Ouça agora:

Anjos da Esperança
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Esquizofrenia espiritual


“Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3:13 e 14).

Não sou um espectador compulsivo de esportes, mas gosto, de vez em quando, de assistir a uma Olimpíada. Em nosso texto de hoje, Paulo descreve um corredor se esforçando para alcançar a linha de chegada. O corredor não ousa olhar para trás, para que não perca a margem de velocidade que faz a diferença entre ser o vencedor e um perdedor. Paulo compara essa experiência com a do cristão. Os cristãos também devem manter sua atenção e prioridades focalizadas em seu único e incomparável objetivo.

Jesus expressou a mesma idéia em Mateus 6:22 e 23, quando falou sobre os olhos do cristão serem “bons”. “Sinceridade de propósito, inteira devoção a Deus, eis a condição indicada pelas palavras de nosso Salvador. Seja o desígnio de descobrir a verdade e obedecer-lhe custe o que custar, sincero e inabalável, e haveis de receber divina iluminação. A verdadeira piedade começa quando termina toda transigência com o pecado” (O Maior Discurso de Cristo, p. 91).

Paulo tinha essa espécie de devoção em mente quando disse: “Considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nEle, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé” (Fp 3:8 e 9).

Paulo é o oposto do homem inconstante e indeciso descrito por Tiago. O tal é “semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento” (Tg 1:6).

Oremos? “Senhor, hoje recorro humildemente a Ti. Sei que meus alvos e prioridades precisam ser mais coerentemente vividos em minha vida diária. Confesso que às vezes tenho sido indeciso. Senhor, faze minha visão ficar mais nítida; ajuda-me a ter em vista somente a Tua glória e o verdadeiro tesouro de valor permanente. Obrigado, ó Pai. Em nome de Jesus, amém!”

Comente