Ouça agora:

Música
Rádio Rádio
Categoria: Tempo de Refletir

Pedir é importante


“Ele se indignou e não queria entrar; saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo. Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo…
e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos; vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes, tu mandaste matar o novilho cevado. Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu” (Lucas 15:28, 29 e 31).

Que tragédia!

O filho mais velho da parábola havia ficado em casa a vida toda, mas não compartilhara das bênçãos do pai.

Por quê? Porque nunca as pediu. Trabalhou duro para guardar a lei (verso 29) e evitar determinados pecados (verso 30), mas deixou de compreender a generosidade do pai. Não percebeu que o pai anelava derramar suas bênçãos sobre cada filho.

Que tragédia viver na casa do pai, mais como um empregado do que como um filho! Precisamos lembrar-nos das palavras que o pai disse ao filho: “Tudo o que é meu é teu”.

Deus quer nos abençoar. Por que somos tão relutantes em pedir? Por que não somos encontrados mais vezes em oração? “Tudo o que é meu é teu” é a mensagem de Deus.

Uma das grandes lições do Sermão do Monte é a de que Deus é nosso Pai. Insiste-se repetidamente nessa lição. Precisamos hoje tomar nosso coração e ir a Deus em oração reivindicar nosso direito de primogenitura como filhos do Rei.

Deus quer que tenhamos “fome e sede” de Seus dons; quer que “oremos sem cessar”. Ele é nosso Pai e Se deleita em abençoar Seus filhos. Está mais pronto a dar do que estamos para receber.

Hoje é o dia em que podemos começar a crescer na oração da fé. Aproximemo-nos de nosso Pai, buscando Sua bênção para nossa vida e para a vida dos que estão ao nosso redor. Lembre-se: Estamos lidando com Alguém que possui coração infinitamente mais amoroso do que o melhor pai terreno. Ele quer que nos acheguemos a Ele com fé. Quer que vamos a Ele como filhos humanos vão aos pais com seus pedidos.

Comente