Ouça agora:

Arena do Futuro
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Estudo adicional


lições
Leia os seguintes capítulos do livro O Grande Conflito, de Ellen G. White:
“O Maior Perigo Para o Lar e a Vida”, p. 582-592; “Nossa Única Salvaguarda”,
p. 593-602 e “Aproxima-se o Tempo de Angústia”, p. 613-634.
Ellen G. White defendia que os adventistas do sétimo dia deveriam ser bons cidadãos
e obedecer à lei da terra. Ela ainda pediu às pessoas que não desobedecessem
aberta e flagrantemente às leis dominicais locais, isto é, embora devessem santificar
o sétimo dia como Deus lhes havia ordenado, elas não precisavam transgredir deliberadamente
as leis que proibiam o trabalho no domingo. Em um caso específico,
no entanto, ela deixou claro que os adventistas não deveriam obedecer à lei. Se um
escravo escapasse dos domínios de seu senhor, a lei exigia que ele fosse devolvido
ao patrão. Ela protestou contra essa lei e mandou que os adventistas não a obedecessem,
a despeito das consequências: “Quando as leis dos homens conflitam com
a Palavra e a lei de Deus, cumpre-nos obedecer a estas, sejam quais forem as consequências.
À lei de nossa terra que nos obriga a entregar um escravo ao seu senhor,
não devemos obedecer; e cumpre-nos sofrer as consequências de transgredir essa
lei. O escravo não é propriedade de nenhum homem. Deus é seu legítimo senhor, e o
homem não tem nenhum direito de tomar em suas mãos o que foi criado por Deus,
e pretender que seja propriedade sua”

Comente