INÉDITO:
  • QUI22:30
REPRISES:
  • DOM05:30
  • DOM09:30
  • DOM19:30
  • SEG01:00
  • SEG07:00
  • TER02:00
  • QUA03:00
  • QUI04:00
  • SEX05:00
  • SEX13:30
  • SAB00:00
  • SAB15:30

O PROBLEMA DO MAL – PARTE 2


problema do mal 2

O problema do mal remete completamente ao passado, a uma escolha que Deus fez. Quando chegou a hora de criar os seres, ele deveria decidir se esses seres seriam controlados por ele ou se seriam completamente livres. Olhando a grosso modo, somos levados a pensar em como seria bom se os seres humanos não tivesses livre arbítrio. Como “robôs”, nós poderíamos ser programados para sermos bons e funcionarmos de uma forma que harmonize a beleza de toda a criação. Em um mundo dessa forma, as coisas nunca sairiam errado.

Mas há um problema. Um funcionamento robótico de controle total não deixa espaço para o amor. Imagine que sua esposa ou esposo fosse um robô com um computador no lugar do cérebro. Imagine que você pudesse programar ele ou ela para ter um corpo perfeito e responder com palavras e ações amorosas em todas as circunstâncias. Embora num primeiro momento esta pareça ser a descrição de um cônjuge perfeito, o deleite em tal programação se esfriaria rapidamente:

“Eu te amo muito,” você diria a seu robô.
“Eu te amo com todo o meu silicone,” responderia o robô.

Quando você se dá conta de que a resposta não é espontânea, as palavras se tornam vazias rapidamente. Amor genuíno só possui significado quando é escolhido e dado como um presente a alguém. Amor genuíno só ocorre quando alguém é livre para escolher amar ou deixar de amar. Mas quando alguém é livre para te amar, ele também é livre para te magoar e te rejeitar. A possibilidade do amor requere que a possibilidade do mal exista. A liberdade é o maior de todos os riscos.

O cerne da questão é que amor e liberdade andam juntos. Para ter um, você precisa ter o outro. Portanto, quando o Deus que é amor, que é o Amante Eterno, decide criar, ele também decide se tornar vulnerável às escolhas de suas criaturas. Ele cria todas as coisas boas (Gên. 1:31), mas também permite que suas criaturas tenham a liberdade de não amá-lo, de rejeitá-lo. No fim das contas, o mal existe não porque Deus é tirano, mas porque ele é comprometido com a liberdade de seus seres. O mal existe neste mundo, não porque Deus não possui poder suficiente para combatê-lo, mas porque ele deseja que os seres humanos sejam poderosos da mesma forma como ele exerce sua liberdade de ação.

Por isso, Deus criou o mundo e o encheu de presentes amorosos para a raça humana. Ele deu aos primeiros humanos o presente do seu amor, mas também deu a eles o presente da liberdade de escolha (Gên. 1:26-28; 2:9; 16-17). Ele entregou seu coração cheio de amor em suas mãos para recebê-lo ou rejeitá-lo. Deus se fez vulnerável para a dor e o sofrimento da rejeição para poder experimentar o genuíno amor de sua criação.

E, de acordo com a Bíblia, as coisas saíram completamente erradas.

Continua…

Isaque Resende – www.cristaoscansados.net
Produtor do Arena do Futuro

via Jon Paulien
revelation-armageddon.com


Você está em : Artigos
Compartilhe:


Comente



  • mirnagomesvasques em 18 de fevereiro de 2014 21:24

    Gosto muito do Pr LuusGosaves.suas pregaçoes sao edificativas+aprendendo a cada fia mas e mais de Deus,me sinto bem..l



  • gilvan em 22 de fevereiro de 2014 12:02

    ótimo



  • ITAMAR MARTINS GUIMARÃES em 4 de setembro de 2014 8:35

    DEUS TEM ME ABENÇOADO MUITO A TRAVES DAS PREGAÇÕES DO PASTOR LUIZ GONÇALVES, EU DESEJO RECEBER TADAS AS SUAS PREGAÇÕES.