Ouça agora:

Anjos da Esperança
Rádio Rádio
Categoria: Lições da Bíblia

Agentes da mudança


Nos primeiros capítulos de Atos, observamos como os primeiros cristãos fundaram uma comunidade diferente, cuidando dos necessitados entre eles e, juntos, alcançando pessoas que não pertenciam ao grupo de crentes, oferecendo-lhes a ajuda de que necessitavam e convidando-os a se unirem ao que Deus estava fazendo entre eles. Somando-se às descrições feitas por Jesus sobre o sal e a luz, Paulo usou uma série de metáforas para retratar a ação da igreja no mundo.

 

Entre outras, ele descreve o povo de Deus como um sacrifício (veja Rom 12:1), como o corpo de Cristo (veja 1 Co 12:12-20), como embaixadores (veja 2 Co 5:18-20) e como perfume (veja 2 Co 2:14-16). Cada uma dessas imagens trata de uma função dos cristãos como representantes ou agentes do reino de Deus mesmo hoje, em meio a um mundo devastado pelo grande conflito.

 

1. Recapitule cada uma dessas descrições ”representativas” acima. Como você gostaria de representar a Deus e Sua lei de amor diante das pessoas ao seu redor? Por quê? __________________________________________________________________

__________________________________________________________________

 

Existe uma ação associada a cada uma dessas imagens, não como um meio para que sejamos aceitáveis a Deus, mas como uma demonstração de que já fomos aceitos por Ele mediante o sacrifício de Cristo, e correspondemos ao Seu amor e graça sendo Seus agentes neste mundo ferido e agonizante. Mas essas imagens também podem ser consideradas em um nível ainda mais profundo: visto que a essência do reino de Deus é Seu amor e Sua graça, quando agimos em harmonia com esses princípios, refletindo aos outros amor e graça, representamos e participamos desse reino eterno mesmo hoje.

 

No direito internacional, uma embaixada nacional é considerada parte da nação que ela representa, mesmo quando fisicamente localizada em um país estrangeiro, talvez a uma grande distância do país de origem. Semelhantemente, quando os princípios do reino de Deus são representados se oferecem vislumbres dessa realidade eterna aqui e agora e, sendo assim, é indicada e prenunciada a derrota final do mal. E ao fazermos isso, como embaixadores e agentes de Cristo, podemos experimentar a realidade de Seu amor e justiça em nossa vida, na igreja e na vida daqueles a quem buscamos servir.

 

Leia 2 Coríntios 2:16. Qual é a diferença entre os dois aromas e como podemos saber qual deles exalamos?

Comente