Clique aqui e Saiba mais

O tom certo da resposta

Ouça agora:

05-01 TDR 1101-bTEMPO DE REFLETIR 1101 – 5 de janeiro de 2017

“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Provérbios 15:1).

É um velho ditado brasileiro: “Quando um não quer, dois não brigam”. Simples e ao mesmo tempo profundo. É uma maneira popular de apresentar o que Salomão disse séculos atrás. Não existe coração que não se comova diante de uma resposta gentil.

A vida é como um espelho. Você recebe de volta a imagem que projeta. Palavras duras geram reações agressivas. Palavras suaves geram atitudes gentis.

O adjetivo duro, em hebreu, é éseb, que também pode ser traduzido como “que provoca dor”. As palavras são como facas de dois gumes. Servem para o bem ou para o mal. Apaziguam ou esquentam os ânimos. Consertam relacionamentos ou os destroem. Trazem alegria ou provocam a dor.

Pense nas vezes que poderia ter usado a palavra de modo mais edificante. Não se projete a um tempo muito distante, pense apenas no que aconteceu ontem ou hoje com sua esposa ou com seus filhos.

Quando as setas envenenadas do furor tentarem atingi-lo, use como escudo protetor a resposta branda. Não entre no jogo da provocação. Responder no mesmo tom, deixando-se levar pela paixão do momento, não é evidência nem de sabedoria nem de coragem. Você pode vencer os outros e ser considerado forte. Mas, se vencer a si mesmo, será poderoso. Esse tipo de vitória só é possível alcançar com a ajuda do Todo-Poderoso. O controle das palavras começa com o controle das emoções, e isso é obra do Espírito Santo. Encontro, com frequência, pessoas que me dizem: “Eu sei que as minhas palavras ditas de maneira inapropriada me criam problemas, mas não consigo fazer nada para mudar essa situação”.

Essa é a diferença entre o humanismo e o cristianismo. Enquanto a primeira deixa toda a responsabilidade nos seus ombros, colocando seu interior como a fonte do poder, o cristianismo ensina que o poder não provém de dentro, mas de cima. A mudança de temperamento é um ato divino. Deus usa como instrumento a vontade humana, mas a criatura não passa de um meio. A fonte de poder é Deus.

Inicie as atividades deste dia colocando sua vontade sob o controle divino. Deixe que Jesus viva em você e controle as suas palavras, porque “a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira”.


-> Música: Grupo Harmuss, “Sentir, falar, viver”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893-2056 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir

Você está em: Textos

Compartilhe:


Comente



  • margarida piraja em 5 de janeiro de 2017 10:35

    Lindissimo texto e palavras tão edificantes, verdadeiras. Se nós humanos tivessemos um pouco de sabedoria, discernimento e conhecimento de que Ele é o todo poderoso.Seria tão bom!!!!!!!!!!!!!! O mundo seria tão diferente, tão humano, tão tudo!!!!!!!!



  • GUILHERMINA CORREIA em 5 de janeiro de 2017 10:25

    SIM. DEVEMOS TER MUITO CUIDADO COM AS PALAVRAS QUE SAEM DA NOSSA
    BOCA !!! AMÉN.
    DEUS O ABENÇOE.