Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Você não é imparcial!


Romanos 2:1 (NVI): “Portanto, você que julga os outros é indesculpável; pois está condenando a si mesmo naquilo em que julga, visto que você que julga, pratica as mesmas coisas”.

Conta-se a história de um juiz persa que, sob a influência de um vultoso suborno, mostrou-se parcial no pronunciamento de uma sentença. Quando o rei soube o que havia acontecido, ordenou que o juiz fosse executado. Mandou depois que a pele do corpo do juiz fosse retirada e preservada. Com essa mesma pele humana cobriu o assento da cadeira em que se assentavam os juízes quando administravam julgamento, como um amargo lembrete para nunca permitirem que o preconceito afetasse suas sentenças.

Embora essa história pareça tão macabra quanto impressionante, salienta, na melhor das hipóteses, um ideal humano inalcançável. A verdade é que nenhum ser humano é completamente imparcial. A imparcialidade acha-se fora de nosso alcance. Somente Deus é verdadeiramente imparcial, portanto, somente Ele pode julgar com inteira isenção.

Todos nós, finitos seres humanos, proferimos qualquer sentença carregados de opiniões preconceituosas e reações irrazoáveis que favorecem a nossa pessoa em detrimento das outras. Assim sendo, não apenas nos falta conhecimento decisivo para julgar os outros (argumento no 1 contra o julgar), mas também o conhecimento de que dispomos é parcial e eivado de preconceitos (argumento no 2 contra o julgar). Com isto em mente, é fácil compreender por que recebemos a seguinte advertência no livro O Maior Discurso de Cristo: “Não façais de vossas opiniões, vossos pontos de vista quanto ao dever, vossas interpretações da Escritura, um critério para outros, condenando-os em vosso coração se não atingem vosso ideal. Não critiqueis a outros, conjeturando os seus motivos e formando juízos” (p. 124).

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Senhor, ajuda-me hoje a reconhecer minhas próprias fraquezas e faltas. Mais do que isso, ajuda-me a lutar sinceramente contra elas ao procurar relacionar-me contigo e com outras pessoas. Estou impressionado com a seriedade do julgamento. Ajuda-me a evitar uma tarefa que jamais deste a mim ou a qualquer outro ser humano. Por favor. Em nome de Jesus, amém!

Comente


Fique conectado

Aplicativo

Loja Virtual

Participe