O recado é para mim


TEMPO DE REFLETIR 1525 – 5 de março de 2018

“Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus” (Êxodo 3:6).

Não sei como você está se sentindo ao caminhar com Jesus sobre o Monte das Bem-aventuranças, mas eu me sinto cada vez mais humilde. Ao ver o ideal de Deus para mim, reconheço novamente minhas fraquezas e defeitos; reconheço como estou longe do ideal de Deus.

Nas semanas que ficaram para trás, dirigimos o olhar para a pureza de coração na adoração. Fomos postos face a face com o fato de que, mesmo na adoração, nossos motivos algumas vezes não são puros. Admitimos que há ocasiões em que damos uma esmola, fazemos uma oração ou praticamos alguma outra devoção religiosa, em parte para beneficiar alguém e em parte porque desejamos parecer bons e justos aos olhos das pessoas.

Como eu oraria, daria esmola ou agiria, caso ninguém estivesse observando? Essa é a pergunta que precisa ser respondida. Gosto quando as pessoas me olham de frente, quando ouvem minha “bela” oração e dizem amém, quando pensam que meu discurso ou sermão foi o “melhor” de todos?

Quando reconheço que as palavras de Jesus não foram dirigidas apenas para os fariseus do passado, sou subitamente levado de volta para o pé da cruz. Elas foram dirigidas para mim também.

Repentinamente torno a ser levado para as bem-aventuranças. Re- conheço mais uma vez minha pobreza de espírito (Mt 5:3) ao me ver como realmente sou. Mais uma vez tenho fome e sede de justiça (verso 6) porque reconheço que minha justiça não excede a dos escribas e fariseus (verso 20), porque ainda não sou tão semelhante ao Pai (versos 43 e 48) como deveria e poderia ser.

Quando vejo o padrão de Jesus no caráter, no testemunho, no relacionar o verdadeiro significado da lei e mesmo na adoração, reconheço novamente minha necessidade. Minha primeira reação é me esconder do Seu rosto. Mas então compreendo que a vida de Jesus permite que eu vá confiantemente diante do trono de Deus e novamente encontre graça. Subitamente compreendo como é maravilhoso o Deus a quem eu sirvo.


-> Música: Prisma, “Humilha-te”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente



  • GUILHERMINA CORREIA em 5 de março de 2018 8:29

    DEVEMOS SER CADA VEZ MAIS PARECIDOS COM ´´ ELE ´´. DEUS É MARAVILHOSO !!! AMÉN.
    DEUS O ABENÇOE.