Ouça agora:

Hora de Orar
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

E o que dizer da areia?


Mateus 7:26: “E todo aquele que ouve estas Minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia”.

Jesus não nos deixa com uma porção de opções. Devemos construir sobre a rocha ou construir sobre a areia. À semelhança dos dois caminhos de Mateus 7:13 e 14, e das árvores dos versículos 16-20, não há meio-termo. Não podemos aceitar Jesus pela metade. Ou estamos por Ele, ou estamos contra Ele. Nosso Senhor não admite concorrência, nem arranjos de tempo parcial.

Ora, se os que constroem sobre a rocha constroem sobre a fé em Jesus e em Sua Palavra, que acontece com os que estão construindo sobre a areia e utilizando-a como alicerce? Se não é sobre a Palavra de Deus e a fé em Jesus, então é sobre a fé na humanidade e nas ideias humanas.

A decisão de não seguir as palavras de Jesus, não importa a razão, é sempre uma decisão de grande significado. É uma decisão para viver conforme as palavras e ideias de outra pessoa, porque todos nós vivemos de acordo com as palavras, as ideias ou a filosofia de vida de alguém. Se não vivermos de acordo com os mandamentos de Deus, acabaremos descobrindo que estamos vivendo pelos mandamentos dos homens. Os padrões, as regras e a fé deles darão direção a nossa vida.

O mundo é cheio de filosofias e métodos relativos ao significado da vida e à maneira de resolver os problemas do Universo. Mas esses métodos são como colunas de areia. Podem parecer bons, mas não suportam as pressões do tempo e da realidade. Constituem fundamento instável para a vida.

Lemos em O Maior Discurso de Cristo que “todo edifício edificado sobre outro fundamento que não seja a Palavra de Deus, ruirá. Aquele que, como os judeus do tempo de Cristo, edifica sobre a base de ideias e opiniões humanas, de formas e cerimônias inventadas pelos homens, ou sobre quaisquer obras que possa fazer independentemente da graça de cristo, está erigindo sua estrutura de caráter sobre a movediça areia” (pg. 150).

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Ajuda-nos, ó Pai, a ser capazes de discernir a diferença entre a areia e a rocha. Ajuda-nos a comprometer-nos apenas com a construção sobre a rocha. Por favor. Em nome de Jesus, amém!

Comente


Fique conectado

Aplicativo

Loja Virtual

Participe