Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Um novo amanhã


“Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo” (Tito 2:13).

Vivemos sob constante ameaça; nuvens de incerteza cobrem nosso horizonte. Abrir um pacote, viajar de avião, trem, ou ir ao centro da cidade se tornaram eventos estressantes. Precisamos de esperança, pois muitas perguntas invadem nossa mente: Quem controla o futuro? Terão os terroristas a última palavra? Existe uma perspectiva melhor?

Sim, há alguém que controla o futuro e que planeja um final feliz para o mundo. Perto do fim do Seu ministério terrestre, Jesus Cristo prometeu aos discípulos: “Mandará o Filho do homem os Seus anjos, que ajuntarão do Seu reino todos os escândalos e os que praticaram a iniquidade” (Mt 13:41). Com essas palavras, Ele garantiu vir e destruir o mal, substituindo-o pela justiça. Ele tem o futuro em Suas mãos.

Por que eu creio nisso? Porque Ele tocou leprosos e devolveu-lhes a saúde. Porque Ele tocou os olhos do cego, e deu-lhes visão. Porque Ele tocou o paralítico e o endemoninhado e devolveu-lhes a normalidade. Porque Ele falou uma palavra, e o morto reviveu. Sim, eu creio que Ele quem o futuro nas mãos. E terá a última palavra.

Está planejado um evento infinitamente glorioso que sobrepuja qualquer ação terrorista. Surgirá uma nuvem cujo brilho é mais intenso que a fumaça e o fogo de ataques suicidas. Jesus promete que veremos “o Filho do homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória” (Luc 21:27). Quando isso acontecer, o reino será estabelecido, todos os enfermos e os que sofrem serão curados. Os “mortos em Cristo” (1Ts 4:16) viverão de novo.

Essa promessa nos infunde esperança. As Escrituras nos garantem que a história da Terra findará com a aparição gloriosa de Jesus. Podemos nos alegrar nisso.

Comente