIGUEL É tratado como Vosso PRÍNCIPE OU GRANDE PRÍNCIPE,não há dificuldade nenhuma p/entender quando estamos com atitude de reverência e respeito,bem com espírito de ADORAÇÃO AO CRIADOR,até porque em tudo ELE tem a primazia,sendo ELE O VERBO, ELE PODE SER O QUE ELE QUISER;como por exemplo a Serpente da áster de MOISÉS,O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ,o Bode que foi morto e não o vivo.Já que a bíblia dá diversos aspectos da pessoa de cristo,quem é o pecador p/questionar a sua autoridade?vejamos o que diz gênesis 22:11-18.ENTÃO,DO CÉU BRADOU P/ SEGUNDA VEZ O ANJO DO SENHOR a ABRAÃO E DISSE:JUREI,POR MIM MESMO,DIZ O SENHOR,…JESUS É COMPARADO AQUI COMO UM ANJO, QUEM É COMO DEUS? JÁ QUE ELE NÃO ESTAVA EM CONFLITO C/ ABRAÃO,O REGISTRO BÍBLICO DIZ QUE ELE É O DO SENHOR! HEBREUS 6:13 CONFIRMA ISSO DIZENDO: POIS,QUANDO DEUS FEZ A PROMESSA A ABRAÃO,VISTO QUE NÃO TINHA NINGUÉM SUPERIOR POR QUEM JURAR,JUROU POR SI MESMO,… ‘ORA NÃO TINHA NINGUÉM SUPERIOR’…DIZ O RELATO BÍBLICO,ELE APRESENTOU COMO ANJO! PORÉM QUANDO ELE ESTÁ EM CONFLITO COM SATANÁS , JESUS APRESENTA-SE COMO DESAFIO AO INIMIGO: QUEM É COMO DEUS ?(MIGUEL) E QUANDO ESTAMOS SEMPRE EM MESMO CONFLITO COM SATANÁS,JESUS ESTÁ A´NOSSA FRENTE COMO NOSSO GRANDE PRÍNCIPE DEFENSOR. JOSUÉ 5:14 e15 CONFIRMA ISSO: SOU PRÍNCIPE DO EXERCITO DO SENHOR…ELE AJUDOU JOSUÉ.



    • ALEXANDRE DIETRICH em 29 de agosto de 2014 12:41

      XEQUE MATE irmão José, fique com Deus!



  • Georgia Andrade em 28 de agosto de 2014 12:19

    Perfeita explicação, fácil de entender!!



  • Claudia Regina Montes em 28 de agosto de 2014 9:53

    Preciso do nome do livro traduzido por Rui Barbosa que vcs sempre informam durante o programa, quero compra-lo.



  • adilson em 27 de agosto de 2014 21:21

    Gostaria de aproveitar este pequeno espaço para parabenizar não apenas este programa, mas toda emissora pela proclamação do evangelho puro e verdadeiro através de uma linguagem simples e esclarecedora. Que DEUS multiplique as bençãos sobre voces grandemente e que o ESPIRITO SANTO continue dando a sabedoria para nos ensinar a sermos discípulos de Cristo.



  • Elifas Carvalho em 27 de agosto de 2014 19:00

    Poderiam por um vídeo com uma palesta sobre este assunto …



  • Eci meira em 27 de agosto de 2014 14:15

    Boa tarde pastor! Assisto seu programa todos os dias no momento estou assistindo Daniel, e no último programa percebi o descabido questionamento de um determinado pastor do grupo.Mas como sempre mais uma vês O Todo Poderoso lhe deu sabedoria para esclarecer os fatos contundentemente. Percebi que durante o programa o Sr se restringiu sabiamente a discutir o assunto, porém com calma agora postou uma resposta objetiva e concisa e mais ainda tudo baseada na palavra de Deus.Parabéns pastor, são estas coisas que me fazem cada vez mais querer aprender com cada um de vocês. A inteligencia e sabedoria de vocês vem de Deus e por isso as vezes diminuem em sua humildade para que Jesus cresça.Admiro muito todos vocês da Novo Tempo e oro para que Deus continue abençoando esta forma simples e verdadeira de transmitir sua palavra.Muito obrigada por existirem.



    • Manassés em 27 de agosto de 2014 14:27

      Olá Eci,
      Suas palavras são muito motivadoras para toda nossa equipe!
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida e continue com a gente!
      Abraço!



  • DIONIS DOUGLAS GUEDES BOTELHO em 27 de agosto de 2014 11:08

    PARABÉNS PELA EXPLICAÇÃO! VOCÊS REALMENTE ESTUDAM A FUNDO AS SAGRADAS ESCRITURAS. EU ACOMPANHO TODOS OS PROGRAMAS DO BÍBLIA FÁCIL E ESTOU SATISFEITO COM A EXPLICAÇÃO E TEXTOS QUE ASSIM CONFIRMAM.
    AGRADEÇO A TODOS DA TV NOVO TEMPO E DO PROGRAMA BÍBLIA FÁCIL! GOSTARIA DE DIZER TAMBÉM QUE ESTOU ME SENTINDO UM CONVERTIDO POR TUDO QUE ASSISTÍ ATÉ AGORA.
    MAIS UMA VEZ OBRIGADO POR ME EVANGELIZAR!



    • Manassés em 27 de agosto de 2014 14:28

      Olá
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida.
      Abraço!



  • Marcos em 27 de agosto de 2014 10:22

    Caros,
    Em relação ao texto em si, Jud 1:9, acho que Salmo 110:1 deixa claro que o controle do processo de salvação e juízo estava completamente nas mãos do Pai até a morte, ressurreição e subida do Senhor Jesus ao céu, quando o Pai o dá (“devolve”) toda a autoridade no céu e na terra, pois como Cristo é parte ativa no conflito com o diabo, como Salmo 110:1 deixa claro “os TEUS inimigos” ou seja, da pessoa do Filho, então a pessoa do Pai como era a parte “isenta”, ou seja, não teve seu caráter atingido diretamente no conflito, apesar de ser um só Deus em três pessoas, Ele assumiu o controle do processo que levará a destruição do mal, já que o diabo tinha enganado 1/3 dos anjos com suas mentiras e calúnias sobre quem era a pessoa do Filho, e como os demais anjos apesar de não ter se unidos ao diabo, poderiam ter alguma dúvida a respeito do caráter de Deus, já que como nós são finitos e só percebem aquilo que faz parte da existência ou substantivos. Que hoje após o diabo incitar a morte do Filho de Deus, a máscara do diabo caiu por completo e não há um só anjo no céu que restou a mínima dúvida de quem é o Deus eterno revelado a eles e a humanidade, e quem é o diabo. Então, hoje ou segundo a Sua vontade, o Senhor Jesus poderá destruir o mal que não haverá dúvidas quanto ao Seu Amor e Justiça!



  • Marcos em 27 de agosto de 2014 10:04

    Caros, corrijam o texto!
    Cristo não se atreveu a pronunciar palavras infamatórias e não difamatórias. Palavras infamatórias, é a descrição dos caracteres negativos (sendo que in significa não, mas também representa “para dentro”, involução e evolução, ou seja, infamação: dentro ou pertence a fama) e reais do que era o diabo, e de difamatórias é a descrição dos caracteres negativos e irreais do que era o diabo.



  • jose borges de oliveira em 26 de agosto de 2014 23:52

    E lamentável que muitas pessoas não estudam a bíblia, não utilizam o contexto de outros versículos paralelos para entender as verdades nelas contidas,que o espirito santo abra o entendimento de todos aqueles que querem compreender as profecias do maravilhoso livro de daniel



    • Manassés em 27 de agosto de 2014 14:32

      Olá Jose
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida.
      Abraço!



  • Everson de Castro França em 26 de agosto de 2014 19:37

    Pr Arílton Oliveira, gostaria de agradecer por esse material pela clareza das ideias colocadas, o livro de Daniel ao se referir a Miguel, está se referindo a Jesus Cristo. Muito obrigado pelo programa, é uma benção, um compromisso com a verdade. Deus continue abençoando o Sr, sua família e toda a produção.



    • Manassés em 27 de agosto de 2014 14:34

      Olá Everson
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida.
      Abraço!



  • ALEXANDRE DIETRICH em 26 de agosto de 2014 17:14

    JESUS CRISTO É O ARCANJO MIGUEL.

    Jesus é Deus, uma da pessoas da trindade. Rm 9:5; 1Jo 5:20; Jo 1:1-3,14; Hb 1:3; Jo 20:28; Col. 2:9.

    Miguel é apresentado na Bíblia como um dos nomes que Jesus adota, principalmente no contexto da batalha entre o bem e o mal.

    Hebr. Miyka’el {me-kaw-ale’} Significado: Quem é como Deus?

    Este nome é um desafio, e é utilizado no contexto do conflito no céu, quando Lúcifer desejou ser igual a Deus, e assentar-se no trono de Deus. Cf. Is.11:11-14. Jesus adota este nome para mostrar que só Ele é como Deus o Pai e ao Espírito Santo em Divindade.

    Algumas considerações sobre Miguel.

    1. Miguel é apresentado em Ap. 12:7-9 em confronto direto com Satanás e seus anjos.
    O Grande conflito é entre Deus e Satanás e não entre duas criaturas.

    2. O Livro de Daniel é dividido em 4 blocos proféticos. Existe um paralelismo entre os 4 blocos e nos quatro Jesus Cristo é o centro.
    Cap. 2 – Jesus é apresentado como a pedra. cf. os vs. 34,35,44,45.
    Cap. 7 – Jesus é apresentado como o Filho do Homem. cf. os vs. 13,14, 27
    Cap. 8 – Jesus como príncipe do exército do Senhor. cf. o vs. 25
    Cap. 10-12 – Jesus como Miguel.
    Assim como nos três primeiros blocos Jesus é o centro, no quarto não poderia ser um anjo, mas sim Jesus.

    3. Jesus é Deus. E Ele adota vários nomes.
    Is. 9:6 – Maravilhoso conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.
    Jo. 10:7,10 – Porta.
    Jo. 8:12 – Luz.
    Jo. 11:25 – Ressurreição e a vida.
    Jo. 6:48 – Pão.
    Jo. 14:6 – Caminho, verdade e vida.
    Ex. 3:2,4,6 – Anjo do Senhor.
    Ap. 12:16 – Arcanjo Miguel.
    Entre outros.
    Se tivermos dificuldades com o nome Miguel, teremos com todos estes outros também.
    Cristo é Deus em sua plenitude.

    Conclusão
    Cremos que Miguel é um dos nomes de honra Jesus, que em nada diminui a divindade de Cristo.
    Um grande abraço e que o Espírito Santo nos ajude em nossa compreensão da Palavra de Deus.

    POR: >>Thiego Morais<< em:

    https://www.youtube.com/watch?v=56t0bXy6wrA&index=1&list=PLCKmjqVaKBzYQWy5kDQAJuV-fixwG55Ox



  • ALEXANDRE DIETRICH em 26 de agosto de 2014 16:52

    Querido Pr Jadismar, Dn 12:1 afirma que MIGUEL é justamente o ARTIGO DEFINIDO “O”, ou seja, MIGUEL é nitidamente declarado como >> “O GRANDE PRÍNCIPE” e “DEFENSOR DOS FILHOS DO POVO DE DEUS”.

    Talvez o irmão não enxergue mesmo assim apenas MIGUEL como sendo um TÍTULO de CRISTO e continue achando que o “ARCANJO MIGUEL” seria apenas um “ANJO” ou apenas uma “CRIATURA” mas continue como sempre na busca pela verdade e buscando o SANTO ESPÍRITO que somente Ele nos conduz à toda a “VERDADE” e que nos CONVENCE da VERDADE, da JUSTIÇA e do JUÍZO.

    Um forte abraça e fique com Deus!



    • ALEXANDRE DIETRICH em 26 de agosto de 2014 16:54

      CORRIGINDO:

      O ESPÍRITO SANTOS NOS CONVENCE DO:

      “PECADO, da JUSTIÇA e do JUÍZO”!



  • ALEXANDRE DIETRICH em 26 de agosto de 2014 16:37

    Os anjos não aceitam ser adorados (cf. E eu, João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava para o adorar.
    E disse-me: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus. Apocalipse 22:8-9), logo, se se deixou adorar não é anjo. Quem é este então? Miguel? A Bíblia não afirma isso. Este príncipe do Exército do Senhor é o próprio Senhor Jesus.
    Exército do Senhor não quer necessariamente dizer anjos. “E aconteceu que, passados os quatrocentos e trinta anos, naquele mesmo dia, todos os exércitos do SENHOR saíram da terra do Egito.” Êxodo 12:41
    Quem foi escravo no Egito? os anjos? Não. O povo de Deus foi.
    Jesus é o supremo comandante também dos exércitos celestiais:
    “E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder,” 2 Tessalonicenses 1:7
    “E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;” Mateus 25:31
    Logo, quem Josué adorou? Jesus.
    A própria visão de Isaías de Deus no trono em Isaías 6 foi a visão do próprio Jesus conforme João 12 – “Isaías disse isto quando viu a sua glória e falou dele.” João 12:41



  • Danielle Cavalcanti de Oliveira em 26 de agosto de 2014 15:22

    Belíssima explicação ! Se alguém tinha dúvidas, creio que foram totalmente extraídas. Parabéns Pastor, vejo a mão de Deus no comando de seu programa. Suas palavras são direcionadas pelo Espírito Santo e a luz do céu está sendo revelada minuciosamente. Obrigada que o Senhor Jesus abençõe seu lar e a preciosa Novo Tempo



    • Manassés em 27 de agosto de 2014 14:58

      Olá Danielle
      Agradecemos sua mensagem de apoio.
      Deus abençoe sua vida.
      Abraço!



  • Jose Carlos em 26 de agosto de 2014 11:47

    A/C de adventistas!
    Jesus NÃO é o Anjo Miguel! É de pouco conhecimento bíblico quem tece comentários e mais comentários sobre esse assunto! É muito bla..bla..bla e nenhuma veracidade tal afirmação. Sugiro aos adventistas mais estudo bíblico e mais coerências em suas interpretações. Renunciem às fantasias para o bem do Cristianismo!

    Por Nosso Senhor Jesus Cristo e Salvador!
    Salve Maria!



    • Alfeu Sorensen Junior em 29 de agosto de 2014 23:42

      QUERIDO AMIGO Jose Carlos. Quem sabe você poderia explanar melhor, uma vez que você não concorda que Jesus seja Miguel o príncipe do exército do Senhor, saiba você que o povo adventista é amante da verdade, se você a tem mostre-nos, e sem dúvida receberemos com o coração alegre, porém o que me impressiona é, um sábio como você fazer críticas e não contribuir em nada com a sua douta sabedoria, vamos lá mostre ao que veio! um forte abraço!



    • ALEXANDRE DIETRICH em 1 de setembro de 2014 17:47

      Boa tarde irmão Jose Carlos, a paz do Senhor!

      Realmente irmão Jose Carlos, você tem toda a RAZÃO, JESUS não é um anjo!

      Concordo 100% com você!

      O irmão sabe quem afirmaria tal BARBARIDADE?

      Jamais alguém poderia AFIRMAR de que JESUS seria uma CRIATURA!

      O irmão disse: “nenhuma veracidade tal afirmação”! Mais uma vez concordo 100% com você! Quem em SÃ consciência afirmaria tal ABSURDO?

      O irmão disse também:

      “Sugiro aos adventistas mais estudo bíblico e mais coerências em suas interpretações”.

      Fiquei com dúvida agora irmão Jose Carlos:

      Aonde ou quando, algum ADVENTISTA disse que JESUS seria um ANJO ou uma CRIATURA?

      Um forte abraço e fique com Deus!