Ouça agora:

Reavivados por sua Palavra
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

O anjo com um livro aberto


A sexta trombeta nos leva ao tempo do fim. O que o povo de Deus é chamado a fazer durante esse período? Antes que a sétima trombeta seja tocada, ocorre um intervalo, explicando a missão e a experiência do povo de Deus no tempo do fim.

 

3. O que ocorre em Apocalipse 10:1-4?

 

“O poderoso Anjo que instruiu João não era ninguém menos que Jesus Cristo” (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 7, p. 1.084). Ele coloca Seus pés sobre o mar e sobre a Terra, significando que tem domínio universal e que a proclamação que Ele estava prestes a fazer tem um significado mundial. O Anjo brada como o rugido de um leão. Um bramido de leão simboliza a voz de Deus (veja Os 11:10; Ap 5:5). João não teve permissão para escrever o que os trovões falaram. Há coisas sobre o futuro que Deus não nos revelou por intermédio do apóstolo.

 

4. Leia Apocalipse 10:5-7 e compare essa passagem com Daniel 12:6, 7. Quais palavras esses textos têm em comum?

 

Quando o Anjo declara que “já não haverá demora” (Ap 10:6), a palavra grega chronos mostra que Ele Se refere a um período de tempo. Isso remete novamente a Daniel 12:6, 7, em que um anjo declara que a perseguição dos santos duraria um tempo, dois tempos e metade de um tempo, ou 1.260 anos (538 a.C. – 1798 d.C.), durante os quais a igreja foi perseguida pelo papado (compare com Dn 7:25).

 

Visto que em Daniel e em Apocalipse um “dia” profético simboliza um ano (Nm 14:34; Ez 4:6), 360 “dias” equivalem a 360 anos, e três tempos e meio (ou “anos”) representam 1.260 “dias” ou anos. Algum tempo depois desse período profético, viria o fim. A afirmação de que “já não haverá demora” (Ap 10:6) se refere às profecias de tempo de Daniel, especialmente os 2.300 dias proféticos de Daniel 8:14 (457 a.C. – 1844 d.C.). Após esse período, não haverá mais períodos de tempo proféticos.

 

Ellen White declarou: “Esse tempo, que o Anjo mencionou com solene juramento […] é […] tempo profético, que precederia o advento de nosso Senhor. Ou seja, o povo não terá outra mensagem com tempo definido. Após o fim desse período de tempo, que vai de 1842 a 1844, não pode haver um esboço definido de tempo profético. O mais longo cômputo chega ao outono de 1844” (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 7, p. 1.085).

 

Por que devemos evitar a marcação de datas para os acontecimentos futuros?

Comente