Ouça agora:

A Voz da Profecia
Rádio Rádio
Categoria: Reavivados pela Palavra

Zacarias 03


Nessa visão, o sumo sacerdote Josué estava sendo julgado a respeito de acusações trazidas pelo grande acusador, Satanás. Essas acusações contra o sumo sacerdote também se aplicavam à nação que ele representava. O nome Josué (Jesus) significa”o Senhor salva”. A direita é uma posição de defesa e proteção. Aqui, o acusador estava fazendo o oposto. Enquanto Josué estava intercedendo diante de Deus pelo povo, Satanás estava trazendo acusações contra eles com base em sua pecaminosidade. Deus rejeitou as acusações, lembrando o acusador de que, em Sua misericórdia, Ele já havia escolhido Josué. Além disso, Seu povo já havia sofrido a plena medida do castigo divino. Como um tição tirado do fogo, Josué e o povo remanescente foram arrebatados do longo cativeiro na Babilônia. Por ordem do anjo, as roupas de Josué, que representavam os pecados do povo, foram removidas e ele foi purificado. Em seguida, ele recebeu vestes finas de salvação e justiça. Finalmente, Josué foi comissionado a fazer a vontade de Deus e andar em Seus caminhos, uma atitude que resultaria em múltiplas bênçãos de Deus. O sumo sacerdote não podia defender nem a si nem a seu povo das acusações de Satanás. Ele não afirmou que Israel estivesse isento de faltas. Ele estava confessando os pecados deles, mas apontando para seu arrependimento e humilhação, e descansando na misericórdia do Redentor. Em fé ele reclamou as promessas divinas, que incluíam as vestes da justiça de Cristo. Fonte: LES 11/06/13.

Comente