Ouça agora:

A Voz da Profecia
Rádio Rádio
Categoria: Anjos da Esperança

Daniel 10


“Daniel, você é muito amado”. Essa frase é muito familiar lá em casa. Meu filho se chama Daniel. E ele é, realmente, muito amado. Não canso de dizer-lhe isso: “Daniel, você é muito amado”. Mas não sou o autor desta frase. A fonte desse plágio que pratico é a própria Bíblia: “E ele me disse: ‘Daniel, você é muito amado. Preste bem atenção ao que vou lhe falar; levante-se, pois fui enviado a você” (Daniel 10:11). O próprio nome Daniel, significa “Deus é Meu Juiz”. Note o que o nome não significa: “Deus é um Juiz”. A presença da palavra “meu” neste termo hebraico denota-lhe algo muito representativo do relacionamento entre Deus e um filho Seu. Para fazer com que se sentisse amado, por um Deus que está disposto a julgar com justiça as suas causas, por esta e outras razões, escolhi este nome para o meu filho, Daniel. Você sente-se amado? Quem é seu pai (ou mãe)? Mesmo que você não tenha um modelo perfeito de paternidade neste mundo, olhe para as características do caráter de Deus, e você verá que o vácuo do desamor não tem razão de existir. Quando olho para o livro de Daniel, vejo, por toda parte, nas entrelinhas, a expressão “meu filho”. O Pai que a pronuncia é o próprio Deus. Quando “olho” para você, vejo o potencial de a expressão “meu Pai [Deus]” poder ser repetida. Você pode sentir-se amado, como Seu filho.

Comente