Ouça agora:

Lições da Bíblia-Especial da Semana
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Apresentando o Sermão da Montanha


O sermão (ou coleção de ensinamentos) mais longo de Jesus é o Sermão da Montanha. Sua descrição de três capítulos sobre a vida no reino de Deus começa com uma declaração de valores que veio a ser conhecida como as “Bem-aventuranças”.

 

1. Leia Mateus 5:2-16. Quais são as características comuns desses nove valores ou tipos de pessoas descritas por Jesus como “bem-aventurados”? Assinale a alternativa correta:

A.( ) Essas características e valores são diferentes dos padrões do mundo e identificam os súditos do reino dos Céus.

B.( ) Essas características acabam prejudicando nossa vida.

 

Por isso, o mundo de hoje não valoriza esse tipo de pessoas e valores. Juntamente com a profunda aplicação espiritual dessas palavras, não devemos perder de vista sua interpretação prática. Jesus falou sobre reconhecer a pobreza em nós e em nosso mundo. Ele também falou sobre retidão (traduzida como “justiça” em algumas versões da Bíblia), humildade, misericórdia, pacificação e pureza de coração. Devemos observar a diferença prática que essas qualidades fazem em nossa vida e em nosso mundo quando elas são vividas.

 

Essa interpretação prática é enfatizada nas declarações seguintes de Jesus, nas quais Ele instou com Seus discípulos a ser sal e luz no mundo (Mt 5:13-16). Quando usados apropriadamente, o sal e a luz fazem a diferença nos contextos em que são adicionados. O sal traz sabor e preserva os alimentos aos quais ele é acrescentado. Ele simboliza o bem que devemos fazer para os que nos rodeiam.

 

Semelhantemente, a luz afasta a escuridão, revelando obstáculos e perigos, tornando uma casa ou cidade mais segura e apresentando um ponto de referência para nossa localização e navegação, mesmo a certa distância. Jesus mostrou que devemos resplandecer como a luz em uma noite escura: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos Céus” (Mt 5:16).

 

Os símbolos do sal e da luz indicam a responsabilidade dos discípulos em influenciar e melhorar a vida dos que estão à sua volta. Somos sal e luz quando choramos apropriadamente, temos um coração puro, praticamos a humildade, mostramos misericórdia, promovemos a paz e resistimos à opressão. Portanto, Jesus começou esse sermão com o chamado a incorporar esses valores de Seu reino, às vezes desprezados.

 

De que maneira sua igreja atua como sal e luz ? Sua comunidade é um lugar melhor porque sua igreja está ali? Se ela fosse desativada, que diferença isso faria?

Comente