Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Conflito


1. Leia Mateus 7:5 e Provérbios 19:11. Quais são os dois princípios importantes que ajudam a evitar conflitos com outras pessoas? ___________________________________________________________________

__________________________________________________________________

__________________________________________________________________

 

O escritor de Provérbios fez uma observação muito perspicaz: “Como o abrir-se da represa, assim é o começo da contenda; desiste, pois, antes que haja rixas” (Pv 17:14). Uma vez iniciado, um conflito pode se tornar incrivelmente difícil de ser encerrado. De acordo com Romanos 14:19, podemos evitar o conflito ao seguir [ou perseguir] duas atitudes: a que leva à paz e aquela que edifica os outros.

 

Esses princípios não são ainda mais cruciais para a harmonia na família? Às vezes, admitir nossa responsabilidade em um conflito faz com que a outra pessoa se acalme. Recue e pense se vale a pena travar essa batalha. O sábio afirmou: “A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas” (Pv 19:11, NVI). Ao mesmo tempo, considere que diferença isso fará em sua vida daqui a três dias. Melhor ainda, qual impacto terá em cinco ou dez anos? Quantos casamentos, por exemplo, tiveram momentos difíceis devido a questões que hoje parecem triviais?

 

Em vez de deixarmos o conflito se arrastar por um longo período, ao falarmos com a outra pessoa, seja ela o cônjuge, um filho, um amigo ou colega de trabalho, devemos definir claramente o problema ou o ponto da discussão e permanecer no assunto imediato. O conflito geralmente piora quando a questão que deu início a ele é perdida de vista em meio às palavras iradas; enquanto isso, problemas ou mágoas do passado são resgatados (isso pode ser mortal, especialmente para o casamento).

 

Um modo de começar melhor e mais brandamente a discussão é reafirmar o relacionamento. Faça com que a outra pessoa saiba que você se importa profundamente com ela e com o relacionamento. Depois de ter declarado seus sentimentos positivos, passe a falar do assunto em questão; no entanto, tenha cuidado para não usar a palavra “mas”. Declarar um pensamento positivo e, em seguida, dizer “mas” é uma negação do que acabamos de afirmar. Uma vez que você compartilhar seus sentimentos, ouça a perspectiva da outra pessoa, reflita sobre o que ela disse e só então proponha uma solução que seja melhor para todos (Fp 2:4, 5).

 

Pense em alguns conflitos que hoje parecem tolos e insignificantes. Como podemos impedir que algo semelhante aconteça novamente?

Comente


Fique conectado

Aplicativo

Loja Virtual

Participe