Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Reavivados pela Palavra

Gênesis 26


Na leitura de hoje, vemos Isaque na terra dos filisteus e depois da aliança que ele fez com Abimeleque. Aqui a gente pode ver que, infelizmente, assim como os filhos podem herdar as bênçãos dos pais, podem, também, herdar seus maus hábitos. Neste Genesis 26, no verso quatro, vemos a aliança de Deus. A repetição das bênçãos da aliança feita com Abraão toma a forma de uma renovação da aliança. Neste caso, aqui Deus queria preservar Isaque em tempos de fome.

 

A parte de Isaque era manter a obediência, como Abraão, em cinco aspectos: à voz de Deus, aos seus preceitos, às suas ordens, aos seus mandamentos e à sua lei. Mas, já no verso sete, vemos Isaque imitando o erro do seu pai ao ter medo desnecessariamente. Ora, ora! Deus já havia prometido preservá-lo! Mas, Rebeca, assim como Sara já tinha feito no passado, aparentemente concordou com o pedido de seu marido, tanto demonstrando falta de fé, quanto sentindo indiferença.

 

No verso oito, quando a Bíblia fala que Abimeleque viu Isaque acariciando Rebeca, a palavra hebraica usada é uma palavra que também é usada para risada, e é um trocadilho com o nome de Isaque. O fato de o casal estar em Gerar por tanto tempo, e de Isaque sentir-se livre para expressar publicamente seu amor por Rebeca, mostra ainda mais o absurdo dos seus temores. Mas aqui veremos também que apesar de sermos tão falhos, Deus não falha.

Comente