Felizes


TEMPO DE REFLETIR 1318 – 10 de agosto de 2017

“Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo” (Salmo 106:3).

Se você achar que a justiça é simplesmente retidão e bom comportamento, o texto de hoje o levará a um beco sem saída. Segundo o salmista, uma maneira de ser feliz é ter uma conduta coerente e acima de qualquer suspeita. Mas justiça, no conceito hebraico, não é apenas um padrão de comportamento.

O profeta Jeremias disse: “Naqueles dias e naquele tempo, farei brotar a Davi um Renovo de justiça; Ele executará juízo e justiça na Terra” (Jr 33:15). O Renovo de justiça que o profeta menciona não é apenas possuidor de justiça. É a própria justiça. Não existe justiça sem Jesus. Ele é a justiça.

Portanto, ao referir-se no verso de hoje àquele “que pratica a justiça”, o salmista está pensando naquele que vive em Jesus.

Praticar é aplicar a teoria repetidamente. A vida cristã não é só teoria. Não basta saber que Jesus morreu e que a única maneira de “guardar a retidão” é ir a Ele. Esse conceito é maravilhoso, mas é preciso sair da teoria e ingressar no terreno da prática. É preciso andar diariamente com Jesus, a justiça personificada.

Davi ensina no salmo de hoje que o segredo da felicidade é “praticar a justiça”. Como pode a prática de normas, na maioria das vezes difíceis de serem cumpridas, proporcionar felicidade? Não, evidentemente aqui não se fala simplesmente de um código moral, destituído de vida. Aqui se fala do Senhor Jesus Cristo. Ele morreu na cruz do Calvário não só para dar-nos vida, mas também para dar vida aos mandamentos que o farisaísmo humano havia tornado letra morta.

“Praticar justiça” no sentido de andar diariamente com Jesus é uma experiência enriquecedora. Dá sentido a vida. Proporciona sabor aos momentos mais insossos da experiência humana.

Olhe para os princípios divinos não como letra sem vida e proibições massacrantes. Olhe-os como reflexo do caráter de Jesus e aplique-os à sua vida. Esse é o segredo da felicidade que você tanto procura. Essa pode ser a realidade mais extraordinária de sua existência.

Por isso, decore o verso de hoje e repita-o ao longo do dia: “Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo”.


-> Música: Eclair, “Feliz eu estarei junto ao Senhor”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir – Prefira, porém, o aplicativo MANAH, onde você terá todos os áudios à disposição.


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente