Ouça agora:

Anjos da Esperança
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Liberdade em Cristo


VERSO PARA MEMORIZAR: “Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor” (Gl 5:13).

Em Gálatas 2:4, Paulo mencionou resumidamente a importância de proteger a “liberdade” que temos em Cristo Jesus. Mas o que Paulo quis dizer quando falou de “liberdade”, como ele fez com tanta frequência? O que essa liberdade abrange? Até que ponto vai essa liberdade? Será que ela tem limites? Qual é a relação entre a liberdade em Cristo e a lei? Paulo abordou essas questões advertindo os gálatas de dois perigos. O primeiro era o legalismo. Os oponentes de Paulo na Galácia estavam tão envolvidos em tentar ganhar o favor de Deus, por seu comportamento, que perderam de vista a natureza libertadora da obra de Cristo e a salvação que já tinham nEle mediante a fé. O segundo perigo era a tendência de abusar da liberdade que Cristo comprou para nós, caindo na libertinagem. Os que apoiavam esse ponto de vista acreditavam erroneamente que a liberdade fosse contrária à lei. Tanto o legalismo quanto a libertinagem são contrários à liberdade, pois ambos igualmente mantêm seus adeptos em uma forma de escravidão. Porém, o apelo de Paulo aos gálatas foi que eles se mantivessem firmes na verdadeira liberdade que lhes pertencia legitimamente em Cristo.

Comente