Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

O salmo do Pastor 02


“Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas” (Salmo 23:2).

Não existe conjunto de palavras tão cheias de tranquilidade como estas: verdes pastagens e um lugar de águas tranquilas. O verdadeiro pastor se antecipa às necessidades das ovelhas. O pastor quer nos ver contentes, calmos e em descanso. Somente o pastor é que faz com que situações que de outra forma seriam torturantes e confusas terminem na direção certa.

“Em verdes pastagens me faz repousar.” Parece um imperativo de Deus ao ver nossa necessidade de intercalar atividade e períodos de descanso, e podemos visualizá-Lo falando: “Pare com essa corrida louca! Aonde você vai chegar?” Que tempo mais corrido o nosso! Levantamo-nos mais cedo, dormimos mais tarde, assim mesmo não temos tempo para fazer tudo o que queremos.

É quase como uma ordem de Deus falando para as ovelhas: “A caminhada foi longa e cansativa. Diminua o ritmo, cesse de correr sem o pastor.”

“Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos” (v. 5). Não importa a que hora do dia, as refeições devem ser momentos de paz e de confraternização. Se acontecer de você comer com o coração cheio de ansiedade e preocupação, vai perder até o apetite.
E como seria tomar uma refeição tendo os inimigos derrotados presenciando o banquete? Parece estranho. Mas é isso o que os reis do Oriente Médio faziam com os inimigos derrotados. Obrigavam-nos a sentar acorrentados e olhar de longe o rei fazendo a festa, celebrando a vitória. Frutas frescas e suculentas. Salgados apetitosos. Sucos da melhor procedência – e os derrotados apenas olhando.

Para o encerramento da Escola Cristã de Férias, a professora pediu a cada uma das crianças que memorizasse o Salmo 23 para recitá-lo no dia da formatura. Roberto, um menino que tinha nascido prematuramente, tinha dificuldades para memorizar.

No dia da formatura, lá estavam as crianças alegres, com suas becas, indo à frente e recitando o Salmo 23. Roberto seria o último. Estava nervoso e não parava de roer as unhas e os botões da beca. Quando chegou sua vez, deu um salto da cadeira, agarrou o microfone, limpou a garganta e disse com entusiasmo: “O Senhor é o meu pastor…”, e depois de alguns segundos terminou: “Isso é tudo o que eu preciso saber.”

É verdade, Deus é o nosso pastor e isso é tudo o que precisamos saber!

 

Comente