Ouça agora:

Tempo de Refletir
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

A riqueza que importa


“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus” (Mateus 6:19 e 20).

Dinheiro não compra ingresso para o Céu. Aliás, nunca é demais lembrar que o que leva alguém para o Céu não é a pobreza ou a riqueza: é a graça de Deus!

Tiago 2:5 diz àqueles que são pobres: “Ouçam, meus amados irmãos: Não escolheu Deus os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos em fé e herdarem o Reino que Ele prometeu aos que O amam?”

É, dinheiro definitivamente não abre a porta do reino de Deus.

Mais ainda: Paulo diz àqueles que são ricos: “Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa satisfação (1Tm 6:17).

A Bíblia é clara: Riqueza não é pecado. Mas também não é virtude.

Se não devemos viver, então, à caça de dinheiro, o que devemos desejar ansiosamente? Eis a resposta: “Deus nos ressuscitou com Cristo e com Ele nos fez assentar nas regiões celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de Sua graça, demonstrada em Sua bondade para conosco em Cristo Jesus” (Ef 2:6,7).

Cuidado com o que você valoriza. Nunca perca de vista qual é a riqueza que importa no Céu.

Ore comigo: “Pai, não permita que eu me deixe seduzir pelas riquezas deste mundo, mas que eu sempre acumule tesouros no Céu. Em nome de Jesus, amém!”

Comente