O mal de cada dia


TEMPO DE REFLETIR 1959 – 13 de maio de 2019

I Coríntios 14:20: “Irmãos, não sejais meninos no juízo; na malícia, sim, sede crianças; quanto ao juízo, sede homens amadurecidos”.

Em um dos últimos programas eu li Mateus 6:34 onde diz que “basta ao dia o seu próprio mal”. A palavra “mal” é um dos termos em que vamos analisar hoje. Que conclusão devemos tirar dessa tradução? Será que é uma ordem para pecar, no sentido de que preciso tomar parte na minha cota diária de obras e experiências más? O que essa passagem significa para os cristãos, visto serem eles o público-alvo visado por Jesus nas palavras que proferiu no Sermão do Monte?

Para começo de conversa, devemos observar que, na Oração do Senhor, Jesus nos instrui a pedir a Deus que nos livre do mal (verso 13). Um aspecto importante que deve ser considerado é que, embora tanto Mateus 6:13 quanto Mateus 6:34 empreguem a palavra “mal” na versão Almeida Revista e Atualizada, os dois versos usam na realidade duas palavras gregas diferentes.

No verso 13 a palavra é poneros. Ponerossignifica ímpio, mal, vil, vicioso, degenerado. Verdadeiramente, os filhos de Deus devem orar diariamente para ser livrados desses traços de caráter. Ponerosnão tem lugar na vida cristã. O mal moral não é o ingrediente do viver cristão. Já no verso 34, porém, a recomendação é para que nós, como cristãos, tenhamos a parte que nos cabe do mal diário. A palavra traduzida ali como “mal” é kakia. O Novo Testamento tende a empregar kakiano sentido de dificuldade ou infortúnio. É por isso que muitas traduções modernas vertem kakiano verso 34 como “dificuldade”.

Que significa isto para mim como cristão? Em primeiro lugar, significa que, embora eu espere ser livrado da necessidade do mal moral, não estou isento dos sofrimentos, desastres naturais e outros problemas decorrentes da própria natureza de um planeta doente.

Ser cristão não significa isenção automática dos problemas da vida. Significa, sim, que podemos confiar em Deus ao passarmos por esses problemas. Significa que temos um Pai que cuidará de nós de uma forma não disponível aos que não são cristãos.

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Pai, todos os dias somos afligidos pelas dificuldades da vida. Cada dia temos um pouco delas. Por isso, pedimos a Ti que nos ajude a focar nas coisas positivas do dia e não naquilo que pode dificultar nossa vida amanhã. Toma conta de todas as coisas, por favor. Em nome de Jesus, amém!


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:
-> No celular, instale o aplicativo MANAH(Android e iOS).
-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7
-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893 2056e mande um recadinho pedindo os áudios.


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente