Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

A riqueza que importa


“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus” (Mateus 6:19 e 20).

Dinheiro não compra ingresso para o Céu. Aliás, nunca é demais lembrar que o que leva alguém para o Céu não é a pobreza ou a riqueza: é a graça de Deus!

Tiago 2:5 diz àqueles que são pobres: “Ouçam, meus amados irmãos: Não escolheu Deus os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos em fé e herdarem o Reino que Ele prometeu aos que O amam?”

É, dinheiro definitivamente não abre a porta do reino de Deus.

Mais ainda: Paulo diz àqueles que são ricos: “Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa satisfação (1Tm 6:17).

A Bíblia é clara: Riqueza não é pecado. Mas também não é virtude.

Se não devemos viver, então, à caça de dinheiro, o que devemos desejar ansiosamente? Eis a resposta: “Deus nos ressuscitou com Cristo e com Ele nos fez assentar nas regiões celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de Sua graça, demonstrada em Sua bondade para conosco em Cristo Jesus” (Ef 2:6,7).

Cuidado com o que você valoriza. Nunca perca de vista qual é a riqueza que importa no Céu.

Ore comigo: “Pai, não permita que eu me deixe seduzir pelas riquezas deste mundo, mas que eu sempre acumule tesouros no Céu. Em nome de Jesus, amém!”

Comente


Fique conectado

Aplicativo

Loja Virtual

Participe