Fazendo a vontade


TEMPO DE REFLETIR 1450 – 20 de dezembro de 2017

“Faça-se a Tua vontade, assim na Terra como no Céu” (Mateus 6:10).

Qual é a vontade de Deus que precisa ser feita? No contexto do Sermão do Monte é, sem dúvida, “fazer” ou seguir as recomendações do próprio sermão. Assim sendo, “faça-se a Tua vontade” significa “ponha-se em prática o Teu Sermão do Monte”. E a vontade do Sermão do Monte, em Mateus 5 e 6, é que os cristãos (1) vivam as bem-aventuranças (5:2-12 – por exemplo, sendo humildes de espírito, mansos, misericordiosos, pacificadores e assim por diante); (2) sejam testemunhas de Deus como sal e luz, tanto na vida diária como em sua consciente esfera de ação evangelística (versos 13 a 16); (3) vivam a largura e a profundidade plenas da lei, chegando mesmo ao ponto de, como o Pai, ter maduro (ou perfeito amor) por seus inimigos (versos 17 a 48); e (4) sejam inteiramente sinceros em seus atos de devoção ao servir a Deus com um só propósito e se relacionem com Ele como “Pai” (6:1-10).

Fazer a vontade Deus é seguir os ensinamentos de Jesus – todos eles. Os que podem orar “venha o Teu reino”, devem certamente desejar viver a vida do reino aqui na Terra. Assim sendo, a segunda petição em Mateus 6:10 flui diretamente da primeira. Fazer a vontade de Deus é a principal ocupação dos cidadãos do reino, tanto em sua existência presente como no reino ainda por vir.

Fazer a vontade de Deus “na Terra como [é feita] no Céu” nos ajuda a compreender a natureza cósmica da Oração do Senhor. Estamos fazendo uma grandiosa oração quando oramos a Oração do Senhor. As questões em jogo transcendem a existência terrena. Elas representam princípios de importância eterna e universal. A expressão “como no Céu” nos ensina que Deus tem um ativo empreendimento em anda- mento com os anjos nessa esfera espiritual, além das fronteiras de nosso planeta lesionado pelo pecado.

Mesmo em nossa vida restrita, entramos em contato com princípios galácticos: os próprios princípios que jazem no fundamento da saúde do Universo de Deus.

Como cristãos, estamos comprometidos em fazer a vontade de Deus em todos os aspectos de nossa vida: na escola, na família, no trabalho, na recreação, em tudo.

Senhor, continua a nos ensinar a Tua vontade, para sermos fiéis às palavras de Tua oração”.


-> Música: Adoradores, “Tua vontade”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente



  • Thyago Fox em 25 de dezembro de 2017 10:26

    Ótimo Conteúdo Parabéns Por Esse Lindo Trabalho