Ouça agora:

A Voz da Profecia
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Estudo adicional


lição10

“As leis de Deus têm seu fundamento na mais imutável retidão, e são constituídas de maneira que proverão a felicidade dos que as guardam. … A religião põe os homens em relação pessoal com Deus, porém não de maneira exclusiva; pois os princípios do Céu devem ser vividos, para que possam ajudar a beneficiar a humanidade” (Ellen G. White, Filhos e Filhas de Deus [MM 1956], 267).

“A total negligência em educar os filhos para Deus tem perpetuado o mal e lançado nas fileiras do inimigo muitos que, com judicioso cuidado, poderiam ter sido coobreiros de Cristo. Ideias falsas e uma afeição tola e mal direcionada formaram
traços que tornaram os filhos infelizes e desencantados, amargurando a vida dos pais e estendendo sua funesta influência de geração em geração. Uma criança a quem se permite seguir os próprios caminhos desonraria a Deus e envergonharia pai e mãe. … Negligenciando o dever e condescendendo com os erros dos filhos, os pais cerram para si mesmos os portais da cidade de Deus” (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 5, p. 325, 326).

Perguntas para reflexão

1. O escritor russo Leon Tolstói, embora criado num lar cristão, abandonou sua fé por muitos anos. Quando já estava mais velho, enfrentou uma crise: o que a vida significa, especialmente uma vida que com certeza terminará na morte? Embora
buscasse respostas em todas as áreas do conhecimento, não as encontrou. Por fim, compreendeu que a única resposta lógica para a questão da vida e de seu significado tinha que ser encontrada na fé: em algo que fosse além da própria lógica.
Isto é, sua lógica lhe disse que devia ir além da lógica e entrar no mundo da fé para obter as respostas quanto ao significado da vida. Por que, então, a fé em Jesus é, na verdade, a escolha mais lógica que podemos fazer no que diz respeito ao significado e propósito da vida?
2. O que você entende que significa amar a verdade? Como amamos a verdade? Naturalmente, amar a verdade significa que teríamos de conhecê-la primeiro. Como chegamos ao conhecimento da verdade? E como podemos ter certeza de que não permitiremos que nada nos impeça de amar a verdade acima de tudo?

Comente