Como arranjar um namoro


quer namorar_Procure sempre alguém mais ou menos do mesmo nível que você. Um calouro da faculdade que tenta envolver-se com uma veterana de muita popularidade, geralmente, não sabe onde está pisando. Quando você escolhe alguém que está aproximadamente onde você se encontra na questão de namoros e encontros, ambos têm muito o que aprender e poderão crescer juntos com o mínimo possível de dor e embaraço.

Arranje vários(as) amigos(as) antes de começar a namorar. Você precisa saber o que quer dizer ser um amigo, ajudar um amigo e ir ao encontro das necessidades dele. Depois de aprender como ser um verdadeiro amigo, estará preparado para um compromisso com alguém do sexo oposto.

Rapazes, a maioria das moças têm suas próprias ideias acerca de como gostariam que vocês se aproximassem delas para pedi-las em namoro. A moça preferiria que você não se aproximasse e, de repente – bum – a convidasse para sair. Na maioria dos casos, elas prefeririam que você desse alguma atenção primeiro. Cumprimente-a várias vezes e aproxime-se para um rápido bate-papo. Em outras palavras, ela preferiria que você fosse amigo primeiro e preparasse aos poucos o terreno para um convite dessa natureza.

Muitas garotas hoje em dia acham que não há problema nenhum em telefonar para um rapaz, convidando-o para sair. Mas a maioria deles ainda prefere tomar a iniciativa. Apesar de os namoros de hoje não serem tão formais e estruturados como no passado, uma pesquisa realizada pela revista SEVENTEEN revelou que, de 1.005 moças, 64% disseram que jamais convidariam um homem para sair (aproximadamente 71% delas estavam namorando). Apenas 2% convidaram muitas vezes um rapaz para sair. Até mesmo moças de faculdade, que costumam ser mais mais liberais, são tradicionais nesse aspecto. Mais da metade jamais pediu um encontro, e apenas 10% disseram que o fazem de vez em quando.

Garotas agressivas demais, no trato com rapazes, acabam por assustá-los. (Eles já têm mesmo um pouco de medo! E esta é a razão por que alguns deles não saem com garotas. As jovens frequentemente se esquecem de que, cada vez que um rapaz convida alguém para sair, põe sua masculinidade em jogo e corre o risco de ser rejeitado. É doloroso ser rejeitado, e consequentemente, muitos jovens não têm coragem de assumir o risco, a não ser que tenham uma boa razão para crer que a garota vai aceitar.)

Mas, os tempos estão mudando. A moça tem opções, hoje, que não tinha poucos anos atrás. Algumas escolas (nos Estados Unidos e Europa) organizam um “fim de semana do contra” ou um “dia do escravo”, no qual tudo é feito às avessas. As meninas convidam os rapazes, pagam as contas, ajudam-nos a vestirem o casaco, carregam seus livros, abrem a porta do carro para eles, etc. Isso pode ser muito divertido e torna-se uma verdadeira oportunidade para a moça encontrar-se com o rapaz em quem já estava de olho havia algum tempo. Normalmente, porém, quando a garota toma a iniciativa, ela deve ser muito sutil ou encontrar um modo de fazer o rapaz pensar que foi tudo ideia dele.

Mas a moça pode usar alguns meios sutis para mostrar ao rapaz que está interessada nele. Pode sentar-se perto dele, ou na sua frente. Tente pega-lo olhando para você e sorria. Seus olhos podem transmitir muita coisa (cuidado: não exagere!). Ele entenderá a mensagem. Um rapaz estava assentado ao lado de seu melhor amigo e este o cutucava cada vez que a garota em frente olhava para ele!

Se estiver conversando com ele, preste bastante atenção ao que ele diz. Demonstre interesse em Suas palavras. Isto impressiona um homem. Vez por outra, uma pessoa amiga poderá passar, com bons modos, uma informação para o rapaz. Certifique-se de que essa pessoa saiba dar as dicas com tato. Caso contrário, sua situação poderá ficar pior do que quando começou.

Una-se ao mesmo clube ou junte-se às mesmas atividades das quais ele participa. Peça que ele a ajude nos deveres e trabalhos escolares. Planeje uma festinha que inclua, além dos casais, algumas pessoas que não têm namorado, de modo que seus convidados não se sintam constrangidos ao formar pares. Participe de encontros em grupo e vá a lugares onde os jovens costumam encontrar-se – festinhas, eventos e atividades da igreja. Una-se a um grupo de amigos e planeje um piquenique. Convide uns quatro ou cinco rapazes para o evento. (Dica: mantenha sempre um número ímpar de convidados, para evitar o constrangimento de formar pares.)

As mulheres estão mais livres do que nunca para iniciar amizades no processo de encontros. Quando mantidos dentro de padrões equilibrados, isso pode ser saudável. Algumas mulheres querem até ajudar a pagar as despesas nas atividades de um encontro. Mesmo entre os homens muito machistas, isso já deixou de ser tabu. Tanto o homem como a mulher modernos preocupam-se muito pouco as atribuições devidas a cada sexo. No relacionamento de um casal de namorados, é mais importante apoiar um ao outro, do que estar superconsciente das funções que cada sexo deve exercer.  (Escrito por Nancy Van Pelt, no livro “O namoro completo”, da Casa Publicadora Brasileira).


Você está em : Textos
Compartilhe:


Comente



  • alzenir em 11 de outubro de 2015 15:57

    Muito bom



  • Joalisson em 17 de abril de 2015 12:42

    Adorei a mensagem, espero sempre em Deus e se sei que nEle posso esperar.



  • Célia em 18 de fevereiro de 2015 0:53

    A solidão é muito triste! Gostaria de saber se a igreja do Sétimo Dia tem um site de namoro p/ relacionamento sério.Tenho 60 anos e gostaria de encontrar alguém espécial!



  • carla em 19 de julho de 2013 7:02

    como posso arranjar um amigo colorido´



  • salma em 17 de julho de 2013 12:04

    Gostei muito das dicas, sabias palavras!!



  • JUANITA em 13 de junho de 2013 1:22

    TENHO 53 ANOS E GOSTARIA DE CASAR AINDA,SOU ADVENTISTA DA SÉTIMO DIA, A POUCO TEMPO, MAIS QUERO CONHECER UMA PESSOA DA MINHA IGREJA. ESTOU ERRADA EM QUERER ISSO?OBRIGADA,
    JU…



  • nadir santos em 12 de junho de 2013 22:31

    adorei tudo mais gostaria de ler dicas para os divorciados também obgdo



  • Elias Gomes em 12 de junho de 2013 20:43

    Eu gostei é um lindo tema,eu acho que nós devemós meter em mente essa dica,se relmente keremós um bom relaçionamento.



  • Viviane Cruz em 12 de junho de 2013 18:15

    Ameiiiiiii, e aprendi muito…



  • Ítalo em 12 de junho de 2013 18:06

    E caso a menina nao seja da mesma crença que a minha? Ela é uma pessoa super modesta, nao frequenta nenhuma igreja, porem é muito fiel aos valores que recebeu desde pequena. Tenho me interessado nela mas devido a diferença de crença fico com um pé atras, alguma dica?



  • Rafael em 12 de junho de 2013 18:03

    Agora tem que encher a igreja de jovem,coisa muito rara por aqui em Barra do Piraí.



  • edywil em 12 de junho de 2013 12:31

    muito bom me ajudou muito