Ouça agora:

Hora de Orar
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Gratidão pelo entendimento


Lucas 15:21 a 24: “E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o Céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se”.

Pai, será que nunca vai acabar o número de vezes que terei que voltar às bem-aventuranças? Será que minhas falhas não têm fim? Ao olhar para a minha tentação não apenas de julgar os outros, mas também de ser mais rigoroso com eles do que comigo mesmo; ao olhar para minha falha em buscar a Ti e a Teu poder como deveria; e ao deixar de viver plenamente em harmonia com Tua regra áurea, sinto de novo minha pobreza de espírito. Mais uma vez sou levado a chorar por causa de meus defeitos, e outra vez encho-me de mansidão ante Tua presença. Mais uma vez dirijo-me a Ti, com fome e sede de justiça.

Pai, será que já ficaste cansado de eu recorrer a Ti em meus fracassos? Louvo a Ti sempre. Louvo a Ti pela história do filho pródigo. Agradeço-Te por haver festa no Céu toda vez que alguém vem a Ti em arrependimento.

Graças Te dou por Tua boa vontade em ouvir-me pedir, buscar e bater através da oração; por Tua boa vontade em satisfazer minha constante necessidade de graça; por Tua boa vontade em tornar a colocar meus pés na senda da integridade.

Pai, em certo sentido, tenho percorrido ao Teu lado uma longa jornada em nossa caminhada pelo Monte das Bem-aventuranças. Meu conhecimento de Tua pessoa ficou maior, e aumentou minha capacidade de seguir-Te. Mas há outro sentido no qual não tenho progredido desde que comecei. Ainda sinto necessidade, tanto do Teu poder, quanto do Teu perdão. Por favor, satisfaze minha fome e sede; mas, por favor, conserva-me também faminto e sedento de Tua graça. Em nome de Jesus, amém!

Comente