Ouça agora:

Gospel Internacional
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Que tipo de povo?


Romanos 3:23: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus”.

O contraste apresentado em Mateus 7:11, entre o bom Pai Celestial e os seres humanos, que são maus, não poderia ser maior. Na verdade, o argumento principal de Jesus nesse texto não é a natureza pecaminosa da humanidade, mas é tanto mais convincente pelo fato de a veracidade de Sua afirmação ser tão óbvia para Ele que Ele é capaz de usá-la numa comparação de improviso. A crença de Jesus é a de que a humanidade é má e pecaminosa, a despeito de todas as formas de humanismo.

Lembro-me de como fiquei empolgado ao preparar minha dissertação doutoral, escreve George Knight. Meu campo de estudo era a filosofia da revolução. Naquele tempo, eu estava em rebelião contra Deus e contra a igreja, e não queria outra coisa senão encontrar para a vida uma nova explicação que fizesse sentido.

Como me emocionava ante os projetos revolucionários propostos por alguns que alegavam, em essência, que os seres humanos podem fazer o Céu na Terra, criando sistemas econômicos e políticos justos. Isto soava tão bem que todos deviam contribuir o máximo possível com a sociedade e retirar apenas o mínimo.

Tudo isso era maravilho na teoria. Foi então que fui forçado a fazer a dura pergunta: Por que essas boas ideias nunca funcionam na vida real? Por que a história é um catálogo de fracassos utópicos, um após o outro? Fui obrigado a admitir que a natureza humana é essencialmente egoísta e pecaminosa; e que, afinal de contas, o cristianismo tem a resposta.

Devemos observar que Jesus não Se incluiu na descrição da humanidade pecadora. “Vós, que sois maus” são as Suas palavras. Jesus não era mau. Ele possuía o coração e a mente de Deus. Nisso, Ele é diferente de nós.

Mas Ele deseja tornar-nos semelhantes a Ele. Esse é o alvo da conversão e do novo nascimento. Deus quer que mudemos para sermos semelhantes a Ele.

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Obrigado, ó Pai, por não desistir de mim. Obrigado por Se importar o bastante para colocar Seu Filho em risco dentro de um mundo de pecado, a fim de que eu pudesse ter vida eterna. Te louvo! Em nome de Jesus, amém!

Comente


Fique conectado

Aplicativo

Loja Virtual

Participe