Morrer para viver


TEMPO DE REFLETIR 1361 – 22 de setembro de 2017

“Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria” (Colossenses 3:5).

Toda semente morre, antes de dar origem a uma nova planta. Parece uma contradição, mas é exatamente isso que precisa ocorrer em nossa vida espiritual. Ou seja, precisamos morrer para sermos novas criaturas.

Quando um ex-cangaceiro do Nordeste disse: “Antigamente, eu matava para não morrer; mas hoje morro para não matar”, queria dizer que estava morto para as coisas deste mundo, mas vivo para Cristo Jesus. Nossa grande necessidade é passarmos pela experiência do apóstolo Paulo: “Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim” (Gl 2:19-20). Ele mesmo escrevera aos cristãos de Roma: “Sabendo isto: que foi crucificado com Ele [Cristo] o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos” (Rm 6:6).

Cristo submeteu-Se à vergonhosa morte de cruz para nos dar vida eterna. Semelhantemente, devemos crucificar nossa velha natureza para podermos receber a vida que Ele nos oferece. Por meio de Cristo, abandonamos o pendor da carne, para aceitar o pendor do Espírito, “para vida e paz” (Rm 8:6).

Nada, neste mundo, pode destruir uma pessoa que morreu para o mundo. Notemos o diálogo entre um imperador e um cristão:
– Vou bani-lo completamente – ameaçou o monarca.

– Não me podes banir porque o mundo inteiro pertence a meu Pai celestial.
– Vou mata-lo.

– Não conseguirás matar-me porque minha vida está escondida com Cristo em Deus.

– Tomarei todas as suas posses.

– Não conseguirás, pois o meu tesouro está no Céu.

Frustrado, o rei voltou a ameaçar: “Vou isolá-lo de tudo e de todos, de tal modo que nenhum amigo esteja perto de você”.

O cristão respondeu: “Nem isso podes, pois tenho um Amigo do qual não me podes separar. Nada, neste muno, pode separar-me do amor deste Amigo – Jesus Cristo”.


-> Música: Montano de Barros, “Nada poderá me separar”
-> Locução: Amilton Menezes

– Tenha todas as mensagens anteriores – e as próximas – em seu celular através do aplicativo MANAH (Android e iOS).
– Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: https://goo.gl/KUcB9U
– Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente