Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

O guia de Paulo para viver e amar intensamente


A carta de Paulo aos Romanos é mais conhecida por suas explicações detalhadas da grande doutrina da salvação pela fé mediante a morte de Cristo. Porém, após 11 capítulos sobre essa doutrina, ele muda a ênfase e oferece um guia prático para viver e amar satisfatoriamente, com base na graça e amor de Deus revelados em Jesus e na história do evangelho: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” (Rm 12:1). Com efeito, O que Paulo afirma é que, por causa do que Deus fez por nós em Jesus, devemos viver dessa maneira.

 

4. Leia e resuma Romanos 12, observando de maneira especial as instruções para amar e cuidar dos outros, principalmente dos necessitados. ___________________________________________________________________

__________________________________________________________________

__________________________________________________________________

 

Em certo sentido, Romanos 12 funciona como um resumo de muitos assuntos aos quais Paulo deu atenção mais detalhada em algumas de suas outras cartas. Ele falou sobre as diferentes funções e dons dentro do corpo da igreja, inclusive o dom de servir e de encorajar outros e o de doar generosamente (veja v. 3-8). Mas essas coisas devem ser feitas com entusiasmo e, acima de tudo, com amor (veja v. 9-11). Paulo descreveu em termos práticos o que é essa maneira de viver.

 

Ele rogou aos cristãos que fossem pacientes nas dificuldades e perseguições, cuidassem dos necessitados, fossem pacificadores em qualquer lugar e sempre que possível, como vimos anteriormente, reagissem ao mal e à injustiça com bondade, vencendo o mal com a prática do bem (veja Rm 2:20, 21). Esse capítulo descreve o que significa viver como uma nova criatura, servindo a Deus individualmente e como parte de uma comunidade de fé.

 

Paulo declarou a esses novos seguidores de Cristo que sua vida, prioridades e ações deveriam mudar por causa de sua resposta ao que Jesus havia feito por eles mediante Sua morte na cruz e devido à esperança de vida eterna que resultava de Seu sacrifício. Vivendo como eles estavam, em uma sociedade opressora e muitas vezes cruel no centro do Império Romano, Paulo os instruiu a viver de maneira diferente: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente” (Rm 12:2).

 

A quais atitudes e práticas você precisa resistir em sua comunidade para viver e amar de maneira ideal como um seguidor de Jesus?

Comente